Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.280.210.400.700 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-461217
Autor: Macêdo, Juliana T. S. A; Riet-Correa, Franklin; Simões, Sara V. D; Dantas, Antônio F. M; Nobre, Verônica M. T.
Título: Febre catarral maligna em bovinos na Paraíba / Malignant catarrhal fever in cattle in Paraíba, northeastern Brazil
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;27(7):277-281, jul. 2007. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: É relatada a ocorrência de febre catarral maligna (FCM) em bovinos no estado da Paraíba. Descrevem-se seis casos esporádicos da doença, diagnosticados no período de 2000 a 2005, e um surto ocorrido em 1986-1987 no município de Taperoá. Em um caso foi feito o diagnóstico clínico e nos demais casos o diagnóstico foi realizado pela presença de vasculite difusa com degeneração fibrinóide e infiltrado mononuclear perivascular em diversos órgãos. Em 5 casos adoeceu apenas um bovino por rebanho, e em outro adoeceram 2 animais de um rebanho de 6 bovinos. Em 5 dos 6 casos a doença ocorreu no período de maio-agosto coincidindo com o fim da estação chuvosa e época de parição das ovelhas. Os sinais clínicos e achados de necropsia foram característicos da doença. Quatro dos seis animais morreram após um curso clínico de 5-8 dias e um foi eutanasiado após um curso de 40 dias. O surto descrito no município de Taperoá ocorreu de agosto de 1986 a dezembro de 1987, com morbidade de 8,22 por cento e letalidade de 100 por cento. A doença ocorreu após a introdução de um carneiro no rebanho ovino que convivia com os bovinos. O surto foi controlado somente após a eliminação de todos os ovinos da propriedade. Esses resultados demonstram que a febre catarral maligna é endêmica em bovinos na Paraíba, podendo também ocorrer surtos com alta morbidade e letalidade. Além disso, sugerem que, como descrito no Rio Grande do Sul e em outros países, alguns animais podem se recuperar. Os diagnósticos de FCM corresponderam a 3,1 por cento dos 190 casos diagnosticados no Hospital Veterinário no período de 2000-2005, estimando-se que a doença afeta, anualmente, 0,125 por cento dos bovinos no Estado.

Six cases of malignant catarrhal fever (MCF) observed from 2000 to 2005, and one outbreak occurred from 1986 to 1987 are reported in the state of Paraíba, northeastern Brazil. In one case the disease was diagnosed clinically and in 5 cases also by histopathology consisting of diffuse vasculitis with fibrinoid degeneration and perivascular infiltration of mononuclear cells in many organs. In 5 cases only one cattle was affected, and in one, 2 out of 6 cattle were affected. Five cases occurred from May to August, at the end of the raining season during the lambing season. Clinical signs and pathology were characteristics of the disease. Four cattle died after a clinical manifestation period of 5-8 days, another was euthanized after 40 days, and another recovered. The outbreak reported in the municipality of Taperoá occurred from August 1986 to December 1987, with a morbidity rate of 8.22 percent and a fatality rate of 100 percent. The disease occurred after the introduction of a ram in the farm. The outbreak was controlled after the slaughter of all sheep in the farm. These results demonstrated that MCF is endemic in Paraíba, and outbreaks with high morbidity and fatality rates can also occur. As it was previously reported in the state of Rio Grande do Sul few affected cattle can recovered. Because the 6 cases of MCF represent 3.1 percent of the 190 cases of different diseases diagnosed by the Veterinary Hospital from 2000 to 2005, it can be estimated that the disease affects 0.125 percent of cattle population in the state of Paraíba.
Descritores: Bovinos
Febre Catarral Maligna/epidemiologia
Febre Catarral Maligna/mortalidade
Rhadinovirus/isolamento & purificação
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-218398
Autor: Rivera, C; Pereira, R.
Título: Identificación del virus del mosaico del maíz, un rhabdovirus, en Costa Rica / Identification of the corn mosaic virus, a rhabdovirus, in Costa Rica
Fonte: Rev. biol. trop;42(supl.2):105-9, ago. 1994. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Maize mosaic virus (MMV), a rhabdovirus, was identified associated to maize field plants, showing stunting and continuous chlorotic stripes uniformly distributed over the leaf blade. The virus was detected in field samples by agar-gel immunodifussion. Enveloped, bacilliform virus particles were observed by electron microscopy in thin sections of naturally infected leaf tissue
Descritores: Rhadinovirus/ultraestrutura
Vírus do Mosaico/ultraestrutura
Zea mays/virologia
-Costa Rica
Imunodifusão
Microscopia Eletrônica
Rhadinovirus/isolamento & purificação
Vírus do Mosaico/isolamento & purificação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde