Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 28 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 28 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888829
Autor: Freitas, F; Lunardi, S; Souza, L B; von der Osten, J S C; Arruda, R; Andrade, R L T; Battirola, L D.
Título: Accumulation of copper by the aquatic macrophyte Salvinia biloba Raddi (Salviniaceae) / Acumulação de cobre pela macrófita aquática Salvinia biloba Raddi (Salviniaceae)
Fonte: Braz. j. biol;78(1):133-139, Feb. 2018. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMAT.
Resumo: Abstract Aquatic macrophytes have properties and mechanisms which are useful for the removal of substances in solution, commonly used in phytoremediation processes in aquatic environments. This study evaluated the performance of copper (Cu) accumulation by Salvinia biloba Raddi (Salviniaceae) in different metal concentrations (1, 3 and 5 µg mL-1), as well as the control treatment, measured at intervals of 0, 7 and 14 days under laboratory conditions, with control as to pH and luminosity. After the experiment, the S. biloba biomass was washed, kiln dried, crushed and subjected to the process of digestion, and subsequently the accumulated copper content was determined by atomic absorption spectroscopy. The results showed that S. biloba is apt at accumulating copper, varying significantly between different treatments and days of exposure to the contaminant, as well as its interaction (treatment × days). The highest accumulation values were observed in treatment with 5 µg mL-1, which at 14 days, with 11,861 µg g-1 of copper. We observed symptoms of toxicity and mortality in plants, probably indicating the effect of copper on the species when at high levels. Salvinia biloba is an efficient species in the removal of copper in solution, its recommendation as a remediating agent in aquatic ecosystems being possible.

Resumo Macrófitas aquáticas apresentam propriedades e mecanismos úteis à remoção de substâncias presentes em solução, comumente, utilizadas em processos de fitorremediação de ambientes aquáticos. Este estudo avaliou o desempenho de acumulação de cobre (Cu) por Salvinia biloba Raddi (Salviniaceae) em diferentes concentrações do metal (1, 3 e 5 µg mL-1), além do tratamento controle, avaliados em intervalos de 0, 7 e 14 dias, sob condições laboratoriais, com controle de pH e luminosidade. Após o experimento a biomassa de S. biloba, foi lavada, seca em estufa, triturada e submetida ao processo de digestão, sendo, posteriormente, o teor de cobre acumulado determinado por espectroscopia de absorção atômica. Os resultados evidenciaram que S. biloba é hábil em acumular cobre em sua biomassa, variando significativamente entre os diferentes tratamentos e dias de exposição ao contaminante, bem como por sua interação (tratamentos × dias). Os maiores teores de acúmulo foram observados no tratamento com 5 µg mL-1, que aos 14 dias apresentou até 11.861 µg g-1 de Cu. Observamos sintomas de toxicidade e mortalidade nas plantas, evidenciando, provavelmente, o efeito do cobre sobre a espécie quando em elevados níveis. Salvinia biloba é uma espécie eficiente na remoção do cobre em solução, sendo possível sua recomendação como agente de remediação em ecossistemas aquáticos.
Descritores: Biodegradação Ambiental
Cobre/análise
Cobre/metabolismo
Organismos Aquáticos/metabolismo
Organismos Aquáticos/química
Traqueófitas/química
-Poluentes Químicos da Água/análise
Poluentes Químicos da Água/metabolismo
Biomassa
Traqueófitas/metabolismo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-989444
Autor: Mallmann, I T; Silva, V L; Port, R K; Oliveira, F B; Schmitt, J L.
Título: Spatial distribution analysis of Dicksonia sellowiana Hook. in Araucaria forest fragments with different sizes / Análise da distribuição espacial de Dicksonia sellowiana Hook. em fragmentos de Floresta com Araucária com diferentes tamanhos
Fonte: Braz. j. biol;79(2):337-344, Apr.-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Dicksonia sellowiana Hook. (Dicksoniaceae) is target of extractive exploitation and is threatened with extinction. We analyzed the population structure, the spatial distribution pattern of D. sellowiana and its relationship with environmental parameters within three fragments of Araucaria Forest in Rio Grande do Sul, Brazil. The fragments are of different sizes, namely, large (H1LF) with 246 ha, medium (H2MF) with 57 ha and small (H3SF) with 5.2 ha. Within each site, 1 ha was delimited, divided into 100 subplots (100 m2), of which 20 were selected with a draw. In each subplot, counting of the individuals, the registration of the caudice height and the coverage of leaves (SC) (m2), measurements of photosynthetically active radiation (PAR), canopy opening degree (CO), soil moisture (SM) and litter thickness (LT). The temperature (T) was measured inside each site. A total of 792 plants were sampled, of which 551 were concentrated in H1LF, 108 in H2MF and 133 in H3SF. An average of 1320 ha-1 individuals were estimated. Of the total including the three fragments, 96.9% of the individuals are in the first class of height (up to 0.8 m), indicating a great potential of population development. The spatial distribution pattern (AI) was aggregated in the three populations and the plants presented a heterogeneous total coverage, between 4.73 m2 (H2MF) and 2,223.47 m2 (H1LF). The highest values ​​of SC and SM were more related to the distribution of individuals in H1LF whereas the opposite was recorded in H2MF. The highest values ​​of PAR, LT and CO correlated with the distribution of D. sellowiana in H3SF. In addition to revealing that the H1LF population is among the most dense in southern Brazil, the results demonstrated a significant structural distinction between the interior populations of the fragments, in spite of them being located near to one another and being part of the same natural field matrix.

Resumo Dicksonia sellowiana Hook. (Dicksoniaceae) é alvo de exploração extrativista e encontra-se ameaçada de extinção. Analisamos a estrutura populacional, o padrão de distribuição espacial de D. sellowiana e sua relação com parâmetros ambientais no interior de três fragmentos de Floresta com Araucária, no Rio Grande do Sul (RS), Brasil. Os fragmentos possuem diferentes tamanhos sendo denominados de grande (H1LF) com 246 ha, médio (H2MF) com 57 ha e de pequeno (H3SF) com 5,2 ha. No interior de cada sítio, foi demarcado 1 ha, fracionado em 100 subparcelas (100m2), das quais 20 foram sorteadas. Em cada subparcela foi feita a contagem dos indivíduos, o registro da altura do cáudice e da cobertura (SC) (m2) das folhas, as medições da radiação fotossinteticamente ativa (PAR), grau de abertura do dossel (CO), umidade do solo (SM) e espessura da serapilheira (LT). A temperatura (T) foi medida no interior de cada sítio. Foram amostradas 792 plantas, das quais 551 concentradas no H1LF, 108 no H2MF e 133 no H3SF e em média foram estimados 1320 indivíduos ha-1. Do total dos três fragmentos, 96,9% dos indivíduos estão na primeira classe de altura (até 0,8 m), indicando grande potencial de desenvolvimento das populações. O padrão de distribuição espacial (AI) foi agregado nas três populações e as plantas apresentaram uma cobertura total heterogênea, entre 4,73m2 (H2MF) e 2.223,47m 2 (H1LF). Os maiores valores de SC e de SM foram mais relacionadas com a distribuição dos indivíduos no H1LF enquanto que o contrário foi registrado no H2MF. Os maiores valores de PAR, LT e de CO relacionaram-se com a distribuição de D. sellowiana no H3SF. Além de revelar que a população do H1LF está entre as mais densas já descritas no sul do Brasil, os resultados demonstraram uma significativa distinção estrutural entre as populações dos interiores dos fragmentos com diferentes tamanhos, embora muito próximos geograficamente e inseridos em uma mesma matriz de campo natural.
Descritores: Espécies em Perigo de Extinção/estatística & dados numéricos
Dispersão Vegetal/fisiologia
Traqueófitas/fisiologia
-Temperatura
Brasil
Florestas
Ecossistema
Folhas de Planta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048986
Autor: Puche, Rodolfo C.
Título: On the synthesis of vitamin d in the darkness / Sobre la síntesis de vitamina D en la oscuridad
Fonte: Actual. osteol;15(1):20-33, ene. abr. 2019. ilus., graf., tab..
Idioma: en.
Resumo: Published evidence reports the existence of two routes for the transformation of 7-dehydrocholecalciferol into previtamin D3: a photochemical route with the participation of UVB photons and another route that occurs in the darkness. Several reports appears to support the presence of these two routes in some mammals, birds, nonvascular plants (e.g.: mosses), vascular plants (e.g.: angiosperms) and lichens. The reviewed evidence suggests that in the darkness, the synthesis of vitamin D3 follows the same scheme of the photochemical pathway, but at a reduced rate respect to the synthesis under UVB radiation. The process of vitamin D synthesis in the dark, then, may be taken as an insurance for survival, at least for mammals and birds. The low rate of the synthesis of vitamin D3 in the absence of light produce low concentrations of vitamin D3 metabolites in plasma. Long term survival under these circumstances might be possible through upregulation of vitamin D receptors (VDRs). In mole rats (South African rodents that live in the dark in underground tunnels), the reduced rate of vitamin D3 synthesis produce low levels of plasma vitamin D3 and their metabolites 25(OH) D3 and 1α,25OH2 D3 . The fact that Kd and ßmax of the complex 1α,25(OH)2 D3 -VDR from the intestinal mucosa, kidneys and the Harderian glands of the mole rat Heterocephalus glaber are significantly different in each one of these tissues, is interpreted as an indicator that the VDRs are, in each tissue, adapted to the maintenance of normal physiological functions. (AU)

Varios trabajos publicados han informado que existen dos mecanismos para la transformación de 7-dehidrocolecalciferol en previtamina D3 : uno iniciado con el auxilio de fotones UVB y un segundo que ocurre en la oscuridad, sin el auxilio de radiación ultravioleta. Una serie de publicaciones contienen información que apoya la presencia de estos dos mecanismos en mamíferos, pájaros, plantas no vasculares (musgos), vasculares (angiospermas) y líquenes. La evidencia revisada sugiere que, en la oscuridad, la síntesis de vitamina D3 sigue el mismo esquema que la ruta fotoquímica y generalmente ocurre a una tasa reducida respecto de la síntesis bajo irradiación ultravioleta. La operación de la síntesis de vitamina D3 en la oscuridad, por lo menos para mamíferos y pájaros, puede tomarse como un reaseguro de sobrevida. La reducida tasa de síntesis de vitamina D en ausencia de luz produce bajas concentraciones en plasma de los metabolitos de la vitamina. La sobrevida saludable en estas condiciones sería posible mediante upregulation de los receptores. En las ratas topo Heterocephalus glaber (roedores sudafricanos que viven en permanente oscuridad, en túneles subterráneos), la reducida tasa de síntesis de vitamina D3 es la causa de los bajos niveles plasmáticos de la vitamina y sus metabolitos: 25(OH)D3 y 1α,25OH2 D3 . El hecho de que el Kd y ßmax del complejo 1α,25(OH)2 D3 -Vitamina-D-Receptor del intestino, riñón y glándulas de Harder de Heterocephalus glaber sean significativamente diferentes entre sí indicaría que los receptores se han modificado para mantener funciones fisiológicas normales en cada tejido. (AU)
Descritores: Vitamina D/síntese química
-Vitamina D/análogos & derivados
Vitamina D/biossíntese
Vitamina D/metabolismo
Aves/fisiologia
Escuridão
Briófitas/química
Traqueófitas/química
Líquens/química
Mamíferos/fisiologia
Limites: Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  4 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964856
Autor: Basualdo, Isabel; Soria, Nélida; Ortíz, Mirtha; Degen, Rosa.
Título: Plantas medicinales comercializadas en los mercados de Asunción y Gran Asunción / Medicinal plants sold in the markets of Asunción and Gran Asunción
Fonte: Rojasiana;6(1):95-114, 2004.
Idioma: es.
Descritores: Plantas Medicinais/classificação
Magnoliopsida/classificação
Traqueófitas/classificação
Fitoterapia
Medicina Tradicional
-Paraguai
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  5 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964662
Autor: Basualdo, Isabel; Soria, Nélida; Degen, Rosa; Ortiz, Mirtha; Zardini, Elsa.
Título: Catálogo de la flora vascular de Tavai, Dpto. Caazapa, Paraguay / Catálogo de la flora vascular de Tavai, Dpto.Caazapa, Paraguay
Fonte: Rojasiana;7(1):27-99, 2005.
Idioma: es.
Descritores: Florestas
Flora/classificação
Magnoliopsida/classificação
Áreas Alagadas
Traqueófitas/classificação
-Paraguai
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  6 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964525
Autor: Degen, Rosa; Mereles, Fátima.
Título: Check-List de las plantas colectadas en el Chaco Boreal, Paraguay / Check-List de las plantas colectadas en el Chaco Boreal, Paraguay
Fonte: Rojasiana;3(1):1-175, 1996.
Idioma: es.
Descritores: Plantas/classificação
Líquens/classificação
-Paraguai
Magnoliopsida/classificação
Traqueófitas/classificação
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  7 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964163
Autor: Degen de Arrúa, Rosa; González Salema, G; Céspedes de Zárate, Claudia; Gonzalez, Yenny; Vogt, Cristhian; Delmás de Rojas, Gloria.
Título: Flora y vegetación de la compañía Pikysyry, Ca´acupe, Departamento de Cordillera, Paraguay / Flora and vegetation of the company Pikysyry, Ca'acupe, Department of Cordillera, Paraguay
Fonte: Rojasiana;8(2):65-80, 2009.
Idioma: es.
Descritores: Árvores
Flora
Magnoliopsida/classificação
Traqueófitas/classificação
-Paraguai
Áreas Alagadas
Floresta Úmida
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  8 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964144
Autor: Soria, Nélida; Degen, Rosa; Basualdo, Isabel; Ortiz, Mirtha; Zardini, Elsa.
Título: Catálogo de la flora vascular de Cordillera de Ybyturuzú Dpto. Guaira, Paraguay / Catalog of the vascular flora of Cordillera de Ybyturuzú Dpto. Guaira, Paraguay
Fonte: Rojasiana;7(2):117-152, 2006.
Idioma: es.
Descritores: Florestas
Flora/classificação
Magnoliopsida/classificação
Traqueófitas/classificação
-Paraguai
Árvores/classificação
Áreas Alagadas
Fabaceae/classificação
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  9 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-948773
Autor: Degen, Rosa; Zardini, Elsa M; Basualdo, Isabel.
Título: Catálogo de la flora vascular de la meseta ybytu silla serranía de Tobati, Departamento de Cordillera, Paraguay / Catalog of vascular flora of the plateau Ybytu silla Serrania de tobati, Department of Cordillera, Paraguay
Fonte: Rojasiana;6(1):7-42, 2004.
Idioma: es.
Descritores: Florestas
Flora/classificação
Magnoliopsida/classificação
Traqueófitas/classificação
-Paraguai
Plantas/classificação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 28 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-763232
Autor: OLIVEIRA, V. B; ZUCHETTO, M; PAULA, C. S; VERDAM, M. C. S; CAMPOS, R; DUARTE, A. F. S; MIGUEL, M. D; MIGUEL, O. G.
Título: Avaliação do potencial antioxidante frente à oxidação lipídica e da toxicidade preliminar do extrato e frações obtidas das frondes de Dicksonia sellowiana (Presl. ) Hook / Evaluation of antioxidant potential against lipid oxidation and preliminary toxicity of extract and fractions obtained from the fronds of Dicksonia sellowiana (Presl. ) Hook
Fonte: Rev. bras. plantas med;17(4):614-621, out.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMOA espécie Dicksonia sellowiana, conhecida popularmente como xaxim, é uma samambaia natural do continente americano e encontrada no Brasil na Mata Atlântica. Em 2001 foi inserida na lista do IBAMA como espécie ameaçada de extinção em decorrência da exploração para a confecção de vasos para a jardinagem. O presente trabalho descreve o potencial antioxidante lipídico (TBARS e Sistema β-caroteno/ácido linoleico) do extrato bruto e frações obtidos através de aparato de Soxhlet de frondes de Dicksonia sellowiana, além da atividade citotóxica e hemolítica in vitro. Pelo método TBARS, todas as amostras testadas apresentaram atividade, destacando a fração acetato de etila e extrato bruto cuja atividade foi comparável ao padrão ácido ascórbico. No sistema β-caroteno/ácido linoleico, a fração acetato de etila e extrato bruto apresentaram inibição da oxidação do ácido linoleico, destaque para a fração acetato de etila que não se diferenciou estatisticamente do padrão BHT. Na avaliação da toxicidade preliminar, não fora observado atividade citotóxica e hemolítica do extrato bruto e frações nos modelos testados. Os resultados demonstram o potencial antioxidante da espécie vegetal nos modelos de inibição da oxidação lipídica sem apresentar toxicidade.

ABSTRACTThe species Dicksonia sellowiana, popularly known as tree fern, are a natural fern from American continent found in the Atlantic Forest in Brazil. In 2001 it was added to the list of IBAMA as endangered species due to its exploitation for pots craft for gardening species. This paper describes the antioxidant lipid potential (TBARS and System β-carotene / linoleic acid) of the crude extract and fractions obtained by Soxhlet apparatus of Dicksonia sellowianafronds, besides the cytotoxic and hemolytic activity in vitro. By the TBARS method, all samples tested showed activity, particularly the fraction ethyl acetate and the crude extract whose activity was comparable to standard ascorbic acid. In the system β-carotene / linoleic acid, the fraction of ethyl acetate and crude extract inhibited the oxidation of linoleic acid, especially the ethyl acetate fraction which did not differ statistically from the standard BHT. In a preliminary assessment of toxicity,cytotoxic and hemolytic activity of crude extracts and fractions in the tested models were not observed. The results of this study indicate the antioxidant potential of this plant species in models of inhibiting lipid oxidation without producing toxicity.
Descritores: Peroxidação de Lipídeos
Traqueófitas/classificação
Antioxidantes/análise
-Artemia/classificação
Toxicidade/métodos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde