Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.300.107.320.125 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-768228
Autor: Zawadneak, M. A. C.; Pimentel, I. C.; Robl, D.; Dalzoto, P.; Vicente, V.; Sosa-Gómez, D. R.; Porsani, M.; Cuquel, F. L..
Título: Paecilomyces niveus Stolk & Samson, 1971 (Ascomycota: Thermoascaceae) as a pathogen of Nasonovia ribisnigri (Mosley, 1841) (Hemiptera, Aphididae) in Brazil / Registro de Paecilomyces niveus Stolk & Samson, 1971 (Ascomycota: Thermoascaceae) como patógeno de Nasonovia ribisnigri (Mosley, 1841) (Hemiptera, Aphididae) no Brasil
Fonte: Braz. j. biol;75(4,supl.1):158-162, Nov. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Nasonovia ribisnigri is a key pest of lettuce (Lactuca sativa L.) in Brazil that requires alternative control methods to synthetic pesticides. We report, for the first time, the occurrence of Paecilomyces niveus as an entomopathogen of the aphid Nasonovia ribisnigri in Pinhais, Paraná, Brazil. Samples of mummified aphids were collected from lettuce crops. The fungus P. niveus (PaePR) was isolated from the insect bodies and identified by macro and micromorphology. The species was confirmed by sequencing Internal Transcribed Spacer (ITS) rDNA. We obtained a sequence of 528 bp (accession number HQ441751), which aligned with Byssochlamys nivea strains (100% identities). In a bioassay, 120 h after inoculation of N. ribisnigri with pathogenic P. niveus had an average mortality of 74%. The presence of P. niveus as a natural pathogen of N. ribisnigri in Brazil suggests that it may be possible to employ P. niveus to minimize the use of chemical insecticides.

Resumo Nasonovia ribisnigri é uma praga-chave do cultivo de alface (Lactuca sativa L.), exigindo métodos alternativos ao controle químico. Este trabalho registrou pela primeira vez, a ocorrência de Paecilomyces niveus como agente entomopatogenico do afídeo N. ribisnigri em Pinhais, Paraná, Brasil. Amostras de afídeos mumificados foram coletadas em plantas de alface. O fungo P. niveus (PaePR) foi isolado do corpo dos insetos e identificado por macro e micromorfologia e, confirmado por sequenciamento da região ITS do DNA ribossomal. A sequencia parcial de 528 bp (número de acesso HQ441751) apresentou alinhamento com 100% de identidade com sequencias de raças de Byssochlamys nivea. No bioensaio de patogenicidade P. niveus apresentou uma mortalidade média de N. ribisnigri de 74% até 120 horas da inoculação. O registro da presença de P. niveus como um patógeno natural de N. ribisnigri no Brasil sugere o potencial de utilização para minimizar o uso de inseticidas.
Descritores: Afídeos/microbiologia
Paecilomyces/fisiologia
-Afídeos/crescimento & desenvolvimento
Brasil
Byssochlamys/classificação
Byssochlamys/isolamento & purificação
Byssochlamys/fisiologia
DNA Fúngico
Dados de Sequência Molecular
Ninfa/crescimento & desenvolvimento
Ninfa/microbiologia
Paecilomyces/classificação
Paecilomyces/isolamento & purificação
RNA, RIBOSOMAL, 1ABDOMINAL NEOPLASMSS
Análise de Sequência de DNA
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde