Base de dados : LILACS
Pesquisa : B04.820.630 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-705263
Autor: Marzban, Rasoul; He, Qian; Zhang, Qingwen; Liu, Xiao Xia.
Título: Histopathology of cotton bollworm midgut infected with Helicoverpa armigera cytoplasmic polyhedrosis virus
Fonte: Braz. j. microbiol;44(4):1231-1236, Oct.-Dec. 2013. ilus.
Idioma: en.
Projeto: 973; . State Key Research Programs of Science and Technology Ministry.
Resumo: This research was carried out to examine cytopathological effects of Helicoverpa armigera Cytoplasmic polyhedrosis virus (HaCPV) on infected midgut cotton bollworm (Helicoverpa armigera) using transmission and scanning electron microscope. The symptoms on infected host larvae of the host, compared with healthy ones, were getting swollen with milky-white and fragile Histopathological examinations showed infection with HaCPV small polyhedral inclusion bodies (PIB) after 1 or 2 days which were observed in columnar cells of midgut. Virions were partially or completely occupied in a polyhedral matrix to form polyhedral inclusion bodies (PIB) at periphery of virogenic stroma. PIBs were measured 0.5 to 3.5 mm and virions about 46 nm in diameter. Microvilli of infected columnar cells were affected and degenerated immediately prior to rupture of the cell. Some infected columnar cells ruptured to release PIB into the gut lumen 3 days after infection. In addition,PIB were found in goblet cells, 5 or 6 days after infection. Infected goblet cells degenerate to such an extent that only a few of the original microvillus-like cytoplasmic projections and cell organells were left. These cytopathic effects caused in the midgut by HaCPV on cotton bollworm larvae are essentially similar to those have been reported for lepidoperan and dipteran infection by CPV.
Descritores: Lepidópteros/virologia
Reoviridae/crescimento & desenvolvimento
-Trato Gastrointestinal/patologia
Histocitoquímica
Larva/virologia
Microscopia Eletrônica de Varredura
Microscopia Eletrônica de Transmissão
Limites: Animais
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-521975
Autor: Troncoso, Alsides; Miranda, Andrea; Paiva, Analía; Rossi, Laura; Puchulu, Bernardita.
Título: Supervivencia y transporte de los virus entéricos humanos a través de los alimentos / Survival and transport of human enteric viruses in foods
Fonte: Prensa méd. argent;95(8):481-499, oct. 2008. graf.
Idioma: es.
Resumo: Los virus se transmiten a los seres humanos vía los alimentos como resultado de la contaminación directa o indirecta de los mismos con heces; ésta es la esencia del análisis de peligro...
Descritores: Adsorção
Contaminação de Alimentos/análise
Poluição da Água/prevenção & controle
Microbiologia de Alimentos
Fezes/virologia
Reoviridae/crescimento & desenvolvimento
Inativação de Vírus
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-341223
Autor: Mersich, Susana; Gadaleta, Patricia.
Título: Nuevas estrategias terapéuticas basadas en apoptosis y virus / Viruses and apoptosis-based therapeutic agents in human diseases
Fonte: Acta bioquím. clín. latinoam;37(1):13-19, mar. 2003. ilus.
Idioma: es.
Resumo: En éste trabajo se presentan los mecanismos y las moléculas que participan de la apoptosis en células de mamífero. Se discute la función de la mitocondria, se relacionan los distintos controles del sistema con patologías humanas y se presentan algunos virus neurotrópicos donde existe una importante conexión con la apoptosis. Asimismo, se indican algunos factores participantes del proceso que tienen una veta promisoria en el tratamiento de enfermedades donde la desregulación de la muerte celular programada es la causa de la patología en cuestión
Descritores: Apoptose
Caspases
Genes bcl-2
Receptores do Fator de Necrose Tumoral
-Alphavirus
Infecções por Alphavirus
Biotecnologia
Infecções por Bunyaviridae
Caspases
Flavivirus
Infecções por Flavivirus
Terapia Genética
Neoplasias
Doenças Neurodegenerativas
Neurônios
Oligonucleotídeos Antissenso/uso terapêutico
Orthobunyavirus
Reoviridae
Infecções por Reoviridae
Vírus da Floresta de Semliki
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-324283
Autor: Vasconcelos, Simone Bertozi de Souza; Bottino, José Américo; Guerra, José Luiz; Jerez, José Antonio.
Título: Lesöes viscerais induzidas experimentalmente pela inoculaçäo de uma amostra artrotrópica de reovírus em frangos de corte (Gallus gallus) / Visceral lesion induced experimentally by an artrotropic strain of reovirus in broiler (Gallus gallus)
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;38(2):84-87, 2001. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho descreve as lesöes viscerais induzidas pela inoculaçäo oral e podal de uma amostra artrotrópica de reovírus aviário (S-1133) em pintos de corte de um dia de idade. Realizou-se o exame histopatológico de fragmentos da Bursa de Fabricius, intestinos, fígado, baço e miocárdio utilizando-se cinco aves dos grupos inoculados e do grupo controle, nos períodos de 24, 48, 72 horas e semanalmente até a oitava semana após a inoculaçäo. No miocárdio, observou-se miocardite intersticial 48 horas pós-inoculaçäo, miocardite necrótica e pericardite na primeira semana após a inoculaçäo. Houve no pericárdio, na segunda semana após a inoculaçäo, a formaçäo de folículos linfóides e seu espessamento fibroso em períodos subseqüentes até a oitava semana. No fígado, foi observado um infiltrado inflamatório misto 72 horas após a inoculaçäo e degeneraçäo vacuolar e necrose dos hepatócitos na primeira semana pós-inoculaçäo. Observou-se, ainda, a presença de tecido linfóide ativo e de infiltrado heterofílico na segunda semana após a inoculaçäo, persistindo até o final do experimento. Verificou-se necrose progressiva do tecido esplênico de 48 horas até a primeira semana após a inoculaçäo e a partir da segunda semana observou-se hiperplasia dos folículos linfóides esplênicos. Os demais órgäos examinados näo apresentaram alteraçöes. As lesöes viscerais foram similares ocorrendo simultaneamente nos dois grupos inoculados, contudo as alteraçöes foram mais severas no grupo inoculado no coxim plantar
Descritores: Orthoreovirus Aviário
Aves Domésticas
Reoviridae
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-324282
Autor: Vasconcelos, Simone Bertozi de Souza; Bottino, José Américo; Guerra, José Luiz; Jerez, José Antonio.
Título: Lesöes articulares em frangos de corte (Gallus gallus) na infecçäo experimental pelo reovírus aviário / Articular lesion in experimental infeccion with avian reovirus in broiler (Gallus gallus)
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;38(2):80-83, 2001. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho descreve as lesöes articulares induzidas pela inoculaçäo oral e podal de uma amostra de reovírus aviário (S-1133) em pintos de corte de um dia de idade. Realizou-se o exame histopatológico de fragmentos da articulaçäo tibiotársica utilizando-se cinco aves dos grupos inoculados e grupo controle nos períodos de 24, 48, 72 horas e semanalmente até a oitava semana após a inoculaçäo. A primeira alteraçäo observada foi um infiltrado inflamatório misto nas bainhas tendinosas uma semana após a inoculaçäo. Na segunda semana após a inoculaçäo, houve fibroplasia, formaçäo de folículos linfóides e hiperplasia das células da membrana sinovial, alteraçöes progressivas observadas até o final do período experimental. As lesöes articulares foram similares, ocorrendo simultaneamente nos dois grupos inoculados, contudo as alteraçöes foram mais severas no grupo inoculado no coxim plantar
Descritores: Articulações
Aves Domésticas
Reoviridae
Tenossinovite
-Orthoreovirus Aviário
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-248891
Autor: Travassos da Rosa, Jorge F. S; Travassos da Rosa, Amelia P. A; Vasconcelos, Pedro F. C; Pinheiro, Francisco; Travassos da Rosa, Elizabeth S; Dias, Leonidas B; Cruz, Ana C. R.
Título: Arboviruses isolated in the Evandro Chagas Institute, including some described for the firs time in the Brazilian Amazon Region, their known host, and their pathology for man
Fonte: In: Travassos da Rosa, Amelia P. A; Vasconcelos, Pedro F. C; Travassos da Rosa, Jorge F. S. An Overview of Arbovirology in Brazil and Neighbouring Countries. Belem, Instituto Evandro Chagas, 1998. p.20-32, ilus.
Idioma: en.
Descritores: Arbovirus
Arenaviridae/isolamento & purificação
Bunyaviridae/isolamento & purificação
Flaviviridae/isolamento & purificação
Reoviridae/isolamento & purificação
Rhabdoviridae/isolamento & purificação
Togaviridae/isolamento & purificação
Responsável: BR275.1 - Biblioteca
BR275.1


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-201536
Autor: Guimaräes, M. A. A. M; Nozawa, C. M; Guimaräes, A. C. C; Ramos, S.
Título: Rotavirus and reovirus interaction with mouse peritoneal resident phagocytic cells
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;30(10):1187-90, Oct. 1997. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Rotaviruses and reoviruses are involved in human and animal diseases. It is known that both viruses penetrate the gastrointestinal tract but their interaction with phagocytic cells is unknown. To study this interaction, peritoneal resident phagocytic cells were used and rotavirus and reovirus replication in peritoneal phagocytic cells was observed. However, rotavirus replication in these cells led to the production of defective particles since MA-104 cells inoculated with rotavirus phagocytic cell lysate did not show any evidence of virus replication. On the basis of these results, we suggest that, althought reovirus dissemination may be helped by these phagocytic cells, these cells may control rotavirus infection and probably contribute to the prevention of its dissemination.
Descritores: Técnicas In Vitro
Fagócitos/patologia
Reoviridae/patogenicidade
Rotavirus/patogenicidade
-Sistema Digestório/patologia
Infecções por Reoviridae
Infecções por Rotavirus
Limites: Camundongos
Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Linhares, Alexandre da Costa
Id: lil-151057
Autor: Freitas, Ronaldo Barros de; Gabbay, Yvone Benchimol; Linhares, Alexandre da Costa; Mascarenhas, Joana D'arc.
Título: Três infecçöes sucessivas por rotavírus em criança de Belém, Pará, Brasil / Three successive rotavírus infections ina child living in Belém, Pará, Brasil
Fonte: Rev. patol. trop;17(1):9-15, jun. 1988. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Três infecçöes, subsequentes, em uma única criança foram observadas ao longo de um estudo prospectivo na àrea urbana de Belém, Pará, Brasil, no decorrer de seus primeiros vinte e sete meses de vida. A detecçäo de rotavírus classificado como subgrupo II, sorotipo näo determinado, foi obtido nas duas primeiras infecçöes, sucedendo-se uma terceira pelo subgrupo I, sorotipo 2. Nesses episódios, observaram-se dois perfis eletroforéticos diferentes. A primeira infecçäo ocorreu aos 4 meses e as seguintes no 20§ e 27§, respectivamente. os processos infecciosos ocorreram de forma sintomática, sendo que em dois dos três episódios, as manifestaçöes clínicas forma mais severas, o segundo, em maior grau que o primeiro e, o terceiro, mais benigno que os anteriores
Descritores: Infecções por Rotavirus/diagnóstico
Infecções por Rotavirus/etiologia
Infecções por Rotavirus/imunologia
-Diarreia Infantil/diagnóstico
Diarreia Infantil/etiologia
Escherichia coli
Imunidade Materno-Adquirida
Reoviridae/classificação
Reoviridae/imunologia
Reoviridae/patogenicidade
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Brentano, Liana
Wentz, Ingon
Id: lil-114041
Autor: Romero, Carlos H; Brentano, Liana; Rowe, Cheryl Ann; Wentz, Ingon; Flores, Robis S; Rodrigues, Júlio César.
Título: Ocorrência de anticorpos para vírus aviários em frangos de corte em regiäo de intensa produçäo avícola / Occurrence of antibodies for avian viruses in broilers in a region of high density poultry production
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;9(1/2):1-7, jan.-jun. 1989. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Amostras de sangue foram obtidas ao abate de 60 frangos de corte, de 43 a 56 dias de idade, de cada uma de 60 granjas sem problemas sanitários aparentes localizadas em uma regiäo de alta densidade de produçäo avícola. As granjas correspondiam a 10% do número total que existe na regiäo e estavam localizadas em um raio de 50 km. Todos os frangos tinham sido vacinados contra a doença de Marek no primeiro dia de vida. Os soros foram avaliados no teste de imunodifusäo para anticorpos para reovírus aviário (RVA), vírus da doença infecciosa da bursa (VDIB), vírus da bouba aviária (VBA), vírus herpes de perus (HVT), adenovírus aviário do grupo 1 (AVA-1) e do grupo 2 (AVA-2). Os mesmos soros foram examinados no microteste de soroneutralizaçäo em placas para anticorpos para o vírus da bronquite infecciosa (VBI) e o vírus da laringotraqueíte infecciosa (VLTI), bem como anticorpos inibidores da hemoaglutinaçäo para o vírus da doença de Newcattle (VDN). Anticorpos para RVA, detectados em 2172 (63,6%) de 3418 soros, e para AVA-1, em 2701 (78,2%) de 3456 soros, foram demonstrados em todas as 60 granjas, enquanto que, anticorpos para o VDIB, em 3086 (89,4%) de 3452 soros, foram encontrados em somente 57 destas granjas. Estes resultados indicam que os três vírus säo ubíquos em frangos de corte da regiäo estudada. Anticorpos para o VBA em 14 (0,5%) de 2935 soros, para o VDN em seis (0,2%) de 3320 soros, foram encontrados em cinco de 59 e em uma de 60 granjas, respectivamente, indicando que esses dois vírus ocorrem apenas raramente. Anticorpos para HVT, em 315 (9,0%) de 3484 soros, foram detectados em 39 de 60 granjas testadas, sugerindo resposta sorológica pobre à vacinaçäo e baixa exposiçäo de campo ao vírus da doença de Marek. Anticorpos para o VBI, em 61 (2,1%) de 2925 soros, foram encontrados em 12 de 57 granjas testadas. Porém, em apenas uma granja a percentagem de reagentes era significativa (41%); nas outras 11 granjas a percentagem de frangos com anticorpos variava de 1,7 a 16,1%. Finalmente, näo foram detectados anticorpos em 3491 soros de 60 granjas testada para AVA-2, nem em 3035 soros de 59 granjas testadas para o VLTI, indicando que esses vírus näo existem na área geográfica estudada. O significado de todos os achados é discutido
Descritores: Anticorpos
Aviadenovirus
Bronquite
Estudos de Coortes
Herpesvirus Galináceo 2
Laringite
Vírus da Doença de Newcastle
Reoviridae
Testes Sorológicos
Traqueíte
Bouba
-Aves
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Alfieri, Alice Fernandes
Resende, Maurício
Alfieri, Amauri Alcindo
Resende, José Sérgio
Id: lil-94633
Autor: Alfieri, Alice Fernandes; Resende, Maurício; Alfieri, Amauri Alcindo; Resende, José Sérgio.
Título: Detection and propagation of avian enteric reovirus in chickens / Detecçäo e propagaçäo de reovirus entéricos aviários em pintos
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;41(6):493-501, dez. 1989. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Intestinal contents from 54 chicken flocks with diarrhea were examined for reovirus by genome eletropherotyping. Only 5 of the 54 specimens produced genome electropherotype characteristic of reovirus. No genome variations among reovirus strains were found, but they revealed extensive differences from a control avian atypical rotavirus. Three-day-old chickens could be infected with one reovirus isolate. Chickens developed diarrhea, decrased weight gain, some mortality and the viral genome could recovered from their droppings
Descritores: Diarreia/veterinária
Reoviridae
-Aves Domésticas
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde