Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.300.300.500.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 7 [refinar]
Mostrando: 1 .. 7   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 7 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1116352
Autor: Duo Filho, Valter Batista; Siqueira, João Paulo Zen; Colombo, Tatiana Elias.
Título: Monitoramento de fungos anemófilos no ambiente de uma biblioteca no Município de São José do Rio Preto - Sp, Brasil / Anemophilic fungi monitoring in a library environment in the city of São Jose do Rio Preto, Brazil
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;24(2):75-80, maio-ago. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Os fungos desempenham vários papéis que impactam a humanidade de diversas maneiras. Suas características metabólicas são importantes na biotecnologia, porém, tais microrganismos podem desencadear alguns problemas de saúde pública e até mesmo serem letais. Objetivo: detectar a presença de fungos no acervo de uma biblioteca no município de São José do Rio Preto. Metodologia: foram coletadas quarenta amostras nas superfícies inanimadas (livros, estantes, documentos, mapas, artigos e revistas) das principais salas da biblioteca com o auxílio de swabs umedecidos em solução salina estéril, posteriormente encaminhados ao laboratório de Biomedicina da Universidade Paulista ­ UNIP. As amostras foram semeadas em meio de cultura ágar Sabouraud Dextrose (SDA), tendo adicionado cloranfenicol e incubadas a 30 °C. Foi realizada a colônia gigante em todas as cepas crescidas em SDA para a realização da técnica de microcultivo para a identificação dos fungos, de acordo com o Manual de Detecção e Identificação dos Fungos de Importância Médica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resultados: Houve positividade em trinta e uma amostras (78%) e em quatro delas foi observado mais de um tipo de colônia (13%). Das vinte e duas superfícies de livros analisadas, foram isolados e identificados: Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Cunninghamella sp., Cladosporium sp., Curvularia sp., Mucor sp. e Nigrospora sp. Nas oito superfícies de estantes: Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Aspergillus versicolor, Penicillium sp. e Scopulariopsis sp. e, nos dez documentos: Aspergillus nidulans, Aspergillus sp., Cladosporium sp., Cunninghamella sp. e Trichoderma sp. Conclusão: Os fungos encontrados estão amplamente distribuídos no ambiente como solo e ar e, por diversos fatores, instalam-se em locais como bibliotecas. Em condições favoráveis, podem infectar o homem e causar perdas patrimoniais para os acervos.

Fungi play many roles that impact humankind in different ways. Their metabolic characteristics are important in biotechnology; however, these microorganisms can trigger some public health problems or may even be lethal. Objective: detect the presence of fungi in the collection of a public library in the city of São José do Rio Preto, Brazil. Methods: a total of forty samples were collected from inanimate surfaces (books, shelves, documents, maps, articles and magazines) located in the main rooms of the library with swabs soaked in sterile saline solution and sent to the Universidade Paulista ­ UNIP laboratories. The samples were plated in Sabouraud Dextrose Agar (SDA) supplemented with chloramphenicol and incubated at 30 °C. The colonies that grew in SDA were isolated in Potato Dextrose Agar for performing the slide culture technique for the identification of the fungi, performed according to the Manual of Detection and Identification of Fungi of Medical Importance from the Brazilian Health Surveillance Agency (ANVISA). Results: Thirty-one samples (78%) were positive, and in four of them more than one fungus genus was observed (13%). From the twenty-two book surfaces analyzed, the following fungi were isolated and identified: Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Cunninghamella sp., Cladosporium sp., Curvularia sp., Mucor sp. and Nigrospora sp. On the eight shelves: Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Aspergillus versicolor, Penicillium sp. and Scopulariopsis sp. The ten documents analyzed presented the following fungi: Aspergillus nidulans, Aspergillus sp., Cladosporium sp., Cunninghamella sp. and Trichoderma sp.. Conclusion: These fungi are widely distributed in the environment such as in the soil and air, and due to several factors, they colonize public places, such as libraries. In favorable conditions, they may infect humans and cause diseases.
Descritores: Monitoramento Ambiental
Acervo de Biblioteca
Fungos
-Penicillium
Aspergillus flavus
Aspergillus nidulans
Aspergillus niger
Trichoderma
Biotecnologia
Cladosporium
Cunninghamella
Ágar
Infecções
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  2 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-839390
Autor: Dube, Aman K; Kumar, Maushmi S.
Título: Biotransformation of bromhexine by Cunninghamella elegans, C. echinulata and C. blakesleeana
Fonte: Braz. j. microbiol;48(2):259-267, April.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Fungi is a well-known model used to study drug metabolism and its production in in vitro condition. We aim to screen the most efficient strain of Cunninghamella sp. among C. elegans, C. echinulata and C. blakesleeana for bromhexine metabolites production. We characterized the metabolites produced using various analytical tools and compared them with mammalian metabolites in Rat liver microsomes (RLM). The metabolites were collected by two-stage fermentation of bromhexine with different strains of Cunninghamella sp. followed by extraction. Analysis was done by thin layer chromatography, high performance thin layer chromatography, Fourier transform infrared spectroscopy, high performance liquid chromatography and Liquid chromatography–mass spectrometry. The role of Cytochrome P3A4 (CYP3A4) enzymes in bromhexine metabolism was studied. Fungal incubates were spiked with reference standard – clarithromycin to confirm the role of CYP3A4 enzyme in bromhexine metabolism. Three metabolites appeared at 4.7, 5.5 and 6.4 min retention time in HPLC. Metabolites produced by C. elegans and RLM were concluded to be similar based on their retention time, peak area and peak response of 30.05%, 21.06%, 1.34%, and 47.66% of three metabolites and bromhexine in HPLC. The role of CYP3A4 enzyme in metabolism of bromhexine and the presence of these enzymes in Cunninghamella species was confirmed due to absence of peaks at 4.7, 5.4 and 6.7 min when RLM were incubated with a CYP3A4 enzyme inhibitor – clarithromycin.
Descritores: Bromoexina/metabolismo
Cunninghamella/metabolismo
-Espectrometria de Massas
Biotransformação
Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Cromatografia em Camada Delgada
Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier
Citocromo P-450 CYP3A/metabolismo
Microssomos/metabolismo
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-981748
Autor: Souza Neto, Francisco Ernesto de; Silva, Hebert Christian de Azevedo; Paiva, Weslley de Souza; Torres, Taffarel Melo; Rocha, Amanda Cristiane Pereira da; Bezerra, Ana Carla Diógenes Suassuna; Batista, Anabelle Camarotti de Lima.
Título: Quitosana fúngica sobre larvas de nematoides gastrintestinais de caprinos / Fungal chitosan on gastrointestinal nematodes larvae of goats
Fonte: Arq. Inst. Biol;84:e0542015, 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: A caprinocultura é representada por um efetivo bastante considerável no Nordeste brasileiro, porém, infecções causadas por nematoides e o sério problema da resistência parasitária se tornaram barreiras para a criação desses animais. Como alternativa, o controle com bioprodutos entra como uma solução sustentável e viável para auxiliar na criação da região. Nesse contexto, o presente trabalho avaliou a atuação da quitosana fúngica sobre o desenvolvimento larval de nematoides gastrintestinais em amostras de caprinos naturalmente infectados. Para tanto, foi realizada a seleção de 5 propriedades e confirmada a positividade do rebanho, além de coproculturas com solução de quitosana a 0,5; 1,0 e 1,5%, com cada tratamento realizado em 5 repetições. As larvas de terceiro estágio (L3) foram recuperadas e cem larvas por tratamento foram contabilizadas e identificadas. Os gêneros identificados foram Haemonchus, Strongyloides, Oesophagostomum e Trichostrongylus. Na análise da inibição do desenvolvimento larval, a concentração de 1,0% impediu o desenvolvimento larval do Haemonchus em 35%, porém, os resultados não tiveram diferença estatística significante. Assim, sugere-se buscar novas concentrações de quitosana fúngica como anti-helmíntico, visto que se apresenta como uma alternativa promissora no controle sustentável desses endoparasitos.(AU)

The goat is represented by a very considerable effective in the Northeastern Brazil, but infections caused by nematodes and the serious problem of parasitic resistance have become barriers to breed these animals. Alternatively, the control with bioproducts comes as a sustainable and viable solution to help breeding in this region. In this context, the present study evaluated the performance of fungal chitosan on the larval development of gastrointestinal nematodes in naturally infected goat samples. Therefore, the selection was performed at five properties. The positive herd was confirmed, and coprocultures were performed with chitosan solution 0.5, 1.0 and 1.5%, with each treatment performed in 5 replicates. The third-stage larvae (L3) were recovered and one hundred larvae/treatment were counted and identified. The identified genera were Haemonchus, Strongyloides, Oesophagostomum and Trichostrongylus. In the analysis of inhibition of larval development, the concentration of 1.0% prevented the development of larval Haemonchus by 35%, but the results were not statistically significant. Thus, it is suggested to seek new concentrations of fungal chitosan as anthelmintic, since it appears as a promising alternative to sustainable control of these endoparasites.(AU)
Descritores: Ruminantes/parasitologia
Quitosana/análise
Larvicidas
Fungos
Anti-Helmínticos/análise
Nematoides
-Cunninghamella
Gastroenteropatias/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  4 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-905103
Autor: Lopes, Jeane Cândida; Chagas Junior, Aloisio Freitas; Scheidt, Gessiel Newton; Soares, Layssah Passos; Chagas, Lillian França Borges.
Título: Biomassa e extração de quitina e quitosana a partir de isolados de Cunninghamella sp / Biomass and chitin and chitosan extraction from Cunninghamella sp. Isolates
Fonte: Semina cienc. biol. saude;38(1):25-34, jan./jun 2017. Tabelas.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo objetivou avaliar a produção de biomassa de nove isolados de Cunninghamella sp. e da cepa referência de Cunninghamella elegans (CBMAI 0843) e estabelecer a capacidade de produção de quitina e quitosana por estas cepas. Assim como, caracterizar a quitosana fúngica obtida por parâmetros como massa molar, grau de desacetilação e distribuição dos grupos funcionais ao longo da cadeia polimérica. Para a maioria das cepas avaliadas, o período de maior crescimento foi em 48 horas de cultivo, sendo que, neste período, o isolado UFT Ce08 apresentou a maior quantidade de biomassa, 20,17 g L-1. Os rendimentos de quitina ficaram entre 15,64 a 30,33% e os rendimentos de quitosana entre 0,94 a 7,43%. A cepa UFT Ce11 apresentou o melhor quantitativo de quitina e a cepa UFT Ce09, mesmo apresentando o segundo menor quantitativo de biomassa, 9,34 g L-1, teve o melhor rendimento de quitosana. Sete cepas isoladas no presente estudo apresentaram maior rendimento de quitosana comparada à cepa referência. O grau médio de desacetilação foi de 83,7% para quitosana obtida do isolado UFT Ce09 e 80,5% para quitosana obtida da cepa referência. As massas molares para a quitosana do isolado UFT Ce09 e da cepa referência foram de 43,031 e 19,215 g mol-1, respetivamente. A espectrometria de infravermelho apresentou bandas com comprimentos de onda e grupos funcionais coincidentes com a literatura e com a quitosana comercial. A quitosana fúngica deste estudo apresentou propriedades que atestam sua qualidade e características de interesse biotecnológico e comercial (AU).

The aim of this study was to evaluate the biomass production of nine Cunninghamella sp. isolates as well as by the reference strain Cunninghamella elegans (CBMAI 0843) and establish the chitin and chitosan production capacity by these strains. For most of the tested strains, the highest growth period was within 48 hours of cultivation, although the UFT Ce08 isolate showed the highest amount of biomass, with 20.17 g L-1. Chitin yields were between 15.64 to 30.33% and chitosan yields were between 0.94 to 7.43%. The UFT Ce11 strain presented the best chitin quantity and UFT Ce09 strain, even with the second smallest biomass quantity, had the best chitosan yield. This means that seven isolated strains in this study showed higher chitosan yield compared to the reference strain. The degree of deacetylation was 83.7% for the chitosan obtained from the UFT Ce09 isolate and 80.5% for the chitosan obtained from the reference strain. The chitosan molecular weight for the UFT Ce09 isolate and the reference strain were 43.031 g mol-1 and 19.215 g mol-1, respectively. The infrared spectroscopy presented bands with wavelengths and functional groups coincident to the literature and to the commercial chitosan. The fungal chitosan of this study showed properties that confirm its quality and characteristics of biotechnological and commercial interest (AU).
Descritores: Biomassa
Biopolímeros
-Quitina
Quitosana
Cunninghamella
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  5 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-585743
Autor: Gelderen, Aida A. van.
Título: Micoparasitismo biotrofico de Fusarium oxysporum sobre Cunnighamella sp / Biotrophic mycoparasitism of Fusarium oxysporum on Cunnighamella sp
Fonte: Bol. micol;24:51-56, dic. 2009. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se describe un caso de micoparasitismo biotrófico de ocurrencia natural en el suelo, entre las hifas de una cepa de Fusarium oxysporum complex y Cunninghamella sp. Las hifas de F. oxysporum se desarrollaron sobre las células vivas del hospedador, mostrando 2 tipos de efectos parasíticos: uno de enrollamiento y otro de contacto con penetración de las hifas, sin la aparente eliminación del hospedador. Esta situación poco común en la literatura, demuestra las capacidades adaptativas de esta especie al micoparasitismo en grupos filogenéticamente distantes.

This paper describes a case of mycoparasitism naturally occurring, where Fusarium oxysporum parasitizes hyphae of Cunninghamella sp, to show mycoparasitism between the two fungi. This is a case of biotrophic mycoparasitism by contact. The hyphae of F. oxysporum developed closely along the living cells of the host showing mycoparasitic effect, some for a loop, and other contact with penetration of the hyphae. This situation is rare in the literature, demonstrates the adaptive capacities of this species to mycoparasitism in phylogenetically distant groups.
Descritores: Cunninghamella/isolamento & purificação
Cunninghamella/classificação
Cunninghamella/crescimento & desenvolvimento
Cunninghamella/patogenicidade
Fusarium/isolamento & purificação
Fusarium/classificação
Fusarium/crescimento & desenvolvimento
Fusarium/patogenicidade
Fusarium/virologia
Interações Hospedeiro-Parasita
-Fungos
Solo
Responsável: CL2.1 - Biblioteca de Medicina


  6 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-433466
Autor: Souza, Patrícia Mendes de; Marinho, Petrusk Homero; Lima, Marcos Antônio Barbosa de; Nascimento, Aline Elesbão do; Takaki, Galba Maria de Campos.
Título: Copper influence on polyphosphate metabolism of Cunninghamella elegans
Fonte: Braz. j. microbiol;36(4):315-320, Oct.-Dec. 2005. graf.
Idioma: en.
Resumo: O presente trabalho teve como finalidade avaliar os aspectos fisiológicos do metabolismo do polifosfato em Cunninghamella. elegans cultivada em meio contendo cobre. O perfil de crescimento foi estabelecido em função da produção de biomassa, consumo de ortofosfato, acumulação de polifosfato e atividade das fosfatases. Os resultados obtidos indicaram a influência do metal pesado sobre o crescimento, como observado pelo rendimento da biomassa. O consumo da fonte de fósforo durante as primeiras 24 horas de crescimento na cultura tratada com cobre foi maior que na cultura controle. A acumulação de polifosfato permitiu verificar comportamentos distintos na ausência e presença do metal. A análise do polifosfato celular revelou que, nas amostras tratadas, o polímero é significativamente metabolizado durante o início do cultivo quando em presença do cobre. O isolado analisado não exibiu atividade para a fosfatase ácida. Contudo, o cultivo em presença de cobre induziu variações na expressão da enzima fosfatase alcalina. Uma diminuição significativa da atividade enzimática foi observada para a cultura tratada com o íon metálico. Os estudos demonstram o potencial de Cunninghamella elegans para biorremediação de ambientes contaminados com cobre.
Descritores: Cobre
Cunninghamella
Técnicas In Vitro
Monoéster Fosfórico Hidrolases
Polifosfatos
-Meios de Cultura
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  7 / 7 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Souza, Wanderley de
Campos-Takaki, Galba Maria de
Texto completo
Id: lil-364057
Autor: Lima, Marcos Antonio Barbosa de; Nascimento, Aline Elesbão do; Souza, Wanderley de; Fukushima, Kazutaka; Campos-Takaki, Galba Maria de.
Título: Effects of phosphorus on polyphosphate accumulation by Cunninghamella elegans
Fonte: Braz. j. microbiol;34(4), Oct.-Dec. 2003. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: O crescimento, consumo de fosfato e glicose, bem como o conteúdo de fósforo, a distribuicão, estrutura e localizacão de polifosfato foram avaliados no micélio de Cunninghamella elegans cultivado em meios contendo diferentes concentracões de fosfato. Os resultados permitiram verificar a influência dessas concentracões de fosfato sobre o crescimento do fungo estudado. A maior concentracão de fosfato proporcionou maior rendimento da biomassa ao longo do crescimento. Uma relacão entre consumo de fosfato e glicose do meio foi observada em relacão ao crescimento e a quantidade de polifosfato total nos micélios cultivados nos diferentes meios de cultivo. Distintos métodos de extracão permitiram identificar e quantificar as diferentes fracões do polifosfato celular de Cunninghamella elegans. A citoquímica ultrastrutural foi utilizada com sucesso para identificar a localizacão e a distribuicão de polifosfato em Cunninghamella elegans. Os resultados revelaram diferencas no padrão de marcacão citoquímica nas diferentes fases do crescimento e meios de cultivo. Uma marcacão uniforme do polifosfato foi observada sobre a superfície celular, em especial, na parede celular e na membrana citoplasmática. Produtos de reacão resultantes da marcacão citoquímica foram também visualizados em estruturas trabeculares, vacuolares, vesiculares, sob a forma de corpos eletrondensos e grânulos dispersos no citoplasma. Os resultados demonstraram o potencial de Cunninghamella elegans na acumulacão de polifosfato, sugerindo uma possível aplicacão em processos biotecnológicos.
Descritores: Cunninghamella
Fósforo/análise
Técnicas In Vitro
Fosfatos
Polifosfatos
-Histocitoquímica/métodos
Métodos
Tipo de Publ: Revisão de Integridade Científica
Estudo Comparativo
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde