Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.131.617.720.500.500.875 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 315 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 32 ir para página                         

  1 / 315 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1041440
Autor: Costa, Allyson Guimarães; Chaves, Bárbara Aparecida; Murta, Felipe Leão Gomes; Sachett, Jacqueline Almeida Gonçalves; Sampaio, Vanderson Souza; Silva, Vanessa Costa; Monteiro, Wuelton Marcelo.
Título: Hymenoptera stings in Brazil: a neglected health threat in Amazonas State
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;51(1):80-84, Jan.-Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract INTRODUCTION: Hymenoptera injuries are commonly caused by stinging insects. In Amazonas state, Brazil, there is no information regarding distribution, profile, and systemic manifestations associated with Hymenoptera injuries. METHODS: This study aimed to identify risk factors for systemic manifestation using the Brazilian Notifiable Diseases Surveillance System (2007 to 2015). RESULTS: Half of Hymenoptera injuries were caused by bee stings. Hymenoptera injuries were concentrated in Manaus, and 13.36% of cases displayed systemic signs. Delayed medical assistance (4 to 12 hours) presented four times more risk for systemic manifestations. CONCLUSIONS: Simple clinical observations and history of injury are critical information for prognostic improvement.
Descritores: Himenópteros/classificação
Mordeduras e Picadas de Insetos/epidemiologia
-Abelhas
Brasil/epidemiologia
Fatores de Risco
Notificação de Doenças
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Id: biblio-1003332
Autor: Diodato, Liliana; Fuster, Andrea.
Título: Biología y comportamiento de Palpita flegia (Lepidoptera: Crambidae), mariposa blanca de las Tevetias (Apocynaceae) / Biology and behavior of the white butterfly of Tevetias, Palpita flegia (Lepidoptera: Crambidae)
Fonte: Rev. biol. trop;66(4):1390-1400, oct.-dic. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Palpita flegia (Cramer 1777) (Lepidoptera, Crambidae), es un insecto plaga que se alimenta del follaje de Cascabela thevetia (L.) Lippold., originario de México. Para el manejo integrado de la especie se requieren conocimientos sobre su biología y comportamiento. El objetivo del trabajo fue determinar el número de estadios larvales y duración de fases biológicas de P. flegia en condiciones de laboratorio, de acuerdo con los requerimientos calóricos expresados en grados días. P. flegia posee un desarrollo larval de seis estadios. El periodo larval duró 25 días, el pupal 16 y la sobrevivencia del adulto cinco días. El ciclo biológico a especie requiere 403.52 grados días. Los incrementos poblaciones se producen durante otoños con temperaturas promedio de 15 °C y humedad relativa de 60 a 75 %. La presencia del parasitoide de pupas Brachymeria flegiae (Hymenoptera, Chalcididae) se verifica. La poda sanitaria y la conservación de enemigos naturales se indican como medidas para el control de la plaga.(AU)

Abstract Palpita flegia (Cramer 1777) (Lepidoptera, Crambidae, is a pest insect that feeds on the foliage of Cascabela thevetia (L.) Lippold. The integrated management of the species a full knowledge about its biology and behavior. The objective of this study was to determine the number of larval stages and duration of biological phases in P. flegia under laboratory conditions, to determine the caloric requirements expressed in degrees days and to describe the ethological aspects of the species. Palpita flegia has six larval development stages. The larval phase lasted 25 days, the pupal phase 16 days, and adult survival was five days. This species requires 403.52 degree days for the development of the biological cycle. Population increases during fall with average temperatures of 15 °C and relative humidity of 60 to 75 %. Presence of the pupal parasitoid Brachymeria flegiae Burks, 1960 (Hymenoptera, Chalcididae) was verified. Sanitary pruning and conservation of natural enemies are indicated as measures for pest control.(AU)
Descritores: Árvores
Cidades
Thevetia
Ciclo Biogeoquímico
Himenópteros
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-394090
Autor: Santos, Florisvaldo Mesquita dos; Carvalho, Carlos Alfredo Lopes de; Silva, Rejane Ferreira.
Título: Diversidade de abelhas (Hymenoptera: Apoidea) em uma área de transição Cerrado-Amazônia / Diversity of bees (Hymenoptera: Apoidea) in transition area of Cerrado-Amazônia
Fonte: Acta amaz;34(2):319-328, 2004. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A comunidade de abelhas em uma área de transição cerrado-amazônia, localizada na região do Bico-do-Papagaio, Estado do Tocantins, foi estudada entre novembro de 1999 e novembro de 2000, por meio da amostragem sistemática dos espécimes nas plantas em floração, com o objetivo de obter informações sobre a sua composição. Um total de 5.534 indivíduos, distribuídos em 83 espécies e 38 gêneros foram coletados. A maior abundância de indivíduos e riqueza de espécies foi encontrado na família Apidae sensu Roig-Alsina & Michener. Os gêneros com maior riqueza foram Trigona (8), Megachile (7), Centris (6), Augochloropsis (5), Coelioxys (5), Paratetrapedia (5) e Xylocopa (5), enquanto que a espécie mais freqüente foi Apis mellifera. A comunidade seguiu o padrão geral encontrado nos neotrópicos, apresentando muitas espécies com poucos indivíduos e poucas espécies com muitos indivíduos. A freqüência, constância e dominância das espécies são discutidas e os índices de abundância, diversidade, eqüitabilidade e dominância são apresentados.
Descritores: Abelhas
Características de Residência
Biodiversidade
Himenópteros
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-418687
Autor: Coletto-Silva, Alexandre.
Título: Captura de enxames de abelhas sem ferrão (Hymenoptera, Apidae, Meliponinae) sem destruição de árvores / Capturing stingless bee nests (Hymenoptera, Apidae, Meliponinae) without destroying the trees
Fonte: Acta amaz;35(3):383-388, jul.-set. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil a criação racional de abelhas sem ferrão é denominada meliponicultura. As abelhas sem ferrão possuem diferentes comportamentos de nidificação, com ninhos internos (cavidades naturais ou não) e externos. Um dos principais problemas apresentados na meliponicultura é a captura de uma colônia com o objetivo de iniciar um meliponário sem "destruir as árvores" ou mesmo as próprias colônias durante a captura. O presente trabalho apresenta um método alternativo para captura de colônias de abelhas sem ferrão, especialmente, do gênero Melipona Illiger, 1806, que são as espécies mais utilizadas para produção de mel e pólen, na região Amazônica. O método consiste em abrir uma janela na árvore, coletar o material e fechar a abertura utilizando a resina vegetal conhecida como breu.
Descritores: Resinas Vegetais
Abelhas
Himenópteros
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-418688
Autor: Oliveira, Marcio Luiz de; Cunha, Jorge Alcântra.
Título: Abelhas africanizadas Apis mellifera scutellata Lepeletier, 1836 (Hymenoptera: Apidae: Apinae) exploram recursos na floresta amazônica? / Do Africanized honeybees explore resources in the amazonian forest?
Fonte: Acta amaz;35(3):389-394, jul.-set. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: As abelhas africanas (Apis mellifera scutellata) foram trazidas para o Brasil na década de 1950 e, por acidente, cruzaram-se com outras subespécies de abelhas melíferas européias introduzidas no século XIX. Isso proporcionou o surgimento de híbridos com características predominantes das abelhas africanas, tais como rusticidade e maior capacidade de enxamear, o que lhes permitiu uma rápida adaptação e expansão por quase todo continente americano. Até hoje existem controvérsias se essas abelhas, denominadas africanizadas, causam algum impacto sobre a fauna de abelhas nativas. Nas Américas, as africanizadas estão restritas a regiões de baixas altitudes e de invernos amenos; no Brasil, ocorrem principalmente em áreas urbanas e formações vegetacionais abertas ou adulteradas, sendo dificilmente vistas ou coletadas no interior de florestas densas como a amazônica. Diante dessa observação, diversas iscas foram disponibilizadas no interior de fragmentos de florestas e de florestas contínuas na Amazônia central, para testar se operárias de abelhas africanizadas seriam capazes de penetrar nos mesmos. Nenhuma operária foi vista visitando as iscas na floresta contínua ou mesmo nos fragmentos de floresta, ocorrendo visitas somente nas áreas desmatadas e capoeiras próximas. Esse resultado, além de indicar a inexistência de competição por recursos com as abelhas nativas no interior da floresta amazônica, também indica que uma apicultura em grande escala na região seria inviável, uma vez que a floresta não é sequer visitada por essas abelhas.
Descritores: Abelhas
Ecossistema Amazônico
Criação de Abelhas
Espécies Introduzidas
Himenópteros
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  6 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1145876
Autor: Martins, Daniel Júnior; Assis Júnior, Sebastião Lourenço de; Oliveira Júnior, Gilson Geraldo Soares de; Soares, Marcus Alvarenga; Pinto, Nísia Andrade Villela Dessimoni; Santos, Thiago.
Título: Palmistichus elaeisis (Hymenoptera: Eulophidae) rearing in Tenebrio molitor (Coleoptera: Tenebrionidae) submitted to different diets / Palmistichus elaeisis (Hymenoptera: Eulophidae) criado em Tenebrio molitor (Coleoptera: Tenebrionidae) submetido a diferentes dietas
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e0512019, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The ecological, physiological and behavioral processes of insects are linked to their nutrition. The diet of host insects can modify the development of natural enemies and affect their reproductive performance. The objective of this work was to evaluate the development and reproduction of Palmistichus elaeisis Delvare & LaSalle, 1993 (Hymenoptera: Eulophidae) parasitizing pupae of Tenebrio molitor Linnaeus, 1785 (Coleoptera: Tenebrionidae) rearing in different diets. Pupae of T. molitor generated in six different diets (wheat bran, cornmeal, pelleted feed for rabbits, and bran, pelleted or crushed feed for laying hens) were individually placed in plastic pots and exposed to parasitism by six females of P. elaeisis during 72 h. The biological variables of P. elaeisis were observed and bromatological analyses were performed with pupae of T. molitor and the diets used. The percentage of parasitism and emergency was 100% in all treatments. There was no difference in the life cycle, the offspring number and longevity of the parasitoid. Pupae of T. molitor obtained from larvae fed with cornmeal were smaller and generated P. elaeisis offspring with low sex ratio and shorter length of the tibia. The T. molitor diet based on cornmeal was not suitable for the reproduction of P. elaeisis in the laboratory.(AU)

Parte dos processos ecológicos, fisiológicos e comportamentais dos insetos está ligada à sua nutrição. O tipo de dieta pode influenciar o desenvolvimento do inimigo natural e afetar seu desempenho reprodutivo. Objetivou-se neste trabalho avaliar o desenvolvimento e reprodução de Palmistichus elaeisis Delvare & LaSalle, 1993 (Hymenoptera: Eulophidae) parasitando pupas de Tenebrio molitor Linnaeus, 1785 (Coleoptera: Tenebrionidae) criadas em diferentes dietas. Pupas de T. molitor geradas em seis diferentes dietas (farelo de trigo, fubá de milho, ração peletizada para coelhos, ração para aves poedeiras: farelada, peletizada e triturada) foram individualizadas em potes plásticos e expostas ao parasitismo por seis fêmeas de P. elaeisis durante 72 h. Foram observadas as variáveis biológicas de P. elaeisis e realizadas análises bromatológicas com pupas de T. molitor e as dietas utilizadas. A porcentagem de parasitismo e emergência de P. elaeisis foi de 100% em todos os tratamentos. Não houve diferença no ciclo de vida, número da prole e longevidade do parasitoide. Pupas de T. molitor formadas com fubá de milho foram menores e geraram prole de P. elaeisis com menor razão sexual e menor comprimento da tíbia. A dieta para T. molitor à base de fubá de milho não foi adequada para a reprodução de P. elaeisis em laboratório.(AU)
Descritores: Doenças Parasitárias
Tenebrio
Himenópteros/crescimento & desenvolvimento
Insetos
-Pupa
Reprodução
Triticum
Controle Biológico de Vetores
Larva
Estágios do Ciclo de Vida
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  7 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1145884
Autor: Moller, Hermann; Pavarini, Ronaldo.
Título: First record of Biclonuncaria deutera Razowski & Becker, 1993 (Lepidoptera: Tortricidae) on Arachis repens Handro (Fabales: Fabaceae) / Primeiro registro de Biclonuncaria deutera Razowski & Becker, 1993 (Lepidoptera: Tortricidae) em Arachis repens Handro (Fabales: Fabaceae)
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e0052020, 2020. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Arachis repens Handro (Fabales: Fabaceae) peanut grass shoots were collected at São Paulo State University, Campus of Registro, São Paulo, Brazil, in March 2017 to record a Lepidoptera that was injuring the plant. The species was identified as Biclonuncaria deutera Razowski & Becker, 1993 (Lepidoptera: Tortricidae).(AU)

Folhas de grama-amendoim Arachis repens Handro (Fabales: Fabaceae) foram coletadas no Câmpus da Universidade Estadual Paulista, no município de Registro (SP), no mês de março de 2017, para registrar um Lepidoptera que causava injúrias à planta. A espécie foi identificada como Biclonuncaria deutera Razowski & Becker, 1993 (Lepidoptera: Tortricidae).(AU)
Descritores: Arachis
Fabaceae
Lepidópteros
-Formigas
Poaceae
Himenópteros
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  8 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1130082
Autor: Morais, Rosana Matos de; Moro, Tamires Silveira; Saldanha, Cleber Witt; Steffen, Gerusa Pauli Kist; Missio, Evandro Luiz; Maldaner, Joseila; Steffen, Ricardo Bemfica.
Título: Trichogramma pretiosum in field release and under different temperatures in laboratory / Trichogramma pretiosum em liberação no campo e sob diferentes temperaturas em laboratório
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e1152018, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to evaluate a strain of Trichogramma pretiosum native to the central region of the state Rio Grande do Sul, Brazil, under different temperatures in laboratory and the parasitism of Helicoverpa zea after releases in corn field. Trichogramma pretiosum females were kept at 18, 25 and 30 °C and had their parasitism potential evaluated. Nine plots (400 m2) of maize were installed in randomized blocks under the treatments: 1) staggered release of parasitoids in three different occasions, at three-day intervals; 2) a single release of parasitoids; 3) no release of parasitoids. Ears were collected every four days and the number of caterpillars and eggs of H. zea in the maize silk and the number of damaged ears were estimated. Evaluation started after the tassels growth and ended with the drying of the styles-stigmas. To estimate the grain mass and the ear number and mass, two lines in each plot were delimited and reserved at the end of the cultivation cycle. In laboratory, the highest parasitism rate occurred at 25 °C (35.54%) and the lowest longevity at 30 °C (6.8 days). A total of 1,063 H. zea eggs were collected in the field, 69.52% were parasitized. The mean parasitism rate was higher in T1 (staggered release, 82.77%) than in control (51.87%), but there was no difference in grain yield. Based on the parasitism capacity of the studied strain, it can be potentially used in programs of biological control of H. zea in corn crops of Rio Grande do Sul.(AU)

O estudo objetivou avaliar uma linhagem de Trichogramma pretiosum nativa da região Central do Rio Grande do Sul (Brasil) sob diferentes temperaturas em laboratório, e no parasitismo de Helicoverpa zea após liberações em área de milho. Fêmeas de T. pretiosum foram mantidas a 18, 25 e 30 °C e avaliadas quanto ao potencial de parasitismo. No campo, foram instaladas nove parcelas (400 m2) de milho híbrido em blocos ao acaso, com os seguintes tratamentos: 1) liberação de parasitoides fracionada em três vezes, em intervalos de três dias; 2) liberação em apenas uma ocasião; 3) sem liberação. A cada quatro dias foram coletadas espigas e registrados os danos e o número de lagartas e ovos de H. zea dos estilos-estigmas. A avaliação iniciou durante o pendoamento e estendeu-se até a fase de secagem dos estilos-estigma. Duas linhas em cada parcela foram reservadas para avaliação do número e da massa de espigas e grãos. Em laboratório, o maior percentual de parasitismo foi aos 25 °C (35,54%) e a menor longevidade aos 30 °C (6,8 dias). No campo, foram coletados 1.063 ovos de H. zea, dos quais 69,52% estavam parasitados. O percentual médio de parasitismo foi maior com liberação escalonada de T. pretiosum (82,77%), comparativamente ao controle (51,87%), porém, não houve diferença na produção de grãos. Tendo em vista a capacidade de parasitismo da linhagem avaliada, sugere-se que ela possui potencial para ser utilizada em programas de controle biológico da lagarta da espiga no cultivo de milho no Rio Grande do Sul.(AU)
Descritores: Doenças Parasitárias
Controle Biológico de Vetores
-Parasitos
Temperatura
Zea mays
Himenópteros
Lepidópteros
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  9 / 315 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-459267
Autor: Ramos, Marina da Costa; Rêgo, Márcia Maria Correia; Albuquerque, Patrícia Maia Corrêa de.
Título: Ocorrência de Centris (Hemisiella) vittata Lepeletier (Hymenoptera: Apidae: Centridini) no Cerrado s.l. do nordeste do Maranhão, Brasil / Occurrence of Centris (Hemisiella) vittata Lepeletier (Hymenoptera: Apidae: Centridini ) in the Cerrado s.l. Bioma of Maranhão, Northeastern Brazil
Fonte: Acta amaz;37(1):165-167, 2007.
Idioma: pt.
Resumo: Fêmeas de Centris vittata Lepeletier foram observadas visitando flores de Byrsonima sp. e nidificando em troncos de Astronium sp. (Anacardiaceae) em uma área de Mata Mesofítica, em Urbano Santos (3° 12' 28''S; 43°24'12''), Maranhão, Brasil.

Females of Centris (Hemisiella) vittata Lepeletier were observed visiting flowers of Byrsonima sp. (Malpighiaceae) and nesting in Astronium sp. (Anacardiaceae) in a mesophytic forest area at Urbano Santos, Maranhão, Northeastern Brazil.
Descritores: Abelhas
Himenópteros
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  10 / 315 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1118050
Autor: Antunes, Nicanor Tiago Bueno; Fernandes, Daniell Rodrigo Rodrigues.
Título: Faunistic analysis of Ichneumonidae (Hymenoptera) in Guarana (Paullinia cupana) crop, with new records of genera for the Brazilian Amazon / Análise faunística de Ichneumonidae (Hymenoptera) na cultura de guaraná (Paullinia cupana), com novos registros de gênero para a Amazônia brasileira
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e0832018, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas.
Resumo: Ichneumonidae are solitary parasitoids that mainly attack larvae and pupae of Lepidoptera, Coleoptera and Hymenoptera, which constitute important agricultural pests. The objective of the present paper was to characterize the assemblage of Ichneumonidae associated to the conventional and organic cultivation of Guarana (Paullinia cupana) crop in Manaus City (Amazonas State, Brazil) with faunistic analysis. The samples were collected at Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), using Malaise and Moericke traps, between September 2012 and February 2013. We collected 296 specimens of Ichneumonidae, represented by 14 subfamilies, 41 genera and 63 morphospecies. The faunistic analysis revealed the predominance of rare and less frequent genera (54.2% in conventional and 47.1% in organic crop management). Venturia Schrottky was highlighted as superabundant, super frequent and constant (46.4% of the specimens) in conventional cultivation. In organic cultivation, Eiphosoma Cresson (15.6% of the specimens), Venturia (15.1%), Polycyrtidea Viereck (7%), Stethantyx Townes (6%), Enicospilus Stephens and Diapetimorpha Viereck (both 5.5%), Polycyrtus Spinola and Podogaster Brullé (both 5%) were more abundant, more frequent and constant. The observed differences reflect the type of crop management. Considering that organic crop management do not use agrochemicals, there is a greater diversification of the landscape. On the other hand, a reduction in richness and abundance has been observed in conventional crop management, due to its greater alteration and uniformity of the landscape. This study evidences a high number of rare, less frequent and accidental genera, and reveals the predominant groups in each crop cultivation system.(AU)

Ichneumonidae são parasitoides solitários e atacam principalmente larvas e pupas de Lepidoptera, Coleoptera e Hymenoptera, que constituem importantes pragas agrícolas. O objetivo do trabalho foi caracterizar a assembleia de Ichneumonidae associada ao cultivo de guaraná (Paullinia cupana) de manejo convencional e orgânico, em Manaus (Amazonas, Brasil) por meio de análise faunística. As coletas foram realizadas na EMBRAPA, com o uso de armadilhas Malaise e Moericke, entre setembro de 2012 e fevereiro de 2013. Foram coletados 296 exemplares de Ichneumonidae, em 14 subfamílias, 41 gêneros e 63 morfoespécies. A análise faunística revelou predominância de gêneros raros e pouco frequentes (54,2% no manejo convencional e 47,1% no orgânico). Venturia Schrottky destacou-se no manejo convencional como superabundante, superfrequente e constante (46,4% dos exemplares). No manejo orgânico, Eiphosoma Cresson (15,6% dos exemplares), Venturia (15,1%), Polycyrtidea Viereck (7%), Stethantyx Townes (6%), Enicospilus Stephens e Diapetimorpha Viereck (ambos 5,5%), Polycyrtus Spinola e Podogaster Brullé (ambos 5%) foram muito abundantes, muito frequentes e constantes. As diferenças observadas refletem o tipo de manejo da cultura. No manejo orgânico, por não utilizar agroquímicos, há uma maior diversificação da paisagem. Já no manejo convencional há uma redução da riqueza e abundância, por possuir maior perturbação e uniformidade da paisagem. Este estudo evidenciou o elevado número de gêneros raros, pouco frequentes e acidentais e expôs os grupos predominantes em cada sistema de manejo.(AU)
Descritores: Paullinia/parasitologia
Himenópteros/classificação
Lepidópteros/classificação
-Pupa
Besouros
Brasil
Controle Biológico de Vetores
Pragas da Agricultura
Larva
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação



página 1 de 32 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde