Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.162 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-459257
Autor: Pontes, Wendel José Teles; Oliveira, José Cândido Guerra de; Câmara, Cláudio Augusto Gomes da; Lopes, Adelmo C. H. R; Gondim Júnior, Manoel Guedes Correia; Oliveira, José Vargas de; Barros, Reginaldo; Schwartz, Manfred Oswald Erwin.
Título: Chemical composition and acaricidal activity of the leaf and fruit essential oils of Protium heptaphyllum (Aubl. ) Marchand (Burseraceae)
Fonte: Acta amaz;37(1):103-109, 2007. tab.
Idioma: en.
Resumo: Essential oils from leaves and fruits of Protiumheptaphyllum collected in Tamandaré beach Pernambuco/Brazil were analysed by GC/MS and tested for toxicity and repellent effect against the two spotted spider mite (Tetranychus urticae). The major constituent identified in the fruits was alpha-terpinene (47.6 percent) whereas oil from leaf contained mainly sesquiterpenes such as 9-epi-caryophyllene (21.4 percent), trans-isolongifolanone (10.7 percent) and 14-hydroxi-9-epi-caryophyllene (16.7 percent). The fruit oil was found to be more effective against the mite when compared to the leaf oil. Both showed mortality properties and oviposition deterrence in higher concentration (10 µl.l-1 air), but only the essential oil from fruits induced repellence on T. urticae.

O óleo essencial das folhas e frutos de Protiumheptaphyllum coletada em Tamandaré-Pernambuco foi analisado por CG/EM e testado sua toxicidade e efeito repelente contra ácaro rajado (Tetranychus urticae). O constituinte majoritário identificado nos frutos foi alfa-terpineno (47,6 por cento) enquanto que nas folhas foram os sesquiterpenos 9-epi-cariofileno (21,4 por cento), trans-isolongifolanona (10,7 por cento) and 14-hidroxi-9-epi-cariofileno (16,7 por cento). O óleo dos frutos foi mais eficiente contra o ácaro, comparado com o óleo das folhas. Ambos os óleos revelaram propriedades de mortalidade e deterrência de oviposição na maior concentração (10 µl.l-1 air) e apenas o óleo essencial dos frutos induziu repelência no T. urticae.
Descritores: Óleos Voláteis
Burseraceae
Hidrogênio
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-546979
Autor: Marques, Delcio Dias; Sartori, Rogério Antônio; Lemos, Telma Leda Gomes; Machado, Luciana Lucas; Souza, João Sammy Nery de; Monte, Francisco José Queiroz.
Título: Chemical composition of the essential oils from two subspecies of Protium heptaphyllum / Composição química do óleo essencial de duas subespécies do Protium heptaphyllum
Fonte: Acta amaz;40(1):227-230, mar. 2010. tab.
Idioma: en.
Resumo: Qualitative and quantitative analyses of the volatile constituents from resin of Protium heptaphyllum (Aubl.) Marchand subsp. ulei (Swat) Daly (PHU), and Protium heptaphyllum (Aubl.) Marchand subsp. heptaphyllum (PHH), Burseraceae were performed using GC-MS and GC-FID. The resins were collected around the city of Cruzeiro do Sul, state of Acre, Brazil. Essential oils from the two subspecies were extracted by hydrodistillation with a yield of 8.6 percent (PHU) and 11.3 percent (PHH); the main components were terpinolene (42.31 percent) and p-cymene (39.93 percent) for subspecies ulei (PHU) and heptaphyllum (PHH), respectively.

As análises qualitativa e quantitativa dos óleos essenciais obtidos das resinas das espécies Protium heptaphyllum (Aubl.) Marchand subespécie ulei (Swat) Daly (PHU) e Protium heptaphyllum (Aubl.) Marchand subespécie heptaphyllum (PHH), Burseraceae, foram realizadas utilizando cromatografia em fase gasosa acoplado a um espectrômetro de massa (CG-EM) e cromatografia a gás com detector de chama (CG-DIC). As resinas foram coletadas no Município de Cruzeiro do Sul, Acre, Brasil. O óleo essencial das oleoresinas foi extraído por hidrodestilação fornecendo rendimento 8,6 por cento para PHU e 11,3 por cento para PHH. Os monoterpenos terpinoleno (42.31 por cento) e p-cimeno (39.93 por cento) foram os constituintes principais para PHU e PHH, respectivamente.
Descritores: Óleos Voláteis
Burseraceae
Hidrogênio
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886853
Autor: ESTEVAM, ELISÂNGELA B B; DEUS, ISABELLA P B DE; SILVA, VANESSA P DA; SILVA, ELIZABETH A J DA; ALVES, CASSIA C F; ALVES, JOSÉ MILTON; CAZAL, CRISTIANE M; MAGALHÃES, LIZANDRA G; PAGOTTI, MARIANA C; ESPERANDIM, VIVIANE R; SOUZA, ALEX F; MIRANDA, MAYKER L D.
Título: In vitro antiparasitic activity and chemical composition of the essential oil from Protium ovatum leaves (Burceraceae)
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(4):3005-3013, Oct.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Leishmaniasis and trypanosomiasis are globally widespread parasitic diseases which have been responsible for high mortality rates. Since drugs available for their treatment are highly hepatotoxic, nephrotoxic and cardiotoxic, adherence to therapy has been affected. Thus, the search for new, more effective and safer drugs for the treatment of these diseases is necessary. Natural products have stood out as an alternative to searching for new bioactive molecules with therapeutic potential. In this study, the chemical composition and antiparasitic activity of the essential oil from Protium ovatum leaves against trypomastigote forms of Trypanosoma cruzi and the promastigote forms of Leishmania amazonensis were evaluated. The essential oil was promising against trypomastigote forms of T. cruzi (IC50= 28.55 μg.mL-1) and L. amazonensis promastigotes (IC50 = 2.28 μg.mL-1). Eighteen chemical constituents were identified by Gas Chromatography coupled to Mass Spectrometry (GC-MS) in the essential oil, whose major constituents were spathulenol (17.6 %), caryophyllene oxide (16.4 %), β-caryophyllene (14.0 %) and myrcene (8.4 %). In addition, the essential oil from P. ovatum leaves had moderate cytotoxicity against LLCMK2 adherent epithelial cell at the concentration range under analysis (CC50 = 150.9 μg.mL-1). It should be highlighted that this is the first report of the chemical composition and anti-Trypanosoma cruzi and anti-Leishmania amazonensis activities of the essential oil from Protium ovatum leaves.
Descritores: Tripanossomicidas/farmacologia
Trypanosoma cruzi/efeitos dos fármacos
Leishmania braziliensis/efeitos dos fármacos
Óleos Voláteis/farmacologia
Burseraceae/química
-Tripanossomicidas/isolamento & purificação
Concentração Inibidora 50
Testes de Sensibilidade Parasitária
Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-877987
Autor: Cassiran Colina, Luimar Del Valle.
Título: Estudio fitoquímico de los frutos de Protium tovarense Pittier (Burseraceae) / Phytochemical study of the fruits of Protium tovarense Pittier (Burseraceae).
Fonte: Caracas; s.n; 2013. 107 p. tab, graf, ilus.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Central de Venezuela para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: El presente trabajo describe el primer estudio fitoquímico realizado a los frutos de la planta Protium tovarense Pittier. A partir del extracto metanólico de las cáscaras de los frutos de esta especie, mediante técnicas cromatográficas, pudieron ser aislados cinco compuestos, los cuales se caracterizaron a través de espectroscopia de Resonancia Magnética Nuclear (RMN) en una dimensión y son conocidos como: escoparona (I), rutina (II), tilirósido (III), kamferol-3-o-rutinosido (IV) y catequina (V).
Descritores: Burseraceae/química
Catequina
Compostos Fitoquímicos
Rutina
-Cromatografia
Análise Espectral
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-787943
Autor: MOBIN, M.; DE LIMA, S.G.; ALMEIDA, L.T.G.; TAKAHASHI, J.P.; TELES, J.B.; SZESZS, M.W.; MARTINS, M.A.; CARVALHO, A.A.; MELHEM, M.S.C..
Título: MDGC-MS analysis of essential oils from Protium heptaphyllum (Aubl. ) and their antifungal activity against Candida specie / Análise MDGC-MS de óleos essenciais de Protium heptaphyllum (Aubl. ) e sua atividade antifúngica contra espécies de Candida
Fonte: Rev. bras. plantas med;18(2):531-538tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Protium heptaphyllum is found in the Amazon region, and in various Brazilian states and South American countries. Also Known as almecega, it produces an oil resin used in traditional medicine as analgesic, anti-inflammatory, cicatrizant and expectorant, it is rich in pentacyclic triterpenes and essential oil. The main objective of this study was to analyze the chemical composition of P. heptaphyllumresin (OEPh) over different extraction times and to evaluate their antifungal activity against Candida species, obtained from gardeners with onychomycosis, using the disk diffusion method. The OEPh was obtained by hydrodistillation and analyzed by Multidimensional Gas Chromatography coupled with Mass Spectrometry (MDGC / MS). Candida species were obtained from lesions on the nails of horticulturist from a community garden in the city of Teresina, Piauí, Brazil. The antifungal activity in concentrations of 1000 µg/L, 500 µg/L and 250 µg/L, PROTOCOL M44-A2 (CLSI 2009) OEPh was tested. The main constituents identified were: l-limonene, α-terpineol, p-cineol, o-cymene and α-phellandrene, however, its composition varies significantly with extraction time. All species, except C. rugosa, were inhibited with halo (≥ 14 mm) at 1000 μg / L. C. krusei is naturally resistant to the drug fluconazole, but when tested with OEPh the clinical species (case 9) demonstrated sensitivity in three dilutions (halo ≤ 10 ≥ 14) and the standard strain was inhibited at concentration of 1000 μg/Lg / L (halo 14mm). A similar situation also occurred with the standard strain of C. parapsilosis (halo ≥ 11mm). OEPh has considerable antifungal activity, which merits further investigation for alternative clinical applications, since this species is widely distributed in our community, and it presents good yields, and also has important therapeutic applications.

RESUMO Protium heptaphyllum é encontrada na região amazônica, em vários estados do Brasil e países da América do Sul. Conhecida como almecega produz uma resina oleosa usada na medicina popular como analgésica, antiinflamatória, cicatrizante e expectorante, é rica em triterpenos pentaciclicos e óleo essencial. O objetivo principal do presente trabalho foi analisar a composição química do óleo essencial da resina P. heptaphyllum (OEPh) em diferentes tempo de extração e avaliarsuaatividade antifúngica contra espécies de Candida, isoladas de horticultores com onicomicoses, por método de disco-difusão. O OEPh foi obtido por hidrodestilação, analisado por Cromatografia Gasosa Multidimensinal Acoplada a Espectrometria de Massas (MDGC/MS). As espécies de Candida foram obtidas de lesões nas unhas de horticultores de uma horta comunitária na cidade de Teresina, Piauí, Brasil. Testou-se a atividade antifúngica do OEPhnas concentrações de 1000 μg/L, 500 μg/L e 250 μg/L, protocolo M44-A2 (CLSI 2009). Os principais constituintes identificados foram l- limoneno, α-terpineol, p-cineol, o-cimeno e α-felandreno, entretanto, sua composição varia significativamente em decorrência do tempo de extração. Todas as espécies, exceto a C. rugosa, foram inibidas com halo ( Χ ≥ 14 mm) na concentração de 1000 μg/L. C. krusei é naturalmente resistente ao fármaco fluconazol, mas quando testado com OEPh,a espécie clínico (caso 9) demonstrou sensibilidade nas três diluições (halo Χ ≤ 10 ≥ 14) e a cepa padrão foi inibida na concentração de 1000 μg/L (halo Χ 14mm). Fato semelhante também ocorreu com a cepa padrão de C. parapsilosis (halo Χ ≥ 11mm). O OEPh possui atividade antifúngica considerável, merecendo uma investigação mais aprofundada para aplicações clínicas alternativas, uma vez que esta espécie é amplamente distribuída em nossa comunidade, apresenta bom rendimento e, ainda, aplicações terapêuticas importantes.
Descritores: Burseraceae/química
Candida/classificação
Óleos Voláteis/análise
-Fenômenos Químicos/análise
Suscetibilidade a Doenças/classificação
Onicomicose/diagnóstico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-771170
Autor: CONRADO, G.G.; SIMPLICIO, F.G; COSTA, K.R.C; REHDER, V.L.G; ESPINAR, M.F.; SOUZA, G.O.; SAMPAIO, P.T.B..
Título: Antibacterial activity and chemical compounds of leaves and branches of Protium hebetatum / Atividade anti bacteriana e compostos químicos das folhas e ramos de Protium hebetatum
Fonte: Rev. bras. plantas med;17(4,supl.2):865-874, 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The extracts and fractions of leaves and branches of Protium hebetatum D. C. Daly (Burseraceae) were investigated for their antibacterial activity and chemical composition. The methanol extract of branches (EMG) was considered active against the Escherichia coli and the Proteus vulgaris, showing an inhibition zone of 13 mm, and was selected for bioassay-guided phytochemical fractionation. From the technique of broth microdilution, the extract was considered a moderate inhibitor against Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa and Enterococcus faecalis, with a minimum inhibitory concentration (MIC) of 1 mg/mL. The dichloromethane fraction was considered a moderate inhibitor against S. aureus (MIC of 1 mg/mL) and a potent inhibitor against E. faecalis (MIC of 0.5 mg/mL). F1, F2, F5 and F6 from chromatographic column of dichloromethane fraction were considered moderate inhibitors against S. aureus (MIC of 1 mg/mL). Through analysis by a gas chromatography mass spectrometry, eighteen compounds were identified, from which thirteen (isoeugenol, p-vinylguaiacol, metoxyeugenol, coumarin, 5-hydroxy-scopoletin, 4,7-dihydroxy-6-metoxicromam-2-one, 4[(1E]-3-hydroxy-1-propenyl)-2-methoxyphenol, piperonal, scoparon, o-guaiacol, spathulenol, seringol and antiarol) are unprecedented in these species. We also identified the triterpenes α-amyrin and β-amyrin, the steroids stigmasterol and sitosterol and the coumarin scopoletin, which was closely linked to the antibacterial activity of the samples.

RESUMO Atividade antibacteriana e compostos químicos de folhas e galhos de Protium hebetatum. Extratos e frações de folhas e galhos de Protium hebetatum D. C. Daly (Burseraceae) foram investigados quanto sua atividade antibacteriana e composição química. O extrato metanólico dos galhos (EMG) foi considerado ativo contra Escherichia coli e Proteus vulgaris, apresentando um halo de inibição de 13 mm, sendo selecionado para um fracionamento fitoquímico biomonitorado. A partir da técnica de microdiluição em caldo o EMG foi considerado um inibidor moderado contra Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Enterococcus faecalis, apresentando uma concentração inibitória mínima (CIM) de 1mg/mL. A fração diclorometânica foi considerada inibidora moderada contra S. aureus (CIM de 1 mg/mL) e inibidora potente contra E. faecalis (CIM de 0,5 mg/mL). F1, F2, F5 e F6 provenientes da fração diclorometânica foram consideradas inibidoras moderadas contra S. aureus (CIM de 1 mg/mL). Através da análise por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massa, foram identificados dezoitos compostos, dos quais treze (isoeugenol, p-vinilguaiacol, metoxieugenol, cumarina, 5-hidroxi-escopoletina, 4,7-dihidroxi-6-metoxicromam-2-ona, 4[(1E]-3-hidroxi-1-propenil)-2-methoxifenol, piperonal, escoparona, o-guaiacol, espatulenol, seringol e antiarol) foram identificados pela primeira vez nesta espécie. Foram também identificados os triterpenos α-amirina e β-amirina, os esteroides estigmasterol e sitosterol e a cumarina escopoletina, que estão intimamente ligados à atividade antibacteriana da espécie.
Descritores: Anti-Infecciosos/classificação
Burseraceae/classificação
Compostos Químicos/análise
-Cumarínicos/farmacologia
Enterococcus faecalis/classificação
Staphylococcus aureus/classificação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-759947
Autor: Oliveira, Cinthya Iamille Frithz Brandão de.
Título: Estudo da atividade antinoceptiva de ß-amirina, um triterpeno pentaciclíco isolado de Protium heptaphyllum March. em modelos experimentais de dor / Study of antinociceptive activity of beta-amyrin a pentacyclic triterpene isolated from Protium heptaphyllum March. in experimental pain models.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2010.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os efeitos dos triterpenos pentaciclicos -amirina e -amirina, isolados a partir da resina de Protium heptaphyllum March. (Burseraceae), foram testados preliminarmente em modelos de nocicepção oral, sendo que -amirina apresentou significantes efeitos antinociceptivos, norteando a pesquisa com este isolado na investigação de seus efeitos em modelos de dor orofacial induzida por capsaicina ou formalina e na dor induzida por capsaicina na córnea de camundongos; na dor térmica (testes de imersão de cauda em água quente e placa quente); e na nocicepção visceral induzida por ácido acético 0,6%. Camundongos Swiss machos (n = 8 / grupo) foram pré-tratados com β-amirina (10, 30 e 100 mg / kg, v.o.), morfina (5 mg / kg, s.c.) ou controle (água destilada + 0,05% de Tween 80, v.o.), uma hora antes de capsaicina (20 L, 1,5 g) ou formalina (20L/animal) serem administradas na vibrissa direita. β-amirina também foi avaliada em teste comportamental relacionado à dor, desta vez por aplicação tópica de capsaicina na conjuntiva do camundongo (“eye wiping test”). Neste teste foi medido o tempo, em segundos, que o animal passou “limpando” o olho durante um período de 10 minutos. O triterpenóide demonstrou principalmente um efeito antinociceptivo dose-independente em todos os modelos de nocicepção testados. Na dor orofacial induzida por capsaicina, -amirina (30 e 100 mg/kg) e morfina foram mais eficazes na redução da resposta nociceptiva. Nestas doses, as reduções foram de 81 e 90% para -amirina e 97% para morfina, respectivamente...
Descritores: Burseraceae
Dor
Triterpenos
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-743354
Autor: Aragão, Gislei Frota.
Título: Efeitos dos triterpenos a- e ß-amirina e de seus derivados acetilados no sistema nervoso central [manuscrito] / Effects of a- and ß-amyrin triterpenes and its acetylated derivatives in the central nervous system [manuscript].
Fonte: Fortaleza; s.n; 2008.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A mistura triterpênica de α- e β-amirina (AMI) é obtida da planta Protium heptaphyllum Aubl March (Família Burseraceae), comum em vários estados brasileiros e conhecida popularmente como breu branco, também é utilizada na prática da medicina popular para tratar várias enfermidades. O acetato de α- e β-amirina (AcAMI) é a forma acetilada desta mistura triterpênica. Vários estudos experimentais já foram feitos utilizando estes triterpenos, mas estudos da ação destes no Sistema Nervoso Central (SNC) ainda são escassos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da administração destes compostos naturais em camundongos e verificar uma possível atividade sedativa, ansiolítica, antidepressiva e anticonvulsivante, procurando ainda esclarecer por que mecanismos estes compostos agem. A metodologia utilizada foi utilizando testes farmacológicos já descritos na literatura e estudos de doseamento de monoaminas e aminoácidos através de HPLC. Os resultados mostraram que tanto a AMI como o AcAMI mostraram-se bastante ativos farmacologicamente. No teste da Campo Aberto ambas misturas (AMI e AcAMI) administradas por via aguda e sub-crônica demonstraram efeitos sedativos, nas doses de 10, 25 50 mg/kg, após a constatação da diminuição do movimento exploratório dos animais e do número de grooming e de rearing, utilizando o diazepam como controle positivo. No Teste do Plus Maze também ambas as misturas demonstraram atividade ansiolítica aumentando o número de entradas e o tempo de permanência nos braços abertos...
Descritores: Antidepressivos
Burseraceae
Sistema Nervoso Central
GABAérgicos
Pentilenotetrazol
Proteína Quinase C
Triterpenos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-647661
Autor: Tafurt-García, Geovanna; Muñoz-Acevedo, Amner.
Título: Metabolitos volátiles presentes en Protium heptaphyllum (Aubl.) March. colectado en Tame (Arauca - Colombia) / Volatil metabolites of Protium heptaphyllum (Aubl.) March. from Tame (Arauca-Colombia)
Fonte: Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát;11(3):223-232, mayo 2012. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: This paper reports the identification of volatile components of the leaves, flowers, resin of the stem, and bark of the branches of the tree Protium heptaphyllum (Aubl.) March. collected from East Plains, Orinoquia, Colombia. The main constituents identified by GC-MS in the volatile fraction of the leaves were guaiol (14,4 percent), alpha-copaene (8,6 percent), 1,10-di-epi-cubenol (8,1 percent), beta-cariophyllene (5,7 percent), and gamma-cadinene (5,4 percent). Germacrene D (13,9 percent), germacrene B (13,4 percent), bicyclogermacrene (11,8 percent), and limonene (8,3 percent) were determined in the flowers, while p-cymene (30,1 percent), alpha-pinene (22,1 percent), and limonene (14,4 percent) were identified in the resin; finally, germacrene D (27,7 percent), 1,10-di-epi-cubenol (7,9 percent), guaiol (7,4 percent), and gamma-cadinene (6,9 percent) were found in the bark. The analysis of the resin showed a high percent of monoterpenes (- 60 percent); while the leaves presented a high content of oxygenated sesquiterpenes (- 60 percent); flowers and bark showed a high composition of sesquiterpenes (40-50 percent).

En este trabajo se reporta la identificación de los componentes volátiles de hojas, flores, resina del tallo y corteza de las ramas del árbol Protium heptaphyllum (Aubl.) March. recolectado en los Llanos Orientales, Orinoquía, Colombia. Los constituyentes mayoritarios identificados por GC-MS en la fracción volátil de las hojas fueron guaiol (14,4 por ciento), alfa-copaeno (8,6 por ciento), 1,10-di-epi-cubenol (8,1 por ciento), trans-beta-cariofileno (5,7 por ciento) gamma -cadineno (5,4 por ciento). Germacreno D (13,9 por ciento), germacreno B (13,4 por ciento), biciclogermacreno (11,8 por ciento) y limoneno (8,3 por ciento) se determinaron en las flores, mientras que, p-cimeno (30,1 por ciento), alfa-pineno (22,1 por ciento) y limoneno (14,4 por ciento) se identificaron en la resina; finalmente, germacreno D (27,7 por ciento), 1,10-di-epi-cubenol (7,9 por ciento), guaiol (7,4 por ciento) gamma -cadineno (6,9 por ciento) se encontraron en la corteza. El análisis de la resina mostró un alto porcentaje de monoterpenos (- 60 por ciento); mientras que, las hojas presentaron una alta proporción de sesquiterpenos oxigenados (- 60 por ciento); las flores y la corteza mostraron una alta composición de sesquiterpenos (40-50 por ciento).
Descritores: Burseraceae/química
Casca de Planta/química
Folhas de Planta/química
Resinas/análise
-Colômbia
Destilação
Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-456991
Autor: Bandeira, Paulo N; Lemos, Telma L. G; Costa, Sônia M. O; Santos, Hélcio S. dos.
Título: Obtenção de derivados da mistura triterpenoídica alfa- e beta-amirina / Obtention of derivatives from the alpha- and beta-amyrin triterpenoid mixture: 13C NMR data
Fonte: Rev. bras. farmacogn = Braz. j. pharmacogn.;17(2):204-208, abr.-jun. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Usando reações clássicas como esterificação e oxidação, uma série de derivados foi obtida a partir da mistura alfa- e beta-amirina, constituintes majoritários da resina de Protium heptaphyllum. Os compostos obtidos foram caracterizados por dados espectroscópicos como: IV, RMN de ¹H e de 13C e comparação com dados da literatura.

Using classic reactions such as esterification and oxidation, a series of derivatives was obtained from the alpha- and beta-amyrin mixture, major compounds of the Protium heptaphyllum resin. The obtained compounds were characterized by spectroscopic data such as: IR, ¹ H and 13C NMR and comparison with literature.
Descritores: Burseraceae
Plantas Medicinais
Resinas Vegetais
-Farmacognosia
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde