Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.401.718 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 33 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 33 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-421442
Autor: Sari, Lisiane T; Ribeiro-Costa, Cibele S.
Título: Predação de sementes de Senna multijuga ( Rich. ) H.S. Irwin & Barneby ( Caesalpinaceae ) por bruquíneos ( Coleoptera: Chrysomelidae ) / Seed predation by bruchines ( Coleoptera: Chrysomelidae ) in Senna multijuga ( Rich. ) H.S. Irwin & Barneby
Fonte: Neotrop. entomol;34(3):521-525, May-June 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Senna multijuga Rich. I. & B. (Caesalpinaceae) é uma espécie ornamental, comum no Sudeste do Brasil. A fim de verificar os danos causados por bruquíneos às sementes dessa planta, foram coletados frutos de 31 de março a 30 de maio de 2000. Os frutos foram acondicionados em casa de vegetação até a emergência dos insetos, que foram posteriormente identificados. Das amostras emergiram 67 por cento de Sennius crudelis Ribeiro-Costa & Reynaud, 20 por cento de Sennius puncticollis (FÕhraeus) e < 1 por cento de Sennius nappi Ribeiro-Costa & Reynaud. Das sementes analisadas, 62 por cento foram sadias, 26 por cento chochas e 12 por cento danificadas. O percentual de sementes chochas e danificadas foi de 38 por cento. Considerando que outros fatores diminuem a germinação das sementes, como patógenos e condições desfavoráveis do meio ambiente, esse percentual pode se tornar expressivo. Por outro lado, S. multijuga provavelmente está relacionada com estratégias de dispersão e fuga de predadores como a produção de sementes pequenas e em grande número, o que pode minimizar a perda causada por insetos espermófagos. Ressalta-se a necessidade de estudos durante várias fases fenológicas de frutificação, além de testes de germinação de sementes, com o intuito de melhor compreender a influência da predação por Bruchinae na capacidade reprodutiva de S. multijuga.
Descritores: Besouros/parasitologia
-Senna (Planta)
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG


  2 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1045996
Autor: Ramos, Maria Fernanda Tavares; Santos, Renata Thaysa da Silva; Griesang, Fabiano; Almeida, Dieimisson Paulo; Ferreira, Marcelo da Costa.
Título: Does the sequence of addition of herbicide and adjuvants to the spray solution influence sicklepod control? / A sequência de adição de herbicida e adjuvantes à calda influencia no controle de fedegoso?
Fonte: Arq. Inst. Biol;86:e0542018, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The use of adjuvants associated with herbicides aims at improving the performance of application and the consequent increase in the biological effect of the treatment. However, the sequence of product added to the sprayer tank can influence the phytosanitary spray solution. Thus, this study aimed to evaluate the control of Senna obtusifolia as a function of the sequence of addition of the herbicide aminopyralid + fluroxypyr and adjuvants in the preparation of spray solution. Two herbicide doses (1 and 2 L c.p. ha-1) associated with the adjuvants mineral oil (MO), silicone polyether copolymer (SIL), and a mixture of phosphatidylcholine and propionic acid (LEC), all in the proportion of 0.3% v v-1, with alternate addition to the spray solution to evaluate the effects of the preparation sequence. The spray solution volume considered was 150 L ha-1. Evaluations of spray solution stability were performed from the visual evaluation of homogeneity, electrical conductivity, and pH. The effect of treatment on S. obtusifolia control was measured using a scoring scale and dry matter. Correlation coefficients between the evaluations were also determined. No difference of the preparation sequence of spray solution was observed for stability, pH, and electrical conductivity, but an influence was observed on S. obtusifolia control, without changing dry matter accumulation. The treatment with the adjuvant LEC previously added to the herbicide provided a higher control rate at the highest dose, while the adjuvant SIL had the opposite effect.(AU)

O uso de adjuvantes associados a herbicidas visa melhorar o desempenho da aplicação e o consequente aumento do efeito biológico do tratamento. Porém, a ordem de adição dos produtos ao tanque do pulverizador pode trazer importantes influências à calda fitossanitária. Assim, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o controle de Senna obtusifolia em função da sequência de adição do herbicida aminopiralide + fluroxipir e de adjuvantes no preparo das caldas. Foram utilizadas duas dosagens de herbicida (1 e 2 L p.c. ha-1), associadas aos adjuvantes óleo mineral (OM); copolímero de poliéter e silicone (SIL); mistura de fosfatidicolina e ácido propiônico (LEC), todos na proporção de 0,3% v v-1, com adição alternada à calda para avaliar os efeitos da sequência de preparo. O volume de calda considerado foi de 150 L ha-1. Foram realizadas avaliações da estabilidade da calda a partir da avaliação visual de homogeneidade, condutividade elétrica e pH. O efeito do tratamento no controle de S. obtusifolia foi mensurado por meio de uma escala de pontuação e pela massa seca. Também foram determinados os coeficientes de correlação entre as avaliações. Verificou-se que não houve diferença da sequência de preparo da calda para a estabilidade, o pH e a condutividade elétrica. Porém, a sequência de preparo influenciou o controle inicial de S. obtusifolia, sem efeito sobre a massa seca. O tratamento com o adjuvante LEC adicionado ao herbicida proporcionou maior taxa de controle na maior dosagem, enquanto o adjuvante de SIL teve o efeito oposto.(AU)
Descritores: Adjuvantes Farmacêuticos/administração & dosagem
Senna (Planta)/efeitos dos fármacos
Controle de Plantas Daninhas/métodos
Herbicidas/administração & dosagem
-Pastagens
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  3 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1049172
Autor: Pereira, Kelly Cristina Lacerda; Matias, Rosemary; Rizzi, Elvia Silvia; Rosa, Ana Carolina; Oliveira, Ademir Kleber Morbeck de.
Título: Chemical profile and allelopathic potential of Anacardium humile St. Hill. (cajuzinho-do-cerrado) leaf aqueous extract in the seed germination and seedling growth of lettuce, tomato and sicklepod / Perfil químico e potencial alelopático do extrato aquoso de Anacardium humile St. Hill. (cajuzinho-do-cerrado) na germinação e formação de plântulas de alface, tomate e fedegoso
Fonte: Biosci. j. (Online);35(6):1932-1940, nov./dec. 2019. ilus, graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Anacardium genus, Anacardiaceae, stands out for the presence of phenolic compounds. One of its species, investigated for its different potential uses, is Anacardium humile; however, little is known about its allelopathic effects. Therefore, the present study aimed to determine the chemical profile and evaluate the herbicide potential of your leaves in the germination of seeds and growth of seedlings of Lactuca sativa(lettuce), Lycopersicon esculentum (tomato) and Senna obtusifolia (sicklepod), both in vitro and in greenhouse. Leaves of A. humile were obtained from 20 matrices of Cerrado fragments in the municipality of Campo Grande, Mato Grosso do Sul state, Brazil. A voucher specimen was deposited at the herbarium (no. 8448). The aqueous extract was obtained from dried and crushed leaves using the extraction method of ultrasonic bath (30 min) with subsequent static maceration. After solvent evaporation, 12.78 g of extract were obtained. The chemical profile of the aqueous extract included determination of total phenolic and flavonoid contents, pH, electrical conductivity, and soluble solids concentration. For the in vitro bioassays, the extract was used at different concentrations, namely, 25, 50, 100, 150, and 200 mg mL-1. In greenhouse, the substrates were prepared using 950 g of vermiculite and 50 g of A. humile leaf powder at the following ratios: (950/50) (5%), 900/100 (10%), 800/200 (20%), and a control (100% vermiculite), under a completely randomized experimental design. Phenolic compounds and anthraquinones were predominant in the chemical profile of the extract, which presented different levels of allelopathic effect on seed germination and seedling growth of plants both ingermination chamber and in greenhouse, indicating strong allelopathic activity associated with the different compounds found in the leaves. Therefore, the results showed germination and growth inhibition at different levels, indicating that the substances contained in the leaves of Anacardium humile may be a promising alternative for the control of invasive species.

O gênero Anacardium, Anacardiaceae, destaca-se pela presença de compostos fenólicos. Uma de suas espécies, investigada pelos diferentes potenciais de uso, é Anacardium humile. No entanto, pouco se sabe sobre seus efeitos alelopáticos. Portanto, o presente trabalho objetivou determinar o perfil químico e avaliar o potencial herbicida de suas folhas sobre a germinação e crescimento de Lactuca sativa (alface), Lycopersicon esculentum (tomate) e Senna obtusifolia (fedegoso) in vitro e em casa de vegetação. Folhas de A. humile foram obtidas de 20 matrizes de Cerrado, município de Campo Grande/MS, Brasil. Uma espécime foi depositada no herbário (N. 8448). O extrato aquoso foi obtido das folhas secas e trituradas e o método de extração foi banho de ultrassom (30 minutos) seguido de maceração estática, sendo o solvente evaporado e 12,78 g de extrato obtido. O extrato foi submetido ao perfil químico e determinado: teor de fenóis totais e flavonóides, pH, condutividade elétrica e concentração de sólidos solúveis. Para os bioensaios in vitro, o extrato foi utilizado em diferentes concentrações (25, 50, 100, 150 e 200 mg mL-1). Em casa de vegetação, os substratos foram preparados com 950 g do substrato vermiculita e 50 g do pó das folhas de A. humile (950/50) (5%); 900/100 (10%); 800/200 (20%), além do controle, 100% vermiculita, com delineamento experimental inteiramente casualizado. O extrato apresentou como perfil químico predominante os compostos fenólicos e antraquinonas, com efeito alelopático sobre a germinação e crescimento em câmara de germinação e estufa, em diferentes graus, indicando que há uma forte atividade alelopática associada aos diferentes compostos encontrados nas folhas. Portanto, os resultados indicaram germinação e inibição do crescimento, em diferentes níveis, demonstrando que as substâncias contidas nas folhas de A. humile podem ser uma alternativa promissora para o controle de espécies invasoras.
Descritores: Lycopersicon esculentum
Alface
Senna (Planta)
Anacardium
Herbicidas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  4 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976494
Autor: Campos, Édipo M; Maia, Lisanka Â; Olinda, Roberio G; Nascimento, Eduardo M; Melo, Diego B; Dantas, Antônio Flávio M; Riet-Correa, Franklin.
Título: Poisoning by Senna obtusifolia in sheep / Intoxicação por Senna obtusifolia em ovinos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(8):1471-1474, Aug. 2018. graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: In a paddock highly invaded by Senna obtusifolia 10 out of 60 sheep showed muscle weakness and 9 died after a clinical manifestation period of 24-76 hours. Serum activities of creatine kinase were increased in all sheep examined. Multifocal polyphasic muscle segmental degeneration and necrosis was observed in skeletal muscles. Although the plant is a common weed in northeastern Brazil, the poisoning is rare, probably because the animals do not ingest it or due to toxicity variations.(AU)

Em um piquete altamente invadido por Senna obtusifolia, 10 de 60 ovelhas mostraram fraqueza muscular e 9 morreram após um período de manifestação clínica de 24-76 horas. As atividades séricas da creatina quinase foram aumentadas em todos os ovinos examinados. Foi observada degeneração segmentar e necrose polifásica muscular em músculos esqueléticos. Embora a planta seja uma erva daninha comum no Nordeste do Brasil, o envenenamento é raro, provavelmente porque os animais não o ingerem ou devido a variações de toxicidade.(AU)
Descritores: Ovinos/microbiologia
Senna (Planta)/toxicidade
-Necrose
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-880125
Autor: Vargas Carbajal, Carlos Javier.
Título: Estudio de la actividad cicatrizante y antiinflamatoria del extracto alcohólico de las hojas de Senna reticulata (Willd.) H. Irwin and Barneby ("Retama") / Study of the cicatrizant and anti-inflammatory activity of the alcoholic extract of the leaves of Senna reticulata (Willd.) H. Irwin and Barneby ("Retama").
Fonte: Lima; s.n; 2007. 49 p. tab, graf, ilus.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional Mayor de San Marcos para obtenção do grau de Maestría.
Resumo: El presente trabajo de investigación se evaluó el efecto antiinflamatorio cicatrizante del extracto etalólico de hojas de Senna reticulada (Willd) H. Irvin & Barneby "Retama" procedente del Departamento de San Martín (Tarapoto). Se determinaron los metabolitos secundarios mediante la marcha, identificando, taninos, saponinas y glicósidos. Luego se efectuó el screening cromatográfico, para posteriormente realizar las lecturas al espectrofotómetro. Para la investigación farmacológica se preparó una crema base cold-cream a la cual se le añadió concentraciones de 5%, 10% y 20% del extracto, realizando el estudio antiinflamatorio y cicatrizante en ratones albinos de 25 a 30g. Comparándose con Diclofenaco al 1% en gel para el efecto antiinflamatorio dando resultados no significativos. Mostró acción cicatrizante significativo confrontando con Neomicina-Bacitracina, glicina, L-cisteina. DL-treonina; obteniendo mayor efecto con la crema al 20% luego la crema al 10% y la crema al 5% del extracto etanólico.
Descritores: Anti-Inflamatórios
Senna (Planta)
Cicatrização
-Modelos Animais
Compostos Fitoquímicos
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-847938
Autor: Lombardo, Márcia; Kiyota, Sumika; Kato, Edna Tomiko Miyake; Mathor, Monica Beatriz; Pinto, Terezinha de Jesus Andreoli; Kaneko, Telma Mary.
Título: Evaluation of in vitro biological properties of Senna occidentalis (L) Link / Avaliação in vitro de propriedades biológicas de Senna occidentalis (L) Link
Fonte: Acta sci., Biol. sci;37(1):9-13, jan.- mar. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Senna species have been widely used by American, African and Indian ethic groups mainly in the treatment of feebleness, constipation, liver disorders and skin infections. Senna occidentalis (L.) Link is a perennial shrub native to South America and indigenous to tropical regions throughout the world. Current study evaluated the antimicrobial activity of aqueous and hydroalcoholic extracts from S. occidentalis prepared from different parts of the plant. Antimicrobial activity was assessed against standard pharmaceutical microorganisms by spectrophotometry and microdilution technique. Escherichia coli was sensitive only to compounds extracted from seeds which may be proteinaceous. A broader antimicrobial spectrum was demonstrated by the hydroalcoholic extract of seeds, mostly against Pseudomonas aeruginosa. The in vitro toxicity using mouse fibroblasts indicated that the extract might be a biocompatible ingredient for topical formulations, while the hydroalcoholic extract of aerial parts demonstrated to be potentially cytotoxic.

Espécies de Senna são amplamente utilizadas por tribos americanas, africanas e indianas, principalmente para tratar a fraqueza, a constipação, as desordens do fígado e também em preparações tópicas para infecções de pele. A Senna occidentalis (L.) Link é um arbusto perene nativo da América do Sul encontrado em regiões tropicais. Este trabalho avaliou a atividade antimicrobiana de extratos aquosos e hidroalcoólicos de diferentes partes da planta. A atividade antimicrobiana foi estabelecida frente aos microrganismos padrões farmacêuticos por espectrofotometria e técnica de microdiluição. A Escherichia coli apresentou sensibilidade apenas a componentes extraídos das sementes, os quais podem ser de natureza proteica. O espectro mais amplo de atividade antimicrobiana foi obtido com o extrato hidroalcoólico das sementes, principalmente contra Pseudomonas aeruginosa. A toxicidade in vitro utilizando fibroblastos de camundongo indicou que este extrato pode ser um ingrediente biocompatível para formulações de uso tópico. Já o extrato hidroalcoólico de partes aéreas demonstrou ser potencialmente citotóxico.
Descritores: Antibacterianos
Antifúngicos
Fabaceae
Fibroblastos
Medicina Tradicional
Senna (Planta)/citologia
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-782971
Autor: VENTURA, A.C.S.S.; da SILVA, C.B.; SIMIONATTO, E.; BURCI, L.M.; de OLIVEIRA, M.; DALARMI, L.; MIGUEL, O.G.; MIGUEL, M.D..
Título: Efeito fitotóxico do óleo volátil de Cleome guianensis Aubl. sobre o crescimento inicial de Senna occidentalis L. / Phytotoxic effect of Cleome guianensis Aubl. on the initial growth of Senna occidentalis L.
Fonte: Rev. bras. plantas med;18(1,supl.1):349-355, 2016. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Aleloquímicos são substâncias liberadas por certas espécies vegetais no ambiente que influenciam a germinação e o desenvolvimento de outras plantas. O objetivo desse estudo foi avaliar o potencial fitotóxico de Cleome guianensis Aubl., bem como determinar o grau de estresse oxidativo causado em Senna occidentalis L. Para isso, o óleo das folhas de C. guianensis, nas concentrações 0,5 µg/mL, 1,0 µg/mL, 2,5 µg/mL e 5,0 µg/mL, em solução de 5 ml foi testado em bioensaios de germinação e de crescimento da raiz primária e do hipocótilo de S. occidentalis. Os indivíduos de S. occidentalis foram macerados, homogeneizados e submetidos a ensaios de quantificação da catalase, peroxidase, SOD e de peroxidação lipídica. Os resultados indicam que todas as concentrações do óleo volátil causaram um efeito negativo sobre a germinação e crescimento de S. occidentalis. Na concentração 5,0 µg/mL, houve 56% de inibição da germinação e 83% de inibição de crescimento do hipocótilo. Ainda, o óleo aumentou a atividade das enzimas induzidas pelo estresse oxidativo catalase, peroxidase e superóxido dismutase (SOD). Quanto à peroxidação lipídica, o óleo nas concentrações 1,0 µg/mL, 2,5 µg/mL e 5,0 µg/mL aumentou a produção de malondialdeído. Sendo assim, conclui-se que C. guianensis apresenta aleloquímicos que influenciam na germinação e no crescimento de S. occidentalis, além de aumentar a atividade das enzimas catalase, peroxidase, SOD e a produção de malondialdeído em S. occidentalis. Dessa forma, sugere-se a realização de estudos sobre o perfil químico do óleo a fim de descobrir as substâncias responsáveis por tais resultados e consolidar o potencial fitotóxico de C. guianensis.

ABSTRACT Allelochemicals inhibit the germination and growth of other plants. The purpose of this study was to assess the phytotoxic potential of Cleome guianensis Aubl., as well as determine the degree of oxidative stress caused in Senna occidentalis L. For this purpose, oil from the leaves of C. guianensis in concentrations of 0.5 µg/mL, 1.0 µg/mL, 2.5 µg/mL, and 5.0 µg/mL were tested in bioassays on the germination and growth of S. occidentalis. Specimens of S. occidentalis were macerated, homogenized, and submitted to catalase, peroxidase, superoxide dismutase (SOD), and lipid peroxidation quantification tests. Results showed that all concentrations of the volatile oil had a negative effect on S. occidentalis germination and growth. In the 5.0 µg/mL concentration, the oil inhibited 56% of germination and 83% of hypocotyl growth. In addition, the oil increased the activity of the enzymes induced by oxidative stress: catalase, peroxidase, and superoxide dismutase SOD. For lipid peroxidation, the oil in the 1.0 µg/mL, 2.5 µg/mL and 5.0 µg/mL concentrations increased the production of malondialdehyde. In addition, C. guianensis presents allelochemicals that influence the germination and growth of S. occidentalis, also enhancing activity of the catalase, peroxidase, and SOD enxymes, as well as malondialdehyde production in S. occidentallis. Hence, further studies of the chemical profile of this oil should be performed in order to discover which allelochemicals are responsible for these results and consolidate the phytotoxic potential of C. guianensis.
Descritores: Alelopatia
Cleome/química
Senna (Planta)/classificação
-Estresse Oxidativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Id: lil-715470
Autor: Fernandez-Pacella, Lionel.
Título: Morfología polínica de especies del género Senna (Fabaceae) del Sureste del Iberá, Corrientes, Argentina / Pollen morphology of species of genus Senna (Fabales: Fabaceae) in Southeast Ibera, Corrientes, Argentina
Fonte: Rev. biol. trop;62(2):769-782, Jun.-Aug. 2014. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: The system of Ibera lake and marshes in the Province of Corrientes, covers an area of approximately12 000km², and is considered one of the most important wetlands in Latin America. Given the wide diversity oftropical communities in this area, it is important to generate new information about the different species of this ecosystem, through pollen morphology, as lake sediments favor the pollen grains conservation. With the aim to promote future research on systematics, vegetation history and melissopalynology of this region, this study attempted to describe the pollen morphology of the well represented genus Senna. For this, we conducted 5-8 days collection trips in Southeast Ibera, on a monthly basis between 2009 and 2011. Based on the plants collected, the literature review and databases from the herbarium of the Botanical Institute of Northeast Argentina, we developed a list of species for the Province of Corrientes. For the pollen morphology, we manually took at least three flower buds per flower in the sampled sites, and for those species not sampled in the field, samples were obtained from the IBONE herbarium. Palynological material preparation was carried out by a modified tech nique of Erdtman acetolysis. The palynological descriptions considered the polar and equatorial diameter, exine thickness, openings and sculptural elements. Our results showed that Senna genus is euripalynic, composed of 3-colporate pollen grains, small to medium size, radiosymmetric, isopolar, oblates-spheroidals to prolates, subcircular field, subtriangular to triangular and long colpis. We described for the first time, the pollen morphology of 17 species of the genus Senna for this area, and recognized two groups considering endoapertures: lalongates and circular. The list of species belonging to the genus Senna presented here could be considered in restoration and recovery plans. A major constraint for the correct interpretation of the environmental changes impacts in vegetation, whether of climatic and/or anthropogenic origin, is the knowledge of pollen morphology of tropical species. A palynological database is of high value for the interpretation and determination of plant species.

El sistema de esteros y lagunas del Iberá, en la provincia de Corrientes abarcan aproximadamente 12 000km² de superficie y es considerado uno de los humedales más importantes de Latinoamérica. Dada la gran diversidad de las comunidades tropicales en esta área, es importante generar nueva información sobre las diferentes especies de este ecosistema, a través de la morfología del polen, ya que los sedimentos lacustres constituyen un medio ácido, pobre en oxígeno y favorable a la conservación de granos de polen que se depositan en su superficie. Con el objetivo de promover futuras investigaciones sobre la sistemática, historia de la vegetación y melisopalinología de esta región, el estudio trató de describir la morfología polínica del género Senna, que se halla bien representado en la zona. Se elaboró un listado de especies pertenecientes a la Provincia de Corrientes. Este listado se realizó mediante recolectas botánicas realizadas en el Sureste del Iberá, durante 5 a 8 días de cada mes entre 2009 y 2011, adicionalmente, se consultó literatura especializada y bases de datos de herbario del Instituto de Botánica del Nordeste Argentino. En cuanto al estudio morfológico del polen, se tomaron manualmente los botones florales de ejemplares en la zona de estudio. Para aquellas especies que no pudieron ser muestreadas en campo, se precisó de la toma de botones florales del herbario del IBONE. La preparación del material palinológico se llevó a cabo por la técnica modificada de acetólisis de Erdtman. Las descripciones palinológicas consideran el diámetro polar y ecuatorial, grosor de la exina, aberturas y elementos esculturales. Los resultados muestran que el género Senna es euripolínico, compuesto de granos 3-colporados pequeños a medianos, radiosimétricos, isopolares, oblatos-esferoidales a prolatos, ámbito subcircular, subtriangular a triangular; colpos largos. Aquí, se describen por primera vez para la zona, la morfología polínica de 17 especies del género Senna, del sureste del sistema Iberá, reconociéndose dos grupos teniendo en cuenta endoaperturas: lalongadas y circulares. El listado de especies pertenecientes al género Senna presentado en este trabajo debe ser considerado en las actividades de restauración y recuperación de los diferentes tipos de vegetación. Una limitación importante para la correcta interpretación del impacto de las variaciones ambientales en la vegetación, ya sean climáticas y/o antropogénicas, es el conocimiento de la morfología polínica de las especies tropicales, por lo tanto, se debe contar con una base de datos palinológica a nivel morfológico que ayude a la interpretación y determinación de especies vegetales.
Descritores: Pólen/ultraestrutura
Senna (Planta)/classificação
-Argentina
Microscopia Eletrônica de Varredura
Senna (Planta)/ultraestrutura
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  9 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Barros, Claudio S. L
Texto completo
Id: lil-709858
Autor: Carvalho, Amanda Q. de; Carvalho, Nilton M; Vieira, Gustavo P; Santos, Ariany C. dos; Franco, Gumercindo L; Pott, Arnildo; Barros, Cláudio S. L; Lemos, Ricardo A. A.
Título: Intoxicação espontânea por Senna obtusifolia em bovinos no Pantanal Sul-Mato-Grossense / Spontaneous poisoning by Senna obtusifolia in cattle of the southern Pantanal
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;34(2):147-152, fev. 2014. ilus, tab.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Descreve-se um surto de intoxicação por Senna obtusifolia em bovinos no estado de Mato Grosso do Sul, na região do Pantanal. Em um lote de 313 novilhas, 165 adoeceram e morreram (coeficientes de morbidade de 52,7% e de letalidade de 100%). Os bovinos permaneceram no piquete infestado pela planta por 37 dias. Os sinais clínicos consistiram em relutância em movimentar-se, andar trôpego (incoordenação), decúbito esternal permanente, diminuição do tônus de língua, estado comportamental em alerta, mioglobinúria caracterizada por urina castanho-escuro e fezes ressecadas com ou sem muco (ocasionalmente diarreicas com estrias de sangue). As principais alterações macroscópicas observadas nos 12 bovinos necropsiados estavam nos músculos esqueléticos dos membros pélvicos e foram caracterizadas por graus variáveis de palidez nos grupos musculares. Histologicamente, a lesão mais relevante encontrada foi degeneração e necrose segmentar multifocal nos músculos estriados esqueléticos (miopatia degenerativa tóxica multifocal polifásica). O diagnóstico da intoxicação baseou-se na epidemiologia (massa de forragem e de planta tóxica, análise da lotação do piquete e análise da precipitação pluviométrica), no quadro clínico dos animais e nos achados de necropsia e histopatologia.

Senna sp. poisoning in livestock has been reported in several occasions in Brazil usually from southern Brazil and involving S. occidentalis as the culprit. The objective of this study is to report the occurrence of an outbreak of S. obtusifolia poisoning in cattle in the Pantanal Region of Mato Grosso do Sul, Brazil. In a herd of 313 heifers, 165 were affected and died (morbidity rate of 52.7% and lethality rate of 100%). The 313 heifers remained in the paddock infested by S. obtusifolia for 37 days. Clinical signs consisted of reluctance to move, incoordination, permanent sternal recumbency, decrease in the tonus of the tongue, alertness, myoglobinuria characterized by dark brown urine, and dry stools with or without mucus; or occasionally diarrhea with streaks of blood. The main gross findings in 12 necropsied cattle were in the skeletal muscles of the hind limbs, and were characterized by varying degrees of paleness of muscle groups. Histologically, the most relevant lesion was segmental multifocal degeneration and necrosis in striated skeletal muscles (multifocal lypolyphasic toxic degenerative myopathy). The epidemiological, clinical and pathological data allowed to conclude for the diagnosis of poisoning by S. obtusifolia in this outbreak.
Descritores: Bovinos
Doenças Musculares/veterinária
Intoxicação por Plantas/veterinária
Senna (Planta)
-Autopsia/veterinária
Fabaceae/toxicidade
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 33 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-705097
Autor: Severo, A. A. L; Souza, T. P; Rolim, L. A; Soares Sobrinho, J. L; Medeiros, F. P. M; Rolim Neto, P. J.
Título: Otimização das condições de extração de senosídeos por soluções hidroetanólicas das folhas de Senna alexandrina MILL empregando planejamento fatorial / Optimization of conditions for hydroethanolic extractionof sennosides From Senna alexandrina MILL leaves employing factorial design
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;34(4), dez. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Senna alexandrina MILL é um arbusto alto, originário da Arábia, amplamente cultivado na Índia e largamente utilizado como laxativo na constipação aguda e em casos em que a defecação é aconselhável, como após intervenção cirúrgica antes ou depois de operação abdominal, sendo empregado na forma de pós, xaropes, comprimidos e cápsulas. Como estas formulações geralmente são preparadas à partir de derivados do extrato líquido, torna-se fundamental para a qualidade e eficácia que este tenha seu processo de extração otimizado. O presente trabalho teve por objetivo determinar as melhores condições de extração, por soluções hidroetanólicas, das folhas de Senna alexandrina, empregando planejamento fatorial completo com ponto central 23 (três fatores e dois níveis) onde os níveis dos fatores foram codificados como -1 (baixo), 0 (ponto central) e 1 (alto), e metodologia de superfícies de respostas, para avaliar a influência do solvente, da quantidade de planta e do método de extração sobre o teor de derivados hidroxiantracênicos expressos em senosídeo B (SB) e sobre o resíduo seco (RS) nos extratos líquidos preparados. Foram realizados planejamentos experimentais completos, sendo um realizado pelo deslocamento dos níveis, após a análise do primeiro planejamento. Após a análise da superfície de resposta do planejamento com os níveis deslocados encontrou-se a faixa de melhor extração dos derivados hidroxiantracênicos expressos em senosídeo B com a melhor relação SB/RS, utilizando o solvente etanol/água a 60% V/V, 15 gramas da planta, e extração com aquecimento e agitação.

Senna alexandrina Mill is an erect shrub, native toArabia but widely cultivated in India, that is widely employed as a purgative for acute constipation and when defecation is advisable, such as before or after abdominal surgery. It is used in the form of powder, syrup, tablets and capsules. As these formulations are typically prepared from derivatives of the liquid extract, it is crucial for both quality and efficiency that the extraction process is optimized. The aim of this study was to establish optimal conditions for hydroethanolic extraction of Senna alexandrina leaves, by employing a 23 full factorial experimental design with a central point (three factors and two levels), where the factor levels were coded as -1 (low), 0 (central point) and 1 (high), and response surface methodology, to assess the influence of the solvent, the amount of plant and the extraction method on the yield of hydroxyanthracene derivatives, expressed as sennoside B (SB), and on the dry matter (DM) in the prepared liquid extracts. Full factorial runs were conducted, one being carried out with the levels adjusted following the analysis of the first design. Upon the assessment of the response surface with adjusted levels, the optimum range for extraction of hydroxyanthracene derivatives, expressed as SB, was determined. The best SB/DM ratio was achieved byusing 60% (v/v) ethanol/water solvent, 15 g of the plantand extraction with heating and stirring.
Descritores: Extratos Vegetais
Plantas Medicinais
Senna (Planta)
-Fitoterapia
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde