Base de dados : LILACS
Pesquisa : B03.440.647.650.650.650 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 36 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 36 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895459
Autor: Guimarães, Maíra F; Araujo, Andreina de C; Freire, Davi P; Machado, Dália M. R; Martins, Nara N. V. M; Moraes-Filho, Jonas; Horta, Mauricio C.
Título: Investigação sorológica de Rickettsia rickettsii e Coxiella burnetii em caprinos e ovinos no entorno do Parque Nacional da Serra das Confusões, Piauí / Infection survey of Rickettsia rickettsii and Coxiella burnetii in sheep and goats from National Park of Serra das Confusões, Piauí
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(6):555-560, jun. 2017. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: As doenças causadas por bactérias dos gêneros Rickettsia e Coxiella possuem como vetores artrópodes hematófagos, na sua maioria carrapatos, que atuam diretamente na transmissão de patógenos responsáveis por enfermidades de grande impacto na medicina veterinária e humana. O presente estudo objetivou realizar uma investigação sorológica de Rickettsia rickettsii e Coxiella burnetii em caprinos e ovinos criados no entorno do Parque Nacional da Serra das Confusões (PNSC), localizado no estado do Piauí, região nordeste do Brasil. Amostras de soro de 202 caprinos e 153 ovinos foram testadas pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para detecção de anticorpos anti-R. rickettsii e anti-C. burnetii, sendo consideradas positivas quando apresentaram títulos ≥ 64. Carrapatos em fase de parasitismo foram coletados e identificados. Todas as amostras de caprinos e ovinos foram soronegativas para antígenos de R. rickettsii. Foi verificado soropositividade em 2% (3/153) das amostras de ovinos para C. burnetii, com títulos variando de 64 a 4.096. As amostras de caprinos não foram reagentes ao referido antígeno. Não foi observado parasitismo em caprinos por carrapatos. No total, foram coletados 56 carrapatos parasitando 15 ovinos (9,8%), todos identificados como Rhipicephalus microplus. O estudo demonstrou a ausência de anticorpos anti-R. rickettsii nas amostras de caprinos e ovinos, ausência de anticorpos anti-C. burnetii em caprinos; e possibilitou o primeiro relato da ocorrência sorológica de C. burnetii em ovinos nesta região do Brasil.(AU)

The diseases caused by bacteria from the genera Rickettsia and Coxiella have hematophagous arthropods as vectors, mostly by ticks, which act directly on the transmission of pathogens that are responsible for diseases with major impact on veterinary and human medicine. The present study aimed to survey the infection of Rickettsia rickettsii and Coxiella burnetii in sheep and goats surrounding in the National Park of Serra das Confusões (NPSC), located in the state of Piauí, Northeast of Brazil. Serum samples from 202 goats and 153 sheep were tested by Indirect Immunofluorescence Assay (IFA) for the detection of antibodies against R. rickettsii and C. burnetii. The samples were considered positive when they showed titers ≥ 64. Ticks in parasitic stage were collected and identified. All samples from sheep and goats were seronegative for R. rickettsii. Seropositivity was verified in 2% (3/153) of the samples of sheep for C. burnetii, with titers ranging from 64 to 4096. The serum samples obtained from goats were seronegative to the above antigens. In total, 56 ticks were collected from 15 sheep (9.8%) all identified as Rhipicephalus microplus. The study demonstrated absence of infection by R. rickettsii in samples of sheep and goats, absence of infection of C. burnetii in goats; and the first report of serological occurrence of C. burnetii in sheep in this region of Brazil.(AU)
Descritores: Febre Q/epidemiologia
Rickettsia rickettsii/isolamento & purificação
Infecções por Rickettsia/epidemiologia
Ruminantes/virologia
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/veterinária
Ovinos/virologia
Coxiella burnetii/isolamento & purificação
-Testes Sorológicos/veterinária
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-937002
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência de Vigilância Ambiental. Gerência do Centro de Controle de Zoonoses.
Título: Norma técnica para a vigilância epidemiológica da febre maculosa brasileira no município de São Paulo.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência do Centro de Controle de Zoonoses; 2009. 20 p. map.
Idioma: pt.
Descritores: Monitoramento Epidemiológico
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Carrapatos
-Rickettsia rickettsii
Controle de Ácaros e Carrapatos
Limites: Seres Humanos
Animais
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR58.1 - Biblioteca
BR58.1


  3 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-933006
Autor: São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac. Divisão de Zoonoses.
Título: Informe técnico: febre maculosa brasileira.
Fonte: São Paulo; s.n; set. 2002. 07 p. map, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Brasil
Rickettsia rickettsii
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
-Monitoramento Epidemiológico
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; QW149, S239i, 2002


  4 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-911019
Autor: Poubel, I. T; Cunha, N. C; Fonseca, A. B. M; Pinter, A; Fonseca, A. H; Cordeiro, M. D; Almosny, N. R. P.
Título: Seroprevalence of Rickettsia rickettsii and Rickettsia parkeri in dogs during a Brazilian Spotted Fever outbreak in the State of Rio de Janeiro / Soroprevalência de Rickettsia rickettsii e Rickettsia parkeri em cães durante um surto de Febre Maculosa Brasileira no Estado do Rio de Janeiro
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);70(3):667-674, maio-jun. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: The present paper is the first to perform this evaluation in dogs from the cities of Natividade, Porciuncula and Varre-Sai. The aim of this study is to search for Spotted Fever Group Rickettsia in canine sera using indirect immunofluorescence assay and to identify the probable causative agent of sera reactions in animals. Of the 253 sampled canines, 67.59% (171/253) were seroreactive for Rickettsia rickettsii and 11.07% (28/253) for Rickettsia parkeri, both in dilution 1:64. Titration of tested sera against R. rickettsii antigens reached 1:131.072 and, for R. parkeri, 1:4.096. We conclude that dogs are important sentinels for R. rickettsii infection, and can be infected regardless of sex, age, the habit of visiting woodlands or being in direct contact with equines and capybaras. Serological diagnosis has highlighted many dogs infected by R. rickettsii, and ambient conditions, such as the presence of flowing water bodies, was important for the occurrence of Brazilian Spotted Fever in the northwestern of Rio de Janeiro State.(AU)

O presente trabalho é o primeiro a ser realizado com cães nos municípios de Natividade, Porciúncula e Varre-Sai e tem por objetivo pesquisar Rickettsias do Grupo da Febre Maculosa em soros de cães, por meio da reação de imunofluorescência indireta, e identificar o provável agente causador da reação sorológica nos animais. Dos caninos amostrados, 67,59% (171/253) foram sororreativos para Rickettsia rickettsii e 11,07% (28/253) para Rickettsia parkeri, ambos em diluição de 1:64. A titulação dos soros testados contra antígenos de R. rickettsii chegou a 1:131.072, e para R. parkeri, 1:4.096. Conclui-se que cães são importantes sentinelas para a infecção por R. rickettsii, independente de sexo, idade, hábito de visitar ambientes florestais ou de estarem em contato direto com equinos e capivaras. O diagnóstico sorológico permitiu evidenciar muitos cães infectados por R. rickettsii, e condições ambientais, como a presença de áreas ribeirinhas, foram importantes para a ocorrência de Febre Maculosa Brasileira na região noroeste do Estado do Rio de Janeiro.(AU)
Descritores: Cães/microbiologia
Rickettsia rickettsii
Estudos Soroepidemiológicos
-Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/epidemiologia
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-773062
Autor: Guillen, Angela Carolina.
Título: Avaliação da competência de aves passeriformes Turdus sp como hospedeiro amplificador da bactéria Rickettsia rickettsii para carrapatos da espécie Amblyomma aureolatum em condições de laboratório / Evaluation of the Bird Turdus sp as a competent host to amplify the bacterium Rickettsia rickettsii to Amblyomma aureolatum ticks in laboratory conditions.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. 56 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Carrapatos são importantes vetores de agentes infecciosos. A fauna ixodológica do Brasil é atualmente composta por mais de 60 espécies, mas apenas as riquetsioses são reconhecidas zoonoses transmitidas por carrapatos. A Febre Maculosa Brasileira tem como agente etiológico a bactéria Rickettsia rickettsii, transmitida na região Metropolitanade São Paulo pelo carrapato Amblyomma aureolatum, esse carrapato utiliza aves passeriformes, em especial o sabiá (Turdus sp), como hospedeiros primários das fases imaturas. É conhecido que os hospedeiros das fases subadultas dos carrapatos costumam desempenhar o importante papel de amplificadores da bactéria R. rickettsii,assim Turdus sp podem ser uma importante fonte de amplificação do agente etiológico para a população de carrapatos. No presente estudo foram realizadas quatro infestações experimentais seriadas (7 dias entre infestações) com ninfas de A. aureolatum em cinco indivíduos do gênero Turdus sp. A primeira infestação foi feita com cinco ninfas da colônianão infectada, a segunda foi realizada com cinco ninfas previamente infectadas com R.rickettsii (identificadas com a amputação do metatarso da pata esquerda III) e cinco susceptíveis, a terceira e a quarta foram realizadas com ninfas suscetíveis. Todas as ninfas de A. aureolatum alimentadas foram deixadas para realizar ecdise e os adultos subsequentes foram macerados e parte foi inoculado em cobaias e parte foi submetido à PCR, assim como amostras de sangue das aves colhidas em cada uma das infestações,para detecção de R. rickettsii para os genes gltA; htrL e ompA. Apenas as ninfas da colônia infectada foram positivas na PCR, todas as ninfas susceptíveis e o sangue colhido das aves se mostraram negativas, assim como nenhuma cobaia apresentou manifestação clínica compatível com infecção por R. rickettsii. Os resultados mostram que Turdus sp não desempenha o papel de amplificador de R. rickettsii para ninfas de A. aureolatum...

Ticks are important vectors of infectious agents. The ixodological fauna of Brazil iscurrently comprised of over 60 species, but only the tick-borne rickettsial diseases arerecognized as zoonoses. The Brazilian Spotted Fever etiologic has as agent Rickettsiarickettsii, transmitted in the metropolitan region of São Paulo by the tick Amblyommaaureolatum, this tick uses passerine birds, especially the Brazilian Robin (Turdus sp) asprimary hosts of the immature stages. It is known that the hosts of subadultas stages ofticks often play an important role as amplifiers of R. rickettsii, so Turdus sp can be animportant source of amplifying the etiologic agent for the tick population. In the presentstudy four serial experimental infestations (7 days between infestations) with nymphs of A.aureolatum in five individuals of the genus Turdus sp were performed. The first infestationwas performed with five nymphs taken from an uninfected colony, the second wasperformed with five previously infected nymphs by R. rickettsii (identified with theamputation of the left paw metatarsal III) and five susceptible nymphs, the third and fourthinfestations were performed with susceptible nymphs. All of the nymphs that fed on A.aureolatum were allowed to accomplish ecdysis and the subsequent adults weremacerated and part was inoculated into guinea pigs and part was subjected to PCR aswell as blood samples taken from birds from each infestation, for detection of R . rickettsiifor the genes gltA; htrL and ompA. Only nymphs from the infected colony were positive inthe PCR, all the susceptible nymphs and the collected blood were negative, as well asnone of the guinea pigs showed clinical signs compatible with infection by R. rickettsii. Theresults show that Turdus sp doesn't act as R. rickettsii amplifier for A. aureolatum nymphs...
Descritores: Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/epidemiologia
Rickettsia rickettsii
Aves Canoras
Carrapatos
-Reação em Cadeia da Polimerase
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-756289
Autor: Santos, Fabiana Cristina Pereira dos.
Título: Aplicações da PCR em tempo real no diagnóstico laboratorial da Febre Maculosa Brasileira / Applications of real-time PCR in laboratory diagnosis of Brazilian Spotted Fever.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. 108 p. tab, graf, mapas, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A Febre Maculosa Brasileira (FMB), causada pela Rickettsia rickettsii, é a principal doença transmitida por carrapato com impacto em saúde pública no Brasil. Os primeiros sintomas são inespecíficos, porém a doença pode evoluir rapidamente para quadro de Síndrome Febril Hemorrágica Aguda (SFHA) com a ocorrência de óbito em poucos dias. O objetivo deste estudo foi verificar as aplicações da PCR em tempo real na rotina laboratorial para o diagnóstico etiológico da FMB, em amostras biológicas encaminhadas ao Laboratório de Riquétsias do Instituto Adolfo Lutz. Foram testados 2 protocolos de PCR em tempo real: um para detecção do gênero Rickettsia spp (gltA-TaqMan®) com detecção por sonda TaqMan® e outro para riquétsias do Grupo Febre Maculosa (OmpA-SYBR) com detecção por SYBRGreen. O protocolo de PCR em tempo real para RNAseP foi utilizado como controle interno endógeno. A amostragem foi constituída de sangue, soro, coágulo e biópsia de pele de lesão de casos fatais e não fatais com suspeita clínica de FMB. Os resultados mostraram que o protocolo OmpA-SYBR sofre interferência da matriz biológica e os melhores resultados com relação à sensibilidade foram obtidos quando utilizado em amostras de soro. Os protocolos de PCR em tempo real gltA-TaqMan® e OmpA-SYBR apresentaram concordância de resultados acima de 90%. O protocolo gltA-TaqMan® mostrou-se mais sensível do que o protocolo OmpA-SYBR, porém com menor especificidade, particularmente para amostras com CT>36. O melhor desempenho da PCR em tempo real para FMB, foi obtido quando a FMPCR, composta do três protocolos: gltA-TaqMan®, OmpA-SYBR e RNAseP humana, foi utilizada em amostras de soro para detecção do agente etiológico da FMB nos casos fatais. A PCR em tempo real para FMB apresentou baixa sensibilidade para detectar casos não fatais, confirmados pela sorologia para FMB, com positividade de 21%. Os resultados deste estudo indicam que a FMPCR apresenta sensibilidade e especificidade que permitem utilizá-la...

Brazilian Spotted Fever (BSF) is the main tick borne disease with impact on public health in Brazil. Early symptoms are nonspecific, but the disease may progress rapidly to Febrile Acute Hemorrhagic Syndrome (SFHA) with occurrence of death within a few days. The purpose of this study was to investigate the applications of real-time PCR in the routine laboratory for the etiologic diagnosis of BSF, in the biological samples sent to the laboratory. Two real-time PCR protocols were tested: one for detecting the genus Rickettsia spp (gltA-TaqMan®) with detection by TaqMan ® probe and another for specific detection of Spotted Fever Group species (OmpA-SYBR) by SYBR Green detection. The qPCR protocol for RNaseP was used as endogenous internal control. Samples used were blood, serum, blood clot and biopsy from skin lesion of fatal and nonfatal clinically suspected of BSF. The results showed that ompA-SYBR protocol suffers interference from the biological matrix and the best performance was obtained with serum samples. Protocols OmpA-SYBR and gltA-TaqMan® showed results concordance up to 90%. The protocol gltA-TaqMan® was more sensitive than OmpA-SYBR protocol, but less specificity, particularly for samples with TC> 36. The best performance for BSF qPCR assay was obtained when combining three qPCR protocols (OmpA-SYBR, gltA-TaqMan® and RnaseP), named FMPCR, were used in serum samples to detection BSF in fatal cases. FMPCR showed low sensitivity for detecting non-fatal cases positive by IFA, the positivity was 21%. The results of this study indicate that FMPCR has sensitivity and specificity to be used as a diagnostic tool for elucidation of fatal BSF...
Descritores: Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/diagnóstico
Rickettsia rickettsii
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/métodos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741076
Autor: Couto, Daíne Vargas; Medeiros, Marcelo Zanolli; Hans Filho, Gunter; Lima, Alexandre Moretti de; Barbosa, Aline Blanco; Vicari, Carolina Faria Santos.
Título: Brazilian Spotted Fever: the importance of dermatological signs for early diagnosis
Fonte: An. bras. dermatol;90(2):248-250, Mar-Apr/2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: Brazilian spotted fever is an acute febrile infectious disease caused by Rickettsia rickettsii, transmitted by tick bite. As this disease is rare and has high mortality rates in Brazil, the clinical aspects and epidemiological data may help the diagnosis. We report a case of Brazilian spotted fever in a 19-year-old patient who presented maculopapular exanthema in the palmar region and upper limbs, lymphadenopathy, fever, chills, headache, conjunctival hyperemia, nausea, vomiting, dyspnea, myalgia, developing neurological signs and abdominal pain. He was treated with doxycycline with clinical improvement. We emphasize the importance of the recognition of this disease by dermatologists as cutaneous manifestations are the key findings to establish early diagnosis and prevent complications.
Descritores: Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/patologia
Dermatopatias Bacterianas/patologia
-Antibacterianos/uso terapêutico
Brasil
Doxiciclina/uso terapêutico
Diagnóstico Precoce
Rickettsia rickettsii
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/tratamento farmacológico
Dermatopatias Bacterianas/tratamento farmacológico
Pele/patologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-695794
Autor: Bermúdez, Sergio E; Lyons, Cirilo R; García, Gleydis G; Zaldíva, Yamitzel L; Gabster, Amanda; Arteaga, Griselda B.
Título: Serologic evidence of human Rickettsia infection found in three locations in Panamá / Evidencia serológica de infecciones de Rickettsia en humanos provenientes de tres localidades de Panamá
Fonte: Biomédica (Bogotá);33(supl.1):31-37, set. 2013. mapas, tab.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Since the middle of last century, cases of rickettsiosis have been found in Panamá when outbreaks of murine typhus and spotted fever were reported. Since then, little information exists about its prevalence in this country, since it is most often is misdiagnosed as another disease. Objectives: The aim of this paper is to demonstrate the presence of Rickettsia infections in humans in three locations in Panamá. These locations are agricultural areas, near forested areas or those who work in zoo. Materials and methods: Three locations where chosen for this study: Tortí, El Valle de Antón and workers in the Summit Municipal Park in Panamá City. All volunteers signed an informed consent and answered a questionnaire. The samples were analyzed for the detection of rickettsial spotted fever and typhus group by the indirect immunofluorescence (using commercial kits) and antigens of Rickettsia rickettsii and R. amblyommii. Results: Blood samples were taken from 97 volunteers in Tortí (25), El Valle de Anton (37) and Summit Municipal Park (35). Of these, a total of 38 (39%) samples reacted to one of the two methods: eight (32%) in Tortí, 18 (48%) in El valle and 12 (34%) in Summit Municipal Park. Conclusion: The results show a high prevalence of antibodies to Rickettsia belonging to the spotted fever group in each of the three study areas, in addition to presenting evidence of the typhus group Rickettsia in El Valle de Anton. These areas could be considered endemic for rickettsiosis as there are conditions for maintaining them.

Introducción. Desde mediados del siglo pasado, se conocen en Panamá casos de rickettsiosis, cuando fueron reportados brotes de tifus en ratones y de fiebres manchadas. A partir de entonces, poca información se tiene sobre su prevalencia en este país, lo cual se debe principalmente a que son confundidos con otras enfermedades. Objetivos. El objetivo de este trabajo fue demostrar la presencia de rickettsiosis en humanos provenientes de tres localidades de Panamá, que corresponden a zonas agropecuarias, cercanas a bosques, o que trabajaban en zoológicos. Materiales y métodos. Se escogieron tres localidades para este estudio: Tortí (provincia de Panamá), El Valle de Antón (provincia de Coclé) y el Parque Municipal Summit en Ciudad de Panamá. Los voluntarios firmaron un consentimiento informado, además de responder un cuestionario. De cada voluntario se extrajo sangre venosa, la que fue analizada por medio de inmunoflorescencia indirecta, utilizando kits comerciales y láminas sensibilizadas con antígenos cultivados de Rickettsia rickettsii y Rickettsia amblyommii . Resultados. Se tomaron muestras de 97 voluntarios, 25 en Tortí, 37 en El Valle de Antón y 35 en el Parque Municipal Summit. De estos, 38 (39 %) de las muestras fueron positivas en algunas de las dos técnicas practicadas: 8 (32 %) en Tortí, 18 (48 %) en El Valle y 12 (34 %) en el Parque Municipal Summit. Conclusión. Se demuestra una alta prevalencia de anticuerpos contra Rickettsia del grupo de las fiebres manchadas en las tres áreas de estudio, además de presentarse evidencia de títulos para Rickettsia del grupo tifus en El Valle de Antón. Estas zonas podrían considerarse como endémicas por rickettsiosis, ya que existen condiciones que permiten el mantenimiento de las mismas.
Descritores: Anticorpos Antibacterianos/sangue
Infecções por Rickettsia/epidemiologia
Rickettsia/imunologia
-Doenças dos Trabalhadores Agrícolas/epidemiologia
Animais de Zoológico/parasitologia
Antígenos de Bactérias/imunologia
Vetores Aracnídeos/microbiologia
Reservatórios de Doenças/parasitologia
Doenças Endêmicas
Exposição Ambiental
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
Florestas
Imunoglobulina G/sangue
Imunoglobulina G/imunologia
Ixodidae/microbiologia
Exposição Ocupacional
Panamá/epidemiologia
Animais de Estimação/parasitologia
População Rural
Infecções por Rickettsia/imunologia
Rickettsia rickettsii/imunologia
Estudos Soroepidemiológicos
Especificidade da Espécie
Inquéritos e Questionários
Picadas de Carrapatos/microbiologia
Infestações por Carrapato/epidemiologia
Infestações por Carrapato/prevenção & controle
Infestações por Carrapato/veterinária
População Urbana
Limites: Animais
Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  9 / 36 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Verissimo, Cecilia Jose
Labruna, Marcelo Bahia
Texto completo
Id: lil-688701
Autor: Brites-Neto, Jose; Nieri-Bastos, Fernanda Aparecida; Brasil, Jardel; Duarte, Keila Maria Roncato; Martins, Thiago Fernandes; Verissimo, Cecilia Jose; Barbieri, Amalia Regina Mar; Labruna, Marcelo Bahia.
Título: Environmental infestation and rickettsial infection in ticks in an area endemic for Brazilian spotted fever / Infestacao ambiental e infeccao por rickettsias em carrapatos de area endemica para Febre Maculosa Brasileira
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;22(3):367-372, Jul-Sep/2013. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Brazilian spotted fever (BSF), caused by Rickettsia rickettsii, is endemic in the municipality of Americana, southeastern Brazil, where the disease is transmitted by the tick Amblyomma cajennense. This study evaluated the tick fauna and rickettsial infection in free-living ticks that were captured monthly using dry ice traps in areas endemic for BSF in Americana, from July 2009 to June 2010. Two tick species were captured: A. cajennense (6,122 larvae; 4,265 nymphs; 2,355 adults) and Amblyomma dubitatum (7,814 larvae; 3,364 nymphs; 1,193 adults). The immature stages of A. cajennense and A. dubitatum had similar distribution through the 12-month period, with larvae of both species collected in highest numbers between April and July, and nymphs between June and October. The highest numbers of A. cajennense adults were collected between October and December, whereas A. dubitatum adults were collected in relatively similar numbers throughout the 12-month period. Rickettsial infection was evaluated by means of PCR in 1,157 A. cajennense and 1,040 A. dubitatum ticks; only 41 (3.9%) A. dubitatum were found to be infected by Rickettsia bellii. The present study showed that the areas of Americana that are endemic for BSF are characterized by high environmental burdens of A. cajennense and A. dubitatum.

A Febre Maculosa Brasileira (FMB) é uma antropozoonose endêmica no município de Americana/SP, causada pela bactéria Rickettsia rickettsii e transmitida pelo carrapato Amblyomma cajennense. Este estudo avaliou a fauna de carrapatos e a infecção por riquétsias em carrapatos de vida livre capturados mensalmente com armadilhas de CO2, em áreas de risco para FMB de Americana, de julho de 2009 a junho de 2010. Duas espécies foram capturadas, A. cajennense (6.122 larvas; 4.265 ninfas; 2.355 adultos) e Amblyomma dubitatum (7.814 larvas; 3.364 ninfas; 1.193 adultos). Os estágios imaturos de A. cajennense e A. dubitatum apresentaram uma distribuição anual semelhante, com larvas de ambas as espécies sendo coletadas em maior número no período de abril a julho e ninfas de junho a outubro. Maior número de adultos de A. cajennense foi coletado de outubro a dezembro, enquanto que os adultos de A. dubitatum foram coletados em número relativamente semelhante durante todo o ano. A infecção por Rickettsia foi avaliada pela PCR em 1157 carrapatos A. cajennense e 1040 A. dubitatum, com apenas 41 (3,9%) A. dubitatum infectados com Rickettsia bellii. Este estudo demonstrou que as áreas de risco para FMB de Americana são caracterizadas por elevadas infestações ambientais de A. cajennense e A. dubitatum.
Descritores: Rickettsia rickettsii/isolamento & purificação
Carrapatos/microbiologia
-Distribuição Animal
Brasil/epidemiologia
Doenças Endêmicas
Infecções por Rickettsia/epidemiologia
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/epidemiologia
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 36 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-607055
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência de Vigilância Ambiental. Gerência do Centro de Controle de Zoonoses.
Título: Norma técnica para a vigilância epidemiológica da febre maculosa brasileira no município de São Paulo / Technical standards for epidemiological surveillance of spotted fever brasilian city of São Paulo.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Vigilância em Saúde. Gerência do Centro de Controle de Zoonoses; 2009. 20 p. mapas.
Idioma: pt.
Descritores: EPIDEMIOLOGICAL SURVEILLANCE
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Carrapatos
-Rickettsia rickettsii
Controle de Ácaros e Carrapatos
Limites: Seres Humanos
Animais
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR58.1 - Biblioteca
BR58.1



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde