Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.820.069.080 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-794763
Autor: Nuñez, Luis Fabian N; Parra, Silvana H. Santander; Astolfi-Ferreira, Claudete S; Carranza, Claudia; De La Torre, David I. D; Pedroso, Antonio C; Ferreira, Antonio J. Piantino.
Título: Detection of enteric viruses in pancreas and spleen of broilers with runting-stunting syndrome (RSS) / Detecção de vírus entéricos em pâncreas e baço de frangos com a síndrome de nanismo e raquitismo (RSS)
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(7):595-599, jul. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . FAPESP.
Resumo: Enteric disease is a multifactorial problem in chickens, which causes gastrointestinal alterations, elevated feed conversions and impairment. In the last years, several enteric viruses were implicated in enteric disease; case reports have shown their presence alone or in concomitant infections during outbreaks and have suggested that they might be determining factors in the aetiology of enteric disease. This study shows high detection rates of enteric viruses in the pancreas and spleen in samples from an outbreak of enteritis and malabsorption in 16 chicken flocks (n=80 broilers). Avian nephritis virus (ANV) was the most ubiquitous virus, present in 75% of the flocks followed by avian rotavirus group A (ART-A) with 68.75%, and by chicken astrovirus (CAstV) and chicken parvovirus (ChPV) in 43.75% of samples. Viruses were present in the pancreas of positive flocks at extremely high rates: 100% for ART-A, 91.7% for ANV, 100% for CAstV and 57.14% for ChPV. By contrast, only 16.7% and 57.14% of intestine samples were positive for ANV and CAstV, respectively. Avian reovirus (AReo) and avian adenovirus group 1 (FAdV-1) were not detected. These results suggest that high viral detection rates in pancreas samples may be a result of viremia during enteric disease, with subsequent damage of the exocrine pancreas, leading to runting-stunting syndrome (RSS).(AU)

A doença entérica é um problema multifatorial em galinhas que causa alterações gastrointestinais, conversão alimentar elevada e deficiência de crescimento. Nos últimos anos, os vírus entéricos foram associados à doença entérica; casos reportados mostraram a infecção de um único vírus e também infecções concomitantes durante os surtos sugerindo a presença de múltiplos fatores etiológicos nas doenças entéricas. Este estudo mostra uma alta taxa de detecção dos vírus entéricos em amostras de pâncreas e baço de um surto de enterite e má-absorção em 16 lotes de frangos (n=80 frangos). O vírus de nefrite aviária (ANV) foi o vírus mais detectado, estando presente em 75% dos lotes seguido pelo rotavírus aviário grupo A (ART-A) em 68,75% dos casos, e pelo astrovirus (CAstV) e parvovírus aviários (ChPV), ambos em 43,75% das amostras. Os vírus estavam presentes no pâncreas dos lotes positivos em percentuais elevados: 100% para ART-A e CAstV; 91,7% para ANV, e em 57,14% para ChPV. Em contraste, somente 16,7% e 57,14%, em amostras de intestino, foram positivos para ANV e CAstV, respectivamente. Reovírus aviário (AReo) e o adenovírus do grupo 1 (FAdV-1) não foram detectados. Estes resultados sugerem que os elevados percentuais de vírus detectados em amostras de pâncreas podem estar associados à viremia durante a doença entérica, com subsequente lesão no pâncreas exócrino das aves levando ao desenvolvimento da síndrome de nanismo e raquitismo.(AU)
Descritores: Avastrovirus/isolamento & purificação
Galinhas/virologia
Síndromes de Malabsorção/diagnóstico
Síndromes de Malabsorção/veterinária
Parvovirus/isolamento & purificação
-Nanismo/diagnóstico
Nanismo/veterinária
Gastroenteropatias/veterinária
Pâncreas/fisiopatologia
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/veterinária
Raquitismo/diagnóstico
Raquitismo/veterinária
Baço/virologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-520213
Autor: Silva, S. E. L. da; Bonetti, A. M; Petrocelli, A; Ferrari, H. F; Luvizotto, M. C. R; Cardoso, T. C.
Título: Epidemiological aspects of astrovirus and coronavirus in poults in the South Eastern Region of Brazil / Aspectos epidemiológicos associados à prevalência de Astrovirus e Coronavirus em lotes de perus da Região Sudeste do Brasil
Fonte: Braz. j. microbiol;40(2):248-253, Apr.-June 2009. tab.
Idioma: en.
Resumo: A survey of Turkey Coronavirus (TCoV) and Astrovirus (TAstV-2) prevalence was carried out from February to December during 2006 year in semiarid region of Brazil, from a turkey producer area, localized in South Eastern of Brazil. To asses the risk factor related to clinical material, climatic condition and type of RT-PCR applied, cloacal swabs (CS), faeces, sera, bursa of Fabricius (BF), thymus (TH) and spleen (SP) and ileum-caeca region were collected from 30-day-old poults suffering of enteritis episode characterized as poult enteritis mortality syndrome (PEMS). The PEMS clinical features were characterized by watery to foamy faeces, light brown-yellow in colour and low mortality rate. Meteorological data (rainfall and relative humidity) observed during along the study presented monthly average temperature ranging from 39.3 and 31.2ºC, precipitation in rainy season from 40 to 270.3 mm/month, and no rain during dry season. Simplex RT-PCR gave odds ratio (OR) values suggesting that ileum-caeca region is at higher chance (OR=1.9; p=0.9741) to have both viral RNA than faeces (OR=1.5; p=0.7319). However, multiplex RT-PCR showed 3.98 (p=0.89982) more chance to give positive results in faeces than CS at dry season. The major risk factors seem to be low rate of humidity and high temperatures at winter, probably responsible for spread, easily, the TCoV and TAstv-2 among the flocks. The positive results of both virus suggested that they can play an important role in enteric disorders, associated to low humidity and high temperatures frequently found in tropical countries.

O presente estudo foi conduzido para avaliar a prevalência do Coronavirus dos perus (TCoV) e Astrovirus tipo 2 (TAstV-2) entre os meses de Fevereiro a Dezembro de 2006, em uma região produtora localizada no semi-árido a Sudeste do Brasil. Os principais fatores de risco associado a prevalência foram material clínico analisado, condições climáticas e tipo de técnica molecular empregada. Os sinais clínicos foram caracterizados como intenso fluido intestinal e baixo crescimento em aves jovens, sendo o material coletado swabs cloacais, fezes, soros, bursa de Fabrícius, segmentos do intestino delgado, timo e baço. Os dados meteorológicos (índice pluviométrico e umidade relativa) desta região, durante o período de estudo, foram de temperatura média mensal variando de 39.3 a 31.2ºC, precipitação na época chuvosa variando de 40 a 270.3mm/mês e ausência de chuva na estação fria e seca. A técnica de simplex RT-PCR resultou em valores de odds ratio (OR) que sugerem que a região do intestino delgado (junção íleo-cecal) possui alta chance (1.9 vezes) de gerar resultados positivos na amplificação de RNA viral que as fezes (1.5 vezes) analisadas. A técnica de multiplex RT-PCR demonstrou ser 3.98 vezes mais eficiente em promover resultados positivos nas fezes que nos swabs cloacais, durante a época de inverno. Os maiores fatores de risco encontrados foram baixa umidade relativa associada a altas temperaturas, durante a estação seca, o que pode permitir uma maior disseminação aérea do ambos os vírus entre os lotes estudados. A alta prevalência detectada para dois vírus sugerem que, no Brasil, estes representam os maiores responsáveis pelos surtos de enterite viral nas regiões semi-áridas, associado a baixas umidades e altas temperaturas típicas de países tropicais.
Descritores: Infecções por Astroviridae
Avastrovirus/genética
Avastrovirus/isolamento & purificação
Infecções por Coronavirus
Coronavirus do Peru/genética
Coronavirus do Peru/isolamento & purificação
Técnicas In Vitro
Reação em Cadeia da Polimerase
Aves Domésticas
-Epidemiologia
Métodos
Prevalência
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
Limites: Animais
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo de Avaliação
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde