Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.280.382.100.750.440 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 28 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 28 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838786
Autor: Nascimento, Heloisa; Watanabe, Aripuanã; Vieira, Ana Carolina Cabreira; Pelegrini, Andrea; Yu, Maria Cecília; Bispo, Paulo José Martins; Granato, Celso Francisco Hernandes; Höfling-Lima, Ana Luisa.
Título: Detection of herpes simplex-1 and -2 and varicella zoster virus by quantitative real-time polymerase chain reaction in corneas from patients with bacterial keratitis / Detecção de vírus herpes simplex tipo 1 e 2 e varicella zoster por reação em cadeia de polimerase em tempo real em córneas de pacientes com ceratites bacterianas
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(2):84-87, Mar.-Apr. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: Bacterial keratitis occurs worldwide, and despite recent developments, it remains a potentially blinding condition. This study assesses the presence of herpes simplex virus (HSV-1 and -2) and varicella zoster virus (VZV) by quantitative real-time polymerase chain reaction (qPCR) in corneal scrapings from patients with bacterial keratitis. Methods: A total of 65 patients with clinical diagnoses of infectious corneal ulcers prospectively underwent clinical eye examinations. Corneal scrapings were investigated by Gram staining, Giemsa staining, culture, and qPCR (the study group). Risk factors and epidemiological data were recorded. The control group comprising 25 eyes with typical herpes dendritic keratitis was also analyzed by qPCR. Results: From the study group (n=65), nine patients (13.8%) had negative smears, cultures, and qPCR findings. Fifty-six (86.2%) patients had positive cultures: 51 for bacteria, 4 for fungi, and 1 for amoebae. Of the patients who had positive bacterial cultures, qPCR identified 10 patients who were also positive for virus: one for VZV and nine for HSV-1. Of the 25 patients in the control group, 21 tested positive for HSV-1 by qPCR analysis. Conclusions: Herpes may be present in patients with bacterial corneal ulcers, and qPCR may be useful in its detection.

RESUMO Objetivo: Ceratites bacterianas ocorrem mundialmente e apesar dos novos desenvolvimentos permanece como uma condição que pode levar à cegueira. Avaliar a presença de herpes simples (-1 e -2) e vírus varicella zoster (VZV) por reação em cadeia quantitativa de polimerase em tempo real (qPCR) em raspados corneanos de pacientes com ceratite bacteriana. Métodos: Sessenta e cinco pacientes com ceratite infecciosa foram submetidos a raspados corneanos estudados para gram, Giemsa, cultura e qPCR (grupo de estudo). Foram avaliados fatores de risco e epidemiológicos. O grupo controle foi composto por 25 casos de úlcera dendrítica típica por herpes analisados por qPCR. Resultados: Do grupo de estudo (n=65), nove pacientes (13,8%) apresentaram cultura, qPCR e raspado negativos. Cinquenta e seis (86,2%) pacientes apresentaram cultura positiva, 51 para bacteria, 4 para fungo e 1 para ameba. A qPCR identificou 10 pacientes do grupo de cultura positiva para bactéria que também foram positivos para vírus, um VZV e 9 para HSV-1. Dos 25 pacientes que compunham o grupo controle, 21 apresentaram qPCR positivo para HSV-1. Conclusão: Herpes pode estar presente em pacientes com úlceras de córnea bacterianas e a qPCR pode ser útil na sua detecção.
Descritores: Ceratite Dendrítica/microbiologia
Herpesvirus Humano 2/isolamento & purificação
Herpesvirus Humano 1/isolamento & purificação
Herpesvirus Humano 3/isolamento & purificação
Córnea/virologia
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/métodos
Ceratite/microbiologia
-Sondas de DNA
Infecções Oculares Bacterianas/microbiologia
Ceratite Dendrítica/diagnóstico
Ceratite Dendrítica/virologia
Estudos Prospectivos
Ceratite/diagnóstico
Ceratite/virologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-339780
Autor: Alarcón Rozas, Ashley Efraín; Salas Sánchez, Fernando; Villacres Vela, Karina; Guevara Guevara, Julio.
Título: Asociación de linfomas malignos con herpes virus I y II / Herpes virus I and II association with malignant lymphoma
Fonte: Rev. méd. hered;13(2):40-43, jun. 2002. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos: Conocer la prevalencia de la seropositividad para herpes virus I y II en pacientes con linfomas non Hodgkin y su asociación con el linaje celular (B ó T). Pacientes y métodos: Se tomó una muestra de 60 pacientes en el Hospital Almenara de Agosto de 1999 a Diciembre del 2000 todos ellos pacientes con diagnóstico establecido de linfoma non Hodgkin nuevos o en primera recaida, el análisis se realizó mediante bioestadística descriptiva. Resultados: La mediana de la edad fue de 59 años, 2/3 fueron varones, 65 por ciento pacientes nuevos y el linfoma primario fue extraganglionar en un 58 por ciento de los casos. El 80 por ciento de los linfomas fueron a células B y mas del 90 porciento en estadios avanzados (III y IV), ningun caso fue positivo para IgM herpes I o II y 25 por ciento tuvieron serología positiva IgG para herpes I o II (2/3 positivos para IgG I) de los cuales el 93 por ciento fueron a células B. Conclusiones: La prevalencia de seropositividad para herpes virus I y II en pacientes con linfoma non Hodgkin es del 25 por ciento, mayormente asociado a células B, además de tener un porcentaje considerable de linfomas a células T (25 por ciento) y linfomas extranodales (58 por ciento); para evaluar la posibilidad de asociación entre este virus y los linfomas requerimos de un estudio caso-control.
Descritores: Vírus
Linfoma não Hodgkin
Herpesvirus Humano 2
Herpesvirus Humano 1
Herpes Zoster
Linfoma
-Estudos Prospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Weckx, Lily Yin
Id: lil-281302
Autor: Bricks, Lucia Ferro.
Título: Vacinas de uso recente / Vaccines of recent use
Fonte: In: Farhat, Calil Kairalla; Carvalho, Eduardo da Silva; Weckx, Lily Yin; Carvalho, Luiza Helena Falleiros R; Succi, Regina Célia de Menezes. Imunizaçöes: fundamentos e prática. Säo Paulo, Atheneu, 2000. p.585-601, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Vacinas
-Herpesvirus Humano 2
Herpesvirus Humano 1
Encefalite Japonesa
Encefalite/imunologia
Encefalite Transmitida por Carrapatos/imunologia
Doença de Lyme/diagnóstico
Doença de Lyme/prevenção & controle
Doença de Lyme/terapia
Vírus da Encefalite
Limites: Humanos
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; QW806, F225i, 4. ed, 2000


  4 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-318589
Autor: Torloni, Maria Regina; Oliveira, Tenilson Amaral; Souza, Eduardo de.
Título: Prematuridade e infecções congênitas / Prematurity and congenit infections
Fonte: Femina;30(6):351-355, jul. 2002.
Idioma: pt.
Descritores: Herpesvirus Humano 2
Infecções por Citomegalovirus
Feto
Trabalho de Parto Prematuro
Complicações Infecciosas na Gravidez
Infecções/congênito
Sífilis Congênita/epidemiologia
Sífilis Congênita/imunologia
Sífilis Congênita/tratamento farmacológico
Sífilis Congênita/terapia
Toxoplasmose Congênita/prevenção & controle
Toxoplasmose Congênita/tratamento farmacológico
-Mortalidade Infantil
Transmissão Vertical de Doença Infecciosa
Circulação Sanguínea
Diagnóstico Pré-Natal
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  5 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-781357
Autor: Bittencourt, Maraya de Jesus Semblano; Freitas, Lívia Karlla Marinho; Drago, Marion Guimarães; Carvalho, Alessandra Haber; Nascimento, Bianca Angelina Macêdo do.
Título: Cutaneous neonatal herpes simplex virus infection type 2: a case report
Fonte: An. bras. dermatol;91(2):216-218, Mar.-Apr. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Neonatal herpes is a serious condition. Newborns can be contaminated in utero via transplacental hematogenic transmission, upon delivery (the most frequent route), or during the postnatal period (indirect transmission). Optimal management requires prompt and accurate recognition, particularly in newborns, in order to prevent complications. Acyclovir is the treatment of choice, but its implementation is often delayed while awaiting test results, such as PCR and serology. Cytology for diagnostic purposes is rarely used in dermatology, despite the quick and reliable results. We report a case of neonatal herpes caused by type 2 herpes simplex virus diagnosed by cytology.
Descritores: Complicações Infecciosas na Gravidez/patologia
Herpesvirus Humano 2
Herpes Simples/patologia
-Antivirais/uso terapêutico
Complicações Infecciosas na Gravidez/tratamento farmacológico
Pele/patologia
Aciclovir/uso terapêutico
Técnicas Citológicas
Herpes Simples/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-841773
Autor: Lima, Lyana Rodrigues Pinto; Silva, Amanda Perse da; Schmidt-Chanasit, Jonas; Paula, Vanessa Salete de.
Título: Diagnosis of human herpes virus 1 and 2 (HHV-1 and HHV-2): use of a synthetic standard curve for absolute quantification by real time polymerase chain reaction
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;112(3):220-223, Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: PAPES VI.
Resumo: The use of quantitative real time polymerase chain reaction (qPCR) for herpesvirus detection has improved the sensitivity and specificity of diagnosis, as it is able to detect shedding episodes in the absence of clinical lesions and diagnose clinical specimens that have low viral loads. With an aim to improve the detection and quantification of herpesvirus by qPCR, synthetic standard curves for human herpesvirus 1 and 2 (HHV-1 and HHV-2) targeting regions gD and gG, respectively, were designed and evaluated. The results show that synthetic curves can replace DNA standard curves in diagnostic herpes qPCR.
Descritores: Herpesvirus Humano 2/genética
Herpesvirus Humano 1/genética
Herpes Simples/virologia
-DNA Viral/genética
Sensibilidade e Especificidade
Carga Viral
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Herpes Simples/diagnóstico
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1015103
Autor: Fernández Romero, José A; Gil, Pedro I; Ré, Viviana E; Robbiani, Melissa; Paglini, Gabriela.
Título: Microbicidas para la prevención de infecciones de transmisión sexual: estado actual y estrategias para la evaluación preclínica de nuevos candidatos / Microbicides for preventing sexually transmitted infections: current status and strategies for preclinical evaluation of new candidates
Fonte: Rev. argent. microbiol;46(3):256-268, oct. 2014.
Idioma: es.
Resumo: Los microbicidas constituyen una nueva herramienta, todavía en proceso de investigación, que podrían ayudar en la prevención de la infección por los virus de la inmunodeficiencia humana (Human immunodeficiency virus: HIV) y de otras infecciones de transmisión sexual (ITS). Una serie de evidencias ha demostrado que la complejidad de la transmisión sexual de patógenos virales requiere de la identificación de compuestos capaces de bloquear los eventos tempranos del ciclo de infección viral. En este manuscrito hacemos una revisión exhaustiva de las diferentes estrategias que se han estudiado o se están considerando para prevenir ITS mediante el uso de microbicidas, haciendo particular énfasis en aquellos con el potencial de bloquear la infección por el HIV. También se revisa el proceso complejo de evaluación preclínica que se requiere para llegar a estudios en humanos y se concluye con un breve análisis de las estrategias que podrían formar parte del futuro inmediato en la investigación de microbicidas

Microbicides are a new tool, still under investigation, which could help prevent infection by the human immunodeficiency virus (HIV) and other sexually transmitted infections (STIs). Increasing evidence shows that the complexity of sexual transmission of viral pathogens requires the identification of compounds able to block the early events during the cycle of viral infection. In this manuscript we provide a comprehensive review of the different microbicide strategies that have been studied or are currently being considered for STI prevention, particularly emphasizing those having the potential to block HIV infection. The manuscript also reviews the complex process that is required to conduct future clinical studies in humans and concludes with a brief discussion of the strategies that could be part of the immediate future in microbicide research
Descritores: Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle
Fármacos Anti-HIV/análise
Vacinas contra Papillomavirus/análise
-Antivirais/uso terapêutico
Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico
Doenças Sexualmente Transmissíveis/terapia
Herpesvirus Humano 2/efeitos dos fármacos
Anti-Infecciosos/uso terapêutico
Responsável: AR635.1 - FCVyS - Servicio de Información y Documentación


  8 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-964040
Autor: López, P; Mato, R; Arazi Caillaud, S; Berberian, G.
Título: Haga su diagnóstico [Herpes Simple genital] / Make your diagnosis [Genital Herpes Simplex]
Fonte: Med. infant;25(3):283-284, Sept.2018. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Pênis/patologia
Herpes Genital/diagnóstico
Herpes Genital/tratamento farmacológico
Doenças Sexualmente Transmissíveis/diagnóstico
-Aciclovir/uso terapêutico
Herpesvirus Humano 2/isolamento & purificação
Herpesvirus Humano 1/isolamento & purificação
Diagnóstico Diferencial
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  9 / 28 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-590973
Autor: Gama, Carlos Romualdo B; Passos, Mariana D. L; Varella, Rafael; Lasmar, Ricardo; Gama, Gustavo F; Oliveira, Lisa; Daher, João Gabriel L; Geller, Mauro.
Título: Avaliação clínica da uncaria tomentosa no tratamento e controle de lesões decorrentes de Infecção pelo vírus herpes simplex / Clinical evaluation of uncaria tomentosa in the treatment and control of lesions caused by herpes simplex infection
Fonte: DST j. bras. doenças sex. transm;22(4):215-221, 2010.
Idioma: pt.
Resumo: As infecções causadas pelos vírus herpes simplex 1 e 2 representam uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns em nível global e apresentam um amplo espectro de acometimento clínico. A Uncaria tomentosa é uma planta popularmente conhecida como unha-de-gato, cujo sextratos são amplamente utilizados por suas propriedades farmacológicas, que influenciam com ações benéficas nas alergias, bem como possuem ação antiinflamatória,antimicrobiana e antioxidante. Objetivo: o objetivo geral foi avaliar o uso tópico do extrato de Uncaria tomentosa na forma de gel 50 mg/gcomo adjuvante no tratamento e controle das lesões orais e genitais decorrentes da infecção com herpes simplex. Os objetivos específicos foram avaliara eficácia e segurança do uso tópico do extrato como adjuvante no tratamento e controle das lesões orais e genitais decorrentes da infecção com herpessimplex, através de avaliações clínicas das lesões herpéticas e questionários realizados pelo paciente e pelo médico investigador; exame físico; incidênciade eventos adversos; incidência de alteração de parâmetros laboratoriais. Métodos: estudo clínico em pacientes apresentando lesões decorrentes de infecção por HSV-1 ou HSV-2, tratados com o extrato de Uncaria tomentosa 50 mg/g na forma de gel tópico, durante um mínimo de 5 dias e um máximo de 10dias. As avaliações de eficácia foram realizadas a partir de dados coletados antes do tratamento (pré-tratamento), após 5 dias de tratamento (visita 2), e após 10 dias de tratamento (visita final). As medidas primárias de eficácia incluíram a cura (definida como a perda da crosta dura) das lesões e a presençade dor e prurido nas lesões. As medidas secundárias de eficácia incluíram a presença de edema e/ou rubor nas lesões, e a incidência de desenvolvimento denovas lesões durante o período de tratamento, bem como a Avaliação do Médico, a Avaliação do Paciente e a Avaliação Global de Eficácia. A tolerabilidade clínica geral e a segurança foram analisadas pela incidência de todos os eventos adversos; pelos eventos adversos sérios e/ou hospitalizações; e síndromesde abstinência devidas a qualquer evento adverso; pela incidência de alteração clinicamente significativa nos exames laboratoriais realizados, bem como pela Avaliação Global de Segurança. Os resultados foram comparados para cada avaliação (pré-tratamento, avaliação 2, avaliação 3). Resultados: umtotal de 150 pacientes foi incluído na análise. Após 5 dias de tratamento (visita 2), 45 (30%) pacientes apresentavam cura total de todas as lesões, sendo considerados como sucesso terapêutico. Ao final de 10 dias e tratamento, 69 (68,3%) dos 101 pacientes que permaneceram no tratamento apresentavam cura total de todas as lesões. Foi observada uma redução estatisticamente significativa na porcentagem de pacientes apresentando dor quanto na visita 2(p < 0,0001) tanto na visita 3 (p < 0,0001). Também foram observadas reduções estatisticamente significativas (p < 0,0001 para todos) na porcentagem de pacientes apresentando prurido, eritema e ardência na visita 2 e na visita 3. Na visita 3 foi observada uma redução estatisticamente significativa (p =0,0032) na porcentagem de pacientes apresentando rubor. Não houve alteração nos sinais vitais registrados na visita 2 e visita 3 em relação aos valores prétratamento.Eventos adversos (EAs) foram registrados entre dez pacientes, sendo estes de intensidade branda ou moderada e transitórios. Na Avaliação do Paciente realizada durante a visita final, 70 pacientes (69,3%) responderam à avaliação com pontuação de 8-10. Na Avaliação do Médico realizada durantea visita final, 66 pacientes (65,3%) foram avaliados com 8-10 pontos. Na Avaliação Global de Eficácia realizada pelo médico investigador, a eficácia do medicamento foi avaliada como Muito Bom em 57 pacientes (38,3%). Na Avaliação Global de Segurança realizada pelo médico investigador ao final do período de tratamento, a tolerabilidade do medicamento foi considerada Muito Boa em 81 (54,4%) dos pacientes. Conclusão: com base nos resultados obtidos nesta avaliação, concluímos que o extrato de Uncaria tomentosa na forma de gel 50 mg/g foi eficaz e seguro no tratamento e controle das lesões orais e genitais decorrentes da infecção com HSV-1 e HSV-2, na população de pacientes avaliada.
Descritores: Unha-de-Gato
Avaliação de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Herpesvirus Humano 1
Herpesvirus Humano 2
Doenças Sexualmente Transmissíveis/terapia
-Genitália Feminina/lesões
Genitália Masculina/lesões
Boca/lesões
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 28 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-466072
Autor: Núñez Troconis, José T; Carrero, Yendy; Gotera, Jennifer; Delgado de Fox, Mariela; Callejas, Diana; Araujo, Mary; Mindiola, Raimy; Velásquez, Jesvy.
Título: Virus del herpes simple tipo 2: influencia en el origen de las lesiones premalignas y malignas del cuello uterino / Herpes simplex virus type 2: influence in the origin of premalignant and malignat lesions of uterine cervix
Fonte: Rev. obstet. ginecol. Venezuela;66(3):159-168, sept. 2006. tab.
Idioma: es.
Resumo: Determinar si la interacción del virus del herpes simple tipo 2 con diferentes factores epidemiológicos, tiene influencia en las lesiones premalignas y malignas del cuello uterino. Ambulatorios de Los Olivos, Crujicito, Salud Maracaibo, La Victoria y la consulta de Patología de Cuello Uterino del Hospital "Manuel Noriega Trigo", (Seguro Social), Maracaibo. Cincuenta y tres pacientes con neoplasia intraepitelial cervical y 10 controles fueron analizados. Se tomó un hisopado cervical para la determinación del virus del herpes simple tipo 2 mediante la técnica de la inmunofluorescencia indirecta y para el virus del papiloma humano por la técnica de la reacción en cadena de polimerasa. La presencia del virus del herpes simple 2-fue del 27,65 por ciento (n=18) de las pacientes. Las pacientes con lesiones premalignas del cerviz (n= 48) y las pacientes del grupo control (n= 10) presentaron un 27,1 por ciento y 30 por ciento de positividad al virus del herpes simple-2, respectivamente. No se encontró ninguna asociación entre el virus del herpes simple -2 y la neoplasia intraepitelial cervical. El virus del herpes simple-2 no está asociado a las lesiones premalignas del cuello uterino
Descritores: Neoplasia Intraepitelial Cervical
Colo do Útero
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo
Herpesvirus Humano 2
Papillomaviridae
-Ginecologia
Obstetrícia
Venezuela
Limites: Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde