Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.300.522 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 11 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 11 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-758017
Autor: Scalia, Rodolfo Alexander; Dolci, José Eduardo Lutaif; Ueda, Suely Mitoi Ykko; Sassagawa, Suzethe Matiko.
Título: In vitro antimicrobial activity of Luffa operculata / Atividade antimicrobiana in vitro da Luffa operculata
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);81(4):422-430, July-Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION:Luffa operculata is probably one of the most popular herbal medicines used in the treatment of rhinitis and rhinosinusitis. However, its specific mechanism of action is still unknown.OBJECTIVE: To evaluate in vitro antibacterial activity of L. operculata against three ordinary agents of upper respiratory tract infection: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae and Streptococcus pyogenes.METHODS: Different concentrations of L. operculata alcoholic extract were applied to bacterial broth containing reference and community strains of the three described agents. After a 24-h incubation period, the bacterial culture turbidity was measured. The samples were then inoculated onto Mueller-Hinton and human blood agar plates. Bacterial growth was analyzed after 24- and 48-h incubation period. The test was considered negative when there was no environmental turbidity, confirmed by the absence of bacterial growth into the inoculated plates. Tests were considered positive when either turbidity changes were observed on the bacterial broth or when bacterial growth was detected on inoculated plates. Appropriate statistical analysis of the data was performed.RESULTS:L. operculata extracts showed antibacterial activity mainly to S. pyogenes followed by S. pneumoniae and S. aureus.CONCLUSIONS:L. operculata extract showed promising antibacterial activity in vitro against the studied agents.

INTRODUÇÃO: A Luffa operculataé, provavelmente, o fitoterápico mais utilizado no tratamento das rinites e rinossinusites. Apesar de amplamente utilizada pela população, seus mecanismos de ação ainda não estão completamente estabelecidos.OBJETIVO: Avaliar a atividade antimicrobiana in vitroda Luffa operculataem agentes causadores de infecções de vias aéreas superiores: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniaee Streptococcus pyogenes.MÉTODOS: Foram utilizadas diferentes concentrações de extrato alcoólico de Luffa operculataem caldo de bactérias dos agentes avaliados. Após incubação de 24 horas foi realizada a leitura de turvação do meio, e posteriormente, semeadura em placas de ágar-sangue e ágar Muller-Hinton, após 24 e 48 horas de incubação. Foram considerados testes negativos aqueles em que não houve a turvação do meio, confirmados pela ausência do crescimento das bactérias nas semeaduras. Foram considerados positivos os testes que apresentaram turvação do caldo ou positividade nas semeaduras de 24 ou 48 horas. Os resultados foram submetidos à análise estatística pertinente.RESULTADOS: Os extratos de Luffa operculataapresentaram atividade antimicrobiana, especialmente para Streptococcus pyogenes, seguido dos Streptococcus pneumoniaee Sthaphylococcus aureus.CONCLUSÃO: O extrato de Luffa operculataapresentou promissora atividade antimicrobiana in vitrocontra os agentes estudados.
Descritores: Antibacterianos/farmacologia
Luffa/química
Extratos Vegetais/farmacologia
Staphylococcus aureus/efeitos dos fármacos
Streptococcus pneumoniae/efeitos dos fármacos
Streptococcus pyogenes/efeitos dos fármacos
-Testes de Sensibilidade Microbiana
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-682247
Autor: Brum, Thiago Cardoso Bulhões.
Título: Análise química do precipitado formado na reação entre hipoclorito de sódio e digluconato de clorexidina / Chemical analysis of the precipitate formed by mixing sodium hypochlorite and chlorhexidine digluconate.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 100 p. ilus, tab. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Símbolo: BR.
Resumo: O digluconato de clorexidina reage com o hipoclorito de sódio formando um precipitado, que segundo a literatura, é composto por para-cloroanilina (PCA), ou por para-clorofenil uréia (PCU) e para-clorofenilguanidil-1,6-diguanidil-hexano (PCGH). Este estudo visou analisar quimicamente os produtos formados e a presença de PCA no precipitado. Para isso, foi realizada a reação de 50 mL de solução de hipoclorito de sódio a 5% (NaOCl) e de 50 mL de solução de digluconato de clorexidina a 2% (CLX) em proporções iguais (1:1). O precipitado foi separado do sobrenadante e desidratado. A CLX pura, uma amostra do precipitado puro e outra amostra de precipitado com adição de PCA foram diluídas em dimetilsulfóxido deuterado e analisados em ressonância magnética nuclear 1D 1H (RMN) para verificar, por comparação, a presença da PCA no precipitado e para obtenção dos deslocamentos químicos dos produtos presentes no precipitado. Outra amostra do precipitado, de solução de CLX e de PCA foram separadas em cromatografia líquida de alta eficiência e analisadas em espectrômetro de massa (HPLC-ESI-MS) para identificação dos pesos moleculares dos compostos. A comparação do espectro do precipitado puro e do espectro do precipitado com adição de PCA permitiu analisar que o dubleto presente na região dos compostos aromáticos, referente à PCA, não está presente no espectro do precipitado puro demonstrando que não há PCA no precipitado. A análise do espectro de RMN do precipitado puro sugere que há formação de compostos com um e dois anéis aromáticos. Os espectros de massa permitem sugerir que há quebra da molécula de CLX, pelo hipoclorito de sódio, em sítios específicos (grupo biguanidil) que resultam na formação de fragmentos da molécula de clorexidina que se reorganizam formando oligômeros, ou seja, moléculas em que algumas unidades se repetem e, uma vez formadas, são estáveis e insolúveis em água. É possível concluir que no precipitado não há presença de PCA, sugerindo-se que haja PCGH e outros compostos com pesos moleculares maiores que o da clorexidina, denominados, neste estudo, C3, C4, C5, C6 e C7.

The reaction between chlorhexidine digluconate and sodium hypochlorite result in a precipitate, which according to the literature, is composed of para-chloroaniline (PCA), or para-chlorophenylurea (PCU) and para-chlorophenylguanidyl-1,6- diguanidyl-hexane (PCGH). The purpose of this study was to determine the chemical composition, the relative molecular weight of the compounds and whether PCA is formed in the precipitate. A 2% chlorhexidine digluconate solution was mixed in a 1:1 ratio with 5% NaOCl solution producing the precipitate. It was centrifuged, separed from the supernatant and dried. Pure CHX, the precipitate, as well as a mixture of precipitate and pure PCA were dissolved in deuterated dimetilsulfoxide and then analyzed using one-dimensional 1H nuclear magnetic resonance (MNR) to determine whether PCA was formed and to obtain precipitates chemical shifts. Other precipitate, CHX digluconate solution and PCA samples were analized using high performance liquid chromatography - electrospray ionization - mass spectrometry (HPLC-ESI-MS). Comparing the spectrum of the precipitate alone and precipitate with PCA allow to identify that PCA doublet peaks are not present in the spectrum of the precipitate alone, demonstrating that there are no PCA in the precipitate. NMR spectrum of the precipitate alone suggests that there is compounds with one and two aromatic rings. Mass spectra suggests that breaks in chlorhexidine molecule on specific sites (biguanidil groups), by sodium hypochlorite, results in fragments that forms oligomers molecules in wich some units are repeated and, once formed, are stable and insoluble in water. On the basis of this study, there is no PCA in the precipitate and suggesting that there may be other compounds like PCGH and others compounds, all of which are bigger in size than CHX, called, in this study, C3, C4, C5, C6 and C7.
Descritores: Corantes/uso terapêutico
Microscopia Eletrônica de Varredura/métodos
Permeabilidade Dentária/fisiologia
-Luffa
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T4.749


  3 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-682245
Autor: Hernandez-Zanet, Angélica Maria.
Título: Avaliação por meio da tomografia computadorizada por feixe cônico de vias aéreas superiores de pacientes com atresia de palato, que possuem mordida cruzada posterior / Evaluation by means of cone beam computed tomography of the upper airways of patients with atresia of the palate, which have posterior crossbite.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 62 p. ilus, tab, graf. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Símbolo: BR.
Resumo: A atresia do palato ou deficiência maxilar transversa tem comprovado a sua influência na relação craniofacial e respiratória, por isso, diversos métodos de expansão palatina têm sido estudados para que haja uma melhora significativa, principalmente dos fatores respiratórios destes pacientes. O uso da tomografia por feixe cônico iniciou um novo conceito de estudo cefalométrico em terceira dimensão, no qual se consegue avaliar o paciente em todos os planos, sem que haja sobreposições de estruturas, podendo avaliar com precisão as relações craniofaciais, as vias aéreas e a relação destas estruturas. Portanto, o uso da tomografia computadorizada com ênfase na área ortodôntica, nos permite realizar um diagnóstico completo pré-tratamento ortodôntico, no qual objetivamos avaliar a correlação entre mordida cruzada posterior e a obstrução das vias aéreas superiores por meio de tomografia computadorizada por feixe cônico (TCFC). Foram utilizadas TCFC de arquivo de 32 pacientes com idade entre 6 e 14 anos, divididos em dois grupos: um grupo de 16 crianças com mordida cruzada posterior e o grupo controle . O critério de exclusão da amostra foi a realização de tratamento ortodôntico prévio, ter realizado cirurgia no complexo maxilo mandibular ou ser portador de alterações patológicas na região. Foi realizada a comparação das medidas da largura e da altura do palato em relação às medidas lineares e ao volume segmentado e total das vias aéreas superiores dos pacientes com e sem mordida cruzada posterior. No grupo com mordida cruzada, para a correlação das medidas ENP-AD2, ENP-AD1 com o volume da Baixa Naso Faringe (BNF), teve correlação moderada com a largura do palato (0,05 < p=0,089 < 0,10). Entretanto, no grupo de mordida cruzada, foi observada correlação significante entre a largura do palato e o volume total (VT). Em ambos os casos, a correlação foi positiva (r=0,786 para largura do palato com o Volume da Alta Velo Faringe (AVF) e r=0,662 para largura do palato com o VT), isto é, quanto maior a largura do palato, maior o Volume AVF e maior o VT. Estes resultados demonstram a importância do uso da TCFC, pois não foram encontradas diferenças significativas nas medidas lineares do grupo com mordida cruzada posterior e o grupo controle. Concluiu-se neste trabalho que apenas as medidas lineares não fornecem informações suficientes para a avaliação das vias aeras superiores; a profundidade do palato não possui correlação com as alterações das vias aéreas em pacientes com atresia maxilar; o grupo com mordida cruzada posterior apresentou moderada correlação da largura do palato com as medidas ENP-AD2, ENP-AD1 e o Volume da Baixa Naso Faringe; o grupo com mordida cruzada posterior apresentou correlação positiva da largura do palato com o volume da Alta Velo Faringe e com o Volume Total.

The palate atresia or transverse maxillary deficiency has proven its influence in relation craniofacial and respiratory therefore various methods of palatal expansion have been studied so there is a significant improvement, especially respiratory factors of these patients. The use of cone beam computed tomography initiated a new concept of three-dimensional cephalometric study, in which we can assess the patient at all levels, without overlapping structures, and can accurately assess the relations craniofacial, the airways and the relationship these structures. Therefore, the use of computed tomography with emphasis on orthodontic allows us to carry out a full pre-orthodontic treatment, in which we aimed to evaluate the correlation between posterior crossbite and obstruction of the upper airways by cone beam computed tomography (CBCT). We used CBCT file of 32 patients aged 6 to 14 years, divided into two groups: a group of 16 children with posterior cross bite and control groups. The exclusion criteria of the sample was the realization of previous orthodontic treatment, having undergone surgery on mandibular complex maxillo or be in possession of pathological changes in the region. Was performed comparing measurements of the width and height of the palate in relation to linear measurements and volume segmented and total upper airway of patients with and without posterior cross bite.
Descritores: Corantes
Permeabilidade da Dentina
Microscopia Eletrônica de Varredura/métodos
Tomografia Computadorizada por Raios X/métodos
-Luffa
Soluções
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T4.705


  4 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-665837
Autor: Behera, Shuvashish; Mohanty, Rama C; Ray, Ramesh C.
Título: Ethanol fermentation of sugarcane molasses by Zymomonas mobilis MTCC 92 immobilized in Luffa cylindrica L. sponge discs and Ca-alginate matrices
Fonte: Braz. j. microbiol;43(4):1499-1507, Oct.-Dec. 2012. graf, tab.
Idioma: en.
Projeto: UGC.
Resumo: Bio-ethanol production from cane molasses (diluted to 15 % sugar w/v) was studied using the bacterium, Zymomonas mobilis MTCC 92 entrapped in luffa (Luffa cylindrica L.) sponge discs and Ca-alginate gel beads as the immobilizing matrices. At the end of 96 h fermentation, the final ethanol concentrations were 58.7 ± 0.09 and 59.1 ± 0.08 g/l molasses with luffa and Ca-alginate entrapped Z. mobilis cells, respectively exhibiting 83.25 ± 0.03 and 84.6 ± 0.02 % sugar conversion. There was no statistical significant difference (Fischer's LSD) in sugar utilization (t = 0.254, p <0.801) and ethanol production (t =-0.663, p <0.513) between the two immobilization matrices used. Further, the immobilized cells in both the matrices were physiologically active for three more cycles of operation with less than 15 % decrease in ethanol yield in the 4th cycle, which was due to some leakage of cells. In conclusion, luffa sponge was found to be equally good as Ca-alginate as a carrier material for bacterial (Z. mobilis. cell immobilization for ethanol production. Further, it has added advantages such as it is cheap, non-corrosive and has no environmental hazard.
Descritores: Ativadores de Enzimas
Etanol/análise
Fermentação
Luffa/crescimento & desenvolvimento
Melaço/análise
Zymomonas/isolamento & purificação
-Células Imobilizadas
Métodos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo de Avaliação
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  5 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-640524
Autor: Ribeiro, Araceli Verónica Flores Nardy; Belisário, Marciela; Galazzi, Rodrigo Moretto; Balthazar, Daniele Cazoni; Pereira, Madson de Godoi; Ribeiro, Joselito Nardy.
Título: Evaluation of two bioadsorbents for removing paracetamol from aqueous media
Fonte: Electron. j. biotechnol;14(6):7-7, Nov. 2011. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The frequent contamination of water resources with drugs comprises one the most important environmental problems. In order to avoid serious disturbances for aquatic life, efficient and economically viable procedures should be developed for removing common pollutants, as paracetamol. From these considerations, the present work evaluated the efficiency of sugar cane bagasse (SCB) and vegetable sponge (VS), two natural adsorbents commonly found in Brazil, for retaining paracetamol molecules dispersed in aqueous solutions. Thus, systems composed of glass columns and peristaltic pumps were optimized and, for pH, the best value was 7.0. After optimisation, adsorption isotherms were built and it was possible to calculate the MAC F values for SCB (120.5 ug/g) and VS (37.5 ug/g). Additionally, real matrices of pretreated water, from a municipal plant for water catchment, were enriched with paracetamol at 5 uM and passed through glass columns packed with SCB, VS and activated carbon (AC). The results showed that SCB was more attractive than AC in terms of price and efficiency (60 percent against 45 percent adsorption, respectively), while VS was responsible for removing 40 percent of paracetamol dissolved in the enriched water samples. Thus, the proposed natural adsorbents can be classified as viable materials to remove paracetamol from water used for human consumption.
Descritores: Acetaminofen/química
Celulose/química
Luffa/química
Purificação da Água/métodos
-Adsorção
Temperatura
Poluentes Químicos da Água
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-613650
Autor: Ismail, Md; Hussain, Mohammad M; Dastagir, Mohamad G; Billah, Masum; Quader, Abdul.
Título: Phytochemical and antimicrobial investigation of Luffa cylindrica / Investigacion fitoquimica y antimicrobiana de Luffa cylindrica
Fonte: Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát;9(5), sept. 2010.
Idioma: en.
Resumo: 3-hydroxy-1-methylene-2,3,4,4-tetrahydroxynapthalene-2-carbaldehyde (1), 22,23-dihydroxy spinasterol (2) were isolated from petroleum ether extrct of the fruits of Luffa cylindrical. The structures of the isolated compounds were elucidated by extensive spectroscopic studies including IR and high field NMR analysis.Petroleum ether extract (i.e. crude extract) exhibited mild to moderate antimicrobial activity. This is the first report of isolation of compound of 1 – 2 from this species.

3-hydroxi-1-metilen-2,3,4,4-tetrahidroxinaftalen-2-carbaldehido (1), 22,23-dihidroxispinasterol (2) fueron aislados de un extracto en eter de petróleo de la fruta de Luffa cylindrica. Las estructuras de estos compuestos fueron deducidas por estudios espectroscópicos incluyendo IR y RMN de alto campo. El extracto crudo en éter de petróleo mostró actividad antimicrobiana de leve a moderada. El presente estudio representa el primer reporte de estos compuestos en L cylindrica.
Descritores: Antibacterianos/análise
Antibacterianos/farmacologia
Bactérias
Luffa/química
-Análise Espectral
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  7 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-540632
Autor: Borráez, Oswaldo Alfonso; Borráez, Bernardo Alfonso.
Título: Cierre de heridas y fístulas con “sistema de presión negativa tipo Colombia” / Closure of wounds and fistulas by the negative pressure method “Colombian type”
Fonte: Rev. colomb. cir;24(4):236-243, dic. 2009. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Las fístulas intestinales, sean secundarias a dehiscencias o a escapes de suturas, o secuelas del inadecuado manejo del abdomen abierto, son un problema médico muy difícil de manejar y, en general, requieren diversas medidas, como nuevas intervenciones quirúrgicas para su organización o exteriorización, nutrición, antibióticos y otras. Las infecciones de las heridas quirúrgicas o las heridas que son secuelas del abdomen abierto y que no se pueden cerrar tempranamente, constituyen otras entidades que demandan altos costos y requieren consideraciones especiales para su manejo.En 1993 se ideó un sistema basado en la presión negativa, con buenos resultados para manejar estas entidades. Pero aún así sigue teniendo un alto costo, por lo cual, y utilizando el mismo principio (presión negativa) y con elementos muy simples, entre ellos el estropajo o esponja vegetal de la planta Luffa cylindrical, los autores han ideado un sistema con excelentes resultados para manejar este tipo de pacientes a un muy bajo costo.
Descritores: Fístula
Luffa
Tratamento de Ferimentos com Pressão Negativa
Cicatrização
Infecção dos Ferimentos
Limites: Humanos
Responsável: CO113


  8 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-531928
Autor: Nabizadeh, Ramin; Naddafi, Kazem; Mesdaghinia, Alireza; Nafez, Amir Hosien.
Título: Feasibility study of organic matter and Ammonium removal using loofa sponge as a supporting medium in an aerated submerged fixed-film reactor (ASFFR)
Fonte: Electron. j. biotechnol;11(4):6-7, Oct. 2008. ilus, tab.
Idioma: en.
Projeto: Tehran University of Medical Sciences and Health Services.
Resumo: Biofilm systems are efficient in the removal of organic matter and ammonium from wastewaters. In this study, loofa sponge, a natural product, was used as a supporting medium in an aerated submerged fixed-film reactor to evaluate its performance in removing organic matter and nitrogen from wastewater. Four pilot runs were performed with chemical oxygen demand (COD) concentrations of 100, 200, 300 and 400 mg l-1 to provide an organic loading rate of 0.6, 1.2, 1.8, and 2.4 kg m-3d-1 respectively. In these pilot runs, the influent ammonium nitrogen concentrations were justified to 5, 10, 15 and 20 mg l-1 as N to provide an influent nitrogen loading of 30, 60, 90 and 120 g m-3.d-1 respectively. Although soluble COD removal efficiency greater than 80 percent was achieved up to a loading rate of 2.4 kg m-3d-1, loofa deformation and clogging after 72 days of application might be considered a serious shortcoming during use in full-scale applications. Nitrogen removal efficiency decreased from 85.6 percent at an organic loading rate of 0.6 kg m-3d-1 to 56.1 percent at an organic loading rate of 2.4 kg m-3d-1.
Descritores: Luffa
Matéria Orgânica/análise
Matéria Orgânica/métodos
Tratamento de Águas Residuárias/análise
Tratamento de Águas Residuárias/métodos
-Compostos de Amônio Quaternário/antagonistas & inibidores
Compostos de Amônio Quaternário/química
Fluxômetros
Nitrogênio/antagonistas & inibidores
Nitrogênio/química
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Butugan, Ossamu
Texto completo
Id: lil-408682
Autor: Menon-Miyake, Mônica Aidar; Saldiva, Paulo Hilário Nascimento; Lorenzi-Filho, Geraldo; Ferreira, Marcelo Alves; Butugan, Ossamu; Oliveira, Regiani Carvalho de.
Título: Efeitos da Luffa operculata sobre o epitélio do palato de rã: aspectos histológicos / Luffa operculata effects on the epithelium of frog palate: histological features
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;71(2):132-138, mar.-abr. 2005. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Luffa operculata é o nome botânico da buchinha-do-norte ou cabacinha, uma planta medicinal usada popularmente no tratamento das rinites e rinossinusites. Na Europa e nos EUA, está em medicamentos homeopáticos. No Brasil, a infusão (chá) do fruto seco de Luffa operculata é utilizada para inalacão ou instilacão nasal, resultando em liberacão profusa de muco que alivia os sintomas nasossinusais, mas há relatos freqüentes de irritacão nasal, epistaxe e anosmia. FORMA DE ESTUDO: Experimental. MATERIAL E MÉTODO: Avaliamos os efeitos da infusão de Luffa operculata em diferentes concentracões, no modelo experimental do palato isolado de rã, examinando 46 palatos após imersão. Quatro grupos (n=10) foram testados com infusão feita em Ringer-rã (solucão isotônica): controle; 60mg/l; 600mg/l e 1200mg/l. Um grupo foi testado em água (600mg/l H2O, n=6). Coletamos amostras do epitélio para estudo histológico à microscopia-de-luz e microscopia eletrônica de transmissão. RESULTADOS: Nos palatos tratados, os achados à microscopia-de-luz mostram lesões epiteliais de padrão tóxico, dose-dependentes. Na microscopia eletrônica, aumento dos espacos intercelulares e ruptura de tight junctions apontam para anormalidade no transporte iônico e de fluidos. CONCLUSÕES: A infusão de Luffa operculata, nas concentracões utilizadas popularmente, promove alteracões significantes na estrutura e ultraestrutura epitelial deste modelo ex vivo de mucosa respiratória.
Descritores: Epitélio/efeitos dos fármacos
Luffa/efeitos adversos
Mucosa Nasal/efeitos dos fármacos
Palato/efeitos dos fármacos
-Epitélio/patologia
Modelos Animais
Mucosa Nasal/patologia
Fitoterapia
Preparações de Plantas
Palato/patologia
Rana catesbeiana
Rinite/tratamento farmacológico
Sinusite/tratamento farmacológico
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 11 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-393094
Autor: Costa-Neto, Eraldo M.
Título: Animal-based medicines: biological prospection and the sustainable use of zootherapeutic resources
Fonte: An. acad. bras. ciênc;77(1):33-43, Mar. 2005.
Idioma: en.
Resumo: Os animais são utilizados como recursos medicinais para o tratamento e alívio de um gama de doenças e enfermidades em praticamente toda cultura humana. A pertinência da medicina tradicional baseada em animais, embora considerada como superstição, não deve ser negada uma vez que os animais têm sido testados metodicamente pelas companhias farmacêuticas como fontes de drogas para a ciência médica moderna. O fenômeno da zooterapia representa uma forte evidência do uso medicinal de recursos animais. De fato, as indústrias farmacêuticas e de agronegócios há décadas vêm avaliando animais sem pagar tributos aos países detentores desses recursos genéticos. A utilização de partes do corpo dos animais como remédios tradicionais é relevante porque implica pressão adicional sobre populações selvagens críticas. Discute-se que muitas espécies animais estão sendo exploradas em excesso como fontes de medicamentos para o comércio tradicional. Além disso, as populações animais ficaram exauridas ou ameaçadas como resultado do uso como objetos de experimentação ou modelos animais. A pesquisa sobre zooterapia deveria ser compatível com o bem-estar dos animais, assim como o uso dos produtos medicinais deveria ser guiado de modo sustentável. Sabe-se que a sustentabilidade deve ser tida como um princípio orientador para a conservação biológica.
Descritores: Experimentação Animal
Bem-Estar do Animal
Medicina Tradicional
Preparações Farmacêuticas
-Materiais Biomiméticos
Carbonato de Cálcio
Durapatita
Luffa
Fibras Nervosas
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde