Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.280.650.160.100 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 5 [refinar]
Mostrando: 1 .. 5   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 5 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Coelho, Humberto E
Texto completo
Id: biblio-964302
Autor: Ferreira, Bruna C; Ecco, Roselene; Couto, Rodrigo M; Coelho, Humberto E; Rossi, Daise A; Beletti, Marcelo E; Silva, Paulo L.
Título: Outbreak of cutaneous form of avian poxvirus disease in previously pox-vaccinated commercial turkeys / Surto de bouba aviária na forma cutânea em perus comerciais previamente vacinados
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(3):417-424, mar. 2018. tab, ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study describes an outbreak of avian poxvirus disease in previously pox-vaccinated turkeys in Brazil. The turkeys had suggestive gross lesions of cutaneous avian poxvirus in the skin of the head and cervical area without changes in the flock mortality rates. In the slaughterhouse, 30 carcasses were removed from the slaughter line to collect tissue from cutaneous lesions for histological analyses and characterization of the virus. The virus was identified by conventional polymerase chain reaction (PCR) and subsequent gene sequencing. Acanthosis, hyperkeratosis, and hydropic degeneration were seen on skin histopathology. Eosinophilic intracytoplasmic inclusion bodies (Bollinger) on keratinocytes were observed in 46.6% of the samples. Avian poxvirus DNA was detected on PCR in 83.3% of the total samples. PCR associated with histopathology had 93.3% of positivity for avian poxvirus. In the phylogenetic study, samples show 100% matching suggesting that the outbreak occurred by a single viral strain and was different from those strains affecting other wild birds such as canaries and sparrows. A single mutation (Adenine for Guanine) was detected in our study's strain and in the strains of turkey, chickens, and vaccine strains published in GenBank. Also, when the sequence strain of the present study and sequences from GenBank of canarypox and sparrowpox strains were aligned, a Thymine was found replacing the Adenine or Guanine. The in ovo vaccination method as single-use in turkeys of this study apparently did not provide adequate protection against avianpox disease, but additional vaccination administered by wing-web when turkeys were 45-60 days old in the new flocks controlled the disease. In the subsequent year, new cases of this disease were not found. It was not possible to confirm the source of the virus strain, but infection with a field strain derived from chickens is one possibility, considering the poultry farm population in the area and biosecurity aspects. For wide characterization of avipoxvirus and differentiation among strains, the complete sequence of the viral genome is required.(AU)

Este estudo descreve um surto de bouba aviária em perus previamente vacinados contra poxvirus aviário no Brasil. Os perus apresentaram lesões macroscópicas, sugestivas de bouba aviaria cutânea, na pele da cabeça e região cervical sem alteração nas taxas de mortalidade do lote. No abatedouro, 30 carcaças foram retiradas da linha de abate para coleta de dois fragmentos de pele com lesões para análise histológica e caracterização do vírus. A identificação do vírus foi realizada por PCR convencional e posterior sequenciamento. No exame histopatológico das lesões de pele, houve acantose, hiperqueratose e degeneração hidrópica. Corpúsculos de inclusão intracitoplasmáticos eosinofílicos (Bollinger) foram encontrados em 46,6% das amostras. A técnica de PCR detectou o DNA do vírus da bouba aviária em 83,3% do total de amostras. PCR associado com a histopatologia resultou em 93,3% de positividade para o vírus da bouba aviária. No estudo filogenético, as sequências resultaram em 100% de identidade, sugerindo que o surto ocorreu por uma única estirpe de vírus diferenciada das outras estirpes que acometem canários e pardais. Uma única mutação (Adenina para Guanina) foi detectada nas estirpes deste estudo e nas sequências de perus, galinhas e estirpes vacinais publicadas no GenBank. Além disso, quando a sequência da estirpe do presente estudo e as sequências das estirpes de canarypox e sparrowpox foram comparadas, a Timina foi encontrada em substituição a Adenina ou Guanina. A vacinação in ovo em dose única utilizada nos perus deste estudo aparentemente não forneceu proteção adequada contra a doença causada pelo poxvirus aviário. Entretanto, a revacinação na membrana da asa em perus com 45-60 dias de idade dos novos lotes controlou a doença. No ano subsequente, novos casos desta doença não foram registrados. Não foi possível confirmar a origem da estirpe viral, mas estirpes de campo oriundas de galinhas seria uma possibilidade, considerando a população na área e os aspectos de biosseguridade. Para caracterização ampla do avipoxvirus e diferenciação entre as estirpes, a sequência completa do genoma viral é requerida.(AU)
Descritores: Perus/anormalidades
Bouba/veterinária
Vacinas/análise
-Avipoxvirus/patogenicidade
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-794772
Autor: Echenique, Joanna V. Z; Bandarra, Paulo M; Brauner, Rodrigo K; Soares, Mauro P; Coimbra, Marco A. A; Schild, Ana Lucia.
Título: Infecção por pox vírus e Aspergillus fumigatus em Bubo virginianus (Coruja jacurutu) / Avipoxvirus infecction in Bubo virginianus (great horned owl)
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(7):630-633, jul. 2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho descreve um caso de infecção mista por pox vírus e Aspergillus fumigatus em Bubo virginianus (coruja jacurutu). A ave, um macho adulto, foi encaminhada ao Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre do Instituto de Biologia da Universidade Federal de Pelotas (NURFS/CETAS/UFPEL). Apresentava bom estado corporal, estava ativa, porém com incapacidade de voo. Após três dias apresentou lesões crostosas e de aspecto verrucoso na superfície dorsal das patas. Havia, também, nódulos de mesmo aspecto na pálpebra esquerda e na cera. A ave morreu após 15 dias de sua chegada ao NURFS e foi necropsiada no Laboratório Regional de Diagnóstico da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (LRD/UFPel). Histologicamente, as lesões verrucosas caracterizavam-se por hiperplasia do epitélio e nas células das camadas basal, espinhosa, granular e córnea havia corpúsculos de inclusão intracitoplasmáticos do tipo Bollinger. Na microscopia eletrônica foram visualizadas partículas virais características de pox vírus, incluindo Bubo virginianus como um hospedeiro do vírus. Havia, ainda, infiltrado inflamatório de células mononucleares e focos de colônias bacterianas na derme. Nos pulmões havia congestão e presença de granulomas com hifas fúngicas, que pela técnica de Grocott, apresentaram ramificação dicotômica compatível com Aspergillus spp., identificado na cultura como A. fumigatus. O diagnóstico de infecção por avipoxvirus pode contribuir para estudos relacionados com a ocorrência desta doença nas populações de vida livre e como informação auxiliar para o manejo e conservação desta espécie. Sugere-se, ainda, a inclusão do uso de raios-X nos protocolos de centros de reabilitação como o diagnostico de aspergilose em aves rapinantes com bom estado corporal, porém incapazes de voar.(AU)

This paper describes a case of mixed infection by pox virus and Aspergillus fumigatus in Bubo virginianus (Owl Jacurutu). An adult male Bubo virginianus was referred to the Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre, Instituto de Biologia, Universidade Federal de Pelotas (NURFS/CETAS/UFPEL). The owl was active and had a good body condition but with flight disability. After three days of their admission at NURFS the owl developed crusty and verrucous lesions at the dorsal surface of their feet. Also it had nodes on the left eyelid and cera with the same aspect. The owl died 15 days after its arrival. Necropsy and histopatological examination were carried out. The warty lesions had hyperplasia of the epithelium and intracytoplasmic Bollinger-like inclusion bodies in the basal, spinal, granulosa layer and cornea. Viral particles characteristic of pox viruses were shown by electron microscopy. This case includes Bubo virginianus as a host of the avipoxvirus. There were also a mononuclear inflammatory cell infiltrate and bacterial colonies in the dermis. In the lugs, there was congestion and presence of granulomas with intralesional fungal hyphae. With the Grocott stain those structures showed dichotomous branching which was later identified in mycological culture as characteristic for A. fumigates. The diagnosis of avipoxvirus infection can contribute to studies related to the occurrence of this disease in free-living populations and as auxiliary information for the management and conservation of this raptor species. It is also suggested to include the use of X-rays in rehabilitation center protocols as screening test to diagnose aspergillosis in birds of prey with good body condition but inability to fly.(AU)
Descritores: Aspergillus fumigatus/patogenicidade
Infecções por Poxviridae/fisiopatologia
Infecções por Poxviridae/veterinária
Estrigiformes/microbiologia
-Aspergilose/veterinária
Avipoxvirus
Bouba/veterinária
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787589
Autor: Kunert-Filho, Hiran C; Cibulski, Samuel P; Finkler, Fabrine; Grassotti, Tiela T; Jaenisch, Fátima R. F; Brito, Kelly C. T. de; Carvalho, Daiane; Lovato, Maristela; Brito, Benito G. de.
Título: First phylogenetic analysis of avipoxvirus (APV) in Brazil / Primeira análise filogenética de avipoxvirus (APV) no Brasil
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(5):357-362graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . FINEP; . FAPERGS.
Resumo: This study represents the first phylogenetic analysis of avian poxvirus recovered from turkeys in Brazil. The clinical disorders related to fowlpox herein described occurred in a turkey housing system. The birds displaying characteristic pox lesions which were observed on the neck, eyelids and beak of the turkeys. Four affected turkeys were randomly chosen, euthanized and necropsied. Tissues samples were submitted for histopathological analysis and total DNA was further extracted, amplified by conventional PCR, sequenced and phylogenetically analyzed. Avian poxviruses specific PCR was performed based on P4b core protein gene sequence. The histological analysis revealed dermal inflammatory process, granulation tissue, hyperplasia of epithelial cells and inclusion bodies. The P4b gene was detected in all samples. Sequencing revealed a 100% nucleotide and amino acid sequence identity among the samples, and the sequences were deposited in GenBank®. The four Avian poxviruses fragments sequenced in this study clustered along the A1 clade of avipoxviruses, and were classified as Avipoxvirus (APV). Additional studies, such as virus isolation, PCR and sequencing includinga large number of specimens from the Brazilian turkey production must be conducted due to the hazardous risk that poxvirus infections may cause to the Brazilian poultry production scenario, given that Brazil's turkey production attracts attention due to its economic importance worldwide. Our findings point to the need to identify the prevalence of APV in Brazilian turkey production, to perform risk assessment studies and continued surveillance of APV infections in both wild and commercial avian species.

Este trabalho representa a primeira análise filogenética de Poxvirus aviário detectado em perus no Brasil. Os distúrbios clínicos relacionados com bouba aviária aqui descritos ocorreram em um sistema de alojamento de perus. As aves apresentaram lesões características de varíola observadas no pescoço, pálpebras e bico das aves. Quatro perus com sinais característicos foram escolhidos aleatoriamente, sacrificados e submetidos à autópsia. Amostras de tecido foram submetidas à análise histopatológica e o DNA total foi extraído, amplificado por PCR convencional e os amplicons foram sequenciados e analisados ​​filogeneticamente. A PCR específica para Poxvírus aviário foi realizada com base na seqüência do gene da proteína do núcleo P4b. A análise histológica revelou um processo inflamatório dérmico, tecido de granulação, hiperplasia de células epiteliais e corpúsculos de inclusão. O gene P4b foi detectado em todas as amostras. O sequenciamento revelou uma identidade entre nucleotídeos e aminoácido de 100% entre as amostras e as sequências foram depositadas no GenBank®. Os quatro fragmentos de poxvírus aviário sequenciado neste estudo foram agrupados no clado A1 de avipoxvirus e foram classificados como Avipoxvirus (APV). Estudos adicionais, como isolamento viral, PCR e sequenciamento, incluindo um grande número de perus da produção brasileira devem ser conduzidos devido ao grave risco que a infecção por poxvírus pode causar ao cenário de produção avícola brasileira, tendo em vista que a produção brasileira de perus atrai atenção devido a sua importância mundial. Nossos resultados apontam para a necessidade de identificar a prevalência da APV na produção de peru no Brasil, para realizar estudos de avaliação de risco e continuada monitoração de infecções por APV nas espécies de aves comerciais e silvestres.
Descritores: Avipoxvirus/isolamento & purificação
Filogenia
Perus/microbiologia
Poxviridae/isolamento & purificação
-Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-563112
Autor: Paz, I. C. L. Almeida; Mendes, A. A; Martins, M. R. F. B; Fernandes, B. C. S; Almeida, I. C. L; Milbradt, E. L; Balog, A; Komiyama, C. M.
Título: Follow-up of the development of femoral degeneration lesions in broilers / Seguimiento del desarrollo de lesiones por degeneración en pollos de engorde
Fonte: Int. j. morphol;27(2):571-575, June 2009. ilus.
Idioma: en.
Resumo: A study was carried out in the experimental facilities of FMVZ/UNESP-Botucatu, with the aim of following-up the development and the incidence of femoral degeneration (FD). A total of 305 one-day-old male broilers were housed in six pens of 5m² each. Histological analyses of femur head collected when broilers were 0, 7, 14, 21, 28, 35, and 42 days of age were carried out. At 42 days of age, 30 birds were taken to the experimental processing plant of FMVZ for leg gross examination. Ten legs per FD score where selected, and histologically analyzed to determine the most probable age at the beginning of the lesions, and to standardize femoral degeneration lesion scores. The histological results showed that cell architecture started to disorganize at 21 days of age in the resting and proliferation zones, and that angiogenesis increased, invading the joint cartilage, The gross lesion indexes due to femoral degeneration were 22.5 percent, 42.5%, and 65% at 28, 35, and 42 days of age, respectively.

Se realizó un estudio en las instalaciones experimentales de FMVZ/UNESP-Botucatu, con el objetivo de seguir el desarrollo y la incidencia de degeneración femoral (DF) en pollos. Se utilizaron 305 polluelos de un día, machos, distribuidos en seis corrales de 5m² cada uno. Se analizaron cortes histológicos de cabezas de fémur recolectadas a los 0, 7, 14, 21, 28, 35 y 42 días de edad. A los 40 días de edad, se llevaron 30 aves al Matadero Experimental de FMVZ, para análisis macroscópico de las piernas. Se escogieron 10 muslos por escore de DF, y se analizaron histológicamente para determinar la edad más probable del inicio de la lesión y estandarizar los escores de lesión por degeneración femoral. Los resultados histológicos indicaron que a los 21 días ocurre el inicio de la desorganización celular en la zona de reposo y de proliferación, además del aumento de la angiogénesis, invadiendo el cartílago articular. Microscópicamente, el índice de lesión por degeneración femoral fue del 22.5 por ciento, 42.5% y 65% a los 28, 35 y 42 días de edad, respectivamente.
Descritores: Aves/imunologia
Aves/virologia
Avipoxvirus/isolamento & purificação
Avipoxvirus/patogenicidade
Avipoxvirus/ultraestrutura
Surtos de Doenças/veterinária
-Brasil/epidemiologia
Infecções por Poxviridae/veterinária
Microscopia Eletrônica de Transmissão/métodos
Limites: Masculino
Animais
Feminino
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  5 / 5 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mazur, Carlos
Texto completo
Id: lil-432564
Autor: Chaves, Thaís Castelo Branco; Bernardo, Aline Rodrigues; Sanavria, Argemiro; Brito, Marilene de Farias; Cruz, Geraldo Baêta da; Danelli, Maria Das Graças Miranda; Mazur, Carlos.
Título: Ineficiência da Thuja occidentalis no tratamento dos poxvirus aviários / Thuja occidentalis ineficiency in avian poxviruses treatment
Fonte: Ciênc. rural;36(4):1334-1336, jul.-ago. 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Medicações à base de Tuia (Thuja occidentalis) são comuns em tratamentos homeopáticos e fitoterápicos, na medicina humana e veterinária. Suas propriedades imunoestimulantes e antivirais são descritas e sua utilização empírica no tratamento das poxviroses aviárias é recomendada por criadores e veterinários. Para avaliar o potencial terapêutico da Tuia sobre estas infecções, dois grupos (controle e teste) de dez aves jovens foram inoculados por escarificação, com uma amostra de campo de poxvírus aviário. As aves inoculadas foram examinadas diariamente, quanto ao início e evolução das lesões, registrando-se o número e tamanho destas, até a cicatrização. Após o surgimento das lesões, o grupo teste recebeu a tintura alcoólica diluída na água de consumo. A análise experimental indicou que, nas condições empregadas, a utilização da Tuia não favoreceu a regressão ou restrição no desenvolvimento das lesões de pele promovidas pela infecção experimental.
Descritores: Avipoxvirus
Aves
Ferimentos e Lesões/microbiologia
Thuja/microbiologia
Responsável: BR409.1 - Biblioteca



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde