Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.044 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 92 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 10 ir para página                        

  1 / 92 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966642
Autor: Polini, Deisy Micaelli Sousa Santos; Mendoça, Cristiane Gonçalves; Teodoro, Paulo Eduardo.
Título: Selectivity of herbicides in native forest species of cerrado / Seletividade de herbicidas em espécies florestais nativas do cerrado
Fonte: Biosci. j. (Online);34(2):326-332, mar./apr. 2018. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: A aggravating problems in forest management is weed interference, which is a factor that modifies adaptation and reduces plant growth. The use of herbicides is an indispensable practice to mitigate these effects in reforestation areas. This study aimed to evaluate the selectivity of glyphosate and imazapyr in native plants of the Brazilian Cerrado, such as: Schinus terebinthifolia (Anacardiaceae), Peltophorum dubium (Fabaceae) and Handroanthus albus (Bignoniaceae). The trial was carried out in a greenhouse at Unit of Aquidauana/UEMS. Experimental design was completely randomized, with seven treatments and five replications. Selectivity of the herbicides in the seedlings of these species was evaluated at 7, 14, 21, 28 and 60 days after application (DAA) of the herbicides, by means of a percentage scale of notes, where 0% corresponds to no injury and 100% corresponds to plant death. At the same time, for the weed control evaluation, visual analysis was also performed at 7, 14, 21, 28 and 60 DAA of the herbicides, where 100% was considered plant death and 0% no injury to weed. Imazapyr herbicide, when applied in the initial post-emergence in its lower level, it is selective to the tree species, but in the other concentrations it can affect differently the survival of them. Glyphosate herbicide was the least selective to the tree species in its different concentrations, causing phytotoxic effects with changes in the seedlings morphology. The results of this study could help in the integrated management of weeds and contribute to the efficient herbicide use in planting forest species in the Cerrado.

Um dos problemas mais agravantes no manejo florestal é a interferência que as plantas daninhas podem causar no desenvolvimento e crescimento das plantas. O uso de herbicidas é uma prática indispensável para atenuar esses efeitos em áreas de reflorestamento. Este trabalho teve como objetivo avaliar a seletividade dos herbicidas glyphosate e imazapyr em mudas de espécies nativas do Cerrado brasileiro, tais como: Schinus terebinthifolia (Anacardiaceae), Peltophorum dubium (Fabaceae) e Handroanthus albus (Bignoniaceae). O experimento foi conduzido em Casa de Vegetação, na Unidade Universitária de Aquidauana/UEMS. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com sete tratamentos e cinco repetições. A seletividade dos herbicidas nas mudas destas espécies foi avaliada aos 7, 14, 21, 28 e 60 dias após aplicação (DAA) dos herbicidas, por meio de uma escala percentual de notas, em que 0% corresponde a nenhuma injúria e 100% corresponde a morte da planta. Paralelamente, para a avaliação do controle das plantas daninhas também foi realizada analise visual aos 7, 14, 21, 28 e 60 dias após aplicação (DAA) dos herbicidas, através da avaliação visual de controle, onde 100% consideram-se morte da daninha e 0% nenhuma injúria à planta daninha. O herbicida imazapyr aplicado em pós-emergência inicial em sua menor dosagem é seletivo as espécies arbóreas, mas em maiores concentrações pode afetar sua sobrevivência de forma diferenciada nas espécies. O herbicida glyphosate foi o menos seletivo às espécies arbóreas em suas diferentes concentrações, causando intoxicações às mudas com alterações em sua morfologia. Os resultados deste trabalho podem auxiliar no manejo integrado de plantas daninhas e contribuir para o uso eficiente de herbicidas em plantios de espécies florestais no cerrado.
Descritores: Pradaria
Anacardiaceae
Tabebuia
Herbicidas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-602451
Autor: Santos, Severino Barbosa dos; Lima, Andre Caires Alvino de; Melo, Amanda Renata da Silva; Frazão, Carolina da Silva; Cherpak, Guilherme Liausu.
Título: Comparação da eficácia da aroeira oral (Schinus terebinthifolius Raddi) com omeprazol em pacientes com gastrite e sintomas dispepticos: estudo randomizado e duplo-cego / Comparision of the efficacy of oral mastic (Schinus terebinthifolius Raddi) with omeprazole in patients with gastritis and dyspeptic symptons: a randomized, double-blind
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;29(4):118-125, out.-dez. 2010. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: comparar a eficácia e segurança da aroeira oral (Schinus terebinthifolius Raddi) versus omeprazol no tratamento de pacientes com sintomas dispépticos associados à gastrite. Métodos: este estudo clínico foi prospectivo, randomizado e duplo-cego. Setenta e dois pacientes com gastrite confirmada pelo exame endoscópico e anatomopatológico foram aleatoriamente convidados a receber comprimidos de aroeira ou omeprazol, por quatro semanas. A eficácia foi avaliada pelo desaparecimento ou melhora dos sintomas e pela melhora dos achados endoscópicos e histopatológicos. A avaliação do relato de incidência de efeitos adversos do medicamento também foi feita por questionário padronizado. Exames de endoscopia digestiva alta e anatomopatológicos foram realizados antes do tratamento e após o término da terapia. Resultados: a melhora percentual dos sintomas foi maior no grupo da aroeira, mas a diferença não foi estatisticamente significativa. Também não houve diferença significativa nos resultados dos achados endoscópicos e histopatológicos entre os dois grupos. Conclusão: aroeira se mostrou tão eficiente quanto omeprazol no tratamento dos sintomas dispépticos em pacientes com gastrite.

Objective: to compare the efficacy and safety of aroeira oral (Schinus terebinthifolius Raddi) versus omeprazole in the treatment of patients with dyspeptic symptoms associated with gastritis. Methods: this was a randomized, doubleblind clinical study. Seventy two patients with gastritis were randomly assigned to receive aroeira or omeprazole daily. Efficacy was assessed by evaluating improvement on endoscopic and hystopathologics findings and by symptom disappearance rates. Safety was assessed by recording incidence of any adverse drug reactions. Upper gastro-intestinal endoscopy was conducted at baseline and after therapy. Results: there were no significant differences in the baseline characteristics between the two groups. Symptom disappearance rates were higher in the aroeiras group but the difference was not significant. There was also no significant difference in the result of endoscopic and hystopathologic data between the groups. Conclusion: aroeira appears to be as effective as omeprazole for gastritis-associated dyspeptics symptoms in gastritis patients.
Descritores: Omeprazol
Anacardiaceae
Dispepsia
Gastrite
-Método Duplo-Cego
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  3 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-880808
Autor: Melo, Denise Braz de; Holanda, Cássio Anderson Silva; Pereira, Antonia Priscila; Morais, Tayanne Maíra Dantas Martins de; Barros, Áquila Priscila Pereira; Pereira, Bruna Larisse; Ribeiro, Antonia Chessman Alencar.
Título: Fitoterapia, por que não? / Phytotherapy, why not?
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;7(Suplemento 1):52-52, jun. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: Hoje podemos de forma probatória mostrar o quanto é eficaz o uso da fitoterapia;que se usada numa posologia correta, demonstraremos aos mais céticos, que por trás da beleza da natureza esconde­se uma cura potencial para muitos males. Ao longo do processo evolutivo,o homem aprendeu a selecionar plantas para a sua alimentação e para o alívio de seus males.O resultado desse processo é o domínio do conhecimento do uso de ervas medicinais por alguns povos. No entanto, deve­se ressaltar que muitas vezes, esse recurso se dá por falta de acesso ao medicamento e de forma indiscriminada. Uma das ervas que tem ampla utilização popular e uma importante utilidade;é cicatrizante;é a Aroeira.Suas indicações além de cicatrizante são:contra febre,problemas no trato urinário,contra diarréia, gripes e inflamações em geral.Objetivos: Verificar como o conhecimento popular é repassado e se realmente há eficácia; comparar o conhecimento dos vendedores envolvidos na pesquisa a respeito da real utilidade terapêutica da planta, no caso a Aroeira; verificar o conhecimento desses comerciantes a respeito das vantagens e desvantagens do uso desses produtos e analisar a possibilidade de integrar a fitoterapia às unidades de atenção à saúde, inclusive no Sistema Único de Saúde (SUS). Método: Trata­se de um estudo descritivo com abordagem quantiqualitativa, realizado através de pesquisa de campo, sendo a amostra escolhida aleatoriamente, sem definição prévia do número de participantes; juntamente com referências bibliográficas. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram uma entrevista semi estruturada, livros,sites e artigos como referência bibliográfica. Resultados: De acordo com a pesquisa de campo foi possível notar que as mulheres na faixa etária de 50 anos são responsáveis pelo maior número de compradores e vendedores. A grande maioria aprendeu sobre aservas com pais e/ou familiares.Não há padrão de medidas de consumo entre as pessoas que fazem uso das ervas.Devido a diferença cultural,há uma discrepância com relação à posologia e para que serve realmente o uso do medicamento,como também o uso destes entre as diversas classes sociais,mas com mais frequência na classe baixa.Todos,exceto um participante, desejam que a fitoterapia esteja presente no SUS. Conclusão: Diante disso é importante que repensemos a utilidade e a verdadeira função daquilo que nos rodeia (recursos naturais) que não servem apenas para adornar esse mundo, mas nos ajudam a combater, tratar ou prevenir doenças.
Descritores: Anacardiaceae
Fitoterapia
-Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  4 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-968857
Autor: Borges, Darlan Ferreira; Lopes, Everaldo Antônio; Côrtes, Fernando Rabelo; Visôtto, Liliane Evangelista; Valente, Vânia Maria Moreira; Souza, Matheus de Freitas.
Título: Nematicidal potential of essential oils of Ageratum fastigiatum, Callistemon viminalis and Schinus terebinthifolius / Potencial nematicida de óleos essenciais de Ageratum fastigiatum, Callistemon viminalis e Schinus terebinthifolius
Fonte: Biosci. j. (Online);34(6 Supplement 1):90-96, nov./dec. 2018.
Idioma: en.
Resumo: Some essential oils are rich in nematicidal compounds and can be used for the management of plant-parasitic nematodes. Laboratory and field studies aiming to evaluate the efficiency of this compounds are necessary. The objective of this research was to assess the nematicidal potential of essential oils from leaves of Ageratum fastigiatum and Callistemon viminalis, and green and mature fruits of Schinus terebinthifolius on the root-knot nematode Meloidogyne javanica. In laboratory, the essential oil of S. terebinthifolius green fruits reduced hatching by more than 80% and increased juvenile mortality by 300% when compared to Tween 20 + water. In the field, none of the essential oils controlled M. javanica in lettuce. In conclusion, the essential oil of S. terebinthifolius green fruits reduces the egg hatching and kills J2 of M. javanica in laboratory. In an infested field with an average of 555 J2/100 cm3 of soil, the application of the essential oils of S. terebinthifolius, C. viminalis and A. fastigiatum does not control M. javanica in lettuce.

Alguns óleos essenciais são ricos em compostos nematicidas e poderiam ser usados no manejo de fitonematoides. Estudos laboratoriais e de campo que visam avaliar a eficiência desses compostos são necessários. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o potencial nematicida de óleos essenciais de folhas de Ageratum fastigiatum e Callistemon viminalis e frutos verdes e maduros de Schinus terebinthifolius sobre o nematoide de galhas Meloidogyne javanica. Em laboratório, o óleo essencial de frutos verdes de S. terebinthifolius reduziu mais de 80% a eclosão e aumentou em 300% a mortalidade de juvenis em comparação com Tween 20 + água. No campo, nenhum óleo essencial controlou M. javanica em alface. Em conclusão, o óleo de frutos verdes de S. terebinthifolius reduz a eclosão e mata J2 de M. javanica em laboratório. Em campo com infestação média de 555 J2/100 cm3 de solo, a aplicação dos óleos essenciais de S. terebinthifolius, C. viminalis e A. fastigiatum não controla M. javanica em alface.
Descritores: Tylenchoidea
Óleos Voláteis
Alface
Anacardiaceae
Ageratum
Antinematódeos
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  5 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966372
Autor: Silva, Givanildo Zildo da; Bruno, Riselane de Lucena Alcântara; Martins, Cibele Chalita; Azevedo, Aderdilânia Iane Barbosa de; Azevedo, Camila Firmino de; Lima, Rivete Silva.
Título: Morphoanatomy of Myracrodruon urundeuva Fr. All. seedlings submitted to different levels of water in the soil / Morfoanatomia de plântulas de Myracrodruon urundeuva Fr. All. submetidas a diferentes níveis de água
Fonte: Biosci. j. (Online);33(5):1321-1331, sept./oct. 2017. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Myracrodruon urundeuva Fr. All. is a medicinal plant of the Caatinga biome, in brazilian northeast. This region is characterized by prolonged dry periods but little is known about the plants mechanisms to tolerate low water availability during their initial phase of growth and establishment seedling. The objective of this project was to evaluate morphological and anatomic characteristics of M. urundeuva seedlings submitted to different water levels in the soil. In a first experiment, the diaspores were sown in trays containing soil taken from the place of occurrence of the species. The substratum was moistened with water to reach 10 to 60% of the soil water retention capacity, with 5% intervals. In a second experiment, the diaspores were sown in the substratum kept at 60% of its water retention capacity for 15 days for the total seedling emergence since this is the most favorable condition for the species as identified during the first phase of this experiment. After that period, plant watering was suspended and the seedling kept in substrata at 60, 30, 25, 20, 15, and 10% of their water holding capacity for an additional period of 10 days, both experiments performed in protected environment. The increasing reduction in water availability led to a reduction in the number of leaves, the leaf area and leaflet thickness, the number of stomata in the leaf and in the cotyledon, the root length and the diameter of the central root. Characteristics such as the stem length, length, width and thickness of the cotyledon were not modified by the hydric stress.

Myracrodruon urundeuva Fr. All. é uma espécie medicinal da Caatinga. Este bioma apresenta períodos de grande seca, mas pouco se sabe sobre os mecanismos de tolerância destas plantas à falta de água no início do seu desenvolvimento e estabelecimento da plântula. O objetivo deste estudo foi avaliar as características morfoanatômicas de plântulas M. urundeuva submetidas a diferentes níveis de água no solo. Em um primeiro experimento, os diásporos foram semeados em terra coletada no local de ocorrência da espécie, em bandejas. O substrato foi umedecido com água em condições de 10 a 60% da capacidade de retenção, com intervalos de 5%. Num segundo experimento, os diásporos foram semeados no substrato mantido umedecido a 60% da capacidade de retenção de água por 15 dias, para a total emergência das plântulas, por ser esta a condição mais favorável à espécie identificada na primeira etapa do trabalho. Após este período, as regas foram interrompidas e as mudas foram mantidas em substrato umedecido com 60; 30; 25; 20; 15 e 10% de capacidade de retenção por mais 10 dias, ambos experimentos realizados em ambiente protegidos. Concluiu-se que redução progressiva da água disponível no solo fez diminuir o número de folhas; área foliar e espessura do folíolo; o número de estômatos da folha e no cotilédone, o comprimento da raiz e o diâmetro do cilindro central da raiz de M. urundeuva. Características como comprimento de caule, comprimento, largura e espessura do cotilédone não foram modificadas pela condição de estresse hídrico do ambiente.
Descritores: Anacardiaceae
Desidratação
Plântulas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  6 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1006193
Autor: Agudelo, Ignacio J; Ricco, Rafael A.
Título: Variación en la composición de polifenoles en Schinus longifolius (Lindl.) Speg. (Anacardiaceae) en respuesta a la infestación por Cecidoses eremita Curtis (Lepidoptera-Cecidosidae) / Variation in the composition of polyphenols in Schinus longifolius (Lindl.) Speg. (Anacardiaceae) in response to infestation by Cecidoses eremita Curtis (Lepidoptera-Cecidosidae)
Fonte: Dominguezia;28(2):11-18, 2012. ilus, graf.
Idioma: es.
Resumo: Schinus longifolius (Lindl.) Speg. (Anacardiaceae) es una especie empleada como expectorante y purgante en la medicina popular argentina. Es infectada por diversos insectos, como Calophya mammifex (Hemiptera:Psyllidae) y Cecidoses eremita Curtis (Lepidoptera - Cecidosidae), al promover la formación de agallas foliares y caulinares dentro de las cuales el insecto desarrolla su ciclo vital. El objetivo del trabajo abarca el estudio de las posibles variaciones del perfil de polifenoles asociados a la infestación por Cecidoses eremita de los tallos de Schinus longifolius. Se analizaron los fenoles totales, los taninos totales, las proantocianidinas, los flavonoides totales y los ácidos hidroxicinámicos totales de los tallos sanos y de las agallas caulinares de Schinus longifolius (Lindl.) Speg. (Anacardiaceae) infectado por Cecidoses eremita Curtis (Lepidoptera­Cecidosidae). La agalla presenta una variación cuali-cuantitativa del perfil de polifenoles respecto del tallo sano, y se determina aumento de los fenoles, taninos, flavonoides y ácidos hidroxicinámicos, y disminución en el contenido de las proantocianidinas respecto del tallo sano. Estos resultados toman relevancia cuando son analizados desde el punto de vista del control de calidad de una droga vegetal. La presencia de agallas produciría cambios en el perfil de los polifenoles, que se podrían ver acompañados de una modificación en la actividad farmacológica esperada.
Descritores: Anacardiaceae
Polifenóis
-Argentina
Lepidópteros
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1005835
Autor: Garro, María F; Gette, María A; Petenatti, Marta E; Popovich, Mariana C; Camí, Gerardo; Saidman, Elbio; Del Vitto, Luis A; Petenatti, Elisa M.
Título: Caracterización por HPLC y FTIR de los extractos acuosos de tres especies diuréticas del centro-oeste argentino / Characterization by HPLC and FTIR of the aqueous extracts of three diuretic species from the Argentine center-west
Fonte: Dominguezia;30(2), 2014. tab.
Idioma: es.
Resumo: Euphorbia serpens Kunth var. microphylla Müll. Arg. (Euphorbiaceae), Amaranthus muricatus (Moq.) Hieron. (Amaranthaceae) y Lithraea molleoides (Vell.) Engl. (Anacardiaceae) son plantas usadas tradicionalmente en el Cono Sur de América como diuréticas. Las dos primeras son hierbas denominadas vulgarmente "yerbas meonas", mientras que la última, un árbol perennifolio, es conocido como "molle de beber" o "molle dulce". El objeto de este trabajo es caracterizar los extractos acuosos de estas drogas vegetales, identificando y cuantificando manitol por HPLC, debido a que este alcohol sería el principal responsable de la actividad diurética que han mostrado las tres plantas. Se realizó además, la caracterización fisicoquímica de las especies vegetales por comparación de los espectros de FT-IR. Los cromatogramas obtenidos por HPLC muestran picos con tiempos de retención a 35,44 min (estándar) característicos para manitol, y el área por debajo de las respectivas curvas permitió establecer concentraciones respecto a materia seca entre 23,056 g Kg-1 en E. serpens var. microphylla; 4,638 g Kg-1 en L. molleoides; y 2,080 g Kg-1 en A. muricatus. Estas cifras explican las diferencias en la potencia diurética descripta en la bibliografía para las especies en estudio. Los espectros IR presentan una relación de áreas de las bandas CO/CH que resultó distintiva para las dos especies (8,42 para E. serpens var. microphylla; 9,28 para A. muricatus; y 11,18 para L. molleoides). El valor mayor correspondiente a L. molleoides indica mayor cantidad de compuestos oxigenados. Los datos espectrales obtenidos permiten contribuir a la caracterización de los extractos acuosos de estas especies y aportan datos para un control de calidad efectivo de las drogas vegetales y los medicamentos herbarios que los contengan en su formulación. (AU)
Descritores: Euphorbiaceae
Amaranthaceae
Anacardiaceae
Diuréticos
-Argentina
Cromatografia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-963867
Autor: Costa, Fabiane Rabelo da; Rêgo, Elizanilda Ramalho do; Rêgo, Mailson Monteiro do; Neder, Diogo Gonçalves; Silva, Silvanda de Melo; Schunemann, Ana Paula Pereira.
Título: Análise biométrica de frutos de umbuzeiro do semiárido brasileiro / Biometrical analysis of umbu fruits from brazilian semi-arid
Fonte: Biosci. j. (Online);31(3):682-690, may./jun. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: A demanda por frutos de umbuzeiro é grande no Nordeste brasileiro, no entanto, plantios comerciais são ausentes e a produção é obtida de forma extrativista. Assim, estratégias voltadas para a identificação e seleção de genótipos superiores para o estabelecimento de um programa de melhoramento para a cultura são necessárias. A coleta, a caracterização e a avaliação do germoplasma são etapas essenciais para se obter êxito nesse processo. Esse trabalho teve por objetivo avaliar características físicas de frutos de 58 acessos de umbuzeiro, coletados na Paraíba e no Rio Grande do Norte. Foram avaliadas as seguintes características: comprimento, largura e peso do fruto, porcentagem de casca, porcentagem de semente e rendimento de polpa. Foram estimados os componentes de variância e as proporções da variação fenotípica referente à diferença entre municípios (PMun), diferença entre acessos dentro municípios (PAcessos/Mun) e diferença entre frutos dentro de acessos (PFrutos/Acessos). Houve variação fenotípica significativa para todos os caracteres avaliados nos municípios de Juazeirinho, Campina Grande, Serra Branca, Boqueirão e Caturité, o mesmo não ocorrendo para os demais municípios avaliados. A análise de correlação entre caracteres de frutos demonstrou relações importantes, as quais auxiliarão o melhoramento genético da espécie.

The demand for umbu fruits in Northeast Brazil is very large, however, commercial production is non-existent and all fruits are obtained throughextractivism. Thus, strategies toward identifying and selecting superior genotypes in order to establish a breeding program for this culture are necessary. Collection, characterization and germplasm evaluation are essential steps in order for this process to succeed. The objective of this work was to evaluate physical characteristics of umbu fruits from 58 accessions collected at Paraiba and Rio Grande do Norte states. The following traits were analyzed: fruit length, fruit width, fruit weight, skin percentage, seed percentage and pulp yield. The components of variance and the phenotypic variation among all locals (PMun), among accessions within locals (PAcessos/Mun) and among fruits within accessions (PFrutos/Acessos) were estimated. The coefficients of phenotypic correlations were also calculated. Significant phenotypic differences for all evaluated traits were detected at Juazeirinho, Campina Grande, Serra Branca, Boqueirão and Caturité. This behavior was not found in the others cities. The correlation analysis showed interesting relations among some fruit traits that will facilitate the genetic breeding of umbuzeiro.
Descritores: Cultivos Agrícolas
Zona Semiárida
Anacardiaceae
Agricultura
Frutas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  9 / 92 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-948085
Autor: Oliveira, Emanuel Neto Alves; Rocha, Ana Paula Trindade; Gomes, Josivanda Palmeira; Santos, Dyego da Costa.
Título: Influência das variáveis de processo nas características físicas e químicas de geleias de umbu-cajá / Influence of process variables in physical and chemical characteristics of umbu-cajá jellies
Fonte: Biosci. j. (Online);30(6):1698-1710, nov./dec. 2014. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A indústria de alimentos busca alternativas para agregar valor econômico e nutricional a produtos relativamente conhecidos como as geleias. Uma alternativa é a utilização de frutos exóticos, a exemplo do umbu-cajá. Objetivou-se com o estudo avaliar os efeitos de diferentes concentrações de açúcar e pectina nas características físicas e químicas de geleias de umbu-cajá. As geleias foram elaboradas com polpa diluída com água na proporção de 6:4. Foi utilizado o planejamento fatorial 22 com 2 experimentos no ponto central, resultando em 6 experimentos com variação das porcentagens de açúcar (50, 55 e 60%) e pectina (0,5; 1,0 e 1,5%). As formulações foram aquecidas e concentradas em tacho aberto até atingir teor de sólidos solúveis totais de aproximadamente 63 °Brix. As geleias apresentaram elevadas porcentagens de rendimento (81,13 a 96,17%), sendo que as amostras formuladas com a 60% de açúcar apresentaram os maiores valores. O açúcar foi o fator que mais influenciou nos parâmetros físicos e químicos analisados, principalmente nos parâmetros de teor de umidade, cinzas, carboidratos, açucares redutores, açucares não redutores, acidez, pH e intensidade de vermelho. Já a pectina apresentou maior efeito nos parâmetros de cor (luminosidade e intensidade de amarelo) e textura (firmeza, adesividade e extrusão). Apenas os modelos ajustados as dados experimentais de rendimento, açucares não redutores, acidez, ratio, intensidade de vermelho e extrusão foram significativos, sendo que, os ajustados aos dados de açucares não redutores e ratio além de serem significativos também foram preditivos revelando os maiores valores de coeficiente de determinação. As geleias de umbu-cajá apresentam-se como uma alternativa para o excedente de produção no pico da safra no nordeste do Brasil, além de ser um produto que apresentara uma composição física, química e nutricional bem variada.

The food industry seeks alternatives to add economic value and nutritional products for the known as jellies. An alternative is to use exotic fruits such as the umbu-cajá. The objective of the study was to evaluate the effects of different concentrations of sugar and pectin in the physical and chemical characteristics of umbu-cajá jellies. The jellies were prepared with pulp diluted with water at a ratio of 6:4. Was utilized factorial planning was used with 22 with 2 experiments at the center point, resulting in 6 experiments with varying percentages of sugar (50, 55 and 60%) and pectin (0.5, 1.0 and 1.5%). The formulations were heated and concentrated in open pan until it reaches total soluble solids content of about 63 °Brix. The jellies showed high percentages of income (from 81.13 to 96.17%), and the samples formulated with 60% sugar had the highest values. Sugar was the factor that most influenced the physical and chemical parameters analyzed mainly on the parameters of moisture content, ash, carbohydrates, reducing sugars, non-reducing sugars, acidity, pH and intensity of red. Already the pectin had more effect on color parameters (luminosity and intensity of yellow) and texture (firmness, adhesiveness and extrusion). Only the experimental data models adjusted to yield, non-reducing sugars, acidity, ratio, intensity for red and extrusion were significant, and the adjusted data for non-reducing sugars and ratio as well as being significant predictors were also revealing the highest values coefficient of determination. The jelly umbucajá present themselves as an alternative to excess production during peak season as well as being a product that presented a physical composition, chemical and nutritional well varied.
Descritores: Pectinas
Anacardiaceae
Geleia de Frutas
Açúcares
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  10 / 92 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Alves, Edna Ursulino
Andrade, Albericio Pereira de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947966
Autor: Santos, Severino do Ramo Nascimento dos Santos; Bruno, Riselane de Lucena Alcântara; Silva, Katiane da Rosa Gomes da; Alves, Edna Ursulino; Pacheco, Mauro Vasconcelos; Andrade, Alberício Pereira de.
Título: Adequacy of methodology for germination of diaspores of barauna, Schinopsis brasiliensis (Anacardiaceae) / Adequação da metodologia para germinação de diásporos de baraúna, Schinopsis brasiliensis (Anacardiaceae)
Fonte: Biosci. j. (Online);30(5 Supplement 2):737-745, 2014. graf.
Idioma: en.
Resumo: Schinopsis brasiliensis Engl. (Anacardiaceae) is a typical "Caatinga" (savanna) tree, whose seed germination occurs in a slow and irregular. The ideal conditions for seed germination of many tree species are still unknown. The present study objective was to evaluate different temperatures and substrates to establish a protocol for seed germination Schinopsis brasiliensis, conducted at the Federal University of Paraiba, Areia, Paraiba State (PB), Brazil. Therefore, different temperatures (25, 30, 35 and 20-30 ºC) and substrates (including sand, vermiculite between, on paper, between paper and paper roll) were used. To assess the effect of treatments for germination (%), first germination count (%), germination velocity index (GSI), lengths of the principal root and of the aerial portion of the seedlings and dry weights of the root system and of the aerial portion of the seedlings. The experimental design was completely randomized with treatments arranged in a 4 x 5 factorial arrangement (temperature and substrate), four replicates of 25 diaspores for each treatment. The means were compared by Tukey test at 1% probability and orthogonal contrasts between temperatures (35 vs 30 º C, 30 vs 25 º C and 20-30 vs 30 º C). The germination tests of S. brasiliensis should analyze the numbers of seedlings germinated 10 (first count) and 20 days (final evaluation) after sowing; The combination of a vermiculite substrate and alternating temperature (20-30 ºC) was best for stimulating the germination of S. brasiliensis diaspores.

Schinopsis brasiliensis Engl. (Anacardiaceae) é uma árvore típica da caatinga, cuja germinação das sementes ocorre de forma lenta e irregular. As condições ideais de germinação das sementes de muitas espécies ainda não são bem conhecidas. O presente estudo teve como objetivo avaliar diferentes temperaturas e substratos para o estabelecimento de um protocolo de germinação para sementes de Schinopsis brasiliensis, conduzido na Universidade Federal da Paraíba, em Areia-PB. Para tanto, foram utilizados diferentes temperaturas (25, 30, 35 e 20-30 ºC) e substratos (entre areia, entre vermiculita, sobre papel, entre papel e rolo de papel). Para avaliação do efeito dos tratamentos foram realizados testes de germinação (%), primeira contagem de germinação (%), índice de velocidade de germinação (IVG), comprimento da raiz principal e da parte aérea das plântulas e massa seca do sistema radicular e da parte aérea das plântulas. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso, com os tratamentos distribuídos em arranjo fatorial 4 x 5 (temperaturas e substratos), em quatro repetições de 25 diásporos para cada tratamento. As médias foram comparadas pelo teste de Tukey, ao nível de 1% de probabilidade e por contrastes ortogonais entre temperaturas (35 vs 30 ºC, 30 vs 25 ºC e 20-30 vs 30 ºC). Para o teste de germinação de S. brasiliensis, as plântulas devem ser analisadas aos 10 (primeira contagem) e 20 dias (avaliação final) do semeio; O substrato vermiculita e a temperatura alternada 20-30 ºC são mais indicados para a germinação dos diásporos e o desenvolvimento inicial de plântulas de S. brasiliensis. A temperatura constante de 35 ºC é prejudicial à germinação dos diásporos de S. brasiliensis.
Descritores: Sementes
Substratos
Germinação
Anacardiaceae
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central



página 1 de 10 ir para página                        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde