Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.131 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 169 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 17 ir para página                         

  1 / 169 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1148294
Autor: Souza, Elen Regina Caceres de; Teodoro, Larissa Pereira Ribeiro; Tezolin, Thiara de Azevedo; Abot, Alfredo Raul; Torres, Francisco Eduardo; Pantaleão, Ariane de Andréa; Teodoro, Paulo Eduardo.
Título: Soil macrofauna in green manures preceding cotton growing / Macrofauna do solo em adubos verdes antecessoras ao cultivo do algodão
Fonte: Biosci. j. (Online);36(6):2229-2237, 01-11-2020. graf, tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: The objective of this work was to evaluate the abundance of the soil macrofauna in four green manure species, before the cotton crop. The experimental design was a randomized block design with four treatments: Mucuna pruriens (gray mucuna), Canavalia ensiformes (pork bean), Cajanus cajan (pigeon pea) and Crotalaria juncea (crotalaria). The macrofauna was captured by means of collections with collections using pitfall traps. The data were processed through the cluster analysis to verify the similarity among green manure species as to the occurrence of soil macrofauna. The orders Orthoptera, Coleoptera L (Larval), Hymenoptera and Coleoptera (adult), respectively, had the highest local relative abundance. There was a significant effect of the cover plants on the taxonomic groups and relative density of the soil macrofauna. Green manures were more determinant in the abundance and relative density of the soil macrofauna than the region climate. Up to 60 days after sowing the cotton crop, there was a beneficial influence of the green manures on the soil macrofauna.

Objetivou-se avaliar a abundância da macrofauna do solo em quatro espécies de adubos verdes, antecedendo a cultura do algodão. O experimento foi instalado na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - Unidade Experimental de Aquidauana, MS. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso com quatro tratamentos: Mucuna pruriens (mucuna cinza), Canavalia ensiformes (feijão de porco), Cajanus cajan (guandu anão)e Crotalaria juncea (crotalária) e quatro repetições.A macrofauna foi capturada por meio de coletas com armadilhas modelo Pitfall.Os dados foram processados mediantes a análise de agrupamento para verificar a similaridade entre as espécies de adubação verde quanto à ocorrência da macrofauna do solo.A maior abundância relativa local foram as ordens, Orthoptera, Coleoptera L (Larva), Hymenoptera e Coleoptera respectivamente. Houve efeito significativo das plantas de cobertura sobre os grupos taxonômicos e densidade relativa da macrofauna edáfica. Os adubos verdes foram mais determinantes na abundância e densidade relativa da macrofauna do solo que o clima da região. Até os 60 dias de implantação da cultura do algodão, houve influência benéfica dos adubos verdes sobre a população da macrofauna do solo.
Descritores: Artrópodes
Solo
Gossypium
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Amorim, Marinete
Texto completo
Id: biblio-1145886
Autor: Silva, Ademar Ferreira; Caetano, Rebecca Leal; Carriço, Cesar; Amorim, Marinete; Gazeta, Gilberto Salles; Pinto, Zeneida Teixeira.
Título: Rhizoglyphus echinopus (Acari: Acaridae) associated with Atta sexdens (Insecta: Formicidae) / Rhizoglyphus echinopus (Acari: Acaridae) associado a Atta sexdens (Insecta: Formicidae)
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e0692019, 2020. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Four deutonymphs of bulb mites (hypopus) from Rhizoglyphus echinopus (Fumouze & Robin) (Acari: Acaridae) were found attached to the head of Atta sexdens in Rio de Janeiro, Brazil. This mite species is commonly associated with ornamental plants and trees with bulbs, corms and tubers. The results of this study provided an insight into the phoretic relationship between mites and ants, indicating the role of the latter in the dispersion of the first. Despite the abundant and diverse mite fauna existing in ants, little is known about their diversity, biology, ecology and the nature of their associations.(AU)

Quatro deutoninfas de ácaros do bulbo (hipopus) da espécie Rhizoglyphus echinopus (Fumouze & Robin) (Acari: Acaridae) foram encontradas fixadas na cabeça de formigas da espécie Atta sexdens no Rio de Janeiro, Brasil. Essa espécie de ácaro está comumente associada a plantas ornamentais e plantas com bulbos e tubérculos. Os resultados desse estudo fornecem uma visão sobre a relação forética entre ácaros e formigas, indicando o papel destas últimas na dispersão dos primeiros. Apesar da abundância e da fauna diversa do ácaro em formigas, pouco se sabe sobre a diversidade, a biologia, a ecologia e a natureza dessa associação.(AU)
Descritores: Formigas
Bulbo
Ácaros
-Artrópodes
Pragas da Agricultura
Acaridae
Tubérculos
Insetos
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  3 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-619655
Autor: Colombo, Fabio Antonio.
Título: Detecção de RNA de Leischmania(Leishmania) infantum chagasi em pulgas e carrapatos coletados de cães naturalmente infectados e padronização de uma PCR em tempo real para diagnóstico e diferenciação de espécies de Leishmania / Detection of RNA of Leishmania(Leishmania) infantum chagasi in fleas and ticks collected from naturally infected dogs and standardization of a real-time PCR for diagnois and differentiation of leishmana species.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. [100] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós Graduação em Ciências para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A leishmaniose visceral americana (LVA) é um sério problema de saúde pública. No período de 2003 a 2009 foram registrados no Brasil mais de 34 mil casos de leishmaniose visceral. Até a década de 80, a maioria dos casos concentrava-se em áreas rurais dos municípios. Esse perfil mudou e vários casos são notificados nas áreas urbanas. No Estado de São Paulo a doença é autóctone desde 1998. A partir de 2003 foram registrados também casos autóctones caninos nas redondezas da região metropolitana de São Paulo. Uma das formas de se avaliar a propagação da infecção é o estudo dos transmissores. Embora Lutzomyia longipalpis seja uma espécie prevalente em zonas urbanas, tem sido a única responsável pela transmissão na área urbana dos municípios da região Oeste do Estado. Contudo, na Região Metropolitana de São Paulo a sua presença ainda não foi detectada. Este fenômeno leva a supor que outra espécie de flebotomíneos ou outros ectoparasitas de cães como os carrapatos Rhipicephalus sanguineus e as pulgas Ctenocephalides felis felis possam estar envolvidos na transmissão da LVA. Este estudo mostra que os cães estão densamente infestados por pulgas e carrapatos em todos os estádios evolutivos. Além disso, material genético positivo para L. (L.) infantum chagasi, foi encontrado no interior desses ectoparasitas com uma positividade variando de 53,1% nas pulgas a 77,7% nas ninfas, inclusive após a ecdise de ninfa para o estádio adulto sugerindo a capacidade dos carrapatos de preservar parasitas vivos. Com a utilização da PCR em tempo real, foi possível quantificar o DNA presente no interior dos ectoparasitas. A PCR em tempo real single se mostrou eficiente na detecção de espécies do subgênero Leishmania e com a PCR multiplex foi possíveldiferenciar entre as espécies dos subgênero Viannia e as do complexodonovani. O marcador molecular (CY5) da PCR em tempo real multiplex foicapaz detectar todas as espécies de Leishmania spp analisadas sendo útilpara detectar...
Descritores: Artrópodes
Leishmaniose Visceral
RNA Mensageiro
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
-Carrapatos
Sifonápteros
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, C718d, 2012


  4 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1117635
Autor: Boscardin, Jardel; Costa, Ervandil Côrrea; Fleck, Marciane Danniela; Silva, Jéssica Maus da; Schoeninger, Karine; Delabie, Jacques Hubert Charles.
Título: Arthropods associated with young orchard of pecan in southern Brazil / Artrópodes associados a um plantio jovem de nogueira-pecã no sul do Brasil
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e0382019, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: A produção mundial de noz-pecã Carya illinoinensis (Juglandaceae) é liderada pelos Estados Unidos. No Brasil, em especial no Rio Grande do Sul, houve uma expansão da área plantada com a cultura nos últimos anos. No entanto, faltam pesquisas relacionadas à entomofauna associada à noz-pecã, bem como práticas culturais que auxiliem no Manejo Integrado de Pragas, mesmo havendo uma expansão da cultura. Assim, o presente estudo objetivou avaliar a fauna de artrópodes na copa de plantas de C. illinoinensis, submetido a diferentes manejos de solo, em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para tanto, utilizou-se delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco blocos e quatro tratamentos: plantio em cova pequena, com 20 × 60 cm (Sp); utilização de subsolador mais grade niveladora e cova pequena (Ssp); utilização de enxada rotativa e cova pequena (Tsp); e plantio em cova grande, com 40 × 60 cm (Lp). De novembro de 2014 a maio de 2015, foram coletadas 7.617 espécimes nas copas de árvores jovens de nogueira-pecã. Foram identificados 150 grupos taxonômicos, sendo Coleoptera a ordem com maior riqueza de espécies. Monellia caryella (Hemiptera: Aphididae) apresentou elevada densidade. Foram registrados os inimigos naturais himenópteros parasitoides e Coccinellidae. Conclui-se que a artropodofauna em copas de plantas jovens de nogueira-pecã apresenta diversidade similar entre os tratamentos e predomínio de M. caryella nas áreas avaliadas.(AU)

World production of pecan Carya illinoinensis (Juglandaceae) is led by the United States. In Brazil, especially in the Rio Grande do Sul State, there has been an expansion of the planted area in recent years. Despite this expansion of pecan culture, there is a lack of research on entomofauna associated with pecan and on cultural practices which aids in Integrated Pest Management. This study aimed to evaluate the arthropod fauna in the canopies of C. illinoinensis trees grown under different soil management practices in Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil. A randomized design was used with five blocks and four treatments: planting in small pits of 20 × 60 cm (Sp) using a subsoiler with a leveling grader/shank, planting in small pits (Ssp) using a rotary tiller (Tsp), and planting in large pits of 40 × 60 cm (Lp). A total of 7,617 specimens were collected from November 2014 to May 2015 from the young pecan canopies. Among the 150 taxonomic groups identified, Coleoptera was the most taxonomically rich order. The blackmargined aphid Monellia caryella (Hemiptera: Aphididae) had the greatest abundance. Hymenopteran parasitoids and Coccinellidae spp. were among the natural pest enemies detected. We conclude that the arthropod fauna found in the young pecan canopies is similarly diverse among the different soil managements, with a predominance of pest species M. caryella in all the evaluated areas.(AU)
Descritores: Artrópodes
Carya
-Controle de Pragas
Entomologia
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  5 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-962050
Autor: Ambrozim, Fabiana Mendonça; Pezzin, Josiane; Gradella, Débora Barreto Teresa; Souza, Marco Antônio Andrade de So.
Título: Enteroparasites in vegetables marketed in an ancient Brazilian city / Enteroparásitos en verduras comercializadas en una antigua ciudad de Brasil
Fonte: Rev. salud pública;19(5):635-640, sep.-oct. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To assess contamination by enteroparasites in raw vegetables consumed in the city of São Mateus, Espírito Santo, Brazil. Material and Methods Samples of lettuce (Lactuca sativa) and parsley (Petrosolium sativum) were collected from six popular establishments, such as supermarkets and street markets. The obtained material was analyzed, after washing, by the spontaneous sedimentation method in the Clinical Analysis Laboratory of the Federal University of Espírito Santo, São Mateus Campus. Results From a total of 120 analyzed samples, 71 (59 %) had one or more parasitic contaminants. Lettuce samples had a contamination rate of 78.3 %, and parsley samples of 40 %. Conclusions The results show that the vegetables consumed in the city had protozoa, helminths and arthropods, which points to the need for implementing hygienic-sanitary measures in production, handling and transportation of these vegetables.(AU)

RESUMEN Objetivo Evaluar la contaminación por enteroparásitos de verduras consumidas crudas, vendidas en la ciudad de São Mateus, Espírito Santo, Brasil. Materiales y Métodos Se recolectaron muestras de lechuga (Lactuca sativa) y perejil (Petrosolium sativum) de seis establecimientos populares, como supermercados y mercados callejeros y se analizó el material obtenido, luego del lavado, mediante el método de sedimentación espontánea en el Laboratorio de Análisis Clínicos de la Universidad Federal de Espírito Santo, campus de São Mateus. Resultados De un total de 120 muestras analizadas, 71 (59 %) tenían uno o más contaminantes parasitarios. Las muestras de lechuga tenían una tasa de contaminación del 78,3 % y muestras de perejil, 40 %. Conclusión Los resultados muestran que las verduras consumidas en la ciudad tenían protozoos, helmintos y artrópodos, lo que indica la necesidad de adoptar medidas higiénico-sanitarias en la producción, manejo y transporte de estos vegetales.(AU)
Descritores: Artrópodes
Verduras/parasitologia
Contaminação de Alimentos/análise
Parasitologia de Alimentos
Helmintos
-Manejo de Espécimes/instrumentação
Brasil
Sedimentação/métodos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-839158
Autor: Moreira-de-Sousa, C; Iamonte, M; Fontanetti, C S.
Título: Midgut of the diplopod Urostreptus atrobrunneus: structure, function, and redefinition of hepatic cells / Intestino médio do diplópodo Urostreptus atrobrunneus: estrutura, função e redefinição das células hepáticas
Fonte: Braz. j. biol;77(1):132-139, Jan-Mar. 2017. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Abstract Diplopods are considered important macroarthropods the soil as part of its maintenance and balance. These animals usually do not occur in high densities, but population explosions caused by environmental disturbances, climate changes, and use of pesticides that eliminate possible competitors, have been reported. The millipede Urostreptus atrobrunneus Pierozzi and Fontanetti, 2006 have become a nuisance to humans in infestation sites in urban centers of the state of Sao Paulo, Brazil. As a contribution to the understanding of this potential pest, this study describes the histology, histochemistry, and ultrastructure of the U. atrobrunneus midgut, and presents the redefinition of hepatic cells somewhat controversial in the literature. The region of the midgut is characterized by the absence of a cuticular intima, and composed of a pseudostratified epithelium on a thick basal membrane, followed by a muscle layer, a layer of hepatic cells, lined by an external membrane. The morphology observed in U. atrobrunneus is similar to that reported for other species of diplopods. The hepatic cells have been previously described as randomly without forming a layer, however, the present results clearly demonstrate that these cells form a continuous layer over the whole midgut.

Resumo Diplópodos são considerados importantes macro-artrópodes do solo, uma vez que participam de sua manutenção e equilíbrio. Comumente estes animais não apresentam população numerosa, porém há relatos de explosões populacionais ocasionadas por desequilíbrios ambientais, mudanças climáticas e utilização de pesticidas que eliminam possíveis competidores. O milípede Urostreptus atrobrunneus Pierozzi e Fontanetti, 2006, têm apresentado pontos de infestação em centros urbanos, do estado de São Paulo, Brasil, causando muitos transtornos à população humana. Com objetivo de contribuir para o conhecimento desta potencial praga, este trabalho apresenta a descrição histológica, histoquímica e ultra-estrutural do intestino médio do milípede U. atrobrunneus, bem como apresenta a redefinição das células hepáticas, um tanto controversa na literatura pertinente. A região do intestino médio é caracterizada pela ausência da íntima cuticular, sendo formado por um epitélio pseudoestratificado, apoiado por uma membrana basal espessa, seguido de uma camada muscular, uma camada de células hepáticas, revestido por uma membrana externa. A morfologia observada neste trabalho assemelha-se bastante com as descrições de outras espécies de diplópodos estudadas até o momento. As células hepáticas foram previamente descritas como dispostas aleatoriamente sem a formação de uma camada, contudo, os presentes resultados demonstram claramente que estas células formam uma camada contínua ao longo de todo o intestino médio.
Descritores: Artrópodes/anatomia & histologia
Hepatócitos/citologia
Trato Gastrointestinal/anatomia & histologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-984008
Autor: Nunes, L A P L; Araújo, A S F; Pessoa, M M C; Sousa, R S; Silva, J D C; Matos-Filho, C H A.
Título: Edaphic fauna in a vegetation gradient in the Sete Cidades National Park / Fauna edáfica em um gradiente vegetacional no Parque Nacional de Sete Cidades
Fonte: Braz. j. biol;79(1):45-51, Jan.-Mar 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The vegetation physionomy and cover can show patterns of diversity and composition of the edaphic community, depending on the quantity and quality of litter in a specific habitat. The objective of this study was to evaluate the effect of the vegetation gradient formed by Graminoid Field (GRF), Cerrado Sensu Stricto (CSS), Cerradão (CRD) and Semideciduous Seasonal Forest (SSF) on density, diversity and composition of the edaphic fauna community in two seasons of the year, in the Sete Cidades National Park (Piauí state). For fauna sampling, a total of eight pitfall traps, distanced 10 m, were placed in each area in the central part of each system, where they remained for seven days. In the wet period, there was a tendency to increase the number of individuals as a function of the complexity of the vegetation formation, with the inverse occurring in the dry period. It was verified an environmental variation of the climatic factors temperature and humidity according to the vegetal formation, contributing to a heterogeneous distribution of the fauna. The GRF formation presented a significantly lower value of average richness only in the dry period. Regarding the variables of diversity and uniformity, they did not show drastic variations in relation to the vegetation gradient studied. The dominant groups in the vegetation gradient were Formicidae, Coleoptera, Aranae, Acari and Collembola, with reduction of the number of Coleoptera in the dry season. Principal component analysis (PCA) revealed greater differences in the composition of the communities between the vegetation formations for the rainy season. At this time, the formations SSF and CRD were associated to a greater diversity of invertebrates than CSS and GRF, demonstrating the influence of the vegetation complexity on the soil fauna community.

Resumo A fisionomia e cobertura vegetal podem mostrar padrões de diversidade e composição da comunidade edáfica, em função da quantidade e qualidade da serapilheira em determinado habitat específico. O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito do gradiente vegetacional formado por Campo Graminóide (CGR), Cerrado Sensu Stricto (CSS), Cerradão (CRD) e Floresta Estacional Semidecídua (FES) sobre a densidade, diversidade e composição da comunidade da fauna edáfica em duas épocas do ano do Parque Nacional de Sete Cidades (PI). Para amostragem da fauna foram colocadas um total de oito armadilhas do tipo Pit-fall, distanciadas por 10 m, em cada área na parte central de cada sistema, onde permaneceram por sete dias. No período úmido houve uma tendência a aumento do número de indivíduos conforme a complexidade da formação vegetal e o inverso ocorreu no período seco. Verificou-se uma variação ambiental dos fatores climáticos temperatura e umidade conforme a formação vegetal contribuindo para uma distribuição heterogênea da fauna. Apenas no período seco a formação CGR apresentou valor significativamente menor de riqueza média. Em relação às variáveis de diversidade e uniformidade não apresentaram variações drásticas em relação ao gradiente vegetacional estudado. Os grupos dominantes no gradiente vegetacional foram Formicidae, Coleoptera, Aranae, Acari e Collembola, com redução do número de Coleoptera na época seca. Pela análise de componentes principais (ACP) constatou-se maiores diferenças na composição das comunidades entre as formações vegetais para o período chuvoso. Nesta época, as formações vegetais os estádios FES e CRD estiveram associados a uma maior diversidade de invertebrados do que CSS e CGR, demonstrando influência da complexidade vegetacional sobre a comunidade da fauna do solo.
Descritores: Artrópodes/fisiologia
Florestas
Pradaria
Biodiversidade
-Artrópodes/classificação
Estações do Ano
Solo
Brasil
Densidade Demográfica
Parques Recreativos
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Id: lil-657803
Autor: Abrantes Jardim, Gabriela; Lourenço Dumas, Leandro.
Título: A new species of the genus Alterosa (Trichoptera: Philopotaminae) from Southeastern Brazil
Fonte: Rev. biol. trop;60(2):577-580, June 2012. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Philopotamidae is a large caddisfly family with 20 extant genera comprising about 1 000 described species worldwide. Alterosa contains 22 described species distributed in South and Southeastern Brazil. Adults of the genus are very similar in general structure, but are remarkable for their wide variation in male genitalic morphology. The specimens were collected with Pennsylvania light traps and preserved in 80% ethanol. Alterosa nessimiani sp. nov. is described and figured from male specimens collected in streams of Rio de Janeiro state, Southeastern Brazil. The new species is closely related to A. jordaensis Blahnik 2005, from which it can be distinguished by the presence of two spines on the intermediate appendages and by the shape of tergum X. Rev. Biol. Trop. 60 (2): 577-580. Epub 2012 June 01.

Philopotamidae es una familia grande de tricópteros la cual está actualmente compuesta por 20 géneros y cerca de 1 000 especies descritas en todo el mundo. El género Alterosa posee 22 especies descritas y están distribuidas en el sur y sureste de Brasil. Los adultos del género son muy similares en su estructura general, pero se diferencian por su amplia variación presente en la morfología de la genitalia masculina. Los ejemplares fueron recolectados en trampas luminosas Pennsylvania y conservados en etanol al 80%. Alterosa nessimiani sp. nov. es descrita e ilustrada basada en ejemplares machos recolectados en el estado de Río de Janeiro, sureste de Brasil. La nueva especie es similar a A. jordaensis Blahnik, 2005, pero puede ser diferenciada por la presencia de dos espinas en los apéndices intermediarios y por la forma del tergo X.
Descritores: Artrópodes/anatomia & histologia
Genitália Masculina/anatomia & histologia
Insetos/anatomia & histologia
-Brasil
Insetos/classificação
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 169 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lacerda, Rúbia Aparecida
Id: lil-268089
Autor: Costa, Márcia Jhones.
Título: Controle de animais sinantrópicos: artrópodes e roedores / Control of the syantropic animals: arthropods and rodents
Fonte: In: Fernandes, Antonio Tadeu; Fernandes, Maria Olívia Vaz; Ribeiro Filho, Nelson; Graziano, Kazuko Uchikawa; Cavalcante, Nilton José Fernandes; Lacerda, Rúbia Aparecida. Infecçäo hospitalar e suas interfaces na área da saúde. Säo Paulo, Atheneu, 2000. p.1201-7, ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Roedores
Transmissão de Doença Infecciosa
Animais
Artrópodes
Controle de Infecções
Infecção Hospitalar
-Controle de Pragas
Limites: Humanos
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WX167, F391i, 2000,v.2


  10 / 169 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-384848
Autor: Battirola, Leandro Dênis; Marques, Marinêz Isaac; Adis, Joachim; Brescovit, Antonio Domingos.
Título: Aspectos ecológicos da comunidade de Araneae (Arthropoda, Arachnida) em copas da palmeira Attalea phalerata Mart. (Arecaceae) no Pantanal de Poconé, Mato Grosso, Brasil / Ecological aspects of a community of Araneae (Arthropoda, Arachnida) at the canopy of the palm Attalea phalerata Mart. (Arecaceae) in the Pantanal of Pocon a, Mato Grosso, Brazil
Fonte: Rev. bras. entomol;48(3):421-430, jul.-set. 2004. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Seis palmeiras de Attalea phalerata foram amostradas durante a fase aquática (cheia) no Pantanal de Mato Grosso (fevereiro/2001), utilizando-se a metodologia de nebulização de copas "canopy fogging". Este estudo objetivou avaliar a composição, distribuição espacial, guildas comportamentais, biomassa e sazonalidade da comunidade de Araneae em copas dessa palmeira que forma adensamentos monodominantes, típicos nessa região. Um total de 1326 aranhas foram coletadas em 99 m² de área amostral (13,4 + 8,2 indivíduos/m²), representando 20 famílias, sendo Salticidae e Araneidae as mais abundantes. A biomassa total de 704 aranhas em três palmeiras correspondeu a 0.6172 mg de peso seco (0,0123+ 0,04 mg/m²). Dez guildas comportamentais demonstraram a coexistência de diferentes espécies em um mesmo habitat. Representantes de Salticidae, Oonopidae e Ctenidae dominaram entre as caçadoras, e Araneidae e Dictynidae, dentre as tecelãs. A análise de distribuição espacial demonstrou que a maior abundância de aranhas ocorreu na região central da copa, provavelmente devido à quantidade de recursos disponíveis nesse local. A comparação desses resultados com aqueles obtidos durante o período de seca, demonstra diferenças sazonais influenciadas pelo pulso de inundação, principalmente com relação à composição das famílias amostradas entre os períodos de seca e cheia.
Descritores: Arecaceae/parasitologia
Artrópodes/anatomia & histologia
Artrópodes/classificação
Artrópodes/fisiologia
-Brasil
Ecologia
Interações Hospedeiro-Parasita
Limites: Animais
Responsável: BR3.1 - Biblioteca Central



página 1 de 17 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde