Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.050.500.644.400.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 218 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 22 ir para página                         

  1 / 218 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Carvalho, Denise P
Texto completo
Id: biblio-886776
Autor: LUSTRINO, DANILO; SILVA, ALBA C M; ARAUJO, IRACEMA G; TUNHOLI, VICTOR M; TUNHOLI-ALVES, VINÍCIUS M; CASTRO, ROSANE N; CARVALHO, DENISE P; PINHEIRO, JAIRO; MARASSI, MICHELLE P.
Título: Evidence of the Presence of Thyroid Hormones in Achatina fulica Snails
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(3,supl):2181-2188, 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The objective of this study was to identify thyroid hormones and to examine their putative site of synthesis in Achatina fulica snails. For this purpose, radioimmunoassays were performed for T3 and T4 before and after long starvation with or without hemolymph deproteinization. Sodium/iodide symporter activity in vivo was analyzed through 125I administration with and without KClO4 pretreatment. Only T4 was detected, and its concentration decreased due to starvation or deproteinization. However, high-performance liquid chromatography analysis also showed the presence of T2 and T3 apart from T4, but rT3 was not detected in the A. fulica hemolymph. The sodium/iodide symporter activity was greater in cerebral ganglia than digestive gland, but KClO4 treatment did not inhibit iodide uptake in any of the tissues analyzed. Altogether, our data confirm for the first time the presence of thyroid hormones in A. fulica snails and suggest their participation in the metabolism control in this species, although the putative site of hormone biosynthesis remains to be elucidated.
Descritores: Caramujos/química
Tiroxina/análise
-Tiroxina/metabolismo
Transporte Biológico
Hemolinfa
Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Simportadores de Cloreto de Sódio
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-458450
Autor: Rapado, Ludmila Nakamura.
Título: Efeito moluscicida de extratos de Piperaceae no vetor da esquistossomose Biomphalaria glabrata / Molluscicide effect of Piperaceae extracts in Shistosomiasis vector Biomphalaria glabrata.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 106 p. ilus, mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Cordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A esquistossomose mansônica é um doença parasitária que ocorre em 54 países principalmente na América do Sul, Caribe, África e leste do Mediterrâneo. No Brasil, estima-se que 5 a 6 milhões de pessoas estejam infectadas e 30 mil expostas ao risco de infecção. É uma doença tipicamente de região pobre e está associada à falta de saneamento básico, utilização de água contaminada na agricultura, trabalhos domésticos e lazer. Um dos métodos de controle mais eficaz é o uso de moluscicidas que eliminam ou reduzem a população do caramujo hospedeiro intermediário do parasita. A preocupação com a preservação ambiental, o alto custo e a recorrente resistência do caramujo aos moluscicidas sintéticos têm incentivado o estudo de moluscicidas de origem vegetal. Neste trabalho, foi verificada a ação moluscicida de extrato de Biomphalaria glabrata. Foram realizados estudos com 18 espécies vegetais, totalizando 20 extratos provenientes de caule, folha e raiz. Os caramujos foram previamente submetidos às concentrações de 500 ppm e 100 ppm para seleção dos extratos com potencial moluscicida. Os extratos que provocaram 100% de mortalidade a 100 ppm foram selecionados para a obtenção da CL90 (concentração letal a 90% da população estudada). As espécies Piper aduncum, Piper crassinervium, Piper cuyabanum, Piper diospyrifolium e Piper hostmannianum apresentaram efeito moluscicida com 100% de mortalidade dos caramujos, em concentrações que variaram de 60 ppm a 10 ppm. Posteriormente, extratos nessas faixas de concentração foram submetidos a diferentes estádios embrionários de B. glabrata para o estudo da ação ovicida, obtida nas espécies P. cuyabanum e P. hostmannianum com 100% de mortalidade dos embriões a concentração de 20 ppm.
Descritores: Biomphalaria
Caramujos
Esquistossomose mansoni
Moluscocidas
Schistosoma mansoni
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, R216e, 2007


  3 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-933291
Autor: Rapado, Ludmila Nakamura.
Título: Efeito moluscicida de extratos de Piperaceae no vetor da esquistossomose Biomphalaria glabrata.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 106 p. ilus, map, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Cordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A esquistossomose mansônica é um doença parasitária que ocorre em 54 países principalmente na América do Sul, Caribe, África e leste do Mediterrâneo. No Brasil, estima-se que 5 a 6 milhões de pessoas estejam infectadas e 30 mil expostas ao risco de infecção. É uma doença tipicamente de região pobre e está associada à falta de saneamento básico, utilização de água contaminada na agricultura, trabalhos domésticos e lazer. Um dos métodos de controle mais eficaz é o uso de moluscicidas que eliminam ou reduzem a população do caramujo hospedeiro intermediário do parasita. A preocupação com a preservação ambiental, o alto custo e a recorrente resistência do caramujo aos moluscicidas sintéticos têm incentivado o estudo de moluscicidas de origem vegetal. Neste trabalho, foi verificada a ação moluscicida de extrato de Biomphalaria glabrata. Foram realizados estudos com 18 espécies vegetais, totalizando 20 extratos provenientes de caule, folha e raiz. Os caramujos foram previamente submetidos às concentrações de 500 ppm e 100 ppm para seleção dos extratos com potencial moluscicida. Os extratos que provocaram 100% de mortalidade a 100 ppm foram selecionados para a obtenção da CL90 (concentração letal a 90% da população estudada). As espécies Piper aduncum, Piper crassinervium, Piper cuyabanum, Piper diospyrifolium e Piper hostmannianum apresentaram efeito moluscicida com 100% de mortalidade dos caramujos, em concentrações que variaram de 60 ppm a 10 ppm. Posteriormente, extratos nessas faixas de concentração foram submetidos a diferentes estádios embrionários de B. glabrata para o estudo da ação ovicida, obtida nas espécies P. cuyabanum e P. hostmannianum com 100% de mortalidade dos embriões a concentração de 20 ppm.
Descritores: Biomphalaria
Moluscocidas
Schistosoma mansoni
Esquistossomose mansoni
Caramujos
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, R216e, 2007


  4 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lima, Walter dos Santos
Texto completo
Id: biblio-899302
Autor: Ribeiro, Vinicius Marques Antunes; Coaglio, Aytube Lucas; Oliveira, Fernando Luiz Pereira; Pereira, Cíntia Aparecida de Jesus; Lima, Walter dos Santos.
Título: Dynamics of haemocytes from Pseudosuccinea columella circulating infected by Fasciola hepatica / Dinâmica de hemócitos circulantes de Pseudosuccinea columella infectados por Fasciola hepatica
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;26(4):411-418, Oct.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMIG; . CNPq.
Resumo: Abstract The lymnaeids are important in the epidemiology of Fasciola hepatica, a neglected and endemic zoonosis. The interaction between the internal defense system of Pseudosuccinea columella and F. hepatica has been little studied. In the present study the effect of infection by F. hepatica on P. columella circulating haemocytes was investigated. Changes in the average number of total circulating haemocytes have been observed at 30 minutes post-infection and 1, 7, 10, 14, 21, 28 and 50 days post-infection (dpi). Miracidia were observed head-foot and mantle at 30 minutes post-infection. Miracidia/Sporocysts in the mantle skirt 1 dpi, and fully formed sporocysts were observed in the head-foot at 7 dpi. Rediae became evident at 10 dpi and were located between the haemocoel and the muscles from 14 dpi; 50 dpi, the rediae in the digestive gland contained cercariae. The statistical analysis of the total haemocytes of P. columella infected by F. hepatica showed significant differences on the 30 minutes post-infection and 1, 14, 21, and 28 dpi in comparison to uninfected molluscs (0 dpi). Therefore, the interference observed on the internal defence system of P. columella may have direct association with the development of F. hepatica.

Resumo Os limnaeideos são importantes na epidemiologia de Fasciola hepatica, uma zoonose negligenciada e endêmica. A interação entre o sistema interno de defesa de Pseudosuccinea columella e F. hepatica tem sido pouco estudada. No presente estudo, investigou-se o efeito da infecção por F. hepatica nos hemócitos circulantes de P. columella. Alterações no número médio de hemócitos circulantes foram observadas aos 30 minutos e 1, 7, 10, 14, 21, 28 e 50 dias após a infecção (dpi). Miracídios foram observados na região cefalopodal e manto aos 30 minutos após a infecção. Miracídio/esporocistos foram observados no colar do manto ao 1 dpi, e esporocistos totalmente formados na região cefalopodal aos 7 dpi. Rédias tornam-se evidentes aos 10 dpi entre a hemocele e músculos a partir de 14 dpi; e rédias com cercárias próximas a glândula digestiva aos 50 dpi. A análise estatística dos hemócitos totais de P. columella infectados por F. hepatica demonstrou diferenças significativas nos 30 minutos pós-infecção e 1, 14, 21 e 28 dpi em comparação aos moluscos não infectados (0 dpi). Portanto, a interferência observada no sistema de defesa interna de P. columella pode ter associação direta com o desenvolvimento de F. hepatica.
Descritores: Caramujos/parasitologia
Fasciolíase/veterinária
Hemócitos/parasitologia
-Fasciolíase/sangue
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886688
Autor: BREVES, ANDRÉ; SZÉCHY, MARIA TERESA M DE; LAVRADO, HELENA P; JUNQUEIRA, ANDREA O R.
Título: Abundance of the reef-building Petaloconchus varians (Gastropoda: Vermetidae) on intertidal rocky shores at Ilha Grande Bay, southeastern Brazil
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(2):907-918, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The reef-building vermetid Petaloconchus varians occurs in the western Atlantic Ocean, from the Caribbean Sea to the southern coast of Brazil. The present study evaluated the abundance of P. varians on intertidal rocky shores in Ilha Grande Bay (Rio de Janeiro State), and characterized their reefs, describing the species density, besides the weight and the belt width of the reefs. Petaloconchus varians reefs were recorded at 25 sites, with rocky shores exposed to different wave action (very sheltered, sheltered, semi-exposed and exposed) and slopes (10° to 46°). Clusters of individuals constructed large reefs along the middle intertidal zone, creating a wide belt (38 cm to 2 m). The density of P. varians and the weight of the reefs ranged from 620 to 2,559 ind.100 cm-2 and from 100 to 1,500 g.100 cm-2, respectively. Considering that the species was last reported from the area in the mid-20th century, the present study suggests that P. varians reefs are becoming dominant in the intertidal zone of rocky shores in Ilha Grande Bay. This is a contribution to knowledge of this ecosystem in Ilha Grande Bay, in view of local or global ecological changes.
Descritores: Caramujos/anatomia & histologia
Baías
Recifes de Corais
-Caramujos/fisiologia
Movimentos da Água
Oceano Atlântico
Brasil
Dinâmica Populacional
Densidade Demográfica
Estatísticas não Paramétricas
Distribuição Animal
Biologia Marinha
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886690
Autor: FERREIRA, ANA CLARA; PAZ, ESTEFANÍA L; RUMI, ALEJANDRA; OCON, CAROLINA; ALTIERI, PAULA; CAPÍTULO, ALBERTO RODRIGUES.
Título: Ecology of the non-native snail Sinotaia cf quadrata (Caenogastropoda: Viviparidae). A study in a lowland stream of South America with different water qualities
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(2):1059-1072, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: ILPLA, CCT-La Plata, CONICET, UNLP; . National Agency for the Promotion of Science and Technology of Argentina; . Faculty of Natural Science and Museum (FCNyM, UNLP).
Resumo: ABSTRACT Sinotaia quadrata is a snail native from Asia recorded for the first time in South America in 2009 in central Argentina. In 2015, this species was also found in a lowland stream with different water qualities. Our aims were to contribute to the knowledge of its population ecology and to compare the individuals from the two locations anatomically. Snails were searched at 6 sites, where physicochemical and hydraulic parameters were measured. Biological samples were also taken at two sites (S3 and S4) to study the population traits of S. cf quadrata (density, size structure, fecundity and sex ratio) and to assess the water quality through macroinvertebrates' biological indices (richness, diversity and IBPamp). Physicochemical and biological parameters allowed us classifying sites as "moderately polluted" (S3) and "heavily polluted" (S4). At S4, the population showed a lower density, larger individuals, higher fecundity and a scarce representation of young snails. The differences observed in the radula and mantle border of snails from the two geographical regions might be attributed to environmental differences. We conclude that this species is tolerant to a wide range of environmental variables which, along with its high fecundity and morphological plasticity, could allow this species to colonize neighbor streams.
Descritores: Caramujos/anatomia & histologia
Qualidade da Água
Espécies Introduzidas
Água Doce
-Argentina
Razão de Masculinidade
Dinâmica Populacional
Análise de Variância
Densidade Demográfica
Ecossistema
Estatísticas não Paramétricas
Animais
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888750
Autor: Ximenes, R F; Gonçalves, I C B; Miyahira, I C; Pinto, H A; Melo, A L; Santos, S B.
Título: Centrocestus formosanus (Trematoda: Heterophyidae) in Melanoides tuberculata (Gastropoda: Thiaridae) from Vila do Abraão, Ilha Grande, Rio de Janeiro, Brazil / Centrocestus formosanus (Trematoda: Heterophyidae) em Melanoides tuberculata (Gastropoda, Thiaridae) da Vila do Abraão, Ilha Grande, Rio de Janeiro, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;77(2):318-322, Apr.-June 2017. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPERJ; . CNPq/Protax.
Resumo: Abstract Pleurolophocercous cercariae found in the invasive gastropod Melanoides tuberculata (Müller, 1774) collected in a stream of the Vila do Abraão, Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brazil were used for experimental infection that enabled the identification of the heterophyid trematode Centrocestus formosanus (Nishigori, 1924). The parasite has been found in the locality since 2007, after two years of the introduction of M. tuberculata. Recently, from a sample of 483 specimens collected in June 2013, 101 (21%) were found infected with parasite. The potential environmental impacts caused by the parasite occurrence could be underestimated in the country, and actions to monitor and control both the parasite and the mollusk are necessary.

Resumo Cercárias do tipo pleurolofocerca encontradas no gastrópode invasor Melanoides tuberculata (Müller, 1774) coletados em um riacho da Vila do Abraão em Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brasil foram utilizadas em estudos de infecção experimental que possibilitaram a identificação do trematódeo heterofiídeo Centrocestus formosanus (Nishigori, 1924). O parasito vem sendo encontrado na localidade desde 2007, dois anos após a introdução do molusco. Recentemente, de uma amostra de 483 espécimes coletados em junho de 2013, 101 (21%) apresentavam-se infectados pelo parasito. Os potenciais impactos ambientais ocasionados pela ocorrência deste parasito podem estar sendo subestimados no país, sendo necessárias ações visando o monitoramento e controle tanto do parasito quanto do molusco.
Descritores: Caramujos/parasitologia
Heterophyidae/fisiologia
Interações Hospedeiro-Parasita
-Brasil
Espécies Introduzidas
Metacercárias/crescimento & desenvolvimento
Metacercárias/fisiologia
Heterophyidae/crescimento & desenvolvimento
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888755
Autor: Medeiros, E L; Henry-Silva, G G.
Título: Evaluation of the feeding preference between the aquatic macrophytes Egeria densa and Chara indica by the invasive mollusk Melanoides tuberculata / Avaliação da preferência do molusco invasor Melanoides tuberculata pelas macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica
Fonte: Braz. j. biol;77(2):234-239, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This study evaluated the feeding preference of the invasive mollusk Melaniudes tuberculata between the aquatic macrophytes Egeria densa and Chara indica. The experiment consisted of twelve experimental units (glass aquariums) each of which contained three liters of water and three compartments. Fragments of E. densa and C. indica were placed in separate compartments within each unit; the third compartment, which did not contain macrophytes, was used as the control. Twenty Melanoides tuberculata individuals were placed in each unit and monitored hourly over the course of 24 hours for preferential movements. Physical and chemical water variables were measured at the beginning and end of the experiment. Habitat complexity was determined through collected macrophyte fragments and determined using the Fractop program. After 24 hours, the highest average number of individuals was observed in the treatment with Chara indica (ten individuals), which differed significantly from the treatment with E. densa (four individuals) and the control treatment (two individuals). The number of individuals between the E. densa and control treatment were similar. M. tuberculata showed a clear feeding preference for C. indica.

Resumo O presente trabalho teve como objetivo avaliar a preferência do molusco invasor M. tuberculata pelas macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica. Doze unidades experimentais (aquários de vidro), com dimensões de 30×15×15 cm, subdivida em três compartimentos foram utilizadas. Em cada unidade experimental foram adicionados três litros de água, sendo que em dois compartimentos foram adicionados aleatoriamente fragmentos de E. densa e C. indica e um compartimento ficou sem planta (controle). Na parte central do aquário foram adicionados os moluscos equidistantes dos três compartimentos. O experimento teve duração de 24 horas, sendo vistoriado e contabilizado o número de organismos presentes em cada compartimento a cada hora. As variáveis ambientais foram medidas no inicio e fim do experimento. Fragmentos de macrófitas foram coletados para determinação da complexidade do habitat através do programa Fractop. Após 24 horas, os resultados mostraram um maior valor médio de indivíduos no tratamento que possuía Chara indica (dez indivíduos), que diferiu significativamente do tratamento com E. densa (quatro indivíduos) e do tratamento controle (dois indivíduos). Os tratamentos com E. densa e o controle foram semelhantes entre si evidenciando, uma possível preferência do molusco por a C. indica.
Descritores: Caramujos/fisiologia
Cadeia Alimentar
Hydrocharitaceae/crescimento & desenvolvimento
Chara/crescimento & desenvolvimento
-Brasil
Ecossistema
Comportamento Alimentar
Espécies Introduzidas
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-983998
Autor: Oliveira, J L; Santos, S B.
Título: Distribution of cysts of Strongyluris sp. (Nematoda) in the pallial system of Achatina fulica Bowdich, 1822 from Vila Dois Rios and Vila do Abraão, Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro / Distribuição de cistos de Strongyluris sp. (Nematoda) no complexo pallial de Achatina fulica Bowdich, 1822 da Vila Dois Rios e da Vila do Abraão, Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro
Fonte: Braz. j. biol;79(1):38-44, Jan.-Mar 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: IC/Faperj; . FAPERJ.
Resumo: Abstract This work aimed to assessing Strongyluris sp. cysts distribution pattern in the several inner organs from pallial system of Achatina fulica Bowdich, 1822. Also we verified if there is a relationship between the mollusk size and the number of specimens from parasites collected from two touristic villages in Ilha Grande (Angra dos Reis, Rio de Janeiro state): Vila Dois Rios (VDR) and Vila do Abraão (ABR). The samples were obtained through a field work conducted bimonthly during 2007, 2008, 2010, and 2011, at both locations. Height and width were measured from shells collected, and the all specimens were classified in different classes: class 1 - <4.0 cm, class 2 - 4.1-9.0 cm and class 3 - < 9.0 cm. After the specimens were dissected in order to find and count the number cysts in the pallial system. In specimens from both locations, the pulmonary and secondary veins showed a high number of cysts. No significance difference was found both in the abundance of cysts among the specimens in ABR (p=0.138) and VDR (p=0.181). Achatina fulica showed different intensities of cyst infection based on the size classes: the class-3 specimens, at both locations, showed the greatest cyst average (ABR Anova F= 3.8; p=0.02); (VDR T of Student T= -2.04; p=0.04). The results suggested that the highest number of cysts in the vascularized area in pallial system of A. fulica was a consequence of a greater hemolymph circulation in that area, delivering more nutrients for larvae development. We think that bigger individuals host a higher number of cysts, as they usually present a larger biomass and a larger area of the pallial system, allowing an efficient parasite colonization. Other possible explanation could be the long exposure of the molluscs of class 3 to the parasites, which allowed a longer time to the larvae to allocate themselves.

Resumo O objetivo do estudo foi analisar o padrão de distribuição dos cistos de Strongyluris sp. nos diversos órgãos do complexo pallial de Achatina fulica Bowdich, 1822 e verificar se existe relação entre o tamanho do molusco e o número de parasitos em espécimes procedentes de dois vilarejos da Ilha Grande, Vila Dois Rios (VDR) e Vila do Abraão (ABR), município de Angra dos Reis, Rio de Janeiro. As coletas foram realizadas bimestralmente nos anos de 2007, 2008, 2010 e 2011 nas duas localidades. A altura e largura das conchas foram medidas, os espécimes classificados em classe 1 - <4,0 cm; classe 2 - 4,1-9,0 cm e classe 3 - < 9,0 cm e posteriormente dissecados sob estereomicroscópio para a busca e contagem dos cistos no complexo pallial. Em ambas localidades, VDR e ABR, as veias pulmonares e secundárias apresentaram predominância de alocação dos cistos. Não foi encontrada diferença na abundância de cistos entre os espécimes de ABR (p=0,138) e VDR (p=0,181). Achatina fulica apresentou intensidades diferentes de infecção de acordo com as classes de tamanho: os espécimes pertencentes a classe 3, nas duas localidades, apresentaram a maior média de cistos visíveis (ABR Anova F= 3,8; p=0,02); (VDR T de Student T= -2,04; p=0,04). Os resultados sugerem que o maior número de cistos na região vascularizada de A. fulica foi decorrente do maior aporte de hemolinfa nesta área, proporcionando mais nutrientes para o desenvolvimento das larvas. Acreditamos que indivíduos maiores albergam um elevado número de cistos, pois, geralmente, apresentam maior biomassa e maior área da cavidade pallial, possibilitando uma eficiente colonização dos parasitos, outra causa pode ser explicada pelo maior tempo de exposição dos moluscos da classe 3 aos parasitas, que possibilitou um período maior para as larvas se alocarem.
Descritores: Caramujos/parasitologia
Ascaridídios/fisiologia
Interações Hospedeiro-Parasita
-Brasil
Spirurina/crescimento & desenvolvimento
Spirurina/fisiologia
Ascaridídios/crescimento & desenvolvimento
Espécies Introduzidas
Larva/crescimento & desenvolvimento
Larva/fisiologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 218 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-706079
Autor: Larrea C., Hernani; Flórez F., Martha; Vivar G., Ronald; Huam n M., Pedro; Vel squez P., Jorge.
Título: Hospederos intermediarios de fasciola hepática en el Perú / Intermediate hosts of in Peru fasciola hepatica
Fonte: Horiz. méd. (Impresa);7(1):39-46, ene.-jun. 2007. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se demostró la infección natural y experimental de los caracoles limneídos peruanos con estadios larvales de Fasciola hepatica. Los índices de infección natural y experimental fueron del 12% y 28% en Lymnaea columella y del 27% y 70% en Lymnaea viatrix, respectivamente. Lymnaea diaphana y Lymnaea cousini no presentaron infección natural y demostraron no ser susceptibles a la infección experimental.

The natural and experimental infection of Peruvian lymnaeid snails with larval stages of Fasciola hepatica was demonstrated. The index of natural and experimental infection was of 12% and 28% in Lymnaea columella and of 27% and 70% in Lymnaea viatrix, respectively. Lymnaea diaphana and Lymnaea cousini did not present natural infection and demonstrated not to be prone to experimental infection.
Descritores: Caramujos
Fasciola hepatica/parasitologia
Infecções
Peru
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca



página 1 de 22 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde