Base de dados : LILACS
Pesquisa : C02.182.710 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 23 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 23 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-689748
Autor: Braga, J. F. V; Teixeira, M. P. F; Franklin, F. L. A. A; Souza, J. A. T; Silva, S. M. M. S; Guedes, R. M. C.
Título: Soroprevalência de pseudorraiva, peste suína clássica e brucelose em suínos do estado do Piauí / Seroprevalence of pseudorabies, classical swine fever and brucellosis in swine in the state of Piauí
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;65(5):1321-1328, out. 2013. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo determinar a soroprevalência de pseudorraiva, peste suína clássica (PSC) e brucelose suína em suínos do estado do Piauí, Brasil. Foram coletadas amostras sanguíneas de 384 suínos de criações intensivas e extensivas do estado. Anticorpos anti-Brucella spp. foram detectados pelo teste do antígeno acidificado tamponado e confirmados pelo teste 2-mercaptoetanol, enquanto a detecção de anticorpos contra os vírus da PSC e pseudorraiva foi realizada por ensaio imunoenzimático (ELISA), utilizando-se kits comerciais específicos. Anticorpos anti-Brucella spp. foram detectados em 1,04% (2/192) dos suínos de criações intensivas. Dos rebanhos avaliados, 0,78% (3/384) dos animais exibiram anticorpos contra o vírus da PSC, sendo 1,04% (2/192) de criações intensivas e 0,52% (1/192) de criações extensivas. Anticorpos contra o vírus da pseudorraiva foram detectados apenas em suínos de criação extensiva, com prevalência de 5,2% (10/192). Esses são os primeiros dados sobre a soroprevalência da brucelose suína, pseudorraiva e PSC em rebanhos do Piauí. A detecção de 10 amostras positivas para pseudorraiva causa preocupação sobre a possibilidade da circulação viral na população suídea desse estado e revela uma necessidade premente de realização de estudos mais extensos para melhor compreender a importância dessas enfermidades de notificação obrigatória em estados da região Nordeste brasileira.

This study aimed to determine the prevalence of Pseudorabies, Classical Swine Fever (CSF) and Swine Brucellosis in swine in the state of Piauí, Brazil. Blood samples were collected from 384 pigs from intensive and small outdoor systems in the state. Anti-Brucella spp. antibodies were detected by Buffered Acidified Antigen Test and positive results confirmed by 2-Mercaptoethanol Test. Detection of antibodies against CSF and Pseudorabies virus were performed by Enzyme-Linked Immunosorbent Assay (ELISA) using specific commercial kits. Only two samples (1.04% - 2/192) from the intensive system were seropositive to Brucella spp. In the evaluated herds, 0.78% (3/384) of animals had antibodies against CSF virus, two from outdoor pigs (1.04% - 2/192) and one from intensive systems (0.52% - 1/192). Antibodies against the Pseudorabies virus were detected only in outdoor pigs, with seroprevalence of 5.2% (10/192). This is the first report on seroprevalence of Pseudorabies, CSF and Brucellosis in hog farms in Piauí, Brazil. The detection of 10 positive cases raises a concern regarding Pseudorabies virus circulation in the swine population in the state and reveals a need for further studies to better understand the real situation and status of obligatory notified diseases in the swine herds in the Northestern states of Brazil.
Descritores: Febre Suína Africana/diagnóstico
Febre Suína Africana/parasitologia
Febre Suína Africana/virologia
Pseudorraiva/diagnóstico
Pseudorraiva/virologia
Estudos Soroepidemiológicos
-Brucelose/diagnóstico
Brucelose/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-665851
Autor: Fonseca Junior, A A; Camargos, M F; Sales, M L; Heinemann, M B; Leite, R C; Reis, J K P.
Título: Pseudorabies virus can be classified into five genotypes using partial sequences of UL44
Fonte: Braz. j. microbiol;43(4):1632-1640, Oct.-Dec. 2012. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Suid herpesvirus 1 (SuHV-1) is the causative agent of pseudorabies (PR), a disease of great importance due to the huge losses it causes in the swine industry. The aim of this study was to determine a method for genotyping SuHV-1 based on partial sequences of the gene coding for glycoprotein C (gC) and to elucidate the possible reasons for the variability of this region. A total of 109 gCsequences collected from GenBank were divided into five major groups after reconstruction of a phylogenetic tree by Bayesian inference. The analysis showed that a portion of gC (approximately 671 bp) is under selective pressure at various points that coincide with regions of protein disorder. It was also possible to divide SuHV-1 into five genotypes that evolved under different selective pressures. These genotypes are not specific to countries or continents, perhaps due to multiple introduction events related to the importation of swine.
Descritores: Variação Genética
Glicoproteínas/genética
Herpesvirus Suídeo 1/genética
Herpesvirus Suídeo 1/patogenicidade
Pseudorraiva/genética
Sequência de Bases/genética
Varicellovirus/genética
Varicellovirus/patogenicidade
-Genética Microbiana
Genótipo
Métodos
Virulência
Limites: Animais
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  3 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-599600
Autor: Costa, E. A; Vasconcelos, A. C; Bomfim, M. R. Q; Amorim, H. B; Lima, G. B. L; Coelho, F. M; Resende, M.
Título: Neurological disorder in cattle associated with bovine herpesvirus 4 / Desordem neurológica em bovinos associada ao herpevírus bovino 4
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;63(4):828-835, ago. 2011. tab.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . FAPEMIG.
Resumo: A nested PCR assay was used to diagnose bovine encephalitis through herpesviruses including bovine herpesvirus 5 (BHV-5), bovine herpesvirus 1 (BHV-1), Aujeszky's disease virus (SHV-1), and ovine herpesvirus 2 (OHV-2) in 14 fragments of central nervous system (CNS) from cattle that died with neurological signs. In addition, as some samples of bovine herpesvirus type 4 (BHV-4) have been isolated from neural tissue, it was also tested by nested PCR. The cases of encephalitis occurred in isolation at different times of the year and did not present any seasonality. The duration of the clinical course ranged between 1 to 15 days, and in 64.3 percent of the cases it manifested between 1 to 2 days. The most frequently observed neurological signs were ataxia, recumbency, unsteadiness and inability to stand, opisthotonus, paddling movements, nystagmus and ptyalism. In the nested assay, there was no evidence of: BHV-1, SHV-1 or OHV-2 in the DNA obtained from the CNS in any of the samples. But the presence of BHV-4 was found in all fragments of the CNS in cattle which died presenting neurological signs. Moreover, BHV-5 was found in association with BHV-4 in two of these samples.

Nested PCR foi utilizada para o diagnóstico de encefalite bovina por herpesvírus incluindo o herpesvírus bovino 5 (BHV-5), o herpesvírus bovino 1 (BHV-1), o vírus da doença de Aujeszky (SHV-1) e o herpesvírus ovino 2 (OHV-2) em 14 fragmentos do sistema nervoso central (SNC) de bovinos que morreram com sinais neurológicos. Embora o BHV-4 não seja reconhecido como vírus neurotrófico, foi detectado nos casos de encefalite que ocorreram isoladamente em diferentes épocas do ano e não apresentaram nenhuma sazonalidade. A duração do curso clínico variou entre 1 e 15 dias, e em 64,3 por cento dos casos manifestou-se entre 1 e 2 dias. Os sinais neurológicos mais freqüentemente observados foram ataxia, apatia, instabilidade, opistótono, movimentos de pedalagem, nistagmo e sialorréia. Nos ensaios de PCR nested realizados a partir do DNA obtido do SNC, não foi encontrado evidência de: BHV-1, SHV-1 ou OHV-2 em nenhuma das amostras. Mas, a presença de BHV-4 foi encontrada em todos os fragmentos do SNC de bovinos que morreram com sinais neurológicos. Além disso, o BHV-5 foi encontrado em associação com o BHV-4 em duas dessas amostras.
Descritores: Bovinos
HERPESVIRUS BOVINO ABBREVIATIONS AS TOPIC
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
-Herpesvirus Bovino 1
HERPESVIRUS BOVINO ABDOMEN
Pseudorraiva
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vidor, Telmo
Roehe, Paulo M
Texto completo
Id: lil-566182
Autor: Fischer, Geferson; Paulino, Niraldo; Marcucci, Maria C; Siedler, Bianca S; Munhoz, Lívia S; Finger, Paula F; Vargas, Gilberto D; Hübner, Sílvia O; Vidor, Telmo; Roehe, Paulo M.
Título: Green propolis phenolic compounds act as vaccine adjuvants, improving humoral and cellular responses in mice inoculated with inactivated vaccines
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;105(7):908-913, Nov. 2010. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Adjuvants play an important role in vaccine formulations by increasing their immunogenicity. In this study, the phenolic compound-rich J fraction (JFR) of a Brazilian green propolis methanolic extract stimulated cellular and humoral immune responses when co-administered with an inactivated vaccine against swine herpesvirus type 1 (SuHV-1). When compared to control vaccines that used aluminium hydroxide as an adjuvant, the use of 10 mg/dose of JFR significantly increased (p < 0.05) neutralizing antibody titres against SuHV-1, as well as the percentage of protected animals following SuHV-1 challenge (p < 0.01). Furthermore, addition of phenolic compounds potentiated the performance of the control vaccine, leading to increased cellular and humoral immune responses and enhanced protection of animals after SuHV-1 challenge (p < 0.05). Prenylated compounds such as Artepillin C that are found in large quantities in JFR are likely to be the substances that are responsible for the adjuvant activity.
Descritores: Anticorpos Antivirais/imunologia
Herpesvirus Suídeo 1/imunologia
Vacinas contra Herpesvirus/imunologia
Própole
Pseudorraiva
-Adjuvantes Imunológicos
Imunidade Celular/imunologia
Imunidade Humoral/imunologia
Camundongos Endogâmicos BALB C
Pseudorraiva/imunologia
Suínos
Vacinas de Produtos Inativados/imunologia
Limites: Animais
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Amaral, Armando Lopes do
Mores, Nelson
Texto completo
Id: lil-480188
Autor: Ciacci-Zanella, Janice Reis; Amaral, Armando Lopes do; Ventura, Lauren das Virgens; Morés, Nelson; Bortoluzzi, Hélio.
Título: Erradicação da doença de Aujeszky em Santa Catarina: importância da condição sanitária das leitoas de reposição / Aujeszky's diasease eradication in Santa Catarina State: relevance of sanitary status of replacement gilts
Fonte: Ciênc. rural;38(3):749-754, maio-jun. 2008. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A doença de Aujeszky (DA) é uma infecção causada por um herpesvírus, o vírus da DA (VDA), primariamente em suínos. Esta doença está presente no Estado de Santa Catarina (SC) desde 1984. Devido ao impacto da DA no mercado exportador de carne suína, no comércio de reprodutores e nas perdas de produtividade, um programa de erradicação, financiado por uma parceria entre a indústria e a associação de produtores tem tido sucesso em eliminar gradualmente a DA de rebanhos suínos de SC. O último caso de DA no estado foi identificado em julho de 2004. Durante o processo de despovoamento/repovoamento, foi detectado um rebanho suíno positivo para o VDA localizado no oeste de SC. Estudos de rastreabilidade da origem daqueles animais indicaram que a fonte era uma granja que distribuía reprodutores ilegalmente sem certificação sanitária. Este suinocultor mantinha um sistema de integração que incluía 40 diferentes produtores para quem eram comercializados reprodutores e/ou suínos para terminação. Testes de soroprevalência detectaram anticorpos anti-VDA em 12 daqueles rebanhos. Devido a sua localização dentro do raio de 2,5km do foco inicial, uma outra granja, onde havia uma central de inseminação artificial que distribuía sêmen suíno para outras 5 granjas do mesmo proprietário, foi testada e também resultou positiva. Os objetivos deste artigo são descrever as condições sanitárias frente ao VDA naquelas granjas que receberam suínos ou sêmen suíno daqueles suinocultores, as medidas para controlar e eliminar o VDA dos rebanhos positivos e a situação atual decorrente deste trabalho. Além disso, o artigo busca alertar que medidas de vigilância ativa e normas sanitárias para comércio e distribuição de material genético devem ser seguidas, caso contrário, a DA pode recrudescer e tornar-se fora de controle como ocorria antes do início deste programa.

Aujeszky's disease (AD) is an herpesvirus infection, caused by the pseudorabies virus (PRV), primarily in swine and present in Santa Catarina State (SC) since 1984. Due to the impacts of AD in the pork export, breeder's trade and productivity losses, an eradication program, financed by industry and swine producers association, has successfully eradicated the AD of swine herds in SC State. The last case of AD in the State was identified in July of 2004. During the depopulation/repopulation process, a PRV positive swine herd located in the west region of SC State was detected. Traceability studies of the origin of those animals indicated that the source was a swine farm which illegally distributed breeders without sanitary certification. This swine producer maintained an integration system which included 40 different producers, to whom were commercialized breeders and/or finishers. Serum-prevalence tests detected PRV antibodies in 12 of those herds. Due to the location into the 2.5km of radius from the initial outbreak, another swine farm, which had an artificial insemination center that distributed swine semen to another 5 herds of the same owner was tested positive as well. The objectives of this paper are to describe the sanitary status related to AD on the farms which have received pigs or swine semen from these swine producers, the measures to control and eliminate ADV from positive herds and the outcome of this work. Beyond that, to alert that measures of active surveillance and sanitary rules for commerce and distribution of genetic materials must be properly fulfilled, otherwise, AD can reactivate and become out of control as occurred before the eradication program.
Descritores: Doenças dos Suínos/diagnóstico
Doenças dos Suínos/prevenção & controle
Doenças dos Suínos/transmissão
Herpesvirus Suídeo 1
Pseudorraiva
Suínos
Limites: Animais
Responsável: BR409.1 - Biblioteca


  6 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mores, N
Texto completo
Id: lil-476105
Autor: Mores, N; Amaral, A. L; Ventura, L; Zanella, J. R. C; Mori, A; Dambrós, J. A; Provenzano, G; Bisolo, I.
Título: Disseminação do vírus da doença de Aujeszky, envolvendo o comércio de reprodutores suínos de reposição / Spread of virus of Aujeszky's disease by the trade of replacement swine breeders
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;59(6):1382-1387, dez. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Relata-se a disseminação da infeção pelo vírus da doença de Aujeszky (VDA) a partir da comercialização de reprodutores suínos oriundos de duas granjas de reprodutores suídeos certificada (GRSC) que tiveram surto da DA. Após a confirmação do diagnóstico de DA, os suínos comercializados 37 a 45 dias anteriores aos surtos foram recolhidos, submetidos ao exame sorológico para o VDA e enviados ao abate. Nos rebanhos-destino foram realizados exames sorológicos para o VDA 17 a 37 dias após o recolhimento, naqueles que estavam lojados nas baias vizinhas àquelas onde haviam sido alojados os suínos comprados; seis meses mais tarde, foi realizada outra sorologia por amostragem dos reprodutores. No total, 52 rebanhos compraram suínos das duas granjas, e, destes, 37 (69,8 por cento) receberam, pelo menos, um animal com sorologia positiva para o VDA. Somente sete (18,9 por cento) deles apresentaram sorologia positiva para o VDA, e em 30 (81,1 por cento), não houve indícios de disseminação da infecção. A contaminação pelo VDA de granjas GRSC representa enorme potencial para a disseminação da infecção, por meio do comércio de suínos de reposição. A rastreabilidade dos animais comercializados em um período anterior ao diagnóstico, com imediata remoção dos lotes de suínos dos rebanhos-destino, evitou a disseminação da infecção

It was reported the spreading of the infection caused by the virus of Aujesky's disease (VAD) by the commercialization of breeders originated from two pigs farms GRSC (Farms of Certified Swine Breeders - FCSB) which had an outbreak of Aujeszky's disease. After the positive diagnosis of Aujesky's disease, the pigs traded from 37 to 45 day before the outbreaks were removed from the herd, bled for serological exams for the VAD and sent to slaughterhouses. The herds which received these pigs were serologically tested for the VAD, 17 to 37 days after the removal of the animals. Serological tests were also performed in pigs lodged at neighboring cages to those which had been lodged with the pigs bought and a sampling test was done six months later. Thus, 52 flocks bought pigs from the farms 1 and 2. From those, 37 (69.8 percent) received at least one serum-positive pig for the VAD. Only seven (18.9 percent) of them were infected and 30 (81.1 percent) pigs showed no indications of infection by the VAD. The occurrence of VAD in FCSB farms represents huge potential for spreading of the VAD, by the trade of replacement pigs. The traceability investigation and removal of the animals traded before the diagnosis, with immediate removal of the positive lots of pigs at the destiny herd, avoided the spread of the infection
Descritores: Pseudorraiva
Sus scrofa
-Inquéritos Epidemiológicos
Limites: Animais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mores, Nelson
Texto completo
Id: lil-442149
Autor: Schaefer, Rejane; Zanella, Janice Ciacci; Mores, Nelson; Pan, Kleitton Adolfo; Dambros, Régia Maria Feltrim; Schiochet, Marisete Fracasso; Coldebella, Michele.
Título: Caracterization of Aujeszky's disease virus isolated from South Brazil in the last twenty years by restriction enzyme analysis
Fonte: Braz. j. microbiol;37(3):390-394, July-Sept. 2006. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Aujeszky's disease virus (ADV) belongs to Herpesviridae family and is an important etiological agent which infects pigs causing economic losses in swine producing countries worldwide and international trade restrictions to products of swine origin. An eradication program for ADV was established in Santa Catarina State since 2001. The last outbreak was reported in July 2004 and since then none has been reported. The disease has been controlled with the use of a genetic modified vaccine and elimination of seropositives. Aiming the characterization of ADV isolated in the South of Brazil in the last twenty years (1983-2003), a retrospective study based on the genomic analysis of the isolates through a digestion of viral genomic DNA with restriction enzyme Bam HI was done. Thirty-seven ADV samples isolated from swine from the States of Santa Catarina, Parana and Rio Grande do Sul were analyzed. These isolates were compared to the reference strains NIA-4, Bartha and Begonia. The most predominant genomic arrangement was type II found in 33 samples isolated in Santa Catarina State and in one isolate from Rio Grande do Sul State. Genomic arrangement type I, characteristic of vaccine strains was identified in 2 isolates from Parana State and in 1 isolate from Rio Grande do Sul State.

O vírus da doença de Aujeszky (VDA) pertencente à família Herpesviridae é um importante agente etiológico que infecta suínos causando perdas na produção de suínos no mundo inteiro e restrições para o comércio internacional de suínos ou de seus subprodutos. No estado de Santa Catarina, Brasil, foi instituído em 2001 um programa de erradicação da doença de Aujeszky (DA). O último surto da DA foi reportado em julho de 2004 e desde então não foram notificados mais casos. A doença tem sido controlada com o uso de uma vacina geneticamente modificada e eliminação de animais soropositivos para o VDA. Visando caracterizar amostras do VDA isoladas nos últimos vinte anos (1983-2003) na região Sul do Brasil, foi realizado um estudo retrospectivo baseado na análise do genoma dos vírus isolados de acordo com os perfís de restrição apresentados após a digestão do DNA genômico viral com a enzima Bam HI. Foram analisadas trinta e sete amostras isoladas de suínos oriundos dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Os isolados foram comparados com as amostras de referência NIA-4, Bartha e Begônia. O arranjo genômico predominante, encontrado em 33 amostras isoladas em Santa Catarina e em uma isolada no Rio Grande do Sul, foi o do tipo II. O arranjo genômico do tipo I, característico de amostras de vírus vacinal foi identificado em duas amostras isoladas no Paraná e em uma amostra isolada no Rio Grande do Sul.
Descritores: Herpesviridae
Infecções por Herpesviridae
Técnicas In Vitro
Pseudorraiva
Suínos
Vacinas
-Ensaios Enzimáticos Clínicos
Métodos
Amostragem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  8 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-438710
Autor: Cunha, E. M. S; Nassar, A. F. C; Lara, M. C. C. S. H; Bersano, J. G; Villalobos, E. M. C; Oliveira, J. C. F.
Título: Antibodies against pseudorabies virus in feral swine in southeast Brazil / Anticorpos contra o vírus da doença de Aujeszky em javalis no estado de São Paulo
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;58(4):462-466, ago. 2006. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Serum samples collected from 358 wild boars (Sus scrofa) in breeding farms in São Paulo, southeast Brazil, from 1998 to 2001, were tested for antibodies against pseudorabies virus (PRV) by means of serum neutralization (SN) and enzyme-linked immunobsorbent assay (ELISA). Seropositive animals were detected in three of seven herds analyzed. Overall seroprevalence as assessed by SN was 30.7 percent, ranging from 25.2 percent to 100 percent for the herds that presented seropositive animals. Indirect ELISA detected lower seroprevalence (19.3 percent). Sensitivity and specificity of ELISA were equal to 57.3 percent and 97.6 percent, respectively. Agreement was equal to 85.2 percent (P<0.0001). These results showed that PRV infections occurred in farmed feral swine in southeast Brazil, and affect pseudorabies eradication program.

Soros de 358 javalis (Sus scrofa), criados em sistema de semiconfinamento em propriedades do estado de São Paulo, foram coletados entre 1998 e 2000 e testados para anticorpos contra o vírus da doença de Aujeszky (VDA), pela técnica de soroneutralização (SN) e ensaio imunoenzimático (ELISA). Foram detectados animais soropositivos em três das sete propriedades analisadas. Do total de javalis testados, 30,7 por cento apresentaram anticorpos neutralizantes contra o VDA, com variação de 25,2 por cento a 100 por cento nas propriedades com animais sororreagentes. O ELISA detectou menor número de sororeagentes (19,3 por cento), sendo a sensibilidade e a especificidade 57,3 por cento e 97,6 por cento, respectivamente, e a correlação observada de 85,2 por cento (P<0,0001). Os resultados mostram que a infecção pelo vírus da doença de Aujeszky ocorre em criações de javalis no estado de São Paulo, e compromete o sucesso de um futuro programa de erradicação da doença na região.
Descritores: Anticorpos/análise
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Pseudorraiva
Suínos
Testes de Neutralização/métodos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Weiblen, Rudi
Texto completo
Id: lil-423320
Autor: Groff, Fernando H. Sauter; Merlo, Maria A; Stoll, Pedro A; Stepan, Ana Lúcia; Weiblen, Rudi; Flores, Eduardo F.
Título: Epidemiologia e controle dos focos da doença de Aujeszky no Rio Grande do Sul, em 2003 / Epidemiology and control of pseudorabies outbreaks in the state of Rio Grande do Sul, Brazil, 2003
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;25(1):25-30, jan.-mar. 2005. mapas, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A doença de Aujeszky (DA), ou pseudo-raiva, é uma enfermidade infecto-contagiosa de etiologia viral de grande importância para a suinocultura comercial em todo o mundo. A infecção causa perdas econômicas diretas e indiretas, pela restrição ao comércio internacional de produtos suínos. Embora a DA venha sendo notificada em várias regiões do Brasil desde o início do século XX, o Rio Grande do Sul (RS) permanecia "provisoriamente livre" com base em critérios da Organização Internacional de Epizootias (OIE). Em 2003 ocorreram dois focos da enfermidade em municípios do norte do RS, limítrofes com Santa Catarina, Estado que tem registrado vários focos nos últimos anos. Como estratégia de combate foram determinados o rastreamento da movimentação de suínos, a interdição da área e a erradicação dos focos através de abate sanitário em matadouros sob Inspeção Federal. No evento 1 (Pinheirinho do Vale, janeiro de 2003) cinco unidades produtoras de leitões (UPLs) foram afetadas, sendo que uma apresentou animais com sinais clínicos. A partir desse foco foram rastreados 42.399 suínos em 146 rebanhos, sendo eliminados seis rebanhos - o foco índice e cinco outras com sorologia positiva - num total de 7.822 animais. No evento 2 (Aratiba, setembro de 2003), a disseminação da infecção foi maior, atingindo outros três municípios e 77 granjas (nove com sinais clínicos, 68 com sorologia positiva). Foram rastreados 109.316 suínos em 630 rebanhos, com a erradicação de 28.443 animais das granjas que apresentaram sinais clínicos ou sorologia positiva. No total foram rastreados 151.715 animais em 776 rebanhos, sendo detectados 71 rebanhos com sorologia positiva. Essas medidas foram eficazes na erradicação dos focos e impediram a disseminação da enfermidade para outras regiões, permitindo ao RS readquirir o status sanitário anterior aos surtos.
Descritores: Herpesvirus Suídeo 1
Pseudorraiva
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 23 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Roehe, Paulo M
Texto completo
Id: lil-423319
Autor: Silva, Alessandra D'Ávila da; Sortica, Vinícius A; Braga, Alexandre C; Spilki, Fernando R; Esteves, Paulo A; Rijsewijk, Frans; Rosa, Júlio César A; Batista, Helena Beatriz C. R; Oliveira, Anna P; Roehe, Paulo M.
Título: Caracterização antigênica e molecular de oito amostras do vírus da doença de Aujeszky isoladas no estado do Rio Grande do Sul em 2003 / Antigenic and molecular characterization of eight samples of Aujeszky's disease virus isolated in the state of Rio Grande do Sul, Brazil, in 2003
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;25(1):21-24, jan.-mar. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A doença de Aujeszky ou pseudoraiva (DA), causada pelo vírus da pseudoraiva (PRV) é a maior preocupação na produção de suínos. No estado do Rio Grande do Sul, Brasil, a DA foi somente detectada em 1954, em bovino. Em 2003, ocorreram dois surtos de encefalite em granjas na região norte do estado, fronteira com o estado de Santa Catarina. O vírus da doença de Aujeszky (VDA) foi isolado a partir de animais coletados em oito granjas distintas da região e submetido a análises antigênicas e moleculares. As amostras de VDA isoladas foram comparadas com as amostras padrão NIA-3 e NP. A caracterização antigênica dos mesmos foi realizada com testes de imunoperoxidase frente a um painel de anticorpos mono-clonais (Mabs) preparado contra epitopos de glicoproteinas virais (gB, gC, gD e gE). A caracterização genômica foi realizada através da análise restrição enzimática (REA) sobre o genoma total das amostras, com a enzima de restrição (REA) Bam HI. O perfil antigênico das oito amostras isoladas no Rio Grande do Sul, bem como os apresentados pelas amostras padrão NIA-3 e NP, foram similares. A REA revelou que todos as oito amostras do Rio Grande do Sul apresentaram um arranjo genômico do tipo II, genótipo frequentemente encontrado em surtos prévios de DA em outros estados do Brasil. Os resultados aqui obtidos indicam que as oito amostras isoladas no Rio Grande do Sul são similares.
Descritores: Anticorpos/isolamento & purificação
Herpesvirus Suídeo 1
Pseudorraiva
Técnicas Imunoenzimáticas/métodos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde