Base de dados : LILACS
Pesquisa : B05.080.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 6 [refinar]
Mostrando: 1 .. 6   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 6 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859271
Autor: Pereira, Thais Almeida; Felisberto, Sirlene Aparecida; Fernandes, Valéria de Oliveira.
Título: Spatial variation of periphyton structural attributes on Eichhornia crassipes (Mart) Solms in a tropical lotic ecosystem / Variações espaciais dos atributos estruturais do perifíton em Eichhornia crassipes (Mart) Solms em um ecossistema lótico tropical
Fonte: Acta sci., Biol. sci;35(3):319-326, jul.-set. 2013. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: This study evaluated the influence of physical, chemical and physico-chemical variables of water on the biomass of periphyton community and verified the differences between six sampling sites over the course of São Mateus river: two upstream of the city of São Mateus, Espírito Santo State (E1, E2), two along (E3, E4), and two downstream of the city (E5, E6). The periphyton was collected from roots of Eichhornia crassipes (Mart.) Solms. Samplings were undertaken every week in September and October 2010. The periphyton biomass was estimated through chlorophyll 'a', biovolume, dry mass, ash-free dry mass, and ash. Higher values of chlorophyll 'a' were found at E1, while the total biovolume featured greater values in E4 and E3. Regarding the values of periphyton dry mass, the inorganic fraction was higher at sites along and downstream of the city of São Mateus. The variation of periphyton biomass was influenced by the availability of nutrients (phosphorus and nitrogen) and turbidity, as evidenced by the CCA. The results suggest that the input of allochthonous material, especially from human activities (fish farming and discharge of domestic and industrial wastewater), has changed the water quality (as pointed out by the PCA), as well as the communities present.

Este estudo avaliou a influência das variáveis físicas, químicas e físico-químicas da água sobre a biomassa da comunidade perifítica e verificou as diferenças entre seis estações amostrais ao longo do rio São Mateus: duas a montante da cidade de São Mateus, Estado do Espírito Santo (E1, E2), duas ao longo (E3, E4) e duas a jusante da cidade (E5, E6). O perifíton foi coletado de raízes de Eichhornia crassipes (Mart.) Solms. As amostragens foram realizadas em intervalos semanais, em setembro e outubro/2010. A biomassa perifítica foi estimada por meio da clorofila a, biovolume, massa seca, massa seca livre de cinzas e cinzas. Maiores valores de clorofila foram registrados em E1, enquanto o biovolume total apresentou valores mais elevados em E4 e E3. Quanto aos valores de massa seca perifítica, a parte inorgânica foi mais elevada, nas estações ao longo e a jusante da cidade. A variação da biomassa perifítica foi influenciada pela disponibilidade de nutrientes (fósforo e nitrogênio), assim como pela turbidez, como constatado pela CCA. Os resultados sugerem que a entrada de material alóctone, proveniente principalmente das atividades antrópicas (piscicultura e lançamento de efluentes domésticos e industriais) alteram a qualidade da água (como evidenciado na PCA), assim como as comunidades presentes.
Descritores: Biomassa
Clorofila
Perifíton
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  2 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859222
Autor: Algarte, Vanessa Majewski; Siqueira, Natália Silveira; Rodrigues, Liliana.
Título: Desiccation and recovery of periphyton biomass and density in a subtropical lentic ecosystem / Dessecamento e recuperação da biomassa e densidade do perifíton em ecossistema lêntico subtropical
Fonte: Acta sci., Biol. sci;35(3):311-318, jul.-set. 2013. ilus.
Idioma: en.
Resumo: This study assessed the desiccation effects on biomass and algal density of periphyton in a subtropical lentic ecosystem. This experiment was conducted with only one in situ experimental desiccation event for 15 hours in a mature periphytic community. The periphyton after desiccation was distinct in density and biomass estimators (dry weight and chlorophyll a ) when compared to the control periphyton. After the tenth day of desiccation, the community presented similar values for biomass estimators when compared to the control periphyton. The density and biomass estimators of the periphyton community was affected by the desiccation event and required about ten days to recover to pre-disturbance conditions.

Este estudo avaliou os efeitos do dessecamento sobre a biomassa e a densidade algal do perifíton em ecossistema lêntico subtropical. Neste experimento foi realizado um evento in situ de 15h de emersão sobre a comunidade perifítica em estágio maduro de desenvolvimento. O perifíton sujeito ao dessecamento foi distinto na densidade e nos estimadores de biomassa (peso seco e clorofila) em relação ao perifíton controle. Após do décimo dia de dessecamento, a comunidade apresentou valores similares dos estimadores de biomassa quando comparado com o perifíton controle. A densidade e os estimadores de biomassa da comunidade perifítica foram afetadas pelo evento de dessecamento e requereu dez dias para retornar as condições de pré-distúrbio.
Descritores: Biomassa
Clorofila
Perifíton
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  3 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-849528
Autor: Biolo, Stefania; Rodrigues, Liliana.
Título: Structure of the periphytic algae associated with a floating macrophyte in an open lake on the upper Paraná river floodplain, Brazil / Estrutura das algas perifíticas associadas a uma macrófita flutuante em uma lagoa aberta da planície de inundação do alto rio Paraná, Brasil
Fonte: Acta sci., Biol. sci;35(4):513-519, out.-dez. 2013. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: We aimed to access the knowledge of the structure of the periphytic algae community on a floating substrate, the macrophyte Ricciocarpus natans (L.) Corda, during two hydrological periods in a connected environment at the Paraná river floodplain. Attached algal was removed from the substrate with the aid of a soft-bristled brush and distilled water jets and was fixed immediately for qualitative and quantitative analysis. The total richness of the periphytic algae was 188 taxa. February showed the highest species richness (154 taxa), while total species density exhibited an inverse pattern, with the highest values occurring in June (273.4 103 ind. cm-2). Bacillariophyceae comprised the largest fraction of density, which was reflected by the abundance of Achnanthidium minutissimum (Kütz.) Czarn. Community structure of periphytic algae in R. natans followed the same pattern of other substrates, as previously determined. This suggests that main factor acting on the structure of periphyton at the Paraná river floodplain is primarily the floodpulses regime. The hydrochoric dispersion of R. natans across the various environments comprising the floodplain favors its communities associated, as the periphytic algae, subject to passive transport via water movement. Floating rhizoids of R. natans also may act as a mesh retainer, promoting the colonization of many metaphytic and planktonic species. However, in order to better understand and delineate patterns of ecosystem functioning, it is recommended that natural substrates be used which have greater stability in the environment, such as rooted or submerged macrophyte species.

Objetivou-se conhecer a estrutura da comunidade de algas perifíticas em um substrato flutuante, a macrófita Ricciocarpus natans (L.) Corda, em dois períodos hidrológicos em um ambiente conectado na planície do alto rio Paraná. O material perifítico foi removido do substrato com ajuda de pincel de cerdas macias e jatos de água destilada e imediatamente fixado para a análise qualitativa e quantitativa. A riqueza total das algas perifíticas foi de 188 táxons. Fevereiro apresentou a maior riqueza (154 táxons), enquanto que a densidade total apresentou um padrão inverso, no qual os maiores valores ocorreram em junho (273,4 103 ind. cm-2). Bacillariophyceae compôs a maior fração da densidade, refletida pela abundância de Achnanthidium minutissimum Czarn (Kütz.). A estrutura da comunidade de algas perifíticas em R. natans seguiu o mesmo padrão de outros substratos, conforme estudos anteriores. Isto sugere que o principal fator atuante sobre a estruturação do perifíton na planície do rio Paraná seja primariamente o regime de pulsos. A dispersão hidrocórica de R. natans ao longo dos vários ambientes que compõem a planície favorece suas comunidades associadas, como as algas perifíticas, sujeito ao transporte passivo através do movimento da água. Os rizóides flutuantes de R. natans também podem atuar como uma malha retentora, promovendo a colonização de muitas espécies metafíticas e planctônicas. No entanto, a fim de melhor compreender e delinear padrões de funcionamento dos ecossistemas recomenda-se o uso de substratos naturais que possuam maior estabilidade no ambiente, tais como espécies de macrófitas aquáticas enraizadas ou submersas.
Descritores: Biota
Perifíton
Substratos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  4 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-849196
Autor: Moresco, Carina; Rodrigues, Liliana.
Título: Periphytic diatom as bioindicators in urban and rural streams / Diatomáceas perifíticas como bioindicadores em córregos urbanos e rurais
Fonte: Acta sci., Biol. sci;36(1):67-78, jan.- mar. 2014. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Periphytic diatoms were sampled from two streams, one located in an urban area and the other located in a rural area, in Maringá, State of Paraná, Brazil. In addition to temporal variability, differences in the assemblage structure between streams were evaluated and correlated with physical and chemical characteristics. Six samples of periphytic diatoms were collected from each stream from July 2007 to June 2008. The streams differed in abiotic factors and in relation to the structure of diatom assemblages and the spatial scale was more important than the temporal scale (ANOVA, p ≥ 0.05; non-metric multidimensional scaling (NMS) stress = 13.73, p = 0.009). The Procrustes analysis (m 2 = 0.7607 and p = 0.0001) showed that variables with the greatest influence on the assemblage structure of diatoms were total nitrogen (TN), electrical conductivity, dissolved oxygen (DO), chemical oxygen demand (COD), biochemical oxygen demand (BOD5) and flow. These results indicate that abiotic variables modified by the land-use had greater influence on the community structure of diatoms than seasonal changes in abiotic variables.

Diatomáceas perifíticas foram amostradas em dois córregos, um localizado na zona urbana e outro na zona rural, situados em Maringá, Paraná, Brasil. Foram avaliadas as diferenças na estrutura da comunidade entre os córregos, relacionando-as às características físicas e químicas, bem como a variabilidade temporal. Seis amostras de diatomáceas perifíticas foram coletadas ao longo de cada córrego, de julho de 2007 a junho de 2008. Os córregos diferiram tanto em relação aos fatores abióticos como em relação à estrutura da comunidade de diatomáceas, e a escala espacial foi mais importante do que a escala temporal (ANOVA, p ≥ 0,05; NMS ­ estresse = 13,73; p = 0,009). A análise de Procrustes (m2 = 0,7607 e p = 0,0001) mostrou que as variáveis com maior influência sobre a estrutura da comunidade de diatomáceas nos córregos estudados foram o nitrogênio total (NT), condutividade, oxigênio dissolvido (OD), demanda química do oxigênio (DQO), demanda bioquímica de oxigênio (DBO5) e velocidade da água. Os resultados indicam que as variáveis abióticas, alteradas pelo uso do solo, tiveram maior influência sobre a estrutura da comunidade de diatomáceas perifíticas do que a variação das condições abióticas devido às estações do ano.
Descritores: Diatomáceas
Alimentos
Perifíton
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  5 / 6 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-849067
Autor: Carapunarla, Luciana; Baumgartner, Dirceu; Rodrigues, Liliana.
Título: Community structure of periphytic algae in a floodplain lake: a long-term study / Estrutura da comunidade de algas perifíticas em ambiente lêntico de planície de inundação: um estudo de longa duração
Fonte: Acta sci., Biol. sci;36(2):147-154, abr.- jun. 2014. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: This is a study with temporal approach on the community of periphytic algae in the upper Paraná river floodplain, inserted in the Long-Term Ecological Research/CNPq, site 6. We sought to evaluate the community structure of periphytic algae, analyze the influence of abiotic factors on this structuring, and determine a model for the density of the phycoperiphyton community in 11 years of study. Samples were taken in two periods of the year (February/March and August/September) at Patos Lake, lentic environment between 1999 and 2009, using as substrate the petiole of Eichhornia azurea Kunth. The highest density was found in February 2002, after a long dry period. The lowest density was observed in March 2005, period with the highest richness in the study (165 taxa), when the water level of the Paraná river reached its highest value. During the study, the community density has responded to local environmental variables and the model generated has summarized 45% of the first NMDS axis, indicating the structure of the community by the intensity of flood pulse or even by the absence in determinate years.

Este é um estudo com abordagem temporal sobre a comunidade de algas perifíticas na planície de inundação do alto rio Paraná, inserido no projeto de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração/CNPq, sítio 6. Neste trabalho buscou-se avaliar a estrutura da comunidade de algas perifíticas, analisar a influência dos fatores abióticos sobre essa estruturação e encontrar um modelo que possibilite o seu entendimento ao longo dos 11 anos de estudo. O perifíton foi coletado em dois períodos anuais (meses fevereiro/março e agosto/setembro), no lago dos Patos, ambiente lêntico, entre os anos de 1999 e 2009, o substrato utilizado foi pecíolo de Eichhornia azurea Kunth. A maior densidade foi encontrada no mês de fevereiro de 2002, logo após um longo período de seca. A menor densidade também foi constatada em março, no ano 2005, período que apresentou maior riqueza no estudo (165 táxons) e quando o nível do rio Paraná atingiu seu maior valor. Durante o estudo a densidade da comunidade perifítica respondeu às variáveis ambientais locais e o modelo gerado resumiu 45% do primeiro eixo da NMDS, indicando que a variação temporal da comunidade foi regida principalmente pela intensidade do pulso de inundação ou até mesmo pela ausência em determinados anos
Descritores: Perifíton
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 6 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-846858
Autor: Osório, Nicolli Cristina; Tremarin, Priscila Izabel; Ludwig, Thelma Veiga; Rodrigues, Liliana.
Título: Gomphonema Ehrenberg (Bacillariophyceae) in a lotic environment of the Upper Paraná River floodplain, Brazil / Gomphonema Ehrenberg (Bacillariophyceae) em ambiente lótico da planície de inundação do Alto Rio Paraná
Fonte: Acta sci., Biol. sci;39(2):135-147, abr.- jun. 2017. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: A taxonomic study of species of the genus Gomphonema Ehrenberg (Bacillariophyceae) was performed in alotic environment (Ipoitã Channel) of the Upper Paraná River Floodplain. Samplings were performed in June, September and December 2013 and February 2014. Two petioles of Eichhornia azurea (Sw) Kunth were sampled at three different sites in the channel. Twelve species and two taxonomic varieties were identified. All species identified were recorded at the sampling site 3, loca ated close to the Ivinhema River. The lowest number of taxa occurred at the sampling site 1 (9 specific and infra specific taxa), in the confluence with the Paraná River. All taxa of Gomphonema were the first record for the Upper Paraná River Floodplain. Our results emphasize the lack of taxonomic studies for the region and the importance thereof to the knowledge of biodiversity.

Realizou- se o estudo taxonômico das espécies do gênero Gomphonema Ehrenberg (Bacillariophyceae) em um ambiente lótico (canal Ipoitã) da planície de inundação do alto rio Paraná. As coletas foram realizadas em junho, setembro e dezembro de 2013 e fevereiro de 2014. Dois pecíolos de Eichhornia azurea (Sw) Kunth foram amostrados em três pontos distintos do canal. Foram identificadas 12 espécies e duas variedades taxonômicas, sendo que todas foram registradas no ponto 3, situado próximo ao rio Ivinhema. O menor número de táxons ocorreu no ponto 1 (9 táxons específicos e infra específicos), na área de junção com o rio Paraná. Todos os táxons do gênero Gomphonema são primeiro registro para a planície de Inundação do Alto Rio Paraná. Os resultados ressaltam a carência de trabalhos taxonômicos para a região e a importância destes para o conhecimento da biodiversidade.
Descritores: Diatomáceas
Perifíton
-Classificação
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde