Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.300.107.795.095 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 721 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 73 ir para página                         

  1 / 721 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1099192
Autor: SILVA, Daniela Marinho da; SOUZA, Thayana Cruz de; ALENCAR, Carol Falcão de Carvalho; SOUZA, Ingrid da Silva de; BANDEIRA, Maria Fulgência Costa Lima; FERNANDES, Ormezinda Celeste Cristo.
Título: Virulence factors of Candida species from the oral mucosa and prostheses of elderly people from a riverside community in the Amazon state, Brazil / Fatores de virulência de espécies de Candida provenientes da mucosa oral e das próteses dos idosos de uma comunidade ribeirinha no Amazonas - Brasil
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);48:e20190094, 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Candida albicans is the yeast most commonly affecting the oral cavity, sometimes causing infection. However, several factors may be associated with the onset of candidiasis, which may be related not only to the hygiene and health of individuals, but also to the pathogenicity of these microorganisms. Objective To evaluate the virulence factors of Candida yeasts isolated from the oral mucosa of elderly people living in the "Comunidade Lago do Limão", municipality of Iranduba, Amazonas state, Brazil. Material and method Testes were performed to assess the production of urease, proteinase, phospholipase and hemolysin. Statistical analysis used the Fisher's exact test and the Chi-squared test. Result Prevalence of non-albicans species was observed. As for virulence factors, all isolates were negative ureases, and there was prevalence of very strong proteinase production, whereas most isolates did not produce this enzyme in the phospholipase test. All yeasts analyzed presented hemolysin production, with grade IV hemolysis as the most prevalent. There was no statistically significant difference between the virulence of isolates from the oral cavity and the prostheses of the elderly analyzed. Conclusion Several virulence factors may present with high intensity in the presence of oral microbiota changes. In addition, non-albicans species present number of virulence factors similar to that of C. albicans, with high pathogenicity. This study allows a better analysis of candidiasis prevention strategies aiming to promote improvement in the health and quality of life for the elderly.

Resumo Introdução A Candida albicans é a levedura que mais acomete a cavidade oral, podendo causar infecção. Porém diversos fatores podem estar associados ao aparecimento da candidíase, que podem estar relacionados com a higiene e saúde dos indivíduos, mas também com a patogenicidade destes microrganismos. Objetivo Avaliar os fatores de virulência de leveduras do gênero Candida isoladas da mucosa oral dos idosos residentes na Comunidade Lago do Limão - Iranduba - Amazonas - Brasil. Material e método Foram realizados os testes de urease, proteinase, fosfolipase, e avaliação da produção de hemólise. Na análise estatística utilizou-se teste Exato de Fisher e Quiquadrado. Resultado Obteve-se a prevalência de espécies não-albicans, quanto aos fatores de virulência, todos os isolados foram ureases negativos, houve prevalência de produção muito forte de proteinase, enquanto que no teste da fosfolipase, a maioria dos isolados não apresentou produção desta enzima; todas as leveduras analisadas apresentaram produção de hemolisina, sendo mais prevalente a hemólise grau IV. Não houve diferença estatisticamente significativa entre a virulência dos isolados oriundos da cavidade oral e da prótese dos idosos analisados. Conclusão Diversos fatores de virulência podem apresentar-se com alta intensidade na presença de alterações da microbiota oral. Além disso, as espécies não-albicans apresentam fatores de virulência tanto quanto a C. albicans, com graus de patogenicidade elevados. Este estudo permite a análise de estratégias de prevenção da candidíase, com intuito de promover melhor saúde e qualidade de vida para os idosos.
Descritores: Candida
Infecções Relacionadas à Prótese
Fatores de Virulência
Mucosa Bucal/fisiopatologia
-Peptídeo Hidrolases/análise
Brasil
Candida albicans
Grupos Populacionais
Limites: Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  2 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-691494
Autor: Pimentel, Fabiana Cortez.
Título: Caracterização e avaliação do perfil de suscetibilidade a antifúngicos dos agentes de candidemia em hospital público de referência da Baixada Santista, Brasil / Characterization and evaluation susceptibility profile to antifungal agents for candidemia in public hospital reference of Santos, Brazil.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 65 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A distribuição das espécies causadoras de candidemia varia conformeo tipo de hospital, região geográfica, fator de risco e idade dos pacientes,além da política de uso de antifúngicos da unidade hospitalar. Na região daBaixada Santista, estado de São Paulo, há carência desses dados, comvistas à vigilância epidemiológica. Os objetivos deste estudo foram: i)identificar, fenotipicamente, agentes etiológicos de candidemia quanto aogênero e espécie; ii) diferenciar, por técnicas moleculares, isolados de C.albicans e C. dubliniensis, bem como, as novas espécies do complexo C.parapsilosis, (C. orthopsilosis e C. metapsilosis); iii) investigar espéciesemergentes de leveduras como agentes de candidemia; iv) verificar aocorrência de fenótipos de resistência a fluconazol, itraconazol ecaspofungina por método de microdiluição. O estudo envolveu 97 isolados provenientes de hemoculturas obtidos de pacientes com quadro clínicoindicativo de fungemia, atendidos no período de Jan/2008 a Dez/2010 emum hospital público. O perfil de suscetibilidade a antifúngicos (fluconazol, itraconazol e caspofungina) foi avaliado por microdiluição, segundometodologia européia (AFST- EUCAST). A diferenciação das espécies docomplexo C. parapsilosis foi feita por PCR-RFLP. Para identificaçãogenotípica de C. albicans e C. dubliniensis foi realizado PCR, com doisprimers (CAL5/NL4CAL e CDU2/NL4CAL), indicando ausência de C. dubliniensis. Entre os agentes de candidemia encontramos: C. parapsilosis (45; 46,4%), C. albicans (34; 35,1%), C. tropicalis (15; 15,5%), C. guilliermondii (2; 2,1%) e C. glabrata (1; 1%). Um número significativo de casos de candidemia (50; 51,5%) foi representada por pacientes recémnascidose os agentes foram: C. parapsilosis (29, 58%), C. albicans (18,36%), C. tropicalis (2; 4%), e C. guilliermondii (1, 2%). Nós relatamos uma distribuição de espécies incomuns como C. parapsilosis superior a C...
Descritores: Antifúngicos
Candida
Candidemia/etiologia
Recém-Nascido
Testes de Sensibilidade Microbiana
Responsável: BR76.1 - Biblioteca
BR91.2; W4, P644c


  3 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-619660
Autor: Bonfietti, Lucas Xavier.
Título: Estudo retrospectivo de dez anos de candidemia em hospital terciário de Campo Grande, MS / A retrospective review of ten years of candidemia in tertiary hospital in Campo Grande, MS.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. 89 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Infecções fúngicas de corrente sanguínea (ICS) incluem as candidemias, denominadas também candidíases hematogênicas, desde que seus principais agentes são espécies do gênero Candida. Espécies desse gênero estão associadas a um dos principais quadros de infecção hospitalar, tendo sido relatado como quarto agente de infecções de corrente sanguínea nos Estados Unidos. A ocorrência da candidemia varia conforme a região geográfica, a categoria do hospital, tipo de paciente, unidade hospitalar e fatores de risco para a doença. Outro fato que interfere na taxa da doença é a qualidade do diagnóstico, pois a confirmação laboratorial da candidemia nem sempre é possível, desde que, muitas hemoculturas não permitem o isolamento do agente. Este estudo teve como objetivo determinar as espécies e sensibilidade de leveduras causadoras de infecção de corrente sanguínea no estado de Mato Grosso do Sul no período de 10 anos. A ocorrência de cepas de C. dubliniensis, analisada por PCR dentre 44 fenótipos de C. albicans inão foi observada neste estudo. Espécies crípticas do complexo C. parapsilosis foram investigadas em 37 isolados por PCR-RFLP, demonstrando ocorrência de C. orthopsilosis (8%) mas não de C. metapsilosis. A sensibilidade a fluconazol, itraconazol, voriconazol determinada por microdiluição (AFST-EUCAST) foi alta para todas as espécies, sendo maior para C. albicans, C. tropicalis, C. glabrata (100%) e menor para C. parapsilosis (92,6%). Resistência foi observada apenas para voriconazol em 1 isolado de C. parapsilosis e no único isolado de C. krusei. Caspofungina foi avaliada apenas contra C. parapsilosis e C.orthopsilosis¸mostrando-se eficaz em todos os isolados. A eficácia de anfotericina B foi alta (100%) no método de microdiluição AFST-EUCAST, mas variável e espécie-dependente nos testes de curvas de morte. Nesse método o efeito fungicida (h) foi mais rápido para Candida albicans e mais lento para C. glabrata eC. parapsilosis. Conclui-se que a distribuição...
Descritores: Anfotericina B
Candida/genética
Candidemia
Resistência Microbiana a Medicamentos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, B654e, 2011


  4 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-588299
Autor: Andrade, Maria Izilda.
Título: Onicomicoses por leveduras em hansenianos: espécies e perfis de sensibilidade ao fluconazol / Onychomycosis by yeasts disease lepral: species and profiles of sensitivity to fluconazole.
Fonte: São Paulo; s.n; 2008. [94] p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A hanseníase é uma doença infecciosa crônica, onde os distúrbios sensitivos acarretam lesões ungueais distróficas, que facilitam a colonização por fungos. Este estudo teve como objetivos pesquisar e identificar leveduras nas unhas das mãos e dos pés de pacientes hansenianos com onicomicose atendidos no Instituto Lauro de Souza Lima - Bauru, SP no período de 2003 a 2007 e avaliar a sensibilidade das leveduras isoladas ao fluconazol utilizando o método E-TestR e método de microdiluição em caldo - CLSI M-27-A 2 quando a levedura fosse sensível a concentração inibitória mínimia - CIM> a 4ug/mL no método E-TestR. Estudou-se 39 pacientes sendo 30,77% (12/39) do sexo feminino com média de idade de 53,50 e 69,23% (27/39) do sexo masculino com média de idade de 60,50 anos. Foram isoladas 59 leveduras assim distruibuidas: 28,82% de Candida albicans, 22,03% de Candida tropicalis, 18,64% Candida parapsilosis, 10,17% de Rhodotorula spp, 6,79% de Candida guilliermondii, 6,79% de Candida Krusei, 3,39% Candida pseudotropicalis, 1,69% de Candida famata e 1,69% Candida glabrata. Pelo método de E-TestR, dos 17 isolados de C. albicans um foi sensível dependente da dose (SDD) a 16 ug/mL e 10 foram sensíveis com intervalo de 1,5 a 8ug/mL e CIM 90 de 8 ug/mL. Seis isolados de Rhodotorula spp foram sensíveis com intervalo de 3 a 8ug/mL e CIM 90 de 4ug/mL. Quatro isolados de C. krusei apresentaram sensível dependente da dose (SDD) no intervalo de 16 a 32ug/mL e CIM 90 de 32ug/mL. Dois isolados de C. pseudotropicalis apresentaram sensibilidade a 2ug/mL e CIM 90 de 2ug/mL. O isolado de C. glabrata e C. famata apresentaram sensível dependente da dose (SDD) a 32 ug/mL de fluconazol(64ug/mL). Neste estudo concluiu-se que C. albicans foi a levedura mais isolada em onicomicose e pelo método de E-TestR 84,74% (50/59 das leveduras foram sensíveis ao fluconazol no intervalo de 16 a 32ug/mL e pelo método de microdiluição - CLSI M-27-A 2 18,20%(5/27) das leveduras foram resistentes...
Descritores: Candida
Fluconazol
Hanseníase
Leveduras
Onicomicose
Rhodotorula
Testes de Sensibilidade Microbiana
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, A553o, 2009


  5 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-580169
Autor: Purisco, Sônia Ueda.
Título: Prevalência e sensibilidade a antifúngicos de espécies de candida pouco frequentes como agentes de candidemia / Prevalence and antifungal susceptibility of candida species less frequent as agents of candidemia.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. [100] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho tem como objetivo contribuir para o conhecimento dos agentes de candidemia menos frequentes, i.e. não-Candida albicans e não-Candida tropicalis, em hospitais do Estado de São Paulo. Cento e sessenta e seis isolados, obtidos entre 2005 a 2008 de onze unidades hospitalares, foram avaliados quanto à frequência de espécies e fenótipos de resistência (CLSI e AFST-EUCAST). A distribuição observada para as espécies foi: Candida parapsilosis (70%). C. glabrata (23%), C. krusei (4%), Pichia anomala (Candida pelliculosa), C. famata, C. lusitaniae, C. kefyr, C. guilliermondii (0,6% cada). Fluconazol (FCZ), itraconazol (ITZ), voriconazol (VCZ) e anfotericina B (AMB) mostraram alta eficácia frente todos os agentes de candidemia avaliados, com exceção de C. krusei, espécie comprovadamente resistente ao FCZ. AMB foi a droga mais ativa, não sendo encontrado nenhum fenótipo de resistência à droga, seguida de FCZe VCZ; a droga menos eficaz foi ITZ. O único isolado de P. anomala (C.pelliculosa) apresentou menor sensibilidade a FCZ e ITZ na metodologia EUCAST. Candida krusei, com comprovada resistência intrínseca ao fluconazol, foi S-DD a ITZ (EUCAST) na maioria dos isolados, mas sensível ao VCZ e à AMB. Resistência a VCZ foi observada com maior freqüência no método EUCAST do que no CLSI, devido aos distintos breakpoints. Resistência cruzada entre azóis foi encontrada neste estudo em cepas de C. glabrata e C. parapsilosis. Estes dados contribuem para a consolidação de banco de dados sobre as espécies causadoras de candidemia e para delineamento e monitoramento do perfil de resistência aos antifúngicos de uso corrente em hospitais brasileiros.
Descritores: Antifúngicos
Candida
Fungos/efeitos da radiação
Sangue
Testes de Sensibilidade Microbiana
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, P985p


  6 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-268640
Autor: Belda Junior, Walter.
Título: Doenças sexualmente transmissíveis / Sexually Transmitted Diseses.
Fonte: Säo Paulo; Atheneu; 1999. 225 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Candida
Sondas de DNA de HPV
HIV
Simplexvirus
Medicina Bucal
Hepatite Viral Humana
Doenças Sexualmente Transmissíveis/classificação
Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico
-Escabiose
Gravidez
Molusco Contagioso
Infestações por Piolhos
Limites: Humanos
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca
BR1310.1; L0647


  7 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-614891
Autor: Junqueira, Juliana C; Vilela, Simone F. G; Rossoni, Rodnei D; Barbosa, Júnia O; Costa, Anna Carolina B. P; Rasteiro, Vanessa M. C; Suleiman, Jamal M. A. H; Jorge, Antonio Olavo C.
Título: Oral colonization by yeasts in HIV-positive patients in Brazil / Colonização oral por leveduras em pacientes HIV-positivos no Brasil
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;54(1):17-24, Jan.-Feb. 2012. tab.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: INTRODUCTION: In HIV-infected patients, colonization of the oral cavity by potential pathogenic yeast may lead to development of systemic fungemia. We evaluated the prevalence of yeast in the oral cavity of Brazilian HIV-positive patients and verified whether or not the species characterized were enzymatically active. Furthermore, the species identified were tested for their susceptibility to antifungal treatment. METHODS: Patient saliva and oropharyngeal candidiasis samples were collected from 60 seropositive HIV patients and identified by the API20C system. Enzymatic activity was evaluated by the production of proteinase and phospholipase. Susceptibility to antifungal treatments were determined using the broth microdilution method. RESULTS: the most commonly isolated species were C. albicans (51.56 percent) followed by non-albicans Candida species (43.73 percent), Trichosporon mucoides (3.12 percent) and Kodamaea ohmeri (1.56 percent). Oral colonization by association of different species was observed in 42 percent of the patients. Enzymatic activity was verified in most of species isolated, except for C. glabrata, C. lusitaniae and C. guilliermondii. Resistance to Fluconazole and Amphotericin B was observed in isolates of C. albicans, C. glabrata, C. parapsilosis, C. krusei, and K. ohmeri. CONCLUSION: HIV-positive patients are orally colonized by single or multiple species of yeast that are occasionally resistant to Fluconazole or Amphotericin B.

INTRODUÇÃO: Em pacientes infectados pelo HIV, a colonização da cavidade bucal por leveduras patogênicas pode levar ao desenvolvimento de fungemias. No presente estudo, avaliamos a prevalência de leveduras na cavidade bucal de pacientes HIV-positivos e verificamos se as espécies isoladas foram enzimaticamente ativas. Além disso, as espécies identificadas foram testadas quanto à suscetibilidade a antifúngicos. MÉTODOS: Amostras de saliva e de candidose orofaríngea foram coletadas de 60 pacientes soropositivos para HIV e identificados pelo sistema API20C. A atividade enzimática foi avaliada pela produção de proteinase e fosfolipase. A suscetibilidade a antifúngicos foi determinada utilizando o método de microdiluição em caldo. RESULTADOS: As espécies mais comumente isoladas foram C. albicans (51,56 por cento), seguido por espécies de Candida não-albicans (43,73 por cento), Trichosporon mucoides (3,12 por cento) e Kodamaea ohmeri (1,56 por cento). A colonização bucal por associação de diferentes espécies foi observada em 42 por cento dos pacientes. A atividade enzimática foi verificada na maioria das espécies isoladas, com exceção de C. glabrata, C. lusitaniae e C. guilliermondii. Resistência ao fluconazol e anfotericina B foi observada em isolados de C. albicans, C. glabrata, C. parapsilosis, C. krusei, e K. ohmeri. CONCLUSÃO: Os pacientes HIV-positivos são colonizados por espécies únicas ou múltiplas de levedura que ocasionalmente são resistentes ao fluconazol ou anfotericina B.
Descritores: Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS/microbiologia
Anfotericina B/farmacologia
Antifúngicos/farmacologia
Candida/classificação
Candidíase Bucal/microbiologia
Fluconazol/farmacologia
Soropositividade para HIV/microbiologia
-Candida/efeitos dos fármacos
Candida/enzimologia
Testes de Sensibilidade Microbiana
Peptídeo Hidrolases/metabolismo
Fosfolipases/metabolismo
Limites: Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-783225
Autor: Hippólito, Daise Damaris Carnietto de; Roberto, Thiago Nunes; Araújo, Miriam Rando; Pukinskas, Sandra Regina Brasil Stolf.
Título: Diferentes intervalos de tempo de leitura do sistema API 20C AUX® na identificação de leveduras de interesse médico / Different reading time intervals of the API 20C AUX® system for identifying the yeasts of medical interest
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;74(1):71-74, 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Infecções de corrente sanguínea por leveduras do gênero Candida são uma das principais causas de morbidade e mortalidade em pacientes imunocomprometidos. Candida albicans permanece a espécie mais isolada nestas infecções e é de fácil e rápida identificação. Contudo, existem outras espécies, como C. parapsilosis, C. tropicalis, C. glabrata e C. krusei, que são encontradas com menor frequência e que necessitam de maior período de tempo e de metodologias comerciais automatizadas ou semi-automatizadas para sua identificação. Neste estudo foram analisadas 146 cepas de leveduras quanto à capacidade do Sistema API 20C AUX® (Biomerieux®, França) em identificar corretamente o gênero e a espécie de microrganismos em diferentes períodos de leitura, visando-se a liberação do resultado em menor tempo. C. parapsilosis, C. guilliermondii, C. pelliculosa, C. colliculosa, Rhodotorula mucilaginosa, Saccharomyces cerevisae, Trichosporon mucoides e T. asahii foram as leveduras cujos resultados finais puderam ser liberados nos períodos de tempo de 96, 120 e 144 h. Oitenta por cento das C. glabrata e 69 % das C. tropicalis também foram identificadas nos períodos além do tempo estabelecido. Com os resultados obtidos é possível antecipar a identificação do gênero e de algumas espécies de leveduras...
Descritores: Candida/patogenicidade
Circulação Sanguínea
Infecções
Leveduras/patogenicidade
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 721 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-583066
Autor: Costa, Anna Carolina Borges Pereira da; Teodoro, Guilherme Rodrigues; Ferreira, Tatiane Morais; Silva, Fernando de Sá; Maria, Aguida; Khouri, Sônia.
Título: Atividade antifúngica do óleo essencial de melaleuca alternifolia sobre leveduras isoladas de candidíase bucal de gestantes HIV positivas / Antifungal activity of melaleuca alternifolia essential oil on yeasts isolated from HIV positive pregnant women with oral candidiasis
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;69(3):403-407, jul.-set. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A candidíase bucal é a infecção fúngica mais comum em portadores de HIV e, com episódios recorrentes em pacientes com Aids. Com o objetivo de pesquisar novos e eficazes agentes antifúngicos contra cepas resistentes, foi investigada a atividade antifúngica do óleo essencial de Melaleuca alternifolia, em diferentes concentrações, em leveduras isoladas de candidíase oral. O experimento foi realizado por meio da técnica de difusão em ágar. Foram avaliadas cepas padrão de Candida albicans ATCC 10231, Candida tropicalis ATCC 157, Candida glabrata ATCC 30070, Candida krusei ATCC 6258 e Candida dubliniensis ATCC 778157e os isolados da cavidade bucal de gestantes HIV positivas, sendo sete C. albicans, um C. tropicalis, um C.glabrata e um C. krusei. O óleo essencial foi analisado nas quantidades de 20 e 50 μL, nas concentrações de 10 a 100%, variando de 10 em 10%. Todas as cepas analisadas foram suscetíveis ao óleo essencial de M.alternifolia nas concentrações de 70% e 50 %, respectivamente, nos volumes de 20 μL e 50 μL. O potencial antifúngico do óleo essencial de M. alternifolia desperta interesse para o desenvolvimento de novos fármacos.

Oral candidiasis is a fungal infection mostly common in people infected with HIV and the recurrent episodes occur in patients with AIDS. Aiming at searching, a new and efficacious drug against resistant strains, the antifungal activity of essential oil from Melaleuca alternifolia at different concentrations was assessed on yeasts isolated from oral candidiasis. The experiment was performed by using agar diffusiontechnique; and the antifungal effect was evaluated on the standard strains of Candida albicans ATCC 10231, Candida tropicalis ATCC 157, Candida glabrata ATCC 30070, Candida krusei ATCC 6258 and Candida dubliniensis ATCC 778 157, and on the isolated from the oral cavity of HIV positive pregnant women, being seven C. albicans, one C. tropicalis, one C glabrata and one C. krusei. The essential oil was analyzedin quantities of 20 and 50 μL at 10-100% concentrations, ranging from 10 to 10%. All of the tested strainswere susceptible to the M. alternifolia essential oil at concentrations of 70% and 50% in volumes of 20 μL and 50 μL, respectively. The antifungal activity of essential oil from M. alternifolia holds one´s attention in manufacturing new and effective drugs.
Descritores: Antifúngicos
Candida
Candidíase Bucal
Gestantes
Leveduras
Óleos
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  10 / 721 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-546026
Autor: Silva, Fernando de Sá; Ferreira, Tatiane Morais; Teodoro, Guilherme Rodrigues; Costa, Anna Carolina Borges Pereira da; Maria, Aguida; Beltrame Junior, Milton; Salvador, Marcos José; Paula, Claudete Rodrigues de; Khouri, Sônia.
Título: Atividade antifúngica do óleo essencial de Cymbopogon citratus frente a cepas de Candida albicans e Candida tropicalis isoladas de infecções nosocomiais / Antifungal activity of Cymbopogon citratus essential oil on Candida albicans and Candida tropicalis strains isolated from nosocomial infections
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;68(3):434-441, set.-dez. 2009. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O óleo essencial de Cymbopogon citratus tem sido alvo de vários estudos em função do potencial antimicrobiano. Neste estudo, a atividade desse componente foi investigada em cepas do gênero Candida isoladas de infecções hospitalares. Para a condução do estudo, foram analisadas 24 isolados de Candida albicans e 15 isolados de Candida tropicalis, originados de pacientes com suspeitas de infecção hospitalar e uma cepa padrão de C. albicans ATCC 10231, por meio da técnica de difusão em ágar. O óleo essencial de C. citratus apresentou atividade antifúngica em 100% dos isolados a partir da concentração de 25% (v/v), o que indica sua ação positiva sobre as cepas hospitalares. Sugere-se a realização de estudos farmacológicos e toxicológicos desse componente para avaliar a possível aplicação clínica.
Descritores: Candida
Cymbopogon
Infecção Hospitalar
Óleos Voláteis
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação



página 1 de 73 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde