Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.456.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 48 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 48 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-879626
Autor: Bucciarelli, Alejandro; Lofiego, Agustín; Bensack, Iván; Rihl, Camila; Skliar, Mario.
Título: Actividad Gastroprotectora de Araujia sericifera Brot. var. hortorum (E.Fourn.) especie vegetal sudamericana de uso medicinal / Gastroprotective activity of Araujia sericifera Brot. var. hortorum (E.Fourn.), a south american plant species of medicinal use
Fonte: Rev. Asoc. Med. Bahía Blanca;27(1):30-36, enero-marzo de 2017.
Idioma: es.
Resumo: Se evaluó la actividad gastroprotectora del decocto obtenido de las hojas de Araujia sericifera Brot. var hortorum (E.Fourn.) Malme (Apocynaceae), especie vegetal sudamericana de interés medicinal que se desarrolla en el sudoeste bonaerense, utilizando un modelo de inducción de úlceras gástricas con etanol en ratones. Se determinó la capacidad atrapadora de radicales libres mediante el método del 2,2'-difenil-1-picrilhidrazilo (DPPH). Se realizó un tamizaje fitoquímico para detectar la presencia de compuestos que podrían ser responsables de la actividad farmacológica de la planta. Los ensayos demostraron que el decocto de la planta, administrado por vía oral en dosis de 100, 450 y 900 mg/kg, ejerció una significativa actividad protectora frente al daño gástrico inducido (P<0,05). Se detectó una actividad atrapadora de radicales libres de 89,3%, superior a la sustancia de referencia (BHT). El estudio fitoquímico reveló la presencia de sustancias antioxidantes tales como polifenoles y flavonoides, entre otros constituyentes. Es sabido que estos compuestos ejercen efectos protectores en diferentes modelos experimentales de inducción de úlceras a través de mecanismos que involucran la neutralización de radicales libres, lo que podría explicar, al menos en parte, la actividad gastroprotectora de la planta. Estos resultados promisorios avalan un estudio químico y farmacológico más profundo de A. sericifera como una posible fuente de compuestos antiulcerosos.

The gastroprotective activity of the decoction from the leaves of Araujia sericifera Brot. var. hortorum (E.Fourn.) Malme (Apocynaceae), a native South American plant species of medicinal interest growing in South West Buenos Aires, was evaluated in an ethanol-induced gastric ulcer model in mice. The free radical scavenging activity of the plant was determined using the 2,2'-diphenyl-1-picrylhydrazyl (DPPH) method. Phytochemical screening was carried out in order to determine the presence of compounds that could be responsible for the pharmacological effects of the plant. The assays demonstrated that the decoction, orally administered at 100, 450, and 900 mg/kg doses, exerted a significant protective activity against gastric injury (P<0,05). A free radical scavenging activity of 89.3% -higher than the reference substance (BHT)- was detected. Phytochemical screening revealed the presence of antioxidant substances such as phenolic compounds and flavonoids, among other constituents. It is known that these compounds exert protective effects in different experimental models of ulcer induction that involves free radical neutralization, which could explain, at least in part, the gastroprotective activity of the plant. These promising results support a deeper chemical and pharmacological study of A. sericifera as a potential source of antiulcerogenic compounds.
Descritores: Plantas Medicinais
Apocynaceae
-Úlcera Gástrica
Doenças do Sistema Digestório
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: AR393.1 - Centro de Información y Documentación Dr H. Urquiola


  2 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964568
Autor: Scalon, Silvana de Paula Quintão; Kodama, Fávia Mitsuko; Dresch, Daiane Mugnol; Mussury, Rosilda Mara; Pereira, Zefa Valdivina.
Título: Gas exchange and photosynthetic activity in Hancornia speciosa gomes seedlings under water deficit conditions and during rehydration / Trocas gasosas e atividade fotossintética em mudas Hancornia speciosa Gomes sob estresse hídrico e durante a reidratação
Fonte: Biosci. j. (Online);31(4):1124-1132, july/aug. 2015.
Idioma: en.
Resumo: Considering the wide distribution of Hancornia speciosa Gomes in the Brazilian savanna, environment with irregular distribution of rainfall, it is believed that their seedlings can be cultivated for a few days under water restriction, information that can stimulate the use of this species in restoration or planting for sustainable exploration programs. The present study evaluated the gas exchange and photosynthetic activities of H. speciosa seedlings and examined their tolerance to water deficit and their metabolic recovery after rehydration. We evaluated the photosynthetic rate, internal carbon concentration, transpiration rate, stomatal conductance, water-use efficiency, photosystem II quantum efficiency (Fv/Fm), instantaneous carboxylation efficiency, chlorophyll index, and recuperation potential of H. speciosa seedlings after rehydration. Twelve month-old seedlings were used and maintained at 70% of their soil water retention capacity. Data was collected 7, 10, 12, 14, 16, 18, 20, 23, 31, 33, 35, 37, 42, 44, 46, and 48 days after suspending irrigation; irrigation was reinitiated when the photosynthetic rate approached zero. Water deficit conditions reduced all of the parameters evaluated except the chlorophyll index; stressed seedlings required 42 days for the photosynthetic rate to reach zero, but photosynthetic equilibrium was reestablished just five days after rehydration. This temporary water deficiency did not cause any permanent deleterious effects on the photosynthetic apparatus of the seedlings.

Considerando a ampla distribuição de Hancornia speciosa Gomes no cerrado, ambiente com distribuição irregular de chuvas, acredita-se que suas mudas podem ser cultivadas por alguns dias sob restrição hídrica, informações que podem estimular o uso desta espécie em restauração ou plantio para programas de exploração sustentável. O presente estudo avaliou as trocas gasosas e atividade fotossintética das mudas de H. speciosa e sua tolerância à deficiência hídrica e recuperação metabólica após a reidratação. Avaliou-se a taxa fotossintética, a concentração interna de carbono, a taxa de transpiração, condutância estomática, eficiência do uso da água, eficiência quântica do fotossistema II (Fv/Fm), eficiência instantânea de carboxilação, índice de clorofila, e potencial de recuperação das mudas de H. speciosa após a reidratação. Foram usadas mudas de doze meses de idade, que foram mantidas sob 70% da capacidade de retenção de água do solo. Os dados foram coletados aos 7, 10, 12, 14, 16, 18, 20, 23, 31, 33, 35, 37, 42, 44, 46 e 48 dias após a suspensão da irrigação, que foi reiniciada quando a taxa fotossintética aproximou-se de zero. A condição de déficit hídrico reduziu todos os parâmetros avaliados, exceto o índice de clorofila; mudas estressadas necessitam 42 dias para que a taxa fotossintética chegue a zero, mas o equilíbrio fotossintético é restabelecido cinco dias após a reidratação. Essa deficiência de água temporária não causou efeitos deletérios permanentes no aparato fotossintético das mudas.
Descritores: Fotossíntese
Clorofila
Pradaria
Apocynaceae
Desidratação
Hidratação
-Árvores
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  3 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Albuquerque, Manoel Bandeira de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966276
Autor: Alves, Magnólia Martins; Albuquerque, Manoel Bandeira de; Pereira, Walter Esfrain; Lucena, Maria de Fátima de Araújo; Azevedo, João Pedro da Silva.
Título: Morpho-physiological analyses of Allamanda blanchetii A. DC. seedlings under water deficit / Análises morfo-fisiológicas em plantas de Allamanda blanchetii A. DC sob déficit hídrico
Fonte: Biosci. j. (Online);33(5):1134-1143, sept./oct. 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: The Allamanda blanchetii belongs to the Apocynaceae family, being an ornamental species popularly known as allamanda-roxa and is endemic to the Caatinga. The aim of this research was to evaluate the growth, gas exchange, relative water content, and stomatal density of A. blanchetii under water stress conditions. The experimental design was completely randomized with six levels of the maximum water holding capacity (MWHC) (100%, 80%, 60%, 40%, and 20%) with eight replications. Weekly, it was performed the evaluations of plant height and number of leaves. The results for water stress treatment in the A. blanchetii plants show that they develop better in the water levels of 100% and 80% of the MWHC, without presenting significant morphological and physiological changes. In turn, 20% of the MWHC does not allow the survival of the A. blanchetii plants. The water restriction negatively interfered in the gas exchange in the treatment of 60% and 40% of the MWHC. Therefore, it can be concluded that the A. blanchetii plants grow satisfactorily in 100% and 80% of the MWHC, ensuring the growth and survival during the drought period. The water availability to which the plants were submitted does not influence the total chlorophyll and relative water content of leaves. Gas exchanges are adversely affected at levels of water availability below 80% of the MWHC.

Allamanda blanchetii pertence à família Apocynaceae, é uma espécie ornamental, conhecida popularmente como allamanda-roxa, endêmica da Caatinga. O objetivo da pesquisa foi avaliar o crescimento, trocas gasosas, conteúdo relativo de água e densidade estomática de A. blanchetii sob condições de estresse hídrico. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com seis capacidade máxima de retenção de água tratamentos hídricos (100%, 80%, 60%, 40% e 20%) com oito repetições. Os resultados obtidos sobre o déficit hídrico aplicado, as plantas de A. blanchetii se desenvolvem com níveis de água de 100% e 80% da CMRA, sem apresentar modificações morfológicas e fisiológicas significativas enquanto que com de 20% da CMRA não houve a sobrevivência de plantas. A restrição hídrica interferiu negativamente nas trocas gasosas, nos tratamentos de 60% e 40% CMRA. Portanto pode-se concluir que as plantas de A. blanchetii crescem satisfatória sob 100% e 80% CMRA garantindo a sua sobrevivência e crescimento durante a seca. A clorofila total e o teor relativo de água na folha das plantas não foram influenciados pelos regimes hídricos a que foram submetidas. As trocas gasosas são negativamente afetadas em níveis de disponibilidade hídrica abaixo de 80% da CMRA.
Descritores: Transpiração Vegetal
Apocynaceae/crescimento & desenvolvimento
Desidratação
Secas
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  4 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965514
Autor: Prudente, Débora de Oliveira; Paiva, Renato; Nery, Fernanda Carlota; Máximo, Wesley Pires Flausino; Silva, Luciano Coutinho.
Título: Indirect in vitro organogenesis of Hancornia speciosa Gomes / Organogênese indireta in vitro de Hancornia speciosa Gomes
Fonte: Biosci. j. (Online);32(3):721-729, may/june 2016. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Hancornia speciosa Gomes is a fruit species belonging to the Apocynaceae family and holds social, cultural and economic potential mostly due to its use in composition of many food industry products and the consumption its fruits in natura. Several aspects regarding their propagation need further studies, since the species is undergoing a continuous process of domestication. The objective was to obtain an in vitro protocol for indirect organogenesis and rooting with subsequent acclimatization of H. speciosa plants. To obtain indirect organogenesis, internodal segments were inoculated in WPM culture medium gelled with 7 g L-1 agar, added with 30 g L-1 sucrose, 0.4 g L -1 PVP, and supplied with different concentrations of 2,4-D (0.0; 2.46; 7.38; 12.30; and 17.22 µM), BAP (0.0; 4.92; 9.84; 14.76; and 19.68 µM), and TDZ (0.0; 4.92; 9.84; 14.76; and 19.68 µM). For the in vitro rooting, shootings with approximately 6.0 cm diameter length kept for 15 days in WPM medium with no plant growth regulator and, afterwards, subjected to treatments with different auxins (Control; 9.84 µM IBA; 9.84 µM NAA; and 9.84 µM IAA) as well as the combination among them, in order to verify their effects on percentage of rooting (%), number of roots, and average length of the largest root (cm). The formation of calluses was observed in all explants subjected to the concentrations of the regulators tested. The highest shooting regeneration occurred with 7.38 µM 2,4-D (73%). The highest percentage of shoot rooting (80%) and roots with the largest length (1.3 cm) were found in the culture medium with the combination of 4.92 µM NAA and 4.92 µM IBA. The in vitro regeneration of H. speciosa is feasible. The acclimatization of rooted shoots in Trospstrato® was accomplished with successful and 100% survival of plant material was observed during this stage.

Hancornia speciosa Gomes é uma frutífera pertencente à família Apocynaceae e possui grande potencial social, cultural e econômico, principalmente devido à utilização de seus frutos na composição de diversos produtos do setor alimentício e para consumo in natura. Vários aspectos de sua propagação necessitam de maiores estudos, uma vez que a espécie passa por um contínuo processo de domesticação. Objetivou-se obter um protocolo de organogênese indireta e de enraizamento in vitro, com posterior aclimatização das plantas de H. speciosa. Para a obtenção de organogênese indireta, segmentos internodais foram inoculados em meio de cultivo WPM gelificado com ágar 7 g L-1, acrescido de 30 g L-1 de sacarose, 0,4 g L-1 de PVP e suplementado com diferentes concentrações de 2,4-D (0,0; 2,46; 7,38; 12,30 e 17,22 µM), BAP (0,0; 4,92; 9,84; 14,76 e 19,68 µM) e TDZ (0,0; 4,92; 9,84; 14,76 e 19,68 µM). Para o enraizamento in vitro, foram utilizadas brotações com aproximadamente 6,0 cm de comprimento, mantidas por 15 dias em meio WPM isento de fitorreguladores e, em seguida, submetidas a tratamentos com diferentes auxinas (Controle; 9,84 µM de AIB; 9,84 µM de ANA e 9,84 µM de AIA), bem como as combinações entre estes reguladores (4,92 µM AIA + 4,92 µM AIB; 4,92 µM ANA + 4,92 µM AIB; 4,92 µM ANA + 4,92 µM AIA). Foi observada formação de calos em todos os explantes submetidos às concentrações dos reguladores testados. A maior regeneração de brotação ocorreu com 7,38 µM de 2,4-D (73%). Maior porcentagem de enraizamento das brotações (80%) e raízes com maior comprimento (1,3 cm) foi verificada em meio de cultivo contendo a combinação de 4,92 µM de ANA e 4,92 µM de AIB. É possível a regeneração in vitro de H. speciosa. A aclimatização foi realizada com sucesso, com 100% de sobrevivência das plantas.
Descritores: Técnicas In Vitro
Pradaria
Apocynaceae
Organogênese Vegetal
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  5 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965371
Autor: Dresch, Daiane Mugnol; Jeromini, Tatiane Sanches; Scalon, Silvana de Paula Quintão; Mussury, Rosilda Mara; Masetto, Tathiana Elisa; Pereira, Zefa Valdivina.
Título: Germination and dessication of Hancornia speciosa Gomes seeds / Germinação e secagem de sementes de Hancornia speciosa Gomes
Fonte: Biosci. j. (Online);32(2):496-504, mar./abr. 2016. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this work was describe the germination and evaluate the desiccation and reduction in desiccation sensitivity of Hancornia speciosa Gomes seeds. Initially, we evaluated the germination characteristics and morphophysiological aspects of seedlings. The seeds in the first experiment were subjected to fast desiccation (activated silica gel) and slow desiccation (laboratory conditions) until the water content reached 40%, 30%, 20%, and 15% ± 2%. To reduce the desiccation sensitivity, in the second experiment, the seeds were soaked in polyethylene glycol (PEG) at potentials of -0.1 and - 0.3 MPa for 120 h, with or without abscisic acid (ABA) (10-4µM), and subsequently subjected to fast desiccation until a water content of 15% was reached, based on the results from the first experiment. The seed vigor in both experiments was evaluated by the primary root protrusion tests, percentage of normal seedlings, germination speed index, length and mass (shoot, underground, and total). Seedlings of H. speciosa feature a stem-like xylopodium structure. The seeds were tolerant to water reduction up to 15% by fast desiccation and 30% by slow desiccation. Moreover, priming was not efficient in reducing the desiccation sensitivity of H. speciosa seeds.

Objetivou-se neste trabalho descrever a germinação e avaliar a secagem e a redução da sensibilidade à dessecação em sementes de Hancornia speciosa Gomes. Inicialmente, foi realizada a descrição das características de germinação e aspectos morfofisiológicos das plântulas. Para primeiro experimento, as sementes foram submetidas à secagem rápida (sílica gel ativada) e à secagem lenta (condições de ambiente de laboratório) até atingirem os teores de água de 40, 30, 20 e 15 ± 2%. Na tentativa da redução da sensibilidade à dessecação em um segundo experimento, as sementes foram embebidas em polietileno glicol (PEG) nos potenciais de -0,1 e -0,3 MPa por 120 horas associados ou não ao ácido abscísico (ABA) (10-4M) e posteriormente submetidas a secagem rápida no teor de água de 15%, de acordo com os resultados do primeiro experimento. O potencial fisiológico das sementes, em ambos os experimentos, foi avaliado por meio dos testes de protrusão da raiz primária, porcentagem de plântulas normais, índice de velocidade de germinação, comprimento e massa seca de plântulas (parte aérea, sistema subterrâneo e total). As plântulas de H. speciosa apresentam xilopódio de estrutura caulinar. As sementes toleram a redução do teor de água até 15% na secagem rápida e de 30% para secagem lenta. O condicionamento osmótico não foi eficiente para reduzir a sensibilidade à dessecação de sementes de H. speciosa.
Descritores: Polietilenoglicóis
Sementes
Ácido Abscísico
Germinação
Apocynaceae
Dessecação
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  6 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-914325
Autor: Freitas, Maria Kássia Carneiro de(edt); Coimbra, Ronaldo Rodrigues(edt); Aguiar, Gabriel Barros(edt); Aguiar, Carlla Brendha Neves(edt); Chagas, Davi Borges das(edt); Ferreira, Wagner de Mello(edt); Oliveira, Rafael José de(edt).
Título: Variabilidade fenotípica e caracterização morfológica de uma população natural de Hancornia speciosa Gomes / Phenotypic variability and morphologic characterization of a natural population of Hancornia speciosa Gomes
Fonte: Biosci. j. (Online);28(5):833-841, sept./oct 2012. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho teve como objetivo caracterizar morfologicamente e estimar a variabilidade fenotípica em uma população natural de Hancornia speciosa Gomes em Porto Nacional - TO. Foram avaliadas características da planta, frutos e sementes, utilizando-se estatística descritiva, análise de componentes principais e análise de agrupamento com base no Método da Ligação Média entre Grupos - UPGMA, adotando como medida de dissimilaridade, a distância Euclidiana Média Padronizada. Observou-se considerável variabilidade na população em relação à altura da ramificação principal, volume de copa, massa de sementes, massa do fruto, massa da polpa e número de sementes. A população possui variabilidade suficiente para ser utilizada em programas de melhoramento genético e tem potencial para ser utilizada em atividades de extrativismo e agroindústria.

The study aimed to characterize morphologically and to estimate the phenotypic variability in a natural population of Hancornia speciosa in Porto Nacional - TO. Were evaluated characteristics of plant seeds, using descriptive statistics, principal component analysis (PCA) and cluster analysis method based on Unpaired Group Method of Average (UPGMA), adopting as a measure of dissimilarity the standardized average euclidian distance. There was considerable variability in the population relative to the height of the main branch, canopy volume, seed mass, fruit mass, pulp mass and seed number. The population has sufficient variability to be used in breeding programs and has the potential to be used in agribusiness and extractive activities.
Descritores: Apocynaceae
Melhoramento Genético
Variação Biológica da População
-Agroindústria
Responsável: BR396.4


  7 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-948647
Autor: Geraldo Neto, Severino Antonio; Martins Melo, Marília; Soto Blanco, Benito.
Título: Efeitos farmacológicos e toxicidade das plantas do gênero Marsdenia. Uma Revisão / Pharmacological effects and toxicity of Marsdenia plants. A review
Fonte: Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal;10(4):809-819, 2016.
Idioma: pt.
Resumo: As plantas do gênero Marsdenia, família Apocynaceae (Asclepiadoideae), apresentam distribuição mundial, embora se encontre predominantemente nas regiões tropicais. Diversas espécies de Marsdenia são usadas na medicina tradicional asiática para o tratamento de dores reumáticas, inflamação, asma, sífilis e câncer. Vários estudos fitoquímicos mostraram que elas contêm glicosídeos esteroides, principalmente derivados de pregnano, mas também alcaloides esteroides, triterpenos e conduritoles. No entanto, casos espontâneos de intoxicação ocorreram em diversas espécies animais, e podem ocorrer em humanos. Assim, as plantas do gênero Marsdenia apresentam enorme potencial para descoberta de novos compostos para uso como medicamentos.
Descritores: Plantas Medicinais/toxicidade
Marsdenia
-Brasil
Apocynaceae
Compostos Fitoquímicos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-911830
Autor: Moura, Nara Fernandes; Chaves, Lázaro José; Vencovsky, Roland; Naves, Ronaldo Veloso; Aguiar, Ananda Virgínia de; Moura, Mara Fernandes.
Título: Genetic structure of mangaba (Hancornia speciosa Gomes) populations in the cerrado region of central Brazil / Estrutura genética de subpopulações de mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) no cerrado do Brasil central
Fonte: Biosci. j. (Online);27(3):473-481, may./jun. 2011.
Idioma: en.
Resumo: Mangaba tree (Hancornia speciosa Gomes) is a fruit species with great potential for commercial exploitation, found in most regions of Brazil and highly frequent in the Cerrado biome. Information on the genetic variability in this biome is scarce. This study aimed at characterizing the genetic structure of eight populations found in the states of Goiás, Bahia and Minas Gerais by using RAPD markers. Genetic variability was assessed by the analysis of variance on molecular data. A significant proportion of genetic variance was found among populations, corresponding to 19.6 % of the total variation. The correlation between the matrices of geographic and genetic distances was not significant, indicating that there is no spatial structure of the genetic variability among the populations, for the RAPD marker loci used here. The high variability suggests that a strategy for in situ, as well as ex situ conservation, must be based on sampling a large number of local populations.

A mangabeira (Hancornia speciosa Gomes) é uma espécie frutífera com grande potencial para exploração econômica, encontrada em várias regiões do Brasil, sendo freqüente no bioma Cerrado. Informações sobre a variabilidade genética das populações existentes neste bioma são escassas. Este estudo teve como objetivo caracterizar a estrutura genética de oito populações situadas nos Estados de Goiás, Bahia e Minas Gerais por meio de marcadores RAPD. A estrutura da variabilidade genética foi avaliada utilizando-se a análise de variância de dados moleculares. Uma proporção significativa da variância genética foi encontrada entre populações, correspondendo a 19,6 % da variação total. A correlação entre as matrizes de distâncias geográficas e genéticas não foi significativa, indicando que não existe estruturação espacial da variabilidade genética entre populações, para os locos marcadores RAPD utilizados. A alta variabilidade sugere que estratégias para conservação in situ, bem como ex situ, devem ser baseadas em amostragem de um grande número de populações locais.
Descritores: Cultivos Agrícolas
Apocynaceae
Biota
Variação Genética
-Análise de Variância
Responsável: BR396.4


  9 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-881664
Autor: Gwatidzo, Luke; Dzomba, Pamhidzai; Mangena, Mkululi.
Título: TLC separation and antioxidant activity of flavonoids from Carissa bispinosa, Ficus sycomorus, and Grewia bicolar fruits
Fonte: Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr;43:1-7, Mar. 2018. tab, ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: Carissa bispinosa, Ficus sycomorus, and Grewia bicolar are edible fruit plants that grow in the wild. The plants produce yellow-, red-, and purple-colored fruits and thus can be good sources of flavonoids for fighting oxidative reactions in humans, food, and the pharmaceutical industry. The present study aimed at isolating flavonoids from C.bispinosa, F. sycomorus, and G. bicolar fruits and determining their antioxidant activity using the 2, 2-diphenyl-1-picrylhydrazyl (DPPH) and 2, 2-azino-bis 3-ethylbenz-thiaz-oline-6-sulfonic acid (ABTS) model radical assays. METHODS: Analytical and preparative thin-layer chromatography was used to isolate flavonoids from the fruits using methanol/chloroform/hexane (7:2:1,v/v/v) as a mobile phase system. The ABTS and DPPH radical scavenging methods were used to test for the antioxidant activity of the samples, using quercetin and catechin as reference standards. RESULTS:Thin-layer chromatographic profiling revealed two different types of flavonoids from each plant.C. bispinosa yielded two flavonoid bands, Rfvalues 0.11 and 0.38;G. bicolaryielded two flavonoid bands,Rfvalues 0.63 and 0.81; andF.sycomorus also yielded two types of flavonoids, Rfvalues 0.094 and 0.81. All the extracted flavonoids exhibited significant antioxidant activity of over 80% at a concentration of 200 mg/L. The order of radical scavenging activity for the 200-mg/Lsamples is G. bicolar Rf(0.81) >C. bispinosa Rf(0.113) >F. sycomorus Rf(0.094) >F. sycomorus Rf(0.047) >C. bispinosa Rf(0.38) >G. bicolar Rf(0.63).G. bicolar(Rf= 0.81) exhibited antioxidant activitythat was superior to that of catechin. CONCLUSION:The present study results show that C. bispinosa,F. sycomorus,and G. bicolar contain different flavonoid types with significant antioxidant activity of over 80% at a concentration of 200 mg/L. Therefore, the fruits can be used as a source of natural antioxidants which can be used as nutraceuticals to promote health, as preservatives to delay peroxidation of foods, and as flavoring for packed foods.
Descritores: Antioxidantes/uso terapêutico
Apocynaceae/química
Ficus/química
Flavonoides/análise
Grewia/química
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  10 / 48 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-876335
Autor: Bett, Simone Curvo; Picanço, Nágela Farias Magave; Faria, Rozilaine Aparecida Pelegrine Gomes de; Nascimento, Edgar.
Título: Elaboração e qualidade de iogurte com polpa de mangaba / Elaboration and quality of yogurt with apocynaceae pulp
Fonte: Hig. aliment;31(272/273):120-127, 30/10/2017.
Idioma: pt.
Resumo: A mangaba (Hancornia speciosa) fruto característico do cerrado tem elevado valor nutricional e grande potencial para exploração econômica. O objetivo do trabalho foi produzir iogurte com polpa de mangaba sem aditivos químicos e avaliar suas características físico-químicas, microbiológicas, sensoriais e vida de prateleira. O experimento foi composto por cinco tratamentos variando a concentração (0, 5, 10, 15, 20%) da polpa de mangaba. Foi verificada a aceitabilidade dos tratamentos utilizando escala hedônica de nove pontos, com 100 provadores não treinados. O tratamento com polpa de mangaba que obteve maior aceitação foi caracterizado por análises físico-químicas e determinada a vida de prateleira, a qual foi avaliada por meio do pH, acidez titulável e análises microbiológicas. As análises físico-químicas e microbiológicas foram realizadas nos dias 0, 7, 14, 21, 28 e 35. No 7o e 28o dias foi realizada análise sensorial para verificar a aceitabilidade durante o armazenamento. O tratamento 2, com 5% de polpa foi selecionado pelos degustadores na análise sensorial, e durante o armazenamento, apresentou resultados microbiológicos, pH e acidez dentro dos padrões estabelecidos pela legislação e não houve alteração na aceitabilidade. Conclui-se que o iogurte adicionado de polpa de mangaba a 5% apresentou boa aceitabilidade e características adequadas para o consumo humano.(AU)
Descritores: Apocynaceae
Qualidade dos Alimentos
Armazenamento de Alimentos/normas
Frutas
Iogurte/análise
-Informação Nutricional
Análise Físico-Química
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR908



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde