Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.500.736.847 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-781401
Autor: Braccini, J A L; Amaral, S V; Leal-Zanchet, A M.
Título: Microturbellarians (Platyhelminthes and Acoelomorpha) in Brazil: invisible organisms? / Microturbelários (Platyhelminthes e Acoelomorpha) no Brasil: organismos invisíveis?
Fonte: Braz. j. biol;76(2):476-494, Apr.-June 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Microturbellarians typically belong to the benthos and may occur in a wide variety of environments. They are abundant in freshwater and marine ecosystems and may occur in moist terrestrial habitats. However, turbellarians are seldom taken into account in studies of biodiversity. Most studies on Brazilian microturbellarians had taxonomical purposes and were done in the years 1940-1950. Thus, information on their occurrence and ecological aspects are dispersed throughout several papers. We intend here to summarize the biogeographical distribution and ecological aspects of microturbellarians recorded for Brazil, indicating the main gaps in their knowledge and possible actions to enhance studies on this group. There are 239 species of microturbellarians registered for Brazil, with records distributed in 12 states. However, just three states located in southern Brazil have records of 94% of microturbellarian species. Thus, knowledge on the systematics and geographical distribution of Brazilian microturbellarians clearly reflect the scientific activity over many years or decades in two states of southeastern and southern Brazil. Considering the scant information on this group in Brazil, which is also the situation of the Neotropical microturbellarians in general, some actions should be proposed. First, it would be necessary to sample in the diverse biomes, as well as in the various river and sea basins, based on standardized sampling protocols. Second, it would be necessary to encourage diverse research groups to include microturbellarians and/or turbellarians in general into biodiversity inventories and studies on community structure of invertebrates. Third, it is necessary to increase the number of research groups on microturbellarians, in order to augment the studies on their morphology, systematics, and ecology. Considering their abundance, species richness and ecological importance in aquatic environments, despite some peculiarities regarding their sampling, sorting and identification procedures, the challenge to study microturbellarians and enhance knowledge about them in Brazilian ecosystems should be faced.

Resumo Microturbelários são tipicamente bentônicos e podem ocorrer em uma ampla variedade de ambientes. São abundantes em ecossistemas marinhos e de água doce, podendo ocorrer em ambientes terrestres úmidos. Entretanto, turbelários raramente são considerados em estudos de diversidade. A maioria dos estudos sobre microturbelários brasileiros tiveram propósito taxonômico e foram realizados nos anos 1940-1950. Assim, informações sobre ocorrência e aspectos ecológicos estão dispersos em diversos artigos. O objetivo deste trabalho é sumarizar a distribuição biogeográfica e aspectos ecológicos dos microturbelários registrados para o Brasil, indicando as principais lacunas do conhecimento e possíveis ações para ampliar estudos sobre esse grupo. Há 239 espécies de microturbelários registradas no Brasil, com registros distribuídos em 12 estados. No entanto, 94% das espécies de microturbelários foram registradas em apenas três estados localizados no sul e sudeste do Brasil. Assim, o conhecimento sobre a sistemática e distribuição geográfica dos microturbelários claramente reflete as atividades científicas realizadas por muitos anos ou mesmo décadas em dois estados do sudeste e sul do Brasil. Considerando as escassas informações existentes sobre esse grupo no Brasil, assim como a situação dos microturbelários neotropicais em geral, algumas ações devem ser propostas. Primeiramente, é necessário realizar amostragens em diversos biomas, assim como nas várias bacias e regiões hidrográficas marinhas, baseadas em protocolos de amostragem padronizados. Em segundo lugar, faz-se necessário incentivar diversos grupos de pesquisa a incluir microturbelários e/ou turbelários em geral em inventários da biodiversidade e estudos de estrutura de comunidades de invertebrados. Em terceiro lugar, é necessário ampliar o número de grupos de pesquisa em microturbelários, para aumentar os estudos sobre sua morfologia, sistemática e ecologia. Considerando sua abundância, riqueza de espécies e importância ecológica em ambientes aquáticos, apesar de suas peculiaridades de amostragem, triagem e identificação, o desafio de estudar e ampliar o conhecimento sobre microturbelários em ecossistemas brasileiros deve ser enfrentado.
Descritores: Turbelários/classificação
Turbelários/fisiologia
Água Doce/análise
Água Doce/microbiologia
-Brasil
Ecossistema
Biodiversidade
Rios
Fenômenos Ecológicos e Ambientais
Hidrobiologia/métodos
Hidrobiologia/estatística & dados numéricos
Invertebrados/classificação
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888822
Autor: Benya, E G F; Leal-Zanchet, A M; Hauser, J.
Título: Polyploidy as a chromosomal component of stochastic noise: variable scalar multiples of the diploid chromosome complement in the invertebrate species Girardia schubarti from Brazil / Poliploidia como componente cromossômico de ruído estocástico: variações escalares múltiplas do componente cromossômico diploide do invertebrado Girardia schubarti ocorrente no Brasil
Fonte: Braz. j. biol;77(4):745-751, Nov. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Chromosome stoichiometry, a form of genetic plasticity, specifically refers to variation in the standard diploid genomic composition of an individual or species. In the present work, freshwater planarians (Girardia schubarti) were analyzed to recognize variations in chromosomal stoichiometry especially of complete ploidal change between specimens, within specimens and between cells within specimens and any relations they might have with selected components of phenotypic plasticity. Homoploid polyploids for the group reached rational scalar multiples (e.g. tetraploids) or irrational scalar multiples (e.g. triploids). Karyotypic mosaics emerged where individual cells presented polyploid multiples in arithmetic and geometric progressions. Ploidal multiplicity, a chromosomal component of stochastic noise, had positive phenotypic effects (increased dimensions) on morphologic criteria of body length, body width and dorsal surface reflecting a significant genotypic plasticity (GP) and robust phenotypic plasticity (PP). Variable but significant association of genotypic plasticity with robust phenotypic variance suggests kinetics of phenotypic homeostasis that is species-specific permitting phenotypic adaptability to environmental variables by means of GP. That association is diminished, deactivated or lost in more advanced and more complex organisms.

Resumo A estequiometria cromossômica, uma forma de plasticidade genotípica, representa variações na composição genômica diploide de um indivíduo ou espécie. Planárias límnicas (Girardia schubarti) foram analisadas para verificar a estequiometria cromossômica, especialmente alterações na ploidia entre espécimes, em cada espécime e entre células do mesmo espécime, além de relações dessas alterações com a plasticidade fenotípica. Espécimes poliploides homoploides apresentaram múltiplos escalares racionais ou irracionais, tais como triploides. Mosaicos cariotípicos ocorreram quando células apresentaram poliploides múltiplos em progressões aritméticas e geométricas. Nas planárias estudadas, a multiplicidade ploidal, um componente cromossômico de ruído estocástico, apresentou efeitos fenotípicos positivos, causando aumento das dimensões dos indivíduos, tais como comprimento corporal, largura do corpo e superfície dorsal, indicando plasticidade genotípica (GP) significativa e plasticidade fenotípica (PP) robusta. Associações significativas da plasticidade genotípica com variâncias fenotípicas robustas, embora variáveis, sugerem que a homeostase fenotípica, a qual é espécie-específica, possibilita adaptações a variáveis ambientais através da GP. Tal associação apresenta-se reduzida, desativada ou perdida em organismos mais complexos.
Descritores: Poliploidia
Turbelários/genética
Variação Genética
-Fenótipo
Brasil
Cromossomos
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-519174
Autor: Lopes, K. A. R; Campos Velho, N. M. R; Munin, E.
Título: A study of low power laser on the regenerative process of Girardia tigrina (Girard, 1850) (Turbellaria; Tricladida; Dugesiidae) / Um estudo de laser de baixa potência no processo regenerativo de Girardia tigrina (Girard, 1850) (Turbellaria; Tricladida; Dugesiidae)
Fonte: Braz. j. biol;69(2):327-332, May 2009. ilus, graf, tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: The mechanism of regeneration does not start to restore the wound until its corresponding epimorphic phase. A bioestimulation of tissues and cells by laser radiation depends on the wavelength, on the dose, and on the intensity of the light. The goal of this work was to verify the effect of the low power laser at 660 nm on the regenerative process of Girardia tigrina. The specimens were maintained in the laboratory under a temperature ranging from 19° up to 24 °C for 21 days. The planarians were anesthetized by placing them on ice and then cut them with a scalpel. The three treatments were as following: animals individually irradiated with 14 sessions with 1 minute duration (treatment 1), 14 sessions with 3 minutes duration (treatment 2), and without irradiation (control). The planarians were amputated and divided in three study treatments: a control group (without radiation), and two other treatments: irradiated for 1 minute, and irradiated for 3 minutes. The animals were irradiated with diode laser (660 nm) with 3.3 ± 0.3 mW of power, using 0.94 mW.mm-2 power density for each irradiation procedure. During the experiment, 14 irradiation sessions were undertaken. The specimens were fixed in Bouin, and stained with hematoxyline and eosin. From observation and histological analysis, it was possible to assess the effects of interaction between laser and tissue. The head fragment after 1 minute of irradiation presented a better organized tissue scheme, when compared with the other treatments. Aspects of the body fragments submitted to 3 minutes of light treatment were very similar to fragments that had not been injured. It can be concluded that there are changes in the quality of regeneration when treated with low power laser under the conditions mentioned above.

O mecanismo de regeneração não restaura a ferida até sua fase epimórfica correspondente. A bioestimulação de tecidos e células por radiação laser depende do comprimento de onda, da dose e intensidade de luz. O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do laser de baixa potência (660 nm) no processo regenerativo de Girardia tigrina. Estes vermes têm uma elevada capacidade de regeneração. Os espécimes foram mantidos em laboratório sob uma temperatura de 19° a 24 °C por 21 dias. As planárias foram anestesiadas com gelo e amputadas com bisturi. Os 3 tratamentos foram compostos de: animais individualmente irradiados com 14 sessões de 1 minuto de duração (tratamento 1), com 14 sessões de três minutos de duração (tratamento 2) e não irradiados (controle). Elas foram irradiadas com laser diodo (660 nm) 3,3 ± 0,3 mW potência, usando 0.94 mW.mm-2 de densidade de potência para cada irradiação. Durante o experimento foram realizadas 14 sessões. Os espécimes foram fixados em Bouin e corados com hematoxilina e eosina. Com base nas observações e análise histológica, foi possível avaliar os efeitos da interação entre laser e tecido. O fragmento cabeça após 1 minuto de irradiação mostrou um tecido melhor organizado quando comparado com outros tratamentos. Os aspectos dos fragmentos corpo após 3 minutos de irradiação foram muito similares para os fragmentos que não sofreram injúria. Existem mudanças na qualidade de regeneração quando tratadas com laser nas condições acima mencionadas.
Descritores: Lasers Semicondutores
Terapia com Luz de Baixa Intensidade
Regeneração/efeitos da radiação
Turbelários/efeitos da radiação
-Regeneração/fisiologia
Limites: Animais
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-509797
Autor: Carbayo, Fernando; Froehlich, Eudóxia Maria.
Título: Estado do conhecimento dos macroturbelários (Platyhelminthes) do Brasil: [revisão] / State of knowledge of the macroturbellarians (Platyhelminthes) from Brazil: [review]
Fonte: Biota neotrop. (Online, Ed. port.);8(4):177-197, Oct.-Dec. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Nas últimas décadas tem crescido o esforço internacional para conhecer a biodiversidade mundial visando a criação de políticas públicas de conservação. O Brasil vem participando deste esforço, como evidenciam as recentes publicações sobre o estado do conhecimento de vários táxons de organismos. Os macroturbelários (Polycladida e Tricladida, Platyhelminthes) fazem parte da fauna mundialmente menos estudada. Neste trabalho inventariamos por regiões a diversidade da fauna brasileira conhecida de macroturbelários e comparamos esta diversidade com a do resto do mundo. Analisamos também a atividade dos taxonomistas brasileiros do grupo no contexto mundial. Os resultados mostram que praticamente a totalidade das 246 espécies nominais descritas procede das regiões Sudeste e Sul. O número de espécies deverá aumentar significativamente quando forem feitas novas coletas, tanto em biomas e regiões ainda pouco ou nada explorados quanto nas áreas já amostradas. O Brasil está, relativamente a outros países, bem provido de especialistas. No entanto, em face da grande diversidade estimada, as amostragens deveriam ocorrer concomitantemente com a formação de novos especialistas.

In the last decades, international efforts have increased, with the aim of acquiring greater knowledge on worldwide biodiversity and to propose adequate conservation policies. Brazil has joined in these efforts, as is shown by recent publications on the state of knowledge of several taxa of organisms. The macroturbellarians (Polycladida and Tricladida, Platyhelminthes) are part of one of the less studied faunal groups, not only in Brazil but also in other regions of the world. In the present study we inventoried the knowledge on the diversity of Brazilian macroturbellarians and make a comparison with that from the rest of the world. We also analyze the accomplishments of Brazilian taxonomists dealing with macroturbellarians, with regard to the world context. Our results show that almost all of the 246 described species are from the South-eastern and Southern regions. The number of species will increase significantly when new samples are undertaken in biomes and regions still little or non-sampled, as well as in already explored areas. Brazil is relatively well provided with specialists in relation to other countries. Nonetheless, in view of the high numbers of estimated diversity, new samples should concur with the academic formation of new taxonomists.
Descritores: Biodiversidade
Classificação
Política Ambiental
Fauna
Fauna Marinha
Platelmintos
Turbelários
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde