Base de dados : LILACS
Pesquisa : B01.650.940.800.575.912.250.859.937.055 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-965946
Autor: González de García, Mirtha; Degen de Arrúa, Rosa; Oakley, Luis J.
Título: Morfoanatomía de la hoja de celtis chichape (wedd) Miq. (cannabaceae) / Morphoanatomy of the leaf of celtis chichape (wedd) Miq. (cannabaceae)
Fonte: Rojasiana;15(1):41-46, 2016.
Idioma: es.
Descritores: Folhas de Planta/anatomia & histologia
Cannabaceae
-Epiderme Vegetal/citologia
Responsável: PY37.1 - Biblioteca


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-776594
Autor: GONÇALVES, N.Z.; LINO JÚNIOR, R.S.; RODRIGUES, C.R.; RODRIGUES, A.R.; CUNHA, L.C..
Título: Acute oral toxicity of Celtis iguanaea (Jacq. ) Sargent leaf extract (Ulmaceae) in rats and mice / Toxicidade oral aguda do extrato de folhas de Celtis iguanaea (Jacq. ) Sargent em ratos e camundongos
Fonte: Rev. bras. plantas med;17(4,supl.3):1118-1124, 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: RESUMO Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent is popularly used to treat urinary infections, kidneys, breast, body aches, rheumatism, asthma, cramps, poor digestion and as a diuretic medicine. This study aims to determine the acute toxicity of the aqueous leaf extract of Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent in rodents. After the collection processes, identification, drying and grinding, the lyophilized powder of the leaves produced, by infusion, the aqueous extract and it was dissolved in saline 0.9%. The administration was made by gavage at a dose of 2000 mg kg-1to rats and mice of both genders. The oral toxicity was determined according to the OECD 423 guide. Signs of toxicity were observed for 15 days and classified from 0 to 4 respectively as missing, rare, mild, moderate and severe. The weight of the animals and the physiological parameters such as food intake and excrements production were observed. All animal tissue samples were collected for histological analysis. The extract was included in Type 5 (substance with LD50 higher than 2000 mg kg-1 and less than 5000 mg kg-1), being considered of low toxicity, but the histopathologycal findings suggested nephrotoxicity and cardiotoxicity. The absolute weight of the kidneys and the heart of the male rats and mice increased, but there was no significant raise in the relative weight of the animals’ organs.

RESUMO Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent é uma planta usada popularmente para tratar infecções do trato urinário, rim, mama, dores no corpo, reumatismo, asma, cólicas, má digestão e também é usada como diurético. Este trabalho objetivou determinar a toxicidade aguda do extrato aquoso de folhas de Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent em roedores. Após os processos de coleta, identificação, secagem e moagem, o pó liofilizado das folhas da planta foi utilizado para produzir o seu extrato aquoso por infusão e então dissolvido em solução salina a 0.9 %. A administração foi feita por gavagem na dose de 2000 mg kg-1 em ratos e camundongos de ambos os sexos. A toxicidade oral foi determinada de acordo com o guia 423 da OECD. Sinais de toxicidade foram observados por 15 dias e tabulados de 0 a 4, respectivamente, como ausentes, raros, leves, moderados e graves. Foi acompanhado o peso dos animais e parâmetros fisiológicos tais como alimentação e excreções. Amostras do tecido de todo o animal foram coletadas para análise histológica. A toxicidade encontrada para o extrato foi incluída na classe 5 (substâncias com DL50 superior a 2000 mg kg-1 e menor que 5000 mg kg-1) sendo considerada baixa, porém, as observações histopatológicas sugerem nefrotoxicidade e cardiotoxicidade. O peso absoluto dos rins e coração de ratos e camundongos machos aumentou, porém, não houve aumento significativo no peso relativo dos órgãos dos animais.
Descritores: Toxicidade Aguda/análise
Extratos Vegetais/farmacocinética
Ulmaceae/classificação
-Cannabaceae/classificação
Plantas Medicinais/classificação
Limites: Camundongos
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-711784
Autor: Martins, J.L.R.; Sousa, F.B.; Fajemiroye, J.O.; Ghedini, P.C.; Ferreira, P.M.; Costa, E.A..
Título: Anti-ulcerogenic and antisecretory effects of Celtis iguanaea (Jacq. ) Sargent hexane leaf extract / Efeito anti-ulcerogênico e antisecretório do extrato hexânico das folhas de Celtis iguanaea (Jacq. ) Sargent
Fonte: Rev. bras. plantas med;16(2):250-255, jun. 2014. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: The Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent (Cannabaceae) is one of the native species of the Cerrado region of Brazil widely used in folk medicine to treat dyspepsia. The objective of the present study was to evaluate the gastroprotective effect of the Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent (HE) hexane leaf extract in the lesion and gastric secretion models.Antiulcerogenic activity of the Celtis iguanaea (HE) hexane leaf extract was observed with the experimental models, such as indomethacin and pyloric ligation-induced gastric ulcers. In order to evaluate the antisecretory activity of this extract, isolated Rana catesbeiana mucosa and pyloric ligation in mice were used. The HE treatment reduced the lesion index of indomethacin and pyloric ligation-induced ulcer. This extract also reduced the gastric acid secretion and total acidity (increasing the gastric pH) in mice. The secretion of H+ was reduced in the basal values (15.58 ± 1.99 µEq H+/g/15 min) when isolated Rana catesbeiana mucosa was incubated with HE. Intraduodenal administration of HE reduced the gastric secretion produced by bethanecol or histamine. The antiulcerogenic and antisecretory efficacy of HE in this study suggest anticholinergic and antihistaminergic mechanism or interruption of intracellular events that are linked to acid secretion.

Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent (Cannabaceae) é uma das espécies nativas do cerrado brasileiro, sendo amplamente utilizada na medicina popular para o tratamento de dispepsia. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito gastroprotetor do extrato hexânico das folhas de Celtis iguanaea (Jacq.) Sargent (EH) em modelos de secreção e de lesões gástricas. A atividade antisecretória do extrato hexânico das folhas de Celtis iguanaea (EH) foi avaliada no modelo de mucosa isolada de Rana catesbeiana e pelo modelo de ligadura pilórica em camundongos. A avaliação da atividade anti-ulcerogênica do EH foi determinada no modelo de úlceras gástricas induzidas por indometacina e ligadura pilórica. Quando a mucosa de Rana catesbeiana isolada foi incubada com o EH, a secreção de H+ foi reduzida em comparação com o valor basal (15,58 ± 1,99 µEq H+/g/15 min). O tratamento com o EH reduziu o índice de lesões na úlcera induzida por indometacina e ligadura pilórica. O EH também reduziu o volume de secreção, a acidez total, e aumentou o pH gástrico. A administração intraduodenal reduziu a secreção gástrica produzida por betanecol ou histamina. A eficácia anti-ulcerogênica e antisecretória do EH neste estudo, sugere um mecanismo anticolinérgico e antihistaminérgico ou interrupção de eventos intracelulares que estão ligados à secreção ácida.
Descritores: Cannabaceae/classificação
Extratos Vegetais/análise
-Pradaria
Rana catesbeiana
Úlcera Gástrica
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde