Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.859.625 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 23 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 23 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-788935
Autor: Becheleni Pimenta, Amine; Stuckert Seixas, Sérgio Ricardo; Gregório, Luiz Elídio; Fernandes Ferreira Santos, Cynthia.
Título: Atividade antidepressiva do extrato etanólico da Kielmeyera Rubriflora Cambes (Pau Santo) em camundongos / Actividad antidepressiva del extracto etanolico de la Kielmeyera Rubriflora Cambes (Pau Santo) en ratones / Antidepressant activity of Kielmeyera Rubriflora Cambes (Pau Santo) ethanolic extract on mice
Fonte: Rev. cuba. plantas med;21(2):181-195, abr.-jun. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a Kielmeyera rubriflora Cambess, pertencente à família Clusiacea, é uma planta nativa do Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais no Brasil, onde é utilizada na medicina caseira. É conhecida como Pau Santo, Rosa do Campo, Flor de Santa Rita ou Rosa do Cerrado. Entretanto, até o momento não existem dados disponíveis na literatura no que diz respeito a estudos farmacológicos desta espécie. A Kielmeyera coriácea também é uma planta nativa da região e já existem estudos revelando sua ação antidepressiva. Objetivo: avaliar a ação antidepressiva do extrato etanólico das partes aéreas da K. rubriflora em camundongos. Método: o extrato etanólico das partes aéreas foi administrado por v.o. nas doses de 100 mg/kg, 250 mg/kg e 500 mg/kg em camundongos albinos, suíços, machos, com idade entre 9 e 13 semanas, com peso entre 29 e 43 g. Para a investigação dos efeitos antidepressivos foram utilizados os testes de triagem farmacológica comportamental (administração aguda), nado forçado (administração crônica) e suspensão da cauda (administração crônica). Resultados: na triagem farmacológica comportamental, foram detectados efeitos de depressão do sistema nervoso central pela dose de 100 mg/kg e de estímulo do sistema nervoso central nas doses de 250 e 500 mg/kg. No teste da suspensão da cauda houve diminuição dose-dependente, porém não significativa do tempo de imobilidade. No teste de nado forçado houve diminuição significativa do tempo de imobilidade em todas as doses investigadas sugerindo atividade antidepressiva, principalmente na dose de 100 mg/kg. Conclusão: os dados encontrados sugerem ação antidepressiva do extrato etanólico das partes aéreas da K. rubriflora(AU)

Introducción: la Kielmeyera rubriflora Cambess, perteneciente a la familia Clusiaceae, es una planta nativa del Valle de Jequitinhonha, en Minas Gerais en Brasil, donde se utiliza en la medicina popular. Se le conoce como Pau Santo, Rosa do Campo, Flor de Santa Rita o Rosa do Cerrado. Sin embargo, hasta ahora no hay datos disponibles en la literatura con respecto a los estudios farmacológicos de esta especie. La Kielmeyera coriacea es también una planta nativa de la región y ya hay estudios que revelan su acción antidepresiva. Objetivo: evaluar la acción antidepresiva del extracto crudo de las partes aéreas de la K. rubriflora en ratones. Método: el extracto crudo de las partes aéreas se administró v.o. en dosis de 100 mg/kg, 250 mg/kg y 500 mg/kg en ratones albinos, suizos, machos, con edades comprendidas entre 9 y 13 semanas, con un peso entre 29 y 43 g. Para la investigación de los efectos antidepressivos se utilizaron pruebas de screening farmacológico de comportamiento (administración aguda), nado forzado (administración crónica) y suspensión de la cola (administración crónica). Resultados: en el screening farmacológico de comportamiento se detectaron efectos de depresión del sistema nervoso central por la dosis de 100 mg/kg y estimulación del sistema nervoso central con las dosis de 250 y 500 mg/kg. En el ensayo de suspensión de cola hubo una disminución dependiente de la dosis, pero no significativa en el tiempo de inmovilidad. En la prueba de nado forzado hubo una disminución significativa en el tiempo de inmovilidad en todas las dosis investigadas, sugiriendo actividad antidepresiva, en particular a una dosis de 100 mg/kg. Conclusión: los resultados sugieren la acción antidepresiva del extracto crudo de las partes aéreas de la K. rubriflora(AU)

Introduction: The Kielmeyera rubriflora Cambess, belonging to the Clusiaceae family, is a native to the Vale do Jequitinhonha in Minas Gerais in Brazil, where it is used in folk medicine. It is popularly known as Pau Santo, Rosa do Campo, Flor de Santa Rita and Rosa do Cerrado. However, so far there are no data available in the literature on pharmacological studies regarding this species. The Kielmeyera coriácea is also a native plant in the region and there are already studies revealing its antidepressant action. Objective: To evaluate the antidepressant action of the crude extract fron the aerial parts of K. rubriflora in mice. Method: The crude extract from the aerial parts was administered v.o. at doses of 100 mg/kg, 250 mg/kg and 500 mg/kg in albino Swiss, male mice, between 9 and 13 weeks of age, weighing between 29 and 43 g. In order to the investigation of antidepressant effects, the behavioral pharmacological screening (acute administration), forced swimming (chronic administration) and tail suspension (chronic administration) tests were performed. Results: In the behavioral pharmacological screening were detected central nervous system depression effects with the dose of 100mg/kg and central nervous system stimulation with the doses of 250 and 500 mg/kg. In the tail suspension test, a dose-dependent, but not significant, decrease in the immobility time was observed. In the forced swimming test a significantly lower immobility time was observed at all doses investigated, suggesting an antidepressant activity, especially at a dose of 100 mg/kg. Conclusion: The results suggests an antidepressant action of the crude extract fron the aerial parts of K. rubriflora(AU)
Descritores: Clusiaceae/efeitos dos fármacos
Antidepressivos/uso terapêutico
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-781975
Autor: Becheleni Pimenta, Amine; Stuckert Seixas, Sérgio Ricardo; Gregório, Luiz Elídio; Fernandes Ferreira Santos, Cynthia.
Título: Atividade ansiolítica do extrato bruto da Kielmeyera rubriflora Cambess (Pau Santo) em camundongos / Actividad ansiolítica del extracto crudo de la kielmeyera rubriflora (Pau Santo) en ratones / Anxiolytic activity of kielmeyera rubriflora (Pau Santo) crude extract on mice
Fonte: Rev. cuba. plantas med;21(1):83-95, jan.-mar. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a Kielmeyera rubriflora Cambess, pertence à família Clusiaceae. É uma planta nativa da Região do Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais no Brasil. É utilizada na medicina caseira, entretanto, até o momento não existem publicações de estudos farmacológicos a seu respeito. Objetivo: avaliar os efeitos ansiolíticos do extrato da K. rubriflora sobre o sistema nervoso central de camundongos. Métodos: o extrato bruto das partes aéreas foi administrado de modo agudo por gavagem nas doses de 100 mg/kg, 250 mg/kg e 500 mg/kg em camundongos albinos, suíços, machos, com idade entre 9 e 13 semanas, com peso entre 25 e 40 g. Foram utilizados os testes de movimentação espontânea, potencialização do tempo de sono induzido por barbitúrico, placa perfurada e labirinto em cruz elevado. Resultados: o tempo de duração do sono não foi significativamente alterado por nenhuma das doses do extrato. Na ambulação houve aumento significativo nas doses de 100 e 500 mg/kg sugerindo efeito ansiolítico e diminuição significativa na dose de 250 mg/kg sugerindo efeito sedativo. No teste do labirinto em cruz elevado, houve diminuição do tempo de permanência nos braços fechados com a dose de 100 mg/kg e aumento significativo de entradas no braço aberto na dose de 250mg/kg sugerindo atividade ansiolítica. No teste da placa perfurada houve diminuição significativa de mergulhos de cabeça nas doses de 250 mg/kg e 500 mg/kg sugerindo ação sedativa e aumento significativo de mergulhos de cabeça na dose de 100 mg/kg sugerindo ação ansiolítica. Conclusão: os dados sugerem ação sedativa e ansiolítica dose-dependente do extrato bruto da K. rubriflora(AU)

Introducción: la Kielmeyera rubriflora Cambess, pertenece a la familia Clusiaceae. Es una planta nativa de la región del Valle de Jequitinhonha en Minas Gerais en Brasil. Se utiliza en la medicina popular, sin embargo, hasta el momento no existen publicaciones de estudios farmacológicos sobre esta especie. Objetivo: evaluar los efectos ansiolíticos del extracto de K. rubriflora sobre el sistema nervioso central (SNC) en ratones. Métodos: el extracto crudo de las partes aéreas se administró de forma aguda por sonda en dosis de 100 mg/kg, 250 mg/kg y 500 mg/kg en ratones albinos, suizos, varones, con edades comprendidas entre 9 y 13 semanas, con un peso entre 25 y 40 g. Se utilizaron las pruebas de movimiento espontáneo, potenciación de tiempo de sueño inducido por barbitúricos, placa perforada y laberinto en cruz elevado. Resultados: la duración del sueño no se alteró de manera significativo por ninguna de las dosis del extracto. La ambulación aumentó significativamente a dosis de 100 y 500 mg/kg, lo que sugiere un efecto ansiolítico y disminuyó significa a una dosis de 250 mg/kg que sugirió efecto sedante. En la prueba del laberinto en cruz elevado, hubo disminución del tiempo pasado en los brazos cerrados con la dosis de 100 mg/kg y aumento significativo de entradas en los brazos abiertos a una dosis de 250 mg/kg lo que sugere actividad ansiolítica. En la prueba de la placa perforada hubo una disminución significativa de inmersiones de cabeza en dosis de 250 mg/kg y 500 mg/kg, que sugirió una acción sedante y un aumento significativo en las inmersiones de cabeza a una dosis de 100 mg/kg lo que sugere una acción ansiolítica. Conclusión: los datos sugieren acción ansiolítica y sedante de manera dosis dependiente del extracto crudo de K. rubriflor(AU)

Introducción: la Kielmeyera rubriflora Cambess, pertenece a la familia Clusiaceae. Es una planta nativa de la región del Valle de Jequitinhonha en Minas Gerais en Brasil. Se utiliza en la medicina popular, sin embargo, hasta el momento no existen publicaciones de estudios farmacológicos sobre esta especie. Objetivo: evaluar los efectos ansiolíticos del extracto de K. rubriflora sobre el sistema nervioso central (SNC) en ratones. Métodos: el extracto crudo de las partes aéreas se administró de forma aguda por sonda en dosis de 100 mg/kg, 250 mg/kg y 500 mg/kg en ratones albinos, suizos, varones, con edades comprendidas entre 9 y 13 semanas, con un peso entre 25 y 40 g. Se utilizaron las pruebas de movimiento espontáneo, potenciación de tiempo de sueño inducido por barbitúricos, placa perforada y laberinto en cruz elevado. Resultados: la duración del sueño no se alteró de manera significativo por ninguna de las dosis del extracto. La ambulación aumentó significativamente a dosis de 100 y 500 mg/kg, lo que sugiere un efecto ansiolítico y disminuyó significa a una dosis de 250 mg/kg que sugirió efecto sedante. En la prueba del laberinto en cruz elevado, hubo disminución del tiempo pasado en los brazos cerrados con la dosis de 100 mg/kg y aumento significativo de entradas en los brazos abiertos a una dosis de 250 mg/kg lo que sugere actividad ansiolítica. En la prueba de la placa perforada hubo una disminución significativa de inmersiones de cabeza en dosis de 250 mg/kg y 500 mg/kg, que sugirió una acción sedante y un aumento significativo en las inmersiones de cabeza a una dosis de 100 mg/kg lo que sugere una acción ansiolítica. Conclusión: los datos sugieren acción ansiolítica y sedante de manera dosis dependiente del extracto crudo de K. rubriflora(AU)
Descritores: Clusiaceae/efeitos dos fármacos
Preparações de Plantas/uso terapêutico
-Ansiolíticos/uso terapêutico
Brasil
Limites: Camundongos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  3 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-914542
Autor: Alvarez, Adalgisa Silva; Potiguara, Raimunda C. de Vilhena.
Título: Caracterização anatômica foliar de espécimes de Platonia insignis Mart. (Clusiaceae) em diferentes períodos sazonais / Characterization of anatomical specimens of leaf Platonia insignis Mart. (Clusiaceae) in different seasonal periods
Fonte: Biosci. j. (Online);29(3):562-569, may/june 2013. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Platonia insignis Mart. (Clusiaceae) é conhecida na Amazônia brasileira como "bacuri" e apresenta grande importância econômica no Estado do Pará, especialmente na zona do Salgado, onde o extrativismo vegetal é considerado uma das principais fontes de renda da população. Para complementar o conhecimento biológico da espécie, foi realizado o estudo de caracterização anatômica das folhas de quinze espécimes procedentes de três áreas de floresta secundária do nordeste do Pará, Município de Bragança, na localidade de Benjamin Constant; do Município de São Caetano de Odivelas e da ilha do estuário guajarino de Mosqueiro. Foram aplicadas técnicas histológicas de dissociação de epidermes, secções histológicas, testes microquímicos e análise em microscopia eletrônica de varredura. Os resultados mostram cutícula espessa, cera epicuticular em crosta, raros tricomas, folhas anfiestomáticas com estômatos paracíticos, presença de colênquima angular e de estruturas secretoras. No estudo não foram observadas diferenças na estrutura foliar dos espécimes, porém foi constatada a existência de plasticidade fenotípica.

Platonia insignis Mart. is known in the Brazilian Amazon as "bacuri" and has great economic importance in the State of Pará, especially in the zona do Salgado, where the extraction of plants is considered a major source of income to the population. To complement the biological knowledge of the species, the study was conducted to characterize leaf anatomical fifteen specimens from three areas of secondary forest in northeastern Pará, Municipality of Bragança, in the town of Benjamin Constant, in São Caetano de Odivelas island estuary Guajarina Mosqueiro. Histological techniques were applied to dissociation of epidermis, the histological sections, microchemical tests and analysis in scanning electron microscopy. The results show a thick cuticle, epicuticular wax crust, rare trichomes, leaves with amphistomatic paracytic stomata, presence of collenchyma and secretory structures. In the study there were no differences in leaf structure of the specimens, however, was found to contain phenotypic plasticity.
Descritores: Folhas de Planta/anatomia & histologia
Epiderme Vegetal/anatomia & histologia
Clusiaceae/anatomia & histologia
Responsável: BR396.4


  4 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-848494
Autor: Jesus, Valquíria Aparecida Mendes de; Braccini, Alessandro Lucca; Souza, Luiz Antonio de; Moscheta, Ismar Sebastião; Mariucci, Giovanna Emanuelle Gonçalves; Santos, Fábio Lúcio.
Título: Morphology and anatomy of the seedling and the tirodendro of Calophyllum brasiliense Cambess. (Clusiaceae) / Morfoanatomia da plântula e do tirodendro de Calophyllum brasiliense Cambess. (Clusiaceae)
Fonte: Acta sci., Biol. sci;36(4):443-449, out.-dez. 2014. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Calophyllum brasiliense Cambess. is a tree species that is presented as an alternative to replace endangered species of hardwood. The morphology and anatomy of the seedling of this species is the object of the present study. Seedlings at different stages of development were obtained in greenhouse and analyzed fresh and fixed in FAA (Formalin- Acetic-Alcohol) 50. The anatomical analysis was done by the freehand and microtome sections, according to standard techniques in plant anatomy. The seedling and/or tirodendro is cryptocotylar and hypogeal, has cataphylls, and presents eophylls and metaphylls simple with venation pinnate craspedodromous simple. The root is polyarch, the hypocotyl is very short, the cotyledons have an oily and starchy reserve, the epicotyl has stem structure, and eophylls and metaphylls are dorsiventral. The seedling may be classified in the Horsfieldia type/subtype.

Calophyllum brasiliense Cambess. é uma planta arbórea que se apresenta como possível alternativa para substituir espécies em extinção com madeira nobre. A morfologia e anatomia da plântula desta espécie é objeto do presente trabalho. As plântulas, em diferentes fases de desenvolvimento, foram obtidas em casa de vegetação e analisadas a fresco e fixadas em FAA 50. A análise anatômica foi feita mediante seções a mão livre e microtômicas, de acordo com técnicas usuais em anatomia vegetal. A plântula e/ou tirodendro é criptocotiledonar e hipogeia, possui catafilos, e apresenta eófilos e metafilos simples de venação pinada craspedódroma simples. A raiz é poliarca, o hipocótilo é muito reduzido, os cotilédones possuem reserva amilácea e oleaginosa, o epicótilo tem natureza caulinar e os eofilos e metafilos são dorsiventrais. A plântula enquadra-se no tipo e subtipo Horsfieldia.
Descritores: Calophyllum
Clusiaceae/anatomia & histologia
Cotilédone
Plântulas
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  5 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-848488
Autor: Jesus, Valquíria Aparecida Mendes de; Braccini, Alessandro Lucca; Scapim, Carlos Alberto; Santos, Fábio Lúcio; Mariucci, Giovanna Emanuelle Gonçalves; Suzukawa, Andréia Kazumi.
Título: Effect of seed coat on the seed germination and seedling development of Calophyllum brasiliense Cambess. (Clusiaceae) / Efeito do envoltório na germinação da semente e no desenvolvimento de plântulas de Calophyllum brasiliense Cambess. (Clusiaceae)
Fonte: Acta sci., Biol. sci;36(4):451-456, out.-dez. 2014. tab.
Idioma: en.
Resumo: This work aimed to study the effect of the Calophyllum brasiliense seed coat on the seed germination process. To this end, three experiments were conducted in laboratory, greenhouse and screenhouse. From a total of six treatments, five are related to the seed coat (mechanical scarification; mechanical scarification followed by 2 hours in water, chemical scarification, hot water immersion and complete seed coat removal) and one control. Laboratory and greenhouse experiments were conducted in a completely randomized design (CRD). Screenhouse experiment was conducted in a completely randomized block design (RBD). We evaluated the total percentage, the speed index and the average time of germination or emergence. Data were subjected to analysis of variance and means compared by LSD test, at 5%. Under the conditions of this work, it was possible to infer that, in laboratory, mechanical scarification followed by 2 hours in water increases the proportion and germination speed index (GSI), in the greenhouse, the complete seed coat removal increases the percentage and emergence speed index (ESI), and in the screenhouse, mechanical scarification followed by 2 hours in water and chemical scarification presented the best results. The average germination time was not significantly different in the three experiments evaluated.

Objetivou-se com este trabalho estudar o efeito do envoltório da semente de Calophyllum brasiliense no processo de germinação. Foram montados três experimentos, sendo estes conduzidos em laboratório, casa de vegetação e telado. Avaliaram-se seis tratamentos, sendo cinco relacionados ao envoltório (escarificação mecânica; escarificação mecânica seguido por 2h em água; escarificação química; imersão em água quente; e retirada total do envoltório) e a testemunha. Os experimentos em laboratório e casa de vegetação foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado. No telado, o experimento foi conduzido em delineamento em blocos casualizados. Avaliaram-se a percentagem total; o índice de velocidade e o tempo médio de germinação ou emergência. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste t (LSD) a 5% de probabilidade. Foi possível inferir que no laboratório, a escarificação mecânica, seguido por 2h em água, aumenta a percentagem e o índice de velocidade de germinação (IVG); na casa de vegetação, a retirada total do envoltório aumenta a percentagem e o índice de velocidade de emergência (IVE); e no telado, a escarificação mecânica, seguida por 2h em água, e a escarificação química apresentam os melhores resultados. O tempo de germinação não apresentou diferença significativa nos três experimentos avaliados.
Descritores: Calophyllum
Clusiaceae
Germinação
Dormência de Plantas
Sementes
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-769635
Autor: Costa, Loise Araujo; Gusmão, Luís Fernando Pascholati.
Título: Characterization saprobic fungi on leaf litter of two species of trees in the Atlantic Forest, Brazil
Fonte: Braz. j. microbiol;46(4):1027-1035, Oct.-Dec. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract We investigated the composition and structure of fungal communities associated with leaf litter generated by Clusia nemorosa and Vismia guianensis that belong to phylogenetically-related botanical families and exist together in a remnant of the Atlantic Forest in Bahia, Brazil. Samplings were conducted during wet (June 2011) and dry (January 2013) seasons in Serra da Jibóia. The fungi were isolated using particle filtration and the 1,832 isolates represented 92 taxa. The wet season yielded the largest number of isolates (1,141) and taxa (76) compared with the dry season (641 isolates and 37 taxa). The richness and diversity of fungal species associated with C. nemorosa (64 taxa, Simpson=0.95)were higher compared with those of V.guianensis (59 taxa, Simpson =0.90). Analysis of similarity (ANOSIM) revealed significant variations in the composition and community structure of fungi isolated from the two plants as a function of seasons. In contrast, nonmetric multidimensional scaling (NMDS) analysis show that the seasonality was an important influence on the distribution of fungal species. However, the populations of the saprobic fungal communities were dynamic, and several factors may influence such communities in the Atlantic Forest.
Descritores: Brasil/classificação
Brasil/genética
Brasil/isolamento & purificação
Brasil/microbiologia
Clusia/classificação
Clusia/genética
Clusia/isolamento & purificação
Clusia/microbiologia
Clusiaceae/classificação
Clusiaceae/genética
Clusiaceae/isolamento & purificação
Clusiaceae/microbiologia
Ecossistema/classificação
Ecossistema/genética
Ecossistema/isolamento & purificação
Ecossistema/microbiologia
Florestas/classificação
Florestas/genética
Florestas/isolamento & purificação
Florestas/microbiologia
Fungos/classificação
Fungos/genética
Fungos/isolamento & purificação
Fungos/microbiologia
Folhas de Planta/classificação
Folhas de Planta/genética
Folhas de Planta/isolamento & purificação
Folhas de Planta/microbiologia
Estações do Ano/classificação
Estações do Ano/genética
Estações do Ano/isolamento & purificação
Estações do Ano/microbiologia
Árvores/classificação
Árvores/genética
Árvores/isolamento & purificação
Árvores/microbiologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-727203
Autor: Scalco, N.; Ladeira, A.M.; Lago, J.H.G.; Young, M.C.M.; Carvalho, L.R..
Título: Avaliação de atividade fungitóxica e isolamento de aloaromadendrano - 4α, 10 ß - diol em Hypericum cordatum / Evaluation of the fungitoxic activity and isolation of alloaromadendrene - 4α, 10 ß - diol in Hypericum cordatum
Fonte: Rev. bras. plantas med;16(3,supl.1):744-749, 2014. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq; . PIBIC; . FAPESP.
Resumo: RESUMO Hypericum cordatum é uma espécie do cerrado que foi selecionada em triagem de plantas com atividade fungitóxica. O objetivo do presente trabalho foi isolar e identificar compostos com atividade antifúngica em extratos de folhas em diclorometano. O pó das folhas das plantas foi submetido à extração exaustiva com éter de petróleo e diclorometano. O extrato em diclorometano, e as frações ativas, foram submetidos à fracionamentos biomonitorados em coluna de Sephadex LH-20, respectivamente, com os eluentes clorofórmio:metanol (1:1) e com um gradiente de hexano:diclorometano (1:4); diclorometano:acetona (3:2 e 1:4), metanol, e água. As frações que mostraram atividade foram submetidas à cromatografia em camada delgada preparativa de sílica gel GF254, sendo que o material de maior massa foi analisado em CLAE semipreparativa. A fração ativa foi analisada por RMN de 1H, tendo sido identificado o aloaromadendrano - 4α -10ß - diol como componente principal da fração. Conclui-se, portanto, que este é um dos compostos responsáveis pela atividade fungitóxica de Hypericum cordatum.

The Hypericum cordatum is a species of the Brazilian Cerrado that was selected in a screening of plants with fungitoxic activities. The aim of this work was to isolate and identify the compounds with antifungal activity in leaf extracts in dichloromethane. For this end, the powder made from the leaves of the plants was submitted to exhaustive extraction with petroleum ether and dichloromethane. The extract in dichloromethane and the active fractions were submitted to bioassay-guided fractionation in Sephadex LH - 20 column, respectively, with the following eluents chloroform:methanol (1:1) and a gradient of hexane:dichlorometane (1:4); dichloromethane:acetone (3:3 and 1:4), methanol and water. Afterward, the fractions that showed some activity were submitted to preparative thin layer chromatography of silica gel GF254 and the material with the greatest mass was submitted to semi-preparative HPLC. The active fraction obtained was analyzed by 1H NMR, and the main component identified was alloaromadendrene-4α-10ß - diol. We may then conclude that this is one of the compounds responsible for the fungitoxic activity of Hypericum cordatum.
Descritores: Clusiaceae/fisiologia
Estudos de Avaliação como Assunto/métodos
Hypericum/classificação
-Fungos
Cloreto de Metileno/análise
Extratos Vegetais/análise
Óleos Vegetais/análise
Plantas Medicinais/classificação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-684157
Autor: Santa-Cecília, F. V; Abreu, F. A; da Silva, M. A; de Castro, E. M; dos Santos, M. H.
Título: Estudo farmacobotânico das folhas de Garcinia brasiliensis Mart. (Clusiaceae) / Pharmacobotanical studies of Garcinia brasiliensis Mart. (Clusiaceae) leaves
Fonte: Rev. bras. plantas med;15(3):397-404, 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A espécie Garcinia brasiliensis Mart. (Clusiaceae), nativa da região Amazônica e cultivada em todo o território brasileiro, vem sendo bastante estudada devido seu potencial farmacológico, porém são escassos estudos que tratam da caracterização farmacobotânica desta espécie. Considerando as propriedades terapêuticas para tornar-se um medicamento fitoterápico, o presente trabalho teve como objetivos estudar a anatomia e histoquímica da folha e do pecíolo e elaborar dados macroscópicos e microscópicos que forneçam características marcantes para sua identificação além de dar subsídios para a análise farmacognóstica no controle de qualidade da droga vegetal. O material vegetal foi fixado e submetido às técnicas usuais de microscopia de luz e a testes histoquímicos. As folhas de G. brasiliensis são opostas, simples, descolores, forma elíptica com nervação peninérvia. As células epidérmicas, em vista frontal, apresentam contorno sinuoso e estômatos paracíticos somente na face abaxial. O mesofilo é dorsiventral, a nervura central apresenta contorno biconvexo e feixe vascular em forma de semi-arco fechado envolto por bainha esclerenquimática. Inclusões inorgânicas de cristais na forma de drusas e orgânicas representadas por compostos fenólicos e grãos de amidos estão dispersos ao longo de toda lâmina foliar e pecíolo. Observa-se com frequência a presença de canais secretores preenchidos por um conteúdo lipídico dispersos pelo parênquima fundamental e próximos aos feixes vasculares. Estes dados fornecem subsídios para o controle de qualidade da matéria-prima utilizada para a produção de fitoterápicos.

The Garcinia brasiliensis Mart. (Clusiaceae) species, native of the Amazon region and cultivated throughout the Brazilian territory, has been widely studied due to its pharmacological potential, but there are few studies dealing with the pharmacobotanic characterization of this species. Considering the therapeutic properties in order to become an herbal medicine, the present paper had the purpose of studying the anatomical and histochemical characterization of the leaf and petiole, as well as producing macroscopic and microscopic data that provide important characteristics for its identification, in addition to providing subsidies for the pharmacognostical analysis in order to offer elements for the quality assurance of the drug. The botanical material was prepared through the usual optical and histochemical microtechniques. The leaves of G. brasiliensis are simple, opposed, colorless, and they show an elliptical shape. As seen from the front, the epidermal cells have a sinuous contour, and paracytic stomata occur on the low surface. The leaves are hipostomatic and dorsiventral with heterogeneous mesophile. The mesophile is dorsiventral, the central midrib shows a biconvex contour and vascular system in a semi-closed arch shape surrounded by a sclerenchymatic sheath. Inorganic inclusions of crystals in the shape of druses, and organic inclusions represented by phenolic compounds and starch grains are found throughout the leaf blade and petiole. It is common to find secretory canals filled with a lipid content dispersed throughout the parenchyma and near the vascular bundles. These data support the quality assurance of the elements used to produce herbal medicines.
Descritores: Garcinia/genética
Folhas de Planta/anatomia & histologia
-Anatomia
Clusiaceae/classificação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-683109
Autor: Hermosilla Espinosa, Robinson; Almeida Saavedra, Manuel; Viera Tamayo, Yosvel; Morales León, José Angel; Sanchez García, Yarima; Gè Proenza, Yaicel; Sariego Tamayo, Orlando; Perdomo Rivera, Rodisnel.
Título: Estudio fitoquímico y control de calidad de extractos de hojas de Rheedia aristata Griseb / Phytochemical study and quality control of extracts from leaves of Rheedia aristata Griseb
Fonte: Rev. cuba. plantas med;18(3):361-367, jul.-set. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: tradicionalmente, los campesinos han empleado la resina del fuste de Rheedia aristata Griseb. para extraer espinas encarnadas y en la cura de enfermedades respiratorias como el asma y la pulmonitis. Objetivo: identificar los metabolitos secundarios presentes en la decocción, tintura 20 por ciento y el extracto fluido de hojas de Rheedia aristata Griseb., y establecer la estabilidad de la tintura 20 por ciento y del extracto fluido. Métodos: se recolectaron partes aéreas, se lavaron, desinfectaron, secaron, y pulverizaron. De estas se obtuvieron la decocción, tintura 20 por ciento y el extracto fluido, los cuales se filtraron. Finalmente, se realizaron ensayos fitoquímicos y control de calidad.Resultados: el tamizaje fitoquímico confirma la existencia de varias familias de metabolitos secundarios de interés biológico y farmacológico; entre otras, saponinas, quinonas, coumarinas y alcaloides. Los ensayos del control de calidad mostraron que son estables la tintura 20 por ciento y el extracto fluido bajo las condiciones aplicadas. Conclusiones: la tintura 20 por ciento y el extracto fluido de las hojas de Rheedia aristata son formulados ricos en metabolitos secundarios, que pudieran ser los principios activos responsables del uso como medicamento, reportado en estudios etnobotánicos. Esto, unido a la gran estabilidad que muestran y a la no existencia de reportes de toxicidad, convierten a esta planta en fuente potencial de fitomedicamentos

Introduction: traditionally, farmers have used the resin of the shaft of Rheedia aristata Griseb. to remove penetrated thorns in the body and cure respiratory diseases such as asthma and lung inflammatory process. Objective: to identify the secondary metabolites in the decoction, tincture at 20 percent and fluid extract of the leaves of Rheedia aristata Griseb. and to establish the tincture and the fluid extract stability at a 20 percent. Methods: air parts of the plant were collected; they were washed, disinfected, dried and pulverized. The decoction, tincture at 20 percent, and extract were obtained and they were filtered. Finally, phytochemical screenings and quality control tests were performed. Results: phytochemical screening confirms the existence of several families of secondary metabolites of biological and pharmacological interest; among others, saponins, quinones, coumarins and alkaloids. The quality control tests carried out to the tincture at 20 percent and flowing extract indicated that, under the conditions applied, the elaborated products are stable. Conclusions: the 20 percent tincture and the fluid extract of the leaves of Rheedia aristata are rich formulations in secondary metabolites that could be the active principles responsible for the use of the plant as medicine, as reported in ethnobotanical studies. This fact, together with the great stability and absence of toxicity reports, converts this plant in a potential source of phytomedicines
Descritores: Clusiaceae/química
Extratos Vegetais
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  10 / 23 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-669531
Autor: Bianchi, B. R; Chu, E. P.
Título: Propagação in vitro de Hypericum cordatum (Vell. ) N. Robson (Clusiaceae) e análise fitoquímica de seus compostos secundários / In vitro propagation of Hypericum cordatum (Vell. Conc. ) N. Robson (Clusiaceae) and phytochemical analysis of its secondary compounds
Fonte: Rev. bras. plantas med;15(1):25-33, 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Hypericum cordatum, planta com possível atividade medicinal foi analisada no presente estudo quanto a sua propagação in vitro e seus principais compostos secundários em comparação com Hypericum perforatum, espécie medicinal utilizada como antidepressivo. Diante das dificuldades que ocorrem na coleta e sua multiplicação por sementes ou via estacas caulinares, iniciou-se a propagação in vitro tendo como resultados: que a indução e o crescimento de brotações foram estimulados pelo regulador 6-benziladenina (2,0 mg L-1), que houve indução de raízes por ácido indol-butírico (0,5 mg L-1), e que as baixas concentrações de auxinas, ácido 2,4-diclorofenoxiacético, ou ácido naftalenoacético (0,01 a 0,4 mg L-1) induziram a formação de calos sendo uma alternativa viável para a multiplicação desta espécie in vitro. Constatou-se com base nas análises bioquímicas e cromatográficas realizadas nesta fase de desenvolvimento das plantas mantidas em culturas in vitro, que as mesmas não contêm hipericina. No entanto, pode-se atribuir o potencial medicinal de H. cordatum às outras substâncias que também possuem importantes atividades biológicas, tais como a xantona e o ácido clorogênico sintetizados nas glândulas foliares de H. cordatum.

Hypericum cordatum, a plant with possible medicinal activity, was analyzed in this study for its in vitro propagation and main secondary compounds, compared to Hypericum perforatum, a medicinal species used as antidepressant. Considering the difficulties that occur in its collection and multiplication through seeds or stem cuttings, in vitro propagation was started and showed the following results: the induction and the growth of sprouts were stimulated by the plant regulator 6-benzyladenine (2.0 mg L-1), there was root induction by indolebutyric acid (0.5 mg L-1) and the low concentrations of auxins, 2,4-dichlorophenoxyacetic acid or naphthaleneacetic acid (0.01 to 0.4 mg L-1) induced callus formation, constituting a viable alternative for the in vitro multiplication of this species. Biochemical and chromatographic analyses carried out at this developmental stage of plants kept in in vitro cultures indicated that they do not contain hypericin. However, the medicinal role of H. cordatum can be attributed to other substances that also have important biological activities, such as xanthone and chlorogenic acid, both synthesized in the leaf glands of H. cordatum.
Descritores: Clusiaceae/crescimento & desenvolvimento
Hypericum/crescimento & desenvolvimento
-Antidepressivos
Reguladores de Crescimento de Planta/análise
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde