Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.649.313.988.400.112.400.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 521718 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 52172 ir para página                         

  1 / 521718 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-784380
Autor: Kalil, Mitre; Sandoval, Diogo Lesqueves; Pancini, Thiago Rampazo; Sobrinho, Ulisses Lopes Guerra Pereira; Jacobsen, Daniela Lerback; Alochio, Luiza Vallory; Araújo, Amanda; Nicola, Ricardo Dalvi; Kalil Junior, Mitre.
Título: Fístula cólon-jejunal em paciente com fecaloma e volvos jejunal e sigmoideano devido à dolicomegassigmoide: relato de caso / Colon fistula-jejunal in patient with fecaloma and volvos jejunal sigmoideano and due to dolicomegassigmoide: case report
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;35(1):32-35, jan.-mar. 2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O dolicomegacólon consiste no aumento do comprimento e diâmetro dos segmentos do cólon, causando alteração da motilidade e interferindo no funcionamento do trânsito intestinal. Pode ser classificado em: Aganglionose Congênita ou Doença de Hirschsprung; o Megacólon Chagásico ou Adquirido e o Idiopático. Suas principais complicações são fecalomas, volvos, úlceras por estase fecal com isquemia da parede intestinal e perfurações. Relatamos o caso de uma paciente com quadros recorrentes de suboclusões intestinais que melhoravam com tratamentos clínicos conservadores. Os preparos mecânicos para realização de uma colonoscopia sempre foram inadequados devidos aos fecalomas, volvo sigmoideano e a dor forte apresentada pela paciente durante tais tentativas. Indicado laparotomia exploradora, evidenciou-se volvo de sigmoide com fecaloma impactado, aderido e fistulizado para um volvo de jejuno distal.

The dolicomegacólon is to increase the length and diameter of the parts of the colon, causing changes in motility and interfering with the operation of the intestinal transit. Can be classified into: Aganglionosis Congenital or Hirschsprung disease; the Chagas Disease or Acquired megacolon and idiopathic. Its main complications are fecalomas, volvulus, fecal stasis ulcers with ischemia of the bowel wall and perfurações. We report the case of a patient with recurrent episodes of intestinal sub-occlusion that improved with conservative medical treatment. Mechanical preparation for performing a colonoscopy were always inadequate due to fecalomas, sigmoideano volvo and severe pain presented by the patient during such attempts. Suitable exploratory laparotomy, revealed a sigmoid volvulus with impacted fecal impaction, and joined fistulized for volvo distal jejunum.
Descritores: Fístula Intestinal
Volvo Intestinal
Impacção Fecal
Obstrução Intestinal
Megacolo
Megacolo/complicações
-Colostomia
Colectomia
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  2 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732518
Autor: Maia, Andréa Casa Nova.
Título: Outro inferno de Dante numa mina de ouro na época de Vargas: Nova Lima, Minas Gerais / Another Dante's inferno in a gold mine during the Vargas era: Nova Lima, Minas Gerais
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;21(4):1197-1214, Oct-Dec/2014.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo analisa as estratégias de controle existentes no trabalho na mina de Morro Velho, Minas Gerais, e as mudanças resultantes da implementação da legislação trabalhista durante o governo Vargas. Discute as doenças causadas pelo trabalho na mina, silicose e arsenicismo, através de depoimentos de ex-mineiros e do livro de um autor anônimo que aborda as doenças e as relações de poder entre patrões e empregados, apontando os limites da legislação e das lutas operárias. O livro traz um depoimento contundente de como a empresa proprietária, inglesa, burlou, durante muito tempo, leis como a da taxa de insalubridade. Direito que outras mineradoras, não só de propriedade inglesa, costumavam e até hoje costumam desrespeitar pelo mundo.

This article analyzes the control strategies in place at Morro Velho mine in the Brazilian state of Minas Gerais, and the changes after the implementation of labor legislation during the Vargas administration. The diseases common amongst mine workers, silicosis and arsenicosis, are investigated through statements given by former miners and a book by an anonymous author that discusses the diseases and the power relations between employers and employees, identifying the limitations of the legislation and the workers’ struggles. The book presents a striking story of how for many years the British company side-stepped laws such as the insalubrity premium, a right which other mining companies, not only of British ownership, flouted and still flout in different parts of the world.
Descritores: Dano ao DNA
Testes de Mutagenicidade/métodos
-Linhagem Celular
Sobrevivência Celular/efeitos dos fármacos
Sobrevivência Celular/genética
Eletroforese em Gel de Poliacrilamida
Mentol/toxicidade
Nitrofenóis/toxicidade
Sarcosina/análogos & derivados
Sarcosina/toxicidade
Limites: Humanos
Animais
Cricetinae
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-763464
Autor: Aljanati, Ruth; Martinovic, Miriam.
Título: Convivir con la enfermedad de Parkinson / Education and Rehabilitation Program in Parkinson's Disease patients, families and caregivers.
Fonte: Montevideo; Udelar; nov. 2011. 60 p. (Programa de Educación y Rehabilitación en la Enfermedad de Parkinson para pacientes, familiares y cuidadores, Education and Rehabilitation Program in Parkinson's Disease patients, families and caregivers).
Idioma: es.
Descritores: Transtornos Parkinsonianos/prevenção & controle
Transtornos Parkinsonianos/reabilitação
Transtornos Parkinsonianos/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina
UY1.1; 19F, ALJ; UY1.1; WL359, ALJ


  4 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-780027
Autor: Costa, Tatiana Munhoz da Rocha Lemos; Paganoto, Mariana; Radominiski, Rosana Bento; Borba, Victoria Zeghbi Cochenski.
Título: Impact of deficient nutrition in bone mass after bariatric surgery / Impacto da deficiência nutricional na massa óssea após cirurgia bariátrica
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(1):38-42, Jan.-Mar. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background : Essential nutrients are considered for the prevention of the bone loss that occurs after bariatric surgery. Aim : Evaluate nutrients involved in bone metabolism, and relate to serum concentrations of calcium, vitamin D, and parathyroid hormone, and the use of supplements and sun exposure on the bone mass of patients who had undergone gastric bypass surgery. Methods : An observational study, with patients who had undergone the surgery 12 or more months previously, operated group (OG), compared to a control group (CG). Results : Were included 56 in OG and 27 in the CG. The mean age was 36.4±8.5 years. The individuals in the OG, compared to CG, consumed inadequate amounts of protein and daily calcium. The OG had a higher prevalence of low sun exposure, lower levels of 25OH Vitamin D (21.3±10.9 vs. 32.1±11.8 ng/dl), and increased serum levels of parathyroid hormone (68.1±32.9 vs. 39.9±11.9 pg/ml, p<0.001). Secondary hyperparathyroidism was present only in the OG (41.7%). The mean lumbar spine bone mineral density was lower in the OG. Four individuals from the OG had low bone mineral density for chronological age, and no one from the CG. Conclusion : The dietary components that affect bone mass in patients undergoing bariatric surgery were inadequate. The supplementation was insufficient and the sun exposure was low. These changes were accompanied by secondary hyperparathyroidism and a high prevalence of low bone mass in lumbar spine in these subjects.

Racional : Alguns nutrientes são essenciais para a prevenção da perda de massa óssea que ocorre após a cirurgia bariátrica. Objetivo : Avaliar nos pacientes que foram submetidos à cirurgia bariárica pela técnica de bypass gástrico os nutrientes envolvidos no metabolismo ósseo e sua relação com: a concentração sérica de cálcio; a vitamina D e paratormônio; o uso de suplementos alimentares e a exposição solar. Métodos : Estudo observacional com pacientes que foram previamente submetidos à cirurgia, 12 meses ou mais que compuseram o grupo operado (OG), em comparação a um grupo controle (GC). Resultados : Foram avaliados 56 pacientes no OG e 27 no GC. A média de idade foi de 36,4±8,5 anos. Os indivíduos do OG, em comparação com o CG, consumiram diariamente quantidades insuficientes de proteína e cálcio. O OG apresentou maior prevalência de baixa exposição solar, níveis mais baixos de 25OH vitamina D (21,3±10,9 vs 32,1±11,8 ng/ dL) e aumento dos níveis séricos de paratormônio (68,1±32,9 vs 39,9±11,9 pg/ml, p<0,001). Hiperparatiroidismo secundário foi presente apenas no OG (41,7%). A densidade mineral óssea da coluna lombar foi significativamente menor no OG. Quatro indivíduos do OG tiveram baixa densidade mineral óssea comparado com a idade cronológica, e nenhum do CG. Conclusão : Os componentes da dieta que afetam a massa óssea em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica estavam inadequados. A suplementação alimentar foi insuficiente e a exposição solar baixa. Estas alterações foram acompanhadas de hiperparatireoidismo secundário e alta prevalência de baixa massa óssea em coluna lombar nestes pacientes.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/metabolismo
Densidade Óssea
Desnutrição/metabolismo
Cirurgia Bariátrica
-Hormônio Paratireóideo/sangue
Complicações Pós-Operatórias/sangue
Vitamina D/sangue
Cálcio/sangue
Estudos Transversais
Desnutrição/sangue
Alimentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Coelho, Julio Cezar Uili
Texto completo
Id: lil-780028
Autor: Freitas, Alexandre Coutinho Teixeira de; Shiguihara, Rafael Shinmi; Monteiro, Ruan Teles; Pazeto, Thiago Linck; Coelho, Júlio Cezar Uili.
Título: Comparative study on liver transplantation with and without hepatocellular carcinoma with cirrhosis: analysis of meld, waiting time and survival / Estudo comparativo em pacientes cirróticos portadores e não portadores de carcinoma hepatocelular submetidos ao transplante hepático: análise do meld, do tempo em lista de espera e da sobrevida
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(1):21-25, Jan.-Mar. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background: Liver transplantation is the usual treatment for hepatocellular carcinoma. Aim : To analyze the MELD score, waiting time and three month and one year survival for liver transplantation in cirrhotic patients affected by hepatocellular carcinoma or not. Methods: This was a retrospective, observational and analytical study of 93 patients submitted to liver transplantation. Results: There were 28 hepatocellular carcinoma and 65 non-hepatocellular carcinoma patients with no differences related to age and sex distribution. The main causes of cirrhosis on hepatocellular carcinoma were hepatitis C virus (57.1%) and hepatitis B virus (28.5%), more frequent than non-hepatocellular carcinoma patients, which presented 27.7% and 4.6% respectively. The physiological and exception MELD score on hepatocellular carcinoma were 11.9 and 22.3 points. On non-hepatocellular carcinoma, it was 19.4 points, higher than the physiological MELD and lower than the exception MELD on hepatocellular carcinoma. The waiting time for transplantation was 96.2 days for neoplasia, shorter than the waiting time for non-neoplasia patients, which was 165.6 days. Three month and one year survival were 85.7% and 78.6% for neoplasia patients, similar to non-neoplasia, which were 77% and 75.4%. Conclusion : Hepatocellular carcinoma patients presented lower physiological MELD score, higher exception MELD score and shorter waiting time for transplantation when compared to non-hepatocellular carcinoma patients. Three month and one year survival were the same between the groups.

Racional : O tratamento habitual do carcinoma hepatocelular é o transplante hepático. Objetivo : Analisar o MELD, o tempo em lista de espera e a sobrevida em três meses e em um ano de pacientes submetidos ao transplante hepático cadavérico e divididos em dois grupos: portadores e não portadores de carcinoma hepatocelular. Método : Estudo analítico, observacional e retrospectivo de 93 pacientes transplantados. Resultados : Os grupos foram similares em relação ao sexo e à idade. Os 28 pacientes com a neoplasia apresentaram maior frequência de vírus da hepatite C (57,1%) e da hepatite B (28,5%) em relação aos 65 não portadores, que foi de 27,7% e 4,6% respectivamente. O MELD fisiológico e corrigido dos portadores de carcinoma hepatocelular foi de 11,9 e 22,3 pontos, enquanto que o dos pacientes sem foi de 19,4 pontos, maior do que o MELD fisiológico e menor do que o MELD corrigido dos portadores. O tempo em lista de espera dos com a neoplasia foi de 96,2 dias, menor do que a dos sem a ela que foi de 165,6 dias. A sobrevida em três meses e em um ano dos pacientes acometidos pela neoplasia foi de 85,7% e 78,6%, igual à sobrevida dos não acometidos que foi de 77% e 75,4%. Conclusão : Os portadores de carcinoma hepatocelular apresentaram menor MELD fisiológico, menor tempo em lista e maior MELD corrigido em relação aos não portadores. A sobrevida em três meses e em um ano foi igual entre os grupos.
Descritores: Carcinoma Hepatocelular/cirurgia
Carcinoma Hepatocelular/complicações
Cirrose Hepática/complicações
Neoplasias Hepáticas/cirurgia
Neoplasias Hepáticas/complicações
-Fatores de Tempo
Taxa de Sobrevida
Estudos Retrospectivos
Listas de Espera
Transplante de Fígado
Carcinoma Hepatocelular/mortalidade
Neoplasias Hepáticas/mortalidade
Modelos Teóricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-780029
Autor: Loureiro, Marcelo de Paula; Almeida, Rômulo Augusto Andrade de; Claus, Christiano Marlo Paggi; Bonin, Eduardo Aimoré; Cury-Filho, Antônio Moris; Dimbarre, Daniellson; Costa, Marco Aurélio Raeder da; Vital, Marcílio Lisboa.
Título: Laparoscopic resection of gastrointestinal stromal tumors (gist) / Ressecção laparoscópica de tumores estromais gastrintestinais (gist)
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(1):1-4, Jan.-Mar. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background : Gastrointestinal mesenchymal or stromal tumors (GIST) are lesions originated on digestive tract walls, which are treated by surgical resection. Several laparoscopic techniques, from gastrectomies to segmental resections, have been used successfully. Aim : Describe a single center experience on laparoscopic GIST resection. Method : Charts of 15 operated patients were retrospectively reviewed. Thirteen had gastric lesions, of which ten were sub epithelial, ranging from 2-8 cm; and three were pure exofitic growing lesions. The remaining two patients had small bowel lesions. Surgical laparoscopic treatment consisted of two distal gastrectomies, 11 wedge gastric resections and two segmental enterectomies. Mechanical suture was used in the majority of patients except on six, which underwent resection and closure using manual absorbable sutures. There were no conversions to open technique. Results : Mean operative time was 1h 29 min±92 (40-420 min). Average lenght of hospital stay was three days (2-6 days). There were no leaks, postoperative bleeding or need for reintervention. Mean postoperative follow-up was 38±17 months (6-60 months). Three patients underwent adjuvant Imatinib treatment, one for recurrence five months postoperatively and two for tumors with moderate risk for recurrence . Conclusion : Laparoscopic GIST resection, not only for small lesions but also for tumors above 5 cm, is safe and acceptable technique.

Racional: Os tumores estromais ou mesenquimais gastrointetinais (GIST) são lesões originárias da parede do tubo digestivo cujo tratamento requer remoção cirúrgica. Diversas técnicas por via laparoscópica - gastrectomias e ressecções segmentares - têm sido empregadas com sucesso. Objetivo: Apresentar a experiência de um serviço de cirurgia com ressecção laparoscópica de GIST. Métodos: Foram avaliados 15 pacientes com GIST operados revisados retrospectivamente. Treze tiveram lesões gástricas, das quais 10 eram subepiteliais entre 2-8 cm. Três eram lesões exofíticas puras. Dois apresentavam lesões no intestino delgado. O tratamento cirúrgico por laparoscopia consistiu de duas gastrectomias distais; 11 ressecções gástricas em cunha e duas enterectomias segmentares. Sutura mecânica foi utilizada na maioria dos doentes, exceto em seis com suturas absorvíveis manuais. Não houve conversões para laparotomia. Resultados: O tempo médio das operações foi de 89±92 min (40-420). A hospitalização média foi de três dias (2-6). Não houve fístula, sangramento pós-operatório ou necessidade de reintervenção por complicação cirúrgica. O seguimento médio pós-operatorio foi de 38±17 meses (6-60). Três pacientes foram encaminhados para terapia adjuvante com mesilato de imatinib, um deles por recidiva precoce aos cinco meses, e os outros dois por apresentarem risco moderado para recidiva. Conclusão: A ressecção laparoscópica de GIST, mesmo os maiores de 5 cm, é procedimento factível e seguro.
Descritores: Laparoscopia
Tumores do Estroma Gastrointestinal/cirurgia
-Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-780030
Autor: Kefeli, Ayse; Akturk, Adem; Aktas, Bora; Çalar, Kerim.
Título: Wilkie's syndrome: a rare cause of intestinal obstruction / Síndrome de wilkie: causa rara de obstrução intestinal
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(1):68-68, Jan.-Mar. 2016. graf.
Idioma: en.
Descritores: Síndrome da Artéria Mesentérica Superior/complicações
Obstrução Intestinal/etiologia
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787886
Autor: Giménez, Mariano E; Palermo, Mariano; Houghton, Eduardo; Acquafresca, Pablo; Finger, Caetano; Verde, Juan M; Cúneo, Jorge Cardoso.
Título: Biodegradable biliary stents: a new approach for the management of hepaticojejunostomy strictures following bile duct injury. prospective study / Stent biliar biodegradável: uma nova abordagem para as estenoses hepaticojejunais após lesão do ducto biliar. estudo prospectivo
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(2):112-116tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Once a biliary injury has occurred, repair is done by a hepaticojejunostomy. The most common procedure is to perform a dilatation with balloon with a success of 70 %. Success rates range using biodegradable stents is from 85% to 95%. Biodegradable biliary stents should change the treatment of this complication. Aim: To investigate the use of biodegradable stents in a group of patients with hepaticojejunonostomy strictures. Methods: In a prospective study 16 biodegradable stents were placed in 13 patients with hepaticojejunostomy strictures secondary to bile duct repair of a biliary surgical injury. Average age was 38.7 years (23-67), nine were female and four male. All cases had a percutaneous drainage before at the time of biodegradable stent placement. Results: In one case, temporary haemobilia was present requiring blood transfusion. In another, pain after stent placement required intravenous medication. In the other 11 patients, hospital discharge was the next morning following stent placement. During the patient´s follow-up, none presented symptoms during the first nine months. One patient presented significant alkaline phosphatase elevation and stricture recurrence was confirmed. One case had recurrence of cholangitis 11 months after the stent placement. 84.6% continued asymptomatic with a mean follow-up of 20 months. Conclusion: The placement of biodegradable stents is a safe and feasible technique. Was not observed strictures caused by the stent or its degradation. It could substitute balloon dilation in strictures of hepaticojejunostomy.

RESUMO Racional: Uma vez que lesão biliar ocorreu, o reparo é feito por hepaticojejunostomia. O procedimento mais comum é efetuar dilatação com balão com sucesso de 70%. As taxas de sucesso utilizando stents biodegradáveis ​​é de 85% a 95%. Stents biliares biodegradáveis ​​devem mudar o tratamento desta complicação. Objetivo: Investigar o uso de stents biodegradáveis em um grupo de pacientes com estenose hepaticojejunal Métodos: Em estudo prospectivo 16 stents biodegradáveis ​​foram colocados em 13 pacientes com estenose de hepaticojejunostomia secundárias usados para reparação do ductos biliares de lesão cirúrgica. A média de idade foi de 38,7 anos (23-67), nove pacientes eram homens e quatro mulheres. Todos os casos tiveram drenagem percutânea antes do momento da colocação de stent biodegradável. Resultados: Em um caso, haemobilia temporária estava presente com necessidade de transfusão de sangue. Em outro, dor após a colocação do stent necessitou de medicação intravenosa. Nos outros 11 pacientes, alta hospitalar foi na manhã seguinte após o procedimento. Durante o seguimento, nenhum apresentou sintomas durante os primeiros nove meses. Um paciente apresentou significativa elevação da fosfatase alcalina por recidiva da estenose. Um caso teve recorrência de colangite 11 meses após a colocação do stent. Continuaram assintomáticos 84,6% com média de acompanhamento de 20 meses. Conclusão: A colocação de stents biodegradáveis ​​é técnica segura e viável. Não foram observadas restrições causadas pelo stent ou pela sua degradação. Stent pode substituir dilatação com balão na estenose de hepaticojejunostomia.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/cirurgia
Ductos Biliares/cirurgia
Ductos Biliares/lesões
Ductos Biliares Intra-Hepáticos/cirurgia
Implantes Absorvíveis
Jejuno/cirurgia
-Anastomose Cirúrgica
Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Biliar
Stents
Estudos Prospectivos
Constrição Patológica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 521718 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rosa, Roger dos Santos
Bordin, Ronaldo
Texto completo
Id: lil-787887
Autor: Nunes, Emeline Caldana; Rosa, Roger dos Santos; Bordin, Ronaldo.
Título: Hospitalizations for cholecystitis and cholelithiasis in the state of Rio Grande do Sul, Brazil / Internações por colecistite e colelitíase no Rio Grande Do Sul, Brasil
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(2):77-80tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: The cholelithiasis is disease of surgical resolution with about 60,000 hospitalizations per year in the Sistema Único de Saúde (SUS - Brazilian National Health System) of the Rio Grande do Sul state. Aim: To describe the profile of hospitalizations for cholecystitis and cholelithiasis performed by the SUS of Rio Grande do Sul state, 2011-2013. Methods: Hospital Information System data from the National Health System through morbidity list for cholelithiasis and cholecystitis (ICD-10 K80-K81). Variables studied were sex, age, number of hospitalizations and approved Hospitalization Authorizations (AIH), total amount and value of hospital services generated, days and average length of stay, mortality, mortality and case fatality ratio, from health regions of the Rio Grande do Sul. Results: During 2011-2013 there were 60,517 hospitalizations for cholecystitis and cholelithiasis, representing 18.86 hospitalizations per 10,000 inhabitants/year, most often in the age group from 60 to 69 years (41.34 admissions per 10,000 inhabitants/year) and female (27.72 hospitalizations per 10,000 inhabitants/year). The fatality rate presented an inverse characteristic: 13.52 deaths per 1,000 admissions/year for males, compared with 7.12 deaths per 1,000 admissions/year in females. The state had an average total amount spent and value of hospital services of R$ 16,244,050.60 and R$ 10,890,461.31, respectively. The health region "Capital/Gravataí Valley" exhibit the highest total expenditure and hospital services, and the largest number of deaths, and average length of stay. Conclusion: The hospitalization and lethality coefficients, the deaths, the length of stay and spending related to admissions increased from 50 years old. Females had a higher frequency and higher values ​​spent on hospitalization, while the male higher coefficient of mortality and mean hospital stay.

RESUMO Racional: A colelitíase é doença de resolução cirúrgica com cerca de 60.000 internações por ano no Sistema Único de Saúde no estado do Rio Grande do Sul. Objetivo: Descrever o perfil das internações por colecistite e colelitíase na rede pública do estado no triênio 2011-2013. Métodos: Emprego de dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde, através da lista de morbidades para colelitíase e colecistite (CID-10 K80-K81). As variáveis estudadas foram: sexo, idade, número de internações e de Autorizações de Internação Hospitalar aprovadas, valor total e valor dos serviços hospitalares gerados, dias e média de permanência, óbitos, coeficiente de mortalidade e letalidade, a partir das regiões de saúde do estado. Resultados: No triênio ocorreram 60.517 internações por colecistite e colelitíase, o que representou 18,86 internações por 10.000 habitantes/ano, mais frequente na faixa etária dos 60 aos 69 anos (41,34 internações por 10.000 habitantes/ano) e no sexo feminino (27,72 hospitalizações por 10.000 habitantes/ano). O coeficiente de letalidade apresentou característica inversa: 13,52 óbitos para 1.000 internações/ano para o sexo masculino, contra 7,12 óbitos para 1.000 internações/ano no sexo feminino. O estado apresentou médias de valor total gasto e de valor dos serviços hospitalares de R$16.244.050,60 e R$10.890.461,31, respectivamente. A região de saúde "Capital/Vale do Gravataí" apresentou o maior valor total gasto e de serviços hospitalares, e o maior número de óbitos, média e dias de permanência. Conclusão: Os coeficientes de internação e de letalidade, os óbitos, os dias de permanência e os gastos referentes às internações aumentam a partir dos 50 anos de idade. O sexo feminino apresentou maior frequência e maiores valores gastos com a internação, enquanto o masculino maior coeficiente de letalidade e média de permanência hospitalar.
Descritores: Colelitíase/terapia
Colecistite/terapia
-Brasil
Estudos Transversais
Hospitalização/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 521718 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787888
Autor: Gomes, Alexandre; Skare, Thelma Larocca; Prestes, Manoel Alberto; Costa, Maiza da Silva; Petisco, Roberta Dombroski; Ramos, Gabriela Piovezani.
Título: Conventional videoendoscopy can identify helicobacter pylori gastritis? / A videoendoscopia convencional pode identificar as gastrites por helicobacter pylori?
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;29(2):73-76tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Studies with latest technologies such as endoscopy with magnification and chromoendoscopy showed that various endoscopic aspects are clearly related to infection by Helicobacter pylori (HP). The description of different patterns of erythema in gastric body under magnification of images revived interest in identifying these patterns by standard endoscopy. Aim: To validate the morphologic features of gastric mucosa related to H. pylori infection gastritis allowing predictability of their diagnosis as well as proper targeting biopsies. Methods: Prospective study of 339 consecutive patients with the standard videoendoscope image analysis were obtained, recorded and stored in a program database. These images were studied with respect to the presence or absence of H. pylori, diagnosed by rapid urease test and/or by histological analysis. Were studied: a) normal mucosa appearance; b) mucosal nodularity; c) diffuse nonspecific erythema or redness (with or without edema of folds and exudate) of antrum and body; d) mosaic pattern with focal area of hyperemia; e) erythema in streaks or bands (red streak); f) elevated (raised) erosion; g) flat erosions; h) fundic gland polyps. The main exclusion criteria were the use of drugs, HP pre-treatment and other entities that could affect results. Results: Applying the exclusion criteria, were included 170 of the 339 patients, of which 52 (30.58%) were positive for HP and 118 negative. On the positive findings, the most associated with infection were: nodularity in the antrum (26.92%); presence of raised erosion (15.38%) and mosaic mucosa in the body (21.15%). On the negative group the normal appearance of the mucosa was 66.94%; erythema in streaks or bands in 9.32%; flat erosions 11.86%; and fundic gland polyps 11.86%. Conclusion: Endoscopic findings are useful in the predictability of the result and in directing biopsies. The most representative form of HP related gastritis was the nodularity of the antral mucosa. The raised erosion and mucosa in mosaic in the body are suggestive but not specific to the infection. The other forms were not conclusive of the presence of HP.

RESUMO Racional: Estudos com tecnologias mais recentes como endoscopia com magnificação e cromoscopia mostraram que vários aspectos endoscópicos estão claramente associados à infecção por Helicobacter pylori. A descrição de padrões diferenciados de enantema no corpo gástrico através da magnificação de imagens reavivou o interesse na identificação desses padrões pela endoscopia convencional. Objetivo: Validar os padrões morfológicos de mucosa gástrica usando videogastroendoscopia convencional relacionados à gastrite por infecção por Helicobacter pylori, permitindo previsibilidade do seu diagnóstico e o direcionamento de biópsias. Métodos: Estudo prospectivo de 339 pacientes consecutivos com análise das imagens de videogastroendoscopia obtidas, gravadas e armazenadas em banco de dados. Estas imagens foram estudadas com relação à presença ou não do Helicobacter pylori diagnosticado por teste rápido de urease e/ou por pesquisa direta por estudo anatomopatológico. Foram estudados: a) aspecto normal da mucosa; b) nodularidade da mucosa; c) enantema inespecífico difuso de antro e corpo; d) enantema em mosaico ou salpicado; e) enantema em estrias ou faixas; f) erosões elevadas; g) erosões planas; h) pólipos de glândulas fúndicas. Os principais critérios de exclusão foram o uso de medicamentos, tratamento prévio de HP e outras entidades que pudessem interferir nos resultados. Resultados: Aplicando os critérios de exclusão, incluíram-se 170 dos 339 pacientes sendo 52 (30,58%) positivos para Helicobacter pylori e 118 negativos. No grupo positivo os achados que mais se associaram com a infecção foram: nodularidade no antro (26,92%); presença de erosões elevadas (15,38%) e mucosa em mosaico no corpo (21,15%). No grupo negativo o aspecto normal da mucosa foi de 66,94%; enantema em estrias ou faixas em 9,32%; erosões planas em 11,86%; e pólipos de glândulas fúndicas 11,86%. Conclusão: Achados endoscópicos são úteis na previsibilidade de localização e direcionamento de biópsias na pesquisa do HP. A mais representativa forma de gastrite por HP foi o achado de nodularidade na mucosa antral. As erosões elevadas e mucosa em mosaico no corpo são sugestivas, mas não específicas da infecção. As demais formas não foram conclusivas da presença do HP.
Descritores: Helicobacter pylori
Infecções por Helicobacter/diagnóstico
Gastroscopia
Gastrite/microbiologia
Gastrite/patologia
-Gravação em Vídeo
Estudos Transversais
Estudos Prospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 52172 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde