Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.500.294.400.937.463.230.300 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 52 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 52 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1092687
Autor: Trancoso, Taíssa Angélica Lemos; Lima, Nathália da Conceição; Barbosa, Alynne Silva; Leles, Daniela; Fonseca, Ana Beatriz Monteiro; Labarthe, Norma Vollmer; Bastos, Otilio Machado Pereira; Uchôa, Claudia Maria Antunes.
Título: Detection of Dirofilaria immitis using microscopic, serological and molecular techniques among dogs in Cabo Frio, RJ, Brazil / Detecção de Dirofilaria immitis utilizando técnicas microscópicas, imunológicas e moleculares em cães de Cabo Frio, RJ
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;29(1):e017219, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Heartworm disease is a health problem for dogs and cats, especially in tropical and subtropical coastal regions of the world. Some studies have compared the efficacy of the diagnostic techniques used to detect this parasitosis. Therefore, the aim of this study was to compare parasitological optical microscopy (POM), serological and molecular techniques for diagnosing canine heartworm infection. Samples were collected between July 2015 and April 2016 from 103 dogs in Cabo Frio, RJ, Brazil. The wet fresh blood, thick smears, thin smears and modified Knott's test were used to detect microfilariae. ELISA (Snap™ 4Dx ® IDEXX) was used to detect antigens and the polymerase chain reaction (PCR) was used to detect DNA and enable sequencing for species differentiation and confirmation. 19.4% of samples were positive according to microscopy. Through PCR, 15.5% of the total were positive. Using ELISA, the positivity rate was 29.1%. Occult heartworm infection was detected in 11.6% of the samples. ELISA sensitivity was shown to be higher than PCR or microscopy (P = 0.001). Sequencing of samples confirmed the presence of Dirofilaria immitis and Acanthocheilonema reconditum . ELISA was more effective for serological diagnosis canine heartworm and should be used in clinical and epidemiological studies.

Resumo A dirofilariose é um problema de saúde para cães e gatos, especialmente nas regiões costeiras tropicais e subtropicais do mundo. Alguns estudos compararam a eficácia das técnicas de diagnóstico usadas para detectar esta parasitose. Portanto, o objetivo deste estudo foi comparar a microscopia óptica (OM), técnicas sorológicas e moleculares para o diagnóstico de infecção por Dirofilaria immitis . Foram coletadas, entre julho de 2015 e abril de 2016, amostras de 103 cães em Cabo Frio, RJ, Brasil. O exame direto, distensão espessa, distensão delgada e o teste de Knott modificado foram usados para detectar microfilárias. O ELISA (Snap ™ 4Dx ® IDEXX) foi usado para detectar antígenos e a reação em cadeia da polimerase (PCR) foi usada para detectar DNA e o sequenciamento para diferenciação e confirmação de espécie. Das amostras, 19,4% foram positivas de acordo com a microscopia. Por PCR, 15,5% do total foram positivos. Utilizando o ELISA, a taxa de positividade foi de 29,1%. Dirofilariose oculta foi detectada em 11,6% das amostras. A sensibilidade ao ELISA mostrou-se superior à PCR ou microscopia (P = 0,001). O sequenciamento das amostras confirmou a presença de Dirofilaria immitis e Acanthocheilonema reconditum . O ELISA foi mais eficaz no diagnóstico sorológico de dirofilariose canina e deve ser usado em estudos clínicos e epidemiológicos.
Descritores: Dirofilaria immitis/isolamento & purificação
Dirofilariose/diagnóstico
Doenças do Cão/diagnóstico
-Brasil
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Sensibilidade e Especificidade
Análise de Sequência de DNA
Dirofilaria immitis/genética
Dirofilaria immitis/imunologia
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Cães
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1045986
Autor: Vieira, Viviane Marques de Andrade.
Título: Potencial Zoonótico por Dirofilaria immitis (Leidy, 1856) Raillet & Henry, 1911 na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro / Zoonotic Potential by Dirofilaria immitis (Leidy, 1856) Raillet & Henry, 1911 in the Baixada Fluminense of Rio de Janeiro.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 78 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Dirofilaria immitis é o bioagente patogênico da dirofilariose, agravo frequente à saúde dos cães, principalmente em áreas costeiras de regiões tropicais e subtropicais. A dirofilariose humana é uma zoonose considerada acidental, presente em diferentes países, inclusive no Brasil. O objetivo deste estudo foi analisar a ocorrência da infecção canina por filarídeos nos municípios de Magé, Duque de Caxias, Guapimirim e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Estado do Rio de Janeiro. O estudo foi desenvolvido a partir de amostras de sangue de cães nascidos, criados e atendidos em serviços veterinários. Amostras diagnosticadas como positivas após análise pelos testes laboratoriais foram submetidas à PCR-Multiplex e sequenciamento, para identificação específica. Em todos os municípios estudados foram detectados cães infectados. A frequência geral em relação aos casos positivos de cães microfilarêmicos foi de 76,9% (113/147) e deste total, 100 amostras (88,5%) amplificaram o fragmento do gene 12S. As maiores frequências de animais parasitados das amostras do laboratório de patologia clínica foram observadas em Magé (51%; 51/100) e Duque de Caxias (40%; 40/100) (p<0,00; χ2=23,7; OR=8,71)

Cães machos foram os mais parasitados (62,3%; χ2=1,26; p=0,25), a faixa etária entre 1 a 6 anos foi a mais acometida (62,1%; χ2=1,96; p=0,16), e a chance de um animal de porte grande ser parasitado é 3,6 vezes maior em relação a um cão de porte médio (63,6%; χ2=7,47; p=0,02; OR=3,64). Das amostras submetidas à reação de sequenciamento, 93,6% (73/78) foram identificadas como D. immitis e 6,4% (5/78) como Achantocheilonema reconditum. A alta frequência e a consideração de que as áreas onde vivem os cães com D. immitis são ambientes naturais para criadouros dos vetores culicídeos, permitem inferir sobre o estabelecimento e a manutenção do ciclo enzoótico na região analisada, sinalizam sua vulnerabilidade para a ocorrência do ciclo epidêmico e apontam para a possibilidade de ocorrência de casos humanos. O estudo permitiu caracterizar e determinar a ocorrência de filarioses caninas na região e possibilitou a avaliação de risco para a população humana e orientações de medidas integradas de prevenção. (AU)
Descritores: Zoonoses
Dirofilaria immitis
Cães
Acanthocheilonema
Filariose
Promoção da Saúde
Limites: Animais
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1040715
Autor: Moreira, Hanniele R; Madeira, Ene A. O; Cunha, Dalvarina N. Lima; Scofield, Alessandra; Góes-Cavalcante, Gustavo; Abel, Isis; Guimarães, Ricardo J. P. S; Fernandes, Julio I.
Título: Dirofilaria immitis infection in dogs in Algodoal Island, Brazilian Amazon / Infecção por Dirofilaria immitis em cães na Ilha de Algodoal, Amazônia brasileira
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;39(7):510-515, July 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Dirofilaria immitis, a parasite that mainly infects domestic or wild canids, but can infect felines or humans as well, is frequent in many Brazilian areas. The main objective of this research was to determine the prevalence of natural canine infection at the Algodoal-Maiandeua Island complex, in the coastal region of the state of Pará, Brazil. A total of 67 dogs were sampled for blood microfilariae detection and for D. immitis DNA detection. Microfilaria and D. immitis DNA could be detected in 35.8% (24/67) of the animals. In one dog's sample no microfilariae were detected, but the PCR was positive, suggesting that either larvae recently were eliminated or adults died shortly before sample collecting. Therefore, it can be concluded that the occurrence of D. immitis is a health threat for domestic and wild canids at the Island of Algodoal, as well as for feline or human health.(AU)

Dirofilaria immitis, um parasito que infecta principalmente canídeos domésticos ou selvagens, embora também possa infectar felinos e humanos, é frequente em muitas áreas do Brasil. O objetivo deste estudo foi determinar a ocorrência da infecção natural em cães provenientes do complexo da Ilha de Algodoal-Maiandeua, região litorânea do estado do Pará, Brasil. Um total de 67 cães tiveram o sangue coletado para detecção de microfilárias de D. immitis e seu DNA. Microfilárias e o DNA de D. immitis foram detectados em 35,8% (24/67) dos animais. Na amostra de um animal, não foram observadas microfilárias, mas o seu DNA foi detectado, sugerindo que as larvas tenham sido recentemente eliminadas ou os adultos tenham morrido antes da coleta da amostra. Portanto, pode-se concluir que a ocorrência de D. immitis é uma ameaça à saúde de canídeos domésticos no complexo da Ilha de Algodoal-Maiandeua, bem como para felinos e seres humanos.(AU)
Descritores: Dirofilaria immitis/isolamento & purificação
Dirofilariose/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025072
Autor: Al-Salihi, Karima Akool; Al-Dabhawi, Ahmed Hameed; Al-Rammahi, Hayder M; Kareem, Fatima Atiya.
Título: Dirofilaria immitis infestation in imported police (K-9) dogs in Iraq: clinicopathological and molecular investigations study / Infecção por Dirofilaria immitis em cães policiais importados no Iraque: estudo clínico-patológico e de investigações moleculares
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);56(2):[e152987], ago. 2019. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Dirofilaria immitis, the cause of heartworm infestation (HWI) or dirofilariasis, affects members of the Canidae and remains a worldwide clinical problem. In Iraq, dirofilariasis was believed absent until 2009, when the Karbala Governorate was reported as an endemic area for canine dirofilariasis. Consequently, this study intended to investigate the occurrence of Dirofilaria immitis in police dogs in one police academy in Iraq and to study the gross and histopathological changes in 5 dead dogs, as well as to identify the species of the causative parasite using PCR technique. Thirty-nine police dogs, aged between 6 months and 12 years were included in this study. For the microfilariae investigation, 5 ml blood samples were collected from all dogs in EDTA tubes and examined by Knott's method. The systemic necropsy performed in five dead dogs showed severe clinical signs of dirofilariasis and tissue specimens were sent for routine histopathological processing. For the molecular analysis, adult worms of the detected Dirofilaria spp. were used for DNA extraction and amplification of the cox1 gene. Fifteen of 39 (38.46%) dogs were diagnosed with moderate to severe microfilariasis. The dead dogs revealed typical severe clinical signs of dirofilariasis. Moreover, typical gross and histopathological changes were also seen, accompanied by generalized thromboembolic lesions, suggesting the occurrence of the caval syndrome. The PCR investigation confirmed that D. immitis was the species present in Iraq. In conclusion, this study establishes that Iraq is a newly reported endemic area for dirofilariasis. Moreover, the infestation occurring in these cases most probably happened inside Iraq. The authors recommend doing further epidemiological studies concerning the occurrence of D. immitis in local dogs as well as in the imported dogs in all Iraqi governorates to better understand the epidemiological map of this disease and to introduce an active treatment and preventive program. Awareness and education regarding this disease should be provided to the veterinarians, dog guiders and people in direct contact with dogs, as this disease is one of the important zoonotic diseases.(AU)

A Dirofilaria immitis, causadora da infestação pelo verme do coração (IVC) ou dirofilariose afeta os membros da família Canidae e ainda é um problema clínico mundial. Até o ano de 2009, acreditava-se que o Iraque fosse livre da dirofilariose, porém nessa ocasião a governadoria de Kerbala foi relatada como uma área endêmica de dirofilariose. Assim, o presente trabalho foi realizado para investigar a ocorrência da Dirofilaria immitis em cães policiais em uma academia de polícia do Iraque, estudar as alterações macroscópicas e histopatológicas em cinco cães mortos, bem como, identificar as espécies do parasita causador com o emprego da técnida de PCR. Trinta e nove cães policiais com 6 meses a 12 anos de idade foram incluídos no estudo. Amostras de sangue de cinco mililitros foram colhidas por animal, em tubos com EDTA e foram examinadas pelo método de Knott. A necropsia sistêmica foi realizada em cinco cães que haviam apresentado sinais clínicos severos de dirofilariose e espécimens dos seus tecidos foram enviados para o processamento histopatológico de rotina. Para a análise molecular dos vermes adultos de Dirofilaria spp, foi empregada a extração do DNA e a amplificação do gene cox1. Quinze de 39(38,46%) cães foram diagnosticados com uma microfilariase variável de moderada para severa. As alterações macroscópicas e histopatológicas foram acompanhadas por lesões generalizadas tromboembólicas sugestivas da ocorrência da síndrome da veia cava. A investigação de PCR confirmou que a D.immitisera a espécie presente no Iraque. A conclusão do estudo estabeleceu que o Iraque deve passar a ser considerado como uma nova área endêmica da dirofilariose. Além da infestação registrada nos casos descritos é provável que ela também esteja presente em outras regiões do Iraque. Os autores recomendam a realização de estudos epidemiológicos para investigar a ocorrência de D.immitis tanto nos cães locais bem como em cães importados em todas as governadorias do Iraque, para ser construído o mapa epidemiológico da distribuição da doença e implantadas as ações de tratamento e de um progrma preventivo. Ações de educação em saúde sobre a doença deverão ser dirigidas para os veterinários, tratadores de cães e para pessoas em geral que tenham contato com os cães, pois esta doença é uma importante zoonose.(AU)
Descritores: Dirofilaria immitis/classificação
Dirofilaria immitis/patogenicidade
Cães/parasitologia
Microfilárias/patogenicidade
-Reação em Cadeia da Polimerase
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-911418
Autor: Bendas, Alexandre José Rodrigues; Mendes-de-Almeida, Flavya; Guerrero, Jorge; Labarthe, Norma.
Título: Update on Dirofilaria immitis epidemiology in South America and Mexico: literature review / Atualização sobre a epidemiologia de Dirofilaria immitis na América do Sul e no México: revisão de literatura
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);54(4):319-329, 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Dirofilaria immitis (Leidy, 1856; Raillet & Henry 1911) is a parasite that is widely disseminated around the globe, with a higher prevalence in warm, humid climates. The first report of its occurrence in South America is from 1878 in Brazil. At that time, reports were scarce and difficult to retrieve ­ therefore, gathering them will facilitate record-keeping over time. Four databases were searched (Scopus, MEDLINE, LILACS, and PubMed) and the search keywords were "Dirofilaria" or "heartworm" and the countries' names. Four countries lacked reports (Bolivia, Ecuador, French Guiana, and Uruguay) and other three (Suriname, Guyana, and Paraguay) had only old reports. Chile was the only country in which studies were conducted over time, and no infected dogs were registered. For the other six countries (Mexico, Peru, Colombia, Venezuela, Argentina, and Brazil), reports showed that the infection frequency varied over time and with the surveyed area. Therefore, the information indicates that D. immitis is established, and veterinarians must institute preventive programs to optimally care for their patients and protect the health of their families.(AU)

Dirofilaria immitis é um nematoide de ampla distribuição geográfica, que ocorre com maior frequência em áreas quentes e úmidas do planeta. O primeiro registro de sua ocorrência na América do Sul foi realizado em 1878, no Brasil. Naquela época os registros eram poucos e raramente de fácil obtenção, razão pela qual reuni-los facilitará a recuperação da memória ao longo dos anos. Quatro bases de dados (Scopus, MEDLINE, LILACS e PubMed) foram estudadas utilizando-se as palavras-chave "Dirofilaria" ou "heartworm", os nomes dos países da América do Sul e o México. Nenhum registro foi encontrado para quatro países (Bolívia, Equador, Guiana Francesa e Uruguai) e para outros três (Suriname, Guiana e Paraguai) os registros eram antigos. Apenas o Chile é o território onde houve estudos registrados com ausência do parasita. Os outros países (México, Peru, Colômbia, Venezuela, Argentina e Brasil) apresentam registros com frequência variável no tempo ou no espaço. Assim, as informações reunidas indicam que infecções por D. immitis ocorrem na maior parte da América do Sul e no México e que os médicos veterinários devem instituir programas preventivos para garantir cuidados médicos de qualidade aos pacientes e para proteger a saúde destes e de suas famílias.(AU)
Descritores: Dirofilaria immitis/isolamento & purificação
Dirofilariose/diagnóstico
Dirofilariose/epidemiologia
-Vigilância Sanitária
México/epidemiologia
América do Sul/epidemiologia
Limites: Animais
Cães
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Raimundo Souza
Texto completo
Id: biblio-833074
Autor: Monobe, Marina Mitie; Silva, Rodrigo Costa da; Melanchauski, Mariana Serrano; Lopes, Raimundo Souza.
Título: Canine heartworm disease in a brazilian non-endemic area / Dirofilariose canina em uma aréa não endêmica brasileira / Dirofilariosis canina en una zona no endémica brasileña
Fonte: Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR;19(2):95-100, abr.-jun. 2016. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Canine Heartworm Disease (CHD) is a mosquito-borne disease caused by Dirofilaria immitis. In this study, two mature adult-senior dogs from a non-endemic area to CHD presented clinical signs suggestive to the disease. The first one presented skin lesions, loss of appetite, weakness, pale mucosa membrane, and hyperthermia, whereas the second one presented severe ascites, anorexia and exercise intolerance, lateral decumbency, and marked heart murmurs. Both presented tachypnea, thrombocytopenia, leukocytosis, and microfilaremia. Multiplex-PCR (COI gene) resulted positive to D. immitis research in both cases, confirmed by sequencing, with 98% homology to D. immitis (Gen Bank accession n.AJ537512-1). In addition, both animals have never had any prophylactic treatment to CHD, and no reports about traveling to coastal areas. This study reported two unusual cases of D. immitis infection in non-endemic area from Brazil.

A dirofilariose canina (CHD) é uma doença transmitida por mosquitos e causada por Dirofilaria immitis. No presente estudo, dois cães de idade adulta a idoso de área não endêmica apresentaram sinais clínicos sugestivos da doença. O primeiro apresentou lesões de pele, perda de apetite, fraqueza, mucosas pálidas e hipertermia, enquanto o segundo apresentou severo quadro de ascite, anorexia e intolerância ao exercício, decúbito lateral, e murmúrios cardíacos acentuados. Ambos apresentaram taquipneia, trombocitopenia, leucocitose e microfilaremia. A pesquisa por D. immitis pela multiplex-PCR (COI gene) resultou positiva em ambos os casos, confirmada pelo sequenciamento, com 98% de homologia com D. immitis (Gen Bank n. AJ537512-1). Nenhum dos animais havia sido submetido a tratamento profilático para CHD e não havia relatos de viagens para regiões litorâneas. Assim, o presente estudo reporta dois casos raros de infecção por D. immitis em área brasileira não endêmica para a doença.

La dirofilariosis canina (CHD) es una enfermedad transmitida por mosquitos y causada por Dirofilaria immitis. En este estudio, dos perros de edad adulta a anciano, de área no endémica presentaron signos clínicos de la enfermedad. El primero presentó lesiones en la piel, pérdida del apetito, debilidad, palidez de mucosas e hipertermia, mientras el otro presentó severa ascitis, anorexia e intolerancia al ejercicio, decúbito lateral, y soplos cardíacos acentuados. Ambos presentaron taquipnea, trombocitopenia, leucocitosis y microfilaremia. La investigación de D. immitis por multiplex-PCR (gen COI) resultó positivo en ambos casos, confirmados por la técnica de secuenciación, con 98% de homología con D. immitis (Gen Bank n.AJ537512-1). Ninguno de los animales había sido sometido al tratamiento profiláctico para CHD, y sin relatos de viajes a regiones costeras. El presente estudio reporta dos casos raros de la infección por D. immitis en zona no endémica de Brasil.
Descritores: Dirofilariose/classificação
Dirofilariose/diagnóstico
Doenças Endêmicas/veterinária
-Dirofilaria immitis
Cães/anormalidades
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR1532.9 - CEDIC - Coordenadoria de Editoração e Divulgação Científica


  7 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-717098
Autor: Ural, Kerem; Gultekin, Mehmet; Atasoy, Abidin; Ulutas, Bulent.
Título: Spatial distribution of vector borne disease agents in dogs in Aegean region, Turkey / Distribución espacial de agentes patógenos transmitidos por vectores en perros en la región del Egeo, Turquía
Fonte: Rev. MVZ Córdoba;19(2):4086-4098, May-Aug. 2014. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective. Assess the spatial distribution of seroprevalence of infection with or exposure to 4 vector-borne pathogens Ehrlichia canis, Anaplasma phagocytophilum, Borrelia burgdorferi and Dirofilaria immitis, across the coastal states of the Aegean region with special reference to clinical signs and haematological variances related to disease condition. Materials and methods. A convenience sample, targeting blood from at least 10 pet dogs from Izmir, Aydin, Denizli, Mugla and Manisa cities involved was evaluated using a canine point-of-care ELISA kit. Results. Out of 307 dogs tested the overall seroprevalence was highest for E. canis (24.42%), followed by E. canis + A. phagocytophilum co-infection (10.42%), A. phagocytophilum (7.49%) and D. immitis (2.28%). Only 2 cases were seropositive to B. burgdorferi albeit 10 dogs were co-infected with more than 2 agents. For both dogs infected with E. canis and co-infected with E. canis and A. phagocytophilum, anemia, thrombocytopenia and leukocytosis, were more commonly detected, whereas thrombocytopenia and leukocytosis were significant finding in dogs infected with A. phagocytophilum or D. immitis, respectively. Variance analysis showed significant differences for mean RBC, Hb, PCV and PLT values (p<0.01) among control group and other groups. Conclusions. Seropositivity for vector-borne pathogens other than B. burgdorferi, is moderately to widely distributed in dogs residing in the Aegean region in Turkey.

Objetivo. Evaluar la distribución espacial de la seroprevalencia de la infección de 4 agentes patógenos de transmisión por vectores Ehrlichia canis, Anaplasma phagocytophilum, Borrelia burgdorferi y Dirofilaria immitis, en los estados costeros de la región del Egeo con especial referencia a los signos clínicos y las variaciones hematológicas relacionadas con la enfermedad. Materiales y métodos. Se tomaron por conveniencia muestras de sangre de al menos 10 perros en las ciudades Izmir, Aydin, Denizli, Mugla y Manisa. Para la evaluación de las muestras se utilizó un kit de ELISA para la detencción de anticuerpos de las enfermedades del estudio. Resultados. De los 307 perros muestreados, la seroprevalencia más alta fue para E. canis (24.42%), seguido por la coinfección entre E. canis + A. phagocytophilum (10.42%), A. phagocytophilum (7.49%) y D. immitis (2.28%). Sólo 2 casos fueron seropositivos para B. burgdorferi aunque 10 perros fueron coinfectados con más de 2 agentes. En ambos perros infectados con E. canis y coinfectados con E. canis y A. phagocytophilum, se detectó comúnmente anemia, trombocitopenia y leucocitosis, mientras que la trombocitopenia y leucocitosis fueron significativos en perros infectados con A. phagocytophilum o D. immitis , respectivamente. El análisis de varianza mostró diferencias significativas para los promedios de RBC, hemoglobina, hematocrito y valores PLT (p<0.01) entre el grupo control y los otros grupos. Conclusiones. La seropositividad transmitida por vectores patógenos distintos de B. burgdorferi, fue moderada y ampliamente distribuida en los perros que residen en la región del Egeo en Turquía.
Descritores: Anaplasma phagocytophilum
-Borrelia burgdorferi
Dirofilaria immitis
Cães
Ehrlichia canis
Turquia
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  8 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-698016
Autor: Ogawa, Guilherme Maerschner; Cruz, Edson Neves da; Cunha, Priscila Nayara Araujo; Camargo, Luis Marcelo Aranha.
Título: Canine heartworm disease in Porto Velho: first record, distribution map and occurrence of positive mosquitoes / Dirofilariose canina em Porto Velho: primeiro registro, mapa de distribuicao e ocorrencia de mosquitos positivos
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;22(4):559-564, Oct-Dec/2013. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to make the first report on canine heartworm disease in the state of Rondônia and confirm its transmission in this state. Blood samples were randomly collected from 727 dogs in the city of Porto Velho. The samples were analyzed to search for microfilariae and circulating antigens, using three different techniques: optical microscopy on thick blood smears stained with Giemsa; immunochromatography; and PCR. Mosquitoes were collected inside and outside the homes of all the cases of positive dogs and were tested using PCR to search for DNA of Dirofilaria immitis. Ninety-three blood samples out of 727 (12.8%) were positive according to the immunoassay technique and none according to the thick smear method. Among the 93 positive dogs, 89 (95.7%) were born in Porto Velho. No difference in the frequency of infection was observed between dogs raised indoors and in the yard. PCR on the mosquitoes resulted in only one positive pool. This result shows that the transmission of canine heartworm disease is occurring in the city of Porto Velho and that there is moderate prevalence among the dogs. The techniques of immunochromatography and PCR were more effective for detecting canine heartworm than thick blood smears. The confirmation of canine heartworm disease transmission in Porto Velho places this disease in the ranking for differential diagnosis of pulmonary nodules in humans in Rondônia.

O objetivo deste estudo foi de registrar pela primeira vez a dirofilariose canina no estado de Rondônia e confirmar sua transmissão neste estado. Amostras de sangue de 727 cães foram colhidas aleatoriamente na cidade de Porto Velho. As amostras foram analisadas em busca de microfilárias e antígenos circulantes usando três técnicas diferentes: microscopia ótica de gota espessa corada com Giemsa e imunocromatografia de fluxo lateral e PCR. Mosquitos foram colhidos no domicilio e peridomicílio de todos os casos de cães positivos, estes mosquitos foram testados pela PCR na detecção de DNA de Dirofilaria immitis. Noventa e três das 727 amostras de sangue foram positivas na técnica de imunoensaio (12,8%). Nenhuma amostra foi positiva na gota espessa. Entre os 93 cães positivos, 89 (95,7%) foram nascidos em Porto Velho. Nenhuma diferença na frequencia de infecção foi observada entre cães criados dentro da casa ou no quintal. O PCR dos mosquitos resultou em apenas um pool positivo. Este resultado mostra que a transmissão de dirofilariose canina está ocorrendo na cidade de Porto Velho e a frequência que ocorre nos cães é considerada moderada. As técnicas de imunocromatografia e PCR são mais eficazes na detecção de dirofilariose comparadas a gota espessa. A confirmação de transmissão de dirofilariose canina em Porto Velho, coloca esta doença no ranking de diagnóstico diferencial de nódulos pulmonares em seres humanos em Rondônia.
Descritores: Dirofilariose/epidemiologia
Doenças do Cão/epidemiologia
Doenças do Cão/parasitologia
-Brasil/epidemiologia
Culicidae/parasitologia
DNA de Helmintos/análise
Dirofilaria immitis/genética
Dirofilariose/transmissão
Doenças do Cão/transmissão
Limites: Animais
Cães
Feminino
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 52 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-658966
Autor: Bublitz, Giuliano Stefanello; Serapião, Maria José; Roberge, Vanessa Durieux; Coelho, Karina Munhoz de Paula Alves; Serapião, Carlos José.
Título: Dirofilariose humana em Joinville-SC: avaliação clinicopatológica dos primeiros casos relatados na região Sul / Human dirofilariasis in Joinville-SC: clinical-pathological assessment of the first cases reported in the Southern region
Fonte: J. bras. patol. med. lab;48(5):383-389, out. 2012. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: Dirofilariose é uma zoonose rara causada pelo gênero Dirofilaria e acomete principalmente os pulmões, sendo capaz de simular neoplasia pulmonar. Pouca informação está disponível na literatura sobre a ocorrência e a distribuição de dirofilariose humana na América do Sul. Até 2004, haviam sido descritos apenas 50 casos de dirofilariose humana pulmonar no Brasil, sendo 37 apenas em São Paulo. OBJETIVO: Comprovar a existência de dirofilariose na região de Joinville-SC. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão de arquivos de laboratórios de anatomia patológica da cidade à procura de casos com os termos granuloma parasitário, helminto, helmintíase, verme, Dirofilaria e dirofilariose. Foram incluídos na pesquisa casos que satisfizeram os critérios para dirofilariose, segundo literatura específica. Os prontuários foram revisados e as amostras reprocessadas e analisadas histologicamente por seis colorações diferentes. RESULTADOS: Encontrou-se um caso em globo ocular e sete casos pulmonares, sendo o lobo inferior a localização preferencial (cinco casos). A análise microscópica revelou, nos casos pulmonares, nódulo bem delimitado, frequentemente centrado em uma artéria, com reação granulomatosa e necrose associada à fibrose e infiltrado inflamatório mono e polimorfonuclear, sendo possível identificar segmentos do parasita degenerado, compatível com Dirofilaria immitis. DISCUSSÃO: Todos os parasitas encontrados apresentam características morfológicas idênticas às relatadas na literatura para Dirofilaria immitis. A presença de D. immitis no globo ocular, como observada em um dos pacientes na presente revisão, é rara. CONCLUSÃO: A ocorrência de dirofilariose humana foi confirmada em Joinville e região, sendo causada pela Dirofilaria immitis.

INTRODUCTION: Dirofilariasis is a rare zoonosis caused by Dirofilaria genus, which affects mainly the lungs and may be misdiagnosed as lung cancer. Little information is available regarding the occurrence and distribution of human dirofilariasis in South America. Only 50 cases of human pulmonary dirofilariasis were described in Brazil until 2004, of which 37 were located in São Paulo. OBJECTIVE: To prove the existence of dirofilariasis in Joinville, SC. MATERIAL AND METHODS: The records of anatomic pathology laboratories of the city were reviewed in search for cases with the terms parasitic granuloma, helminth, helminthiasis, worm, Dirofilaria and dirofilariasis. According to specific literature, the cases that met the criteria for dirofilariasis were included in the study. The medical records were reviewed and the samples reprocessed and histologically analyzed by six different stains. RESULTS: We found one ocular case and seven pulmonary cases. The lower lobe was the main location (five cases). In all pulmonary cases, microscopic analysis revealed well defined nodules, frequently centered in a pulmonary artery, with granulomatous reaction and necrosis associated with fibrosis and mono and polymorphonuclear inflammatory infiltrate. It was also possible to identify segments of the deteriorated worm consistent with Dirofilaria immitis. DISCUSSION: All parasites found in this study show morphological characteristics similar to those reported in the literature on Dirofilaria immitis. The presence of D. immitis in the eye, as reported in one of the patients from this review, is rare. CONCLUSION: The occurrence of human dirofilariasis was confirmed in Joinville and region and it was caused by Dirofilaria immitis.
Descritores: Dirofilaria
Dirofilaria immitis
Dirofilariose/epidemiologia
Dirofilariose/patologia
Limites: Humanos
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  10 / 52 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-647682
Autor: Pasca, S. A; Acatrinei, D; Oprean, O. Z; Lazar, M.
Título: Vascular, hepatic and renal lesions by Dirofilaria immitis invasion in dogs / Lesões vasculares, hepáticas e renais na invasão por Dirofilaria immitis no cão
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;64(4):841-846, Aug. 2012. ilus.
Idioma: en.
Projeto: UEFISCDI Romania.
Resumo: Morphological investigations were conducted on four bodies of dogs who died due to severe clinical symptoms following a massive invasion of cardiac and pulmonary Dirofilaria. The subjects were monitored clinically and diagnosed serologically positive for the Heartworm disease. The necropsy examination of the cardiovascular system (right ventricle and pulmonary artery) revealed the presence of 25 adult parasites in one dog with length ranging between 8 and 33cm. Macroscopically, lesions consistently observed were represented by the right ventricular dilatation and the diffuse wall thickening of the pulmonary artery. Parasitic invasion secondary lesions were present in the lungs, liver and kidneys (cardiac and vascular lesions). The histological examination mainly revealed myocardial injury, vascular (dystrophic), pulmonary (circulatory and inflammatory), hepatic (degenerative) and renal (degenerative and inflammatory) damage.

Investigações morfológicas foram realizadas em quatro cadáveres de cães, mortos em razão de graves sintomas clínicos atribuídos à invasão massiva cardíaca e pulmonar por Dirofilaria immitis. Os indivíduos foram acompanhados sob o ponto de vista clínico, sendo diagnosticados serologicamente positivos para dirofilariose. À necropsia do sistema cardiovascular (ventrículo direito e artéria pulmonar,) revelou-se em um indivíduo a presença de 25 parasitas adultos, com comprimento entre 8-33 centímetros. Macroscopicamente, as lesões observadas foram a dilatação do ventrículo direito e o espessamento difuso da parede da artéria pulmonar. Lesões secundárias à invasão parasitária estavam presentes nos pulmões, no fígado e nos rins (lesões cardíacas e vasculares). O exame histológico revelou, principalmente, lesões do miocárdio, lesões vasculares (distróficos) e pulmonares (circulatórias e inflamatórias), mas também no fígado (degenerativas) e nos rins (degenerativas e inflamatórias).
Descritores: Dirofilaria immitis
Dirofilariose/diagnóstico
Dirofilariose/virologia
Traumatismos Cardíacos
-Autopsia
Cadáver
Ferimentos e Lesões/veterinária
Histologia
Parasitos
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde