Base de dados : LILACS
Pesquisa : C01.252.400.780.790.750.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 87 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 87 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-838320
Autor: Lugo-Caballero, César; Dzul-Rosadof, Karla; Rodríguez-Moreno, Georgina; Tello-Martín, Raúl; López-Ávila, Karina; Zavala-Castro, Jorge.
Título: Caso fulminante de rickettsiosis (Rickettsia rickettsii) en una lactante del sureste de México / Fatal case of rickettsiosis in a toddler from southeastern Mexico
Fonte: Arch. argent. pediatr;115(1):e5-e8, feb. 2017. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: La fiebre manchada de las Montañas Rocosas es una enfermedad ocasionada por Rickettsia rickettsii, una bacteria transmitida por garrapatas infectadas, y que se caracteriza por fiebre, exantema, artralgias y mialgias, aunque, ocasionalmente, su presentación es inespecífica. Debido a que su evolución asemeja otras enfermedades exantemáticas, como dengue o chikungunya, su diagnóstico no es de primera intención, a pesar de que países como México tienen las características ecológicas y socioeconómicas propicias para su transmisión, con índices de mortalidad hasta de 30% en pacientes pediátricos. Esta elevada mortalidad se asocia a diagnósticos y terapia retrasados debido al desconocimiento médico acerca de la enfermedad, lo que propicia la aparición de formas atípicas y fulminantes de fiebre manchada de las Montañas Rocosas. El objetivo del presente trabajo es describir un caso clínico fulminante de fiebre manchada de las Montañas Rocosas para que sea considerada en el diagnóstico diferencial, lo cual impactaría directamente en los índices de mortalidad.

Rocky Mountain spotted fever is a disease caused by Rickettsia rickettsii, a bacteria transmitted by infected ticks. It is characterized by fever, exanthema, arthralgias and myalgias; but sometimes its clinical presentation is non specific. Due to its similarities with other exanthematic diseases like dengue or chikungunya, Rocky Mountain spotted fever is not a first line diagnosis, even though countries like Mexico show the ecologic and socioeconomic characteristics that favor its transmission, with a 30% mortality rate among pediatric patients. This mortality rate has been associated to a delayed diagnosis and therapy, due to a poor knowledge among physicians regarding this disease; this favors the occurrence of atypical and fulminant cases. The objective of this work is to describe a fulminant case of Rocky Mountain spotted fever, expecting that this disease could be later considered among the differential diagnosis which could directly impact its mortality rate.
Descritores: Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/complicações
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/diagnóstico
-Evolução Fatal
México
Limites: Seres Humanos
Feminino
Lactente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895459
Autor: Guimarães, Maíra F; Araujo, Andreina de C; Freire, Davi P; Machado, Dália M. R; Martins, Nara N. V. M; Moraes-Filho, Jonas; Horta, Mauricio C.
Título: Investigação sorológica de Rickettsia rickettsii e Coxiella burnetii em caprinos e ovinos no entorno do Parque Nacional da Serra das Confusões, Piauí / Infection survey of Rickettsia rickettsii and Coxiella burnetii in sheep and goats from National Park of Serra das Confusões, Piauí
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(6):555-560, jun. 2017. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: As doenças causadas por bactérias dos gêneros Rickettsia e Coxiella possuem como vetores artrópodes hematófagos, na sua maioria carrapatos, que atuam diretamente na transmissão de patógenos responsáveis por enfermidades de grande impacto na medicina veterinária e humana. O presente estudo objetivou realizar uma investigação sorológica de Rickettsia rickettsii e Coxiella burnetii em caprinos e ovinos criados no entorno do Parque Nacional da Serra das Confusões (PNSC), localizado no estado do Piauí, região nordeste do Brasil. Amostras de soro de 202 caprinos e 153 ovinos foram testadas pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para detecção de anticorpos anti-R. rickettsii e anti-C. burnetii, sendo consideradas positivas quando apresentaram títulos ≥ 64. Carrapatos em fase de parasitismo foram coletados e identificados. Todas as amostras de caprinos e ovinos foram soronegativas para antígenos de R. rickettsii. Foi verificado soropositividade em 2% (3/153) das amostras de ovinos para C. burnetii, com títulos variando de 64 a 4.096. As amostras de caprinos não foram reagentes ao referido antígeno. Não foi observado parasitismo em caprinos por carrapatos. No total, foram coletados 56 carrapatos parasitando 15 ovinos (9,8%), todos identificados como Rhipicephalus microplus. O estudo demonstrou a ausência de anticorpos anti-R. rickettsii nas amostras de caprinos e ovinos, ausência de anticorpos anti-C. burnetii em caprinos; e possibilitou o primeiro relato da ocorrência sorológica de C. burnetii em ovinos nesta região do Brasil.(AU)

The diseases caused by bacteria from the genera Rickettsia and Coxiella have hematophagous arthropods as vectors, mostly by ticks, which act directly on the transmission of pathogens that are responsible for diseases with major impact on veterinary and human medicine. The present study aimed to survey the infection of Rickettsia rickettsii and Coxiella burnetii in sheep and goats surrounding in the National Park of Serra das Confusões (NPSC), located in the state of Piauí, Northeast of Brazil. Serum samples from 202 goats and 153 sheep were tested by Indirect Immunofluorescence Assay (IFA) for the detection of antibodies against R. rickettsii and C. burnetii. The samples were considered positive when they showed titers ≥ 64. Ticks in parasitic stage were collected and identified. All samples from sheep and goats were seronegative for R. rickettsii. Seropositivity was verified in 2% (3/153) of the samples of sheep for C. burnetii, with titers ranging from 64 to 4096. The serum samples obtained from goats were seronegative to the above antigens. In total, 56 ticks were collected from 15 sheep (9.8%) all identified as Rhipicephalus microplus. The study demonstrated absence of infection by R. rickettsii in samples of sheep and goats, absence of infection of C. burnetii in goats; and the first report of serological occurrence of C. burnetii in sheep in this region of Brazil.(AU)
Descritores: Febre Q/epidemiologia
Rickettsia rickettsii/isolamento & purificação
Infecções por Rickettsia/epidemiologia
Ruminantes/virologia
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/veterinária
Ovinos/virologia
Coxiella burnetii/isolamento & purificação
-Testes Sorológicos/veterinária
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Labruna, Marcelo Bahia
Texto completo
Id: biblio-1048085
Autor: Moraes Filho, Jonas; Sousa, Amanda Oliveira de; Carvalho, Tania Regina Vieira de; Labruna, Marcelo Bahia.
Título: Brazilian spotted fever serological survey among equids at the Guarapiranga Dam area in the city of São Paulo, Brazil / Investigação sorológica da febre maculosa brasileira entre equídeos na área da represa de Guarapiranga, na cidade de São Paulo, Brasil
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);56(4):e158601, Dezembro 03, 2019. mapas, graf.
Idioma: en.
Resumo: In the Guarapiranga dam region located in the metropolitan area of São Paulo, human cases have been reported of Brazilian spotted fever (BSF), a tick-borne disease caused by the bacterium Rickettsia rickettsii. In this area, R. rickettsii is known to be transmitted to humans by Amblyomma aureolatum, a typical dog tick that is not associated with horses. In other BSF-endemic areas, R. rickettsii transmission is associated with Amblyomma sculptum, a tick species that typically infest capybaras and horses. The Guarapiranga Dam bears abundant populations of capybaras and horses. However, since nothing is known about a possible cycle of transmission of R. rickettsii by A. sculptum in this area, this study evaluated such transmission by performing a serosurvey of horses living in the Guarapiranga Dam region. A total of 206 equids living in the margins of the Guarapiranga Dam were serologically tested for antibodies reactive to five Rickettsia species, four of the spotted fever group (R. rickettsii, R. parkeri, R. amblyommatis, R. rhipicephali) and one basal group species, R. bellii. Overall, 171 (83%) equids reacted positively to at least one Rickettsia species. A total of 160 (78%), 123 (60%), 80 (39%), 72 (35%), and 71 (34%), equid sera reacted to R. bellii, R. rickettsii, R. parkeri, R. rhipicephali, and R. amblyommatis, respectively, with endpoint titers ranging from 64 to 1024 for R. bellii, and 64 to 512 for the remaining four Rickettsia species. Endpoint titers to R. bellii (median: 256) was significantly higher (P<0.05) than the endpoint titers to the other four Rickettsia species, for which the median values varied from 64 to 128. A total of 65 (32%) equid sera showed endpoint titers to R. bellii at least 4-fold higher than those to any of the other four antigens, indicating that they have been exposed to R. bellii or a very closely related species. Our results provide serological evidence that the sampled equids were not frequently exposed to R. rickettsii-infected ticks. Since horses are a highly suitable sentinel for R. rickettsii transmission by A. sculptum, we conclude that this tick species has no epidemiological role in the transmission of R. rickettsii in the BSF-endemic area of the Guarapiranga Dam in the metropolitan area of São Paulo.(AU)

Na região da represa de Guarapiranga localizada na área metropolitana de São Paulo, têm sido relatados casos humanos de Febre Maculosa Brasileira (FMB), uma doença transmitida por carrapatos causada pela bactéria Rickettsia rickettsii. Nesta área de estudo, R. rickettsii é conhecida por ser transmitida aos seres humanos pelo Amblyomma aureolatum, um carrapato de cão que não está associado a cavalos. Em outras áreas endêmicas da FMB, a transmissão de R. rickettsii está associada ao Amblyomma sculptum, uma espécie de carrapato que normalmente infesta capivaras e cavalos. A represa de Guarapiranga possui populações abundantes de capivaras e cavalos; no entanto, como nada se sabe sobre um possível ciclo de transmissão de R. rickettsii por A. sculptum nessa área, este estudo avaliou essa transmissão realizando um levantamento sorológico em cavalos que vivem na região da represa de Guarapiranga. Um total de 206 equídeos que vivem nas margens da represa de Guarapiranga foram testados sorologicamente para cinco espécies de Rickettsia, sendo quatro do grupo da FMB (R. rickettsii, R. parkeri, R. amblyommatis, R. rhipicephali) e um do grupo basal (R. bellii). No geral, 171 (83%) equídeos reagiram positivamente a pelo menos uma espécie de Rickettsia. Um total de 160 (78%), 123 (60%), 80 (39%), 72 (35%) e 71 (34%), reagiram a R. bellii, R. rickettsii, R. parkeri, R. rhipicephali e R. amblyommatis, respectivamente, com títulos finais variando de 64 a 1024 para R. bellii e 64 a 512 para as quatro espécies restantes de Rickettsia. Os títulos finais para R. bellii (mediana: 256) foram significativamente maiores (P <0,05) do que os títulos para as outras quatro espécies de Rickettsia, para os quais os valores medianos variaram de 64 a 128. Um total de 65 (32%) equideos, os soros mostraram títulos finais para R. bellii pelo menos quatro vezes maior que os de qualquer um dos outros quatro antígenos, indicando que eles foram expostos a R. bellii ou a uma espécie muito próxima. Os resultados obtidos fornecem evidências sorológicas de que os equídeos amostrados não eram frequentemente expostos a carrapatos infectados por R. rickettsii. Como os cavalos são um sentinela altamente adequado para a transmissão de R. rickettsiipor A. sculptum, a conclusão obtida foi que essa espécie de carrapato não tem papel epidemiológico na transmissão da bactéria na área endêmica de FMB da represa de Guarapiranga na região metropolitana de São Paulo.(AU)
Descritores: Imunofluorescência/veterinária
Cavalos/parasitologia
-Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/diagnóstico
Imunofluorescência/métodos
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-967186
Autor: Matias, Jaqueline; Koller, Wilson Werner; Garcia, Marcos Valerio; Barros, Jacqueline Cavalcante; Esteve-Gassent, Maria Dolores; Aguirre, André de Abreu Rangel; Higa, Leandro de Oliveira Souza; Zimmermann, Namor Pinheiro; Andreotti, Renato.
Título: Free-living ticks in a cerrado fragment, state of Mato Grosso do Sul, Brazil / Carrapatos de vida livre em fragmento de cerrado, no Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil
Fonte: Biosci. j. (Online);34(4):979-984, july/aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The fatal cases of spotted fever reported in some Brazilian municipalities are generally associated with the presence of ticks and capybaras (Hydrochoerus hydrochaeris). The urban forest fragments where this rodent is present are of great concern. We investigated the diversity of free ticks as well as the occurrence of ticks infected by Rickettsia in one of these fragments, in Campo Grande city, Mato Grosso do Sul state, Brazil. From winter 2012 until the autumn of 2015, using CO2 traps, we collect 1219 ticks, of which 1045 belonged to the species Amblyomma sculptum and 174 belonged to A. dubitatum. Both species were more abundant in spring (September to December) and summer (December to March). Rickettsial DNA was not detected in any of the specimens collected; however, one of the species found, A. sculptum is considered the main vector of Brazilian Spotted Fever, thus deserving constant vigilance by the public health organs.

Casos fatais de febre maculosa que foram relatados em alguns municípios brasileiros geralmente estão associados à presença de carrapatos e capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris). Os fragmentos florestais urbanos onde este roedor está presente são de grande preocupação. Investigou-se aqui a diversidade de carrapatos livres e a ocorrência de carrapatos infectados por riquétsias em um desses fragmentos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Desde o inverno de 2012 até o outono de 2015, usando armadilhas de CO2, foram coletados 1219 carrapatos, dos quais 1045 pertenciam à espécie Amblyomma sculptum e 174 pertenciam a A. dubitatum. Ambas as espécies foram mais abundantes na primavera (Setembro a Dezembro) e no verão (Dezembro a Março) . O DNA riquetsial não foi detectado em nenhum dos espécimes coletados; entretanto, uma das espécies encontradas, o A. sculptum é considerado o principal vetor da Febre Maculosa Brasileira, merecendo assim vigilância constante pelos Orgãos de Saúde Pública.
Descritores: Rickettsia
Carrapatos
Noxas
-Roedores
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Pradaria
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  5 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1045967
Autor: Paes, Carina de Barros.
Título: Avaliação do risco de transmissão de Rickettsia (Rickettsia rickettsii) por carrapatos do gênero Amblyomma na área do Parque Estadual do Juquery, Franco da Rocha, estado de São Paulo, Brasil / Risk assessment of transmission of Rickettsia (Rickettsia rickettsii) by Amblyomma ticks in Juquery State Park area, Franco da Rocha, São Paulo state, Brazil.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 68 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A Febre Maculosa é uma doença de importância crescente na Saúde Pública, especialmente no estado de São Paulo, onde a transmissão ocorre em áreas que sofreram ação humana. Rickettsia rickettsii é uma bactéria intracelular obrigatória e no ser humano causa uma enfermidade febril conhecida no Brasil como Febre Maculosa Brasileira. O principal vetor do agente etiológico no Brasil é o carrapato da espécie Amblyomma sculptum, porém no estado de São Paulo também se destaca como vetor, o carrapato Amblyomma aureolatum, principalmente em áreas urbanas próximas a fragmentos de mata. Foi realizada uma caracterização da área do Parque Estadual do Juquery, Franco da Rocha, com coletas de espécimes de locais com e sem a presença de hospedeiros (capivaras) e verificação do vetor em hospedeiros em cães que circulam nas áreas de mata do parque e na sua Zona de Amortecimento. Foram empregadas técnicas laboratoriais para inquérito soroepidemiológico em animais domésticos (hospedeiros/sentinelas) através da técnica da Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Os carrapatos coletados nas técnicas empregadas no ambiente estão relacionados às capivaras presentes na área. As coletas realizadas nos cães foram positivas para Amblyomma aureolatum. No inquérito soroepidemiológico pela técnica de RIFI, houve uma soroprevalência de 60%. As variáveis de paisagem, quando comparadas à soroprevalência determinam a existência de relação entre elas, sendo a cobertura florestal a variável de maior influência. Nas duas áreas havia cães positivos na Reação de Imunofluorescência Indireta para Rickettsia rickettsii. A área de estudo passou de uma classificação de área silenciosa para área de risco para a Febre Maculosa Brasileira no município de Franco da Rocha, sendo indicadas ações de vigilância compatíveis para essa classe de risco.

Brazilian spotted fever is a disease of growing importance in public health, especially in the state of São Paulo, where transmission occurs in areas that have suffered human action. Rickettsia rickettsii is a mandatory intracellular bacterium and in humans causes a febrile illness known in Brazil as Brazilian Spotted Fever. The main vector of the etiological agent in Brazil is the tick Amblyomma sculptum, but in the state of São Paulo also stands out as a vector, the tick Amblyomma aureolatum, mainly in urban areas near forest fragments. A characterization of the area of the Juquery State Park, Franco da Rocha, was performed with specimens collected from places with and without the presence of hosts (capybaras) and vector verification in hosts in dogs that circulate in the forest areas of the park and in the region. its buffer zone. Laboratory techniques were used for seroepidemiological investigation in domestic animals (hosts / sentinels) using the Indirect Immunofluorescence Reaction (IFAT) technique. The ticks collected in the techniques used in the environment are related to the capybaras present in the area. Dog collections were positive for Amblyomma aureolatum. In the seroepidemiological survey by the IFAT technique, there was a 60% seroprevalence. Landscape variables, when compared to seroprevalence, determine their relationship, with forest cover being the most influential variable. In both areas there were dogs positive for the Rickettsia rickettsii Indirect Immunofluorescence Reaction. The study area went from a silent area classification to a risk area for Brazilian Macular Fever in the city of Franco da Rocha, and compatible surveillance actions were indicated for this risk class.
Descritores: Infecções por Rickettsia
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Doenças Transmitidas por Carrapatos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-878005
Autor: Oliveira, Stefan Vilges de; Gazeta, Gilberto Salles; Gonçalves, Rodrigo Gurgel.
Título: Febre maculosa no Brasil: situação epidemiológica e a distribuição geográfica de carrapatos em cenários de mudanças climáticas / Spotted fever in Brazil: current epidemiological profile and the geographical distribuition of ticks in climate change scenarios / La fiebre manchada en Brasil: situacíon actual epidemiológica y distribuicíon geográfica de garrapatas en escenarios de cambio climático
Fonte: Rev. baiana saúde pública;41(1):https://doi.org/10.22278/2318-2660.2017.v41.n1.a2599, dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil, os quadros clínicos da febre maculosa podem ser resultantes da infecção por duas espécies de riquétsias. Rickettsia rickettsii é registrada na região Sul e Sudeste e está relacionada a casos graves da doença. Rickettsia sp. cepa Mata Atlântica foi identificada no Sul, Sudeste e Nordeste, causando febre maculosa mais branda. Febre maculosa é doença de notificação compulsória ao Ministério da Saúde que promove ações de vigilância epidemiológica e assistência médica com o objetivo de reduzir a morbimortalidade. No entanto, a doença ainda é pouco conhecida. Sabe-se que os carrapatos do gênero Amblyomma atuam como vetores, podendo parasitar hospedeiros silvestres, domésticos e eventualmente o homem. O conhecimento da distribuição geográfica potencial desses vetores torna-se importante nas ações de vigilância epidemiológica. Dessa forma, o presente estudo tem os seguintes objetivos: 1) atualizar o perfil epidemiológico da febre maculosa no Brasil; 2) avaliar preditores de evolução fatal por febre maculosa; 3) analisar a distribuição geográfica potencial de carrapatos do Complexo Amblyomma cajennese em cenário atual e futuro sob influência das mudanças climáticas. Na primeira abordagem, verificamos o crescente número de registros da doença nos últimos anos e observamos a expansão espacial da febre maculosa no país com uma ascendente taxa de letalidade. Por meio desses registros, um estudo do tipo caso-controle avaliou fatores preditores de evolução fatal por febre maculosa. Neste, verificou-se que residir em área urbana, relatar a presença de carrapato e apresentar quadro clínico com presença de linfadenopatia são fatores protetores. Enquanto os sinais de gravidade como hipotensão, choque, estupor, coma e convulsão estão associados as maiores chances de morte. Quando analisamos a distribuição geográfica potencial de carrapatos do Complexo Amblyoma cajenennese utilizando a modelagem de nicho ecológico, verificamos que áreas do Cerrado, Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica apresentam ampla adequabilidade para manutenção dessas espécies. No entanto, em cenários de mudanças climáticas, verificamos uma tendência de redução dessas áreas (nos anos de 2050 e 2070). Nossos dados indicam que a presença do vetor pode ser restringida (e consequentemente a doença), se considerarmos a não adaptação dos carrapatos aos novos climas. Os métodos empregados neste estudo buscam, de forma complementar, o entendimento epidemiológico da febre maculosa e poderão ser utilizados para predição, prevenção e, consequentemente, para redução da morbimortalidade desta importante doença no Brasil.

In Brazil, two species of rickettsiae are responsible for the clinical manifestations of spotted fever. Rickettsia rickettsii is registered in the South and Southeast region and is related to severe cases of the disease. Rickettsia sp. Strain Atlantic Forest was identified in the south, southeast and northeast causing milder spotted fever. Spotted fever is a notifiable disease to the Ministry of Health that promotes actions of epidemiological surveillance and medical assistance aimed at reducing morbidity and mortality. However, the disease is still poorly understood. It is known that the ticks of the genus Amblyomma act as vectors, able to parasitize wild, domestic and eventually man hosts. Knowledge of the potential geographical distribution of these vectors becomes important for epidemiological surveillance actions. Thus, the present study has the following objectives: 1) update the epidemiological profile of spotted fever in Brazil; 2) evaluate predictors of fatal evolution due to spotted fever; 3) analyze the potential geographic distribution of the Amblyomma cajennese Complex ticks in current and future scenarios under the influence of climate changes. In the first approach, we verified the increasing number of records of the disease in recent years and observed the spatial expansion of spotted fever in the country with an ascending lethality rate. From these records, a case-control study evaluated predictors of fatal spotted fever progression. In this study, it was verified that residing in urban areas, reporting the presence of ticks and presenting clinical features with presence of lymphadenopathy are protective factors. While signs of severity such as hypotension, shock, stupor, coma, and seizure, were strongly associated with the risk of death. When analyzing the potential geographic distribution of Amblyoma cajenennese Complex ticks using ecological niche modeling, we found that areas of Cerrado, Amazon, Pantanal and the Atlantic Forest present wide suitability for the maintenance of these species. However, in climate change scenarios we have seen a tendency to reduce these areas (in the years 2050 and 2070). Our data indicate that the presence of the vector may be restricted (and consequently the disease) if we consider the non-adaptation of ticks to the new climates. The methods used in this study seek to complement the epidemiological understanding of spotted fever and can be used for prediction, prevention and consequently to reduce the morbimortality of this important disease in Brazil.

Los cuadros clínicos de fiebre manchada en Brasil, pueden ser resultantes de infecciones producidas por dos especies de Rickettsia. Rickettsia rickettsii es registrada en la región Sur y Sureste y relacionada a casos clínicos más graves de la enfermedad. Rickettsia sp. cepa Mata Atlântica ha sido identificada en el Sur, Sureste y Noreste causando casos clínicos menos graves. La fiebre manchada es una enfermedad de notificación obligatoria al Ministerio de la Salud, que promueve acciones de vigilancia epidemiológica y atención médica a fin de reducir la morbimortalidad. Sin embargo, la enfermedad sigue siendo desconocida. Hay suficiente evidencia que las garrapatas del género Amblyomma son los principales vectores de los patógenos, parasitan hospederos silvestres, domésticos y en ocasiones a los humanos. El conocimiento de la potencial distribución geográfica de esos vectores es esencial en las acciones de vigilancia epidemiológica. Por lo tanto, este estudio tiene los siguientes objetivos: 1) actualizar el perfil epidemiológico de la fiebre manchada en Brasil; 2) evaluar los predictores que conducen a la evolución fatal de los casos de fiebre manchada; 3) analizar el potencial de distribución geográfica de las garrapatas del complejo Amblyomma cajennese en el escenario actual y futuro bajo la influencia del cambio climático. En el primer enfoque, evidenciamos el creciente número de registros de la enfermedad en los últimos años y observamos la expansión espacial de la fiebre manchada en el país, con tasa de aumento de la mortalidad. A partir de estos registros, un estudio caso-control evaluó los predictores de evolución fatal de los casos de fiebre manchada. Se ha verificado que residir en área urbana, relatar la presencia de garrapatas y manifestar cuadro clínico con presencia de adenopatía son factores de protección. Mientras que los signos de gravedad como hipotensión, shock, estupor, coma y convulsiones se asocian con la mayor probabilidad de muerte. Cuando se analiza el potencial de distribución geográfica de las garrapatas del complejo A. cajenennese utilizando el modelo de nicho ecológico, hemos encontrado que las áreas de los biomas: Cerrado, Amazonia, Pantanal y Mata Atlántica, son aptos para la manutención de esas especies. No obstante, también evidenciamos que en escenarios de cambio climático hay una tendencia de reducción de estos biomas (años 2050 y 2070). Nuestros resultados indican que la presencia del vector puede ser restringido y, por lo tanto, la enfermedad, teniendo en cuenta la falta de adaptación de las garrapatas a los nuevos escenarios climáticos. Los métodos empleados en el presente estudio buscan complementar el entendimiento epidemiológico de la fiebre manchada y pueden ser utilizados para la predicción, prevención y, consecuentemente, para la reducción de la morbimortalidad de esta enfermedad de interés en salud pública en Brasil.
Descritores: Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/epidemiologia
Doenças Transmitidas por Carrapatos
Ecossistema
Monitoramento Epidemiológico
FREEZE ETCHINGABATTOIRS
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  7 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-998622
Autor: Kuniy, Adriana Akemi; Dias, Ciro Antônio; Souza, Celso de; Uchoa, Francisco Conrado de Mendonça; Luiz, Thaís Guimarães; Pereira, Monicque Silva; Vasquez, Débora Bonilha; Nardi, Marcello Schiavo; Leonis, Priscila Machion; Arruda, Vitor; Pelegrini, Sóstenes; Silva, Harley Sebastião da; Godoy, Leandro; Zahn, Thiago Macek Gonçalves.
Título: Removal of Capybara (Hydrochoerus hydrochaeris) population as measure to control Amblyomma tick population and reduce Brazilian Spotted Fever transmission risk in a Gated Community in Bragança Paulista (SP, Brazil) ­ Case Study / Remoção de capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris) como ação para controle da população de carrapatos Amblyomma e redução do risco de transmissão da Febre Maculosa Brasileira em um Condomínio Residencial em Bragança Paulista (SP, Brasil) ­ Estudo de Caso
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);55(4):[e143159], Dezembro 21, 2018. mapas, graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: This study reports the factors which led a gated community located in Bragança Paulista (SP, Brazil), a non-endemic area for Brazilian Spotted Fever (BSF), to be classified as a Risk Area for transmission of this disease, showing that an increasing resident population of capybaras (Hydrochoerus hydrochaeris) in the area was likely responsible for a proliferation of Amblyomma sculptum ticks and acted as an amplifying host for Rickettsia rickettsii, the main etiologic agent of BSF. We report management actions proposed to control the local tick burden and reduce BSF risk, including measures to control parasitic and free-living tick populations and exclusion of the resident capybara population. Analyses of tick population data and R. rickettsii serology tests indicate that these measures were effective, greatly reducing the environmental burden of Amblyomma sculptum ticks and reducing the BSF transmission risk at the area.(AU)

Este estudo relata os fatores que levaram um Residencial localizado em Bragança Paulista (SP, Brasil), área não-endêmica para Febre Maculosa Brasileira (FMB), a ser classificado como Área de Risco para a doença, mostrando que uma crescente população residente de capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris) na área era a provável responsável por uma proliferação de carrapatos Amblyomma sculptum e estava atuando como hospedeiro amplificador da bactéria Rickettsia rickettsii, principal agente etiológico da FMB. Relatamos as ações de manejo ambiental propostas para controlar a quantidade de carrapatos no local e reduzir o risco de transmissão da doença, incluindo medidas para o controle de populações de carrapatos parasíticas e no ambiente e a eliminação da população residente de capivaras. Análises de dados populacionais de carrapatos e testes serológicos para R. rickettsii indicaram que as medidas tomadas foram efetivas, causando grande redução da população de carrapatos no ambiente e reduzindo o risco de transmissão de FMB na área.(AU)
Descritores: Roedores/parasitologia
Controle Biológico de Vetores
-Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/parasitologia
Fatores de Risco
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-969647
Autor: Costa, Cristina Sabbo da.
Título: Agente aprende em prosa sobre febre maculosa: uma experiência da região metropolitana de São Paulo / Learning in prose on spotted fever an experience of the metropolitan region of São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2018. 154 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A Febre Maculosa Brasileira (FMB) é uma doença aguda, transmitida por carrapatos, com curso variável, que pode ocorrer com formas leves e atípicas, até formas graves, com alta taxa de letalidade. A dificuldade no diagnóstico oportuno por deficiência no envolvimento dos profissionais de saúde e ausência de esclarecimentos da população, em áreas de transmissão, é uma das causas desta alta letalidade. Este estudo foi desenvolvido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) situada em área de relevância epidemiológica para FMB, com incidências recorrentes de casos e óbitos no município de São Bernardo do Campo na Região Metropolitana de São Paulo. O objetivo principal do estudo foi implantar e analisar uma proposta de intervenção educativa participativa em saúde e ambiente envolvendo a equipe de agentes comunitários de saúde com a temática de vigilância da FMB em uma área de transmissão visando a produção de novos saberes para o enfrentamento da doença na região. O método de pesquisa qualitativa utilizado seguiu a linha da pesquisa participante, a pesquisa-ação, com uso de instrumentos como entrevistas, rodas de conversa, oficinas de planejamento, mapas falantes, painéis, fotos, filmagens e observação participante. O processo saúde doença da FMB na região serviu de tema norteador além de outros como educação em saúde e ambiente, e o planejamento educativo. O processo de aprendizagem vivenciado pelos profissionais de saúde foi avaliado positivamente, demonstrando que houve sensibilização, diálogo, reflexão e decisão conjunta nos vários momentos proporcionados pelas oficinas pedagógicas. As atividades realizadas promoveram oportunidades para os agentes conduzirem e organizarem suas próprias tarefas e os momentos de planejamento das ações foram relevantes, e inovadores; além de outras demonstrações de envolvimento como a recomendação de ampliação para outros temas e para outras localidades, evidenciando satisfação e acolhimento da proposta, embora também aponte para a preocupação com a temática na região e a necessidade em ampliar as discussões. A pesquisa participante mostrou-se extremamente adequada para a interação do grupo estimulando o interesse por buscar soluções aos problemas levantados gerando nos profissionais um sentimento de empoderamento. Estes resultados indicam que estas metodologias podem ser incorporadas aos programas de vigilância de outras doenças com o objetivo de melhorar o envolvimento dos agentes comunitários de saúde nos planos de ações educativas nas localidades onde atuam

Brazilian Spotted Fever (BSF) is an acute disease, transmitted by ticks, with a variable course, which can occur with mild and atypical forms, to severe forms, with a high lethality rate. The difficulty in the opportune diagnosis due to the deficiency in involvement of health professionals and the lack of clarification of the population in transmission areas is one of the causes of this high lethality. This study was developed in a Basic Health Unit located in an area of epidemiological relevance for FMB, with recurrent incidence of cases and deaths in the municipality of São Bernardo do Campo in the Metropolitan Region of São Paulo. The main objective of the study was to establish and analyze a proposal for participatory educational intervention in health and environment involving the team of community health professionals with the theme of FMB surveillance in a transmission area aiming at the production of new knowledge for coping with the disease in the region. The qualitative research method used was participatory research or action research, with use of planning workshops, wheels of conversation, interviews, talking maps, panels, photos, filming and participant observation. The disease health process of the BSF in the region served as a guiding theme besides others such as education in health and environment, and educational planning. The learning process experienced by health professionals was evaluated positively, demonstrating that there was awareness, dialogue, reflection and joint decision in the various moments provided by the pedagogical workshops. The activities carried out provided opportunities for the agents to conduct and organize their own tasks and the moments of action planning were relevant and innovative; as well as other demonstrations of involvement such as the recommendation for extension to other themes and other locations, showing satisfaction and acceptance of the proposal, although it also points to the concern with the theme in the region and the need to broaden the discussions. The participant research method proved to be extremely suitable for the group\'s interaction, stimulating interest in seeking solutions to the problems raised, generating a feeling of empowerment for these professionals. These results indicate that these methodologies can be incorporated into surveillance programs for other diseases with the aim of improving the involvement of community health professionals in educational plans in the places where they operate
Descritores: Planejamento Estratégico
Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Educação em Saúde
Agentes Comunitários de Saúde
Planejamento em Saúde/métodos
Promoção da Saúde
-Pesquisa/instrumentação
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR1463


  9 / 87 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964703
Autor: Faccini-Martínez, Álvaro A; Oliveira, Stefan Vilges de; Cerutti Junior, Crispim; Labruna, Marcelo B.
Título: Febre Maculosa por Rickettsia parkeri no Brasil: condutas de vigilância epidemiológica, diagnóstico e tratamento / Rickettsia parkeri spotted fever in Brazil: Epidemiological surveillance, diagnosis and treatment
Fonte: J. Health Biol. Sci. (Online);6(3):299-312, 02/07/2018. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A febre maculosa (FM) é uma doença infecciosa, aguda, transmitida por carrapatos, e de gravidade variável. No Brasil, recentemente, tem sido descrita uma nova FM causada por Rickettsia parkeri, cujo perfil clínico, epidemiológico e laboratorial é diferente do perfil da FM causada por Rickettsia rickettsii. Metodologia: trata-se de uma revisão narrativa cujo objetivo é caracterizar a febre maculosa causada por Rickettsia parkeri no Brasil, discutindo as condutas de vigilância epidemiológica, diagnóstico e tratamento. Resultados: A febre maculosa por Rickettsia parkeri no Brasil é produzida, principalmente, pela R. parkeri cepa Mata Atlântica, presente no bioma Mata Atlântica das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, onde o carrapato Amblyomma ovale figura como o principal vetor da doença. A suspeição clínica e epidemiológica deve considerar os pacientes que apresentam doença febril e presença da escara de inoculação, associadas à visita em área de mata e ou contatos com carrapatos. A coleta de material biológico (que inclua a escara de inoculação) deve ser realizada, oportunamente, para a caracterização do agente etiológico. O tratamento com antibioticoterapia deve ser iniciado já no início dos sintomas, e todos os casos devem ser notificados ao Ministério da Saúde e investigados imediatamente. A caracterização do ambiente de infecção é importante para melhor compreensão da ecoepidemiologia da doença e desencadeamento de medidas de prevenção e controle. Conclusão: Estabelecemos um protocolo para os profissionais de saúde com as condutas de vigilância epidemiológica, diagnóstico e tratamento para febre maculosa causada por Rickettsia parkeri no Brasil.(AU)

Introduction: Spotted fever (SF) is a tick-borne infectious disease, acute and of variable gravity. In Brazil, recently a new SF has been described, caused by Rickettsia parkeri, whose clinical, epidemiological and laboratory profile is different from the SF profile caused by Rickettsia rickettsii. Methodology: Here in, we present a narrative review with the objective of characterizing Rickettsia parkeri SF in Brazil, discussing the conduct of epidemiological surveillance, diagnosis and treatment. Results: Rickettsia parkeri SF in Brazil is mainly produced by R. parkeri strain Atlantic Forest, present in the Atlantic Forest biome of the South, Southeast and Northeast regions, where Amblyomma ovale tick is the main vector of the disease. The clinical and epidemiological suspicion should consider the patients with febrile disease with the presence of inoculation eschar, associated to the visit in forest area and or contact with ticks. The collection of biological material (including eschar) should be carried out in a timely manner to characterize the etiological agent. Antibiotic treatment should be started at the onset of symptoms and all cases should be reported to the Ministry of Health and investigated immediately. The characterization of the infection environment is important for a better understanding of the ecoepidemiology of the disease and the triggering of prevention and control measures. Conclusion: We have established a protocol for health professionals with ecoepidemiology surveillance, diagnosis and treatment for Rickettsia parkeri SF in Brazil.(AU)
Descritores: Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
-Rickettsia
Carrapatos
Saúde Pública
Vetores de Doenças
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1780.2


  10 / 87 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Labruna, M. B
Texto completo
Id: biblio-947239
Autor: Brites-Neto, J; Brasil, J; Takeda, G. A. C. G; Guillen, A. C; Labruna, M. B; Pinter, A.
Título: Diferenciação morfométrica entre larvas de Amblyomma sculptum Berlese, 1888 e Amblyomma dubitatum Neumann, 1899 / Morphometric differentiation between larvae of Amblyomma sculptum Berlese, 1888 and Amblyomma dubitatum Neumann, 1899
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);70(5):1521-1528, set.-out. 2018. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os carrapatos estão envolvidos em processos biológicos de uma grande variedade de organismos patogênicos. O gênero Amblyomma é o de maior importância médica, com a espécie Amblyomma sculptum Berlese, 1888 envolvida no ciclo de transmissão da febre maculosa brasileira (FMB). Neste estudo, objetivou-se a validação molecular para uma diferenciação na característica morfométrica e no tamanho de idiossoma de larvas de duas espécies de carrapatos, Amblyomma dubitatum Neumann, 1899 e A. sculptum. Larvas não alimentadas foram coletadas em duas áreas de transmissão para FMB, por meio da técnica de armadilha atrativa de CO2. Foram identificadas em nível de espécie por morfometria comparativa, análise molecular por PCR e sequenciamento genômico, com validação pela análise de concordância pelo teste Kappa. As larvas de A. dubitatum apresentaram um comprimento significativamente maior que as larvas de A. sculptum. Embora nenhuma outra espécie do gênero Amblyomma tenha sido testada neste estudo, essa técnica poderá ser utilizada nos locais onde levantamentos acarológicos prévios, baseados nos estádios de ninfa e adultos, indicaram a presença de apenas A. sculptum e A. dubitatum, geralmente mantidos por capivaras. Digno de nota, essa condição é muito comum ao longo das áreas endêmicas para FMB na região Sudeste do Brasil.(AU)

Ticks are involved in biological processes of a wide variety of pathogenic organisms. The genus Amblyomma presents the greatest medical importance, with the species Amblyomma sculptum Berlese, 1888 involved in the transmission cycle of Brazilian Spotted Fever (BSF). In this study, we performed a molecular validation of the morphometric differentiation based on the idiosomal length of the larvae of A. dubitatum and A. sculptum. Unfed larvae were collected in two BSF-transmission areas, using the attractive CO2 trap technique. Larvae were identified at the species level by comparative morphometry, molecular analysis by PCR and genomic sequencing, with validation through agreement analysis by the Kappa test. The larvae of A. dubitatum showed a significantly longer idiosomal length than A. sculptum larvae. Although no other species of the genus Amblyomma has been tested in this study, this technique can be applied to places where previous acarological surveillances based on adult and nymphal ticks stages have indicated the presence of only A. sculptum and A. dubitatum, usually sustained by capybaras. Noteworthy, this condition is very common among many BSF-endemic areas in southeastern Brazil.(AU)
Descritores: Ixodidae/classificação
Ixodidae/genética
-Febre Maculosa das Montanhas Rochosas
Roedores/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde