Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.131.617.720.500.500.750.781.602 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 128 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 13 ir para página                         

  1 / 128 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131503
Autor: Menegatti, J. A; Oliveira Júnior, G. J; Silva, L. C. F; Oliveira, A; Bica, D. L. C; Santos, P. V. B. A; Cunha Filho, L. F. C; Lunardi, M.
Título: Fauna flebotomínica e soroprevalência para leishmaniose visceral canina em área urbana na região Centro-Oeste do Brasil / [Phlebotomine fauna and seroprevalence for canine visceral leishmaniasis in urban area from Central-West region of Brazil]
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(4):1197-1205, July-Aug. 2020. tab, mapas.
Idioma: pt.
Resumo: A leishmaniose visceral americana (LVA) é uma zoonose de transmissão vetorial na qual o cão tem papel importante na epidemiologia da doença. No Brasil, a elevada prevalência da infecção em cães está diretamente correlacionada com o aumento no risco de ocorrência de casos de LVA. O objetivo deste estudo foi investigar a fauna flebotomínica e verificar a soroprevalência da leishmaniose visceral canina (LVC) na localidade Pedra 90, no município de Cuiabá. Para o levantamento entomológico, armadilhas CDC foram utilizadas de agosto de 2014 a julho de 2015. Na avaliação sorológica dos cães, o teste imunocromatográfico DPP LVC foi utilizado para a triagem das amostras, enquanto o ensaio imunoenzimático (EIE) para o diagnóstico da LVC (Bio-Manguinhos) foi empregado como teste confirmatório. O trabalho vem acrescentar à fauna flebotomínica do município de Cuiabá as espécies Lu. andersoni, Lu. braziliensis, Lu. bourrouli e Lu. scaffi, não registradas em publicações anteriores. Além disso, entre as espécies de flebotomíneos com importância médica, Lu. cruzi, Lu. flaviscutellata e Lu. whitmani foram capturadas. No inquérito canino, a prevalência de LVC observada na localidade Pedra 90 foi de 1,14%, indicando que a região pode ser considerada como área de transmissão.(AU)

American visceral leishmaniasis (AVL) is a vector-borne zoonosis in which the dog has an important role in the epidemiology of the disease. In Brazil, a high prevalence of canine infection is directly correlated with an increased risk of occurrence of AVL. The aim of this study was to investigate the phlebotomine fauna and seroprevalence of canine visceral leishmaniasis in Pedra 90 region of Cuiabá municipality. For the entomological survey, CDC traps were used from August 2014 to July 2015. In the serological evaluation of dogs, the immunochromatographic test DPP LVC was employed for screening the samples while enzyme-linked immunosorbent assay (Bio-Manguinhos) was used as a confirmatory assay. The previously unreported phlebotomine species Lu. andersoni, Lu. braziliensis, Lu. bourrouli, and Lu. scaffi were added to the phlebotomine fauna of Cuiabá. In addition, the medically important phlebotomine species Lu. cruzi, Lu. flaviscutellata, and Lu. whitmani were identified. The canine survey revealed the prevalence of 1.14% for canine visceral leishmaniasis in the Pedra 90 region, the region being considered a transmission area.(AU)
Descritores: Phlebotomus
Leishmaniose Visceral/epidemiologia
-Brasil
Estudos Soroepidemiológicos
Prevalência
Técnicas Imunoenzimáticas/veterinária
Transmissão de Doença Infecciosa/veterinária
Área Urbana
Doenças Transmissíveis Emergentes/veterinária
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-777529
Autor: Ogawa, Guilherme Maerschner; Pereira Júnior, Antonio Marques; Resadore, Fábio; Ferreira, Ricardo de Godoi Mattos; Medeiros, Jansen Fernandes; Camargo, Luis Marcelo Aranha.
Título: Sandfly fauna (Diptera: Psychodidae) from caves in the state of Rondônia, Brazil / Fauna de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) em cavernas do estado de Rondônia, Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;25(1):61-68, Jan.-Mar. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This study had the aim of ascertaining the sandfly fauna and possible presence ofLeishmania in these insects, collected in caves in the state of Rondônia, Brazil. Collections were conducted in eight caves located in two different areas of this state. Leishmania in the sandflies collected was detected using the polymerase chain reaction (PCR). This was the first study on sandflies from caves in Rondônia and, among the total of 1,236 individuals collected, 24 species and 10 genera were identified. The speciesEvandromyia georgii was collected for the first time in Rondônia and the most abundant species were Trichophoromyia ubiquitalis with 448 individuals (36.2%), followed by T. octavioi with 283 (22.9%) and E. georgii with 179 (14.5%). For the PCR, 17 pools were analyzed and five pools were positive (forT. auraensis in three pools and for Nyssomyia shawi and N. antunesi in one pool each). The kDNA region was amplified and the presence of Leishmania DNA was confirmed. The sandfly fauna in these caves can be considered diverse in comparison with similar studies in other regions. It may be that some species use caves as a temporary shelter and breeding site, while other species live exclusively in this environment. The detection of LeishmaniaDNA indicates that this pathogen is circulating in cave environments and that further studies are needed in order to ascertain the risks of infection by leishmaniasis in these locations with high touristic potential.

Resumo O objetivo deste estudo foi conhecer a fauna de flebotomíneos, e possível presença de Leishmania nestes insetos, coletados em cavernas do Estado de Rondônia. As coletas foram realizadas em oito cavernas localizadas em duas áreas diferentes do Estado. A detecção de Leishmania nos flebotomíneos foi realizada por reação em cadeia da polimerase (PCR). Este foi o primeiro trabalho com flebotomíneos em cavernas de Rondônia e um total de 1,236 indivíduos foram coletados e identificados em 24 espécies e 10 gêneros.Evandromyia georgii foi coletada pela primeira vez em Rondônia, e as espécies mais abundantes foram Trichophoromyia ubiquitalis com 448 indivíduos (36.2%) seguida por T. octavioi com 283 (22.9%) e E. georgii com 179 (14.5%). No estudo de PCR, 17 pools foram analisados, sendo cinco positivos (T. auraensis - 3, Nyssomyia shawi eN. antunesi - 1 cada). A região do kDNA foi amplificada confirmando a presença de DNA de Leishmania. A fauna de flebotomíneos nestas cavernas foi considerada diversa quando comparada com estudos semelhantes de outras regiões. É possível que algumas espécies utilizem cavernas como abrigo temporário e local de procriação e outras sejam exclusivas deste ambiente. A detecção de DNA de Leishmania indica que este patógeno está circulando no ambiente cavernícola, sendo necessários mais estudos para conhecer o risco de transmissão de leishmanioses nestes locais com alto potencial turístico.
Descritores: Psychodidae/parasitologia
Cavernas/parasitologia
Leishmania/isolamento & purificação
-Phlebotomus
Psychodidae/classificação
Brasil
DNA de Protozoário/análise
Insetos Vetores
Leishmania/genética
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alves, Leucio Câmara
Texto completo
Id: biblio-899286
Autor: Silva, Ana Patricia Oliveira da; Miranda, Débora Elienai de Oliveira; Santos, Marcos Antônio Bezerra; Guerra, Neurisvan Ramos; Marques, Silvia Rafaelli; Alves, Leucio Câmara; Ramos, Rafael Antonio Nascimento; Carvalho, Gílcia Aparecida de.
Título: Phlebotomines in an area endemic for American cutaneous leishmaniasis in northeastern coast of Brazil / Flebotomíneos em uma área endêmica para Leishmaniose Tegumentar Americana no litoral do Nordeste do Brasil
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;26(3):280-284, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Phlebotomines have worldwide distribution with many species present in Brazil, including the northeastern region, where the fauna is very diverse. The aim of this study was to identify the sandfly fauna in an area endemic for American cutaneous leishmaniasis (ACL) in the state of Pernambuco. Sandflies were caught on three consecutive nights every month from October 2015 to September 2016, from 5 pm to 5 am, using seven light traps of Centers for Disease Control (CDC) type. Females were identified and used for molecular Leishmania detection. A total of 2,174 specimens belonging to ten species were collected: Lutzomyia choti (88.2%; 1,917/2,174) was the most abundant species, followed by Lutzomyia whitmani (8.1%; 176/2,174) and Lutzomyia sordellii (1.5%; 33/2,174). The majority of the specimens were collected in peridomestic areas (64.1%; 1,394/2,174) and during the rainy period. All the samples examined were negative for Leishmania spp. The presence of Lutzomyia whitmani indoors and in peridomestic areas indicates that the inhabitants of this area are exposed to the risk of infection by the parasites responsible for ACL.

Resumo Os flebotomíneos apresentam uma ampla distribuição mundial com muitas espécies presentes no Brasil, inclusive na região Nordeste, onde a fauna é bastante rica. O objetivo desse estudo foi identificar a fauna de flebotomíneos em uma área endêmica para Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), no estado de Pernambuco. As capturas foram realizadas mensalmente, durante três noites consecutivas das 17h às 5h, utilizando sete armadilhas luminosas tipo CDC, no período de outubro de 2015 a setembro de 2016. As fêmeas identificadas foram utilizadas para análise molecular para detecção de Leishmania. Um total de 2.174 espécimes pertencentes a dez espécies foram coletadas: Lutzomyia choti (88,2%; 1.917/2.174) a espécie mais abundante, seguida por Lutzomyia whitmani (8,1%; 176/2.174) e Lutzomyia sordellii (1,5%; 33/2.174). A maioria dos espécimes foi coletada no peridomicílio (64,1%; 1.394/2.174) e no período chuvoso. Todas as amostras avaliadas foram negativas para Leishmania spp. A presença de Lutzomyia whitmani no intradomicílio e peridomicílio indica que a população residente nesta área está exposta ao risco de infecção por parasitos causadores de LTA.
Descritores: Phlebotomus/parasitologia
Leishmaniose Cutânea/epidemiologia
Insetos Vetores/parasitologia
-Brasil/epidemiologia
Densidade Demográfica
Limites: Humanos
Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-563946
Autor: Lucero, Jorge; Pachas, Paul P.
Título: Susceptibilidad de lutzomyia verrucarrum a piretroides en zonas endémicas de enfermedad de Carrión de Ancash / Pyrethroids susceptibility of Lutzmoyia verrucarum in endemic areas of Carrion disease from Ancash
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;25(2):247-249, abr.-jun. 2008. tab.
Idioma: es.
Resumo: La enfermedad de Carrión es una infección metaxénica endémica del Perú, el control vectorial de la Lutzomyia verrucarum con insecticidas es una de las formas más usadas para reducir su morbilidad. Se determinó la susceptibilidad de este vector a los piretroides más usados (cyflutrina, alfacipermetrina y deltametrina) en dos zonas endémicas altoandinas de Ancash (Llumpa: 3200 msnm y Maya: 2600 msnm), Perú en junio de 1999. Se expuso a 50 mosquitos por cada zona e insecticida usando la prueba de contacto para anophelinos modificada. Se encontró una mortalidad del 100 por ciento para cada piretroide ensayado. Si bien se demostró una susceptibilidad total de L. verrucarum es necesario implementar la vigilancia de la resistencia a insecticidas como se hace con otros vectores en el Perú.

Carrion disease is an endemic vector-borne infection of Peru, the vector control of the Lutzomyia verrucarum with insecticides is one of the most commonly used to reduce morbidity. It was determined the susceptibility of this vector to the most pyrethroids widely used (cyfluthrin, alfacypermethrin and deltamethrin) in two endemic areas of highlands from Ancash (Llumpa: 3200 and Maya: 2600 meters above sealevel), Peru in June 1999. Were exposed to 50 mosquitoes from each area and insecticide, using an anopheline contact test modified. Wefound a mortality rate of 100 per cent for each pyrethroid tested. While total susceptibility of L. verrucarum showed, is necessary the implement of surveillance to insecticides resistance as is done with other vectors in Peru.
Descritores: Controle de Vetores
Infecções por Bartonella
Phlebotomus
Resistência a Inseticidas
Limites: Humanos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  5 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-475261
Autor: Tejada Valencia, Abelardo I; Cáceres L., Abraham G; Miranda, Juan; Palacios Aguero, Olga; Zorrilla, Víctor.
Título: Vectores de la leishmaniasis tegumentaria en el valle del Rímac / Cutaneous leishmaniasis vectors study at Rimac valley
Fonte: An. Fac. Med. (Perú);64(4):218-222, oct. 2003. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: OBJETIVO: Determinar la composición de especies de Lutzomyia en el valle del Rímac. MATERIAL Y MÉTODOS: El área estudiada fue el anexo de Ullupampa (2000 msnm), ubicado a 1 kilómetro de Surco, distrito de San Jerónimo de Surco, provincia de Huarochirí, Lima. Para la captura de flebotominos se utilizó trampa Shannon, trampas de luz CDC y captura directa con aspirador manual, en ambientes intra y peridomiciliarios y refugios naturales extradomiciliarios. RESULTADOS: Se identificó 1742 flebotominos del género Lutzomyia, de las cuales 52,6 por ciento corresponden a Lutzomyia verrucarum, 28,2 por ciento a Lutzomyia peruensis y 19,2 por ciento a Lutzomyia noguchi, las primeras abundantes en intra y peridomicilio y la última en medios extradomiciliarios. La densidad de Lutzomyia presenta variaciones estacionales, siendo mayor entre los meses de marzo y mayo. La actividad hematófaga horaria presenta un pico entre las 20 y 21 horas. CONCLUSIONES: Las viviendas rodeadas de cultivos de plantas frutales separadas por "pircas" y animales domésticos en el intradomicilio, favorecen la actividad hematófaga domiciliaria de L. peruensis y L. verrucarum, principales vectores de la leishmaniasis en el valle del Rímac.
Descritores: Phlebotomus
Psychodidae
Leishmaniose
Limites: Animais
Responsável: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación


  6 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-653350
Autor: Gomes, Almério de Castro; Galati, Eunice Aparecida Bianchi; Paula, Márcia Bicudo de; Mucci, Luís Filipe.
Título: Phlebotomines in the area adjacent to the Porto Primavera dam, between São Paulo and Mato Grosso do Sul States, Brazil
Fonte: Rev. patol. trop;41(2):215-221, abr.-jun. 2012. tab, mapas.
Idioma: en.
Resumo: A research project with the purpose of investigating the Culicidae mosquito fauna and Anopheles ecology was undertaken before, during and after the construction of Porto Primavera dam on the Paraná River, between São Paulo (SP) and Mato Grosso do Sul (MS) States, between 1997 and 2003.The objective of this article is to report on the species of sand flies that were also captured during the collections undertaken with Shannon traps and human bait. A total of 526 (430, 96) specimens, 73 (2, 71) with human bait and 453 (94, 359) with Shannon traps were captured, belonging to seven species: Bichromomyia flavisculellata (6), Brumptomyia sp. (1), Evandromyia sp. (2),Lutzomyia almerioi (1, 2), Nyssomyia neivai (92, 412), Psathyromyia punctigeniculata (2)and Psathyromyia shannoni (3, 5). Ny. neivai, a probable vector of Leishmania braziliensis, predominated (95.8percent). Bi. flaviscutellata, the main vector of Leishmania amazonensis, is reported here for the first time in the west of SP and Lu. almerioi, an anthropophilic species, was captured forthe first time in SP. Thus more studies are necessary in this region since these three species of sand flies may represent a risk for the transmission of Leishmania spp. to people frequenting the forested banks of this reservoir.
Descritores: Leishmaniose/epidemiologia
Leishmaniose/transmissão
Phlebotomus
Barragens
-Brasil/epidemiologia
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  7 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-463607
Autor: Domingos, M. de F; Carreri-Bruno, G. C; Ciaravolo, R. de M; Galati, E. A; Wanderley, D. M; Corrêa, F. M.
Título: Leishmaniose tegumentar americana: flebotomíneos de área de transmissão, no município de Pedro de Toledo, região sul do Estado de São Paulo, Brasil / American tegumentary leishmaniasis: Phlebotominae in an area of disease transmission, the city of Pedro de Toledo, southern region of the state of Sao Paulo, Brazil
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;31(5):425-432, set.-out. 1998. mapas, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Considerado como área endêmica de leishmaniose tegumentar americana (LTA), o Vale do Ribeira, na região sul do Estado de São Paulo, teve 929 casos notificados nos últimos 15 anos. Com o objetivo de identificar a fauna flebotomínea, foram realizadas capturas quinzenais em área rural do município de Pedro de Toledo, durante um ano, a partir de maio de 1994. Foram utilizadas armadilhas de Shannon no peridomicílio e armadilhas luminosas, tipo CDC, nos ambientes: domiciliar (intra e peri) e florestal (margem e interior), instaladas a partir do crepúsculo vespertino. Foram coletadas 8 espécies de flebotomíneos, totalizando 11.096 exemplares, sendo Lutzomyia intermedia a espécie dominante (96,4%). Esta espécie mostrou-se mais freqüente na primeira metade da noite, ocorrendo o ano inteiro, preferencialmente no ambiente domiciliar, o que indica sua preferência por ambiente antrópico. Os dados do presente trabalho ratificam L. intermedia como importante espécie vetora de LTA no Vale do Ribeira.

Considered as an American tegumentary leishmaniasis (ATL) endemic area, Ribeira Valley, in the south region of São Paulo State, presented 929 notified cases in the last 15 years. Aiming to identify the phlebotomine fauna, captures were performed fortnightly in the rural area of Pedro de Toledo County during one year, from may 1994 onwards. Set at dusk Shannon traps were used in the peridomicile and CDC light traps both intra and peridomiciliarly and at the edge and in the forest. Eight species summing to 11,096 specimens were caught, L. intermedia being the dominant one (96.4%). More frequent all over the year during the first half of the night preferably in the domicile surroundings this species clearly indicated its preference for the anthropic environment. The data presented in this paper ratify L. intermedia as an important ATL vector species in the Ribeira Valley.
Descritores: Insetos Vetores/parasitologia
Leishmaniose Cutânea/parasitologia
Leishmaniose Cutânea/transmissão
Psychodidae/parasitologia
-Brasil/epidemiologia
Densidade Demográfica
Doenças Endêmicas
Ecologia
Leishmaniose Cutânea/epidemiologia
Phlebotomus/parasitologia
Reservatórios de Doenças
Ritmo Circadiano
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-218575
Autor: Condino, Maria Lucia Fadel; Sampaio, Susy Mary Perpetuo; Henriques, Lucia de Fatima; Galati, Eunice Aparecida Bianchi; Wanderley, Dalva Marli Valerio; Correa, Fernando Motta de Azevedo.
Título: Leishmaniose tegumentar americana: flebotomíneos de área de transmissäo no município de Teodoro Sampaio, regiäo sudoeste do Estado de Säo Paulo, Brasil / American cutaneous leishmaniasis: Phlebotominae of an area of transmission in the Teodoro Sampaio county in the southwest region of the Säo Paulo State, Brazil
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;31(4):355-60, jul.-ago. 1998. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Realizaram-se coletas de flebotomíneos em zona de mata secundária no município de Teodoro Sampaio, Estado de São Paulo, no período de 12 meses a partir de maio de 1994. Foram selecionadas duas residências localizadas a 240 e 850m da mata com características de floresta tropical semi-decídua. Coletas noturnas com armadilhas Center of Disease Control foram realizadas quinzenalmente de crepúsculo a crepúsculo, no intradomicílio, margem e interior da mata e nos peridomicílios. Com armadilhas de Shannon, localizadas no peridomicílio, foram realizadas 24 coletas de 6 horas a partir do crepúsculo vespertino e 4 coletas trimestrais noturnas de crepúsculo a crepúsculo. Observou-se baixa densidade populacional desses insetos, com predomínio de Lutzomyia intermedia (93,5 por cento). Foi capturado maior número de insetos nas armadilhas instaladas na margem da mata. No peridomicílio de ambas as casas, capturou-se número equivalente de exemplares, porém, na casa mais distante da mata, houve nítido predomínio de machos. No intradomicílio da casa mais próxima à mata, foi capturado maior número de exemplares com predomínio de fêmeas. Os picos de L. intermedia e L. whitmani ocorreram nas coletas do primeiro horário e caracterizaram-se por maior frequência nos meses de maio, setembro e dezembro, quando se registraram variações de temperatura média de 21 a 25,7§C e de índice pluviométrico de 66,7 a 195,1mm
Descritores: Phlebotomus
Vetores de Doenças
Leishmaniose Cutânea/transmissão
-Brasil
Leishmaniose Cutânea/epidemiologia
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR394.1 - BFE - Biblioteca Frei Eugênio


  9 / 128 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055137
Autor: Gomes, L. B; Dias, E. S; Silva, S. C. P. F; Carvalho, P. C. F. B; Santos, A. G. R. C; Michalsky, E; Lara-Silva, F. O; Souza, A. G. M; Fortes-Dias, C. L; Morais, M. H. F; Nicolino, R. R; Soares, D. F. M.
Título: Eco-epidemiological study on sandflies and environmental aspects related to the transmission of leishmaniasis in a municipality of Minas Gerais, Brazil, 2015-2016 / Estudo eco-epidemiológico da fauna flebotomínica e dos aspectos ambientais relacionados à transmissão das leishmanioses em um município de Minas Gerais, Brasil, 2015 - 2016
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(6):1805-1814, Nov.-Dec. 2019. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Diante da escassez de dados sobre a topografia e a sintopia das vísceras abdominopélvicas do tamanduá-bandeira (Myrmecophage tridactyla - Linnaeus, 1758), o presente estudo teve como objetivo elucidar essas características e compará-las com as demais espécies animais, mormente as domésticas. Utilizaram-se três espécimes, dois machos e uma fêmea, provenientes de doação da Polícia Militar Ambiental de Franca ao Laboratório de Anatomia Veterinária da Universidade de Franca, após óbitos por atropelamentos. Os animais foram fixados e mantidos em solução aquosa de formaldeído a 10%, seguidos de dissecação convencional das cavidades abdominopélvicas para posterior inspeção direta e descrição topográfica das vísceras, visando a análises comparativas com outras espécies, cujo posicionamento e cujas particularidades já são bem estabelecidos na literatura. Observou-se que a maioria das vísceras dessas cavidades possuem localização e sintopia similares aos animais domésticos, exceto os rins e os testículos. Diante da metodologia estabelecida e dos resultados obtidos, admite-se que mais espécimes de tamanduás-bandeiras, de ambos os gêneros, devam ser avaliados e registrados cientificamente, visando à confirmação dos dados da atual pesquisa e à preconização anatômica da cavidade abdominopélvica, visto que variações anatômicas individuais são passíveis entre animais da mesma espécie.(AU)

Objetivou-se avaliar a fauna vetorial e os aspectos ambientais e climáticos relacionados à transmissão das leishmanioses. Foi realizado um estudo eco-epidemiológico prospectivo de coleta sistemática de flebotomíneos e inquérito censitário sorológico canino em áreas de um município do Brasil. Para determinar a taxa de prevalência de LVC, foram examinadas amostras de sangue de 1752 cães. Na avaliação entomológica, foram instaladas 24 armadilhas luminosas em 12 residências distribuídas, instaladas no ambiente de peridomicílio e intradomicílio durante 12 meses. Para análise dos aspectos climáticos, utilizou-se a correlação simples de Spearman e para análise espacial foram utilizadas a Lógica Fuzzy e a Função K. A taxa de prevalência em cães foi de 4,1% e 7,1%. No estudo entomológico, foram capturados 431 flebotomíneos. A maior parte (74%) dos espécimes foi capturada no peridomicílio. Em relação à infecção natural, 5,6 % das amostras analisadas por biologia molecular apresentaram positividade à infecção por Leishmania spp.. Em 100% das amostras positivas, encontrou-se infecção por Leishmania infantum. Na análise espacial uma Área apresentou maior concentração de pontos de sobreposição de alta densidade de Lutzomyia longipalpis e cães sororreagentes, indicando maior risco na ocorrência concomitante dos dois eventos. Os resultados mostram que a interface parasito-reservatório-vetor está ativa nas áreas estudadas.(AU)
Descritores: Phlebotomus
Leishmania infantum/isolamento & purificação
Leishmaniose Visceral/veterinária
Leishmaniose Visceral/epidemiologia
-Brasil
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 128 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silveira, Fernando Tobias
Texto completo
Id: biblio-945893
Autor: Souza, Adelson Alcimar Almeida de; Silveira, Fernando Tobias; Lainson, Ralph; Iorlando da Rocha; Silva, Maria das Graças Soares; Lima, José Aprígio Nunes; Pinheiro, Maria Sueli Barros; Silva, Fábio Márcio Medeiros da; Vasconcelos, Lindomar de Souza; Campos, Marliane Batista; Ishikawa, Edna Aoba Yassui.
Título: Fauna flebotomínica da Serra dos Carajás, Estado do Pará, Brasil, e sua possível implicação na transmissão da leishmaniose tegumentar americana / Phlebotominae fauna in Serra dos Carajás, Pará State, Brazil, and its possible implications for the transmission of American tegumentar leishmaniasis
Fonte: Rev. Pan-Amazônica Saúde (Online);1(1):45-51, 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A Serra dos Carajás, localizada no sudeste do Estado do Pará, Brasil, representa uma rica floresta tropical, onde são encontradas espécies de Leishmania sp. de interesse médico, como L. (V.) braziliensis, L. (V.) lainsoni, L. (V.) shawi e L. (L.)amazonensis, cuja transmissão é feita pelos flebotomíneos: Psychodopygus complexus ou Ps. wellcomei, Lutzomyia ubiquitalis, Lu. whitmani e Lu. flaviscutellata. Considerando o incremento de imigrantes na região do projeto Carajás, realizou-se estudo para avaliar a fauna de flebotomíneos e sua possível participação na transmissão da leishmaniose tegumentar americana (LTA). Os flebotomíneos foram capturados: i) Parque Zoobotânico de Parauapebas, ii) Área deproteção ambiental e, iii) Floresta Nacional de Tapirapé-Aquiri, de dezembro/2005 a setembro/2007, usando-se dez armadilhas luminosas tipo "CDC" (18 h às 6 h) e duas tipo Shannon (18 h às 20 h), durante 172 dias de coleta. Foram capturados 22.095 flebotomíneos, 6.789 (31 por cento) machos e 15.306 (69 por cento) fêmeas, pertencentes a 69 espécies e três gêneros: Psychodopygus, Lutzomyia e Brumptomyia. Foram detectadas 19 (0,16 por cento) infecções naturais nas seguintes espécies: Ps. davisi (4), Ps. h. hirsutus (3), Lu. umbratilis (3), Lu. richardward (2), Lu. brachipyga (2), Lu. ubiquitalis (2), Lu. trinidadenses (1) e Lu. migonei (1). Embora não tenha sido encontrada infecção em Ps. wellcomei/complexus, principalvetor da L. (V.) braziliensis na região, esta espécie foi a mais prevalente (16 por cento), seguida de Ps. davisi (15,4 por cento), Ps. carrerai (4,2 por cento), Lu. shawi (3,9 por cento), Lu. brachipyga (2,5 por cento) e Lu. richardward (1,2 por cento). Estes resultados evidenciam a importância destes flebotomíneos como possíveis vetores da LTA na Serra dos Carajás.

Serra dos Carajás, located in the southeast of Pará State, Brazil, is a rich tropical forest where species of Leishmania sp. of medical interest are found, such as Leishmania (V.) braziliensis, L. (V.) lainsoni, L. (V.) shawi and L. (L.) amazonensis. They are transmitted by the following phlebotomi: Psychodopygus complexus or Ps. wellcomei, Lutzomyia ubiquitalis, Lu. whitmani and Lu. flaviscutellata. Considering the increase of immigrants in the region of the Carajás project, this study aimed to assess the Phlebotominae fauna and their possible participation in the transmission of American cutaneous leishmaniasis (ACL). The phlebotomi were captured from December 2005 to September 2007 at the following locations: i)Parauapebas Botanical Park; ii) an environmental protection area; and iii) Tapirapé-Aquiri National Forest. During the 172 days of collection, 10 CDC (18 h to 6 h) and 2 Shannon (18 h to 20 h) light traps were used. Of the 22,095 phlebotomi captured, 6,789 (31 percent) were male and 15,306 (69 percent) were female, and they belonged to 69 species and three genera,including Psychodopygus, Lutzomyia and Brumptomyia. A total of 19 (0.16 percent) natural infections of the following species were detected: Ps. davisi (4), Ps. h. hirsutus (3), Lu. umbratilis (3), Lu. richardward (2), Lu. brachipyga (2), Lu. ubiquitalis (2),Lu. trinidadensis (1) and Lu. migonei (1). Although no infection was found in Ps. wellcomei/complexus, the main vector of L. (V.) braziliensis in the region, this species was the most prevalent (16 percent), followed by Ps. davisi (15.4 percent), Ps. carrerai (4.2percent), Lu. shawi (3.9 percent), Lu. brachipyga (2.5 percent) and Lu. richardward (1.2 percent). These results show the importance of these phlebotomi as possible vectors of ACL in Serra dos Carajás.
Descritores: Insetos Vetores
Leishmaniose Cutânea/transmissão
Phlebotomus
-Brasil
Meio Ambiente
Leishmaniose Cutânea/parasitologia
Limites: Humanos
Animais
Responsável: BR275.1 - Biblioteca



página 1 de 13 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde