Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.715.110.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001482
Autor: Munir, N; Hameed, A A; Haq, R; Naz, S.
Título: Biochemical changes in cultivars of sweet oranges infected with citrus tristeza virus / Mudanças bioquímicas em vários cultivares de laranjas doces infectadas com o vírus citrus tristeza
Fonte: Braz. j. biol;79(4):742-748, Nov. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Citrus fruit production occupies a place of considerable importance in the economy of the world including Pakistan. Tristeza disease caused by Citrus Tristeza Virus (CTV) exists in various forms that may or may not cause symptoms in the plants. The bioactive compounds and antioxidants are naturally present in plants and provide a defense mechanism that is generally accelerated in response to a stress. The objective of the present study was to target and analyze the citrus plants that were CTV positive to observe the changes in the enzymatic and non-enzymatic antioxidants of citrus (Sweet Oranges only). It was observed that in response to CTV infection, both the non-enzymatic antioxidants (total flavonoid, ascorbic acid, phenolic acid) and enzymatic antioxidants (catalase, superoxide dismutase and peroxidase) activities showed an increasing trend overall. The profiling of antioxidants in response to a viral infection may help in the discovery of new biomarkers that can be used as a monitoring tool in disease management.

Resumo As frutas cítricas ocupam um lugar de considerável importância na economia do Paquistão, assim como o resto do mundo. A doença da tristeza causada pelo Vírus da Tristeza dos Citros (CTV) existe em várias formas que podem ou não apresentar sintomas nas plantas. Os compostos bioativos e antioxidantes estão naturalmente presentes nas plantas e fornecem um mecanismo de defesa que é geralmente acelerado em resposta a um estresse. O objetivo do presente estudo foi analisar as alterações causadas pelo CTV nos antioxidantes enzimáticos e não enzimáticos de laranjas doces. Foi observado que, em resposta ao ataque de CTV, os antioxidantes não enzimáticos como flavonoides totais, ácido ascórbico, ácido fenólico e antioxidantes enzimáticos, como as atividades de catalase, superóxido dismutase e peroxidase, geralmente mostram uma tendência crescente. O perfil de antioxidantes em resposta a um ataque viral pode ajudar na descoberta de novos biomarcadores que podem ser usados ​​como uma ferramenta de monitoramento no gerenciamento de doenças.
Descritores: Doenças das Plantas/prevenção & controle
Doenças das Plantas/virologia
Closterovirus/fisiologia
Citrus sinensis/enzimologia
Citrus sinensis/química
Antioxidantes/análise
Antioxidantes/classificação
-Ácido Ascórbico/análise
Flavonoides/análise
Catalase/análise
Peroxidase/análise
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde