Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.618.937.555.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 111 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 12 ir para página                         

  1 / 111 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-420516
Autor: Silva Filho, Luis Pereira da; Moreira, Adônis.
Título: Ensacamento de cachos na produção, maturação e qualidade dos frutos de bananeiras cultivadas no Estado do Amazonas / Bag enclose on the yield, ripening period and fruit quality of banana planted in the Amazonas State, Brazil
Fonte: Acta amaz;35(4):407-412, out.-dez. 2005. graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do ensacamento de cachos sobre a produção, período de maturação e qualidade dos frutos das cultivares de bananeiras (Thap maeo, FHIA 18, Nanicão 2001 e Prata Zulu). Empregou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x2, sendo os fatores: as quatro cultivares conduzidos com cachos ensacados e não ensacados em quatro repetições. O ensacamento foi efetuado com sacos de polietileno impregnados com inseticida organofosforado. As variáveis avaliadas foram: intervalo em dias entre a emergência da inflorescência e a colheita; peso do cacho; peso da penca, diâmetro dos frutos; relação polpa/casca; pH; textura e sólidos solúveis. Nas condições edafoclimáticas locais, na média das cultivares, as variáveis intervalo entre a emergência da inflorescência e a colheita dos cachos, diâmetro dos frutos, relação polpa/casca, peso da penca, pH, textura dos frutos e sólidos solúveis não foram significativamente influenciados pela prática do ensacamento de cachos. O ensacamento diminuiu significativamente a produção da cultivar Prata Zulu.
Descritores: Produtos Agrícolas
Embalagem de Produtos
Musa
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-488729
Autor: Gasparotto, Luadir; Pereira, José Clério R; Albertino, Sônia Maria F; Pereira, Mirza Carla N.
Título: Plantio adensado não controla a sigatoka-negra da bananeira / Dense plantation do not control banana black-sigatoka
Fonte: Acta amaz;38(2):189-192, 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Algumas publicações relatam que o adensamento populacional dos bananais reduz a severidade da sigatoka-negra (Mycosphaerella fijiensis). Instalou-se um ensaio com cinco tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos 1.600, 2.000, 2.400, 2.800 e 3.200 plantas.ha-1 da cultivar D'Angola foram instalados em parcelas agrupadas de 2.000 m² cada. O tamanho das parcelas foi fixo e o número de plantas por parcela variou conforme o espaçamento adotado para cada população. A área de 2.000 m² foi dividida em quatro subáreas de 500 m², considerando-as como parcelas. Em cada subárea selecionaram-se 15 plantas centrais para serem avaliadas. Na época do florescimento registraram-se a severidade da doença na folha n.°10 e o número de folhas viáveis. Na colheita, a altura e o diâmetro do pseudocaule e o peso dos cachos, das pencas e dos frutos. A análise conjunta dos dados indica que todos os tratamentos foram semelhantes entre si e que o adensamento das plantas não controlou a sigatoka-negra.

Many publications show that plantations of high density of bananas decrease the severity of black-sigatoka (Mycosphaerella fijiensis). To test this hypothesis it was instaled an experiment with five treatments and four repetitions. The treatments were density plant of 1.600, 2.000, 2.400, 2.800 e 3.200 plant.ha-1. The cultivar planted was D'Angola and each plot had fixed 2.000 m², the number of plants in each plot changed in accordance with the treatment tested. The plots were divided in four subplots of 500 m² where 15 plants located in the center were measured. The evaluation of severity was carried out in the leaf number ten during the flowering period. It was also evaluated the numbers of viable leaves, height, diameter and weight of production (banch, bunches and fruits). The analyses did not show effect of high density in the parameter measured and it was conclued that the treatments tested had not control black-sigatoka.
Descritores: Musa
Controle
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-522390
Autor: Bezerra, Valéria Saldanha; Dias, Jurema do Socorro Azevedo.
Título: Avaliação físico-química de frutos de bananeiras / Physiochemical evaluation of resistant banana fruits
Fonte: Acta amaz;39(2):423-427, 2009. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A produção nacional de banana está comprometida pela atuação da sigatoka-negra (Mycosphaerella fijiensis Morelet) por todo o país, e particularmente no Amapá. Os cultivares Caipira, Thap Maeo, PV03-44, FHIA-01 e FHIA-18, altamente resistentes à doença, e o cultivar suscetível FHIA-21 foram avaliados quanto às características físico-químicas dos frutos, no período de 2003-2004, nas condições edafoclimáticas do Estado do Amapá. O teor médio de umidade dos frutos de banana foi de 74,61 por cento onde FHIA-18 (75,91 por cento) diferiu estatisticamente de Thap Maeo (74,01 por cento), FHIA-21 (73,96 por cento) e de PV03-44 (73,68 por cento). Em relação à matéria seca dos frutos (média de 25,39 por cento), FHIA-18 (24,09 por cento) apresentou valores significativamente menores que PV03-44 (26,32 por cento), FHIA-21 (26,04 por cento) e Thap Maeo (25,99 por cento). Foi observado que as polpas dos cultivares apresentaram natureza ácida (pH 4,8), sendo que PV03-44 (5,1) diferiu estatisticamente de FHIA-18 (4,6). No teor de sólidos solúveis (média de 21,51ºBrix), o cultivar FHIA 21 (24,82ºBrix) diferiu significativamente dos demais. A relação SS/AT (média de 82,90) do cultivar FHIA-21 (99,23) diferiu estatisticamente de Thap Maeo (78,95), FHIA-18 e PV03-44 (77,48). Em relação à acidez titulável (0,27 por cento ácido málico) e ao teor de lipídeos (0,17 por cento), não houve diferenciação entre os cultivares. Quanto ao teor protéico dos materiais resistentes à sigatoka-negra, a média do ensaio foi de 4,59 por cento, tendo o genótipo PV03-44 (4,08 por cento) diferido estatisticamente dos demais. Os cultivares resistentes estudados apresentaram aspectos positivos de qualidade, principalmente na relação SS/AT, um dos principais parâmetros de atributo qualitativo de sabor da fruta.

Banana's national production is committed by the performance of the black sigatoka (Mycosphaerella fijiensis Morelet) for the whole country, and particularly in Amapá, Brazil. This work aimed at evaluating cultivars highly resistant to the disease, Caipira, Thap Maeo, PV03-44, FHIA-01, FHIA-18, and to susceptible cultivar FHIA-21, with relationship to the physical and chemical characteristics of the fruits, in the period of 2003-2004, under the edafoclimatic conditions of the state of Amapá. The medium moisture content of banana fruits was 74,61 percent, and FHIA-18 (75,91 percent) differed statistically of Thap Maeo (74,01 percent), FHIA-21 (73,96 percent) and PV03-44 (73,68 percent). In relation to the dry matter of fruits (25,39 percent), FHIA-18 (24,09 percent) presented values significantly smaller than PV03-44 (26,32 percent), FHIA-21 (26,04 percent) and Thap Maeo (25,99 percent). It was observed that the pulps of the cultivars presented acid nature (pH 4,8), and PV03-44 (5,1) differed statistically of FHIA-18 (4,6). In the soluble solids content (average of 21,51ºBrix), the cultivar FHIA-21 (24,82ºBrix) differed significantly of the others. The ratio SS/TA (average of 82,90) of the cultivar FHIA-21 (99,23) differed statistically of Thap Maeo (78,95), FHIA-18 and PV03-44 (77,48). In relation to the titratable acidity (0,27 percent malic acid) and to lipids content (0,17 percent), there was not difference among the cultivars. Regarding to the protein content of the resistant materials to the black sigatoka, the average of the experiment was of 4,59 percent, and the genotype PV03-44 (4,08 percent) differed statistically of the others. The resistant cultivars presented positive aspects of quality, mainly in the ratio TSS/TTA, one of the main parameters of qualitative attribute of fruit flavor.
Descritores: Musa
Parâmetros
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-792944
Autor: Silva, Aline Rodrigues da; Cerdeira, Cláudio Daniel; Brito, Anelise Rigoni; Salles, Bruno Cesar Correa; Ravazi, Gabriela Franzin; Moraes, Gabriel de Oliveira Isac; Rufino, Luciana Rosa Alves; Oliveira, Rafaela Bergmann Strada de; Santos, Gérsika Bitencourt.
Título: Green banana pasta diet prevents oxidative damage in liver and kidney and improves biochemical parameters in type 1 diabetic rats
Fonte: Arch. endocrinol. metab. (Online);60(4):355-366, Aug. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective In this study, the effects of a green banana pasta diet on the oxidative damage from type 1 diabetes mellitus (DM) were investigated. Materials and methods Formulations containing 25 (F25), 50 (F50), and 75% (F75) of green banana pasta were prepared and included in a 12-week diet of Wistar rats with alloxan-induced type 1 DM. The effects of these formulations in preventing oxidative damage in kidneys and liver homogenates of rats were evaluated using the TBARS assay (lipid peroxidation in liver) and the DNPH assay (protein oxidation in liver and kidneys). Furthermore, the effects of the formulations on the fasting glycemia, fructosamine levels, renal function (creatinine), liver function (enzymes aspartate aminotransferase [AST] and alanine aminotransferase [ALT]), and lipid profile (total cholesterol and fractions) in the serum of rats were evaluated in addition to the evaluation of the centesimal composition and microbiological analysis of the produced green banana pasta. Results An F75 diet prevented hyperglycemia in diabetic rats (p < 0.05) compared to the diabetic rats fed a standard diet (commercial feed). Notably, the protein oxidation in both the liver and kidneys were prevented in diabetic rats on the F50 or F75 diets compared to the control group, whereas the lipid peroxidation was only prevented in the liver (p < 0.05). Moreover, all formulations prevented an increase in the amount of triglycerides in the serum of the rats. The F25 and F50 diet prevented the increase of cholesterol, and the F75-based diet of ALT and fructosamine (p < 0.05) supported the anti-hyperglycemic effects and the protection against oxidative damage. Conclusion The green banana pasta (F75) diet showed great potential for preventing complications associated with diabetes.
Descritores: Musa/química
Diabetes Mellitus Tipo 1/metabolismo
Diabetes Mellitus Tipo 1/prevenção & controle
Dietoterapia/métodos
Rim/metabolismo
Fígado/metabolismo
-Aspartato Aminotransferases/sangue
Valores de Referência
Glicemia/análise
Colesterol/sangue
Reprodutibilidade dos Testes
Creatinina/sangue
Complicações do Diabetes/metabolismo
Complicações do Diabetes/prevenção & controle
Diabetes Mellitus Experimental/metabolismo
Diabetes Mellitus Experimental/prevenção & controle
Alanina Transaminase/sangue
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-644381
Autor: Martins, Glêndara Aparecida de Souza; Ferrua, Fabiana Queiroz; Mesquita, Karina Scatolino; Borges, Soraia Vilela; Carneiro, João de Deus Souza.
Título: Estabilidade de doces em massa de banana prata / Study on the stability of banana preserves
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(3):332-340, set. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Doces em massa possuem prolongada vida de prateleira, aproximadamente 12 meses, quando armazenado sem condições adequadas. No Brasil as condições de armazenamento são variáveis e a adição de conservantes é uma das técnicas mais utilizadas para ampliar a estabilidade. Devido à possibilidade da adição de conservantes induzir alterações nesses produtos, no presente trabalho foi analisada a estabilidade de doces em massa de banana prata, com e sem a adição de sorbato de potássio, durante o armazenamento, bem como os efeitos de variações de temperatura. A estabilidade das amostras de doces armazenadas foi avaliada pelo planejamento fatorial triplo com duas repetições, sendo os fatores analisados o sorbato de potássio (presença e ausência), a temperatura (20 °C, 30 °C e 40 °C) e o tempo de armazenamento (0, 30, 75, 120, 165 dias), por meio da determinação de sólidos solúveis, açúcares totais, redutores e não redutores, acidez, atividade de água, umidade, cor e textura. O tempo foi fator determinante nas alterações ocorridas. A temperatura de armazenamento influenciou todos os parâmetros, exceto a elasticidade e a adesividade. A presença do sorbato de potássio interferiu no teor de sólidos solúveis, na firmeza e na fraturabilidade e nos demais parâmetros com exceção da elasticidade, coesividade e teores de açúcares.
Descritores: Armazenamento de Alimentos
Musa
Potássio
Temperatura
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-620807
Autor: Pereira, Patricia Aparecida Pimenta; Pereira, Anirene Galvão Tavares; Borges, Soraia Vilela; Figueiredo, Luisa Pereira; Valente, Wanderson Alexandre; Dias, Marali Vilela; Queiroz, Fabiana.
Título: Effect of different ingredients contents on physical, physicochemical and sensory properties of the creamy banana marmalade cv. 'nanica'(Musa cavendishii)
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(2):180-184, abr.-jun. 2011. tab.
Idioma: en.
Resumo: Banana is a highly perishable fruit, with a shelf life of 7 to 10 days, and the fruits being in excess or those in non conformity to be consumed are used to produce marmalade; and it is an interesting economic alternative. This study evaluated the effect of different ingredients on the physical, physicochemical and sensory properties of creamy banana marmalade. An incomplete factorial design (24-1) with two levels of four factors (pulp/sugarratio, pectin concentration, added amount of acid and sorbate concentration). The sensorial acceptance of marmalades was evaluated using a 9-point hedonic scale, and the purchase intention by employing a 5-pointscale. The analyzed variables mostly affecting the parameters were the pulp/sugar ratio, the added amount of acid and the sorbate concentration, due to their reaction with the marmalade components. The formulation 2 was preferred by consumers because of the firmest texture and the intensified yellow color.
Descritores: Fenômenos Químicos
Frutas
Frutas em Calda
Manipulação de Alimentos
Musa
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-616839
Autor: Dias, Cynthia Savassi; Borges, Soraia Vilela; Queiroz, Fabiana; Pereira, Patrícia Aparecida Pimenta.
Título: Influência da temperatura sobre as alterações físicas, físico-químicas e químicas de geleia da casca de banana (Musa spp.) Cv. Prata durante o armazenamento / Effects of temperature on the physical, physicochemical, chemical and microbiological alterations during of the storage of jelly made from Cv Prata banana (Musa spp. )peel
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(1):28-34, jan.-mar. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A elaboração de geleias por meio do processamento de cascas de frutas é uma alternativa para obter redução e agregação de valor aos resíduos das indústrias de alimentos; além disso, obtém-se um produto agradável sensorialmente e com vida prolongada. Sendo o Brasil um país que apresenta temperaturas bem variadas, o objetivo deste trabalho foi de avaliar o efeito da temperatura sobre as alterações físico-químicas, físicas e químicas durante o armazenamento de geleias de extrato da casca de banana. As diferentes temperaturas interferiram significativamente na estabilidade em relação aos açúcares redutores, à atividade de água e à luminosidade. A interação tempo x temperatura interferiu nos parâmetros de pH, sólidos solúveis, adesividade, firmeza, coesividade e cor *b (amarela) da geleia da casca de banana-prata até o final dos 165 dias de armazenamento. O tempo foi o fator que mais influenciou na qualidade da geleia, ocorrendo-se diminuição da atividade de água, umidade, açúcares não redutores, luminosidade, valor absoluto da adesividade e firmeza e aumento de acidez.
Descritores: Concentração de Íons de Hidrogênio
Geleia de Frutas
Musa
Métodos de Análise
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  8 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-583067
Autor: Medeiros, Marlene Jardim; Oliveira, Palmira Antonia Alves Cruz de; Souza, Joana Maria Leite de; Silva, Reginaldo Ferreira da; Souza, Maria Luzenira de.
Título: Composição química de misturas de farinhas de banana verde com castanha do brasil / Chemical composition of mixtures with green banana and nut Brazil flours
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;69(3):396-402, jul.-set. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No presente estudo foram preparadas misturas de farinhas de banana verde e de castanha-do-brasil e analisadas suas características e os valores aditivos nutricionais. Diferentes percentuais de farinha de castanha-do-brasil (5%, 10% e 15%) foram misturadas à farinha de banana verde. Determinou-se a composição centesimal da mistura por meio de análises químicas das matérias-primas individuais e das farinhas mistas. Por se tratar de matérias-primas distintas, a composição centesimal da farinha de banana verde e de castanha-do-brasil apresentou diferença significativa para todos os constituintes químicos analisados. As farinhas mistas apresentaram aumento nos teores médios de proteínas, lipídeos, cinzas e decréscimo de carboidratos totais. A mistura de farinha de castanha-do-brasil, em até 15%, na farinha de banana verde, apresentou melhor valor nutricional quando comparada com suas matérias-primas individuais. Sugere-se a realização de mais estudos com as mesmas matérias-primas, com adição de farinhas de castanha-do-brasil, que apresentem baixos teores de lipídeos, com objetivo de aumentar ainda mais a concentração dos teores de fibras totais, proteínas e minerais nas farinhas mistas elaboradas.

The mixtures of green banana and Brazilian nut flours were prepared and characterized on food nutritionaladditive value. Varied percentage of Brazilian nut flour (5%, 10% and 15%) were combined with green banana flour. The centesimal composition of the mixture was determined by means of chemical analyses in the individual raw materials and in the mixed flours. For being distinct raw materials, the centesimal composition of both green banana and Brazilian nut flours showed significant differences in all of theanalyzed chemical constituents. An increase in the average contents of proteins, lipids, and ashes, and adecrease in total carbohydrates were found in the mixed flours. The mixture of Brazilian nut flour in up to 15% in green banana flour demonstrated the best nutritional value when compared with the respective raw materials. It is suggested to perform further studies on the same raw materials and adding Brazilian nut flours containing low lipid contents, for increasing the concentration of the total fibers, proteins and minerals contents in the prepared flours mixtures.
Descritores: Composição de Alimentos
Frutas
Misturas Alimentícias
Musa
Valor Nutritivo
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  9 / 111 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886833
Autor: MATOS, AMANDA D M; GOMES, IZABELA C P; NIETSCHE, SILVIA; XAVIER, ADELICA A; GOMES, WELLINGTON S; DOS SANTOS NETO, JOSÉ A; PEREIRA, MARLON C T.
Título: Phosphate solubilization by endophytic bacteria isolated from banana trees
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(4):2945-2954, Oct.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Forty isolates of endophytic bacteria isolated from banana tree roots were assessed as to their capacity to solubilize phosphate in a solid culture medium supplemented with different inorganic and one organic source of phosphorus. The amount of phosphorus (P) in each liquid medium was quantified, and an indirect assessment of acid phosphatase activity was performed. All assays had a fully randomized design, with three repetitions. Approximately 67.5% of the 40 isolates assessed in solid medium solubilized phosphorus from tricalcium phosphate and 7.5% of the isolates solubilized phosphorus from soy lecithin; no isolates exhibited P solubilization capacity in medium supplemented with iron phosphate. Acid phosphatase activity was detected in 65% of the isolates; Aneurinibacillus sp. and Lysinibacillus sp. isolates presented with the best solubilization indexes. All of the assessed isolates exhibited a capacity to reduce the potential of hydrogen in liquid medium supplemented with tricalcium phosphate. Isolate EB. 78 (Bacillus sp.) exhibited P solubilization capacity in solid media when Ca3(PO4)2 and soy lecithin were used as P sources; this isolate significantly reduced the pH of the liquid medium and exhibited acid phosphatase activity. The results of the present study highlight isolates that exhibit variations in their capacity to solubilize P. These isolates should be used in future tests to assess their field performance.
Descritores: Fosfatos/metabolismo
Bactérias/metabolismo
Biodegradação Ambiental
Musa/microbiologia
Endófitos/fisiologia
-Bactérias/classificação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 111 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886920
Autor: LONDE, LUCIANA C N; VENDRAME, WAGNER A; SANAEI, MASSY; OLIVEIRA, ALEXANDRE B DE.
Título: Cryopreservation of banana's cv Grand Naine in vitro rhizomes
Fonte: An. acad. bras. ciênc;90(1):495-507, Mar. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The preservation of banana genetic material is usually performed through seedlings. However, most banana cultivars do not produce seed and are propagated vegetatively. Therefore, cryopreservation is a feasible technique that allows the preservation of banana genotypes indefinitely. For the success of cryopreservation protocols, the selection of cryoprotectants and pre-freezing techniques are important factor. Therefore, the objective of this study was to verify the effects of different cryoprotectants with and without 1% phloroglucinol and pre-cooling periods on the development of a protocol for cryopreservation of in vitro rhizomes ofMusa accuminata(AAA) cv Grand Naine banana. The addition of 1% phloroglucinol to the cryoprotective solutions, such as PVS2 enhanced recovery of cryopreserved banana rhizomes. In addition, pre-cooling of explants in ice for 3 hours in PVS2 + 1% of phloroglucinol allowed efficient cryopreservation of banana rhizomes, followed by successful recovery and regeneration of in vitro shoots of banana cv Grand Naine.
Descritores: Floroglucinol/farmacologia
Criopreservação/métodos
Crioprotetores/farmacologia
Musa/citologia
Rizoma/citologia
-Valores de Referência
Sacarose/farmacologia
Fatores de Tempo
Reprodutibilidade dos Testes
Brotos de Planta/efeitos dos fármacos
Brotos de Planta/fisiologia
Musa/efeitos dos fármacos
Rizoma/efeitos dos fármacos
Glicerol/farmacologia
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 12 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde