Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.150.150.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888755
Autor: Medeiros, E L; Henry-Silva, G G.
Título: Evaluation of the feeding preference between the aquatic macrophytes Egeria densa and Chara indica by the invasive mollusk Melanoides tuberculata / Avaliação da preferência do molusco invasor Melanoides tuberculata pelas macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica
Fonte: Braz. j. biol;77(2):234-239, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This study evaluated the feeding preference of the invasive mollusk Melaniudes tuberculata between the aquatic macrophytes Egeria densa and Chara indica. The experiment consisted of twelve experimental units (glass aquariums) each of which contained three liters of water and three compartments. Fragments of E. densa and C. indica were placed in separate compartments within each unit; the third compartment, which did not contain macrophytes, was used as the control. Twenty Melanoides tuberculata individuals were placed in each unit and monitored hourly over the course of 24 hours for preferential movements. Physical and chemical water variables were measured at the beginning and end of the experiment. Habitat complexity was determined through collected macrophyte fragments and determined using the Fractop program. After 24 hours, the highest average number of individuals was observed in the treatment with Chara indica (ten individuals), which differed significantly from the treatment with E. densa (four individuals) and the control treatment (two individuals). The number of individuals between the E. densa and control treatment were similar. M. tuberculata showed a clear feeding preference for C. indica.

Resumo O presente trabalho teve como objetivo avaliar a preferência do molusco invasor M. tuberculata pelas macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica. Doze unidades experimentais (aquários de vidro), com dimensões de 30×15×15 cm, subdivida em três compartimentos foram utilizadas. Em cada unidade experimental foram adicionados três litros de água, sendo que em dois compartimentos foram adicionados aleatoriamente fragmentos de E. densa e C. indica e um compartimento ficou sem planta (controle). Na parte central do aquário foram adicionados os moluscos equidistantes dos três compartimentos. O experimento teve duração de 24 horas, sendo vistoriado e contabilizado o número de organismos presentes em cada compartimento a cada hora. As variáveis ambientais foram medidas no inicio e fim do experimento. Fragmentos de macrófitas foram coletados para determinação da complexidade do habitat através do programa Fractop. Após 24 horas, os resultados mostraram um maior valor médio de indivíduos no tratamento que possuía Chara indica (dez indivíduos), que diferiu significativamente do tratamento com E. densa (quatro indivíduos) e do tratamento controle (dois indivíduos). Os tratamentos com E. densa e o controle foram semelhantes entre si evidenciando, uma possível preferência do molusco por a C. indica.
Descritores: Caramujos/fisiologia
Cadeia Alimentar
Hydrocharitaceae/crescimento & desenvolvimento
Chara/crescimento & desenvolvimento
-Brasil
Ecossistema
Comportamento Alimentar
Espécies Introduzidas
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde