Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.341.750.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-998421
Autor: Trindade, Thiago Dias; Trevisan, Henrique; Carvalho, Acácio Geraldo de.
Título: Incidence of Bemisia tabaci Gennadius (Aleyrodidae, Aleyrodinae) in four Atlantic Forest fragments / Ocorrência de Bemisia tabaci Gennadius (Hemiptera: Aleyrodidae) em quatro fragmentos de Mata Atlântica
Fonte: Arq. Inst. Biol;86:e0942017, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Bemisia tabaci has been known in Brazil since 1923, in cotton, soybean, tomato and bean crops, and it leads to economic losses due to the transmission of different viruses. Studies focused on analyzing the incidence of this pest in forest environments remain scarce in the literature. Thus, the aims of the current study were to investigate the incidence of B. tabaci in four Atlantic forest fragments in Rio de Janeiro state, Brazil, as well as to record its hosts in these environments. An area of approximately one hectare was delimited for each Atlantic forest fragment based on images provided by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). Plants presenting whiteflies were tagged throughout monthly inspections conducted in each forest fragment in order to be checked during the following visits. Collection criteria were adopted to assure sampling standardization in each fragment. The mean number of whiteflies was analyzed through the Kruskal-Wallis non-parametric test, which was followed by Dunn's post-hoc test, both at 5% significance level. The total of 216 collections were conducted and 1,126 B. tabaci fourth-instar nymphs were collected in four Atlantic forest fragments over 24 months. The following hosts were recorded for the first time: Caesalpinia pluviosa Benth, Tradescantia zebrina Linn., Impatiens walleriana Linn., Cupania sp. and Talisia esculenta Klotzsch & O. Berg. The dry period (winter) enabled the increase of B. tabaci populations in the herein investigated forest fragments.(AU)

Bemisia tabaci é conhecida no Brasil desde 1923, relatada em cultivos de algodão, soja, tomate e feijoeiro, promovendo prejuízos econômicos por ser transmissora de viroses. São praticamente inexistentes os trabalhos que analisam sua ocorrência em ambiente florestal. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi estudar a ocorrência de B. tabaci em quatro fragmentos florestais de Mata Atlântica no estado do Rio de Janeiro, bem como registrar seus hospedeiros nesses ambientes. Em cada fragmento de Mata Atlântica foi demarcada uma área com cerca de um hectare, delimitada com o uso de imagens obtidas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ao longo das inspeções mensais nos fragmentos florestais, os vegetais que apresentavam moscas-brancas foram marcados e inspecionados a toda nova visita. Adotaram-se critérios de coleta para garantir padronização do esforço amostral em todos os fragmentos. A análise do número médio de moscas-brancas foi feita pelo teste não paramétrico de Kruskal-Wallis, com posterior aplicação do pós-teste de Dunn, ambos a 5% de significância. Foram realizadas 216 coletas e capturadas 1.126 ninfas de quarto instar de B. tabaci nos quatro fragmentos de Mata Atlântica ao longo dos 24 meses. Registraram-se, pela primeira vez, os hospedeiros: Caesalpinia pluviosa Benth, Tradescantia zebrina Linn., Impatiens walleriana Linn., Cupania sp. e Talisia esculenta Klotzsch & O. Berg. O período seco (inverno) promove estímulos para o aumento da população de B. tabaci em fragmentos florestais.(AU)
Descritores: Florestas
Hemípteros
-Impatiens
Caesalpinia
Tradescantia
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-398147
Autor: Castells, Maria Alicia; Furlanetto, Letícia Maria.
Título: Validity of the CAGE questionnaire for screening alcohol-dependent inpatients on hospital wards
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;27(1):54-57, Mar. 2005. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq Foundation.
Resumo: OBJETIVO: Verificar a validade do questionário CAGE para rastrear pacientes com dependência ao álcool internados em enfermarias de clínica médica. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal, no qual foram selecionados 747 pacientes internados na clínica médica do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina. Foram colhidos dados sociodemográficos e clínicos e aplicados os seguintes instrumentos: o questionário CAGE e uma entrevista semi-estruturada - Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI), utilizada como padrão-ouro para diagnóstico de dependência ao álcool (de acordo com os critérios do DSM-IV). Foram obtidas medidas de validade (sensibilidade e especificidade) do CAGE para os diferentes pontos de corte possíveis. Para análise do melhor ponto de corte, foi utilizada a curva ROC. RESULTADOS: A amostra foi composta de 747 pacientes, a maioria homens (66%), brancos (85%), com média de idade ± Desvio Padrão (DP) = 50 ± 17 anos, estado civil casado/amasiado (61%), com escolaridade média ± DP = 6 ± 4 anos. Através do MINI, foram diagnosticados 48 pacientes (6,6%) com dependência ao álcool. O CAGE apresentou a melhor sensibilidade (93,8%) com ponto de corte igual a um (CAGE positivo para uma ou mais respostas afirmativas). Com este ponto de corte, a especificidade foi de 85,5%. CONCLUSAO: Aplicado em pacientes clínicos internados em hospital geral, o questionário CAGE mostrou bons índices de sensibilidade (93,8%) e especificidade (85,5%), utilizando como ponto de corte 0/1. Por ser de fácil e rápida aplicação e ter baixos custos, poderia ser utilizado para rastreamento de casos de dependência ao álcool neste contexto.
Descritores: Alcoolismo/diagnóstico
Impatiens
Programas de Rastreamento/métodos
Inquéritos e Questionários
-AGED, ACETABULARIA AND OVER
Estudos Transversais
Curva ROC
Sensibilidade e Especificidade
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudos de Validação
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde