Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.613.807.200.725.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 329 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 33 ir para página                         

  1 / 329 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1082878
Autor: Santos, Raquel Ferreira dos.
Título: Depressão, desesperança e percepção de suportefamiliar em pacientes com HTLV-1 / Depression, hopeless and family support in HTLV-1.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 84 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Doenças crônicas e sem cura podem provocar sofrimento psíquico e insatisfatória qualidade de vida. Nesta pesquisa, foram abordados pacientes com infecção.... Buscou-se compreender se o sofrimento psíquico (depressão e/ou desesperança) e a percepção da qualidade de vida destes pacientes poderiam fazer diferença na percepção de suporte familiar e ainda, se haveriam diferenças significativas entre os pacientes sintomáticos e assintomáticos, nos quesitos, depressão, desesperança, qualidade de vida e suporte familiar percebido. A coleta de dados aconteceu no ambulatório de HTLV do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. A amostragem .......Os dados foram coletados por meio de 5 instrumentos...... Para análise dos dados foram feitas análises descritivas... Os resultados apontaram... exceto no fator que avalia a Adaptação Familiar, que apresentou média-baixa. Foram encontradas correlações... Entre depressão e os fatores do IPSF verificou-se correlação negativa ....verificou-se correlação com o valor total e o fator 1 e os domínios Capacidade Funcional e Aspectos Sociais. Conclui-se que pacientes sintomáticos e assintomáticos, participantes desta pesquisa, diferem-se nos níveis de depressão, em todos os domínios de qualidade de vida e no fator 3 do IPSF

Incurable chronic diseases can lead to psychological distress and poor quality oflife. This study has addressed patients with HTLV-1.....We sought to find out whether psychological distress (depression and/or hopelessness) andperceived quality of life could influence these patients' perceived family support,and whether there would be significant differences between symptomatic andasymptomatic patients in term..... The sample consisted of 59patients: 31 were symptomatic; 28, asymptomatic for HAM/TSP (tropical spasticparaparesis); 43 (72.9%) were female, between 19-73 years old, and themedian age was 50. Five instruments were used for collecting data:Sociodemographic Questionnaire, Beck Depression Inventory (BDI), BeckHopelessness Scale (BHS), Inventory of Perceived Family Support (IPFS), andQuality of Life Scale (QOLS-36)...Symptomatic patients showed mid-low scores on perceived Family support, except the factor that evaluates Consistent Affective Aspects, whichs Yet, asymptomatic patients had medium-high scores in almost all categories, except the factor that evaluates Family Adjustment, which showed medium-low. We found negative, significant correlation betweenhopelessness and IPFS factor 1 for symptomatic patients, and betweenhopelessness and the overall total, factor 1, fator 2 and factor 3, forasymptomatic patients. We found negative, significant correlation betweendepression/IPFS factors for symptomatic patients and factor 1; for theasymptomatic patients, the same was found only between the overall total andfactor 1. We found correlation between quality of life and IPFS and the overalltotal and factor 1 and Functional Capacity and Social Aspects. We conclude that the participants in this study, both symptomatic and asymptomatic patients,show different levels of depression in all aspects of quality of life and in IPFSfactor 3, regarding family autonomy.
Descritores: Depressão/psicologia
Família/psicologia
Paraparesia Espástica Tropical/psicologia
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano/classificação
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano/imunologia
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, S237de


  2 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1082876
Autor: Gascón, Maria Rita Polo.
Título: Alterações neuropsicológicas e sintomatologia depressiva em pacientes portadores do HTLV / Neuropsychological disorders and depressive symptoms in patients with HTLV -1.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 106 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O principal objetivo deste estudo foi investigar a presença de déficits cognitivos em pacientes infectados pelo HTLV-1 com e sem HAM/TSP. Métodos: Estudo transversal incluindo 104 participantes: 37 portadores assintomáticos de HTLV-1, 37 com diagnóstico de HAM/TSP e 30 HTLV-1 negativos. Na avaliação estatística foram utilizados os seguintes testes: análise descritiva, ANOVA, ANCOVA, d de Cohen, prova de Mann-Whitney e Correlação de Spearman. Dentro do grupo HTLV-1 positivo, 53 eram do sexo feminino e 21 do sexo masculino, com idade média de 46 anos (DP = 13,5) e escolaridade média de 7,7 anos (DP = 3,3). As variáveis sóciodemográficas (gênero, idade e escolaridade) foram corrigidas e avaliadas entre os três grupos. Os instrumentos de avaliação foram Inventário Beck de Depressão, Escala de Atividades de Vida Diária de Lawton e uma completa bateria neuropsicológica. Tanto o grupo assintomático para HTLV-1 quanto o grupo de participantes com HAM/TSP tiveram um desempenho inferior nos testes neuropsicológicos e resultados de depressão elevados quando comparados com o grupo controle. Avaliando a média dos percentis, pacientes com infecção pelo HTLV-1 (em ambos os grupos) apresentaram um pior desempenho em vários domínios cognitivos, porém, apenas os que avaliaram inteligência fluída, funcionamento intelectual estimado, memória visual de evocação imediata e tardia e velocidade de processamento das informações (no caso específico dos pacientes com HAM/TSP) apresentaram significância estatística. A partir dos resultados podemos concluir que os pacientes portadores de HTLV-1 apresentaram maior frequência de comprometimento cognitivo quando comparado com os participantes de sorologia negativa e o transtorno neurocognitivos mais frequente foi o tipo Leve Amnéstico Múltiplos Dominios
Descritores: Depressão
Neuropsicologia
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, G247a


  3 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1073976
Autor: Costa, Emanuela Avelar Silva.
Título: Introdução da reação em cadeia da polimerase em tempo real no algoritmo de testes laboratoriais para o diagnóstico de infecção por HTLV-1 e HTLV-2 / Use of the real-time polymerase chain reaction in the HTLV-1 and HTLV-2 infections diagnostic testing algorithm.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 101 p. ilus, tab, graf, map.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado)Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Em vista das dificuldades encontradas no diagnóstico de infecção por vírus linfotrópicos de células T humanas dos tipos 1 e 2 (HTLV-1 e HTLV-2) no Instituto Adolfo Lutz (IAL) de São Paulo, foi proposto o presente estudo que objetivou avaliar o valor do cut-off dos testes de triagem sorológica e os algoritmos de testes laboratoriais, dando ênfase ao emprego da reação em cadeia da polimerase (PCR) como teste confirmatório. Do total de 3.271 amostras de sangue provenientes da rotina diagnóstica dos anos de 1998 a 2010: (a) 2.312 amostras de soro (1998-2006) foram empregadas para estabelecer o melhor valor de cut-off para os ensaios imunoenzimáticos (EIAs) usando a análise ROC (receiving operating characteristics); (b) 313 amostras de sangue (2009) foram analisadas por algoritmo de duas coletas seqüências de sangue; (c) 73/959 amostras de sangue reagentes na triagem sorológica (2007-2010) foram empregadas no estudo comparativo de sensibilidade e custo dos testes confirmatórios de Western blot (WB), PCR convencional (tax e pol) e PCR em tempo real (pol). As PCRs foram otimizadas usando DNA extraído de linhagens celulares infectadas por HTLV-1 (C91-PL) e por HTLV-2 (BBF) e realizada pesquisa de gene da albumina humana como controle endógeno. Os resultados da análise ROC mostraram que um ajuste no valor do cut-off dos EIAs de 3ª geração aumentou a especificidade desses ensaios em 7,8%, sem alterar significativamente a sua sensibilidade. O algoritmo de coleta seqüencial de sangue se mostrou inadequado sendo mais apropriada a coleta única em tubo contendo anticoagulante. Os resultados do ensaio confirmatório de WB mostraram que este foi mais sensível (90,56%) do que a PCR convencional (77,36%) e a PCR em tempo real (79,25%), provavelmente pela pequena carga proviral de HTLV-1 e HTLV-2 presente no sangue, principalmente de portadores assintomáticos. Todavia, as técnicas de PCR se mostraram úteis na elucidação de amostras com padrão indeterminado à...
Descritores: Reação em Cadeia da Polimerase
Técnicas Imunoenzimáticas
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
VIRUS TEMEFOS LINFOTROPICO T HUMANO
Western Blotting
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, C837int, 2010


  4 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1073974
Autor: Gascón, Maria Rita Polo.
Título: Frequência de transtorno de humor e impacto na qualidade de vida dos pacientes portadores de HTLV-1 com paraparesia espástica tropical / Study of the psychological aspects and the impact on life quality of the patients who are carriers of HTLV with tropical spastic paraparisie.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 121 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo(Estado)Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A HAM/TSP, doença ocasionada pelo vírus HTLV-1, geralmente leva seus portadores a quadros incapacitantes podendo evoluir para a paraplegia. Tanto a evolução dos sintomas quanto as dificuldades do tratamento podem ocasionar quadro de Depressão e Ansiedade e impacto na Qualidade de Vida de seus portadores, afetando potencialmente o estado de saúde física, mental, funcional, bem-estar geral, interação social e satisfação do paciente. O objetivo desta pesquisa foi verificar a frequência de depressão e ansiedade e o impacto na qualidade de vida dos pacientes portadores de HAM/TSP associada ao HTLV-1. Foi realizado um estudo do tipo transversal no qual foram incluídos 67 portadores assintomáticos e 63 pacientes com HAM/TSP. Como instrumentos foram utilizados: questionário sócio-demográfico, Inventário de Depressão de Beck, Inventário de Ansiedade de Beck, Questionário para a avaliação da Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-Brief) e Escala Motora Revisada de Osame. A aplicação dos questionários foi realizado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, no período de maio de 2008 a julho de 2009. Para a análise estatística foi realizado o teste U de Mann-Whitney e o coeficiente de correlação de Spearman. Os dados obtidos foram correlacionados com a evolução e gravidade da marcha. Os resultados apontaram que os pacientes com HAM/TSP em relação aos portadores assintomáticos apresentaram índices mais elevados de depressão (p<0,001) e ansiedade (p<0,001), e comprometimento na qualidade de vida nos domínios: insatisfação com a saúde (p<0,001), física (p<0,001) e meio ambiente (p=0,003). Os principais fatores que apresentaram relação com os graus de Depressão e Ansiedade e com as domínios do WHOQOL-brief foram: escolaridade, renda familiar e classe social. A HAM/TSP ocasiona em seus portadores uma ferida narcísica, podendo acarretar sintomas depressivos e ansiosos e prejuízo na percepção da qualidade de vida, principalmente nos pacientes com...
Descritores: Ansiedade
Depressão
Paraparesia Espástica Tropical
Qualidade de Vida
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, G247f, 2010


  5 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-645883
Autor: Remón-Torres, Max Michele; Remón-Torres, Max Albert.
Título: Leucemia linfoma de células T del adulto y linfoma cutáneo asociados al HTLV-1 / Adult T-cell leukemia/lymphoma and cutaneous lymphoma associated to HTLV-1
Fonte: Rev. méd. panacea;1(3):89-93, sept.-dic. 2011. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El virus linfotrópico humano tipo 1 (HTLV-1) se adquiere a través de la lactancia prolongada, contacto sexual e infusión sanguínea, entre el 1-4% de los infectados desarrollan Linfoma Leucemia de Células T del Adulto (LLCTA) con un periodo de latencia entre 30 y 50 años, siendo incurable y mortal a corto plazo, las causas de muerte más frecuentes son infecciones, el linfoma cutáneo de células T es otra manifestación del virus, indicando diseminación. Se presenta el caso de un hombre de 51 años, con hiporexia, odinofagia, lesiones ulceradas necróticas en manos, tórax y cabeza, micosis oral, ingresa por hematemesis, hematoquecia y astenia, presenta, anemia, alteraciones nutricionales y neurológicas. El estudio hematológico diagnosticó LLCTA y la biopsia linfoma cutáneo de células T. El paciente tendría un pronóstico desfavorable.

The human virus T-lymphtrophic (HTLV-1) is acquired through prolonged breastfeeding, sexual contact and blood infusion. Between 1% to 4% of those infected, develop Adult T-cell leukemia/lymphoma (ATL) during the latency period between 30 to 50 years, it is still incurable and most of the cases end with fatal dead in the short term, the most frequent causes of death are infections. The cutaneous T-cell lymphoma is another manifestation of the virus, indicating spread. 51 year old male, with hyporexia, odynophagia, necrotic ulcerated lesions on the hands, chest and head, presents oral fungal, enters with hematemesys, hematoquesia and asthenia, anemia, nutritional and neurological disorders. Hematological tests cutaneous T -cell lymphoma cutaneous, respectively. The patient would have an unfavorable prognosis.
Descritores: Leucemia de Células T
Linfoma Cutâneo de Células T
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  6 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051598
Autor: Gonçalves, Maria Gisele.
Título: Padronização e validação da PCR em tempo real para a detecção rápida e quantificação de carga proviral de HTLV-1 e HTLV-2 / Standardization and validation of real-time PCR for rapid detection and quantification of HTLV-1 and HTLV-2 proviral load.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 139 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Especialista.
Descritores: Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
Vírus Linfotrópico T Tipo 2 Humano
Reação em Cadeia da Polimerase
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046499
Autor: Figueiredo-Alves, Rosane Ribeiro; Nonato, Dejan Rodrigues; Cunha, Andre Marquez.
Título: HTLV e gravidez: protocolo clínico / HTLV and pregnancy: clinical protocol
Fonte: Femina;47(2):110-113, 20190228. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano/patogenicidade
Infecções por HTLV-I/diagnóstico
Infecções por HTLV-I/transmissão
Infecções por HTLV-I/epidemiologia
-Aleitamento Materno
Transmissão Vertical de Doença Infecciosa
Continuidade da Assistência ao Paciente
Cuidados Médicos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Protocolo de Ensaio Clínico
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  8 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Araújo, Abelardo de Queiroz Campos
Machado, Luís dos Ramos
Livramento, José Antonio
Id: lil-154980
Autor: Araújo, Abelardo de Queiroz Campos.
Título: Diagnóstico diferencial pré-sorológico entre as paraplegias espásticas tropicais HTLV-1 positivas e negativas / Pre-serologic differential diagnosis between HTLV-1 positives and negatives tropical spastic paraplegia
Fonte: In: Machado, Luis dos Ramos; Nóbrega, José Paulo Smith; Livramento, José Antonio; Spina França Netto, Antonio. Neuroinfecçäo 94. Säo Paulo, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Säo Paulo. Clínica Neurológica, 1994. p.198-198.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Simpósio Neuroinfecçäo-94, Säo Paulo, 18-19 mar. 1994.
Descritores: Paraplegia/diagnóstico
Paraparesia Espástica Tropical/diagnóstico
-Paraplegia/virologia
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano/isolamento & purificação
Diagnóstico Diferencial
Paraparesia Espástica Tropical/virologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2617.35; BR599.1; 10001009554, AG


  9 / 329 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-912351
Autor: Silva, Nayara Morais Magno e; Rocha, Lana Carolina Natividade da; Araújo, Ana Paula Monteiro de; Silva, Maria Clara Raiol da; Pinto, Denise da Silva; Cardoso, Biatriz Araújo; Dias, George Alberto da Silva.
Título: Relação da função vesical e marcha em indivíduos com vírus linfotrópico de células t humana tipo 1 / Relation bet ween vesical function and gait in people with human t-lymphotropic virus type 1
Fonte: Saude e pesqui. (Impr.);11(2):213-221, Maio-Ago 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Correlacionar a disfunção da bexiga e a necessidade de assistência na marcha em indivíduos com vírus linfotrópico de células T humana tipo 1. Trata-se de um estudo analítico, observacional e transversal, realizado com 16 pacientes de ambos os sexos, diagnóstico de Paraparesia Espástica Tropical/Mielopatia Associada ao HTLV-1 (PET/MAH) definitivo, avaliados pela Escala Ponderada de Paraplegia Espástica (EPPE) e caracterizados quanto ao grau de auxílio na marcha por meio dos dispositivos utilizados durante a deambulação. Todos os achados foram codificados pela Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF); aqueles relacionados à função vesical se converteram para o componente funções do corpo e quanto ao auxílio da marcha para atividade e participação. Utilizaram-se os testes G (Aderência), Qui-quadrado e o de correlação de Spearman para análise estatística (p≤0,05). A maioria apresentou problema ligeiro para função vesical (b6202.1) e nenhuma dificuldade (d465.0) ou moderada (d465.2) para a necessidade de auxílio na marcha. Houve correlação (p=0,009) entre o auxílio na marcha e a função da bexiga. Assim, os códigos da CIF mostraram que quanto maior a dificuldade de locomoção maior é o problema na função da bexiga.

Current analytic, observational and transversal study correlates bladder dysfunction and the need for gait aid in people with human T-lymphotropic virus type 1. Investigation was undertaken with 16 patients of both genders, with a definite diagnosis for Tropical Spastic Paraparesis/Mielopathy, associated with HTLV-1 (PET/ MAH), evaluated by the Spastic Paraplegia Rating Scale (SPRS) and characterized as to help degree in gait by devices employed during walking. Finding were codified by the International Classification for Functionality, Disability and Health (ICF). Findings related to vesical function were converted into component body functions; in the case of gait aid, they were converted into activity and participation. G test (adherence), chi-square and Spearman´s correlation for statistical analysis (p≤0.05) were employed. Most patients had a slight condition for vesical function (b6202.1), with no (d465.0) or only moderate difficulty (d465.2) for gait aid. There was a correlation (p=0.009) between gait aid and bladder function. ICF codes revealed that the greatest the difficulty in locomotion, the biggest the issue in bladder function.
Descritores: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Paraparesia Espástica
Fisioterapia
-Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR313.1 - Biblioteca Ana Bove


  10 / 329 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barreto, Sandhi Maria
Caramelli, Paulo
Texto completo
Id: lil-696483
Autor: Champs, Ana Paula Silva; Passos, Valéria Maria de Azeredo; Barreto, Sandhi Maria; Caramelli, Paulo; Melo, Carla Meirelles de; Carvalho, Guilherme; Menezes, Miriam Melo; Ribas, João Gabriel Ramos.
Título: Encephalomyelopathy associated with HTLV-I a primary disease or coexisting with multiple sclerosis / Encefalomielopatia associada ao HTLV-I: doença primária ou coexistência com esclerose múltipla
Fonte: Dement. neuropsychol;7(4), dez. 2013.
Idioma: en.
Resumo: HTLV-I-associated myelopathy (HAM/TSP) is the most common neurological manifestation of HTLV-I, causing progressive weakness, sensory disturbance, and sphincter dysfunction. Although motor disorders have been well described, few studies have associated cognitive disorders and HTLV-I infection. In areas endemic for HTLV-I infection, the differential diagnosis between HAM/TSP and other myelopathy etiologies can be difficult, particularly if the patient has signs and symptoms of brain involvement, since seropositive HTLV-I patients can present other neurological diseases. Here, we report one case initially diagnosed as Multiple Sclerosis (MS) which, upon further investigation, was found to be HTLV-I seropositive.

HTLV-I causando fraqueza progressiva, alterações de sensibilidade e disfunção esfincteriana. As alterações motoras são bem descritas, mas ainda são poucos os estudos que examinam a possibilidade de ocorrência de transtornos cognitivos na infecção pelo HTLV-I. Em áreas endêmicas para o HTLV-I, o diagnóstico diferencial com outras causas de mielopatias pode ser difícil, particularmente se o paciente tem sinais e sintomas de acometimento encefálico, já que a sorologia positiva para o HTLV-I pode ser detectada em pacientes com outras doenças neurológicas. Aqui relata-se o caso de uma paciente inicalmente diagnosticada com Esclerose Múltipla e que, na investigação posterior, foi encontrado soropositividade para HTLV-I.
Descritores: Espectroscopia de Ressonância Magnética
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
Paraparesia Espástica Tropical
Disfunção Cognitiva
Esclerose Múltipla
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante



página 1 de 33 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde