Base de dados : LILACS
Pesquisa : C01.539.757.100.275 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 38 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 38 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-871558
Autor: Kemper, Daniella Aparecida Godoi.
Título: Efeitos do sildenafil em modelo experimental de endotoxemia em suínos / Effects of sildenafil in experimental model of endotoxemia in pigs.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [118] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO: Apesar de todos os esforços, as taxas de mortalidade no choque séptico ainda são altas, e entre as diversas complicações deste quadro, a hipertensão pulmonar é considerada um fator agravante. O sildenafil é um fármaco com efeito vasodilatador arterial pulmonar que atua através da inibição da fosfodiesterase 5, aumentando o GMPcíclico e promovendo relaxamento da musculatura lisa. OBJETIVO: Avaliar se a administração de sildenafil atenua as alterações hemodinâmicas ocasionadas pelo choque endotoxêmico, bem como os parâmetros de ventilação e oxigenação em modelo experimental de endotoxemia em suínos. MÉTODOS: Foram utilizados 20 suínos nos quais o choque endotoxêmico foi induzido através da infusão intravenosa de LPS (4ug/kg/h). Os animais foram randomizados e alocados da seguinte maneira: Controle (CTL, n=10) - submetidos apenas ao choque endotoxêmico; Sildenafil (SIL, n=10) - tratados com sildenafil na dose de 100 mg por via oral antes de serem submetidos ao choque endotoxêmico. Foram avaliados os parâmetros hemodinâmicos, ventilatórios, e de oxigenação, a partir do momento Basal até 180 minutos da infusão de LPS. Os efeitos inflamatórios e de lesão miocárdica também foram avaliados, bem como a análise histopatológica do tecido pulmonar. Os dados paramétricos foram analisados utilizando ANOVA de duas vias para medidas repetidas, seguidas por Tukey quando necessário, enquanto para os dados não paramétricos utilizou-se o teste de Mann-Whitney. RESULTADOS: A endotoxemia induziu hipertensão pulmonar com aumento significativo na pressão arterial pulmonar e no índice de resistência vascular pulmonar, e também diminuição na PaO2 / FiO2. A pressão arterial pulmonar e sistêmica foram significativamente menores no grupo Sildenafil, sendo que o os valores máximos de PAPM observados aos 30 minutos de infusão de LPS foram 35 e 52 mmHg, nos grupos Sildenafil e Controle, respectivamente. O Sildenafil manteve a oxigenação, através de maior...

INTRODUCTION: Despite all efforts, mortality rates in septic shock are still high, and among the various complications pulmonary hypertension is considered a poor prognostic factor. Sildenafil is a drug with pulmonary arterial vasodilator effect, acts through inhibition of phosphodiesterase V that increases GMPc promoting the vasodilator effect. OBJECTIVE: Evaluate if sildenafil attenuates hemodynamic changes caused by septic shock, as well as ventilation and oxygenation parameters in an experimental model of endotoxemia in pigs. METHODS: Twenty pigs in which endotoxemia was induced through intravenous LPS infusion (4ug/kg/h) were randomly assigned to Control group (CTL, n = 10) - which received saline solution previous the endotoxemia; or to Sildenafil group (SIL, n = 10) - which received sildenafil orally (100 mg) previous the endotoxemia. Hemodynamic, ventilation and oxygenation were evaluated from at baseline up to 180 minutes of LPS infusion. The inflammatory and myocardial damage effects were also evaluated. Lung tissue was collected for histological analysis. Parametric data were compared using two-way repeated measures ANOVA, followed by Tukey test when necessary, while for non-parametric data the Mann-Whitney test was used. RESULTS: Endotoxemia induced pulmonary hypertension with an increase in pulmonary arterial pressure and pulmonary vascular resistance index and also a decrease in PaO2/FiO2. Pulmonary and systemic arterial pressures were significantly lower in the Sildenafil group, wherein the PAPM maximum values observed at 30 minutes of LPS infusion were 35 and 52 mmHg in the sildenafil and control groups, respectively. Sildenafil maintained oxygenation with superior PaO2/FiO2 and higher SvO2, but had no effect on intrapulmonary shunt. All cytokines and troponin increased after LPS infusion and there was no significant intergroup difference. Sildenafil did not attenuate the histologic alterations from endotoxemic shock. CONCLUSION: Sildenafil...
Descritores: Endotoxemia
Hipertensão Pulmonar
Modelos Animais
Choque Séptico
Suínos
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  2 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-837080
Autor: Cruzat, Vinicius Fernandes.
Título: Efeito da suplementação com L-glutamina livre e na forma de dipeptídeo sobre eixo glutamina-glutationa, sistema imune, sistema inflamatório e vias de sinalização proteica em camundongos submetidos à endotoxemia / Effects of dietary supplementation with L-glutamine in the free and dipeptide forms on glutamine-glutathione axis, immune system, inflammatory system and protein signaling pathwaysin mice submitted to endotoxemia.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. 169 p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A sepse é a principal causa de morte em unidades de terapia intensiva (UTIs) no mundo. A reduzida disponibilidade do aminoácido mais abundante do organismo, a glutamina contribui para o complicado estado catabólico da sepse. No presente estudo investigamos os efeitos da suplementação oral com L-glutamina e L-alanina (GLN+ALA), ambos na norma livre e como dipeptídeo, L-alanil-L-glutamina (DIP), sobre o eixo glutamina-glutationa (GSH), sistema imune, inflamação, proteínas de choque térmico (HSPs) e expressão de genes envolvidos com vias de sinalização proteica em animais endotoxêmicos. Camundongos C57/B6 foram submetidos à endotoxemia (Escherichia coli LPS, 5 mg.kg-1, grupo LPS) e suplementados por 48 horas com L-glutamina (1 g.kg-1) e L-alanina (0,61 g.kg-1, grupo GLN+ALA-LPS) ou 1,49 g.kg-1 de DIP (grupo DIP-LPS). A endotoxemia promoveu depleção da concentração de glutamina no plasma (71%), músculo esquelético (50%) e fígado (49%), quando comparado ao grupo CTRL, sendo restauradas nos grupos DIP-LPS e GLN+ALA-LPS (P<0,05), fato que atenuou a redução da GSH e o estado redox (taxa GSSG/GSH) em eritrócitos circulantes, musculo e fígado (P<0,05). A suplementação em animais endotoxêmicos resultou em uma upregulation dos genes GSR, GPX1 e GCLC no músculo e fígado. A concentração das citocinas plasmáticasTNF-α, IL-6, IL-1ß e IL-10 foi atenuada pelas suplementações, bem como a expressão de mRNAs envolvidos com a resposta inflamatória, ativadas pela via do NF-κB(P<0,05). Concomitantemente, verificou-se aumento da capacidade proliferativa de linfócitos T e B circulantes nos grupos GLN+ALA-LPS e DIP-LPS. A expressão de mRNAs e a concentração de HSPs no tecido muscular foi restabelecida pelas suplementações, contudo, a expressão mRNAs relacionados às vias de síntese e degradação proteica foi somente estimulada no tecido hepático(P<0,05). Os resultados do presente estudo demonstram que a suplementação por via oral com GLN+ALA ou DIP podem ser utilizados clinicamente como métodos nutricionais em reverter o quadro de depressão da disponibilidade de glutamina corporal da sepse induzida por LPS, tendo impacto no eixo glutamina-glutationa, sistema imune e inflamatório

Sepsis is the leading cause of death inintensive care units (ICUs) in the world.The availability ofthe most abundant amino acid in the body, glutamine, is reduced in this situation, fact that contribute to the complicated catabolic state of sepsis. In the present study, we investigated the effects of oral supplementation with L-glutamine and L-alanine (GLN+ALA), both in their free form and as a dipeptide, L-alanyl-L-glutamine (DIP) on glutamine-glutathione axis (GSH), immune and inflammatory system, heat shock proteins (HSPs) expression and gene expressions involved in protein signaling pathways during endotoxemia. C57/B6 mice were subjected to endotoxemia (Escherichia coli LPS, 5 mg.kg-1, LPS group) and supplemented for 48 hours with L-glutamine (1 g.kg-1) plus L-alanine(0.61 g.kg-1, GLN+ALA-LPS group) or 1.49 g.kg-1of DIP (DIP-LPS group). Endotoxemia promoted depletion glutamine concentration in plasma (71%), skeletal muscle (50%) and liver (49%), when compared to the CTRL group, and was restored in the DIP-LPS e GLN+ALA-LPS (P<0.05), fact that attenuate the reduction of GSH and the redox state (GSSG/GSH rate) in circulating erythrocytes, liver and muscle (P<0.05). Supplementations in endotoxemic mice resulted in upregulation of GSR, GCLC and GPX1 genes in muscle and liver. Plasma concentration of TNF-α, IL-6, IL-1ß and IL-10 were attenuated by supplementation as well as the expression of mRNAs involved in the inflammatory response, activated by NFκ-B pathway (P <0.05). At the same time, high proliferative capacity of circulating T and B lymphocytes GLN+ALA-LPS e DIP-LPS were observed. HSPs (protein and mRNAs) and in muscle were restored by the supplements, however, the mRNAs expression related to the synthesis and degradation of protein pathways was only stimulated in the liver (P <0.05). Our results demonstrate that oral supplementation with GLN+ALA or DIP can be used as clinically nutritional methods to reverse the depression of body glutamine availability during sepsis induced by LPS, impacting on the glutamine-glutathione axis, immune and inflammatory system
Descritores: Dipeptídeos/efeitos adversos
Endotoxemia/sangue
Glutamina/efeitos adversos
Sistema Imunitário/anormalidades
-Aminoácidos
Glutationa Transferase
Proteínas de Choque Térmico
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
Doenças Nutricionais e Metabólicas
Limites: Animais
Camundongos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T 641.1, C957ef. 30100019972


  3 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-836690
Autor: Oliveira, Edson Mendes de.
Título: Novas perspectivas para o papel de amilóide sérica A (SAA) na obesidade e resistência à insulina / New insights into the role of serum amyloid A (SAA) on obesity and insulin resistance.
Fonte: São Paulo; s.n; abr. 2015. 119 p. tab, graf, ilus.
Idioma: en.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Chronic low-grade endotoxemia is an important player in obesity and insulin resistance associated to a high-fat diet (HFD). On the other hand, although it is known that intense endotoxemia and infection reduce appetite and induce intense catabolism, leading to weight loss during the acute inflammatory phase, the late effects of an intense endotoxemia were previously unexplored. Here we report that, besides the concurrent effects, multiple and intense endotoxemia causes long lasting biochemical alterations in the adipose tissue that intensify the harmful effects of a HFD. Mice submitted to multiple and severe endotoxemia had increased the adipose tissue expression of TLR-4, CD14 and SAA3, remaining altered after one week in recovery. When associated to a HFD, mice previously submitted to acute endotoxemia showed a more severe weight gain and impaired insulin sensitivity. Adopting the HFD as an obesogenic stimulus, we evaluated the participation of the protein serum amyloid A (SAA) in obesity development. Using a SAA-targeted antisense oligonucleotide, we observed that the depletion of SAA prevented metabolic alterations, endotoxin elevation, weight gain and insulin resistance in a diet-induced obesity protocol. Inadequate sleep is another important factor to be considered in the obesity epidemic. We found that sleep restriction (SR) causes biochemical and morphological alterations in mice adipose tissue. The levels of serum resistin and the adipose tissue mRNA expression of resistin, TNF-α and IL-6 were increased after SR. When associated to a HFD, mice previously submitted to SR gained more weight with increased macrophage infiltration in the epididymal adipose tissue, and insulin resistance. SAA is also part of the initial biochemical alterations caused by SR. It was observed that the expression of SAA in liver and adipose tissue is upregulated, with return to baseline when sleep is restored. Furthermore, 48 hours of total sleep restriction in healthy human volunteers also caused a serum elevation in SAA concentrations. Considering that SAA induces cell proliferation, we suggest that situations with an increase in SAA production and the consecutive preadipocyte proliferation would prime the adipose tissue to further adipocyte differentiation and hypertrophy. Furthermore, we suggest that SAA alter LPS signaling, possibly inhibiting its clearance. The mechanism associating inflammation and obesity is complex and encompass a diversity of factors; the inflammatory protein SAA may be one of them. In conclusion, our data describes the relationship between SAA, acute inflammation, sleep restriction and obesity

Endotoxemia crônica de baixo grau tem um importante papel na obesidade e resistência à insulina associada a uma ração hiperlipídica. Por outro lado, embora se saiba que a endotoxemia intensa e infecção reduzam o apetite e induzam a um intenso catabolismo, conduzindo a perda de peso durante a fase aguda da inflamação, os efeitos tardios da endotoxemia intensa nunca foram explorados. Aqui mostramos que, além dos efeitos correntes, a endotoxemia aguda provoca alterações bioquímicas prolongadas no tecido adiposo que intensificam os efeitos deletérios de uma ração hiperlipídica. Camundongos submetidos à endotoxemia aguda apresentaram aumento na expressão de TLR-4, CD14 e SAA3 no tecido adiposo, permanecendo alteradas após uma semana em recuperação. Quando associado a uma ração hiperlipídica, os camundongos previamente submetidos à endotoxemia aguda mostraram um ganho de peso mais pronunciado e uma maior resistência à insulina. Adotando a ração hiperlipídica como um estímulo obesogênico, foi avaliada a participação da proteína amilóide sérica A (SAA) no desenvolvimento da obesidade. Usando um oligonucleotídeo antisense anti-SAA, observamos que a depleção da SAA previne as alterações metabólicas, elevação de endotoxina, ganho de peso e resistência à insulina associadas a ração rica em gordura. O sono inadequado é outro fator importante a ser considerado na epidemia de obesidade. Descobrimos que a restrição do sono (SR) provoca alterações bioquímicas e morfológicas no tecido adiposo de camundongos. A concentração de resistina no soro e a expressão de mRNA no tecido adiposo de resistina, TNF-α e IL- 6 foram aumentadas após SR. Quando associado a uma ração hiperlipídica, os camundongos submetidos previamente à SR ganharam mais massa com aumento da infiltração de macrófagos no tecido adiposo epididimal, e resistência à insulina. SAA também faz parte das alterações bioquímicas iniciais provocadas pelo SR. Observou-se que a expressão de SAA no fígado e tecido adiposo é regulada positivamente, com retorno ao basal quando o sono é restaurado. Além disso, 48 horas de restrição de sono total em voluntários humanos saudáveis também causou uma elevação nas concentrações séricas de SAA. Considerando que SAA induz proliferação, sugerimos que situações onde ocorra aumento na produção de SAA e a consecutiva proliferação celular, o tecido adiposo se tornaria predisposto a futura diferenciação e hipertrofia. Além disso, sugerimos que SAA altera a sinalização de LPS, possivelmente inibindo sua depuração. O mecanismo de associação entre a inflamação e a obesidade é complexo e inclui uma diversidade de fatores; a proteína inflamatória SAA pode ser um deles. Em conclusão, nossos dados descrevem a relação entre SAA, inflamação aguda, restrição do sono e obesidade
Descritores: Resistência à Insulina
Obesidade/metabolismo
Proteína Amiloide A Sérica/análise
-Reação de Fase Aguda/patologia
Adipócitos/classificação
Endotoxemia/classificação
Inflamação/classificação
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Camundongos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T 616.0756, O48n. 30100021784-F


  4 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831581
Autor: Oliveira, Alynne Moniellen; Hammes, Thais Ortiz.
Título: Microbiota e barreira intestinal: implicações para obesidade / Microbiota and intestinal barrier: implications for obesity
Fonte: Clin. biomed. res;36(4):222-229, 2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A epidemia da obesidade é considerada um importante problema de saúde pública na sociedade ocidental, pois ela se relaciona a comorbidades como síndrome metabólica, diabetes mellitus e hipertensão. A microbiota intestinal pode contribuir para o desenvolvimento da obesidade através do aumento da extração energética dos componentes da dieta, da lipogênese, da permeabilidade intestinal e da endotoxemia, mediada especialmente pelos lipopolissacarídeos. Estudos têm demonstrado diferenças na composição da microbiota intestinal entre indivíduos obesos e magros. Ao que parece, o aumento na proporção de Firmicutes em relação a Bacteroidetes parece estar presente na obesidade, podendo ser alterado à medida que ocorre perda de peso. Assim, o objetivo deste estudo foi revisar a literatura acerca dos mecanismos que relacionam a microbiota e a barreira intestinal ao desenvolvimento ou agravamento da obesidade (AU)

The epidemic of obesity is considered an important public health problem in the Western society and is related to comorbidities such as metabolic syndrome, diabetes mellitus, and hypertension. The intestinal microbiota may contribute to the development of obesity by increasing energy extraction from the dietary components, lipogenesis, intestinal permeability, and endotoxemia, especially mediated by lipopolysaccharides. Studies have demonstrated differences in composition of the intestinal microbiota between obese and lean individuals. Apparently, the increase in the proportion of Firmicutes in relation to Bacteroidetes seems to be present in obesity and can be changed during weight loss. The aim of this study was to review the mechanisms that relate microbiota and intestinal barrier to the development or worsening of obesity (AU)
Descritores: Metabolismo Energético
Microbioma Gastrointestinal/fisiologia
Obesidade/fisiopatologia
-Peso Corporal
Disbiose/metabolismo
Endotoxemia
Mucosa Intestinal/imunologia
Intestinos/microbiologia
Obesidade/etiologia
Permeabilidade
Prebióticos/estatística & dados numéricos
Probióticos/uso terapêutico
Simbióticos/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  5 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-797992
Autor: Laskoski, Luciane M; Locatelli-Dittrich, Rosangela; Sousa, Renato S; Brum, Juliana S; Cristo, Thierry G; Montiani-Ferreira, Fabiano; Beltrame, Olair C; Valadão, Carlos A. A.
Título: Laminar lesions in horses with systemic oxidative stress, committed by experimentally induced or naturally occurring gastrointestinal disorders / Lesões laminares em cavalos com estresse oxidativo sistêmico, acometidos por doenças gastrintestinais experimentalmente induzidas ou de ocorrência natural
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(8):694-700, Aug. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Laminitis in horses can be associated with lesions in multiple organs secondary to sepsis. Twenty-one horses suffering from gastrointestinal disorders were used in the experiment; 7 horses with experimentally induced endotoxemia and intestinal ischaemia, and 14 horses suffering from naturally occurring colic syndrome. Tissue samples of lungs, liver, heart, brain, cerebellum and hoof laminar tissue were collected for histopathological and oxidative stress evaluation using nitrotyrosine and superoxide dismutase (SOD2) immunostaining. The horses were divided into two groups: the non-oxidative lesions group (NOLG), with 7 horses showing weak immunostaining in lungs, liver and kidney, and the oxidative lesions group (OLG), with 14 horses showing immunostaining indicating systemic oxidative stress in multiple organs. The horses from OLG showed increase of laminar lesions and SOD2 immunostaining in multiple organs when compared to the horses from the NOLG. No differences were found ln regard to laminar immunostaining by nitrotyrosine and SOD2 between experimental groups. It was concluded that systemic oxidative stress can be associated with the development of laminar lesions, and that the laminar tissue does not respond to oxidative stress with increase of SOD as occurs in other organs.(AU)

A laminite em equinos pode estar associada à lesão em múltiplos órgãos secundária a sepse. Foram utilizados 21 cavalos com afecções gastrintestinais, sendo sete com endotoxemia e isquemia intestinal induzidos experimentalmente, e 14 cavalos com síndrome cólica de origem natural. Amostras teciduais de pulmão, rim, fígado, coração, cérebro e cerebelo e de tecido laminar do casco foram coletadas para avaliação de lesão histopatológica e estresse oxidativo, pela imunomarcação de nitrotirosina e superóxido dismutase (SOD2). Os animais foram divididos em dois grupos: grupo sem lesão oxidativa (NOLG), com sete cavalos com fraca imunomarcação em pulmão, fígado e rim, e grupo lesão oxidativa (OLG), contendo 14 cavalos com imunomarcação indicando estresse oxidativo em múltiplos órgãos. Os cavalos do grupo OLG apresentaram aumento de lesões laminares e imunomarcação para SOD2 em múltiplos órgãos, quando comparados ao NOLG. Não houve diferença sobre a imunomarcação laminar para nitrotirosina e SOD2 entre os grupos experimentais. Conclui-se que o estresse oxidativo sistêmico está associado ao desenvolvimento de lesões laminares, e que o tecido laminar não responde ao estresse oxidativo com aumento de SOD como ocorre nos outros órgãos.(AU)
Descritores: Endotoxemia/veterinária
Casco e Garras/lesões
Casco e Garras/patologia
Cavalos/lesões
Isquemia/veterinária
Estresse Oxidativo
Sepse/veterinária
-Cólica/veterinária
Gastroenteropatias/veterinária
Ácido Peroxinitroso
Superóxido Dismutase
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-733321
Autor: Torres-Sánchez, Luisa E; Rojas-Martínez, Rosalba; Escamilla-Núñez, Consuelo; Vara-Salazar, Elvia de la; Lazcano-Ponce, Eduardo.
Título: Tendencias en la mortalidad por cáncer en México de 1980 a 2011 / Cancer mortality trends in Mexico, 1980-2011
Fonte: Salud pública Méx;56(5):473-491, sep.-oct. 2014. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo. Evaluar las tendencias de mortalidad por cáncer en México entre 1980 y 2011. Material y métodos. Se calcularon las tasas de mortalidad ajustadas por edad y sexo para todos los cánceres y para las 15 localizaciones más frecuentes mediante el método directo y tomando como población estándar la población mundial de 2010. Las tendencias en las tasas de mortalidad y el cambio porcentual anual para cada tipo de cáncer se estimaron a través de un modelo de regresión joinpoint. Resultados. A partir de 2004 y como consecuencia de la reducción de la mortalidad por cáncer de pulmón (-3.2% en hombres y -1.8% en mujeres), estómago (-2.1% en hombres y -2.4% en mujeres) y cérvix (-4.7%), se observó una disminución significativa (~1% anual) en la mortalidad por cáncer en general tanto en el grupo de todas las edades como en el de 35 a 64 años para ambos sexos. La mortalidad por otros cánceres como el de mama y el de ovario, en las mujeres o el de próstata, en los hombres, mostró un aumento sostenido. Conclusiones. Algunas de las reducciones en la mortalidad por cáncer pueden ser parcialmente atribuidas a la efectividad de los programas de prevención establecidos. Sin embargo, se requiere implementar registros adecuados de cáncer con base poblacional para evaluar el impacto real de estos programas, así como diseñar y evaluar intervenciones innovadoras que permitan desarrollar políticas de prevención más costo-efectivas.

Objective. To evaluate trends in cancer mortality in Mexico between 1980-2011. Material and methods. Through direct method and using World Population 2010 as standard population, mortality rates for all cancers and the 15 most frequent locations, adjusted for age and sex were calculated. Trends in mortality rates and annual percentage change for each type of cancer were estimated by joinpoint regression model. Results. As a result of the reduction in mortality from lung cancer (-3.2% -1.8% in men and in women), stomach (-2.1% -2.4% in men and in women) and cervix (-4.7%); since 2004 a significant (~1% per year) decline was observed in cancer mortality in general, in all ages, and in the group of 35-64 years of both sexes. Other cancers such as breast and ovarian cancer in women; as well as for prostate cancer in men, showed a steady increase. Conclusions. Some of the reductions in cancer mortality may be partially attributed to the effectiveness of prevention programs. However, adequate records of population-based cancer are needed to assess the real impact of these programs; as well as designing and evaluating innovative interventions to develop more cost-effective prevention policies.
Descritores: Endotoxemia/metabolismo
Intestino Delgado/metabolismo
Rim/metabolismo
Fígado/metabolismo
Óxido Nítrico/análise
-Ditiocarb/química
Ditiocarb/farmacocinética
Endotoxinas/toxicidade
Compostos Férricos/química
Intestino Delgado/efeitos dos fármacos
Rim/efeitos dos fármacos
Fígado/efeitos dos fármacos
Óxido Nítrico/sangue
Óxido Nítrico/metabolismo
Ratos Sprague-Dawley
Sensibilidade e Especificidade
Marcadores de Spin
Detecção de Spin/métodos
Fatores de Tempo
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Research Support, U.S. Gov't, P.H.S.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Zago, Marcia Maria Fontao
Texto completo
Id: lil-731209
Autor: Anjos, Anna Cláudia Yokoyama dos; Zago, Márcia Maria Fontão.
Título: Ressignificação da vida do cuidador do paciente idoso com câncer / Ressignification of life of caregivers of elderly patients with cancer / Ressignificación de la vida de los cuidadores de pacientes de edad avanzada con cáncer
Fonte: Rev. bras. enferm;67(5):752-758, Sep-Oct/2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo objetivou analisar o processo de tornar-se cuidador de idoso com câncer, submetido a quimioterapia, no contexto domiciliar. Estudo exploratório, com orientação teórico-metodológica da antropologia interpretativa e estudo de caso etnográfico. Os dados foram coletados de janeiro a setembro de 2009, com quatro cuidadores, por entrevistas semiestruturadas, observação e consulta em prontuários. Com a analise dos dados foram construídas quatro unidades de significação. Apresentamos neste artigo a unidade temática "A ressignificação da vida do cuidador", composta por aspectos positivos da atividade de cuidar e de ajudar a superar dificuldades, como união, solidariedade, oportunidade de reaproximação. As dificuldades foram mais evidentes, principalmente pelo despreparo para cuidar em domicilio, que levou a transformações nas relações familiares e sociais do cuidador, resultando em comprometimento dos aspectos físicos, emocionais e sociais. O enfermeiro, como agente do cuidar, deve prover qualificação adequada ao cuidador, auxiliando-o no enfrentamento da doença e na melhoria da relação cuidador-paciente-serviço.

The study aimed to analyze the process of becoming a caregiver of elderly patients with cancer, in chemotherapy, in the home context. This is an exploratory study with theoretical and methodological orientation of interpretative anthropology and ethnographic case study. Data were collected from January to September 2009, with four caregivers through semi-structured interviews, observation and consultation records. With data analysis were built four units of meaning. In this paper 'we are focusing the thematic unity "The ressignification of caregiver's life", composed by positive aspects of caregiving activities and of helping to overcome difficulties, such as union, solidarity, opportunity for reapproximation. The difficulties were more evident, especially being unprepared to care at home, which led to changes in the caregiver's familiar and social relationships, resulting in impairment of physical, emotional and social aspects. The nurse, as an agent of care, must provide adequate qualification to the caregivers, helping them in coping with the disease and improving the patient-caregiver-service relationship.

El estudio objetivó analizar el proceso de convertirse en cuidador de pacientes de edad avanzada con cáncer, que reciben quimioterapia, en el contexto del hogar. Estudio exploratorio, con orientación teórica y metodológica de la antropología interpretativa y del estudio de caso etnográfico. Los datos fueron recogidos entre enero y septiembre de 2009, con cuatro cuidadores, por medio de entrevistas semi-estructuradas, observación y consulta a los prontuarios. Con el análisis de los datos se construyeron cuatro unidades de significado. Aquí está presentada la unidad temática “La ressignificación de la vida de los cuidadores”, consistiendo de los aspectos positivos de las actividades de cuidar y de ayudar a superar dificultades como la unión, la solidaridad, la oportunidad de acercamiento. Las dificultades eran evidentes, sobre todo para los cuidadores no preparados para el cuidado en el hogar, lo que llevó a los cambios en las relaciones familiares y sociales del cuidador, resultando en el deterioro de los aspectos físicos, emocionales y sociales. La enfermera, como un agente de la atención, debe proporcionar la cualificación adecuada al cuidador, ayudando-o a hacer frente a la enfermedad y a mejorar la relación paciente-servicio-cuidador.
Descritores: /metabolismo
ANTIGENS, CDCONGENITAL ABNORMALITIES/metabolismo
Endotoxemia/imunologia
-/genética
ANTIGENS, CDCONGENITAL ABNORMALITIES/genética
Endotélio/imunologia
Endotoxemia/genética
Expressão Gênica
Técnicas In Vitro
Fígado/imunologia
Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-730770
Autor: Lorigados, Clara Batista.
Título: Estudo da relação entre pressão de perfusão coronariana e função cardíaca em ratos endotoxêmicos / Septic myocardial dysfunction: role of coronary driving pressure in the subendocardic perfusion.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. [89] p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Pacientes sépticos com disfunção miocárdica apresentam mortalidade significativamente superior comparados aos sépticos sem alteração cardiovascular. Vários mecanismos contribuem para disfunção orgânica na sepse, como diminuição de perfusão tecidual. A sepse está relacionada a alterações na microcirculação e na permeabilidade capilar que apresentam papel fundamental na fisiopatologia das disfunções orgânicas. O objetivo do estudo foi analisar o papel da pressão de perfusão coronariana como fator determinante do fluxo sanguíneo na microcirculação miocárdica e sua correlação com a função cardíaca sistólica e diastólica em ratos endotoxêmicos. Ratos machos, Wistar, 300g, receberam LPS 10 mg/kg ip. Após uma hora e meia da injeção, um cateter de pressão-volume foi locado no VE e um cateter pressórico na artéria femoral para aquisição dos parâmetros hemodinâmicos cardíacos e sistêmicos respectivamente. Foram estudados os ratos que apresentaram choque endotoxêmico (PAM <= 65 mmHg). Um grupo foi tratado com norepinefrina iv e outro com araminol iv, para atingir PAM de 85 mmHg. Para o estudo do fluxo sanguíneo, microesferas amarelas (15 ?m) foram injetadas no VE para analisar a microcirculação cardíaca. O coração foi analisado em três partes: VD, região epicárdica e região subendocárdica do VE. O estudo demonstrou uma redução de 58% na PPC e de 50% no fluxo miocárdico nos ratos com choque endotoxêmico. Houve queda de 34% na dP/dt max e 15% na dP/dt min comparados ao controle. Os parâmetros de função cardíaca sistólica volume-independentes, Ees e dP/dtmax / EDV, também apresentaram redução. Nos ratos tratados com norepinefrina, observou-se aumento da PPC (38 ± 2 vs. 59 ± 3 mmHg, LPS vs. LPS+NOR) e do fluxo sanguíneo miocárdico (2,0 ± 0,6 vs. 6,2 ± 0,8 mL/min.g tecido, LPS vs. LPS+NOR) e os índices de função cardíaca sistólica e diastólica mostraram recuperação. A PPC apresentou correlação significativa com o fluxo sanguíneo subendocárdico do VE.Os...

Septic patients with myocardial dysfunction have higher mortality compared to patients with no cardiovascular alteration. The aim of the present study was to investigate the role of coronary driving pressure as determinant factor of myocardial microcirculation blood flow and its correlation with the cardiac function in endotoxemic heart. Wistar rats, male, 300g were used. Endotoxemia was induced by the injection of 10 mg / kg ip LPS. After 1.5 h of injection, hemodynamic evaluation was performed. It was studied rats with MAP <= 65 mmHg. Norepinephrine and araminol were used to handle MAP to 85 mmHg. Millar catheter was placed in the left ventricle to the acquisition of cardiac parameters. Microspheres were infused into the left ventricle with a pump and it was collected blood from femoral artery and tissue samples, to measure blood flow in the myocardium (RV, subendocardium LV e epicardium LV) and other organs. Left ventricle parameters demonstrated a reduction (34%) in dP/dt max and (15%) in dP/dt min. Load independent indexes, Ees and dP/dtmax/ EDV showed a reduction after LPS. The coronary driving pressure was (58%) reduced in the endotoxemic rats. We found a reduction in myocardial blood flow (80%) in animals with mean arterial blood pressure below 65 mmHg. Norepinephrine increased coronary driving pressure (38 ± 2 vs. 59 ± 3 mmHg LPS vs. LPS+NOR), and microcirculation perfusion (2.0 ± 0.6 vs. 6.2 ± 0.8 mL/min.g tissue, LPS vs. LPS+NOR). Coronary driving pressure presented a significant correlation with sub endocardium blood flow. These data indicated that myocardial blood flow of left ventricle subendocardial region and right ventricle was decreased in endotoxemic rats in a coronary driving pressure dependent way. The reduced myocardial blood flow was determinant of cardiac dysfunction. Increasing systemic arterial blood pressures and consequently the coronary driving pressure, it succeeded to improve myocardial blood flow and cardiac function...
Descritores: Doenças Cardiovasculares
Circulação Coronária
Endotoxemia
Perfusão
Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  9 / 38 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-706544
Autor: Contreras-Duarte, Susana; Varas, Pablo; Awad, Fernanda; Busso, Dolores; Rigotti, Attilio.
Título: Papel protector de las lipoproteínas de alta densidad en sepsis: aspectos básicos e implicancias clínicas / Protective role of high density lipoproteins in sepsis: basic issues and clinical implications
Fonte: Rev. chil. infectol;31(1):34-43, feb. 2014. ilus.
Idioma: es.
Resumo: High density lipoproteins (HDL) are responsible of reverse cholesterol transport and play an important antiatherogenic role. In recent years, several studies suggest that HDL have additional functions, including a possible anti-inflammatory activity in infectious conditions. Furthermore, available evidence indicates that the presence of lipopolysaccharide (LPS) within the circulation during infectious states induced by gram-negative bacteria may be involved in the decrease in HDL cholesterol levels and changes in lipoprotein composition, which have been associated with a higher mortality due to sepsis in animal models and in humans. In this article, we review this subject and also discuss possible mechanisms that explain the positive impact achieved by native HDL, reconstituted HDL, or HDL apolipoprotein peptides on the inflammatory response and mortality in models of endotoxemia. In this regard, it has been proposed that one of the mechanisms by which HDL protect against sepsis may be mediated by its binding ability and/or neutralizing capacity on LPS, avoiding an excessive response of the immune system. Thus, increasing blood levels of HDL and/or parenteral HDL administration may represent a new anti-inflammatory tool for managing septic states in humans.

Las lipoproteínas de alta densidad (HDL) son responsables del transporte reverso de colesterol y ejercen un importante papel anti-aterogénico. En los últimos años, diversos estudios indican que las HDL también tendrían otras funciones críticas, incluyendo una posible actividad anti-inflamatoria durante estados infecciosos. Además, la evidencia disponible sugiere que la presencia de lipopolisacárido (LPS) en la circulación durante estados infecciosos inducidos por bacterias gramnegativas podría estar involucrado en la disminución del colesterol HDL y los cambios en composición de esta clase lipoproteínas, lo cual se asociaría con una mayor tasa de mortalidad por sepsis en modelos animales y en humanos. En este trabajo, se revisan los antecedentes mencionados y además se discuten posibles mecanismos que explican la disminución de la respuesta inflamatoria y de la mortalidad que se logran en modelos de endotoxemia tratados con HDL o preparaciones similares. En este sentido, se ha propuesto que uno de los mecanismos protectores de las HDL estaría mediado por su capacidad de unión y/o neutralización del LPS, evitando una respuesta exacerbada del sistema inmune. De esta manera, el aumento de los niveles sanguíneos de HDL y/o su administración parenteral podrían constituir nuevas herramientas anti-inflamatorias para el manejo de estados sépticos en humanos.
Descritores: Aterosclerose/prevenção & controle
Endotoxemia/imunologia
Lipoproteínas HDL/fisiologia
Estresse Oxidativo/fisiologia
Sepse/imunologia
-Anti-Inflamatórios/farmacologia
Apolipoproteína A-I/análise
Colesterol/sangue
Modelos Animais de Doenças
Endotoxemia/sangue
Mediadores da Inflamação/metabolismo
Inflamação/sangue
Inflamação/imunologia
Lipopolissacarídeos/sangue
Lipoproteínas HDL/sangue
Lipoproteínas HDL/efeitos dos fármacos
Sepse/sangue
Trombose/sangue
Limites: Animais
Seres Humanos
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 38 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-688248
Autor: Camboim, Ana Olímpia Maia dos Santos.
Título: Efeitos macrovasculares, microvasculares e interação leucócito-endotélio, na endotoxemia experimental após o uso de Dobutamina com e sem ressuscitação volêmica / Macrovascular and microvascular effects and leukocyte-endothelial interaction in experimental endotoxemia after use of dobutamine with and without volume ressuscitation.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; abr. 2012. 74 p. ilus, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Na sepse, o mecanismo desencadeador de morte é a disfunção múltipla de órgãos e sistemas. Com isso a microcirculação é considerada o motor na patogênese da sepse. A perfusão microcirculatória representa um dos principais objetivos para melhorar as taxas de sobrevida. Uma vez reconhecida a síndrome séptica, o protocolo clínico estabelece o uso de fluidoterapia com salina, de forma vigorosa na primeira hora e seguida de suporte inotrópico com Dobutamina. A partir daí foi levantada a hipótese das drogas β-agonistas serem relevantes na recuperação da microcirculação, antes mesmo de seu conhecido papel na recuperação do choque cardiogênico. Assim, estudar o papel da Dobutamina, um β-agonista, na resposta adrenérgica em situação de sepse se faz necessário e urgente e o entendimento de sua ação, associada à reposição volêmica, foi objeto deste estudo. Foram usados no presente estudo, 78 hamsters, induzida a endotoxemia com LPS (2mg/kg/de massa de peso corporal) e divididos em 9 grupos: controle (n=10), endotóxico(n=10), endotóxico tratados com Dobutamina na dose de 5 e 15 μg /kg/min (n=10), Isoproterenol(n=10), ressuscitação volêmica (n=10) e ressuscitação volêmica associada à Dobutamina 5 (n=10) e 15 μg/kg/min (n=4) e Isoproterenol (n=4). Foram comparados os resultados de recuperação da densidade capilar funcional ao longo do tempo entre os grupos, e obteve-se resultado estatisticamente significativo no grupo em que se usa Dobutamina de 5μg/kg/min associada à ressuscitação volêmica p< 0,05. Em conclusão este estudo mostra que o papel da ressuscitação volêmica é crucial na resposta da microcirculação para melhorar a densidade capilar funcional, que a velocidade da hemácia capilar tem relação direta com a melhora na perfusão tecidual e que a associação de recuperação volêmica com solução salina e Dobutamina na dose de 5 μg /kg /min melhora significativamente sua resposta e melhora a perfusão.

uring sepsis the mechanism responsible for death is multiple dysfunctions of organs and systems and therefore the microcirculation is considered the motor in the pathogenesis of sepsis and microcirculatory perfusion represents one of the main objectives to improve survival rate. Once one recognizes the septic syndrome, the clinical protocol establishes the use of fluid therapy with physiological saline, in a vigorous way, in the first hour followed by inotropic support with dobutamine. With these facts in mind, our hypothesis is that β-agonist drugs are relevant for microcirculatory recuperation, even before their role was known in the recuperation of cardiogenic shock. In this way, to study the role of dobutamine, a β-agonist, in the adrenergic response in sepsis is needed and urgent. The understanding of its action associated to volume resuscitation was the aim of our study. Seventy-eight male hamsters were used in our study, endotoxemia being induced with LPS (2 mg/kg body weight), divided in 9 groups: control (n=10), endotoxic (n=10), endotoxic treated with dobutamine in the concentrations of 5 and 15 μg/kg/min (n=10, each), isoproterenol (n=10), volume resuscitation associated to dobutamine 5 μg/kg/min (n=10), 15 μg/kg/min (n=4), isoproterenol (n=4) or not (n=10). The microcirculation was observed in the dorsal window chamber and the results compared the recuperation of function capillary density with time and the group treated with dobutamine 5 μg/kg/min associated to volume resuscitation showed a statistically significant improvement (p<0.05) of it. In conclusion, this study has shown that volume resuscitation plays a crucial role in the microcirculatory response in terms of improvement of functional capillary density, the velocity of red blood cells in the capillary has a direct relationship with the improvement of tissue perfusion and the association of volume resuscitation with physiological saline and dobutamine 5 μg/kg/min elicits ...
Descritores: Dobutamina/farmacologia
Dobutamina/uso terapêutico
Sepse/sangue
Sepse/terapia
-Agonistas Adrenérgicos beta/administração & dosagem
Agonistas Adrenérgicos beta/uso terapêutico
Capilares/fisiologia
Endotoxemia/induzido quimicamente
Hidratação/métodos
Microcirculação
Modelos Animais
Soluções Isotônicas/administração & dosagem
Soluções Isotônicas/uso terapêutico
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A
BR1365.1



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde