Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.150.900.833.672.125.875 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 81 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 81 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1087353
Autor: Rizwan Ashraf, Muhammad; Nadeem, Asif; Smith, Eric Nelson; Javed, Maryam; Smart, Utpal; Yaqub, Tahir; Saeed Hashmi, Abu.
Título: Molecular phylogenetics of Black Cobra (Naja naja) in Pakistan
Fonte: Electron. j. biotechnol;42:23-29, Nov. 2019. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background: Snakes are found on every continent in the world except Antarctica, and on smaller land masses. Being ecologically important, they also cause a large number of bites, leading to millions of deaths. Mitochondrial and nuclear gene sequences are being used to identify, characterize, and infer genetic biodiversity among different snake species. Furthermore, phylogenetics helps in inferring the relationships and evolutionary histories among these species. Black cobra is one of the four most venomous snakes in Pakistan. Four mitochondrial (ND4, Cytochrome b, 12S rRNA, and 16S rRNA) and four nuclear (C-mos, RAG-1, BDNF, and NT3) genes were used to trace diversity and infer the phylogenetic relationship of black cobra in Pakistan. Results: Almost similar phylogenies were obtained through maximum likelihood and Bayesian inference, showing two species of cobra in Pakistan, namely, black cobra (Naja naja) and brown cobra (Naja oxiana). All Naja species were divided into three clades: black cobra (N. naja) and brown cobra (N. oxiana) cladding with different species of Naja; N. naja (Pakistan) cladding with N. naja from Nepal; and N. oxiana showed close relationship with Naja kaouthia from Thailand and Naja siamensis from Thailand. Conclusion: It was confirmed genetically that there are two cobra species in Pakistan, i.e., black and brown cobras. This study will help in not only genetic conservation but also developing anti-venom against snake species.
Descritores: Naja naja/genética
-Paquistão
Filogenia
Especificidade da Espécie
DNA Mitocondrial
Reação em Cadeia da Polimerase
Elapidae/genética
Biodiversidade
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-58659
Autor: Uribe U., Luis Juan.
Título: Ofidismo en el Hospital Regional Cayetano Heredia de Piura: fauna ofídica en el departamento de Piura / Ophidiso at the Hospital Regional Cayetano Heredia de Piura: ophidic fauna in Piura department
Fonte: Diagnóstico (Perú);19(6):178-83, jun. 1987. tab.
Idioma: es.
Resumo: De los 36 pacientes internados en el Hospital Regional "Cayetano Heredia" por mordedura de ofídio de 1975 a 1983 se encontró mayor frecuencia: en los varones (75%), procedentes del área rural de Piura (83.3%), en la segunda y tercera década de la vida (66.7%), en los agricultores (41.7%), acudieron dentro de las 6 horas post-mordedura (50%), el principal agresor la "Macanche" (39.4%) y en miembros inferiores (52.8%). Los síntomas fueron dolor (91.7%), tumefacción (97.2%), equimosis (47.2%), gingivorragia (5.6%) que se incrementa (55.6%). Fue predominante en verano (47.2%). El tratamiento indicado fue corticoides (94.4%), gluconato de calcio (63.9%), Suero Antibothrópico (61.1%), heparina (22.2%). Se logró recolectar en esta misma época, 32 especies de ofidios venenosos y no venenosos
Descritores: Mordeduras de Serpentes/terapia
-Peru
Mordeduras de Serpentes/epidemiologia
Antivenenos/uso terapêutico
Heparina/uso terapêutico
Corticosteroides/uso terapêutico
Elapidae/classificação
Estações do Ano
População Rural
Limites: Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barraviera, Benedito
Id: lil-407458
Autor: Ferreira Junior, Rui Seabra; Barraviera, Benedito.
Título: Acidentes por animais peçonhentos / Accidents by venomous bites and stings
Fonte: In: Cimerman, Sérgio; Cimerman, Benjamim. Condutas em infectologia. São Paulo, Atheneu, 2004. p.605-616, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Aranhas
Vespas
Abelhas
Elapidae
Mordeduras e Picadas de Insetos
Animais Venenosos
Escorpiões
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WC100, C49c, 2004


  4 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barraviera, Benedito
Id: lil-317784
Autor: Barraviera, Benedito.
Título: Acidentes ofídicos / Ophidian accident
Fonte: In: Veronesi, Ricardo; Focaccia, Roberto. Tratado de infectologia: v.2. Säo Paulo, Atheneu, 2002. p.1581-1597, ilus, mapas, tab, graf. (BR)
Idioma: pt.
Símbolo: BR.
Descritores: Mordeduras de Serpentes
-Viperidae
Elapidae
Crotalus
Bothrops
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WC100, V599t, 2.ed., v.2


  5 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-272545
Autor: Breno, Maria Cristina.
Título: Receptor de angiotensina em musculatura vascular e cardíaca da serpente Bothroips jararaca / Angiotensin receptor in the cardiovascular system of Bothrops jararaca snake.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2000. 128 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Com o objetivo de caracterizar o receptor de angiotensina presente n sistema cardiovascular da serpente Bothrops jararaca, foram realizados estudos funcionais e com radioligantes em anéis de aorta e na musculatura cardíaca dessa serpente. Os três octapeptídeos estudados produziram efeito contrátil em aorta, com valores de pD2 de: 7,52 ñ O,17 [Asp1 , lle]All; 8,08 ñ O,10 [Asp1, Val5 ]All; 5,99 ñ O,05 [Asn1, Val5 ]All. A ordem de potência dos análogos de angiotensina foi:[Asp1 , Val5 ]All > [Asp1, lle5]All >>> [Asn1 , Val5 ]All, diferente do observado para outros vertebrados. [Sar1, lle8]All, antagonista não seletivo, losartan, antagonista seletivo AT1, e PDl23319, antagonista seletivo AT2, causaram deslocamento para a direita da curva concentração-efeito de [Asp1, lle5 ]All com diminuição do efeito máximo. Os valores de pKB foram, respectivamente, 5,16 ñ O,09; S,67 ñ O,31; 5,18 ñ O,62, os quais estão acima dos valores de pA2 e pKi3 descritos na literatura para estes antagonistas, sugerindo que o receptor de angiotensina presente na aorta da serpente Bothrops jararaca não é o AT1 ou o AT2. O prévio tratamento dos anéis de aorta com fenoxibenzamina, antagonista não seletivo de adrenoceptores alfa, não alterou a resposta contrátil induzida por [Asp1, lle5]All. A remoção da camada endotelial do vaso também não modificou a resposta induzida por [Asp1, lle5]All. Esses resultados indicam o não envolvimento de catecolaminas ou de fatores liberados do endotélio na resposta contrátil induzida pela angiotensina em aorta isolada de Bothrops jararaca. Ensaios de ligação da [3 H]All foram realizados em preparação bruta de membrana de coração da Bothrops jararaca, na ausência e na presença de [Asp1, lle5]All 10-4 M a 4§ C por lh e mostraram a presença de sítio específico e saturável para angiotensina. O valor de KD obtido foi de 7,34 ñ 1,41 nM e a densidade de receptores de 72,49 ñ 15,18 fmol/mg. Este sítio de ligação apresentou afinidade semelhante à descrita para o receptor de angiotensina em outras preparações biológicas. Experimentos de competição com análogos de angiotensina e com antagonistas peptídicos indicaram também a presença de um único sítio de ligação. A ordem de potência para os análogos de angiotensina e i para todos os antagonistas utilizados foi: [Asp1 , lle5]All = [Asp1, Val5]All = [Sar1, lle8]All > [Asn1, Val5]All >> [Sar1, Ala8]All >>>> losartan = PD 123319. Esses resultados gerem a presença de um ...(au)
Descritores: Aorta
Receptores de Angiotensina
Elapidae
Coração
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 5773


  6 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-358802
Autor: Pinho, Fábia Maria Oliveira; Oliveira, Elane Silva; Faleiros, Fernanda.
Título: Acidente ofídico no estado de Goiás / Snakebites in the State of Goiás, Brazil
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);50(1):93-96, 2004. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar aspectos epidemiológicos dos acidentes por serpentes peçonhentas ocorridos no Estado de Goiás. MÉTODOS: Foram analisadas ''Fichas de investigação de acidentes por animais peçonhentos'', pertencentes ao sistema de notificação da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás, no triênio 1998-2000. RESULTADOS: Foram notificados, neste período, 3.261 acidentes por serpentes peçonhentas, com coeficiente de incidência variando entre 20 e 23/100.000 habitantes. O maior número de casos ocorreu entre os meses de outubro e abril. Dentre os 2.350 casos em que houve referência ao gênero da serpente, 78,6 por cento foram causados por Bothrops, 20,8 por cento por Crotalus e 6 por cento por Micrurus. Houve predominância do sexo masculino (78,5 por cento) e com faixa etária entre 20 e 39 anos de idade. As regiões anatômicas mais freqüentemente picadas foram: pé (43,6 por cento), pernas (23,2 por cento) e mãos (20,1 por cento). Em relação ao tempo de atendimento, mais de 80 por cento dos envenenamentos foram atendidos com menos de 6 horas da picada. Os envenenamentos foram classificados, de acordo com a gravidade, em leves (31,6 por cento), moderados (47,5 por cento) ou graves (9,6 por cento). As complicações mais comuns foram necrose tecidual no local da picada (31,8 por cento) nos envenenamentos botrópicos e insuficiência renal aguda (1,2 por cento) nos envenenamentos crotálicos. A letalidade geral foi de 0,46 por cento, sendo a maior taxa observada entre acidentes crotálicos (1 por cento). CONCLUSÕES: Acidentes por serpentes peçonhentas no Estado de Goiás acometem principalmente a população jovem do sexo masculino e têm sido causa de óbito.
Descritores: Elapidae
Mordeduras de Serpentes/epidemiologia
Viperidae
-Distribuição por Idade
Fatores Etários
Bothrops
Brasil/epidemiologia
Crotalus
Estudos Retrospectivos
Estações do Ano
Distribuição por Sexo
Fatores Sexuais
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-130443
Autor: Seligman, Renato.
Título: Acidente por Micrurus Frontalis: primeiro relato de envenenamento elapídico no Rio Grande do Sul / Accident by Micrurus frontalis: the first description of an elapidic envenomation in Rio Grande do Sul
Fonte: Mem. Inst. Butantan;55(2):65-8, 1993.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo apresenta o primeiro relato de envenenamento elapídico no Rio Grande do Sul, Brasil. Trata-se da picada de uma serpente Micrurus frontalis em uma menina de 12 anos, a qual veio a apresentar sinais e sintomas locais e sistêmicos leves. Foram utilizados soro anti-elapídico e anti-colinesterásico. Säo sumarizadas algumas características deste tipo de acidente por serpentes brasileiras
Descritores: Mordeduras de Serpentes
Elapidae
-Mordeduras de Serpentes/terapia
Brasil
Antivenenos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Animais
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  8 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-66619
Autor: Sazima, Ivan.
Título: Um estudo de biologia comportamental da jararaca, Bothrops jararaca, com uso de marcas naturais / A biology study of snakes behavior, Bothrops jararaca, with natural marks use
Fonte: Mem. Inst. Butantan;50(3):83-99, 1988. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Setenta e um indivíduos (47 fêmeas, 24 machos) de jararaca, Bothrops jararaca, foram encontrados ao longo de 29 meses num estudo de campo, em Campinas, Säo Paulo. Treze indivíduos (12 fêmeas, um macho), foram reconhecidos por marcas naturais, quando reencontrados. Fêmeas adultas pareceram ser mais sedentárias que os machos. Nove fêmeas (cinco visivelmente grávidas) usaram os mesmos sítios (5-7m2) para assoalhamento e abrigo, por períodos de até 45-78 dias. B. jararaca foi raramente observada totalmente exposta a raios solares, sendo mais comum encontrá-la em locais parcialmente sombreados. As serpentes estiveram ativas principalmente ao crepúsculo e à noite, a temperaturas do ar entre 19' e 31' C e umidade relativa entre 68% e 100%. Tanto jovens como adultos podem subir pela vegetaçäo, por vezes a 2m acima do solo. A sequência das táticas defensivas pode ser escalonada de imobilidade e fuga, a enrodilhamento e bote. Fêmeas adultas (grávidas) foram menos propensas à fuga que os indivíduos jovens e machos adultos, especialmente durante a termo-regulaçäo. Atividade ao longo do ano, na área do estudo, parece abranger um período de pouca movimentaçäo, passado principalmente em abrigos, durante três meses mais secos e frios (jun.-ago.)
Descritores: Comportamento Animal
Biologia
Elapidae
Limites: Animais
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 81 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-66616
Autor: Vieira, Elisabete G. Jardim; Rolim Rosa, Raymundo; Iizuka, Hideyo; Furtado, Maria de Fátima Domingues; Fernandes, Wilson.
Título: Influências sazonal e do processo de extraçäo sobre a produçäo, toxicidade do veneno e sobrevida de Bothrops Jararaca (Wied, 1824) / Seasonable influences and process of extraction about production, venom's toxicity and Bothrops Jararaca's surviving (Wied, 1824)
Fonte: Mem. Inst. Butantan;50(1):29-35, 1988. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foram utilizadas, no presente trabalho, 240 serpentes da espécie Bothrops jararaca: 120 animais foram estudados durante o inverno e 120, durante o veräo. Estes grupos foram submetidos a diferentes tratamentos: 60 serpentes tiveram seus venenos extraídos, numa sequência de quatro operaçöes, pelo processo elétrico, e 60, em igual número de extraçöes, pelo processo manual, no inverno. Outro grupo de 120 ofídios foram submetidos ao mesmo procedimento, porém no veräo. Verificaram que as maiores porcentagens de mortes após quatro extraçöes foram registradas no inverno pelo processo elétrico (35,59%). Quanto à produçäo do veneno, foi constatado que o maior rendimento ocorre no veräo pelo processo manual. A toxicidade foi aferida através da determinaçäo de DL50 em camundongos inoculados pela via intraperitoneal
Descritores: Venenos de Serpentes/toxicidade
Elapidae
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  10 / 81 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Wen, Fan Hui
Cardoso, Joäo Luiz Costa
Texto completo
Id: lil-347997
Autor: Wen, Fan Hui; Cardoso, João Luiz Costa; Málaque, Ceila Maria Sant'ana; França, Francisco Oscar Siqueira; Sant'anna, Sávio Estefanini; Fernandes, Wilson; Furtado, Maria de Fátima; Franco, Francisco Luiz; Albuquerque, Maria de Jesus; Kronca, Francisco José; Nalon, Marco Aurélio; Rúbio, Gisélia Burigo Guimarães; Silva, Emanuel Marques da; Leite, Júlio César Moura.
Título: Influência das alterações ambientais na epidemiologia dos acidentes ofídicos e na distribuição geográfica das serpentes de importância médica nos estados de São Paulo e Paraná: (Nota Prévia) / Ifluence of encvironmental changes in the epidemiology of snakebites and geographical distribution of snakes of medical importance in São Paulo and Paraná States, 1988-1987: (Previous Note)
Fonte: Inf. epidemiol. SUS;11(1):45-47, jan.-mar. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: A distribuição geográfica dos acidentes ofídicos e das serpentes de interesse médico guarda estreita correlação com a s mudanças na cobertura vegetal, decorrentes da expansão de fronteiras agrícolas, notadamente em São Paulo(SP) e Paraná(PR), onde o processo de ocupação da terra levou a uma transformação radical da paisagem natural. O objetivo deste trabalho foi realizar levantamento de série histórica sobre a ocorrência de acidentes e a distribuição das espécies de serpentes, levando em conta as alterações ocorridas na cobertura vegetal vegetal
Descritores: Mordeduras de Serpentes
Elapidae
Animais Venenosos
Acidentes Geográficos
Responsável: BR275.1 - Biblioteca



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde