Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.644.080.643.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 30 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 30 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055109
Autor: García-Bernal, M; Medina-Marrero, R; Campa-Córdova, Á. I; Mazón-Suástegui, J. M.
Título: Growth and antioxidant response of juvenile oysters Crassostrea sikamea and Crassostrea corteziensis treated with Streptomyces strains / Crescimento e resposta oxidative de ostras jovens Crassostrea sikamea e Crassostrea corteziensis tratadas com cultura Streptomyces
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(6):1993-1998, Nov.-Dec. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Sectorial Fund for Education of Mexico.
Resumo: The effect of three Streptomyces strains (N7, RL8 and V4) and a mixture of Bacillus (BMix) on the growth (Weight, Size) and superoxide dismutase activity (SOD) in hatchery-reared juvenile oysters Crassostrea corteziensis and Crassostrea sikamea was investigated to determine their probiotic potential. Microorganisms were added to culture water at 1×106 CFU/ml once a day during 30 days and all oysters fed daily a microalgae mix. Juveniles of C. sikamea treated with strains N7, RL8 and V4 had a significant weight gain compared to the control group. C. corteziensis juveniles treated with strains RL8 and BMix showed a significantly higher weight gain than the control group. No significant size increase was observed in any treated group for both oyster species. SOD activity significantly increased in C. sikamea treated with RL8 and with RL8, N7 and BMix in C. corteziensis. Streptomyces strains RL8 and N7 emerge as promising probiotic agents to cultivate C. sikamea and C. corteziensis and may also be useful to other molluscs and marine invertebrates .(AU)

O efeito de três culturas Streptomyces (N7, RL8 e V4) e uma mistura de Bacillus (BMix) sobre o cresimento (Peso, Tamanho) e atividade superóxido dismutase (SOD) em ostras jovens Crassostrea corteziensis e Crassostrea sikamea cultivadas artificalmente foi investigado para determinar seu potencial probiótico. Microorganismos foram adicionados à água de cultura a 1×10 6 CFU/ml uma vez por dia durante 30 dias e todas as ostras foram alimentadas diariamente com uma mistura de microalgas. Jovens C. sikamea tratados com culturas N7, RL8 e V4 tiveram ganho de peso significativo quando comparado ao grupo de controle. Jovens C. corteziensis tratados com culturas RL8 e BMix demonstraram peso significativamente mais algo que o grupo de controle. Nenhum aumento em tamanho foi observado em grupos tratados em ambas espécies. A atividade SOD foi significamente aumentada em C. sikamea treatado com RL8 e com RL8, N7 e BMix em C. corteziensis. Culturas Streptomyces RL8 e N7 surgem como agentes probióticos promissores para o cultivo de C. sikamea e C. corteziensis e podem ser úteis para outros moluscos animais marinhos invertebrados.(AU)
Descritores: Streptomyces
Superóxido Dismutase/análise
Probióticos/administração & dosagem
Crassostrea/crescimento & desenvolvimento
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048612
Autor: Horodesky, Aline; Westphal, Gisela Geraldine Castilho; Cozer, Nathieli; Rossi, Vitor Gomes; Ostrensky, Antonio.
Título: Effects of salinity on the survival and histology of oysters crassostrea gasar (adanson, 1757) / Efeitos da salinidade na sobrevivência e histologia de ostras Crassostrea gasar (Adanson, 1757)
Fonte: Biosci. j. (Online);35(2):586-597, mar./apr. 2019. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Water salinity is among the most important factors influencing the distribution, abundance, growth, and survival of Crassostrea gasar, an important aquaculture resource grown in estuarine environments in diverse regions of the world. The goal of the present work was to evaluate the effects of different salinities on survival and the tissues ofC. gasar under laboratory conditions. Two experiments were performed using adult oysters from five marine farms located in the bay of Guaratuba, Brazil. In Experiment 1, the daily survival rates were evaluated after the oysters were submitted to gradual acclimatization at salinities ranging from 0 to 65 gL-1 and maintained in the laboratory without feeding for up to 365 days. In Experiment 2, the oysters were exposed to salinity from 0 to 50 gL-1 for up to 30 days without feeding and possible histological alterations caused by salinity were assessed. Three tolerance ranges of C. gasar to salinity were identified: "Optimal" (between 4 and 40 gL-1), "Tolerable" (between 2.1 and 3.9 and between 41 and 50 gL-1) and "Intolerable" (less than 2 and greater than 50 gL-1). No evidence of histological alterations was observed in oysters exposed to the different salinities.

A salinidade da água está entre os fatores de maior influência na distribuição, abundância, crescimento e sobrevivência de Crassostrea gasar, um importante recurso aquícola cultivado em ambientes estuarinos em diversas regiões do mundo. O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos da salinidade sobre a sobrevivência e nos tecidos de C. gasar exposta a diferentes salinidades, em condições laboratoriais. Foram realizados dois experimentos com ostras adultas provenientes de cinco fazendas marinhas localizadas na baía de Guaratuba, Brasil. No experimento 1, que foi realizado com o propósito de avaliar as taxas diárias de sobrevivência, as ostras foram submetidas à aclimatação gradual a salinidades variando de 0 a 65 gL-1 e mantidas em laboratório, sem alimentação, por até 365 dias. No experimento 2, as ostras foram expostas a salinidades de 0 a 50 gL-1 por até 30 dias, sem alimentação, para avaliação de possíveis alterações histológicas provocadas pela salinidade. Foram identificadas três faixas de tolerância de C. gasar à salinidade: Ótima (entre 4 e 40 gL-1), Tolerável (entre 2,1 e 3,9 e entre 41 e 50 gL-1) e Intolerável (menor que 2 e maior que 50 gL-1). Não foram encontradas evidências de alterações histológicas em função da exposição das ostras às diferentes salinidades.
Descritores: Ostreidae
Estuários
Crassostrea
Salinidade
Histologia
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  3 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-603016
Autor: Valenzuela B, Alfonso; Yánez, Carmen Gloria; Golusda V, Constanza.
Título: El ostión del norte chileno (argopecten purpuratus), un alimento de alto valor nutricional / The scallop from the chilean north (argopecten purpuratus), a food with a high nutritional value
Fonte: Rev. chil. nutr;38(2):148-155, jun. 2011. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Mollusks are good food and also products of great commercial value. However, information about the nutritional value of these shellfish as foods is scarce. This work focused on the chemical characterization of scallops, one of the main products of the Chilean aquaculture. Samples of frozen scallops from three culture centers located in the north of Chile (Coquimbo Region) were subjected to several chemical analysis to obtain information about their nutritional composition. Results show that per serving (approximately 100 g) scallops provide low fat, but containing an interesting amount of omega-3 fatty acids (EPA and DHA). Carbohydrate and cholesterol content are also low. Phytosterol content of scallops comprises 30 percent of the total sterols, presumable derived from their feeding. Scallops are also a good supply of tryptophan, vitamin B12 and minerals. For these reasons scallops are very good nutritional food.

Los moluscos, además de constituir un alimento, son productos de gran valor comercial. Sin embargo, es poco es lo que se hecho para valorizar desde el punto de vista nutricional a estos mariscos como alimentos. Este trabajo desarrolla la caracterización de la composición química del ostión, uno de los principales mariscos de la acuicultura chilena. Muestras de ostión congeladas provenientes de tres centros de cultivo del norte chileno (Región de Coquimbo) se sometieron a diferentes análisis con la finalidad de conocer su composición química. Los análisis muestran que una porción de ostiones (100 g aproximadamente) aporta poca grasa, pero contiene una interesante cantidad de ácidos grasos omega-3 (EPA y DHA), además presenta un bajo contenido de carbohidratos y de colesterol. Un aspecto novedoso es el contenido de fitoesteroles de los ostiones, derivado de su alimentación, los que son en promedio el 30 por ciento del contenido total de esteroles. El ostión, además, constituye un buen aporte de triptófano, de vitamina B12 (cobalamina) y de sales minerales. Por este motivo el consumo del ostión, además de ser placentero, es un muy buen alimento.
Descritores: Alimentos Marinhos
Aquicultura
Propriedades Físicas e Químicas
Crassostrea
Valor Nutritivo
-Chile
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CL334.1 - Biblioteca UBO


  4 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875395
Autor: Pinto, Thiago Ramos; Boehs, Guisla; Pessoa, Wallace Felipe Blohem; Luz, Mariane dos Santos Aguiar; Costa, Helena.
Título: Detection of Perkinsus marinus in the oyster Crassostrea rhizophorae in southern Bahia by proteomic analysis / Detecção de Perkinsus marinus na ostra Crassostrea rhizophorae do sul da Bahia por análise proteômica
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);53(4):1-4, 2016.
Idioma: en.
Projeto: FAPESB.
Resumo: This study reports the presence of the pathogen Perkinsus marinus, notifiable to the World Organization for Animal Health (Office International des Èpizooties = OIE) in the oyster Crassostrea rhizophorae in southern Bahia via proteomic analysis. We analyzed Crassostrea brasiliana from a long-line cultivation system and C. rhizophorae from an adjacent mangrove in Porto do Campo, Camamu Bay, Bahia, Brazil. The collections (n = 100) were performed in October 2012. In the laboratory, the oysters were measured and opened to remove the meat, which was steeped in dry ice. For extraction of proteins, adaptation of a protocol used for mussels was used, after which separation in the first dimension was taken by isoelectric focusing (IEF). The peptides were transferred to a Mass Spectrometer. The obtained spectra were analyzed with the ProteinLynx Global Server 4.2 software tool and also by MASCOT (Matrix Science) and compared to the databases of the SWISSPROT and NCBI, respectively. The identification was evidenced by beta-tubulin, Perkinsus marinus ATCC 50983 and protein homology code in the database NCBI = gi | 294889481. This is the first record of P. marinus in Bahia and the fourth in Brazil.(AU)

Este estudo relata a presença do patógeno Perkinsus marinus, de notificação obrigatória à Organização Internacional de Epizootias (OIE) na ostra Crassostrea rhizophorae no sul da Bahia, via análise proteômica. Foram analisadas as ostras Crassostrea brasiliana de um cultivo em espinhel e C. rhizophorae de um manguezal adjacente, na localidade de Porto do Campo, Baía de Camamu, Bahia. As coletas (n = 100) foram efetuadas em outubro de 2012. Em laboratório, as ostras foram medidas e abertas para a retirada da carne, que foi macerada em gelo seco. Para a extração das proteínas, foi adotada a adaptação de um protocolo utilizado para mexilhões, após o que foi realizada a separação na primeira dimensão, por focalização isoelétrica (IEF). Os peptídeos foram transferidos para um Espectrômetro de Massas. Os espectros obtidos foram analisados no software ProteinLynx Global Server 4.2 e também pela ferramenta MASCOT (Matrix Science) e comparados com os bancos de dados do SWISSPROT e do NCBI, respectivamente. A identificação foi evidenciada por meio da beta-tubulina, homologia Perkinsus marinus ATCC 50983 e código da proteína no banco de dados NCBI = gi|294889481. Este é o primeiro registro de P. marinus na Bahia e o quarto no Brasil.(AU)
Descritores: Crassostrea/parasitologia
Proteômica
Infecções Protozoárias em Animais/diagnóstico
-Espectrometria de Massas/veterinária
Ostreidae/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-789919
Autor: Luz, Mariane dos Santos Aguiar; Boehs, Guisla.
Título: Perkinsus beihaiensis infecting the oyster Crassostrea rhizophorae under cultivation and in natural stock in Camamu Bay, Bahia, Brazil / Perkinsus beihaiensis infectando a ostra Crassostrea rhizophorae em cultivo e em estoque natural na Baía de Camamu, Bahia, Brasil
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;53(2):191-198, 2016. mapas, tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study investigated the infection of Perkinsus beihaiensis (Perkinsozoa) in the oyster Crassostrea rhizophorae, both from a long-line cultivation system and from a nearby intertidal zone of mangrove, both in the state of Bahia, northeastern Brazil. The collections were performed in October and November 2012, and in January 2013. The oysters (n = 300) were measured, examined macroscopically for signs of infection and then submitted to the following laboratory techniques: histology, Ray"s fluid thioglycollate medium assay (RFTM), polymerase chain reaction (PCR) and sequencing, which confirmed the identification of the pathogen. Histological and RFTM analyses showed, respectively, a mean prevalence of 93.3% and of 69%. The infection was usually mild or very mild. There was no significant difference (p > 0.05) between the environments in terms of infection prevalence or severity. This is the first record of P. beihaiensis in the state of Bahia and the second in oysters from Brazil and South America...

Foi investigada a infecção de Perkinsus beihaiensis (Perkinsozoa) na ostra Crassostrea rhizophorae em um sistema de cultivo do tipo espinhel e em um estoque natural de ostras no manguezal adjacente ambos localizados no estado da Bahia, Nordeste do Brasil. As colheitas foram realizadas em outubro e novembro de 2012 e em janeiro de 2013. As ostras (n = 300) foram medidas, examinadas macroscopicamente quanto a sinais da infecção e submetidas às técnicas laboratoriais: histologia, ensaio em meio de cultivo de tioglicolato de Ray (RFTM), reação em cadeia da polimerase (PCR) e sequenciamento, que confirmou a identificação do patógeno. As análises histológicas e o RFTM mostraram, respectivamente, prevalência média de 93,3% e de 69%. A infecção foi geralmente leve ou muito leve. Não houve diferença significativa (p > 0,05) entre os ambientes em termos de prevalência ou severidade da infecção. Este é o primeiro registro de P. beihaiensis no estado da Bahia e o segundo em ostras do Brasil e América do Sul...
Descritores: Crassostrea/microbiologia
Infecções por Protozoários/diagnóstico
-Bivalves/microbiologia
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Técnicas Histológicas/veterinária
Técnicas de Laboratório Clínico/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-768208
Autor: Dantas-Neto, M. P.; Sabry, R. C.; Ferreira, L. P.; Romão, L. S.; Maggioni, R..
Título: Perkinsus sp. infecting the oyster Crassostrea rhizophorae from estuaries of the septentrional Northeast, Brazil / Perkinsus sp. infectando a ostra Crassostrea rhizophorae de estuários do Nordeste setentrional, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;75(4):1030-1034, Nov. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The mangrove oyster Crassostrea rhizophorae is an estuarine resource exploited by riverside communities in Northeast Brazil. Despite its socioeconomic importance, studies on the health status of this bivalve are scanty in this region. The purpose of the present study was to investigate the presence of the protozoan Perkinsus sp. in C. rhizophorae collected in August and September 2011 in three estuaries of the septentrional Northeast, Brazil: Jaguaribe (Ceará), Camurupim (Piauí) and Carnaubeiras (Maranhão) (n= 150 specimens/site). The samples were submitted to Ray’s fluid thioglycollate medium (RFTM), PCR and histology assays. The RFTM assay revealed spherical, blue or bluish-black hypnospores of the genus Perkinsus in 50 specimens (Jaguaribe= 17.3%, Camurupim= 5.3%, Carnaubeiras= 10.6%). The intensity of the infection ranged from very light (1-10 cells per slide) to severe (more than 40 cells in each of 10 fields of the slide) for Jaguaribe; very light for Camurupim and very light to moderate (at least 40 cells observed in each of 10 fields of the slide) for Carnaubeiras. When submitted to confirmatory PCR analysis, 6 cases were confirmed (Jaguaribe=3, Camurupim=1, Carnaubeiras=2). The histology confirmed 21 cases of infection in specimens from the three estuaries. Although local collectors have reported no mortality in oyster populations that might be attributed to infection by Perkinsus, health surveillance of oyster populations in the septentrional region of Northeast Brazil is advisable.

Resumo A ostra-do-mangue Crassostrea rhizophorae é um recurso estuarino explorado por comunidades ribeirinhas do Nordeste do Brasil. Apesar de sua importância socioeconômica, estudos sobre o estado de saúde deste bivalve são escassos na região. O objetivo deste estudo foi investigar a presença do protozoário Perkinsus sp. em C. rhizophorae coletada em agosto e setembro de 2011, em três estuários da região setentrional do Nordeste brasileiro: Jaguaribe (Ceará), Camurupim (Piauí) e Carnaubeiras (Maranhão) (n = 150 espécimes/local). As amostras foram submetidas ao meio líquido de tioglicolato de Ray (RFTM), PCR e ensaios histológicos. A análise em RFTM revelou hipnósporos esféricos azuis ou preto-azulados do gênero Perkinsus em 50 espécimes (Jaguaribe= 17,3%, Camurupim= 5,3%, Carnaubeiras= 10,6%). A intensidade de infecção variou de muito leve (1-10 células por lâmina) a severa (mais de 40 células em cada um dos 10 campos da lâmina) para o Rio Jaguaribe; muito leve para o Rio Camurupim e muito leve a moderada (pelo menos 40 células observadas, em cada um dos 10 campos da lâmina) para o Rio Carnaubeiras. Quando submetidos à análise confirmatória por PCR, foram confirmados 6 casos (Jaguaribe= 3, Camurupim= 1, Carnaubeiras= 2). A histologia confirmou 21 casos de infecção em espécimes dos três estuários. Embora os coletores locais não tenham relatado nenhuma mortalidade em populações de ostras que pudesse ser atribuída à infecção por Perkinsus, é aconselhável um monitoramento sobre o estado de saúde de populações de ostras da região.
Descritores: Alveolados/fisiologia
Crassostrea/parasitologia
Interações Hospedeiro-Parasita
-Brasil
Estuários
Reação em Cadeia da Polimerase
Tioglicolatos/química
Limites: Animais
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-761571
Autor: Machado, IC; Fagundes, L; Henriques, MB.
Título: Multidimensional assessment of sustainability extractivism of mangrove oyster Crassostrea spp. in the estuary of Cananéia, São Paulo, Brazil / Avaliação Multidimensional de sustentabilidade do extrativismo da ostra de mangue Crassostrea spp. no estuário de Cananéia, São Paulo, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;75(3):670-678, Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: AbstractThis study was carried out with groups of extractivists of mangrove oysters in the estuary of Cananéia, São Paulo State, Brazil, between the years 1999 and 2007 with the objective to evaluate and compare trends in the sustainability of this activity, in a multidimensional and integrated way, in social, economic, ecological, technological and ethical dimensions, using the method RAPFISH. The different groups had distinct trends related to sustainability and the social, technological and ethical dimensions had more influence on trends in sustainability than the ecological and economic dimensions. The group with the best performance in the sustainability assessment was Mandira, due to advances promoted by local social organization. On the other hand, the Porto Cubatão group showed the worst performance, once this is very recent group in the extractivism of oysters. The RAPFISH proved to be a useful tool for data assessment.

ResumoO presente trabalho foi desenvolvido junto aos grupos de extrativistas de ostra em Cananéia, SP, entre os anos de 1999 e 2007 e teve o objetivo de avaliar e comparar as tendências relativas à sustentabilidade dessa atividade, de forma multidimensional e integrada, nas dimensões social, econômica, ecológica, tecnológica e ética, utilizando o método RAPFISH. Os diferentes grupos estudados apresentaram dististas tendências relativas à sustentabilidade e as dimensões social, tecnológica e ética exerceram maior influência sobre as tendências da sustentabilidade, do que as dimensões ecológica e econômica. O grupo com melhor desempenho na avaliação de sustentabilidade foi o do Mandira, em razão dos avanços promovidos pela organização social local, no extremo oposto posicionou-se o grupo do Porto Cubatão, em razão do grupo ser muito recente no extrativismo de ostras. O Rapfish se mostrou uma ferramenta útil no equacionamento dos dados.
Descritores: Aquicultura
Conservação dos Recursos Naturais
Crassostrea
-Brasil
Estuários
Fazendeiros
Estações do Ano
Fatores Socioeconômicos
Limites: Adulto
Animais
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-757678
Autor: Barros, Danielle; Barbieri, Edison.
Título: Análise da ocorrência de metais: Ni, Zn, Cu, Pb e Cd em ostras (Crassostrea brasiliana)e sedimentos coletados no Estuário de Cananeia-SP (Brasil) / Analysis of occurrence of metals: Ni, Zn, Cu, Pb and Cd in oysters (Crassostrea brasiliana) and sediment collected in the Cananeia Estuary-SP (Brazil)
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);36(4):635-642, out.- dez. 2012. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar as concentrações dos elementos traços, tais como: cádmio, chumbo, cobre, zinco eníquel no sedimento e em ostras da espécie Crassostrea brasiliana (molusco bivalve bastante abundante e de grande valor econômico para região) e tendo em consideração que a escolha destes compartimentos da natureza podem refletir condições pontuais do ambiente e, a partir de então, diagnosticar a qualidade para cultivo nesta região, em especial em relação à seguridade alimentar e, ainda, prever, em longo e médio prazo, os efeitos de possíveis perturbações. O Pb, em relação aos outros metais analisados, predominou 75% dos pontos amostrados, sendo sua distribuição superficial de 0,137 ±0,015; 0,127 ± 0,006; 0,127 ± 0,015 e 0,030 ± 0,052 ppm, para ordem de pontos amostrados. Já as concentrações nas ostras obedeceram à seguinte ordem Zn> Pb> Cu> Ni, estando o Cd ausente em todas as amostras coletadas.

The objective of this study was to evaluate the concentrations of trace elements, such as cadmium, lead, copper, zinc and nickel in sediments and oysters of the species Crassostrea brasiliana (bivalve quite abundant and of great economic value tothe region) and taking into account that the choice of these nature may reflect specific environmental conditions and, from then on, diagnose quality for cultivation in this region, in particular in relation to food security and still provide for long and medium-term effects of disturbances. The Pb, relative to other metals analyzed, 75% of the sampled points predominated and their surface distribution 0.137 ± 0.015; 0.127 ± 0.006; 0.127 ± 0.015 and 0.030 ± 0.052 ppm, for order of points sampled. Already the concentration in oysters followed in the order Zn > Cu > Pb > Ni and Cd missing in all the samples collected.
Descritores: Crassostrea
Meio Ambiente
Sedimentos
Limites: Humanos
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  9 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-756229
Autor: Reigada, Cláudia Simões; Luchini, Luiz Carlos; Barbieri, Edison.
Título: Presença de organoclorados em amostras deágua e ostras Crassostrea sp. do município deCananeia-SP / Presence of organochlorines in water and oysters Crassostrea sp. inCananeia-SP
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);38(1):66-74, dez. 2013. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: ostra do mangue Crassostrea sp. é utilizada neste trabalho como organismo bioacumulador, para o monitoramentoda presença de agrotóxicos organoclorados e seus metabólitos DDT, DDD, DDE e o fungicida HCB, visando avaliar seuimpacto. Por ser um local de grande importância ecológica, no ecossistema do Complexo estuarino-lagunar de Cananeiaocorrem diversos ambientes aquáticos sujeitos a contaminação pelas atividades humanas. Dentro dessa região foram escolhidosquatro pontos de coleta de água e organismos, com algumas mudanças no tabuleiro por parte dos maricultores,devido às estações do ano, já que no inverno ocorre queda na produção das ostras. Organismos aquáticos sésseis como asostras ficam expostos constantemente. Sendo um organismo filtrador, as ostras podem bioconcentrar esses contaminantes.Neste estudo, verificou-se a possibilidade de contaminação não apenas das ostras, mas também da água, utilizando ametodologia de extração líquido-líquido, com o detector μECG, por meio de cromatografia gasosa. No caso das ostras, ametodologia utilizada foi USEPA 8081B (2007) e também a cromatografia gasosa. Assim, este estudo avaliou a presençados organoclorados na água e nos organismos de criadouros, estabelecidos na área delimitada, avaliando a possibilidadede danos ao meio ambiente e a saúde pública por esses contaminantes. Os resultados obtidos foram negativos, nãodetectando a presença de agrotóxicos organoclorados em ostras. Porém, em algumas amostras de água, foi detectado apresença desses agrotóxicos.

Mangrove oyster Crassostrea sp. is used here as bioaccumulator bodies to monitor the presence of organochlorine pesticidesDDT and its metabolites, DDD, DDE and HCB fungicide, to evaluate its impact. Being a place of great ecologicalimportance in the ecosystem, the Cananeia estuarine lagoon complex presents several aquatic environments subject tocontamination by human activities. Within this region were chosen four collection points and bodies of water, with somechanges on the board by the shell fishermen, due to the seasons, as in winter there is a decrease in the production of oysters.Sessile aquatic organisms such as oysters are constantly exposed to contaminants. Being body filter feeders, oystersmay bioconcentrate these contaminants. In this study, there is the possibility of oysters and water contamination, usingthe methodology of liquid-liquid extraction, using the detector μECG by gas chromatography. In the case of oysters themethodology used was USEPA 8081B (2007) and gas chromatography. Thus, this study evaluated the presence of organochlorinesin water and breeding organizations, established in the area bounded by evaluating the possibility of damage tothe environment and public health of these contaminants. The results were negative, not detecting the presence of organochlorinepesticides in oysters but in some samples of water we detected the presence of pesticides.
Descritores: Crassostrea
Meio Ambiente
Inseticidas
Inseticidas Organoclorados
Poluentes Ambientais
Limites: Humanos
Animais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  10 / 30 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-756225
Autor: Barbieri, Edison; Marques, Helcio Luis de Almeida; Bondioli, Ana Cristina; Campolim, Marcos Buhrer; Ferrarini, Alessandra Tegon.
Título: Concentrações do nitrogênio amoniacal, nitritoe nitrato em áreas de engorda de ostras nomunicípio de Cananeia-SP / Concentrations of ammoniac nitrogen, nitrite and nitrate inareas of oyster culture in Cananeia-SP, Brazil
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);38(1):105-115, dez. 2013. mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O nitrogênio possui um papel-chave em sistemas aquáticos, especialmente nos ambientes de transição entre águas marinhase doces como os estuários. Assim sendo, muitos organismos, como as ostras, podem ser afetados pelo aumentoda concentração em determinadas épocas, limitando assim seu cultivo. O objetivo deste estudo foi avaliar aspectos daqualidade da água das áreas utilizadas para o cultivo da ostra do mangue Crassostrea spp. em Cananeia (SP, Brasil) e desua adequabilidade para o cultivo dos moluscos com relação às concentrações de nitrogênio amoniacal, nitrito e nitrato.O nitrogênio amoniacal variou de 0,8 a 3,2 μmol/L, o nitrito, de 0,1 a 3,2 μmol/L, e o nitrato, de 0,1 a 1,9 μmol/L. Ao analisaresses dados em todas as estações, verificou-se que o nitrogênio amoniacal, o nitrito e o nitrato foram estatisticamentediferentes entre as marés de quadratura e alta de sizígia. Como não houve diferença entre as estações que fazem a engordadas ostras e a estação Agrossolar (controle), concluiu-se que a atividade no estuário de Cananeia não causa incrementosignificativo nas concentrações de amônia, nitrito e nitrato. As concentrações registradas em Cananeia são similares àsobservadas para outras regiões tropicais e subtropicais estuarinas do mundo.

Nitrogen plays a key role in aquatic systems, especially in environments which are influenced both by marine and freshwater,such as estuaries. The aim of this study was to evaluate aspects of water quality of Crassostrea spp. aquaculture sites inCananeia (SP, Brazil) and adequacy thereof for the cultivation of mollusks in relation to concentrations of total ammoniacalnitrogen, nitrite and nitrate. Variations in concentrations of total ammoniacal nitrogen were 0.8 to 3.2 μmol/L, nitrite 0.1to 3.2 μmol/L, and nitrate from 0.1 to 1.9 μmol/L. Analyzing these data in all seasons together, we found that average totalammoniacal nitrogen and nitrite levels were significantly different for the tides and neap tide. These concentrations recordedat Cananeia are similar to those observed for other estuarine tropical and subtropical regions of the world.
Descritores: Amônia
Crassostrea
Nitratos
Nitrito Redutases
Limites: Animais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde