Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.123.831 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-771166
Autor: BURGOS, A.; BARUA, J.; FLORES-GIUBI, M.E.; BAZAN, D.; FERRO, E.; ALVARENGA, N.L..
Título: Antibacterial activity of the alkaloid extract and isolated compounds from Croton bonplandianum Baill. (Euphorbiaceae) / Atividade anti-bacteriana do extrato alcaloide e de compostos isolados de Croton bonplandianum Baill. (Euphorbiaceae)
Fonte: Rev. bras. plantas med;17(4,supl.2):922-927, 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The antibacterial activity of the alkaloid extract from the leaves of Croton bonplandianum Baill. and its main compounds, sparsiflorine and crotsparine, was tested against Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae and Pseudomonas aeruginosa by the resazurin microtitre-plate method. Pure compounds were identified by spectroscopic techniques, mainly 1D and 2D NMR. The alkaloid extract showed activity particularly against the S. aureus and P. aeruginosa. Regarding the pure compounds, the crotsparine was inactive against the microorganisms assayed, whereas the sparsiflorine indicated a moderate activity similar to the alkaloid extract. The Pseudomonas aeruginosa was the most sensitive of the tested microorganisms with MIC of 0.141 mg/mL. The results suggest that the activity of the extract may be credited mainly to the presence of the sparsiflorine. Although the activity of the sparsiflorine does not get close to the antimicrobial drugs in clinical use, it still could be a lead compound for the development of new antibacterial substances.

RESUMO A atividade antibacteriana do extrato alcaloidal das folhas de Croton bonplandianum Baill., além dos principais compostos isolados, esparsiflorina e crotsparina, foi testada contra Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa. Foi utilizado o método de microdiluição em placa empregando resazurina como indicador da viabilidade celular. Os compostos isolados foram identificados por técnicas espectroscópicas, principalmente RMN 1D e 2D. O extrato alcaloidal foi ativo principalmente contra S. aureus e P. aeruginosa. Crotsparina mostrou-se inativa contra todos os micro-organismos testados, enquanto esparsiflorina apresentou atividade moderada, a qual foi similar à do extrato bruto. Pseudomonas aeruginosa foi a mais sensível das bactérias testadas, com CIM de 0,141 mg/mL. Os resultados sugerem que a atividade do extrato pode ser devida em grande medida pela presença de esparsiflorina. Apesar de a CIM da esparsiflorina não ter se aproximado daquela apresentada pelos agentes antimicrobianos em uso clínico, tal composto ainda pode compor um protótipo interessante para o desenvolvimento de novas substâncias antibacterianas.
Descritores: Alcaloides/análise
Antibacterianos/análise
Euphorbiaceae/classificação
-Croton/classificação
Extratos Vegetais
Fagos de Staphylococcus
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cardoso, Divina das Dores de Paula
Id: lil-151064
Autor: Cardoso, Divina das Dores de Paula.
Título: Staphylococcus aureus: incidência em pacientes hospitalizados e profissionais de saúde vinculados ao hospital das clínicas de Goiânia/UFG - Caracterizaçäo das amostras isoladas pela fagotipagem e antibiograma / Staphylococcus aureus: incidence in hospitalized patients and health professionals from the Hospital das Clínicas de Goiânia-UFG - Caracterization of isolated samples by the phage typing and antibiogram
Fonte: Rev. patol. trop;18(1):99-158, jan.-jun. 1989. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Com a finalidade de detectar portadores de Staphylococcus aureus relacionados a ambiente hospitalar, foram amostrados, em duas ou três áreas corporais diferentes, 112 indivíduos ligados ao Hospital das Clínicas de Goiânia/UFG, sendo 92 pacientes hospitalizados e 20 profissionais, internados e lotados nas enfermarias de Obstetrícia, Ginecologia, Pediatria e Dermatologia. O percentual de portadores foi 39,1 pôr cento entre os pacientes internados e de 20,0 pôr cento entre os profissionais. Os pacientes internados forneceram um percentual de 20,9 pôr cento de amostras positivas para Staphylococcus aureus e os profissionais 12,5 pôr cento. A área anatômica que apresentou o maior frequencial de colonizaçäo foram as fossas nasais, para as quais encontrou-se um índice de 54,7 pôr cento entre os pacientes internados e 80,0 pôr cento entre os profissionais. A identificaçäo das amostras de Staphylococcus aureus pela fagotipagem revelou que 69,9 pôr cento das amostras isoladas dos pacientes internados foram tipáveis, havendo maior percentual (35,1 pôr cento) de cepas pertencentes ao grupo fágico III, além dos experimentais (32,5 pôr cento). Entre os profissionais, 60,0 pôr cento das amostras tipáveis, todas pertencentes ao grupo fágico III. O antibiograma demonstrou que, tanto as amostras provenientes dos pacientes internados como a dos profissionais, apresentaram resistência mais acentuada à Penicilina G cristalina, à Ampicilina e à Tetraciclina como também, maior sensibilidade à Amicacina, Cefalotina e Associaçäo Trimetoprim-sulfatoxazol (Bactrim)
Descritores: Infecção Hospitalar
Doenças Profissionais
Infecções Estafilocócicas/diagnóstico
Infecções Estafilocócicas/epidemiologia
Infecções Estafilocócicas/terapia
Prevalência
Staphylococcus aureus/isolamento & purificação
Staphylococcus aureus/patogenicidade
-Amicacina
Ampicilina
Coagulase
Meios de Cultura
Hemólise
Hospitais Universitários
Testes de Sensibilidade Microbiana
Nasofaringe
Orofaringe
Pacientes
Penicilinas
Períneo
Amostragem
Manifestações Cutâneas
Fagos de Staphylococcus
Tetraciclina
Limites: Humanos
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Zelante, F
Texto completo
Id: lil-13807
Autor: Zelante, F; Ashcar, H; Piochi, B. J; Alves, M. P.
Título: Observacao sobre o padrao fagico de cepas de Staphylococcus aureus isoladas da boca e do nariz de individuos saos. / Phage pattern of Staphylococus aureus strains isolated from mouth and nose of healthy subjects
Fonte: Rev. saúde pública;17(2):123-9, abr. 1983.
Idioma: pt.
Resumo: Foram analisadas 68 cepas de Staphylococcus aureus isoladas da boca (saliva e lingua) e nariz de portadores assintomaticos que albergavam essa bacteria nos tres nichos, simultaneamente. Embora os tres nichos apresentassem equivalencia quanto ao percentual de isolamentos, foi constatado que as cepas isoladas do nariz diferiam, quanto ao seu padrao fagico, principalmente daquelas isoladas da lingua. No primeiro caso, as cepas apresentaram-se mais sensiveis aos fagos do grupo I enquanto que, as isoladas do segundo nicho, foram mais sensiveis aos fagos do grupo III.Considerando estas observacoes e recomendavel, quando da deteccao de portadores de Staphylococcus aureus, a pesquisa dessa bacteria em material colhido do nariz e da boca, simultaneamente
Descritores: Fagos de Staphylococcus
-Nariz
Saliva
Staphylococcus aureus
Língua
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde