Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.131.365.640 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1041013
Autor: Musharrafieh, Umayya; Hamadeh, Gracia; Touma, Anthony; Fares, Jawad.
Título: Nasopharyngeal linguatulosis or halzoun syndrome: clinical diagnosis and treatment
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);64(12):1081-1084, Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY Halzoun syndrome, also known as nasopharyngeal linguatulosis, is a rare entity that is mostly prevalent in Eastern Mediterranean countries. The consumption of raw ovine liver and lymph nodes infested with Linguatula serrata nymphs remains a major cause of the nasopharyngeal symptoms and discomfort associated with the disease. Halzoun syndrome is a clinical diagnosis based on history and presentation. Treatment of this disease is still debated; however, our experience reveals that alcohol gargle can be a good option. Proper counselling on the hazards of eating raw liver in endemic areas is needed. Moreover, physicians should be aware of the sequence of events in the disease in order not to delay or miss the diagnosis. This communication presents a rare Lebanese case of Halzoun syndrome that offers medical implications in the clinical diagnosis and treatment of the nasopharyngeal symptoms of this syndrome, with a review of the literature.

RESUMO Esta comunicação apresenta um caso libanês raro de síndrome de Halzoun que oferece implicações médicas no diagnóstico clínico e no tratamento dos sintomas nasofaríngeos desta síndrome, com uma revisão da literatura. A síndrome de Halzoun, também conhecida como linguatulose nasofaríngea, é uma entidade rara predominante nos países do Mediterrâneo Oriental. O consumo de linfonodos ovinos e linfáticos ovinos infestados com ninfas Linguatula serrata continua a ser uma das principais causas dos sintomas nasofaríngeos e do desconforto associado à doença. A síndrome de Halzoun é um diagnóstico clínico baseado na história e na apresentação. O tratamento dessa doença ainda é debatido; no entanto, nossos resultados revelam que o gargarismo de álcool pode ser uma boa opção. É necessário um aconselhamento adequado sobre os perigos de comer fígado cru em áreas endêmicas. Além disso, os médicos devem estar cientes da sequência de eventos na doença, a fim de não atrasar ou perder o diagnóstico.
Descritores: Doenças Parasitárias/parasitologia
Nasofaringite/parasitologia
Pentastomídeos
Doenças Transmitidas por Alimentos/parasitologia
-Doenças Parasitárias/diagnóstico
Doenças Parasitárias/tratamento farmacológico
Nasofaringite/diagnóstico
Nasofaringite/tratamento farmacológico
Doenças Transmitidas por Alimentos/diagnóstico
Doenças Transmitidas por Alimentos/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Animais
Feminino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-983995
Autor: Silva, E G; Santos, M E P; Brito, S V; Almeida, W O; Ribeiro, S C.
Título: Raillietiella mottae (Pentastomida: Raillietiellidae) infecting Ameiva ameiva (Squamata: Teiidae) in Araripe Plateau, Northeast Brazil / Raillietiella mottae (Pentastomida: Raillietiellidae) infectando Ameiva ameiva (Squamata: Teiidae) na Chapada do Araripe, Nordeste, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;79(1):100-103, Jan.-Mar 2019.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . CAPES.
Resumo: Abstract We investigated the infection by pulmonary parasites in the lizard Ameiva ameiva (Teiidae) inhabiting the Environmental Protection Area of Araripe (APA-Araripe). A total of 45 specimens were collected in three areas between the cities of Várzea Alegre and Barbalha. A Pentastomid species (Raillietiella mottae) was parasitizing (nine specimens) a male of A. ameiva with a prevalence of 2.22% considering all lizards collected in the region and prevalence of 50% considering only rainforest environment. The Pentastomids infection rates shown in this study are similar to data found for infections of other insectivorous lizards. Raillietiella mottae is considered a generalist parasite, which uses insects as intermediate hosts. The results of this study represent the first record of a Pentastomid infecting this species of lizard in South America.

Resumo Neste estudo investigamos a infecção por parasitas pulmonares no lagarto teiídeo Ameiva ameiva (Teiidae) habitando a Área de Proteção Ambiental do Araripe - APA Araripe. Um total de 45 espécimes foram coletados em três áreas entre os municípios de Várzea Alegre e Barbalha. Uma espécie de pentastomida (Raillietiella mottae) estava parasitando (nove espécimes) um macho de A. ameiva com uma prevalência de 2,22%, considerando todos os lagartos da região, e uma prevalência de 50% considerando apenas a floresta úmida. A taxa de infecção por pentastomídeos demonstrado no presente estudo é semelhante aos dados de infecção encontrados para outros lagartos insetívoros. Raillietiella mottae é considerado um parasita generalista, que usa insetos como hospedeiros intermediários. O resultado do presente estudo representa o primeiro registro de um pentastomídeo infectando lagartos do gênero Ameiva na América do Sul.
Descritores: Doenças Parasitárias em Animais/epidemiologia
Pentastomídeos/fisiologia
Lagartos
Pneumopatias Parasitárias/veterinária
-Doenças Parasitárias em Animais/parasitologia
Brasil/epidemiologia
Prevalência
Pneumopatias Parasitárias/parasitologia
Pneumopatias Parasitárias/epidemiologia
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-768203
Autor: Alvarado, G.; Sánchez-Monge, A..
Título: First record of Porocephalus cf. clavatus (Pentastomida: Porocephalida) as a parasite on Bothrops asper (Squamata: Viperidae) in Costa Rica / Primeiro registro de Porocephalus cf. clavatus (Pentastomida: Porocephalida) como um parasita em Bothrops asper (Squamata: Viperidae) na Costa Rica
Fonte: Braz. j. biol;75(4):854-858, Nov. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CIEMIC.
Resumo: Abstract Pentastomids are parasites that infect respiratory cavities of vertebrates, they are pretty common but poorly known in wildlife veterinary. A Bothrops asper snake (Garman, 1884) was captured in the Caribbean region of Costa Rica and had its lung infested with pentastomids, identified as ca Porocephalus clavatus (Wyman, 1845). This represents the first record of Porocephalus (Humboldt, 1812) on B. asper as well as P. cf. clavatus in Costa Rica. Further studies are needed to clarify their taxonomic position, images and scanning electron microscopy photographs (SEM) of the specimens are given.

Resumo Pentastomídeos sâo parasitas que infectam as cavidades respiratórias dos vertebrados, eles são bastante comuns, mas pouco conhecido nos animais silvestres. Uma Bothrops asper (Garman, 1884) foi capturada na região do Caribe da Costa Rica e teve seu pulmão infestado de pentastomídeos, identificados como ca Porocephalus clavatus (Wyman, 1845). Isto representa o primeiro registro de Porocephalus (Humboldt, 1812) em B. asper, assim como P. cf. clavatus na Costa Rica. Mais estudos detalhados são necessários para esclarecer sua posição taxonómica. Imagens e fotografias de microscopia electrónica de varredura (MEV) dos espécimes são dadas.
Descritores: Bothrops
Doenças Parasitárias em Animais/parasitologia
Pentastomídeos/fisiologia
-Distribuição Animal
Costa Rica
Interações Hospedeiro-Parasita
Microscopia Eletrônica de Varredura
Pentastomídeos/classificação
Pentastomídeos/ultraestrutura
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732312
Autor: Sousa, JGG; Brito, SV; Ávila, RW; Teles, DA; Araujo-Filho, JA; Teixeira, AAM; Anjos, LA; Almeida, WO.
Título: Helminths and Pentastomida of two synanthropic gecko lizards, Hemidactylus mabouia and Phyllopezus pollicaris, in an urban area in Northeastern Brazil / Helmintos e pentastomídeos de dois lagartos sinantrópicos, Hemidactylus mabouia e Phyllopezus pollicaris, de uma area urbana da região Nordeste do Brasil
Fonte: Braz. j. biol;74(4):943-948, 11/2014. tab.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.
Resumo: Helminths and pentastomids were examined in exotic Hemidactylus mabouia and native Phyllopezus pollicaris lizards, living synanthropically in an urban area in the municipality of Crato, Ceará state, northeastern Brazil. A total of 194 lizards were collected, being 76 specimens of H. mabouia e 118 specimens of P. pollicaris. Six parasite species were found infecting H. mabouia: the cestode Oochoristica sp., the nematodes Parapharyngodon sceleratus, Physaloptera retusa, Physalopteroides venancioi, and Spauligodon oxkutzcabiensis and the pentastomid Raillietiella mottae; while four parasite species were found associated with P. pollicaris: Oochoristica sp., P. sceleratus, P. retusa, and S. oxkutzcabiensis. Three new host records were reported: P. retusa infecting H. mabouia and P. retusa and Oochoristica sp. infecting P. pollicaris. About 75% of the parasites species found were shared by both lizards. Moreover, H. mabouia showed greater diversity than P. pollicaris (6 versus 4 species), while P. pollicaris had higher intensity of infection than H. mabouia (1536 versus 121 specimens).

Helmintos e pentastomídeos foram analisados em lagartos exóticos Hemidactylus mabouia e nativos Phyllopezus pollicaris, vivendo sinantropicamente em uma área urbana da cidade de Crato, Estado do Ceará, Nordeste do Brasil. Foram coletados 194 lagartos, sendo 76 espécimes de H. mabouia e 118 de P. pollicaris. Seis espécies de parasitas foram encontradas infectando H. mabouia: Oochoristica sp., Parapharyngodon sceleratus, Physaloptera retusa, Physalopteroides venancioi, Spauligodon oxkutzcabiensis e Raillietiella mottae; enquanto em P. pollicaris foram encontradas quatro espécies: Oochoristica sp., P. sceleratus, P. retusa, and S. oxkutzcabiensis. Três novos registros de hospedeiros são reportados: P. retusa em H. mabouia e Oochoristica sp. e P. retusa infectando P. pollicaris. Cerca de 75% dos parasitas encontrados foram compartilhados pelas espécies de lagartos. Ainda, H. mabouia apresentou maior diversidade de parasitas do que P. pollicaris (6 espécies versus 4), enquanto P. pollicaris possui maior intensidade de infecção media do que H. mabouia (1.536 versus 121).
Descritores: Helmintíase Animal/parasitologia
Helmintos/classificação
Lagartos/parasitologia
Pentastomídeos/classificação
-Brasil
Helmintos/isolamento & purificação
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tortelly, Rogerio
Texto completo
Id: lil-730547
Autor: Cardoso, Adriana Maciel de C; Souza, Alex Junior S. de; Menezes, Rodrigo C; Pereira, Washington L. A; Tortelly, Rogério.
Título: Lesões pulmonares associadas ao parasitismo por Sebekia oxycephala (Pentastomida) em jacarés-açu (Melanosuchus niger Spix, 1825) oriundos de vida livre na Amazônia brasileira / Pulmonary lesions associated with parasitism by Sebekia oxycephala (Pentastomida) in free-ranging Black caimans (Melanosuchus niger Spix, 1825) from the Brazilian Amazon
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;34(10):1002-1006, out. 2014. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo objetivou descrever as lesões pulmonares macro e microscópicas associadas ao parasitismo por Sebekia oxycephala em 100 espécimes de jacarés-açu (Melanosuchusniger), abatidos na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, situada no Estado do Amazonas, Brasil. Durante a avaliação macroscópica, exemplares dos parasitos encontrados no tecido pulmonar foram coletados individualmente em AFA (Álcool etílico - Formalina - Ácido acético glacial) e formol a 5% para avaliação parasitológica e classificação taxonômica. Amostras de tecido pulmonar de todos os animais, independentemente da ocorrência de lesões macroscópicas, foram fixadas em formol 10% e incluídas em parafina. Secções histológicas coradas por Hematoxilina-Eosina destas amostras foram avaliadas por meio de microscopia óptica. Macroscopicamente, 4 dos 100 animais (4%) apresentaram espécimes de pentastomídeos no parênquima pulmonar. Os parasitos foram classificados taxonomicamente como pertencentes à espécie Sebekia oxycephala. Nenhuma alteração macroscópicas foi observada, porém, microscopicamente, lesões pulmonares foram encontradas em 37% dos casos, sendo que, lesões inflamatórias associadas ao parasitismo corresponderam a 75,6% dos mesmos (28/37). Nestes, segmentos degenerados e ovos de S. oxycephala encontravam-se envolvidos por cápsula de tecido conjuntivo fibroso e infiltrado inflamatório predominantemente composto por células gigantes do tipo corpo estranho. Três espécimes apresentaram espessamento de septos alveolares e sete exemplares continham infiltrado inflamatório granulocítico multifocal no parênquima pulmonar. As lesões associadas ao parasitismo, de modo geral, apresentaram intensidade discreta e parecem não representar uma causa importante de doença pulmonar entre a população estudada. Esta é a primeira descrição de lesões pulmonares em M. niger associadas ao parasitismo por S. oxycephala na Amazônia brasileira.

The goal of this study was to describe gross and microscopic lung lesions associated with the parasitism by Sebekia oxycephala between 100 specimens of black caiman (Melanosuchus niger) slaughtered in the Mamirauá Sustainable Development Reserve, situated in the Amazonas State, Brazil. During the macroscopic evaluation, specimens of parasites found in the lung tissue were collected individually in AFA (ethyl alcohol - formalin - glacial acetic acid) and 5% formalin for parasitological evaluation and taxonomic classification. Lung tissue samples of all the animals, regardless of the occurrence of gross lesions, were fixed in 10% formalin and embedded in paraffin. Histological sections obtained from the samples stained by Hematoxylin-Eosin were evaluated by light microscopy. Grossly, 4 of the 100 animals (4%) presented pentastomid specimens in the lung parenchyma. These parasites were taxonomically classified as Sebekia oxycephala. No macroscopic alterations were observed, however microscopically pulmonary lesions were found in 37% of the cases, and inflammatory lesions associated with the parasitism corresponded to 75.6% of them (28/37). In these cases, degenerate segments and eggs of S. oxycephala were surrounded by a fibrous capsule and inflammatory infiltrate composed predominantly by foreign body giant cells. Three specimens exhibited thickening of the alveolar septa and seven specimens presented multifocal inflammatory granulocytic infiltration in the lung parenchyma. Generally, the associated parasitic lesions had mild intensity and did not appear to represent an important cause of lung disease in the studied population. This is the first description of lung lesions in M. niger associated with parasitism by S. oxycephala in the Brazilian Amazon.
Descritores: Jacarés e Crocodilos/parasitologia
Pentastomídeos
Pulmão/fisiopatologia
-Adesão Celular
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-689850
Autor: Avila, RW.; Morais, DH.; Anjos, LA.; Almeida, WO.; Silva, RJ..
Título: Endoparasites infecting the semiaquatic coral snake Micrurus surinamensis (Squamata: Elapidae) in the southern amazonian region, Mato Grosso state, Brazil / Endoparasitas infectando a coral semiaquática Micrurus surinamensis (Squamata: Elapidae) no sul da Amazônia, Mato Grosso, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;73(3):645-647, ago. 2013. tab.
Idioma: en.
Resumo: A parasitological survey was conducted in specimens of the semiaquatic coral snake Micrurus surinamensis, a poorly known South American elapid. Four specimens collected at the southern Amazon region in the Brazilian state of Mato Grosso were analyzed for endoparasites. Three parasite species were recovered from the snake hosts: the pentastomid Sebekia oxycephala, the nematode Physaloptera sp. and the trematode Opisthogonimus lecithonotus. This represents new locality and host record for S. oxycephala and O. lecithonotus.

Um estudo parasitológico foi conduzido em espécimes da cobra coral semiaquática Micrurus surinamensis, espécie de elapídeo sulamericano pouco conhecida. Quatro exemplares coletados na região sul da Amazônia, no norte do estado de Mato Grosso foram analisados quanto a presença de endoparasitas. Três espécies de parasitas foram encontradas: o pentastomídeo Sebekia oxycephala, o nematódeo Physaloptera sp. e o trematódeo Opisthogonimus lecithonotus. Isso representa novo registro de localidade e hospedeiro para S. oxycephala e O. lecithonotus.
Descritores: Elapidae/parasitologia
Nematoides/isolamento & purificação
Pentastomídeos
Doenças Parasitárias em Animais/parasitologia
Trematódeos/isolamento & purificação
-Brasil
Limites: Animais
Feminino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-660391
Autor: Ribeiro, SC.; Ferreira, FS.; Brito, SV.; Teles, DA.; Ávila, RW.; Almeida, WO.; Anjos, LA.; Guarnieri, MC..
Título: Pulmonary infection in two sympatric lizards, Mabuya arajara (Scincidae) and Anolis brasiliensis (Polychrotidae) from a cloud forest in Chapada do Araripe, Ceará, Northeastern Brazil / Infecção pulmonar em dois lagartos simpátricos, Mabuya arajara (Scincidae) e Anolis brasiliensis na mata-úmida da Chapada do Araripe, Ceará, Nordeste do Brasil
Fonte: Braz. j. biol;72(4):929-933, Nov. 2012.
Idioma: en.
Projeto: Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: The parameters of infection by lung parasites from two sympatric lizards, Mabuya arajara and Anolis brasiliensis, from the Atlantic Rainforest of the lower slope of Chapada do Araripe in Northeastern Brazil were analyzed between September, 2009 and July, 2010. A total of 202 lizards were collected. 125 specimens were from Mabuya arajara and 77 from Anolis brasiliensis. M. arajara was infected by the pentastomid Raillietiella mottae while A. brasiliensis was infected by the nematode Rhabdias sp., with an overall prevalence of 1.6% and 28.6%, respectively. The mean intensity of infection by Rhabdias sp. was 3.63 ± 2.58 (range 1-15). The body size and sex of lizards did not influence the intensity of infection by Rhabdias sp. The overall prevalence was also not different between males and females hosts in A. brasiliensis. Both Anolis brasiliensis and Mabuya arajara represent a new host to Rhabdias sp. and Raillietiella mottae, respectively.

Os parâmetros de infecção por parasitas pulmonares em dois lagartos simpátricos, Mabuya arajara e Anolis brasiliensis, da floresta úmida da encosta da Chapada do Araripe, Nordeste do Brasil, foram analisados entre setembro de 2009 e julho de 2010. Um total de 202 lagartos foi coletado, sendo 125 espécimes de Mabuya arajara e 77 de Anolis brasiliensis. M. arajara estava infectado pelo pentastomídeo Raillietiella mottae, enquanto A. brasiliensis apresentava infecção pelo nematódeo Rhabdias sp., com prevalência total de 1,6% e 28,6%, respectivamente. A intensidade média de infecção por Rhabdias sp. foi 3,63 ± 2,58 (amplitude 1-15). O tamanho e o gênero dos lagartos não influenciaram a intensidade de infecção por Rhabdias sp. A prevalência também não apresentou diferença entre machos e fêmeas em A.brasiliensis. Ambos, Anolis brasiliensis e Mabuya arajara, representam novos hospedeiros para Rhabdias sp. e Raillietiella mottae, respectivamente.
Descritores: Lagartos/parasitologia
Pneumopatias Parasitárias/veterinária
Pentastomídeos
Doenças Parasitárias em Animais/epidemiologia
Infecções por Rhabditida/veterinária
Rhabditoidea/isolamento & purificação
-Brasil/epidemiologia
Lagartos/classificação
Pneumopatias Parasitárias/epidemiologia
Pneumopatias Parasitárias/parasitologia
Prevalência
Doenças Parasitárias em Animais/parasitologia
Infecções por Rhabditida/epidemiologia
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-639450
Autor: Brito, SV; Almeida, WO; Anjos, LA; Silva, RJ.
Título: New host records of Brazilian pentastomid species / Novos registros de hospedeiros para espécies de pentastomídeos do Brasil
Fonte: Braz. j. biol;72(2):393-396, May 2012.
Idioma: en.
Resumo: Pentastomida is a taxon of parasitic organisms infecting generally the respiratory system of vertebrates, mainly reptiles. Although this taxon is very important for understanding the phylogeny of the Metazoa, it has received little attention. In Brazil, there are few collections that include species of pentastomids, that is, only the Helminthological Collection of the Oswaldo Cruz Institute (CHIOC), the Invertebrate Collection of the Zoology Laboratory of the Regional University of Cariri (LAZ-URCA) and the Helminthological Collection of the Botucatu Institute of Biosciences (CHIBB). The present study describes the species of pentastomids deposited in CHIBB. When found, the pentastomids were mounted on slides in Hoyer's medium and identified. Four species of pentastomids were recognised and three others were identified at the genus level, while four new hosts for the species of pentastomids were recorded.

Pentastomida é um táxon de organismos parasitas obrigatórios de sistema respiratório de vertebrados, principalmente répteis. Embora esse táxon seja muito importante para a compreensão da filogenia dos Metazoa, tem recebido pouca atenção. No Brasil, existem poucas coleções que abrigam espécies de pentastomídeos, quais sejam: a Coleção Helmintológica do Instituto Oswaldo Cruz (CHIOC), a Coleção de Invertebrados do Laboratório de Zoologia da Universidade Regional do Cariri (LAZ-URCA) e a Coleção Helmintológica do Laboratório de Parasitologia de Animais Silvestres (LAPAS). O presente trabalho descreve as espécies de pentastomídeos depositados na Coleção Helmintológia do LAPAS. O trato respiratório e as cavidades do corpo dos répteis foram removidos e analisados sob Microscópio Esteroscópico; quando encontrados os pentastomídeos, foram montados slides em meio Hoyer e identificados. Foram identificadas quatro espécies e outras três ficaram identificadas no nível de gênero, tendo sido registrados quatro novos hospedeiros para as espécies de pentastomídeos.
Descritores: Pentastomídeos/classificação
Répteis/parasitologia
Sistema Respiratório/parasitologia
-Brasil
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-548258
Autor: Almeida, WO; Silva-Souza, AT; Sales, DL.
Título: Parasitism of Phalloceros harpagos (Cyprinodontiformes: Poeciliidae) by Sebekia oxycephala (Pentastomida: Sebekidae) in the headwaters of the Cambé River, Paraná State, Brazil
Fonte: Braz. j. biol;70(2):457-458, May 2010. ilus.
Idioma: en.
Descritores: Ciprinodontiformes/parasitologia
Pentastomídeos
-Brasil
Pentastomídeos/classificação
Rios
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-532463
Autor: Almeida, WO; Sales, DL; Santana, GG; Vieira, WLS; Ribeiro, SC; Alves, RRN; Nóbrega, RP.
Título: Prevalence and intensity of infection by Raillietiella gigliolii Hett, 1924 (Pentastomida) in Amphisbaena alba Linnaeus, 1758 and A. vermicularis Wagler, 1824 (Amphisbaenidae) from Northeastern Brazil / Prevalência e intensidade de infecção por Raillietiella gigliolii Hett, 1924 (Pentastomida) em Amphisbaena alba Linnaeus, 1758 e A. vermicularis Wagler, 1824 (Amphisbaenidae) da região Nordeste do Brasil
Fonte: Braz. j. biol;69(4):1183-1186, Nov. 2009. tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Brazilian National Research Council; . Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; . Brazilian Institute for the Environment and Natural Resources.
Resumo: Raillietiella gigliolii is a Neotropical pentastomid parasite found in Amphisbaena alba. Collections were made in northeastern Brazil in a remnant area of Atlantic Forest (07º 10' S and 35º 05' W) in the municipality of Cruz do Espírito Santo, Paraíba State, and in a Humid Forest area (07º 16' S and 39º 26' W) on the slopes of the Chapada do Araripe Mountains, municipality of Crato, Ceará state, Brazil. Nine specimens of A. alba and 12 of A. vermicularis were collected to gather basic ecological data (prevalence and mean intensity of infection) concerning these parasites. Raillietiella gigliolii was found infecting the lungs of both species. The prevalence for A. alba was 55.5 percent (5/9), with a mean intensity of infection of 5.0 ± 2.53 and amplitudes of 1-13. A. vermicularis demonstrated prevalence of 50 percent, with a mean intensity of infection of 5.3 ± 2.1 and amplitudes of 1-14. This represents the first record of R. gigliolii as a parasite of A. vermicularis. Our results suggest that R. gigliolii is a generalist parasite species and that an overlapping diet is the determinant factor in the sharing of its final hosts.

Raillietiella gigliolii constitui uma espécie de pentastomídeo neotropical parasita registrada em Amphisbaena alba. No intuito de suplementar dados ecológicos básicos (prevalência e intensidade média de infecção) foram coletados na região nordeste do Brasil nove espécimes de A. alba em um remanescente de Mata Atlântica (07º 10' S e 35º 05' O) no município de Cruz do Espírito Santo, Estado da Paraíba, e 12 A. vermicularis em ambiente de Mata Úmida (07º 16' S e 39º 26' O) na encosta da Chapada do Araripe, município de Crato, Estado do Ceará. Em ambas as espécies foi encontrada R. gigliolii infectando os pulmões analisados. A prevalência encontrada para A. alba foi de 55,5 por cento (5/9) com intensidade média de infecção de 5,0 ± 2,53, amplitude 1-13. Em A. vermicularis, encontramos uma prevalência de 50 por cento e intensidade média de infecção de 5,3 ± 2,1, amplitude 1-14. Este representa o primeiro registro de R. gigliolii como parasita de A. vermicularis. Os resultados sugerem que R. gigliolii constitui uma espécie generalista e a superposição da dieta parece ser o fator determinante para o compartilhamento de hospedeiros definitivos.
Descritores: Lagartos/parasitologia
Doenças Parasitárias em Animais/parasitologia
Pentastomídeos/classificação
-Brasil/epidemiologia
Prevalência
Doenças Parasitárias em Animais/epidemiologia
Pentastomídeos/anatomia & histologia
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde