Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.649.313.992.419 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 22 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 22 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1250484
Autor: Pereira, Alexsandra F; Aquino, Leonardo V. C; Nascimento, Matheus B; Bezerra, Ferdinando V. F; Borges, Alana A; Praxedes, Érika A; Oliveira, Moacir F.
Título: Ultrastructural and morphometric description of the ear skin and cartilage of two South American wild histricognate rodents (Dasyprocta leporina and Galea spixii) / Descrição ultraestrutural e morfométrica da pele e cartilagem auricular de dois roedores histricognatos silvestres da América do Sul (Dasyprocta leporina e Galea spixii)
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;41:e06775, 2021. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Skin and cartilage have been the main source for the recovery of somatic cells to be used in conservation strategies in wild mammals. In this sense, an important step for the cryopreservation of these samples is to recognize the properties of the skin and cartilage. Thus, knowing that the skin may differ among species and aiming to contribute to the establishment of cryobanks, the study examined the differences in the ear skin and cartilage of wild rodents from South America, agouti (Dasyprocta leporina) and spix's yellow-toothed cavy (Galea spixii). Ultrastructural and quantitative methods were used to measure skin and cartilage thickness, density of collagen and elastic fibers, cell type number and distribution, and proliferative activity. Although ultrastructural analysis revealed a similar pattern between species, morphometric analysis of the skin and cartilage showed differences between agoutis and cavies regarding thickness of epidermis layers (corneum: 5.3±2.5μm vs. 3.9±0.6μm; intermediate: 16.4±6.2μm vs. 23.4±8.1μm; basal: 9.9±2.1μm vs. 4.8±0.5μm), dermis (183.1±44.0μm vs. 258.2±22.9μm), total skin (211.8±46.0μm vs. 290.3±23.7μm) and perichondrium (27.6±6.1μm vs. 10.5±1.8μm). A greater number of epidermal cells (61.7±15.2 vs. 24.8±7.6) and chondrocytes (32.7±9.0 vs. 27.5±4.7) were observed in agouti, while the cavy presented a greater number of melanocytes (12.6±4.7 vs. 29.9±6.2), keratinocytes (14.7±4.2 vs. 29.8±7.6), and fibroblasts (103.6±24.7 vs. 112.2±11.3). Moreover, a higher percentage of collagen fibers and proliferative activity was observed in the skin of cavies, when compared to the skin of agoutis. Therefore, there are differences between agouti and cavy for ear skin and cartilage, requiring the establishment of species-specific cryopreservation protocols.(AU)

A pele e cartilagem têm sido uma importante fonte de recuperação de células somáticas a serem utilizadas em estratégias de conservação em mamíferos silvestres. Nesse contexto, uma importante etapa para criopreservação é conhecer, inicialmente, as propriedades que compõem a pele e cartilagem. Sabendo, então, que a pele pode diferir-se entre espécies e com o objetivo de contribuir para o estabelecimento de criobancos, o estudo evidenciou as diferenças da pele e da cartilagem do pavilhão auricular apical de cutias (Dasyprocta leporina) e preás (Galea spixii) que são roedores silvestres presentes na América do Sul. Para tanto, métodos ultraestruturais e quantitativos foram utilizados para mensurar a espessura da pele e da cartilagem, densidade de fibras colágenas e elásticas, número e distribuição dos tipos celulares e atividade proliferativa. Embora as propriedades ultraestruturais em cutias e preás tenham se mostrado semelhantes, avaliações acerca da morfometria da pele e da cartilagem demonstrou diferenças, especialmente nas camadas epidérmicas (córnea: 5,3±2,5μm vs. 3,9±0,6μm; espinhosa: 16,4±6,2μm vs. 23,4±8,1μm; basal: 9,9±2,1μm vs. 4,8±0,5μm), derme (183,1±44,0μm vs. 258,2±22,9μm), pele total (211,8±46,0μm vs. 290,3±23,7μm) e pericôndrio (27,6±6,1μm vs. 10,5±1,8μm). Além disso, um número maior de células epidérmicas (61,7±15,2 vs. 24,8±7,6) e condrócitos (32,7±9,0 vs. 27,5±4,7) foram observados em cutias, enquanto em preás um maior número de melanócitos (12,6±4,7 vs. 29,9±6,2), queratinócitos (14,7±4,2 vs. 29,8±7,6) e fibroblastos (103,6±24,7 vs. 112,2±11,3) foram evidenciados. Ainda, em preás, uma maior porcentagem de fibras colágenas e da atividade proliferativa foram observadas quando comparadas a pele de cutias. Portanto, existem diferenças entre cutias e preás para pele e cartilagem do pavilhão auricular, exigindo desta forma um estabelecimento de protocolos de criopreservação específica para cada uma destas espécies.(AU)
Descritores: Roedores/anatomia & histologia
Cartilagem da Orelha
Células Epidérmicas
Animais Selvagens/anatomia & histologia
-Criopreservação
Tecido Elástico
Dasyproctidae
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-394086
Autor: Gorchov, David L; Palmeirim, Jorge M; Ascorra, Cesar F.
Título: Dispersal of seeds of Hymenaea courbaril (Fabaceae) in a logged rain forest in the Peruvian Amazonian
Fonte: Acta amaz;34(2):265-273, 2004. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Foi estudada a dispersão de sementes de Hymenaea courbaril, seguindo o destino de 585 sementes marcadas com imãs e expostas a potenciais dispersores, colocadas em agregados no interior e próximo de uma faixa de floresta cortada, na Amazónia peruana. Mamíferos retiraram frutos de todos os agregados, localizados no interior da floresta, na sua borda, e na clareira. As taxas de remoção foram baixas - mediana de 8.1 frutos/mês em agregados mantidos com 8-10 frutos - mas foram mais altas em agosto que nos primeiros meses do ano. A maior parte dos frutos foi abandonada próxima do agregado de origem ou as suas sementes foram consumidas, mas > 13% foram dispersos com sucesso. A maior parte das sementes dispersas foi enterrada, o que favorece a germinação. A distância máxima de dispersão de sementes vivas foi de 12.1 m (mediana 3.1 m), mas outros imãs foram transportados até 34 m, indicando que as sementes foram dispersas mais longe, mas foram consumidas depois. Cutiaras (muito provavelmente Myoprocta pratti) e cutias (Dasyprocta fuliginosa) parecem ter sido os principais agentes de dispersão. A dispersão de sementes da floresta para o interior da clareira foi rara, sugerindo que apesar de alguns roedores dispersarem H. courbaril, não se pode ficar dependente deles para o repovoamento desta e de outras espécies em clareiras recentes.
Descritores: Comportamento Predatório
Dasyproctidae
Fabaceae
-Indicadores de Gestão
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1128368
Autor: Ferraz, M. S; Carvalho, M. A. M; Moraes Júnior, F. J; Feitosa, M. L. T; Bertolini, M; Almeida, H. M; Bezerra, D. O; Pessoa, G. T; Pires, L. C; Albuquerque, D. M. N.
Título: Maturação in vitro de oócitos de cutias (Dasyprocta prymnolopha, Wagler 1831) seguida de fertilização in vitro e ativação partenogenética / In vitro maturation of agoutis (Dasyprocta prymnolopha) oocytes followed by in vitro fertilization and parthenogenetic activation
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(2):443-451, Mar./Apr. 2020. ilus, tab.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq.
Resumo: O objetivo foi avaliar protocolos de maturação in vitro (MIV) para oócitos de cutias, seguida de fertilização in vitro (FIV) e ativação partenogenética (AP). Os oócitos imaturos (CCOs) foram obtidos por fatiamento do ovário, após OSH, e submetidos a três grupos: MAT - 16 (16 horas de maturação), MAT - 20 (20 horas de maturação) e MAT - 24 (24 horas de maturação), em incubadora de cultivo a 38,8°C, com atmosfera de 5% de CO2 e 95% de umidade relativa. A maturação foi analisada pela presença do primeiro corpúsculo polar. Em seguida, os CCOs maduros foram submetidos à FIV, com período de coincubação dos CCOs e dos espermatozoides de 15h, a 38,8ºC e 5% de CO2, e AP com ionomicina. Os grupos de MIV foram analisados utilizando-se o teste qui-quadrado e, nos experimentos de FIV e AP, foram analisadas a taxa de clivagem e a proporção de desenvolvimento embrionário. A análise estatística foi realizada utilizando-se o programa SAS. Houve diferença significativa entre os grupos de maturação, tendo os grupos MAT - 20 e MAT - 24 apresentado maior porcentagem de oócitos maturados in vitro. As taxas de clivagem e de desenvolvimento embrionário foram de 8,6% e 2,9%, respectivamente, na FIV, e de 63,6% e 15,1%, na AP. Entretanto, nos dois casos, o embrião não passou do estágio de mórula.(AU)

The objective was to evaluate IVM protocols for agouti oocytes, followed by in vitro fertilization (IVF) and parthenogenetic activation (PA). The immature oocytes (CCOs) were obtained by slicing the ovary after OSH and submitted to three groups: MAT - 16 (16 hours maturation), MAT - 20 (20 hours maturation) and MAT - (24 hours maturation), in a culture incubator at 38.8°C, with an atmosphere of 5% CO2 and 95% relative humidity. The maturation was analyzed by the presence of the first polar corpuscle. Then, mature CCOs were submitted to IVF, with co-incubation period of CCOs and spermatozoa from 15h to 38.8°C and 5% of CO2, and PA with inomycin. The IVM groups were analyzed using the chi-square test and in the FIV and PA experiment the rate of cleavage and the rate of embryonic development were analyzed. Statistical analysis was performed using the SAS program. There was a significant difference between the maturation groups, and the MAT - 20 and MAT - 24 groups showed a higher percentage of matured oocytes in vitro. The rates of cleavage and embryonic development were 8.6% and 2.9%, respectively in FIV and 63.6% and 15.1% in PA. However, in both cases the embryo did not pass beyond the morula stage.(AU)
Descritores: Oócitos
Fertilização In Vitro/veterinária
Técnicas de Maturação in Vitro de Oócitos/veterinária
Dasyproctidae
-Partenogênese
Ionomicina
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Miglino, Maria Angélica
Texto completo
Id: biblio-886766
Autor: SIMÕES, LUCIANA S; SASAHARA, TAIS H C; FAVARON, PHELIPE O; MARQUES JÚNIOR, RICARDO; OLIVEIRA, MOACIR F DE; MACHADO, MÁRCIA R F; MIGLINO, MARIA ANGELICA.
Título: The quantification of testicular cells during the postnatal development in two Caviomorph rodents: the guinea pig (Cavia porcellus) and the cutia (Dasyprocta agouti)
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(3):1745-1751, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The germinative, Sertoli and Leydig cells of two caviomorph rodents (Cavia porcellus and Dasyprocta agouti) were counted as well as the estimation of the total volume of the testis and the total volume of seminiferous tubules and interstitium in prepubertal, pubertal and adult animals. The number of spermatogonia, spermatocytes and spermatids cells increased during the pubertal phase in both rodents, notably the spermatid cells. The spermatocyte and spermatid slightly decreased in the adult of both rodents, but the increment in spermatogonia cells number was seen, mainly in cutias. The number of Sertoli cells increased in pubertal rodents, but in the adult the number reduced. Substantial number of Leydig cells was counted in pubertal and adult guinea pigs. In cutias, the number of Leydig cells increased in pubertal phase and decline in adults. The design-based stereological method has proven to be unbiased and reliable to be applied in reproduction studies.
Descritores: Células de Sertoli/citologia
Espermatozoides/citologia
Dasyproctidae/crescimento & desenvolvimento
Células Intersticiais do Testículo/citologia
-Espermatozoides/crescimento & desenvolvimento
Contagem de Células
Cobaias
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Machado, Rosangela Zacarias
Texto completo
Id: biblio-1042463
Autor: Braga, Maria do Socorro Costa de Oliveira; Pereira, José Gomes; Fernandes, Simone de Jesus; Marques, Ingrid Carolinne Lopes; Jesus, Renata Passos de; Ferreira, Gleycianny Santos; Xavier, Daniele Rosa; Benevenute, Jyan Lucas; Machado, Rosangela Zacarias; André, Marcos Rogério.
Título: Molecular detection of Anaplasmataceae agents in Dasyprocta azarae in northeastern Brazil / Detecção molecular de agentes Anaplasmataceae em Dasyprocta azarae no nordeste do Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;27(1):98-104, Jan.-Mar. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP; . CNPq.
Resumo: Abstract Recently, the importance of wild-living rodents for maintenance of pathogens of the family Anaplasmataceae in the environment was investigated. These mammals play a role as reservoirs for these pathogens and act as hosts for the immature stages of tick vectors. The aim of the present study was to investigate the prevalence of Ehrlichia sp. and Anaplasma sp. in 24 specimens of Azara's agouti (Dasyprocta azarae) that had been trapped in the Itapiracó Environmental Reserve, in São Luís, Maranhão, northeastern Brazil, using molecular methods. Four animals (16.7%) were positive for Ehrlichia spp. in nested PCR assays based on the 16S rRNA gene. In a phylogenetic analysis based on the 16S rRNA gene, using the maximum likelihood method and the GTRGAMMA+I evolutionary model, Ehrlichia sp. genotypes detected in Azara's agoutis were found to be closely related to E. canis and to genotypes relating to E. canis that had previously been detected in free-living animals in Brazil. The present work showed the first molecular detection of Ehrlichia sp. in Azara's agoutis in Brazil.

Resumo Recentemente, a importância de roedores selvagens na manutenção de agentes Anaplasmataceae no ambiente tem sido investigada, haja visto o papel que tais mamíferos podem desempenhar como reservatórios para os patógenos e como hospedeiros para estágios imaturos dos carrapatos vetores. O presente estudo objetivou investigar a ocorrência de Ehrlichia sp. e Anaplasma sp. em 24 cotias (Dasyprocta azarae) capturadas na Reserva Ambiental de Itapiracó, em São Luís, Maranhão, nordeste do Brazil, utilizando métodos moleculares. Quatro animais (16,7%) mostraram-se positivos nos ensaios de nested PCR para Ehrlichia spp. baseados no gene 16S rRNA gene. Na análise filogenética baseda no gene 16S rRNA e utilizando o método de Máxima Verossimilhança e modelo evolutivo GTRGAMMA+I, os genótipos de Ehrlichia sp. detectados em cotias mostraram-se filogeneticamente relacionados às sequências de E. canis e outros genótipos relacionados a E. canis detectados previamente em animais selvagens no Brasil. O presente trabalho mostrou a primeira detecção molecular de Ehrlichia sp. em cotias no Brasil.
Descritores: Ehrlichia/isolamento & purificação
Dasyproctidae/microbiologia
Anaplasma/isolamento & purificação
-Brasil
RNA Bacteriano/análise
Técnicas de Diagnóstico Molecular
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-951574
Autor: Singh, M D; Singh, S; Garcia, G W.
Título: Understanding mammary activity in red-rumped agouti and implications for management and conservation of this Neotropical game species / Compreendendo a atividade mamária na cutia e as implicações para o manejo e a conservação desta espécie cinegética Neotropical
Fonte: Braz. j. biol;78(3):540-547, Aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The red-rumped agouti (Dasyprocta leporina) produces precocial young and is the most hunted and farmed game species in several Neotropical countries. An understanding of the reproductive biology, including the relationship between litter size and teat functionality is crucial for conservation management of this animal. In precocial mammals, as the red-rumped agouti, maintaining maternal contact to learn foraging patterns may be more important than the energy demands and nutritional constraints during lactation and suckling may not play important roles when compared to altricial mammals. Therefore, in this study we evaluated the relationship between mammary functionality with litter size, litter birth weight, and parturition number in captive red-rumped agouti. Functionality was assessed by manual palpation of teats from un-sedated females (N=43). We compared the average birth weight of all newborns, male newborns and female newborns among agoutis with different litter sizes and different parturitions by one way ANOVA's, while Pearson's Chi-squared tests were used to detect relationships between teat functionality, litter size, and parturition number. Parturition number had no effect on the mean birth weight of all young (F0.822, P > 0.05), male young (F0.80, P > 0.05) or female young (F0.66, P > 0.05) in the litters. We found (i) no significant correlations (P > 0.05) between teat functionality and litter size and (ii) no significant correlations (P > 0.05) between teat functionality and parturition number. This suggests that whilst all teat pairs were functional, functionality was a poor indicator of litter size; suggesting that female agouti young may not have a high dependency on maternal nutrition; an possible evolutionary strategy resulting in large wild populations; hence its popularity as a game species.

Resumo A cutia (Dasyprocta leporina) produz filhotes precoces, e é a espécie cinegética mais caçada e criada em muitos países neotropicais. O entendimento da biologia reprodutiva, incluindo a relação entre o tamanho da ninhada e a funcionalidade das glândulas mamárias é crucial para o manejo conservacionista deste animal. Nos mamíferos precoces, como a cutia, manter o contato materno para a aprendizagem de padrões de forrageamento pode ser mais importante do que a demanda energética e de restrição nutricional durante a lactação, e a amamentação pode não desempenhar um papel importante quando comparado aos mamíferos altriciais. Portanto, neste estudo nós avaliamos a relação entre a funcionalidade mamária com o tamanho da ninhada, peso ao nascer da ninhada, e o número de partos em cutias cativas. A funcionalidade foi avaliada por meio de palpação manual das glândulas mamárias em fêmeas não sedadas (N=43). Nós comparamos a média do peso ao nascer de todos os recém-nascidos, macho e fêmeas recém-nascidos entre cutias com diferentes tamanhos de ninhadas e diferentes parturições, por meio da análise one-way ANOVA unifatorial; enquanto o teste do chi-quadrado de Pearson foi utilizado para detectar as relações entre a funcionalidade da glândula mamária, o tamanho da ninhada e o número de partos. O número de partos teve efeito na média de peso ao nascer dos filhotes (F0,822, P > 0,05), filhotes machos (F0,80, P > 0,05) ou filhotes fêmeas (F0,66, P > 0,05) nas ninhadas. A análise bivariada de Pearson (i) não mostrou correlação (P > 0,05) entre a funcionalidade da glândula mamária e o tamanho da ninhada e (ii) nenhuma correlação significativa (P > 0,05) entre a funcionalidade da glândula mamária e o número de parições. Os resultados sugerem que, embora todos os pares de tetas fossem funcionais, as cutias recém-nascidas podem não depender da nutrição materna para sobreviver; .embora todos os pares de tetas sejam funcionais, as cutias recém nascidas aparentemente não dependem da nutrição materna para sua sobrevivência; esta é, provavelmente, uma estratégia evolutiva que resulta em grandes populações da cutia em vida livre; e que pode explicar sua popularidade como espécie cinegética
Descritores: Peso ao Nascer/fisiologia
Lactação/fisiologia
Conservação dos Recursos Naturais
Dasyproctidae
Tamanho da Ninhada de Vivíparos/fisiologia
Glândulas Mamárias Animais/fisiologia
-Trinidad e Tobago
Animais Recém-Nascidos
Animais Lactentes
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1038673
Autor: Rocha, A. R; Leite, Y. K. C; Silva, A. S; Conde Júnior, A. M; Costa, C. R. M; Silva, G. C; Bezerra, D. O; Cavalcante, M. M. A. S; Feitosa, M. L. T; Argôlo Neto, N. M; Serakides, R; Carvalho, M. A. M.
Título: Immunophenotyping, plasticity tests and nanotagging of stem cells derived from adipose tissue of wild rodent agouti (Dasyprocta prymnolopha) / Imunofenotipagem, testes de plasticidade e marcação com nanocristais de céluas-tronco derivadas de tecido adiposo em cutias
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(5):1571-1581, set.-out. 2019. graf, ilus.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: There is a growing interest in the study of unspecialized mesenchymal stem cells, for there are still some discussions about their in vitro behavior. Regenerative medicine is a science undergoing improvement which develops treatments as cell therapy using somatic stem cells. In several studies, adipose tissue is presented as a source of multipotent adult cells that has several advantages over other tissue sources. This study aimed to characterize and evaluate the tagging of mesenchymal stem cells from the agoutis adipose tissue (Dasyprocta prymonolopha), with fluorescent intracytoplasmic nanocrystals. Fibroblast cells were observed, plastic adherent, with extended self-renewal, ability to form colonies, multipotency by differentiation into three lineages, population CD90 + and CD45 - expression, which issued high red fluorescence after the tagging with fluorescent nanocrystals by different paths and cryopreserved for future use. It is possible to conclude that mesenchymal stem cells from agouti adipose tissue have biological characteristics and in vitro behavior that demonstrate its potential for use in clinical tests.(AU)

Há um interesse crescente no estudo das células estaminais mesenquimais, não especializadas, pois ainda existem algumas discussões sobre seu comportamento in vitro. A medicina regenerativa é uma ciência em fase de crescimento que desenvolve tratamentos como terapia celular utilizando células estaminais somáticas. Em vários estudos, o tecido adiposo é apresentado como uma fonte de células adultas multipotentes que tem várias vantagens em relação a outras fontes de tecido. Este estudo teve como objetivo caracterizar e avaliar a marcação de células estaminais mesenquimais do tecido adiposo de cutias (Dasyprocta prymnolopha) com nanocristais intracitoplasmáticos fluorescentes. Observaram-se células fibroblásticas, aderentes ao plástico, com autorrenovação prolongada, capacidade de formar colônias, diferenciação em três linhagens, população CD90 + e expressão CD45, que emitiram alta fluorescência vermelha após a marcação com nanocristais fluorescentes por diferentes vias, e criopreservadas para uso futuro. É possível concluir que as células estaminais mesenquimais do tecido adiposo de cutias têm características biológicas e comportamentos in vitro que demonstram seu potencial para uso em testes clínicos.(AU)
Descritores: Tecido Adiposo/citologia
Imunofenotipagem/veterinária
Medicina Regenerativa/métodos
Nanopartículas
Células-Tronco Mesenquimais
Dasyproctidae/genética
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623866
Autor: Espínola, Hélio N; Pelli, Afonso.
Título: Estudo sobre os Ceratopogonídeos de Minas Gerais: I - Descrição dos machos de Heteromyia chaquensis Duret & Lane, 1955 e Dasyhelea paulistana Forattini & Rabello, 1957 (Diptera, Ceratopogonidae) / Studies of Ceratopogonidade of Minas Gerais: I - Descriptions of the males of Heteromyia chaquensis Duret & Lane, 1955 and Dasyhelea paulistana Forattini & Rabello, 1957 (Diptera, Ceratopogonidae)
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;84(supl.4):183-187, 1989. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: This paper describes some results of a systematic survey of the Ceratopogonidae midges of the State of Minas Gerais, Brazil. Three species, Stilobezzia punctulata Lane, 1947, Heteromyia chaquensis Duret & Lane, 1955 and Dasyhelea paulistana Forattini & Rabello, 1957 were identified from a small lake, "Lagoinha" or "Olhos d'Água", near to the main lake of Lagoa Santa. The first descriptions of the males of Heteromyia chaquensis and Dasyhelea paulistana are presented.
Descritores: Ceratopogonidae
Multimerização Proteica
Dasyproctidae
-Brasil
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623858
Autor: Coscarón, Sixto.
Título: A new species of Dasybasis Macquart from NW of Argentina (Tabanidae, Diptera, Insecta)
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;84(supl.4):125-128, 1989. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Female and male of Dasybasis diaguita n. sp. from high area of NW of Argentina is described and illustrated.
Descritores: Clima Tropical
Dípteros/genética
Dasyproctidae/classificação
-Argentina
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 22 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carvalho, Maria Acelina Martins de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966300
Autor: Carvalho, Maria Acelina Martins de; Bezerra, Dayseanny de Oliveira; Neves, Camila Arrivabene; Ferraz, Maíra Soares; Carvalho, Yulla Klinger Pereira de; Machado Júnior, Antônio Augusto N; Conde Júnior, Aírton Mendes; Pessoa, Gerson Tavares; Almeida, Hatawa Melo de; Fortes, Eunice Anita Moura; Feitosa, Matheus Levi Tajra; Fortes, Eunice Anita M.
Título: Serum biochemistry in hystricomorpha: agouti (Dasyprocta prymnolopha) during pregnancy / Bioquímica sérica em hystricomorpha: cutia (Dasyprocta prymnolopha, WAGLER, 1831) durante o período gestacional
Fonte: Biosci. j. (Online);33(5):1274-1283, sept./oct. 2017. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this estudy was to establish the levels of serum total protein, albumin, globulin, alanine aminotransferase (ALT), aspartate aminotransferase (AST), calcium, phosphorus, urea, creatinine, bilirubin and glucose during pregnancy in agoutis. Animals: Twelve pregnant agouti from the Center for the Study and Preservation of Wild Animals (CSPWA) of the Federal University of Piauí (UFPI) were used in this research. After identification of the estrus, the day of the coverage was confirmed by means of vaginal cytology with the visualization of spermatozoa (day zero) and confirmation of pregnancy by ultrasonographic examination after 15 days. Blood samples were collected by lateral saphenous vein puncture after physical restraint, every 10 days until the end of pregnancy, for biochemical analyzes. A completely randomized experimental design was used and the means compared by the Duncan test at 5% probability using the SAS (Statistical Analysis System). The results of the biochemical analysis of total protein, albumin, globulin, urea, creatinine, calcium, phosphorus, serum ALT, glucose, AST, total bilirubin, direct bilirubin and indirect bilirubin in pregnant agouti (Dasyprocta prymnolopha) did not differ when compared to nonpregnant females. The serum biochemical levels during pregnancy in agoutis, except for calcium and phosphorus, were unchanged compared to those found in the non-pregnant adult animal, as occurs in other species. The changes during pregnancy reflect the physiology and biology of wild species, elucidating information about the biochemical parameters during pregnancy, thus characterizing the animal as a benchmark for comparisons with other species, extolling its importance both for nature conservation and production in capivity.

O estudo objetivou estabelecer os níveis séricos de proteínas totais, albumina, globulina, Alanina Aminotransferase (ALT), Aspartato Aminotransferase (AST), cálcio, fósforo, ureia, creatinina, bilirrubina e glicose durante a gestação em cutias. A pesquisa foi desenvolvida utilizando-se 12 cutias fêmeas criadas no Núcleo de Estudos, Produção e Preservação de Animais Silvestres da Universidade Federal do Piauí. Após a identificação do estro, o dia da cobertura foi confirmado por meio de citologia vaginal com a visualização de espermatozoides (dia zero) e confirmação da gestação por exame ultrassonográfico após 15 dias. Confirmada a gestação, foram coletados 03 mL de sangue mediante punção da veia pudenda interna, após contenção física, a cada 10 dias, até o final da gestação. Foi feita a análise de variância para um delineamento inteiramente casualizado com teste de Duncan para comparação das médias a 5% de probabilidade utilizando-se do programa estatístico SAS (Statistical Analysis System). Os resultados obtidos por meio da análise bioquímica de proteína total, albumina, globulina, ureia, creatinina, cálcio, fósforo, ALT séricas, glicose, aspartato aminotransferase (AST), bilirrubina total, bilirrubina direta e bilirrubina indireta de cutias gestantes (Dasyprocta prymnolopha) diferem de forma absoluta quando comparados a fêmeas não gestantes. Os níveis bioquímicos séricos durante a gestação em cutias, com exceção do cálcio, fósforo, sofrem alterações comparadas ao animal adulto não prenhe, como ocorre em outras espécies. Os níveis nas cutias gestantes sofrem alterações de acordo com o tempo de gestação, com maiores mudanças no período inicial e final da prenhez. As mudanças durante a gravidez refletem a fisiologia e a biologia da espécie silvestre, elucidando informações sobre os parâmetros bioquímicos durante a gestação, caracterizando o animal como referência para comparações com outras espécies, exaltando a importância tanto para sua conservação quanto para a sua produção em cativeiro.
Descritores: Aspartato Aminotransferases
Alanina Transaminase
Albuminas
Dasyproctidae
Globulinas
-Gravidez
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde