Base de dados : LILACS
Pesquisa : B03.440.425.410.350 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052824
Autor: Heggendorn, Fabiano Luiz; Gonçalves, Lúcio Souza; Lione, Viviane de Oliveira Freitas; Cravo Junior, Walter Barreiro; Lutterbach, Márcia.
Título: Análise de limas endodônticas submetidas a biocorrosão por bactérias redutoras de sulfato in vitro / Analysis of endodontic files submitted to biocorrosion by sulfate reducing bacteria in vitro
Fonte: Arq. odontol;55:1-12, jan.-dez. 2019. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar as alterações químicas presentes na superfície metálica de limas endodônticas fraturadas em canais radiculares, in vitro, após a inoculação intrarradicular de culturas de BRS de três cepas microbianas, Desulfovibrio desulfuricans (uma cepa oral e outra ambiental) e Desulfovibrio fairfieldensis. Métodos: foram analisadas 5 limas kerr #90, sendo uma Lima Kerr nova, sem tratamento, e as outras 4 limas fraturadas dentro de canais radiculares in vitro, com posterior inoculação de Desulfovibrio desulfuricans, cepa oral e ambiental, e Desulfovibrio fairfieldensis e um grupo controle sem inoculação bacteriana, por 477 dias. Os grupos foram analisados no modo EDS (Espectrometria de Energia Dispersiva de Raios-x) do microscópio eletrônico de varredura (FEI-Inspect-S50). Resultados:A presença do S, Cl e O foram relacionados ao processo biocorrosivo, assim como a redução dos elementos de liga nesta área. Conclusão:As análises no modo EDS demonstraram biocorrosão ao longo da superfície metálica das limas quando empregado o biofármaco BACCOR, nas três diferentes cepas empregadas, indicada pela redução dos elementos formadores da liga metálica, Fe, Ni e Cr, com a associação da presença de elementos indicadores de biocorrosão como O, Cl e S. (AU)

Aim:To evaluate the chemical alterations present on the metallic surface of root canal fractured endodontic files in vitro after the intraradicular inoculation of BRS cultures of three microbial strains, Desulfovibrio desulfuricans (one oral and one environmental strain), and Desulfovibrio fairfieldensis. Methods: Five kerr #90 files were analyzed, one new untreated Kerr file and the other 4 files fractured within root canals in vitro, with a subsequent inoculation of Desulfovibrio desulfuricans (oral and environmental strains), and Desulfovibrio fairfieldensis, as well as a control group without bacterial inoculation for 477 days. The groups were analyzed using the scanning electron microscope (FEI-Inspect-S50) EDS (X-ray Dispersive Energy Spectrometry) mode. Results:The presence of S, Cl, and O were related to the biocorrosive process, as well as the reduction of alloying elements in this area. Conclusion: The EDS mode analysis showed biocorrosion along the metallic surface of the files when the BACCOR biopharmaceutical was used in the three different strains employed in this study, indicated by the reduction of the alloying elements ­ Fe, Ni, and Cr ­ with the association of the presence of indicator elements of biocorrosion, such as O, Cl, and S. (AU)
Descritores: Produtos Biológicos
Corrosão
Meios de Cultura
Ligas Dentárias
Instrumentos Odontológicos
Desulfovibrio desulfuricans
Cavidade Pulpar
Desulfovibrio
-Técnicas In Vitro
Endodontia
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-736966
Autor: Silva, Fabrício Halfeld de Almeida.
Título: Estudo da interação de Desulfovibrio indonesiensis com células epiteliais intestinais: influência sobre as junções celulares e função imunológica / Interaction between desulfovibrio indonesiensis and intestinal epithelial cells - influence on celular junctions and immunological function.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2014. xiii,98 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A imunopatologia das doenças inflamatórias intestinais (DIIs) está associada a níveis aumentados de citocinas pró-inflamatórias, alterações na microbiota local e perda da integridade da barreira epitelial. De fato, a relação parasita-hospedeiro, definida aqui pela interação da microbiota com o microambiente da mucosa, tem sido relatada como fator central na imunopatogênese das DIIs. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da interação de Desulfovibrio indonesiensis, bactéria redutora de sulfato (BRS), com a linhagem de célula epitelial intestinal Caco-2, sobre a integridade das junções oclusivas e seu papel na modulação da produção de IL-8. Células Caco-2 foram incubadas (3h a 37ºC) com D. indonesiensis (proporção 10:1 bactéria–célula hospedeira), e a interação foi interrompida após 24h e 48h. Microscopia correlativa foi empregada para avaliar a integridade das junções celulares, sendo as culturas controle e as que interagiram com D. indonesiensis processadas para imunofluorescência indireta e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Análises da expressão de ocludina, proteína de junção oclusiva, e permeabilidade paracelular foram realizadas por Western blot e resistência elétrica transepitelial (RET), respectivamente. Microscopia de contraste interferencial diferencial (DIC) e microscopia de fluorescência das culturas de células Caco-2 revelaram intensa coesão entre células da monocamada celular, com junções oclusivas visualizadas pela detecção de ocludina e ZO-1. A presença da BRS não acarretou mudanças nas junções celulares e na distribuição espacial de ocludina e ZO-1...

The immunopathology of inflammatory bowel diseases (IBD) is associated withincreased levels of pro-inflammatory cytokines, changes in local microbiota and loss of epithelial barrier integrity. In fact, the host-parasite relationship, here defined by the interaction of microbes with the mucosal microenvironment, has been reported as a central factor in IBD immunopathogenesis. Herein, we aimed to evaluate the interaction of Desulfovibrio indonesiensis, a sulfate reducing bacteria (SRB), with anintestinal epithelial cell strain, Caco-2, and its effect on the integrity of tight junctions and on IL- 8 production. Caco-2 cells were incubated (3h at 37°C) with D. indonesiensis (10:1 bacteria-host cell ratio), and the interaction stopped after 24h and 48h. Correlative microscopy was used to assess the integrity of cell junctions, and both control and D. indonesiensis interaction cultures were processed for indirectimmunofluorescence and scanning electron microscopy (SEM). Expression analysis of occludin, a tight junction protein, and paracellular permeability were performed by Western blot and transepithelial electrical resistance (TEER), respectively. Differential interference contrast (DIC) and fluorescence microscopy analyses ofCaco-2 monolayer cultures revealed intense cell cohesion, with tight junctions visualized by occludin and ZO-1 labeling. Cell junctions and spatial distribution of occludin and ZO-1 were not altered in the presence of BRS. Ultrastructural analysisshowed isolated bacteria and biofilm structures bound to Caco-2 cells without anyalteration in intercellular association. This inaltered junctional integrity was also seenby TEER assays, and Western blot results revealed no changes in occludinexpression...
Descritores: Colite Ulcerativa/diagnóstico
Desulfovibrio/química
Mucosa Intestinal
Junções Íntimas
-Eletroforese em Gel de Poliacrilamida/métodos
Western Blotting/métodos
Limites: Humanos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-531637
Autor: Heggendorn, Fabiano Luiz; Gonçalves, Lúcio de Souza; Lutterbach, Márcia T. S; Dias, Eliane Pedra.
Título: Processos fisiológicos e patológicos das bactérias redutoras de sulfato do gênero desulfovibrio sp / Physiologic and pathological processes of the sulphate-reducing bacteria of the genus desulfovobrio sp
Fonte: Brasília méd;46(3), 2009.
Idioma: pt.
Resumo: As bactérias redutoras de sulfato do gênero Desulfovibrio sp. podem ser encontradas normalmente formando parte da biota intestinal e oral de seres humanos saudáveis, participando, direta ou indiretamente, com seus produtos metabólicos, de diversas afecções como: periodontites, câncer colorretal, infecções e sepsemias. Propõe-se com esta revisão avaliar os aspectos normais e as possíveis alterações patológicas correlacionadas com as bactérias redutoras de sulfato no organismo humano. As conclusões levam a crer que o desequilíbrio na biota oral e intestinal pode levar a aumento no número de bactérias redutoras de sulfato e na produção de sulfeto, como produto metabólico final, podendo representar um fator adicional no desenvolvimento daquelas afecções. Além disso, por haver forte propensão para formar associações bacterianas, aumentando seu potencial patológico, pode ser difícil a identificação do seu verdadeiro papel nas morbidades em que estão envolvidas assim como o seu potencial virulento.

Sulfate-reducing bacteria of the genus Desulfovibrio spp. can be routinely detected as member of the normal intestinal and oral microbiota in health individuals. This bacterial group produces metabolic byproducts, which participate, direct or indirect, in several diseases, such as periodontitis, colorectal cancer, infections and sepsis. The purpose of the present study was to assess the association between sulfate-reducing bacteria and normal conditions and pathology alterations in human. In conclusion, it is possible that alteration of the oral and intestinal flora can result in increase of sulfate-reducing bacteria levels and products of sulfide as final metabolic. Therefore, these conditions can represent an important fact associated with those diseases. In addition, this bacterial group presents a great tendency in to associate with other microorganisms. Like that, it can increase the pathologic potential and can difficult the identification of the true involvement with several diseases as well as its virulent potential.
Descritores: Desulfovibrio/fisiologia
Desulfovibrio/patogenicidade
Compostos Inorgânicos
Periodontite
Sulfatos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR396.3 - Biblioteca Setorial Umuarama


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-431269
Autor: Paiva, Maurício Magalhães.
Título: Bactérias redutoras de sulfato: estudo de substâncias poliméricas extracelulares e enzimas nos processos de adesão a substratos metálicos e de biocorrosão / Reducing sulphate bacteria: study of extracellular Pilymerical substances and enzymes in the biocorrosionadhesion processes the metallic substrata.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; jan. 2004. 124 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Bactérias redutoras de sulfato (BRS) formam biofilmes sobre substratos sólidos. Substâncias poliméricas extracelulares (SPE), secretadas por bactérias e compostas por polissacarídeos, proteínas, lipídeos e ácidos nucléicos, são os principais constituintes da matriz do biofilme. Diversas teorias propõem mecanismos pelos quais BRS podem influenciar a biocorrosão de materiais metálicos. SPE de BRS são reportadas como componentes importantes no processo de biocorrosão por facilitar a adesão irreversível das bactérias a superfícies metálicas com subseqüente formação de biofilme ou por se ligar a íons metálicos. No presente trabalho, estudamos duas espécies distintas de BRS marinhas (Desulfovibrio alaskensis e Desulfovibrio indonensiensis). SPE de sobrenadante de cultura dessas bactérias foram purificadas para estudos. A atividade enzimática de SPE das duas cepas de BRS foi analisada e os resultados mostraram que ela varia consideravelmente. SPE de D. alaskensis mostraram um espectro maior de atividade enzimática comparada àquela de D. indonensiensis. Os resultados obtidos são discutidos considerando a capacidade corrosiva diferenciada destas bactérias, a qual é reportada na literatura. Estudos quantitativo e qualitativo de cinética de adesão das duas espécies de BRS (cultivadas isoladamente ou em consórcio) a dois tipos diferentes de aço inoxidável (AISI 304 e 316) foram realizados. A influência de SPE no processo de adesão dessas bactérias aos metais foi testada nesses estudos. Cultivadas isoladamente, D. indonensiensis adere mais precocemente ao metal não condicionado em relação a D. alaskensis. Entretanto, após 24 h de cultivo essas bactérias revelam perfil semelhante de colonização do metal. Adesão de D. alaskensis foi estimulada na presença de ambas as SPE (em especial de suas próprias SPE), ao passo que D. indonensiensis mostrou números reduzidos de células aderidas sobre superfícies condicionadas com SPE. Quando em consórcio, D. alaskensis inibe a adesão de D. indonensiensis, sugerindo competição entre essas espécies nas etapas iniciais da formação do biofilme...
Descritores: Adesão Celular
Biodegradação Ambiental
Corrosão
Desulfovibrio
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde