Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.100.269.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-905458
Autor: Higa, Karen Cristiane.
Título: Atividade anti-inflamatória e citotoxicidade dos extratos glicólicos de Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (alcachofra), Myracrodruon urundeuva Allemão (aroeira-do-sertão) e de Camellia sinensis (L.) Kuntze (chá verde) / Anti-inflammatory activity and cytotoxicity of glycolic extracts of Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (artichoke), Myracrodruon urundeuva Allemão (pepper tree) and Camellia sinensis (L.) Kuntze (green tea).
Fonte: São José dos Campos; s.n; 2016. 66 p. il., tab., graf..
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Ciência e Tecnologia de São José dos Campos para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A baixa citotoxicidade e ação anti-inflamatória são características interessantes para enxaguatórios bucais, dentifrícios e medicamentos de uso odontológico. Sendo assim, é necessário avaliar estas propriedades nos extratos glicólicos vegetais que podem ser ingredientes das formulações desses produtos. O presente estudo avaliou as seguintes atividades biológicas para cada um dos extratos glicólicos de Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (alcachofra), Myracrodruon urundeuva Allemão (aroeira-do-sertão) e Camellia sinensis (L.) Kuntze (chá verde) em culturas de macrófagos de camundongo (RAW 264.7) pelo tempo de exposição de 5 min e 24 h: a) atividade citotóxica pelo método do MTT em 11 diluições seriadas, sendo que a concentração inicial dos extratos foi de 200mg/mL. b) atividade anti-inflamatória, após estímulo com lipopolissacarídeo (LPS) de Escherichia coli pelo método ELISA quantificou IL-1, TNF- e IL-10. Os resultados foram analisados estatisticamente por ANOVA e teste de Tukey, com p 5%. A citotoxicidade dos extratos foi dose e tempo dependentes. No tempo de exposição de 5 min, o extrato de alcachofra apresentou citotoxicidade na concentração de 200 mg/mL. No tempo de exposição de 24 h, o chá verde apresentou citotoxicidade nas concentrações 50 mg/mL, aroeirado- sertão estimulou a proliferação de macrófagos na concentração de 0,39 mg/mL a 12,5 mg/mL e a alcachofra apresentou citotoxicidade nas concentrações 12,5 mg/mL. O extrato de chá verde apresentou potencial anti-inflamatório na concentração de 12,5 mg/mL e foi dose dependente, promovendo diminuição da produção de citocinas próinflamatória, como IL-1ß e TNF-. A aroeira-do-sertão apresentou ação imunopotenciadora na concentração de 12,5 mg/mL no tempo de exposição de 24 h. Com relação a alcachofra há necessidade de novos estudos para identificar sua ação imunomoduladora(AU)

The low cytotoxicity and anti-inflammatory action are interesting features for mouthwashes, toothpastes and dental medication. Therefore, it is necessary to evaluate these properties in plant glycolic extracts which can be ingredients of the formulation of these products. This study evaluated the following biological activities for each of the glycolic extracts of Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (artichoke), Myracrodruon urundeuva Allemão (pepper tree) and Camellia sinensis (L.) Kuntze (green tea) in mouse macrophage cultures (RAW 264.7) by the exposure time of 5 min and 24 h. a) cytotoxicity by MTT method in 11 serial dilutions, the initial concentration of the extracts was 200 mg/mL. b) Anti-inflammatory activity after stimulation with lipopolysaccharide (LPS) of Escherichia coli was performed by immunoenzymatic test (ELISA) using specific antibodies to quantify IL-1, TNF- and IL-10. The results were subordinated to statistical analyses (ANOVA and Turkey test), with p 0,05. The cytotoxicity of the extracts was dependent on dose and time. At 5 min exposure time, artichoke extract showed cytotoxicity at a concentration of 200 mg/mL. At 24 h exposure time, green tea showed cytotoxicity at the concentrations 50 mg/mL, pepper tree stimulated the proliferation of macrophages in the concentrations of 0,39mg/mL to 12.5 mg/mL and artichoke showed cytotoxicity at the concentrations 12.5 mg/mL. Green tea extract showed anti- inflammatory potential at a concentration of 12.5 mg/mL and was dependent on dose, promoting a decrease production of pro-inflammatory cytokines as IL-1 and TNF-. Pepper tree presented immunopotentiating action at a concentration of 12.5 mg/mL at 24 h of exposure time. Regarding artichoke, there is a need for further studies to identify their immunomodulatory action(AU)
Descritores: Citotoxicidade Imunológica
-Chá/efeitos adversos
Cynara scolymus/efeitos adversos
Bursera
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação
BR243.1; 954. 2139


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-911266
Autor: Dubner, Jaime R; González, Perla L; Ibargoyen, Graciela M.
Título: Calidad de hierbas medicinales por recolección directa / Quality of medicinal herbs by direct collection
Fonte: Dominguezia;31(1):37-39, 2015. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La detección de insectos y el mal aspecto en las hierbas medicinales que se comercializan en la herboristería resulta una problemática cotidiana. Con el objetivo de contribuir con la mejora de la calidad final de estas hierbas, se colectaron a campo cuatro drogas vegetales de amplia utilización en la medicina tradicional. Se comparó su calidad con la de las provenientes de un acopiador y se realizó un minucioso examen para la detección e identificación de insectos, sus rastros o vestigios. Posteriormente, se ensayaron algunos métodos físicos para evitar la afectación de las hierbas por parte de esos insectos. Las características de calidad final de las hierbas provenientes de recolección propia resultaron superiores a las provenientes de un acopiador. Desde el punto de vista entomológico, se identificaron las principales especies contaminantes y se encontraron los mejores métodos y condiciones para evitar su proliferación.
Descritores: Cynara scolymus
Lappa arctium
Malva
Plantas Medicinais
Taraxacum
-Argentina
Medicina Tradicional
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-870226
Autor: Higa, Karen Cristiane.
Título: Atividade anti-inflamatória e citotoxicidade dos extratos glicólicos de Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (alcachofra), Myracrodruon urundeuva Allemão (aroeira-do-sertão) e de Camellia sinensis (L.) Kuntze (chá verde) / Anti-inflammatory activity and cytotoxicity of glycolic extracts of Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (artichoke), Myracrodruon urundeuva Allemão (pepper tree) and Camellia sinensis (L.) Kuntze (green tea).
Fonte: São José dos Campos; s.n; 2016. 66 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Instituto de Ciência e Tecnologia para obtenção do grau de Doutor.
Descritores: Cynara scolymus
Citotoxicidade Imunológica
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação
BR243.1; D691, H533a


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-867657
Autor: Higa, Karen Cristiane.
Título: Atividade anti-inflamatória e citotoxicidade dos extratos glicólicos de Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (alcachofra), Myracrodruon urundeuva Allemão (aroeira-do-sertão) e de Camellia sinensis (L.) Kuntze (chá verde) / Anti-inflammatory activity and cytotoxicity of glycolic extracts of Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (artichoke), Myracrodruon urundeuva Allemão (pepper tree) and Camellia sinensis (L.) Kuntze (green tea).
Fonte: São José dos Campos; s.n; 2016. 66 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a UNESP-Univ Estadual Paulista -Instituto de Ciência e Tecnologia -CSJC para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A baixa citotoxicidade e ação anti-inflamatória são características interessantes para enxaguatórios bucais, dentifrícios e medicamentos de uso odontológico. Sendo assim, é necessário avaliar estas propriedades nos extratos glicólicos vegetais que podem ser ingredientes das formulações desses produtos. O presente estudo avaliou as seguintes atividades biológicas para cada um dos extratos glicólicos de Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (alcachofra), Myracrodruon urundeuva Allemão (aroeira-do-sertão) e Camellia sinensis (L.) Kuntze(chá verde) em culturas de macrófagos de camundongo (RAW 264.7) pelo tempo de exposição de 5 min e 24 h: a) atividade citotóxica pelo método do MTT em 11 diluições seriadas, sendo que a concentração inicial dos extratos foi de 200mg/mL. b) atividade anti-inflamatória, após estímulo com lipopolissacarídeo (LPS) de Escherichia coli pelo método ELISA quantificou IL-1β, TNF-α e IL-10. Os resultados foram analisados estatisticamente por ANOVA e teste de Tukey, com p ≤ 5%. Acitotoxicidade dos extratos foi dose e tempo dependentes. No tempo de exposição de 5 min, o extrato de alcachofra apresentou citotoxicidade na concentração de 200 mg/mL. No tempo de exposição de 24 h, o chá verde apresentou citotoxicidade nas concentrações ≥ 50 mg/mL, aroeirado-sertão A baixa citotoxicidade e ação anti-inflamatória são características interessantes para enxaguatórios bucais, dentifrícios e medicamentos de uso odontológico. Sendo assim, é necessário avaliar estas propriedades nos extratos glicólicos vegetais que podem ser ingredientes das formulações desses produtos. O presente estudo avaliou as seguintes atividades biológicas para cada um dos extratos glicólicos de Cynara cardunculus var. scolymus (L.) Fiori (alcachofra), Myracrodruon urundeuva Allemão (aroeira-do-sertão) e Camellia sinensis (L.) Kuntze(chá verde) em culturas de macrófagos de camundongo (RAW 264.7) pelo tempo de exposição de 5 min e 24 h: a) atividade citotóxica pelo ...

he low cytotoxicity and anti-inflammatory action are interesting featuresfor mouthwashes, toothpastes and dental medication. Therefore, it isnecessary to evaluate these properties in plant glycolic extracts which canbe ingredients of the formulation of these products. This study evaluatedthe following biological activities for each of the glycolic extracts of Cynaracardunculus var. scolymus (L.) Fiori (artichoke), Myracrodruon urundeuvaAllemão (pepper tree) and Camellia sinensis (L.) Kuntze (green tea) inmouse macrophage cultures (RAW 264.7) by the exposure time of 5 minand 24 h. a) cytotoxicity by MTT method in 11 serial dilutions, the initialconcentration of the extracts was 200 mg/mL. b) Anti-inflammatory activityafter stimulation with lipopolysaccharide (LPS) of Escherichia coli wasperformed by immunoenzymatic test (ELISA) using specific antibodies toquantify IL-1β, TNF-α and IL-10. The results were subordinated tostatistical analyses (ANOVA and Turkey test), with p ≤ 0,05. Thecytotoxicity of the extracts was dependent on dose and time. At 5 minexposure time, artichoke extract showed cytotoxicity at a concentration of200 mg/mL. At 24 h exposure time, green tea showed cytotoxicity at theconcentrations ≥ 50 mg/mL, pepper tree stimulated the proliferation ofmacrophages in the concentrations of 0,39mg/mL to 12.5 mg/mL andartichoke showed cytotoxicity at the concentrations ≥ 12.5 mg/mL. Greentea extract showed anti- inflammatory potential at a concentration of 12.5mg/mL and was dependent on dose, promoting a decrease production ofpro-inflammatory cytokines as IL-1β and TNF-α. Pepper tree presentedimmunopotentiating action at a concentration of 12.5 mg/mL at 24 h ofexposure time. Regarding artichoke, there is a need for further studies toidentify their immunomodulatory action
Descritores: Cynara scolymus
Citotoxicidade Imunológica
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação
BR243.1; D691, H533a


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-695233
Autor: Verdi, Susana; Younes, Salua; Bertol, Charise D..
Título: Avaliação da qualidade microbiológica de cápsulas e chás de plantas utilizadas na assistência ao tratamento da obesidade / Microbiological quality evaluation of herbal capsules and teas to assist the treatment of obesity
Fonte: Rev. bras. plantas med;15(4):494-502, 2013. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O uso de plantas diuréticas e laxativas é uma alternativa medicamentosa para muitas pessoas que objetivam o emagrecimento com menores efeitos adversos. A avaliação microbiológica é um requisito essencial para a garantia de qualidade dos produtos. A finalidade deste trabalho foi avaliar a qualidade microbiológica de cápsulas e chás de alcachofra (Cynara scolymus L.), centella asiática (Hydrocotile asiatica L.), fucus (Fucus vesiculosus L.), e sene (Cassia acutifolia Delile), através da contagem de micro-organismos viáveis totais e pesquisa de patógenos. Na contagem de micro-organismos viáveis, os chás analisados foram aprovados, pois apesar de apresentarem uma carga microbiana elevada, esta se encontrava dentro das especificações, entretanto, 16,66% e 66,66% das cápsulas analisadas foram reprovadas por apresentaram quantidades superiores de bactérias e fungos, respectivamente. Na pesquisa de patógenos, 76% das amostras (88% dos chás e 58% das cápsulas) apresentaram um ou mais de um tipo de micro-organismo. Salmonella sp. esteve presente em 33% das amostras evidenciando a qualidade microbiológica insatisfatória dos produtos encontrados no mercado. Estes resultados demonstram a necessidade da realização do controle de qualidade tanto das matérias-primas vegetais, quanto dos produtos acabados, através do controle e fiscalização rigorosa, com adoção de medidas regulamentadoras e educativas.

The use of laxative and diuretic herbal drugs is an alternative therapy for many people looking for loosing weight with fewer side effects. The microbiological evaluation is an essential requirement for the quality assurance of products. This study aimed to evaluate the microbial quality of artichoke (Cynara scolymus L.), centella (Hydrocotile asiatica L.), fucus (Fucus vesiculosus L.), and Senna (Cassia acutifolia Delile) capsules and teas, by counting the total viable aerobic microorganisms and through tests for specified microorganisms. On the total viable aerobic microorganisms count, the teas analyzed were approved, because although they had a high microbial load, this was in accordance with the specifications, however 16.66% and 66.66% of the capsules analyzed were rejected because they presented higher amounts of bacteria and fungi, respectively. In relation to the tests for specified microorganisms, 76% of the samples (88% of the teas and 58% of the capsules) presented one or more than one type of microorganisms. Salmonella sp. was present in 33% of the samples, showing the unsatisfactory microbial quality of the products in the market. These results demonstrate the necessity of performing quality control both on herbal raw material and finished products, through a rigorous control and inspection, adopting regulatory and educational measures.
Descritores: Cápsulas/classificação
Análise Microbiológica/análise
Chás Medicinais/classificação
-Centella/efeitos adversos
Cynara scolymus/efeitos adversos
Plantas Medicinais/metabolismo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-646025
Autor: Blasco, Pablo Gonzáles; Levites, Marcelo Rozenfeld; Monaco, Cauê.
Título: Quase metade dos pacientes com depressão grave tem recidivas num período de seis anos / Almost half of patients with severe depression have relapses over a period of six years
Fonte: Diagn. tratamento;17(2), abr. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Dentre os pacientes que apresentam episódios de transtornodepressivo maior, os que são fumantes, os que sentem não tercontrole sobre as circunstâncias da vida e os que têm uma históriaanterior de depressão têm probabilidade maior de teremrecidiva em seis anos.
Descritores: Cynara scolymus
Plantas Medicinais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-646024
Autor: Lemos Júnior, Hernani Pinto de; Lemos, André Luis Alves de.
Título: Alcachofra / Artichoke
Fonte: Diagn. tratamento;17(2), abr. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A alcachofra é uma planta utilizada na culinária e dita com diversas propriedades medicinais.Objetivo: Verificar evidências do uso da alcachofra no tratamento de doenças.Métodos: Busca sistematizada da literatura por meio eletrônico, incluindo estudos que avaliem o uso da alcachofra namedicina.Resultados: Uma revisão sistemática mostrou resultados favoráveis a alcachofra na redução do colesterol total[intervalo de confiança (IC) de 0,40 a 0,79] e do LDL-colesterol (IC de 0,34 a 0,78). Dois ensaios clínicos randomizadoschegaram à mesma conclusão. Um estudo clínico mostrou benefício do uso da alcachofra em pacientes com síndromedo intestino irritável e outro mostrou que ela pode ser útil nas dispepsias funcionais. Um ensaio clínico constatou oaumento da atividade antioxidante total em remadores submetidos ao estresse físico e suplementados com alcachofra.Em todos os estudos não há ocorrência de efeitos adversos.Conclusão: Os estudos encontrados mostram evidências de uma ação benéfica da alcachofra nas hiperliproteinemias e nadispepsia funcional. Como sua eficácia é dose-dependente, não se pode depender apenas da ingestão de alcachofra por meioda alimentação. Os dislipidêmicos e dispépticos funcionais terão que se utilizar dos extratos vendidos comercialmente.
Descritores: Antioxidantes/uso terapêutico
Cynara scolymus
Dislipidemias/terapia
Dispepsia/terapia
Síndrome do Intestino Irritável/terapia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-525916
Autor: Lõhr, Gesine; Deters, Alexandra; Hensel, Andreas.
Título: In vitro investigations of Cynara scolymus L. extract on cell physiology of HepG2 liver cells / Investigações in vitro de extrato de Cynara scolymus L. na fisiologia das células do fígado HepG2
Fonte: Braz. j. pharm. sci;45(2):201-208, Apr.-June 2009. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: The objective of this study was the investigation of a potential influence of artichoke leaf extract (ALE) on the cell physiology and gene expression of phase I/II enzymes of human liver cells HepG2 and investigation on potential cell protective effects against ethanol-induced cell toxicity against HepG2 cells. Cell biological assays under in vitro conditions using HepG2 liver cells and investigation of mitochondrial activity (MTT test), proliferation assay (BrdU incorporation ELISA), LDH as toxicity marker, gene expression analysis by RT-PCR and enzyme activity of glutationtransferase. Artichocke extract, containing 27 percent caffeoylquinic acids and 7 percent flavonoids induced mitochondrial activity, proliferation and total protein content under in vitro conditions in human liver cells HepG2. These effects could not be correlated to the well-known artichoke secondary compounds cynarin, caffeic acid, chlorogenic acid, luteolin and luteolin-7-O-glucoside. The flavones luteolin and luteolin-7-O-glucoside had inhibitory effects at 100 µg/mL level on HepG2 cells, with luteolin being a significant stronger inhibitor compared to the respective glucoside. Artichoke leaf extract had minor stimulating effect on gene expression of CYP1A2, while CYP3A4, GGT, GPX2, GSR and GST were slightly inhibited. GST inhibition under in vitro conditions was also shown by quantification of GST enzyme activity. Induction of gene expression of CYP1A2 was shown to be supraadditive after simultaneous application of ethanol plus artichoke extract. Artichoke leaf extract exhibited cell protective effects against ethanol-induced toxicity within cotreatment under in vitro conditions. Also H2O2 damage was significantly inhibited by simultaneous artichoke incubation. Pre- and posttreatments did not exert protective effects. DMSO-induced toxicity was significantly reduced by pre-, post- and cotreatment with artichoke extract and especially with luteolin-7-O-glucoside...

O objetivo deste estudo foi a investigação de uma potente influência do extrato das folhas da alcachofra (ALE) na fisiologia celular e na expressão gênica de enzimas de fase I/II de células hepáticas humanas HepG2 e investigação no potencial efeito protetor celular em células HepG2 contra toxicidade celular induzida por etanol. Ensaios biológicos de células em condições in vitro usando células de fígado HepG2 e investigação da atividade mitocondrial (teste MTT), ensaio de proliferação, LDH como marcador de toxicidade, análise de expressão gênica por RT-PCR e atividade da enzima glutationa transferase. O extrato da alcachofra, contendo 27 por cento de ácidos cafeoilquínico e 7 por cento de flavonóides, induzem a atividade mitocondrial, proliferação e o teor de proteína total em condições in vitro em células hepáticas humanas HepG2. Estes efeitos não podem ser correlacionados aos compostos secundários conhecidos da alcachofra, cinarina, ácido cafeico, ácido clorogênico, luteolina e luteolin-7-O-glicosídeo. As flavonas luteolina e luteolin-7-O-glicosídeo possuem efeitos inibitórios em nível de 100 µg/mL em células HepG2, com a luteonina sendo uma inibidora significativamente mais forte comparada com o respectivo glicosídeo. O extrato das folhas de alcachofra possui um efeito mínimo da estimulação na expressão gênica de CYP1A2, enquanto CYP3A4, GGT, GPX2, GSR e GST foram sutilmente inibidos. A inibição de GST em condições in vitro também foi mostrada pela quantificação da atividade da enzima GST. Indução da expressão gênica de CYP1A2 mostrou-se supraaditiva após aplicação simultânea do etanol mais o extrato de alcachofra. O extrato das folhas de alcachofra exibiu efeitos protetores celulares frente à toxicidade induzida por etanol em co-tratamento em condições in vitro. Além disso, danos por H2O2 foram significativamente inibidos pela incubação simultânea do extrato de alcachofra. Pré e pós-tratamento não exerceram efeitos protetores. Toxicidade...
Descritores: Bioensaio
Cynara scolymus/química
Hepatócitos
Fitoterapia
-Preparações de Plantas/análise
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde