Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.280.382.100.900.420 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Weiblen, Rudi
Texto completo
Id: lil-766191
Autor: Cargnelutti, Juliana F; Masuda, Eduardo K; Neuls, Mariana G; Weiblen, Rudi; Flores, Eduardo F.
Título: Outbreaks of canid herpesvirus 1 disease in puppies in southern Brazil / Surtos de doença por herpesvírus canino 1 em filhotes de cães no sul do Brasil
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;35(6):557-561, June 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Canid herpesvirus 1 (CHV-1) is a widespread pathogen of dogs and produces infertility, abortions and severe systemic disease in young puppies. Clinical data indicate the circulation of CHV-1 among Brazilian dogs yet definitive diagnosis has rarely been accomplished. This article describes the clinicopathological findings of four independent cases/outbreaks of neonatal disease by CHV-1 in Bulldog puppies followed by virus identification and genetic characterization. Three events occurred in a kennel holding dogs of different breeds at reproductive age (March 2013, October 2013 and April 2014). Puppies from three French or English Bulldog litters, aging 9 to 30 days were affected, presenting dyspnea, agonic breathing, pale mucous, abdominal pain and tension, evolving to death within about 24 hours. At necropsy, the puppies presented necrohemorrhagic hepatitis, multifocal and moderate necrohemorrhagic nephritis and fibrinonecrotic interstitial pneumonia. Virus isolation was positive in clinical specimens from one litter and CHV-1 DNA was detected by PCR in tissues from all four cases. Virus-neutralizing assays with samples of the affected kennel revealed 9/12 adult animals with high antibody titers to CHV-1. Nucleotide sequencing of glycoprotein B, C and D genes revealed 99-100% of identity among the viruses and with CHV-1 sequences available in GenBank. Phylogenetic analyses of gC sequences showed a segregation of the samples, even among three isolates from the same kennel. These findings support CHV-1 infection as the cause of disease and death in these dog litters, reinforcing the need for correct etiologic diagnosis, prevention and immunization against CHV-1 in dogs from Southern Brazil.

O herpesvírus canino (CHV-1) é um patógeno de cães que possui distribuição mundial e que causa infertilidade, abortos e doença sistêmica severa em filhotes de cães. Achados clínicos tem indicado a circulação do CHV-1 em cães no Brasil, embora o diagnóstico definitivo seja raramente determinado. Este artigo descreve os achados clinicopatológicos de quatro casos/surtos independentes de morte neonatal de filhotes de cães da raça Bulldog causados pelo CHV-1, a identificação e a caracterização genética do vírus. Três eventos ocorreram no mesmo canil que abriga animais de diferentes raças em idade reprodutiva (março de 2013, outubro de 2013 e abril de 2014). Filhotes de três ninhadas de Bulldog Francês e/ou Inglês, com idade de 9 a 30 dias, foram afetados e apresentaram dispneia, respiração agônica, mucosas pálidas, dor e tensão abdominal, que evoluíram para morte dos cães dentro de, aproximadamente, 24 horas. Na necropsia foram observados hepatite necro-hemorrágica, nefrite necro-hemorrágica multifocal e moderada e pneumonia intersticial fibrinonecrótica. O isolamento viral foi positivo em amostras clínicas de um filhote e DNA de CHV-1 foi detectado por PCR em tecidos de filhotes de todos os surtos. Teste de soroneutralização com amostras de soro de cães provenientes do canil afetado revelaram que nove de 12 animais adultos possuíam altos títulos de anticorpos para o CHV-1. Sequenciamento de nucleotídeos do gene das glicoproteínas B, C e D revelaram 99-100% de identidade entre as amostras e com as sequências de CHV-1 disponíveis no GenBank. A análise filogenética baseada na sequência do gene da glicoproteína C mostrou uma segregação das amostras, mesmo entre os três isolados de vírus provenientes do mesmo canil. Esses achados demonstram que o CHV-1 é a causa da doença e da morte dos filhotes, reforçando a necessidade do correto diagnóstico etiológico e a implementação de medidas de prevenção e imunização contra o CHV-1 em cães no sul do Brasil.
Descritores: Herpesvirus Canídeo 1
Surtos de Doenças/estatística & dados numéricos
Surtos de Doenças/veterinária
-Dispneia/veterinária
Dor Abdominal/veterinária
Glicoproteínas/genética
Palidez/veterinária
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Limites: Animais
Lactente
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-570490
Autor: Palma, V. E. De; Ayala, M. A; Gobello, C; Echeverria, M. G; Galosi, C. M.
Título: An atypical clinical presentation for the first isolation of canid herpesvirus 1 in Argentina / Uma apresentação clínica atípica para o primeiro isolamento do herpesvirus canino 1 na Argentina
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;62(5):1267-1270, out. 2010. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Relatam-se o primeiro isolamento de herpesvirus canino 1 (CaHV-1) e a localização atípica das lesões vesiculares associadas a este vírus na Argentina. A amostra foi recuperada de lesões vesiculares, localizadas na parte interna da coxa direita, em uma fêmea de raça Labrador. A cadela tinha quatro anos de idade e era de propriedade privada. O primeiro diagnóstico foi realizado pela reação em cadeia da polimerase e, posteriormente, o vírus foi isolado e sua identificação confirmada por imunofluorescência indireta e pelo teste de neutralização viral.
Descritores: Herpesvirus Canídeo 1/isolamento & purificação
Sinais e Sintomas
-Argentina
Cães/virologia
Imunofluorescência
Reação em Cadeia da Polimerase
Limites: Animais
Feminino
Cães
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-531767
Autor: Oliveira, Eduardo C; Sonne, Luciana; Bezerra Júnior, Pedro S; Teixeira, Elisa M; Dezengrini, Renata; Pavarini, Saulo P; Flores, Eduardo F; Driemeier, David.
Título: Achados clínicos e patológicos em cães infectados naturalmente por herpesvírus canino / Clinical and pathological Findings in dogs infected naturally by canine herpes virus
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;29(8):637-642, ago. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Descrevem-se os achados clínicos e patológicos e os exames laboratoriais de filhotes de cães com diagnóstico post mortem de infecção por herpesvírus canino. Os casos ocorreram em duas propriedades da Cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em abril de 2007 e julho de 2008. Clinicamente, os cães apresentaram anorexia, apatia, choro e dispneia. A morte dos cães ocorreu após 24-72 horas do início dos sinais clínicos. Na necropsia observaram-se hemorragia multifocal renal e hepatomegalia com petéquias e pontos brancos na superfície natural do fígado. Os pulmões se apresentaram não-colapsados e vermelhos. Havia esplenomegalia e, em alguns cães, petéquias na superfície capsular do baço. Aumento dos linfonodos mesentéricos e do timo foi observado. Lesões microscópicas incluíram hemorragia e necrose multifocal em células epiteliais tubulares renais, hepatócitos e tecidos linfoides. Nos pulmões, havia necrose alveolar multifocal acentuada com abundante material fibrinoso e infiltrado inflamatório misto de intensidade variada. Ocasionais corpúsculos de inclusão intranucleares em áreas periféricas à necrose foram identificados em hepatócitos, células epiteliais de túbulos renais e células alveolares. Amostras de fígado, rim e pulmão foram positivas na imunofluorescência direta para herpesvírus canino tipo 1 (CHV-1). O diagnóstico de infecção por herpesvírus foi baseado nos achados de necropsia, histológicos e de imunofluorescência positiva em tecidos usando anticorpo anti-CHV-1. De nosso conhecimento, este é o primeiro relato da identificação do CHV-1 no Brasil, embora achados clínico-patológicos anteriores já sugerissem a presença do agente na população canina do país.

The clinic and pathological findings and laboratorial testing of puppies with postmortem diagnosis of canine herpesvirus infection are described. The cases occurred in two households of Porto Alegre, RS, in April 2007 and July 2008. The puppies presented anorexia, depression, cry and dyspnea, followed by death about 24-72 hours after the onset of clinical signs. At necropsy multifocal pin point hemorrhages were observed in the kidneys. The liver was enlarged with petechiae and white foci on the surface. The lungs were red and did not collapse. The spleen was enlarged and, in some cases, with petechiae on the capsular surface. Mesenteric lymph nodes and thymus were enlarged. Microscopic lesions included hemorrhages and multifocal necrosis of the renal tubular epithelial cells, hepatocytes and lymphoid tissues. In the lungs there was severe multifocal alveolar necrosis with abundant fibrin deposits and a mixed inflammatory infiltrate of variable intensity. Intranuclear inclusion bodies were identified in the periphery of necrotic areas in hepatocytes, renal tubular epithelial cells and alveolar cells. Samples of liver, kidney and lung were positive in the direct immunofluorescence test for canine herpes virus type 1 (CHV-1). The diagnosis was based on epidemiological data, necropsy findings, histological lesions and positive immunofluorescence results using CHV-1 antibody in tissue samples. To our knowledge, this is the first report of the identification of CHV-1 in Brazil, although previous clinic and pathological findings already suggested the presence of the virus in Brazilian canine population.
Descritores: Doenças do Cão/diagnóstico
Herpesvirus Canídeo 1
Necrose Hepática Massiva/diagnóstico
-Cães
Imunofluorescência/métodos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-480184
Autor: Basso, Paula Cristina; Barcellos, Heloísa Helena Alcântara; Brun, Maurício Veloso; Rodrigues, Laura Beatriz; Bortolini, Carlos Eduardo; Melatti, Luciane; Scalco Neto, João Francisco; Bastiani, Paulo Vinícius; Valle, Stella de Faria; Santos, Luciana Ruschel dos.
Título: Lavado traqueobrônquico auxiliado por endoscópio rígido ou por tubo endotraqueal em cães / Tracheobronchic washing in dogs by means of rigid endoscopy or endotracheal tube
Fonte: Ciênc. rural;38(3):723-728, maio-jun. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Com o objetivo de se avaliarem os resultados do uso de endoscopia rígida e da técnica por tubo endotraqueal de colheita de líquido traqueobrônquico, foram utilizados 28 cães, errantes ou domiciliados, distribuídos em dois grupos. Nos cães do grupo 1, aplicou-se a técnica de lavado traqueobrônquico em 14 cães, sendo sete sadios e sete com sinais clínicos respiratórios. Nos do grupo 2, utilizou-se a mesma técnica, entretanto com endoscopia rígida, em sete cães sadios e em sete cães com sinais clínicos de doença respiratória. Os dados evidenciaram que o procedimento utilizando-se endoscópio rígido resultou em menor volume de solução infundida e em maior porcentagem de solução recuperada. Não houve diferença significativa quanto ao tempo de duração da execução da técnica. A contagem bacteriana foi mais alta nas amostras coletadas por endoscópio rígido, porém não houve diferença significativa na contagem de células nucleadas totais. Portanto, o uso da endoscopia rígida para colheita de líquido traqueobrônquico mostrou-se mais vantajosa do que a técnica convencional utilizando-se o tubo endotraqueal, pois fornece imagens das vias aéreas e permite acompanhamento visual da lavagem.

The present study aimed to evaluate the results of rigid endoscopy and endotracheal tube techniques for collecting tracheobronchic fluid from dogs. Twenty eight erratic or housed dogs, were allocated into to two groups. In group 1, tracheobronchic washing was applied to seven healthy dogs and seven dogs with clinical signs of respiratory disease. In group 2, seven healthy and seven dogs with respiratory disease were submitted to endo-bronchial washing by rigid endoscopy. Using rigid endoscopy, a lower volume was introduced but a higher percentage of washing fluid was recovered. There was no difference regarding the time necessary to perform both techniques. Bacterial counts were higher in samples collected by rigid endoscopy, but there was no difference in total nucleated cell counts from these samples. Thus, the use of rigid endoscopy to collect tracheobronchic fluid was found to be advantageous when compared to the conventional technique using endotracheal tube.
Descritores: Endoscópios/veterinária
Herpesvirus Canídeo 1
Intubação Intratraqueal/veterinária
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR409.1 - Biblioteca



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde