Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.776 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964237
Autor: Mereles H, Fátima Mereles.
Título: La diversidad, los usos y la conservación de las especies vegetales en los humedales del Paraguay / Diversity, uses and conservation of plant species in the wetlands of Paraguay
Fonte: Rojasiana;7(2):171-185, 2006.
Idioma: es.
Descritores: Plantas Comestíveis
Plantas Medicinais
Conservação dos Recursos Naturais
Magnoliopsida
Áreas Alagadas
-Paraguai
Fatores de Risco
Brassicaceae
Cyperaceae
Nymphaeaceae
Typhaceae
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-423157
Autor: Sonoda, Kathia C; Trivinho-Strixino, Susana; Strixino, Giovanni.
Título: Dinâmica da emergência de Parachironomus supparilis Edwards, 1931 (Diptera, Chironomidae) da fitofauna de Cabomba piauhuensis Gardney, 1844 / Emergence dynamic of Parachironomus supparilis Edwards, 1931 (Diptera, Chironomidae) from phytofauna of Cabomba piauhyensis Gardney, 1844
Fonte: Entomol. vectores;12(2):173-179, abr.-jun. 2005. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Parachironomus supparilis é uma espécie neotropical de larga ocorrência em toda a América do Sul. Embora o gênero tenha recebido detalhada revisão taxonômica, escassos têm sido os trabalhos de cunho ecológico, principalmente aqueles referentes à dinâmica numérica e aos padrões de emergência. Com o objetivo de analisar a dinâmica fenológica dessa espécie, característica da fauna fitófila de diferentes macrófitas aquáticas de ambientes lênticos, foi estabelecido um programa mensal de coletas de Cabomba piauhyensis (Sonoda, 1999)(Nymphaeaceae) em uma lagoa marginal (Lagoa do Infernão) do Rio Mogi-Guaçu, localizada na Estação Ecológica de Jataí (Luiz Antônio, SP). Volumes pré-fixados da macrófita foram coletados mensalmente e mantidos em laboratório, onde diariamente durante o período de um mês, foram retirados os adultos de Chironomidae, com auxílio de aspirador entomológico. P. supparilis contribuiu com 22,6por cento do total de Chironomidae coletados no período de abril/96 a junho/97. Com densidade numérica média de 39 adultos machos/ 10g peso seco de C. piauhyensis, e com maior intensidade de emergência nos períodos de baixas temperaturas e menor pluviosidade, a espécie apresentou valores máximos de emergência nos meses de ago/96 (84 ind./10g p.s.) e de jun/97 (75 ind./10g p.s.). A presença de adultos durante todo o período de estudo parece indicar que a espécie é multivoltina, apresentando reprodução contínua.
Descritores: Ambiente Aquático
Chironomidae
Hidrologia
Laguna Costeira
Macrófitas
Nymphaeaceae
-Brasil
Limites: Adulto
Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-2477
Autor: Tozin, Luiz Ricardo dos Santos; Corrêa-da-Costa, Liana Baptista de Lima; Scremin-Dias, Edna.
Título: Fruit and seed biometry and germination of Victoria amazonica (Poepp.) J.C. Sowerby (Nymphaeaceae) from the Pantanal floodplain / Biometria do fruto e da semente e germinação de Victoria amazonica (Poepp.) J.C. Sowerby (Nymphaeaceae) do Pantanal
Fonte: Acta sci., Biol. sci;38(2):221-227, abr.-jun. 2016.
Idioma: en.
Resumo: Numerous plant species are easily established in the wide flood plains of the Pantanal wetlands due to the environmental heterogeneity. The aquatic macrophytes excel in permanently flooded areas, particularly Nymphaeaceae species. Victoria amazonica, popularly known as the vitória-régia, is hallmarked for its beauty. However, the biology and conditions necessary for the seed germination of this flowering plant remain unknown. In the present study, the fruit and seed morphology and biometry were described and the seed germination was evaluated under different abiotic conditions. To this end, mature fruits of V. amazonica were collected from the bays near Paraguay River in the south Pantanal floodplain. The fruits and seeds were described and measured using digital caliper. Intact and mechanically scarified seeds were germinated under different temperature, light and substratum conditions, and the initial development was described. The fruits measured 67.5 x 119.7 mm in size and contained 100-700 seeds. The average seed measured 10.6 mm in length and 9.8 mm in width. The highest germination occurred at 25oC, independent of the light condition. The seeds were considered neutral photoblastic. The seedlings showed heterophylly, and the main root was degenerated, forming adventitious roots. Morphological differences were observed in seedlings developed under different light conditions.

O Pantanal, ampla planície inundável, facilita o estabelecimento de inúmeras espécies vegetais por sua heterogeneidade ambiental. As macrófitas aquáticas se destacam em áreas permanentemente alagadas, com destaque para a família Nymphaeaceae. A espécie Victoria amazonica, conhecida popularmente como vitória-régia, é marcada por sua beleza. Entretanto, sua biologia e as condições necessárias à germinação de suas sementes permanecem desconhecidas. Nesse estudo foram descritas a biometria e a morfologia do fruto e da semente, e avaliada a germinação em diferentes condições abióticas. Para isso, frutos de V. amazonica foram coletados em baias próximas ao rio Paraguai no Pantanal sul. Os frutos e as sementes foram descritos e mensurados usando paquímetro digital. Sementes íntegras e escarificadas mecanicamente foram submetidas a testes de germinação em diferentes condições de temperatura, luz e substrato, e o desenvolvimento inicial das plântulas foi descrito. Os frutos mediram 67,5 x 119,7 mm, e portavam 100-700 sementes. As sementes mediram 10,6 mm de comprimento e 9,8 mm de largura em média. A maior porcentagem de germinação ocorreu a 25oC independente da condição de luz. As sementes foram consideradas fotoblásticas neutras, e as plântulas possuem heterofilia, degeneração da raiz principal e formação de raízes adventícias. Foram observadas diferenças morfológicas nas plântulas desenvolvidas na presença e na ausência de luz.
Descritores: Germinação
Macrófitas
-Biometria/métodos
Nymphaeaceae
Responsável: BR513.2 - Editora da Universidade Estadual de Maringá



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde