Base de dados : LILACS
Pesquisa : C03.105 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-759670
Autor: Salamano Tessore, Ronald; Scavone Mauro, Cristina L; Wajskopf Pomeranz, Saúl; Savio Larriera, Carlos María Eduardo.
Título: Neuroinfecciones en el adulto y el niño / Neuroinfecciones in adult and child.
Fonte: Montevideo; Arena; 2008. 275 p.
Idioma: es.
Descritores: Infecções Bacterianas do Sistema Nervoso Central
Infecções do Sistema Nervoso Central
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Viroses do Sistema Nervoso Central
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-716315
Autor: Morassutti, Alessandra Loureiro; Thiengo, Silvana Carvalho; Fernandez, Monica; Sawanyawisuth, Kittisak; Graeff-Teixeira, Carlos.
Título: Eosinophilic meningitis caused by Angiostrongylus cantonensis: an emergent disease in Brazil
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;109(4):399-407, 03/07/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Eosinophilic meningitis (EoM) is an acute disease that affects the central nervous system. It is primarily caused by infection with the nematode Angiostrongylus cantonensis. This infection was previously restricted to certain Asian countries and the Pacific Islands, but it was first reported in Brazil in 2007. Since then, intermediate and definitive hosts infected with A. cantonensis have been identified within the urban areas of many states in Brazil, including those in the northern, northeastern, southeastern and southern regions. The goals of this review are to draw the attention of the medical community and health centres to the emergence of EoM in Brazil, to compile information about several aspects of the human infection and mode of transmission and to provide a short protocol of procedures for the diagnosis of this disease.
Descritores: Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Eosinofilia
Meningite
Infecções por Strongylida
-Angiostrongylus cantonensis
Brasil/epidemiologia
Doenças Transmissíveis Emergentes
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/diagnóstico
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/tratamento farmacológico
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/epidemiologia
Eosinofilia/diagnóstico
Eosinofilia/tratamento farmacológico
Eosinofilia/epidemiologia
Eosinofilia/parasitologia
Meningite/diagnóstico
Meningite/tratamento farmacológico
Meningite/epidemiologia
Meningite/parasitologia
Caramujos/parasitologia
Infecções por Strongylida/diagnóstico
Infecções por Strongylida/tratamento farmacológico
Infecções por Strongylida/epidemiologia
Limites: Animais
Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-714582
Autor: Err, Hai; Wiwanitkit, Viroj.
Título: Parkinsonism as a neuropsychiatric presentation in CNS gnathosomiasis: its prevalence / Parkinsonismo como uma apresentação neuropsiquiátrica da gnatosomiase do sistema nervosa central: sua prevalência
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;72(7):573-573, 07/2014.
Idioma: en.
Descritores: Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/complicações
Gnatostomíase/complicações
Transtornos Parkinsonianos/parasitologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-688708
Autor: Anwar, Shehata; Mahdy, Emad; El-Nesr, Khalid Ali; El-Dakhly, Khaled Mohamed; Shalaby, Adel; Yanai, Tokuma.
Título: Monitoring of parasitic cysts in the brains of a flock of sheep in Egypt / Monitoramento de cistos parasitarios no cerebro de um rebanho de ovinos no Egito
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;22(3):323-330, Jul-Sep/2013. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Cerebral parasitic cysts constitute a major problem for livestock. Among these, coenurosis and toxoplasmosis are predominant. Here, a total number of 60 sheep obtained from a private farm in Suez province, Egypt, were examined postmortem to detect visible parasitic cysts, and microscopically to detect small-sized entities. Necropsy revealed bladder-like cysts measuring 0.5-6.5 cm in diameter that were filled with a translucent fluid containing a large number of protoscolices. Accordingly, the cysts were identified as the metacestode Coenurus cerebralis. Among the sheep examined, 11 animals (7 males and 4 females) (18.3%) were infected. Most of the cysts were located in the cerebral hemispheres, with numbers ranging from one to three per infected animal. The effect of the presence of cysts in the brain tissue was evaluated. Histopathologically, pseudocysts of the apicomplexan Toxoplasma gondii were found in two animals with no detectable inflammatory cell reactions. In conclusion, coenurosis and toxoplasmosis are serious parasitic problems that play a significant role in sheep management in Egypt, as a result of close contact between livestock and dogs and cats, which play a critical role in the life cycle of these parasites.

Cistos cerebrais parasitários constituem um grande problema para o gado. Entre estes, coenurosis e toxoplasmose são predominantes. Aqui, um número total de 60 ovelhas obtidas em uma fazenda particular na província Suez, Egito, foram examinadas post-mortem para a detecção de cistos parasitários visíveis e microscopicamente para detectar cistos de pequenas dimensões. A necropsia revelou cistos medindo entre 0,5-6,5 cm de diâmetro, preenchidos com um fluido transparente, contendo um grande número de protoscolices. Por conseguinte, os cistos foram identificados como o metacestóide Coenurus cerebralis. Entre as ovelhas examinadas, 11 animais (7 machos e 4 fêmeas) (18,3%) estavam infectados. A maior parte dos cistos estavam localizados nos hemisférios cerebrais, com números variando de um a três em ovinos infectados. O efeito da presença de cistos no tecido do cérebro foi avaliado. Histopatologicamente, pseudocistos de Toxoplasma gondii foram encontrados em dois animais sem reações inflamatórias detectáveis. Em conclusão, coenurosis e toxoplasmose são graves problemas parasitários que desempenham um papel significativo no manejo de ovelhas no Egito, como resultado do contacto íntimo dos animais com os cães e gatos, que desempenham um papel crítico no ciclo de vida desses parasitas.
Descritores: Encefalopatias/veterinária
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/veterinária
Infecções por Cestoides/veterinária
Doenças dos Ovinos/diagnóstico
Toxoplasmose Animal/diagnóstico
-Encefalopatias/diagnóstico
Encefalopatias/epidemiologia
Encefalopatias/parasitologia
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/diagnóstico
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/epidemiologia
Infecções por Cestoides/diagnóstico
Infecções por Cestoides/epidemiologia
Monitoramento Epidemiológico
Egito/epidemiologia
Ovinos
Doenças dos Ovinos/epidemiologia
Doenças dos Ovinos/patologia
Toxoplasmose Animal/epidemiologia
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-577577
Autor: Dias, Michael Dutra; Alves, Leandro; Tovar-Moll, Fernanda; Peralta, Regina Helena Saramago; Peralta, José Mauro; Puccioni-Sohler, Marzia.
Título: Persistence of viable cysts in neurocysticercosis: a serial imaging study / Persistência de cistos viáveis na neurocisticercose: um estudo seriado de imagem
Fonte: Rev. bras. neurol;46(4), out.-dez. 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introduction: Cysticercosis is an endemic disease in developing countries and is the most common parasitic infection of the central nervous system. The diagnosis is difficult and imaging may contribute to the confirmation. Objective: To report the evolution of brain lesions and the clinical response of a patient with a definitive diagnosis of neurocysticercosis (NCC). Methods: We analyzed six computed tomography (CT) and three magnetic resonance imaging (MRI) exams, performed in a period of six years. Results: The serial imaging study revealed the involution of nine viable cysts and two degenerating cysts out of 39 lesions. It occurred after six years of disease and four courses of treatment with Albendazole. The other 28 lesions were calcified. Clinically, there was reduction in frequency of seizures after treatment with Albendazole and the onset of regular use of anticonvulsants (six per year to 1.8 per year). Conclusion: This case illustrates an instance of partial NCC efficacy to antiparasitic therapy, and demonstrates the role of serial imaging studies in the monitoring the evolution of NCC lesions and in characterizing the diversity of lesion appearance over time.

Introdução: A cisticercose é uma doença endêmica nos países em desenvolvimento. Representa a infecção parasitária mais comum dosistema nervoso central. O diagnóstico é difícil e o exame de imagem pode contribuir para a confirmação. Objetivo: Relatar a evolução das lesõesencefálicas, assim como avaliar a resposta clínica de um paciente com um diagnóstico definitivo do NCC. Métodos: Foram analisadas seistomografias computadorizadas (TC) e três ressonâncias magnéticas (RM) realizadas durante o período de seis anos. Resultados: O estudode imagem seriada revelou a involução de nove cistos viáveis e dois cistos em degeneração de 39 lesões. Isso ocorreu após seis anos de evolução da doença e quatro cursos de tratamento com albendazol. As outras 28 lesões encontravam-se calcificadas e aumentaram para 36 em número. Clinicamente, houve redução na frequência das crises após o tratamento com albendazol e do início do uso regular de anticonvulsivantes (seis por ano para 1,8 por ano). Conclusão: O caso demonstra a importância dos estudos da imagem seriada no acompanhamento das lesões da neurocisticercose (NCC), considerando a possibilidade de resistência medicamentosa e a necessidade da repetição do tratamento.
Descritores: Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Neurocisticercose/diagnóstico
Neurocisticercose/tratamento farmacológico
-Albendazol/uso terapêutico
Anticonvulsivantes/uso terapêutico
Brasil
Crânio
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Convulsões
Tomografia Computadorizada por Raios X
Limites: Seres Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-571264
Autor: Freitas, André Ricardo Ribas.
Título: Investigação sobre a ocorrência de esquistossomose mansônica medular autóctone em uma região com baixa endemicidade(Campinas-SP) / Study on the occurrence of Schistosomiasis Mansoni in a low endemic area (Campinas, SP).
Fonte: Campinas; s.n; 2007. 164 p. ilus, mapas, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os programas de controle da esquistossomose têm obtido relativo sucesso ao controlar a morbidade relacionada a altas cargas parasitárias desta doença, sem, no entanto, diminuir a área de transmissão no Brasil. Como a neuroesquistossomose medular á uma forma grave de esquistossomose não relacionada a altas cargas parasitárias existe risco teórico de ocorrer em áreas de baixa endemicidade. O objetivo deste estudo foi estudar a ocorrência da NE (neuroesquistossomose) medular em uma região de baixa endemicidade, região de Campinas, estado de São Paulo. Foi feito um estudo retrospectivo, descritivo de base hospitalar com busca ativa em múltiplas fontes de informação. Utilizou-se como base os dois maiores hospitais públicos da região de Campinas. Os pacientes com diagnóstico de NE medular tiveram seus diagnósticos ratificados por critérios padronizados e baseados em quadro clínico típico, comprovação da infecção por Schistosoma mansoni e exclusão de outras causas de mielopatia. Os pacientes foram classificados como autóctones, importados, sem informação e indeterminado. Após esta classificação os dados clínicos e epidemiológicos foram analisados. Foram identificados 27 pacientes com NE medular dos quais 19 (85,2%) homens e 4 (14,8%) mulheres, as idades no momento do diagnóstico foram de 13 a 57 anos (média=31,2; desvio padrão= 12,8 e mediana=29). Os pacientes foram classificados quanto ao local provável de infecção da seguinte forma: 14(51,9%) autóctones, 11(40,7%) importados e 2(7,4%) sem informações, não houve paciente classificado como indeterminado. Todos os pacientes importados se infectaram em municípios de áreas de alta endemicidade. A clínica deste grupo de pacientes não foi diferente do encontrado na literatura, nem foi diferente quando comparados os pacientes autóctones com os importados. Houve uma demora média de 70,6 dias (mediana=19; dp=166,9) entre a primeira consulta e o diagnóstico...

Programs for schistosomiasis control have enjoyed relative success in controlling death associated to high parasitary loads for this illness, without, however, decreasing the area of transmission in Brazil. Since spinal neuroschistosomiasis is a grave form of neuroschistosomiasis unrelated to high parasitary loads, there is a theoretical risk of its occurrence even when not in a particularly endemic area. The goal of this study was to study the occurrence of spinal NE (neuroschistosomiasis) in a non-endemic area, the region of Campinas, in the Sate of São Paulo. A retrospective, descriptive, hospital-based study was carried, with information actively sought after from various sources of information. The two largest public hospitals in the region of Campinas were used as bases. The patients diagnosed with spinal NE had their diagnoses ratified according to standard criteria and based on typical clinical status, proof of infection by Schistosoma mansoni and the exclusion of other causes for myelopathy. Patients were classified as autochthonous, imported, without information and undetermined. After this classification, the clinical and epidemiological data were analyzed. A total of 27 patients with spinal NE were identified, of which 19 (85.2%) were men and 4 (14.8%) women. The ages on diagnosis ranged from 13 to 57 (average=31.2; standard deviation=12.8 and median=29). The patients were classified as to their probable location of infection the following way: 14(51.9%) autochthonous, 11(40.7%) imported and 2(7.4%) without information. No patients were deemed undetermined. All imported patients were infected in municipalities located in highly endemic areas. Clinical evaluation of this group of patients was no different from that found in the literature, nor was it different when autochthonous patients were compared to imported patients. There was an average period of 70.6 days (median=19; sd=166.9) between the first consultation and diagnosis.
Descritores: Esquistossomose mansoni/parasitologia
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central/imunologia
Medula Espinal/cirurgia
Mielite/diagnóstico
Neuroesquistossomose/patologia
-Monitoramento Epidemiológico/normas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR344.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas Eurydice Pires de SantAnna
BR344.1 Biblioteca de Ciências Biomédicas Eurydice Sant'Anna


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-532203
Autor: Anon.
Título: Bibliomed sobre infecciones del sistema nervioso / Bibliomed on central nervous system infections
Fonte: Rev. cuba. med. gen. integr;25(1), ene.-mar. 2009.
Idioma: es.
Resumo: Se proponen varios articulos sobre las infecciones del sistema nervioso central
Descritores: Infecções Bacterianas do Sistema Nervoso Central
Infecções Fúngicas do Sistema Nervoso Central
Infecções do Sistema Nervoso Central
Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Viroses do Sistema Nervoso Central
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-527758
Autor: Silva, Cristiana Machado da Rosa e.
Título: Perfil clínico e epidemiológico dos portadores de mielorradiculopatia esquistossomótica atendidos em uma unidade de saúde de Pernambuco / Clinical and epidemiological profile of persons with Schistosomiasis Mielorradiculopathy treated in a unit of Health of Pernambuco.
Fonte: Recife; s.n; 2008. 110 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A esquistossomose mansônica (EM) ainda representa um dos maiores e mais graves problemas de saúde pública no Brasil. A população acometida geralmente reside em áreas endêmicas e enfrenta problemas relacionados a precárias condições de higiene e de recursos sanitários. A parasitose encontra-se em processo de urbanização, passando a envolver cada vez mais os centros urbanos e áreas litorâneas. Pernambuco é considerado um dos Estados de maior prevalência da doença no Nordeste e grande parte de seus municípios localizam-se em áreas endêmicas. Hoje, a mielorradiculopatia esquistossomótica (MRE) é considerada uma das formas ectópicas mais graves da infecção pelo S. mansoni, sendo bastante freqüente entre as mielopatias não traumáticas. Diante da subnotificação do número de casos, do aumento dos relatos da neuroparasitose e da carência de estudos sistemáticos, o estudo propõe-se a descrever e caracterizar as manifestações clínicas e questões epidemiológicas do grupo populacional com MRE atendido em uma unidade de saúde no Estado de Pernambuco, no período de 2002 a 2006. Foram avaliados 6277 prontuários, dos quais 82 (18 por cento) eram de casos de MRE, com faixa etária compreendida entre 14 a 75 anos, sendo predominantemente oriundos da região metropolitana de Recife, não mais restritos a regiões consideradas endêmicas. Os resultados mais importantes encontrados foram: sexo masculino (63,4 por cento), contato com coleção hídrica (92 por cento), nível da lesão torácica (51,2 por cento), forma mielorradicular (80 por cento), parasitológico de fezes (32,6 por cento), terapêutica específica associada à corticoterapia (55 por cento). As manifestações clínicas mais freqüentes foram: fraqueza muscular (100 por cento), dificuldade para deambular (52 por cento), hipo ou arreflexia aquiliana (56 por cento) e patelar (57,3 por cento). Espera-se que os resultados apresentados colaborem para um maior reconhecimento da parasitose. A pesquisa aponta para a necessidade de se estabelecer uma padronização propedêutica a fim de se considerar a EM como etiologia provável das mielorradiculopatias, independente do município de procedência, favorecendo o prognóstico e evitando a subnotificação da MRE. Recomenda-se a realização de novos estudos que levem ao conhecimento da prevalência da MRE em Pernambuco.
Descritores: Mielite
Neuroesquistossomose
Paraparesia Espástica Tropical
Schistosoma mansoni
Schistosoma mansoni/epidemiologia
-Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Perfil de Saúde
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR305.1 - Biblioteca do CPqAM
CPqAM; (043.3)"2008", S586p


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-468276
Autor: Brasil. Ministério da Saúde.
Título: Guia de vigilância epidemiológica e controle da mielorradiculopatia esquistossomótica / Guide of monitoring epidemiologist and control of the esquistossomótica mielorradiculopatia.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; c2006. 27 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: EPIDEMIOLOGICAL SURVEILLANCE
Neuroesquistossomose/diagnóstico
-Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Esquistossomose
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; 614.553, 21. 48490/2007


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-432842
Autor: Lugo De Yarbuh, Ana; Araujo, Sonia; Colasante, Cesare; Alarcón, Maritza; Moreno, Elio.
Título: Effects of Acute Chagas'Disease on Mice Central Nervous System
Fonte: Parasitol. latinoam;61(1/2):3-11, jun. 2006. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fondo Nacional de Ciencias, Tecnología e Innovación.
Resumo: This study has been done to evaluate the central nervous system (CNS) of mice infected with Trypanosoma cruzi and its relationships with the irreversible decrease of motor activity of the rear limbs during acute Chagas´disease. The course of the present study shows the in vivo behaviour of three parasites strains which were isolated from different sources and geographical areas, with the purpose of explaining the parasitemia, mortality rate, clinical, pathological and histopathological changes in the CNS of infected mice. The mice were injected intraperitoneally with 5.103 bloodstreams of different T. cruzi strains. The mice infected with PR and ASM strains from Venezuela, showed low parasitemia and high mortality, while the Y strain produced higher parasitemia levels. At the 30th day post-infection both left parietal brain cortex (LPC) and spinal cord (SC) were sectioned, stained with hematoxilin and eosin (H-E) and examined by means of confocal ligth microscopy. At this time, the pathology of the CNS exhibited focal infiltrates of monocytes, lymphocytes, plasmocytes, polymorphonuclear cells and loss of neuronas and motoneurons. The sections of LPC of infected mice with ASM strain, showed loss neuronal, parasites and abundant T. cruzi antigen deposits in the proximity of the swollen neurons. The sections of SC stained with Enolase-Avidin-Biotin-Peroxidase showed a reduction in the average number of neurons of the cervical region (CR) of the infected mice with PR, ASM and Y strains. Sections stained with Propidium Ioduro (IP) showed a reduction of the number of motoneurons in all regions of the SC, with a significant difference between groups infected with different T. cruzi strains and control uninfected mice (P < 0.05). This study established a correlation between the parasitism in the proximity to inflammatory cells, together the appearance of T. cruzi antigen and neuronal destruction in the brain. Therefore it can be concluded that the changes in CNS may be attributed to early parasitism in nervous tissue, which occur in a few days, involving clinico-pathological manifestations, which produced alterations of the mobility with paralysis of the rear limbs and death in 100% of mice with acute infection produced by PR and ASM-T. cruzi strains from Venezuela.
Descritores: Infecções Parasitárias do Sistema Nervoso Central
Doença de Chagas/complicações
Sistema Nervoso Central/parasitologia
Sistema Nervoso Central/patologia
Trypanosoma cruzi
-Doença Aguda
Doença de Chagas/imunologia
Doenças Neurodegenerativas/parasitologia
Neurônios/parasitologia
Parasitemia/induzido quimicamente
Venezuela
Limites: Animais
Ratos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde