Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.649.313.992.635.075.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 534 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 54 ir para página                         

  1 / 534 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1142419
Autor: Safari, Fatemeh; Farajnia, Safar; Behbahani, Abbas Behzad; Zarredar, Habib; Barekati-Mowahed, Mazyar; Dehghani, Hesam.
Título: Caspase-7 deficiency in Chinese hamster ovary cells reduces cell proliferation and viability
Fonte: Biol. Res;53:52, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Tabriz University of Medical Sciences; . Biotechnology Development Council of the Islamic Republic of Iran.
Resumo: BACKGROUND: Chinese hamster ovary (CHO) cells are the most commonly used mammalian host cell In the commercial-scale production of biopharmaceutical proteins. Modification of genes involved in apoptosis may improve the productivity of CHO cells. Executive caspases, including caspases 3 and 7, play critical roles in apoptosis. The effects of the ablation of the caspase 7 gene on proliferation and viability of CHO cells remains unknown. In this study, we applied clustered regularly interspaced short palindromic repeat (CRISPR/Cas9) to target caspase 7 gene of CHO K1 cell via all in one and homology targeted integration strategies. Consequently, the effect of caspase 7 deficiency on cell proliferation, viability, and apoptosis was studied by MTT assay and flow cytometry. RESULTS: Findings of gel electrophoresis, western blotting, and sequencing confirmed the caspase 7 gene silencing in CHO cells (CHO-KO). Proliferation assay revealed that caspase 7 deficiency in CHO cells resulted in the reduction of proliferation in various CHO-KO clones. Besides, the disruption of caspase 7 had negative effects on cell viability in exposure with NaBu which confirmed by MTT assay. Results of flow cytometry using Anexin V/PI demonstrated that Nabu treatment (11 mM) declined the percentage of live CHO-K1 and CHO-KO cells to 70.3% and 5.79%. These results verified that the CHO-K1 cells were more resistant to apoptosis than CHO-KO, however most of CHO-KO cells undergone early apoptosis (91.9%) which seems to be a fascinating finding. CONCLUSION: These results reveal that caspase 7 may be involved in the cell cycle progression of CHO cells. Furthermore, it seems that targeting caspase 7 is not the ideal route as it had previously been imagined within the prevention of apoptosis but the relation between caspase 7 deficiency, cell cycle arrest, and the occurrence of early apoptosis will require more investigation.
Descritores: Sobrevivência Celular
Apoptose
Proliferação de Células
Caspase 7/deficiência
-Cricetulus
Cricetinae
Células CHO
Caspase 7/genética
Limites: Animais
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-782603
Autor: Thomaz, Ana Cláudia; Dalla Santa, Herta Stutz; Perez, Elisa; Novello, Daiana; Raymundo, Melissa dos Santos; Bovo, Fernanda; Oliveira, Kelly Cristina de Brito; Pita, Flávia Donadio; Rebeca, Rosilene.
Título: Análise do potencial antioxidante do consumo oral da farinha produzida com micélio de Agaricus brasiliensis em hamsters hipercolesterolêmicos / The antioxidant potential of oral intake of flour produced from Agaricus brasiliensis mycelium in hamsters with hypercholesterolemia
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(2):198-207, abr.-jun. 2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O sistema de defesa antioxidante inibe ou reduz os danos causados às células pelas espécies reativas de oxigênio. Alguns compostos antioxidantes presentes na dieta auxiliam na defesa antioxidante do plasma. O potencial antioxidante do consumo oral de farinha produzida com micélio de Agaricus brasiliensis fermentado sobre grãos de trigo foi analisado nos plasmas de hamsters Golden Syrian machos hipercolesterolêmicos, que foram divididos em quatro grupos: P(dieta padrão), H (dieta hipercolesterolêmica padrão), C (dieta padrão + 10 % de farinha de trigo contendo micélio de A. brasiliensis), e HC (dieta hipercolesterolêmica padrão + 10 % de farinha de trigo contendo micélio deA. brasiliensis). Os animais foram alimentados durante 40 dias e depois sacrificados para coletar materiais biológicos.A análise da capacidade antioxidante mostrou que a dieta do grupo C induziu maior aumento significativo da concentração de antioxidantes no plasma (0,39 mg.mL-1, expresso em ácido ascórbico). O grupo HC apresentou maiorcapacidade antioxidante do que grupo H (p < 0,05), pois inibiu 20,2 % do branqueamento da crocina. O grupo H inibiu10,4 %, porém o grupo HC demonstrou capacidade antioxidante semelhante ao do grupo P (16,64 %). O consumo da farinha de trigo contendo micélio de A. brasiliensis estimulou a proteção antioxidante no plasma dos animais...
Descritores: Agaricus
Antioxidantes
Espectrofotômetros
Farinha
Hipercolesterolemia
Micélio
Triticum
-Cricetinae
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  3 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886626
Autor: PEREIRA, JOQUEBEDE R; QUEIROZ, RAPHAEL F; SIQUEIRA, ERLÂNIA A DE; BRASILEIRO-VIDAL, ANA CHRISTINA; SANT'ANA, ANTÔNIO E G; SILVA, DANIEL M; AFFONSO, PAULO R A DE MELLO.
Título: Evaluation of cytogenotoxicity, antioxidant and hypoglycemiant activities of isolate compounds from Mansoa hirsuta D.C. (Bignoniaceae)
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(1):317-331, Jan,-Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Mansoa hirsuta (Bignoniaceae) is a native plant from caatinga in Brazilian semiarid. This plant has been locally used as antimicrobial and hypoglycemiant agents, but their action mechanisms and toxicity remain largely unknown. Therefore, we evaluated the composition and antioxidant, cytoprotective and hypoglycemiant effects of raw extract, fractions and compounds from leaves of M. hirsuta. The cytogenotoxic effects of ursolic and oleanolic acids, the main phytotherapic components of this plant, were assessed. The raw extract and fractions presented steroids, saponins, flavonols, flavanonols, flavanones, xanthones, phenols, tannins, anthocyanins, anthocyanidins and flavonoids. The ethyl acetate fraction inhibited efficiently the cascade of lipid peroxidation while the hydroalcoholic fraction was richer in total phenols and more efficient in capturing 2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl (·DPPH) and 2,2'-azino-bis (3-ethylbenzthiazoline-6-sulfonic acid) (ABTS·+) radicals. The isolated fraction of M. hirsuta also inhibited the α-amylase activity. Cytotoxic effects were absent in both raw extract and fractions while ursolic+oleanolic acids were efficient in protecting cells after exposure to hydrogen peroxide. Moreover, this mixture of acid shad no significant interference on the mitotic index and frequency of nuclear and/or chromosomal abnormalities in Allium cepa test. Therefore, M. hirsuta represents a potential source of phytochemicals against inflammatory and oxidative pathologies, including diabetes.
Descritores: Extratos Vegetais/farmacologia
Bignoniaceae/química
Hipoglicemiantes/farmacologia
Antioxidantes/farmacologia
-Valores de Referência
Triterpenos/química
Brasil
Sobrevivência Celular/efeitos dos fármacos
Células Cultivadas
Reprodutibilidade dos Testes
Cricetinae
Folhas de Planta/química
Cebolas/efeitos dos fármacos
Citoproteção
Etanol/química
alfa-Amilases/química
Fibroblastos/efeitos dos fármacos
Hipoglicemiantes/isolamento & purificação
Antioxidantes/isolamento & purificação
Limites: Animais
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058013
Autor: Jarosová, Júlia; Antolová, Daniela; Zalesny, Grzegorz; Halán, Milos.
Título: Oxyurid nematodes of pet rodents in Slovakia - a neglected zoonotic threat / Nematódeos oxiurídeos de roedores de estimação na Eslováquia - uma ameaça zoonótica negligenciada
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;29(1):e014319, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: ERDF.
Resumo: Abstract The role of rodents as reservoirs of helminths of public health importance is not well known. The zoonotic potential of Syphacia spp. has been confirmed; therefore, the study aimed to estimate the occurrence of oxyurid nematodes in small rodents from pet shops and breeding clubs in Slovakia. Fecal samples of 586 pet rodents kept in 133 cages were collected between 2016 and 2018 and examined by Faust´s flotation method. Four species of oxyurid nematodes, Syphacia muris, S. obvelata, Aspiculuris tetraptera and Paraspidodera uncinata were detected. A. tetraptera was found in the faecal samples of all rodent species included in this survey. The number of positive boxes varied from 5.4% in hamsters to 70.0% with mice. The prevalence of Syphacia muris was highest in Mongolian gerbils where up to 75.0% boxes were positive; S. obvelata was found in 26.7% of boxes with mice, 25.0% of boxes with Mongolian gerbils and 3.2% of boxes with rats. The high prevalence of Syphacia spp. in all animal species points out the infection risk for humans. Animals offered for sale are often in close contact with human beings; therefore they should be regularly tested for parasites and then effectively dewormed.

Resumo O papel dos roedores como reservatórios de helmintos de importância para a saúde pública não é bem conhecido. O potencial zoonótico de Syphacia spp. foi confirmado; portanto, o estudo teve como objetivo estimar a ocorrência de nematóides oxiurídeos em pequenos roedores de pet shops e clubes de reprodução na Eslováquia. Amostras fecais de 586 roedores mantidos em 133 gaiolas foram coletadas entre 2016 e 2018 e examinadas pelo método de flotação de Faust. Foram detectadas quatro espécies de nematódeos oxiurídeos, Syphacia muris, S. obvelata, Aspiculuris tetraptera e Paraspidodera uncinata, A. tetraptera foi encontrado nas amostras fecais de todas as espécies de roedores incluídas nesta pesquisa. O número de gaiolas positivas variou de 5,4% em hamsters a 70,0% em camundongos. A prevalência de Syphacia muris foi maior nos gerbilos da Mongólia, onde até 75,0% das gaiolas foram positivas; S. obvelata foi encontrada em 26,7% das gaiolas com camundongos, 25,0% das gaiolas com gerbilos da Mongólia e 3,2% das gaiolas com ratos. A alta prevalência de Syphacia spp. em todas as espécies animais aponta o risco de infecção para os seres humanos. Animais oferecidos para venda estão frequentemente em contato próximo com seres humanos; portanto, eles devem ser regularmente testados quanto a parasitas e, então, efetivamente desparasitados.
Descritores: Oxiuríase/veterinária
Oxyuroidea/isolamento & purificação
Doenças dos Roedores/parasitologia
Fezes/parasitologia
Animais de Estimação/parasitologia
Doenças Negligenciadas/veterinária
-Oxiuríase/diagnóstico
Oxiuríase/epidemiologia
Oxyuroidea/classificação
Ratos/parasitologia
Doenças dos Roedores/diagnóstico
Doenças dos Roedores/epidemiologia
Prevalência
Gerbillinae/parasitologia
Cricetinae/parasitologia
Eslováquia/epidemiologia
Animais de Estimação/classificação
Doenças Negligenciadas/diagnóstico
Doenças Negligenciadas/epidemiologia
Cobaias/parasitologia
Camundongos/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-157787
Autor: Goloni-Bertollo, Eny Maria; Varella-Garcia, Marileila; Manzato, Antonio José.
Título: Risco ocupacional associado a manipulaçäo de antineoplásicos / Occupacional risk related to antineoplastic drugs manipulation
Fonte: Acta oncol. bras;9/10(2/3, 1/3):105-108, maio 1989-dez. 1990. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A importância terapêutica dos agentes antineoplásicos é indiscutível e um número muito elevado deles vem sendo intensamente utilizado, justificando o incremento das investigaçöes sobre seus efeitos ao nível celular. Apresenta-se uma revisäo sobre o efeito mutagênico dos antineoplásicos em sistemas de testes in vivo e in vitro, discutindo resultados obtidos em plantas e animais e enfatizando as pesquisas que envolvem indivíduos profissionalmente expostos aos antineoplásicos. Os resultados permitem que esses individuos sejam considerados como um grupo de risco para a ocorrência de aberraçöes cromossômicas e confirmam a necessidade de que sejam mais rigorosamente observadas as normas de segurança previstas para o manuseio de tais drogas.
Descritores: Grupos de Risco
Riscos Ocupacionais
Aberrações Cromossômicas
Antineoplásicos/efeitos adversos
Antineoplásicos/normas
Técnicas In Vitro
Mutação
Pessoal de Saúde
Limites: Humanos
Animais
Cricetinae
Camundongos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-201693
Autor: Arruda, Maria Sueli Parreira.
Título: Paracoccidioidomicose experimental no hamster inoculado na bolsa jugal: aspectos histológicos e imunológicos / Experimental paraccocidioidomicosis in hamsters inoculated into the cheek pouch: histological and immunological aspects.
Fonte: Botucatu; s.n; 1993. 107 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista \"Júlio de Mesquita Filho\" para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O presente estudo apresenta aspectos histológicos e imunológicos da paracoccidioidomicose experimental do hamster inoculado via bolsa jugal, empregando como grupo controle, animais inoculados no coxim plantar. Assim, 156 hamsters foram inoculados com 0,1 ml de suspensäo leveduriforme de P. brasiliensis - cepa 18, sendo 68 na bolsa jugal, 40 no coxim plantar seguida de bolsa jugal e 48, no coxim plantar. Os animais foram avaliados no período compreendido entre 6 horas e 120 dias após inoculaçäo. A avaliaçäo imunológica foi realizada através dos testes do coxim plantar (TCP) e imunoenzimático ELISA. A evoluçäo da lesäo de inoculaçäo foi analisada através do exame histológico de cortes corados pela HE e prata metanamina de Gomori. Antígenos fúngicos foram pesquisados nos tecidos pela técnica de imunoperoxidase. Os mesmo parâmetros foram utilizados na pesquisa de lesöes de disseminaçäo. A análise dos resultados permitiu concluir que: 1. A bolsa jugal do hamster exibe características que permitem o estudo do desenvolvimento do granuloma paracoccidioidomicótico na ausência de resposta imune detectáveis pelo TCP e ELISA. 2. Fungos ou antígenos escapam da bolsa jugal, uma vez que reaçöes imunológicas positivas foram verificadas a partir do 35o dia p. i.. Após esse período ocorre ascensäo dos títulos de anticorpos e aumento da intensidade de resposta de hipersensibilidade tardia, o que se mantem até 120 dias p. i.. 3. Hamsters inoculados via bolsa jugal apresentam reaçöes granulomatosas epitelióides no local de inoculaçäo, mesmo na ausência de hipersensibilidade tardia, avaliada pelo TCP. 4. Granulomas paracoccidioidomicóticos formados na bolsa jugal, na ausência de resposta ao TCP e a ELISA, näo säo capazes de conter e matar os fungos. 5. O desenvolvimento da resposta imune afeta o número e a atividade dos fungos presentes na lesäo de inoculaçäo, uma vez que a queda do número de fungos nessas lesöes correspondeu, no tempo, com o aparecimento de hipersensibilidade tardia e anticorpogênese específica ao AgPb. 6. Lesöes de bolsa jugal que se desenvolvem em animais com estímulo prévio da resposta imune específica, podem evoluir para a resoluçäo. 7. Animais inoculados com P. brasiliensis no coxim plantar exibem resposta imune específica a partir da primeira semana p. i., mantendo níveis elevados de anticorpos e de hipersensibilidade tardia durante toda a duraçäo do experimento...
Descritores: Paracoccidioidomicose/imunologia
Bochecha/fisiopatologia
Fungos/imunologia
Hipersensibilidade Tardia
Formação de Anticorpos
-Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Limites: Animais
Masculino
Cricetinae
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação
BR33.1


  7 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carrieri, Maria Luiza
Chamelet, Esther Luiza Bocato
Id: lil-41322
Autor: Summa, Maria Eugênia L; Carrieri, Maria Luiza; Favoretto, Silvana Regina; Chamelet, Esther Luiza Bocato.
Título: Rabies in the State of Säo Paulo: the rodents question
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;29:53-8, jan.-fev. 1987. tab.
Idioma: en.
Resumo: Compulsaram-se dados epidemiológicos a respeito de agressäo por roedores no período de 1976 a 1985, nos registros do Instituto Pasteur de Säo Paulo (Brasil). Observou-se que de 367 379 pessoas agredidas, 22 250 foram vítimas de roedores. Os roedores mais implicados nesses acidentes foram os urbanos, sendo que a captura foi um fator limitante para o envio de amostras ao laboratório. O diagnóstico laboratorial realizado em 1083 amostras de roedores näo revelou nenhum caso positivo no período, embora a raiva estivesse presente em outras espécies animais. Conclui-se que, sendo a raiva rara entre os roedores, é necessário que se realizem provas de identificaçäo do vírus quando houver suspeita de caso positivo; e que, näo existindo casos relatados de óbitos humanos por raiva relacionados a roedores, existe a possibilidade de reduçäo dos tratamentos anti-rábico pós-exposiçäo a estes animais
Descritores: Raiva/veterinária
Doenças dos Roedores/transmissão
-Raiva/prevenção & controle
Raiva/transmissão
Roedores
Brasil
Limites: Gatos
Cães
Cobaias
Cricetinae
Camundongos
Coelhos
Ratos
Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-60726
Autor: Giannini, Sérgio Diogo.
Título: Aterosclerose: fundamentos etiopatogênicos / Atherosclerosis: etiopathogenic basis
Fonte: RBM cardiol;6(5):170-5, out. 1987.
Idioma: pt.
Descritores: Aterosclerose/etiologia
Técnicas In Vitro
Limites: Adolescente
Bovinos
Cães
Cricetinae
Coelhos
Ratos
Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros


  9 / 534 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Arruda, Maria Sueli Parreira de
Id: lil-252352
Autor: Nogueira, Maria Ester Salles; Coelho, Kunie Labuki Rabello; Fleury, Raul Negräo; Arruda, Maria Sueli Parreira de.
Título: Inoculaçäo de mycobacterium leprae na bolsa jugal do hamster / Mycobacterium leprae seeding at hamster cheek pouch
Fonte: Hansen. int;24(1):5-14, jun. 1999. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A utilizaçäo da bolsa jugal do hamster, foi avaliada pela inoculaçäao de 6,0x10.8 M. leprae/ml no tecido subepitelial de 60 animais, empregando como grupo controle, 12 hamsters inoculados no coxim plantar. Os animais foram sacrificados em 20 e 48 horas e aos 7, 14, 21 e 28 dias pi. A evoluçäo da lesäo de inoculaçäo foi analisada pelo exame histológico em cortes corados pela hematoxilina-eosina e faraco-fite. A avaliaçäo da viabilidade bacilar na bolsa jugal do hamster foi realizada 7, 14, 21 e 28 dias pi pelo teste de recuperaçäo bacilar em camundongos. Os resultados nos permitiram concluir que a resposta inflamatória ao M. leprae na bolsa jugal evoluiu para formaçäo de granulomas macrofágicos semelhantes aos da hanseníase virchoviana humana porém, o teste de recupraçäo bacilar sugeriu que näo houve multiplicaçäo dos bacilos. As lesões do coxim plantar evoluiram para granulomas epiteliódes semelhantes aos da hanseníase dimorfa
Descritores: Cricetinae
Mycobacterium leprae
-Granuloma
Limites: Animais
Cricetinae
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  10 / 534 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Morais, Zenaide Maria de
Alves, Clebert Jose
Vasconcellos, Silvio Arruda
Texto completo
Id: lil-404906
Autor: Macedo, Nicodemos Alves de; Morais, Zenáide Maria de; Camargo, Cláudio Roberto de Almeida; Alves, Clebert José; Azevedo, Sérgio Santos de; Nümberger Júnior, Rodolfo; Vasconcellos, Sílvio Arruda.
Título: Influência da via de inoculação sobre o estabelecimento e a evolução da leptospirose em hamsters (Mesocricetus auratus) experimentalmente infectados com Leptospira interrogans sorovar pomona / The influence of the route of inoculation on the development of the leptospiral infection in hamsters (Mesocricetus auratus) experimentally infected with Leptospira interrogans serovar pomona
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;41(3):194-200, maio-jun. 2004. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foi investigada a influência da via de inoculação sobre o estabelecimento e a evolução da leptospirose em hamsters (Mesocricetus auratus) experimentalmente infectados com Leptospira interrogans sorovar pomona. As vias de inoculação ensaiadas foram: intraperitoneal, subcutânea, oral, conjuntival e escarificação cutânea. O inóculo infeccioso foi constituído por uma cultura em meio de Fletcher, com 20 a 30 leptospiras por campo microscópio no aumento de 200 vezes. Os animais controle foram inoculados apenas com meio de Fletcher. Foram colhidas amostras de soro sanguíneo e fragmentos de rins na fase agônica da doença ou no 21º dia pós-infecção, quando todos os animais foram sacrificados. Para a pesquisa de leptospiras, foi feito o exame direto com microscopia óptica em campo escuro e cultivo em meio de Fletcher, pela técnica das diluições seriadas. A detecção de aglutininas anti-leptospiras foi realizada pela técnica de soroaglutinação microscópica. A instalação e evolução da leptospirose foram afetadas pela via de inoculação. A via oral foi a menos efetiva em estabelecer a infecção. Não foi observada associação estatística entre a freqüência de portadores e a via de inoculação.
Descritores: Cricetinae
Inoculações Seriadas
Leptospira interrogans serovar pomona
Leptospirose
Limites: Animais
Masculino
Cricetinae
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 54 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde