Base de dados : LILACS
Pesquisa : C01.252.400.780.790.750.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 7 [refinar]
Mostrando: 1 .. 7   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 7 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Almeida, Alvaro Fernando de
Texto completo
Id: lil-606750
Autor: Perez, Carlos Alberto; Almeida, Álvaro Fernando de; Almeida, Alexandre; Carvalho, Victor Hugo Barbosa de; Balestrin, Daniele do Carmo; Guimarães, Murilo Saraiva; Costa, Julio C; Ramos, Leonardo Adriano; Arruda-Santos, Ana Dulce; Máximo-Espíndola, Clarice Pinto; Barros-Battesti, Darci Moraes.
Título: Carrapatos do gênero amblyomma (acari: ixodidae) e suas relações com os hospedeiros em área endêmica para febre maculosa no Estado de São Paulo / Ticks of genus Amblyomma (Acari: Ixodidae) and their relationship with hosts in endemic area for spotted fever in the state of São Paulo
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;17(4):210-217, out.-dez. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Seven species of mammals and 36 of birds were investigated to determine the tick prevalence and intensity of infestation. The study was conducted at the Esalq/USP in Piracicaba municipality, State of São Paulo. It was collected 52 mammals and 158 birds parasitized by 12,418 ticks. Adult ticks (N= 7,343) were found on capybaras, while the immature were mainly collected on small mammals and birds. The main hosts for immatures in descending order were opossums (69.1 percent), capybara (24.4 percent) and black vultures (3.7 percent). Among the avifauna, the black vulture (Cathartidae) had the heaviest infestation (69.9 percent) followed by species of the Thamnophilidae and Turdidae families. Adult ticks collected on capybaras were A. cajennense (80.8 percent) and A. dubitatum (19.2 percent). Both tick species were also found on opossums corresponding to 72.4 percent and 27.6 percent, respectively. Due to easy capture and attractiveness for ticks, opossums could be used as bioindicators in Brazilian zoonotic areas with spotted fever. Considering the prevalence and also abundance of ticks, host attractiveness, proliferation and susceptibly for R. rickettsi infection, capybaras and opossums are the main amplifying hosts for this microorganism at the ESALQ/Campus, while horses, black vultures and stray cats act as secondary hosts.

Foram avaliadas 7 espécies da mastofauna e 36 da avifauna quanto à prevalência e intensidade de infestação por carrapatos na ESALQ/USP, no Município de Piracicaba, SP. Analisaram-se 52 indivíduos da mastofauna e 158 da avifauna, parasitados por 12418 carrapatos. Os exemplares adultos (N= 7343) foram encontrados em parasitismo nas capivaras enquanto que os imaturos foram, na maioria, coletados de pequenos mamíferos e aves. Os principais hospedeiros para as formas imaturas, em ordem decrescente, foram gambás (69,1 por cento), capivaras (24,4 por cento) e urubus (3,7 por cento). Entre a avifauna, o urubu apresentou o maior número de carrapatos com 69,9 por cento, seguido por indivíduos das famílias Thamnophilidae e Turdidae. Os carrapatos adultos encontrados em capivaras foram A. cajennense (80,8 por cento) e A. dubitatum (19,2 por cento). Ambas as espécies foram também coletadas em gambás, correspondendo a 72,4 por cento e 27,6 por cento, respectivamente. Pela facilidade de captura e atratividade de Amblyomma spp. o gambá pode ser usado como bioindicador de infestação em locais endêmicos para febre maculosa. Considerando os índices de parasitismo e prevalência bem como de abundância de carrapatos, susceptibilidade dos hospedeiros, proliferação e susceptibilidade para infecção por R. rickettsi, capivaras e gambás são potenciais hospedeiros amplificadores desse microrganismo no Campus da ESALQ, enquanto eqüídeos, urubus e gatos atuam como hospedeiros secundários.
Descritores: Aves/parasitologia
Febre Botonosa/epidemiologia
Vetores de Doenças
Doenças Endêmicas
Ixodidae
Mamíferos/parasitologia
-Brasil/epidemiologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-556829
Autor: Figueira-Coelho, João; Martins, Teresa; Machado, João; Maltez, Fernando.
Título: Atypical case of Mediterranean spotted fever
Fonte: Braz. j. infect. dis;14(3):213-216, May-June 2010. ilus, tab.
Idioma: en.
Descritores: Anticorpos Antibacterianos/sangue
Febre Botonosa/diagnóstico
Rickettsia conorii/imunologia
-Índice de Gravidade de Doença
Limites: Feminino
Seres Humanos
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-516848
Autor: Araújo, Daniel Cardoso de Almeida.
Título: Febre maculosa brasileira: avaliação dos dados da vigilância e descrição do perfil clínico e epidemiológico no Estado de São Paulo, 2003 a 2007 / Brazilian spotted fever: evaluation of surveillance data and description of clinical and epidemiological characteristics in São Paulo State, 2003 to 2007.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 93 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: A febre maculosa brasileira (FMB) é uma doença infecciosa febril aguda, de elevada letalidade, causada pela bactéria Rickettsia rickettsii, transmitida por carrapato do gênero Amblyomma. Desde a implantação da notificação obrigatória da doença em 2001, não foi avaliada a qualidade dos dados da vigilância, nem o impacto da implantação do sistema Sinan/Net e digitação completa da ficha de investigação em 2007. Também são poucos os estudos sobre a sua epidemiologia. Objetivo: Avaliar a qualidade das informações e levantar alguns atributos do sistema de vigilância epidemiológica da FMB e descrever os casos confirmados/compatíveis notificados ao Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo (CVE/SP), entre 2003 e 2007. Métodos: Estudo descritivo de série de casos, por meio da análise dos casos notificados em três bases de dados: Sinan/W, Casos/CVE e Sinan/Net. Foram analisados dois intervalos: 2003-2006, e 2007. Avaliados critérios de qualidade dos dados (duplicidade, completude e consistência), valor preditivo positivo e oportunidade do sistema de vigilância. Os casos confirmados/compatíveis foram descritos segundo as variáveis disponíveis em todo o período. Resultados: A duplicidade da notificação ocorreu nos dois períodos, o VPP diminuiu em todo o período, em decorrência do aumento das notificações, mas piora na confirmação/descarte dos casos (2007 apresentou 30 por cento com classificação final ignorada). A completude das variáveis foi melhor em 2007, especialmente dos casos confirmados/compatíveis, quando comparados com os casos descartados/ignorados. Os casos confirmados/compatíveis do Sina/Net (2007) apresentaram uma melhora global na completude quando comparados com os casos confirmados/compatíveis do Casos/CVE (2003-2006). As inconsistências foram pouco freqüentes, porém o sistema mantinha-se inoportuno no encerramento dos casos. Em 2007 observou-se uma melhora na cobertura de exames de sorologia, mas uma piora na realização de i...
Descritores: EPIDEMIOLOGICAL SURVEILLANCE
Febre Botonosa/transmissão
Infecções por Rickettsiaceae/transmissão
-Acesso à Informação
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; 614.5263, 1. 50417/2009; BR67.1; MTR, 1621. 50418/2009


  4 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-492035
Autor: Lareschi, Marcela.
Título: The relationship of sex and ectoparasite infestation in the water rat Scapteromys aquaticus (Rodentia: Cricetidae) in La Plata, Argentina
Fonte: Rev. biol. trop;54(2):673-679, jun. 2006. tab.
Idioma: en.
Resumo: I studied the relationship between sex and infestation with ectoparasites in the water rat Scapteromys aquaticus from La Plata river marshland, Argentina. The Relative Density's Index (RDI) for males was 3.90% (females 3.60%). A total of 2653 ectoparasites were collected on 33 male hosts, and 1945 on 31 females. Ectoparasite specific richness (S) and diversity (H) were S = 14, H = 1.17 on males, and S = 10, H = 1.52 on females. The similarity between male and female rodents according to their ectoparasites was 75.00%. Although no ectoparasite species showed significant mean abundance (MA) differences between host sexes (p < 0.05), and only Laelaps manguinhosi prevalence was significantly higher on male hosts (N = 2.01, p < 0.05) in this study, there are reasons to think that the sex of the water rat affects ectoparasite burden and specific richness. This information has epidemiological potential because the closely related Scapteromys tumidus is involved in the transmission of Rickettsia coronii, which causes Marsella fever in humans.

Se estudió la interrelación entre el sexo de la rata de agua Scapteromys aquaticus y su infestación por ectoparásitos en la ribera del Río de la Plata, Argentina. El índice de densidad relativa de los machos fue 3.90 % y el de las hembras 3.60%. Se recolectó 2653 ectoparásitos de 33 machos y 1945 de 31 hembras. La riqueza (S) y diversidad específicas (H) de los ectoparásitos fueron S = 14, H = 1.17 en los machos y S = 10, H = 1.52 en las hembras. La similitud entre sexos fue del 75.00%. Si bien ningún ectoparásito en este estudio mostró diferencias significativas en su abundancia media entre los hospedadores de diferente sexo (p<0.05) y sólo la prevalencia de Laelaps manguinhosi fue significativamente mayor en los machos (N = 2.01, p<0.05), otros datos sugieren que sí existe un patrón de diferencias sexuales.
Descritores: Arvicolinae/parasitologia
Reservatórios de Doenças
Doenças dos Roedores/parasitologia
Ectoparasitoses/veterinária
Interações Hospedeiro-Parasita/fisiologia
Vetores Artrópodes/fisiologia
-Argentina/epidemiologia
Ecossistema
Ectoparasitoses/epidemiologia
Febre Botonosa/transmissão
Umidade
Densidade Demográfica
Rickettsia conorii/fisiologia
Caracteres Sexuais
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-414953
Autor: Galvão, Márcio Antonio Moreira; Silva, Luiz Jacintho da; Nascimento, Elvira Maria Mendes; Calic, Simone Berger; Sousa, Rita de; Bacellar, Fátima.
Título: Riquetsioses no Brasil e Portugal: ocorrência, distribuição e diagnóstico / Rickettsial diseases in Brazil and Portugal: occurrence, distribution and diagnosis
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;39(5):850-856, out. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo é uma atualização sobre a ocorrência e diagnóstico das riquetsioses existentes no Brasil e Portugal, com o objetivo de incentivar e incrementar a vigilância epidemiológica dessas doenças nos dois países. Realizou-se levantamento bibliográfico e foram apresentados dados não publicados de laboratórios e serviços de epidemiologia. Os resultados descreveram a ocorrência das riquetsioses no Brasil e Portugal, inclusive aquelas recém-descritas, advindas de riquétsias de potencial patogênico ainda incerto. Os métodos diagnósticos atualmente empregados foram discutidos. Como em outros países, as riquetsioses parecem assumir crescente importância em saúde pública. Relegadas a um plano secundário por muitas décadas, o interesse por essas infecções tem aumentado nos dois países, mas ainda carece de investigação para esclarecer seu real significado em saúde pública.
Descritores: Doenças Transmitidas por Carrapatos/diagnóstico
Doenças Transmitidas por Carrapatos/epidemiologia
Febre Botonosa/diagnóstico
Febre Botonosa/epidemiologia
Incidência
Infecções por Rickettsiaceae/diagnóstico
Infecções por Rickettsiaceae/epidemiologia
Carrapatos
-Brasil
Portugal
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-329486
Autor: Conti Díaz, Ismael A.
Título: Rickettsiosis por Rickettsia conorii (fiebre botonosa del Mediterráneo o fiebre de Marsella). Estado actual en Uruguay / Rickettsiosis caused by Rickettsia conorii (boutonneuse or Mediterranean fever). Current situation in Uruguay
Fonte: Rev. méd. Urug;17(2):119-124, ago. 2001. tab.
Idioma: es.
Resumo: Los primeros tres casos autóctonos de rickettsiosis por Rickettsia conorii en Uruguay fueron descritos en 1990 y, de acuerdo a la literatura consultada en ese momento, resultaron ser los primeros registrados en el área de las Américas incluyendo Estados Unidos. Entre 1992 y 1994 se llevaron a cabo investigaciones clínico-serológicas en el departamento de Canelones aplicando la técnica de inmunofluorescencia indirecta (IFI), confirmando plenamente sus resultados la existencia autóctona y endémica de la enfermedad. Han sido asistidos al menos 12 nuevos pacientes -picados por garrapatas- portadores de la típica sintomatología cutáneo-ganglionar descrita en el trabajo original. Lamentablemente en varios de ellos el diagnóstico no pudo ser confirmado por falta de reactivos en ese momento o por carencia de los correspondientes sueros de convaleciente. En esta comunicación se presentan resumidamente cuatro casos confirmados llamando la atención la presencia en dos de ellos de la clásica "mancha negra" ("tache noir") y del exantema máculo-papuloso. De acuerdo con estudios realizados en la Facultad de Veterinaria, la especie de garrapata implicada en nuestros casos sería Amblyomma triste confundida hasta no hace mucho con A.maculatum. El propósito del trabajo es exponer todas estas observaciones y experiencias obtenidas a nivel nacional con posterioridad a la publicación inicial de 1990. La revisión bibliográfica actual revela una curiosa ausencia de publicaciones sobre registro de casos autóctonos de la enfermedad en cuestión en toda la región americana, analizándose posibles explicaciones de tal realidad. Se aconseja finalmente la realización de encuesta serológica en otros países americanos teniendo en cuenta que las formas asintomáticas sean probablemente más frecuentes que las sintomáticas
Descritores: Febre Botonosa
Rickettsia conorii
Infecções por Rickettsiaceae
Doenças Transmitidas por Carrapatos
-Uruguai
Limites: Seres Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  7 / 7 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-103601
Autor: Conti-Diaz, Ismael A; Rubio, Ivonne; Somma Moreira, Raúl E; Pérez Bórmida, Graciela.
Título: Rickettsiosis cutáneo ganglionar por Rickettsia conorii en el Uruguay / Cutaneous ganglionar rickettsiosis by Rickettsia conorii in Uruguay
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;32(5):313-8, set.-out. 1990. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se refieren 3 casos autóctonos de rickettsiosis cútaneo ganglionar transmitidos por garrapatas de perros (Amblyomma maculatum, en uno de ellos) en el Uruguay. Dos de los 3 casos fueran seguramente provocados por Rickettsia conorii de acuerdo a los resultados de la rección específica de inmunofluorescencia indirecta-IgM, anti R. conorii. Se incluye un tercer paciente no estudiado con tal técnica, por la similitud clínico-epidemiológica, la reactividad del suero frente al Proteus OX 19 y la rápida respuesta a la tetraciclina. La no descripción previa de la rickettsiosis por R. conorii en forma autóctona en el área de las américas confiere especial interés a la comunicación, recomendandose la búsqueda de la afección en otros países de la region
Descritores: Infecções por Rickettsiaceae/epidemiologia
Dermatopatias Infecciosas/epidemiologia
-Mordeduras e Picadas
Febre Botonosa/epidemiologia
Infecções por Rickettsiaceae/diagnóstico
Infecções por Rickettsiaceae/tratamento farmacológico
Infecções por Rickettsiaceae/transmissão
Testes Sorológicos
Dermatopatias Infecciosas/diagnóstico
Dermatopatias Infecciosas/tratamento farmacológico
Dermatopatias Infecciosas/transmissão
Carrapatos
Uruguai/epidemiologia
Limites: Criança
Adolescente
Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde