Base de dados : LILACS
Pesquisa : B03.440.520 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002797
Autor: Otoni, Luisa V. A; Gabardo, Michelle P; Macêdo, Núbia R; Wagatsuma, Mariane M; Pereira, Marina M; Guedes, Roberto Maurício C.
Título: Tylosin injectable for the treatment of porcine proliferative enteropathy in experimentally inoculated pigs / Tilosina injetável no tratamento da enteropatia proliferativa suína em leitões experimentalmente inoculados
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;39(3):168-174, Mar. 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Porcine proliferative enteropathy (PPE) is one of the most common enteric diseases in growing and finishing pigs. PPE is characterized by reduced growth performance, accompanied or not by diarrhea. PPE is highly prevalent in several countries of the Americas, Europe and Asia, causing high economic losses in swine herds. The most common form of PPE control in pigs is antibiotic therapy. The objective of this study was to evaluate a new product based on tylosin injectable (Eurofarma Laboratórios S.A.) to control PPE in experimentally inoculated animals. Sixty 5-week-old pigs with mean weight of 9.5kg were divided into two experimental groups of 30 animals: medication and control. All pigs were challenged with Lawsonia intracellularis, the etiologic agent of PPE, on day zero. Fecal score, body condition score, and behavior were daily evaluated. Pigs were weighted on days -2, 13 and 21 of the experiment. Pigs in the Medication Group received tylosin injectable 13 days after inoculation, in three doses with a 12-hour interval between them. Pigs in the Control Group received injectable saline solution following the same protocol. In the Control Group, 23pigs presented with diarrhea before day 13. After day 13, the number of diarrheic animals in this group was reduced to 17. In the Medication Group, 26 pigs presented with diarrhea in the initial period, and in the period after medication, only 11 animals had diarrhea. The score of gross intestinal PPE lesions in the Medication Group was lower than that in the Control Group (p=0.031). The Medication Group also showed lower score for Lawsonia intracellularis antigen-labeling by immunohistochemistry compared with that of the Control Group (p=0.032), showing lower level of infection. These results demonstrate that tylosin injectable (Eurofarma Laboratórios S.A.), administrated in three doses (1mL/20kg) every 12 hours, was effective for the control of PPE in experimentally inoculated pigs.(AU)

Enteropatia proliferativa suína (EPS), causada pela bactéria Lawsonia intracellularis, é uma das doenças entéricas mais comuns em suínos de recria e terminação. A EPS caracteriza-se por redução no desempenho dos animais, acompanhada ou não por diarreia. É uma doença altamente prevalente em diversos países da América, Europa e Ásia, provocando elevados prejuízos econômicos nos rebanhos suínos. A forma de controle da EPS mais adotada em rebanhos suínos é a antibioticoterapia. O objetivo deste estudo foi avaliar um novo produto à base de tilosina (Eurofarma Laboratórios S.A.) na forma injetável para controlar a EPS em animais experimentalmente inoculados. Foram utilizados 60 leitões, de cinco semanas de idade, com peso médio de 9,5kg, divididos em dois grupos experimentais (n=30), medicados e não medicados. Todos os leitões foram desafiados com Lawsonia intracellularis no dia zero. Avaliações clínicas de escore fecal, escore corporal e comportamento foram realizadas diariamente além da pesagem individual dos animais realizada nos dias -2, 13 e 21 do experimento. Os leitões do grupo medicado receberam tilosina injetável 13 dias após a inoculação em três doses com intervalo de 12 horas cada. Já os leitões do grupo não medicado receberam solução salina injetável com o mesmo protocolo. O grupo não medicado apresentou 23 animais com diarreia antes do dia 13 e 17 após este período. No grupo medicado, 26 animais apresentaram diarreia previamente à medicação e apenas 11 após a medicação a partir do dia 13. Os leitões medicados apresentaram extensão de lesão macroscópica, caracterizada por espessamento de mucosa intestinal, menor em comparação com o grupo não medicado (p=0,031). A imunomarcação para Lawsonia intracellularis foi menor no grupo medicado (p<0,032), mostrando redução no grau de infecção por L. intracellularis nos animais medicados. Estes resultados demonstram que a tilosina injetável (Eurofarma Laboratórios S.A.) (1mL/20kg) em três doses, a cada 12 horas, foi eficaz no tratamento da enteropatia proliferativa suína em animais experimentalmente inoculados.(AU)
Descritores: Tilosina/uso terapêutico
Lawsonia (Bactéria)/isolamento & purificação
Sus scrofa/microbiologia
Infecções por Desulfovibrionaceae/veterinária
Enteropatias/veterinária
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888088
Autor: Jiménez, A. P; Duarte, L. Z; Cortez, L. S; Granados, M; Florez, C; Villamizar, A; Parra-Martin, J. A.
Título: Associação à positividade da Lawsonia intracellularis com a expressão clínico-patológica da infecção em suínos da região metropolitana de Bucaramanga (Santander, Colômbia) / Association to positivity of Lawsonia intracellularis with the clinical and pathologic expression of infection in swine from the metropolitan area of Bucaramanga (Santander, Colombia)
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);70(1):181-186, Jan.-Feb. 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Porções de íleo terminal foram coletados de 100 suínos com sinais de doença gastrointestinal na área metropolitana de Bucaramanga, a fim de se estudar a eficiência do diagnóstico de enteropatia proliferativa suína (PPE) pela técnica de PCR aninha (PCRa) empregando sequências específicas (primers) para L. intracellularis: 16S ARN região (270pb) e sua correlação com achados clínicos e patológicos. Todas as amostras foram processadas para se determinar a associação entre positividade por PCR, os sinais clínicos, os achados de necropsia e as lesões histológicas. Cinquenta e seis por cento das amostras foram positivas para L. intracellularis pela PCRa. Só 2% exibiram resultados positivos pela técnica Warthin-Starry. Trinta e um de 100 animais com sinais de anorexia resultaram positivos para PCRa (P>0,05). Não houve associação (P<0,05) entre diarreia e queda no crescimento, bem como associação (P<0,05) entre achados anatomopatológicos e histológicos com PCRa positivas.(AU)

Fragments of terminal ileum were collected from 100 pigs at slaughter from Bucaramanga Metropolitan Area (Santander, Colombia), to study the efficacy of the diagnosis of porcine proliferative enterophaty (PPE) through the technique of nested polymerase chain reaction (PCRa), employing specific sequences (primers) for L. intracellularis: 16S ARN region (270pb) and his correlation with clinic and pathological findings. All samples were processed by standard histological methods and stained with a Warthin-Starry technique. All samples were processed to determinate the association between positive PCRa results, clinical signs and necropsy findings. 56% of the 100 samples were positive for L. intracellularis through PCRa technic. Only 2% exhibited positive results through Warthin-Starry technique. A total of 31 (100) animals with anorexic symptoms were associated with positive results from PCRa (P>,05). No associations (P<0.05) were observed between diarrhea and delayed growth. No associations (P<0.05) were observed between anatomopathological and histological findings with positive PCRa.(AU)
Descritores: Ileíte/veterinária
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Suínos/virologia
-Lawsonia (Bactéria)
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-759368
Autor: Gabardo, Michelle P; Sato, José P H; Resende, Talita P; Guedes, Roberto M C.
Título: Equine proliferative enteropathy on a brazilian farm / Enteropatia proliferativa em um haras brasileiro
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;35(5):443-447, May 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Lawsonia intracellularis infection on a horse farm in the Midwest region of Brazil is described. Thirty-nine foals a few days to months old from a herd with 300 horses, experienced diarrhea with variable characteristics and intensities, weight loss, hyperemic mucous membranes and dehydration. In foals 3 to 6 months of age, hypoproteinemia associated with submandibular edema were also common. Intestinal fragments of a 7-month-old foal were sent to an animal disease laboratory for diagnosis. The observed macroscopic lesions were hyperemic serosa, thickening of the intestinal wall with a corrugation, thickening of the mucosa folds and reduction of intestinal lumen. Histological analysis of the small and large intestine revealed enterocyte hyperplasia of the crypts associated with diffuse marked decrease in the number of goblet cells and positive L. intracellularis antigen labeling by immunohistochemistry. Three out of 11 animals of the same property were seropositive for L. intracellularis, demonstrating the circulation of the agent throughout the farm, but none were PCR positive in fecal samples. Based on clinical signs and pathological findings, the diagnosis of equine proliferative enteropathy was confirmed.

Descreve-se a infecção por Lawsonia intracellularisem uma propriedade na região Oeste do Brasil. Em um rebanho de 300 equinos, 39 potros com poucos dias de vida à 21 meses apresentaram diarreia de características e intensidades variáveis, com perda de peso e desidratação. Em potros com três a seis meses de idade, hipoproteinemia associada a edema submandibular também foram frequentes. Fragmentos intestinais de um potro de 7 meses foram enviados ao laboratório de patologia animal para diagnóstico. Na macroscopia foi observada hiperemia de serosa e moderado espessamento de parede intestinal. Na histologia do intestino delgado existia hiperplasia de enterócitos de criptas difusa intensa com redução marcante de células caliciformes e marcação positiva na imuno-histoquímica para L. intracellularis. Na sorologia de 11 animais da mesma propriedade, três foram positivos. Já a PCR foi negativa para todos os animais. Com base nos sinais clínicos e nos achados patológicos confirmou-se o diagnóstico de enteropatia proliferativa equina, associada a sorologia positiva que demonstrava circulação do agente na propriedade.
Descritores: Cavalos/microbiologia
Enteropatias/veterinária
Lawsonia (Bactéria)/patogenicidade
-Desidratação/veterinária
Diarreia/veterinária
Enterócitos/citologia
Hipoproteinemia/veterinária
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Sorologia
Perda de Peso
Limites: Animais
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-674386
Autor: Viott, Aline de M; França, Silvia A; Vannucci, Fábio A; Cruz Jr, Eduardo C. C; Costa, Mirella C; Gebhart, Connie J; Guedes, Roberto M. C.
Título: Infection of sparrows (Passer domesticus) and different mice strains with Lawsonia intracellularis / Infecção de pardais (Passer domesticus) e diferentes linhagens de camundongos com Lawsonia intracellularis
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;33(3):372-378, Mar. 2013. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The susceptibility of sparrows (Passer domesticus) and strains of mice (Swiss, BALB/c, C-57 and DB-A) to Lawsonia intracellularis infection was studied. Thirty-two sparrows were inoculated with pure culture of L. intracellularis and eleven received sham inoculum. Feces were collected on -1, 7, 14 and 21 days post infection (dpi) for detection of L. intracellularis by PCR. After 21 days, all sparrows were euthanized and the tissues processed for histology and immunohistochemistry (IHC). One hundred sixty mice of four different strains (n=40, per strain) were used. For each mouse strain, 16 animals received mucosa homogenate from a pig infected with L. intracellularis, 16 received pure culture of L. intracellularis and eight animals received sham inoculum. Two control and four inoculated mice from each group were euthanized on 7, 14, 21 and 28 dpi. Sections of intestine were collected for histologic analysis and IHC and pooled feces were collected for L. intracellularis PCR. None of the sparrows had any histologic lesions characteristic of proliferative enteropathy or antigen labeling by IHC. All sparrow fecal samples were negative by PCR. All mice strains studied had histopathological lesions typical of PE and IHC labeling consistent with L. intracellularis infection, especially those animals inoculated with pure culture. The most severe lesions were observed in DB-A and Swiss mice. Fecal shedding was detected in all mice strains, with peak at 14 dpi. We conclude that sparrows do not seem to be relevant in the epidemiology of L. intracellularis. The results showed variations in the lesions among the four mice strains used.

A susceptibilidade de pardais (Passer domesticus) e linhagens de camundongos (Swiss, BALB / C, C-57 e DB-A) à infecção por L. intracellularis foi testada. Trinta e dois pardais foram inoculados com cultura pura de L. intracellularis e onze receberam placebo. As fezes foram coletadas nos dias -1, 7, 14 e 21 após a infecção (dpi) para a detecção de Lawsonia intracellularis por PCR. Após 21 dias, todos os pardais foram eutanasiados e os tecidos processados para a realização da histologia e imuno-histoquímica (IHQ). Cento e sessenta camundongos de quatro linhagens diferentes (n=40, por linhagem) foram utilizados. Para cada linhagem de camundongo, 16 receberam homogeneizado de mucosa preparado a partir de um suíno infectado com L. intracellularis, 16 receberam cultura pura de L. intracellularis e oito animais receberam placebo. Dois camundongos controle e quatro camundongos inoculados de cada grupo foram sacrificados aos 7, 14, 21 e 28 dpi. Seções de intestino foram coletadas para análise histológica e IHQ e amostras de fezes foram coletadas para a realização da PCR para detecção de L. Intracellularis. Nenhum dos pardais apresentou lesões histológicas características da enteropatia proliferativa ou marcação positiva por meio da IHQ. As amostras de fezes dos pardais foram negativas na PCR. Todas as linhagens de camundongos estudadas tinham lesões histopatológicas típicas de enterite proliferativa e IHQ positiva para a infecção por L. intracellularis, especialmente aqueles animais inoculados com a cultura pura. As lesões mais graves foram observadas em camundongos DB-A e Swiss. A eliminação fecal foi detectada em todas as linhagens de camundongos, com pico 14 dpi. Conclui-se que os pardais não são relevantes na disseminação da L. intracellularis. Os resultados mostraram variações nas lesões entre as quatro linhagens de camundongos utilizadas, indicando o potencial risco que os camundongos representam na transmissão de L. Intracellularis.
Descritores: Camundongos/microbiologia
Lawsonia (Bactéria)/patogenicidade
Pardais/microbiologia
-Modelos Animais
Transmissão de Doença Infecciosa/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-548615
Autor: Rodríguez-Buenfil, Jorge Carlos; Rodríguez-Guzmán, Lourdes; López-Espinoza, José; Álvarez-Fleites, Mario; Segura-Correa, José C.
Título: Eliminación de Lawsonia intracellularis por cerdos de engorde en dos sistemas de producción en Yucatán México / Shedding of Lawsonia intracellularis by fattening pigs in two production systems in Yucatán México
Fonte: Rev. cient. (Maracaibo);18(4):403-407, jul.-ago. 2008. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se realizó un estudio longitudinal para determinar la frecuencia e incidencia de Lawsonia intracellularis en cerdos de engorde en una granja de múltiples sitios y otra de un sitio en Yucatán, México. Se utilizaron 59 y 58 lechones negativos a L. intracellularis de las granjas de múltiples sitios y un sitio, respectivamente, los cuales se monitorearon cada 14 días de la semana, 1 a la 21 de edad. La bacteria en heces se detectó utilizando la prueba de la reacción en cadena de la polimerasa. Todos los cerdos de ambas granjas eliminaron L. intracellularis al menos una vez hasta la semana 11 de edad, encontrándose el mayor número de animales positivos a la semana 7. La incidencia acumulada fue del 100 por ciento en ambas granjas y la tasa de incidencia en las granjas de un sitio y múltiples sitios fueron 0,31 y 0,26 cerdos por cada 14 días a riesgo, respectivamente. Los resultados de este estudio proporcionan información para la implementación de esquemas de prevención control y erradicación de L. intracellularis.

A longitudinal study was carried out to determine the frequency and incidence of Lawsonia intracellularis in fattening pigs in a one-site farm and a multi-site farm in Yucatan, Mexico. Fifty-nine and 58 pigs negative to L. intracellularis from the one-site farm and the multi-site farm were used, respectively. Pigs were monitored every 14 days from weeks, one to 21 of age. The bacterium in faeces was detected by PCR test. All pigs from both farms shed L. intracellularis at least once by week 11 of age; the greatest number of positive pigs were detected at week 7. The cumulative incidence was 100% in both farms and the incidence density rates in the one-site farm and the multi-site farm were 0.31 and 0.26 pigs per each 14-days, respectively. The result of this study gives some information for the implementation of schemes of prevention, control and eradication of L. intracellularis.
Descritores: Ração Animal
Enteropatias Perdedoras de Proteínas/veterinária
Lawsonia (Bactéria)
Suínos
-Ciências da Nutrição Animal
Limites: Animais
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-485050
Autor: França, Ticiana N; Ribeiro, Carlos T; Bezerra Júnior, Pedro S; Dõbereiner, Jürgen; Cerqueira, Valíria D; Peixoto, Paulo V.
Título: Surtos de Enteropatia Proliferativa Hemorrágica (Lawsonia intracelullaris) em suínos no Estado do Rio de Janeiro / Outbreaks of Proliferative Haemorrhagic Enteropathy (Lawsonia intracelullaris) in swine in Rio de Janeiro state
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;28(3):174-182, mar. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Descrevem-se surtos de Enteropatia Proliferativa Hemorrágica causados por Lawsonia intracellularis em suínos no Estado do Rio de Janeiro. A sintomatologia caracterizou-se por diarréia sanguinolenta com evolução superaguda. À necropsia verificaram-se íleo de aspecto reticulado, com mucosa moderadamente espessada e grande quantidade de sangue parcialmente coagulado, além de marcada palidez de órgãos e carcaça. O exame histológico revelou proliferação hiperplásica das células epiteliais das criptas de Lieberkühn, por vezes, associada a alterações inflamatórias e necróticas. A imunohistoquímica demonstrou presença da bactéria, em grande quantidade, dentro do citoplasma das células epiteliais das criptas. L. intracellularis também foi visualizada pela ultramicroscopia. Os surtos ocorreram em 1987 e essa é a primeira descrição da enfermidade no Estado do Rio de Janeiro.

Outbreaks of infection of swine with Lawsonia intracelullaris in the state of Rio de Janeiro are described. The symptomathology was characterized by bloody diarrhea with peracute course. Postmortem findings were pale organs and tissues, reticulate aspect of the ileum with its mucosa moderately thickened nad contained large amounts of partially coagulated blood. Histopathological examination revealed hyperplastic epithelial cell proliferation of the Lieberkühn crypts, sometimes associated with inflammatory and necrotic alterations. Immunohistochemistry demonstrated the presence of large amounts of bacteria in the cytoplasm of the cryptal epithelial cells. L. intracellularis was also seen by ultramicroscopic examination. These outbreaks occurred in 1987 and this is the first report of the disease in the state of Rio de Janeiro.
Descritores: Diarreia/diagnóstico
Enteropatias/epidemiologia
Imuno-Histoquímica
Lawsonia (Bactéria)/isolamento & purificação
Mortalidade
Suínos/anatomia & histologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-480213
Autor: Macêdo, Núbia Resende de; Al-Ghamdi, Ghanem; Gebhart, Connie Jane; Guedes, Roberto Maurício Carvalho.
Título: Enteropatia proliferativa em eqüinos / Proliferative enteropathy in horses
Fonte: Ciênc. rural;38(3):889-897, maio-jun. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Enteropatia proliferativa (EP), causada pela Lawsonia intracellularis, tem sido descrita em eqüinos jovens. A maioria dos relatos de EP em eqüinos é proveniente da América do Norte. Não existe ainda relato desta enfermidade em eqüinos na América Latina, apesar de a distribuição mundial da enfermidade em suínos. Portanto, é bastante provável que a EP esteja sendo negligenciada no diagnóstico de diarréias em potros desmamados. Esta revisão enfoca aspectos gerais sobre a infecção, abrangendo desde a etiologia, a epidemiologia, a patogenia, os sinais clínicos, as lesões anátomo e histopatológicas, o diagnóstico e o tratamento, alertando sobre a potencial importância de L. intracellularis como possível agente causal de diarréia em potros desmamados.

Proliferative enteropathy (PE), which is caused by Lawsonia intracellularis, has been recently described in young horses. The majority of horse PE cases have been reported in North America. Despite the fact that PE in swine has a worldwide distribution, there has not been any report of this disease in horse in Latin America yet. Therefore, it is very likely that L. intracellularis has been neglected on diagnosis of diarrhea in weanling foals. This review highlights general aspects about the infection, including etiology, epidemiology, pathogenesis, clinical signs, gross and histological lesions, diagnosis and treatment, and warns about the potential importance of L. intracellularis as possible causative agent of diarrhea in weanling foals.
Descritores: Cavalos/parasitologia
Enteropatias/veterinária
Lawsonia (Bactéria)
Limites: Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR409.1 - Biblioteca


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-473957
Autor: Rodríguez, Berardo de J; Aranzazu, Diego; Giraldo, Gloria E; Alvarez, Lyda C; Cano, Eliana M; Isaza, Bibiana.
Título: Prevalencia de enteropatía proliferativa porcina y caracterización histopatológica de las lesiones asociadas en cerdos sacrificados en el Matadero Municipal de Medellín, Colombia / Prevalence of porcine proliferativa enteritis and histopathologycal characterization of associated lesions in slaughtered pigs of Medellín, Colombia
Fonte: Rev. colomb. cienc. pecu;17(1):11-19, abr. 2004. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: En el período comprendido entre julio y octubre del año 1997 se evaluaron 360 intestinos de cerdos sacrificados en el Matadero Municipal de Medellín, Colombia, con el objetivo de establecer la prevalencia de la Enteropatía Proliferativa Porcina (EPP) en el departamento de Antioquia, caracterizar las lesiones anatomopatológicas asociadas y determinar la presencia de su agente etiológico Lawsonia intracellularis. El cálculo de la muestra se efectuó de una población tabular infinita con un límite de confianza del 95 por ciento y una seguridad de ±5 por ciento. Las muestras obtenidas se sometieron a inspección macroscópica y evaluación histopatológica utilizando las coloraciones de Hematoxilina-Eosina y Warthin-Starry. El análisis de los resultados se efectuó mediante estadística descriptiva y la prueba de independencia y contingencia (chi-cuadrado). La prevalencia de EPP fue del 87.22 or ciento, determinada por la presencia de las lesiones características de la enfermedad asociadas a su agente etiológico L. intracellularis. Las formas lesionales más frecuentes fueron: Adenomatosis Intestinal en un 74.72 por ciento e Ileítis Regional en un 20.55 por ciento. Este artículo discute los hallazgos epidemiológicos y anatomopatológicos de EPP en el departamento de Antioquia y se constituye en el primer reporte del hallazgo de una bacteria como L. intracellularis diagnosticada por un método directo en Colombia.
Descritores: Matadouros
Enterite/veterinária
Enteropatias
Ileíte/veterinária
Intestinos/patologia
Lawsonia (Bactéria)
Suínos
Doenças dos Suínos
Limites: Animais
Responsável: CO196.1 - Biblioteca Ciudadela Robledo


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-418837
Autor: Faccini, G. S; Guedes, R. M. C; Pescador, C. A; Cruz, C. E. F; Driemeier, D.
Título: Diagnóstico histoquímico e imunoistoquímico da enteropatia proliferativa (Lawsonia intracellularis) em suínos / Detection of swine proliferative enteropathy (Lawsonia intracellularis) in slaughtered pigs by histochemical and immunohistochemical techniques
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;57(5):569-575, out. 2005. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Estudou-se a eficácia do diagnóstico macroscópico de lesões da enteropatia proliferativa suína (EPS) usando-se fragmentos de íleo de 663 suínos, coletados em abatedouros localizados em três municípios do Rio Grande do Sul. As amostras foram processadas por métodos histológicos rotineiros e coradas por uma técnica desenvolvida pela combinacão das coloracões Warthin-Starry, alcian blue e hematoxilina-eosina para deteccão simultânea de Lawsonia intracellularis e lesões associadas com EPS. Lâminas suspeitas de EPS foram submetidas à técnica de imunoistoquímica, utilizando anticorpo policlonal anti-Lawsonia intracellularis na diluicão de 1:15.000 pelo método avidina-biotina. A coloracão combinada detectou 11 casos positivos, e a imunoistoquímica, nove casos adicionais. Entre as 643 amostras consideradas negativas, 12 apresentaram desaparecimento de células caliciformes e proliferacão adenomatosa características de EPS, mas ausência de bactérias intracelulares. A eficiência do exame macroscópico para diagnóstico de EPS foi medida pela associacão entre os resultados das avaliacões macroscópicas e histológicas realizadas em 219 amostras. Embora 51 delas tenham sido consideradas macroscopicamente positivas, apenas quatro foram confirmadas pela presenca de bactérias intracelulares associadas com lesões características de EPS. Não se observou associacão entre as alteracões macroscópicas e histológicas de EPS.
Descritores: Avidina
Azul Alciano
Enteropatias/diagnóstico
Enteropatias/epidemiologia
Lawsonia (Bactéria)/isolamento & purificação
Suínos/anatomia & histologia
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alvarez, M
Texto completo
Id: lil-415161
Autor: Rodríguez, J. C; Alvarez, M; Rodríguez, L; Segura, J. C.
Título: A longitudinal study of porcine proliferative enteropathy in a commercial pig farm in Yucatan Mexico
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;57(3):401-404, jun. 2005. tab.
Idioma: en.
Resumo: Avaliou-se a distribuição de Lawsonia intracellularis em fezes de suínos, coletadas diretamente no reto, durante a fase de crescimento/terminação, sob condições de campo, e determinou-se o efeito da infecção L. intracellularis no ganho de peso. O estudo epidemiológico longitudinal foi desenvolvido em uma granja de múltiplos sítios em Yucatan, México. A granja possuía três sítios geograficamente isolados com o sistema "todos dentro todos fora". Uma amostra de 56 suínos negativos para a bactéria foi calculada utilizando prevalência esperada de 5 por cento, nível de confiança de 95 por cento e população de 2000 suínos terminados. Os suínos foram amostrados 12 vezes desde o nascimento até a 23ª semana de idade. A detecção de DNA bacteriano nas fezes pela técnica de reação em cadeia pela polimerase em qualquer coleta representou um caso. Dos 56 suínos monitorados, 13 eliminaram L. intracellularis nas fezes e somente um resultou positivo duas vezes. A eliminação de L. intracellularis foi detectada desde a terceira até a 19ª semana de idade, observando-se maior número de animais positivos na 11ª semana. A incidência acumulada e a taxa de incidência foram 23,2 por cento e 1,21 suínos por 100 animais/semana em risco, respectivamente. As médias do ganho de peso por dia foram 0,742±0,06kg e 0,754±0,07kg para os suínos negativos e positivos, respectivamente (P>0,05). A eliminação da bactéria ocorreu durante todo o período de estudo. Pelo menos neste estudo, L. intracellularis não pode ser utilizado para predizer o efeito da bactéria sobre o ganho de peso.
Descritores: Enteropatias/epidemiologia
Lawsonia (Bactéria)/isolamento & purificação
Reação em Cadeia da Polimerase/métodos
Reação em Cadeia da Polimerase
Suínos
-Ganho de Peso
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde