Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 971 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 98 ir para página                         

  1 / 971 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-948434
Autor: Maia, Fernanda Gonçalves Martins; Armesto, Cecília; Ogoshi, Claudio; Vieira, Jucilayne Fernandes; Maia, Jader Braga; Abreu, Mario Sobral de.
Título: Comportamento de isolados de Colletotrichum gloeosporioides inoculados em mudas micropropagadas de café / Behavior of isolated of Colletotrichum gloeosporioides inoculated micropropagated in seedlings of coffee
Fonte: Biosci. j. (Online);29(6):1896-1904, nov./dec. 2013. graf, tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Muitos são os danos ocasionados por Colletotrichum gloeosporioides em plantas de cafeeiro, porém pouco são os conhecimentos sobre o estabelecimento do processo infectivo e sobre a evolução dos sintomas apresentados pelas plantas hospedeiras. Deste modo, o objetivo do estudo foi avaliar o comportamento de isolados de C. gloeosporioides obtidos de Cafeeiro em mudas produzidas a partir de sementes de plantas com sintomas de mancha manteigosa e sem sintomas de mancha manteigosa, estimar a agressividade do patógeno através da incidência e severidade da doença, comparando-os com um isolado oriundo de outra espécie vegetal. A partir da estimativa da incidência e severidade, observou-se que mudas oriundas de plantas com sintomas de mancha manteigosa são mais suscetíveis ao ataque de C. gloeosporioides. O isolado IS-II mostrou-se totalmente agressivo, apresentando um potencial crescente de doença em relação ao tempo.

Many are the damages caused by Colletotrichum gloeosporioides in coffee plants, but little is knowledge about the establishment of the infective process and the evolution of the symptoms presented by host plants. This study evaluated the behavior of isolates of C. gloeosporioides obtained from Coffee on seedlings grown from seeds with buttery spot symptoms and without symptoms of blister spot, estimate the aggressiveness of the pathogen through the incidence and severity of disease, comparing them with one isolate from other plant species. The estimation of the incidence and severity was observed that seedlings from plants with symptoms of blister spot are more susceptible to attack by C. gloeosporioides. The isolated IS-II shown to be fully aggressive, presenting a high potential for disease.
Descritores: Plantas
Café
Colletotrichum
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1097301
Autor: Jacob, Michelle Cristine Medeiros.
Título: Biodiversidade de plantas alimentícias não convencionais em uma horta comunitária com fins educativos / Biodiversity of underutilized food plants in a community-based learning garden
Fonte: Demetra (Rio J.);15(1):e43568, jan.- mar.2020. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: As plantas alimentícias não convencionais (PANC) oferecem a oportunidade de superação de desafios que se impõem aos sistemas alimentares. Todavia, a escassez de dados sobre essas plantas e as lacunas encontradas na formação em Nutrição são gargalos que dificultam sua abordagem. Para abordar alguns desses limites, um projeto de horta comunitária foi desenvolvido em um curso de graduação em nutrição em uma universidade federal do nordeste do Brasil. Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados obtidos com esta iniciativa em seus primeiros doze meses com o uso do método Aprendizagem Baseada em Hortas (ABH). Durante 2018, oito plantas foram estudadas. Os dados coletados sobre PANC pelos alunos incluíram: família botânica, nomes populares, origem, bioma de ocorrência, usos alimentícios e indicadores nutricionais. O uso da ABH envolveu algumas estratégias, tais como definição de tema, elaboração de um produto de culminância e promoção da pesquisa em múltiplas bases de evidência. O método ABH mediou o processo educacional implicado com conceitos, práticas e atitudes. As plantas estudadas têm potencial para contribuir com a Segurança Alimentar e Nutricional, devido a alguns critérios, como adequação ao bioma do ambiente de estudo e variedade de nutrientes. Reconhecer plantas alimentícias nativas e adaptadas, resilientes à paisagem da Caatinga, é essencial para melhorar a saúde ambiental e humana neste bioma. Os dados resultantes da experiência de ensino serviram de base para ações de promoção de dietas sustentáveis junto à comunidade inserida no projeto, por meio de conversas e atividades práticas na horta e oficinas culinárias. (AU)

Underutilized food plants (UFP) offer the opportunity to overcome issues that are currently facing sustainable food systems. The scarcity of data on them and the gaps found in the nutrition workforce are challenges that limit their approach. To addresses some of them, a community-based garden project was developed in an undergraduate program in nutrition at a federal university in northeastern Brazil. This paper aims to present the results obtained with this project in its first twelve months concerning the use of Garden-Based Learning (GBL). During 2018 eight plants were studied with the support of this method. The data gathered on UFP by students included: botanical family, vernacular names, origin, the biome of occurrence, food uses, and nutritional indicators. The use of GBL involved some strategies such as definition of theme, elaboration of a culmination product, and fostering the research of different kinds of knowledge. The GBL method mediated the educational process implied with concepts, practices, and attitudes. The plants studied have the potential to contribute with Food and Nutrition Security due some criteria such as adequacy to the biome of the study setting and variety of nutrients. Recognize native and adapted food plants resilient to the dry landscape is central to enhance environmental and human health. The resulting data served as a basis to promote sustainable diets with the surrounding community, from lectures to hands-on activities in the garden and kitchen. (AU)
Descritores: Plantas Comestíveis
Aprendizagem Baseada em Problemas
Biodiversidade
-Plantas
Educação Superior
Segurança Alimentar e Nutricional
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  3 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-707858
Autor: Silva, Dulcilena de Matos Castro e.
Título: Contribuição para a história natural da criptococose: analisando espécimes vegetais e ar atmosférico de parques da cidade de São Paulo / Contribution to the natural history of cryptococcosis: analyzing plant specimens and atmospheric air of parks of São Paulo city.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. [109] p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O papel principal que espécimes vegetais desempenham no ciclo de vida de fungos é fornecer matéria orgânica para sua proliferação e, nesse habitat já foram descritas diversas espécies que podem causar infecção humana. Desse modo, é importante conhecer os nichos naturais de agentes com potencial patogênico, de modo, a dar subsídios para medidas de prevenção e profilaxia para diminuir o risco de exposição humana. Dentre as espécies oportunistas, destacam-se membros do gênero Cryptococcus spp. que podem causar criptococose, uma das micoses sistêmicas mais letais na atualidade. O objetivo deste trabalho foi investigar a presença de Cryptococcus em nichos ambientais de parques da cidade de São Paulo, em particular, ocos de troncos de espécimes vegetais e ar atmosférico adjacente. Além disso, foi avaliado um novo meio de cultura para isolamento desses agentes. O estudo foi realizado com 45 exemplares, englobando 25 distintas espécies vegetais, localizados em 5 parques localizados nas 5 regiões da cidade. A coleta, de material orgânico retirado de cada oco e ar adjacente ao espécime vegetal, foi realizada trimestralmente, durante o período de um ano. Dois meios de cultura foram utilizados para isolamento de colônias de Cryptococcus spp., a saber: o meio clássico de Guizzotia abssynica (ágar niger) e um novo meio, denominado Dicloram Rosa Bengala modificado (DRBCm) que mostrou melhor desempenho para isolamento desses agentes. Cento e vinte e três isolados de Cryptococcus spp. foram obtidos de ocos vegetais (111; 90,2%) e ar atmosférico (12; 9,8%). Vinte (44,5%; 20/45) exemplares pertencentes a 19 espécies vegetais foram positivos para Cryptococcus spp.. As espécies de Cryptococcus encontradas em ocos foram: C. neoformans (61,2%; 68/111), C. laurentii (30,6%; 34/111), C. albidus (2,7%; 3/111) e C. terrestris (1,8%; 2/111). Sessenta e oito isolados de C. neoformans foram obtidos de amostras de Hymenaea courbaril e a identificação molecular por PCR/RFLP indicou...
Descritores: Cryptococcus
Microbiologia Ambiental
Microbiologia do Ar
Plantas
-Brasil
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2


  4 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-398662
Autor: Polachini, Cesar Oscar.
Título: Avaliação in vitro de extratos de plantas e produtos diversos, frente a amostras de Candida Albicans / Anticandidal activity in vitro of plants extracts and diverses products in isolated from Candida albicans.
Fonte: São Paulo; s.n; 2004. 89 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenação dos Institutos de Pesquisa. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Neste trabalho estudou-se a atividade anti-Candida albicans de extratos vegetais e produtos diversos, e a influência destes extratos e produtos na produção de exoenzimas (proteinase e fosfolipase)e na morfotipagem de amostras de C.albicans (fatores relacionados com a virulência). Os testes foram realizados em duas amostras padrão de C.albicans 12 A e 156 B, e em 10 amostras de C.albicans provenientes da mucosa bucal de pacientes HIV positivos. A atividade antimicrobiana foi avaliada utilizando a metodologia de Eloff (1998); a produção da proteinase, fosfolipase e morfotipagem pela metologia de Ruchel et al. (1982), Price et al. (1982) e Hunter et al. (1989) respectivamente. Posteriormente foi determinada a concentração fungicida mínima (CFM) dos extratos vegetais e produtos diversos que demonstraram promissora atividade anti-Candida. Foram testados 72 produtos sendo 47 extratos vegetais metanólicos, nove extratos etanólicos, oito tinturas mãe, três extratos aquosos e cinco produtos diversos. Os extratos vegetais metanólicos de Punica granatum L. e Mangifera indica L. apresentaram atividade fungicida nas concentrações de 5,07 e 5,0 mg/mL, respectivamente, em 90% das amostras testadas. Os produtos álcool etílico (de cana de açúcar), álcool de cereal (de milho e sorgo) e óleo fusel apresentaram atividade fungicida em 100% das amostras de C. albicans. A produção de proteinase e fosfolipase se mostrou inibida após contato com os extratos vegetais metanólicos de: Piper aduncum (1,27 mg/mL),Albizzia lebbeck Bth.(1,27% mg/mL),Mangifera indica L.(1,27% mg/mL) e Punica granatum L.(1,71 mg/mL) nas amostras padrão 12 A e 156 B. Os extratos vegetais metanólicos de Cássia tora (1,35 mg/mL),Curcuma longa L.(1,30 mg/mL),Cyssus rhombiofolia Vahl.(1,53 mg/mL),Euphorbia pilulifera L.(1,27 mg/mL), Phyllantus niruri(1,27 mg/mL),Piper mollicomum Kunth, (1,26 mg/mL),Sida cordifolia L.(1,30 mg/mL) e Tinospora cordifolia(22,5 mg/mL),diminuíram a produção das franjas, sugerindo atenuação da virulência das amostras padrão 12 A e 156 B.
Descritores: Plantas
Candida albicans
CHEMICAL ENGINEERINGTEMEFOS
CHICKENPOXABATTOIRS
Fitoterapia
Técnicas In Vitro
-Etanol
Extratos Vegetais
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, P762a, 2004


  5 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-115121
Autor: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária.
Título: Agua para irrigaçäo de hortaliças: orientaçöes ao produtor / Irrigation water to vegetables: producer's orientations.
Fonte: s.l; Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária; 1991. 15 p.
Idioma: pt.
Descritores: Plantas
Água
Agricultura
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2/1390/Cx.C7


  6 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-291191
Autor: Marques, Gisela R. A Monteiro; Santos, Roseli La Corte dos; Forattini, Oswaldo Paulo.
Título: Aedes albopictus em bromélias de ambiente antrópico no Estado de Säo Paulo, Brasil / Aedes albopictus in bromeliads of anthropic environment in Säo Paulo State, Brazil
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;35(3):243-8, jun. 2001. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: As populações de Aedes albopictus podem colonizar os mais variados tipos de recipientes, e sua presença tem sido registrada, inclusive, em vegetais Bromeliaceae. O objetivo do estudo foi avaliar o significado epidemiológico dessas plantas como criadouros potenciais de Ae. albopictus e registrar a entomofauna culicidiana associada nesse micro-habitat. MÉTODOS: Foram efetuadas quinzenalmente, durante os anos de 1998 e 1999, coletas de larvas de culicídeos em conteúdo aquático de bromélias, localizadas em áreas urbana e periurbana de Ilhabela e Ilha Comprida, no Estado de São Paulo. RESULTADOS: Coletaram-se 26.647 larvas de culicídeos nas duas localidades de estudo, 14.575 na área urbana e 10.987 na área periurbana de Ilhabela. As 1.085 restantes foram provenientes da área periurbana de Ilha Comprida. Não houve diferença estatística na quantidade de larvas capturadas em ambiente urbano e periurbano de Ilhabela. Com relação a Ae. albopictus, houve maior freqüência e quantidade de larvas no ambiente urbano de Ilhabela, seguido pelo periurbano na mesma localidade, enquanto que, no periurbano de Ilha Comprida, essa presença foi apenas acidental, sendo capturada apenas nos três primeiros meses. CONCLUSÕES: Os resultados revelam que as bromélias, atualmente muito utilizadas em paisagismo, podem contribuir para a dispersão de Aedes albopictus. O encontro freqüente dessa espécie, em bromélias domesticadas e domiciliadas, sugere que esse culicídeo participe da fauna regional, podendo promover condições propícias para o contato entre a população humana e os agentes causadores de doenças do ecossistema natural
Descritores: Plantas
Aedes
Vetores de Doenças
Insetos Vetores
-Brasil
Área Urbana
Culicidae
Limites: Animais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  7 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-274923
Autor: Forattini, Oswaldo Paulo; Marques, Gisela Rota Alvarenga Monteiro.
Título: Nota sobre o encontro de Aedes aegypti em bromélia / Finding of Aedes aegypti breeding in bromeliad
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;34(5):543-4, out. 2000. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Descreve-se o encontro de formas imaturas de Aedes aegypti em bromélia domesticada para fins decorativos. Säo feitas consideraçöes sobre as implicaçöes desse encontro para o controle desse mosquito
Descritores: Plantas
Aedes
Vetores de Doenças
-Controle de Insetos
Limites: Animais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-210665
Autor: Forattini, Oswaldo Paulo; Marques, Gisela Rita Alvarenga Monteiro; Kakitani, Iná; Brito, Marylene de; Sallum, Maria Anice Mureb.
Título: Significado epidemiológico dos criadouros de Aedes albopictus em bromélias / Epidemiologic significance of Aedes albopictus breeding places in bromeliaceae
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;32(2):186-8, abr. 1998. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Relata-se o encontro de formas imaturas de Aedes albopictus em bromélias. Discute-se em que circunstâncias estas plantas poderiam ser epidemiologicamente consideradas como recipientes naturais ou artificiais. Destaca-se o poder de difusäo deste vetor que deverá merecer atençäo para que sejam elaborados modelos teóricos que se baseiem em maior número de informaçöes
Descritores: Plantas
Aedes
Vetores de Doenças
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 971 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-184734
Autor: Miranda, Cristina; Massa, José L; Marques, Cristiano Correa de Azevedo.
Título: Análise da ocorrência de leishmaniose tegumentar americana através de imagem obtida por sensoriamento remoto orbital em localidade urbana da regiäo Sudeste do Brasil / Analysis of the occurrence of american cutaneous leishmaniasis in Brazil by remote sensing satellite imagery
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;30(5):433-7, out. 1996. ilus, tab.
Idioma: pt.
Projeto: FAPESP.
Resumo: As áreas onde, segundo notificaçäo, ocorreram casos de leishmaniose tegumentar americana, na regiäo de Lagoinha, Estado de Säo Paulo, Brasil (Lat 23 05 S; Lon 45 11), nos anos de 1993 e 1994, foram localizadas numa imagem do satélite TM-LANDSAT. A composiçäo colorida artificial feita com as bandas 3, 4 e 5 da imagem permitiu a identificaçäo de vegetaçäo arbustiva, ou dentro mesmo dos limites indicados para aquelas localidades ou à distância máxima de cerca de 250 metros do perímetro de cada área. A utilizaçäo de um recurso capaz de possibilitar uma visäo mais abrangente de uma área geográfica tornou evidente as vantagens do sensoriamento remoto orbital para o estudo desta endemia
Descritores: Monitoramento Ambiental
Controle de Mosquitos
Leishmaniose Mucocutânea/epidemiologia
-Plantas
Psychodidae
ABORTION, MISSEDCHLOROPHYTA
Análise Espectral
Comunicações Via Satélite
Leishmaniose Mucocutânea/prevenção & controle
Leishmaniose Mucocutânea/transmissão
Radiação
Limites: Animais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  10 / 971 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-620813
Autor: Pereira, Ana Paula Maciel; Werle, Catierine Hirsch; Gonçalves, Tânia Maria Vinturim; Hoffmann, Fernando Leite.
Título: Identificação e avaliação da resistência antimicrobiana de leveduras em vegetais minimamente processados / Identification and evaluation of antimicrobial resistance of yeast in minimally processed vegetables
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(2):139-143, abr.-jun. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O consumo de vegetais minimamente processados vem crescendo devido às exigências dos consumidores por produtos de fácil preparo. Este produto, por ser extremamente manipulado, pode ser contaminado por microorganismos deteriorantes, como as leveduras, que possuem a capacidade de diminuir a vida útil do alimento. Neste sentido, visando à preocupação com a resistência de micro-organismos aos métodos de sanitização utilizados pelas indústrias de alimentos e diante da necessidade de maiores estudos do poder antimicrobiano do ozônio, este estudo teve por objetivo isolar e identificar as leveduras presentes nos vegetais minimamente processados e verificar sua resistência antimicrobiana frente ao hipoclorito de sódio e ozônio. Foram coletadas 84 amostras de vegetais minimamente processados. Destas, foram isoladas 47 culturas de leveduras que foram submetidas à identificação e ao ensaio de resistência ao hipoclorito de sódio (50, 100, 200 e 400 ppm) e ozônio (0,25 e 0,5 ppm). Do total de leveduras isoladas, 85,1 corresponderam à Cryptococcus laurentii, 12,8 à Arxula adeninivorans e 2,1 à Debaryomyces hansenii var. fabryii. Todas elas apresentaram resistência aos sanitizantes hipoclorito de sódio e ozônio em todas as concentrações testadas. Diante destas observações, medidas devem ser adotadas durante o processamento para evitar a contaminação por microbiota deteriorante.
Descritores: Hipoclorito de Sódio
Leveduras
Ozônio
Plantas
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação



página 1 de 98 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde