Base de dados : LILACS
Pesquisa : C04.557.386.480 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 765 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 77 ir para página                         

  1 / 765 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-953148
Autor: Morais, Suelyne Rodrigues de; Viana, Ana Carolina Cavalcante; Daltro, Ana Filomena Camacho Santos; Mendonça, Priscila da Silva.
Título: Cardiovascular risk and use of conicity index in patients submitted to autologous hematopoietic stem cell transplantation / Risco cardiovascular e uso do índice de conicidade em pacientes submetidos ao transplante autólogo de células-tronco hematopoiéticas
Fonte: Einstein (Säo Paulo);16(2):eAO4253, 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To analyze the prevalence of overweight and the use of conicity index for cardiovascular risk assessment in individuals submitted to autologous hematopoietic stem cell transplantation. Methods The sample comprised 91 patients of both sexes, who underwent autologous hematopoietic stem cell transplantation from September 2008 to December 2013, aged 18 years or over. To determine the nutritional profile, we collected anthropometric data on weight, height, waist circumference upon hospital admission. The body mass index and the conicity index were calculated. Results A total of 91 patients diagnosed with multiple myeloma, Hodgkin's lymphoma, non-Hodgkin's lymphoma and other conditions were evaluated. The mean age was 43.5 (14.2) years, 63.7% were male. We verified that according to the body mass index, 63.7% were overweight and, according to waist circumference, 74.7% had a higher risk for cardiovascular diseases. According to the calculation of the conicity index, 92.3% of patients presented increased cardiovascular risk. Patients with multiple myeloma had a higher conicity index when compared to other patients (p<0.01). Conclusion This study revealed a high prevalence of overweight and cardiovascular risk. It should be noted that the conicity index was a good method to evaluate cardiovascular risk and that new studies using this index should be performed.

RESUMO Objetivo Analisar a prevalência de excesso de peso e a utilização do índice de conicidade para a avaliação do risco cardiovascular em indivíduos submetidos ao transplante autólogo de células-tronco hematopoiéticas. Métodos A amostra foi composta por 91 pacientes, de ambos os sexos, submetidos ao transplante autólogo de células-tronco hematopoiéticas, de setembro de 2008 a dezembro de 2013, com idade igual ou superior a 18 anos. Para traçar o perfil nutricional, foram coletados dados antropométricos, como peso, altura e circunferência da cintura, na admissão hospitalar. Calcularam-se o índice de massa corporal e o índice de conicidade. Resultados Foram avaliados 91 pacientes, diagnosticados com mieloma múltiplo, linfoma de Hodgkin, linfoma não Hodgkin e outras patologias. A média de idade foi de 43,5 (14,2) anos, e 63,7% eram do sexo masculino. Verificou-se que, de acordo com o índice de massa corporal, 63,7% apresentavam excesso de peso e, segundo a circunferência da cintura, 74,7% possuíam maior risco para doenças cardiovasculares. De acordo com o cálculo do índice de conicidade, constatou-se que 92,3% dos pacientes apresentavam risco cardiovascular aumentado. Os pacientes com mieloma múltiplo apresentaram índice de conicidade mais elevado, se comparado aos outros pacientes (p<0,01). Conclusão Este estudo revelou alta prevalência de excesso de peso e de risco cardiovascular. Salienta-se que o índice de conicidade se mostrou um bom método para avaliação do risco cardiovascular e que novos estudos utilizando este índice devem ser realizados.
Descritores: Doenças Cardiovasculares/etiologia
Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas/métodos
Condicionamento Pré-Transplante/métodos
Distribuição da Gordura Corporal/métodos
Obesidade/epidemiologia
-Transplante Autólogo
Linfoma não Hodgkin/diagnóstico
Brasil/epidemiologia
Doença de Hodgkin/diagnóstico
Doenças Cardiovasculares/epidemiologia
Índice de Massa Corporal
Fatores Sexuais
Prevalência
Fatores de Risco
Medição de Risco
Sobrepeso/epidemiologia
Circunferência da Cintura
Pessoa de Meia-Idade
Mieloma Múltiplo/cirurgia
Mieloma Múltiplo/diagnóstico
Obesidade/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1253868
Autor: Neumann Rul-lan, Eduard D; Gras-Cabrerizo, Juan Ramón.
Título: Pérdida de agudeza visual progresiva en paciente con proptosis. Caso clínico y revisión de la literatura / Progressive visual impairment in a patient with proptosis. Case report and review of the literature.
Fonte: Acta otorrinolaringol. cir. cabeza cuello;49(2):138-141, 2021.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: a raíz del siguiente reporte de caso clínico se pretende repensar el diagnóstico diferencial de los tumores orbitales y revisar la literatura existente al respecto. Caso: paciente de 54 años, fumadora, acude a nuestro centro por una pérdida de agudeza visual progresiva de dos años de evolución en el ojo derecho, que se acompañaba de proptosis. Las pruebas de imagen basadas en resonancia magnética y tomografía por emisión de positrones ­ tomografía computarizada (PET-TC) realizadas describían una lesión intraconal derecha de morfología indefinida, que rodeaba el nervio óptico. El estudio inmunohistoquímico y molecular anatomopatológico confirmó la sospecha de síndrome linfoproliferativo extranodal de bajo grado. Discusión: el manejo endoscópico de estas lesiones puede resultar en una menor comorbilidad en comparación con el abordaje externo tradicional. El papel de la cirugía radica en la obtención de una muestra de la lesión que permita un correcto diagnóstico. Conclusiones: el abordaje multidisciplinar con oftalmólogos, hematólogos y expertos en radioterapia permite obtener buenos resultados quirúrgicos y clínicos en la inmensa mayoría de casos.

Introduction: as result of the following clinical case report, we intend to review the differential diagnosis of orbital tumors and review the existing literature in this regard. Case report: a 54-year-old smoking patient, consulted to our department due to a progressive visual impairment over the last two years in her right eye. She presented proptosis in her clinical examination. Imaging studies based on MRI and PET-CT described a right intraconal lesion with an undefined morphology surrounding the optic nerve. Orbital tumors differential diagnosis is delicate. Nevertheless, Non-Hodgkin lymphomas followed by metastasis are the two most common found in this location. The immunohistochemistry and molecular studies, confirmed the suspected diagnosis of extranodal low-grade lymphoproliferative syndrome. Discussion: endoscopic management of these lesions may result in a lower comorbidity compared to traditional external approaches. Role of surgery lays in obtainment of a quality sample which allows a proper diagnosis. Conclusions: multidisciplinary approach with ophthalmologists, hematologists and radiotherapy experts enhance good surgical and clinical results in the vast majority of cases.
Descritores: Linfoma não Hodgkin/complicações
Neoplasias Orbitárias/complicações
Exoftalmia/etiologia
Baixa Visão/etiologia
Transtornos Linfoproliferativos/complicações
-Linfoma não Hodgkin/cirurgia
Linfoma não Hodgkin/diagnóstico
Neoplasias Orbitárias/cirurgia
Neoplasias Orbitárias/diagnóstico
Exoftalmia/cirurgia
Exoftalmia/diagnóstico
Baixa Visão/cirurgia
Baixa Visão/diagnóstico
Diagnóstico Diferencial
Transtornos Linfoproliferativos/cirurgia
Transtornos Linfoproliferativos/diagnóstico
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento


  3 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alberti, Luiz Ronaldo
Texto completo
Id: biblio-1130539
Autor: Petroianu, Andy; Alberti, Luiz Ronaldo; Orsi, Vanessa Lacerda; Viana, Flávia Costa Teixeira; Moura, Carolina Braga.
Título: Etiopathogenic, epidemiologic and clinical-therapeutic comparison of non-hodgkins lymphoma and kaposis sarcoma / Comparação etiopatogênica, epidemiológica e clinicoterapêutica de linfoma não hodgkin e sarcoma de kaposi
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;33(2):e1521, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Non-Hodgkin's lymphomas (NHL) are primary neoplasms derived from lymphocytes, and Kaposi's sarcoma (SK) is a multicentric disease of viral etiology and is associated with HIV. Aim: To study the etiopathogenesis and clinical characteristics of NHL and KS, describing their mutual factors. Methods: This retrospective investigation was performed on 101 medical charts. The patients were studied according to their age, gender, and HIV-positivity, following the PRISMA guidelines. The characteristics of the tumors and comorbidities were analyzed according to their age and lymphatic metastasis. Results: The mean age of the patients ranged between 15-87 years for NHL and between 25-54 for KS, but the age of patients with NHL associated with HIV did not surpass 34 years. The ratio male: female was 1,8:1 for NHL, but only men presented KS. HIV-positivity was found in five patients with NHL and in 14 with KS. The stages of NHL were: I (21%), II (18,4%), III (26,3%), and IV (34,2%), but KS were found only at III (40%) and IV (60%) stages. The lymphatic metastases were positive in 62 patients NHL and in four with KS. HIV-positivity occurred in 60% of patients with NHL and in 50% with KS. Conclusion: The HIV seropositivity was revealed for most of patients during the NHL and SK propaedeutic and none of them present clinical manifestations of AIDS. NHL associated with HIV was found only in young patients. NHL and KS patients have similar epidemiological, clinical, and therapeutic characteristics.

RESUMO Racional: Os linfomas não Hodgkin (LNH) são neoplasias primárias derivadas de linfócitos e o sarcoma de Kaposi (SK) é doença multicêntrica de etiologia viral, ambas associadas ao HIV. Objetivo: Avaliar características clínicas dos LNH e SK, relacionando fatores etiopatogênicos mútuos. Métodos: Foram avaliados retrospectivamente 101 prontuários. Os doentes foram analisados quanto a idade, sexo e soropositividade para o HIV, de acordo com o PRISMA guidelines. Os tumores foram classificados por estadiamento, presença de linfonodos regionais invadidos e tipo celular. Resultados: A idade variou entre 15 e 87 anos para o LNH e 25 a 54 anos para o SK, mas a idade dos pacientes com LNH associado com o HIV não ultrapassou 34 anos. A proporção homem: mulher foi de 1,8:1 para o LNH, enquanto SK foi registrado apenas em homens. A soropositividade para o HIV ocorreu em cinco pacientes com LNH e 14 com SK. A invasão de linfonodos regionais foi positiva em 62 com LNH e quatro com SK. Os linfomas foram 27,9% de baixo grau, 17,4% de grau intermediário e 12,8% de alto grau. A soropositividade para HIV, foi diagnosticada durante a propedêutica do tumor em 60% dos pacientes com LNH e 50% dos com SK. Conclusão: A maioria dos pacientes portadores de HIV descobriram a soropositividade durante propedêutica para LNH e SK, sem manifestações clínicas de AIDS. Todos os pacientes com LNH associado com o HIV eram jovens. Pacientes com LNH e com SK apresentam características epidemiológicas, clínicas e terapêuticas semelhantes entre si.
Descritores: Sarcoma de Kaposi/etiologia
Sarcoma de Kaposi/epidemiologia
Linfoma não Hodgkin/etiologia
Linfoma não Hodgkin/epidemiologia
Infecções por HIV/complicações
-Estudos Retrospectivos
Soropositividade para HIV
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999718
Autor: Pescador-Álvarez, JA; Rodríguez-Cárdenas, YA; Ruiz-Mora, GA.
Título: Linfoma difuso de células grandes inmunofenotipo "B" en región geniana: reporte de un caso / Diffuse of big cells inmunofenotype B in genian region: report of case
Fonte: Rev. cient. odontol;4(2):568-576, jul.-dic. 2016. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El linfoma difuso de células grandes B (LDCGB) constituye 30 a 40% de los linfomas no Hodgkin (LNH) del adulto, se caracterizan por un patrón de crecimiento difuso reemplazando el tejido linfoide normal y el tamaño de las células es catalogado por el tamaño nuclear, según la actual clasificación de neoplasias hematolinfoides de la OMS. El siguiente reporte presenta un caso de un linfoma difuso de células grandes inmunofenotipo B en regió geniana el cual no es frecuente en dicha región, teniendo como objetivo dar a conocer una variante mas de su localización , manteniendo informado al lector sobre la aparición no frecuente de esta lesión neoplásica. (AU)

Diffuse large B-cell lymphoma (LDCGB) it constitutes 30 to 40% of non-Hodgkin lymphoma(NHL) in adult, are characterized by diffuse growth pattern replacing the normal lymphoid tissue and cell size is listed by the nuclear size, according to the current classification of neoplasms hematolymphoid who. The below report a case of a diffuse large cell lymphoma inmunophenotype b in geniana region which is rare in this region and provide a variant of its location is presented, keeping informed the reader about the are ocurrence of this neoplastic lesion. (AU)
Descritores: Linfoma não Hodgkin
Linfoma Difuso de Grandes Células B
Herpesvirus Humano 4
Linfoma
Limites: Humanos
Masculino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE391.9 - UCS - Universidad Científica del Sur


  5 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-961426
Autor: Erlij, Daniel; Cuellar, Carolina; Rivera, Angela; Badilla, Natalia; Moldenhauer, Nicia; Foster, Carolina; López, Bernardo; Valladares, Ximena; Stevens, Mary Ann.
Título: Oligoartritis, paniculitis y pioderma gangrenoso como manifestaciones de un Linfoma no Hodgkin / Oligoarthritis, panniculitis and pyoderma gangrenosum associated with non-Hodgkin lymphoma: report of one case
Fonte: Rev. méd. Chile;146(4):534-537, abr. 2018. graf.
Idioma: es.
Resumo: An assortment of clinical and laboratory abnormalities may occur as paraneoplastic syndromes in lymphomas. Rheumatological and dermatological manifestations such as paraneoplastic arthritis and pyoderma gangrenosum must be underscored. We report a 28 years old woman who developed pyoderma gangrenosum and two years later presented with arthritis of knees and ankles associated with panniculitis interpreted as erythema induratum that was pathologically confirmed. She developed a reactivation of pyoderma gangrenosum, that was refractory to treatment. Complementary studies showed a pulmonary nodule and a right paravertebral mass with involvement of the psoas muscle. Biopsies of both masses and a new pathological skin study demonstrated a large B-cell non-Hodgkin's lymphoma.
Descritores: Síndromes Paraneoplásicas/complicações
Artrite/etiologia
Linfoma não Hodgkin/complicações
Paniculite/etiologia
Pioderma Gangrenoso/etiologia
-Síndromes Paraneoplásicas/diagnóstico
Síndromes Paraneoplásicas/tratamento farmacológico
Artrite/diagnóstico
Linfoma não Hodgkin/diagnóstico
Linfoma não Hodgkin/tratamento farmacológico
Paniculite/diagnóstico
Pioderma Gangrenoso/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875441
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde.
Título: PET-CT no estadiamento e avaliação da resposta ao tratamento dos linfomas / PET-CT in the staging and evaluation of the response to treatment of lymphomas.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2014. graf.
Idioma: pt.
Resumo: A DOENÇA: Os linfomas são canceres do sistema linfático, que se caracterizam pela proliferação anormal das células do tecido linfoide (gânglios linfáticos, baco e outros locais, com menor frequência, como estomago, orofaringe, tireoide, pulmão). Compreendem dois tipos principais: (1) Linfoma (ou Doença) de Hodgkin (LH), e (2) Linfoma não-Hodgkin (LNH), que inclui mais de 25 subtipos histológicos diferentes. Essas duas doenças apresentam algumas características clinicas semelhantes, mas divergem na célula de origem, forma de apresentação, modos de tratamento e nos resultados da terapia. Diferenciação entre os dois grupos de linfoma envolve avaliação de características morfológicas (por exemplo, a presença de células de Reed-Sternberg, que apenas são vistas no LH), imunofenotipicas (p.ex., expressão de antígenos celulares de superfície) e imuno-histoquimicas. O tratamento ­ bem como a resposta a terapia e sobrevida ­ também diferem entre eles. Ambos os tipos apresentam um acometimento muito grande de pacientes em idade produtiva (adultos jovens), ocasionando diminuição de produtividade na idade mais ativa e grande número de anos de vida perdidos durante a doença nessa faixa etária. A TECNOLOGIA: A PET (do inglês Positron Emission Tomography) é uma técnica de diagnóstico por imagens do campo da medicina nuclear desenvolvida no início dos anos 70, logo após a tomografia computadorizada. Ela utiliza traçadores radioativos e o princípio da detecção coincidente para medir processos bioquímicos dentro dos tecidos. Diferentemente de outras tecnologias de imagem voltadas predominantemente para definições anatômicas de doença ­ como os raios-X, a tomografia computadorizada (TC) e a imagem por ressonância magnética (MRI) ­ a PET avalia a perfusão e a atividade metabólica tissulares, podendo ser utilizada de forma complementar ou mesmo substituta a estas modalidades. Porque as mudanças na fisiologia tumoral precedem as alterações anatômicas e porque a PET fornece imagens da função e da bioquímica corporais, a tecnologia é capaz de demonstrar as alterações bioquímicas mesmo onde não existe (ainda) uma anormalidade estrutural evidente, permitindo o diagnóstico mais precoce. A tecnologia utiliza derivados de compostos biologicamente ativos ou fármacos, marcados com emissores de pósitrons e que são processados internamente de uma maneira virtualmente idêntica às suas contrapartidas não-radioativas, fornecendo o mecanismo para registrar a atividade metabólica in vivo. A distribuição desses compostos pode ser medida com um tomógrafo PET, que produz imagens e índices quantitativos dos tecidos e órgãos corporais. ANÁLISE DA EVIDÊNCIA: O PTC tem por foco o uso da Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET), uma tecnologia da área de medicina nuclear, no diagnostico, estadiamento e re-estadiamento dos linfomas malignos. Embora pareça ser uma ferramenta diagnostica útil no linfoma, não existe consenso sobre o lugar da PET no manuseio da doença, ela não se encontra ainda coberta pela tabela de reembolso do SUS ou no rol de procedimentos da ANS, e as pressões para essa incorporação vem se intensificando. O trabalho buscou avaliar as evidências disponíveis quanto a sua acurácia em três indicações clinicas: estadiamento de linfomas Hodgkin (LH) e não-Hodgkin (LNH) a época do diagnostico; avaliação da resposta ao tratamento, e diagnostico de lesões residuais pos-terapia. Foram ainda buscadas evidencias acerca da sua influencia nas decisões de manuseio clinico-terapêutico e seu impacto nos desfechos em saúde. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Todos os estudos demonstraram relação de custo-efetividade aceitável para a utilização de FDG-PET em pacientes com linfoma. O programa de diagnóstico inicial e após a 1ª linha de quimioterapia - com a PET-CT ­ demonstrou-se mais custo-efetiva, pois diminuiu custos e forneceu maior resolutividade. Os resultados da PET-CT demonstraram 8,7% e 9,8% maior acurácia no estadiamento e na avaliação de resposta do que métodos convencionais de imagem, e, assim, melhorou a condução de 10,25% a 40% dos casos. Em comparação com a estratégia convencional de diagnósticos, custos e ressarcimentos da estratégia com a PET-CT apresentaram vantagens econômicas que igualmente a favorecem tanto no estadiamento inicial e como ao término do tratamento. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na 21ª reunião do plenário realizada nos dias 04 e 05 de dezembro de 2013 deliberaram, por unanimidade, por unanimidade recomendar a incorporação do PET-CT para o estadiamento e avaliação da resposta ao tratamento do linfoma de Hodgkin e linfoma não Hodgkin na Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do Sistema Único de Saúde, conforme critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. DECISÃO: PORTARIA Nº 9, de 22 de abril de 2014 - Torna pública a decisão de incorporar o PET-CT no estadiamento e avaliação da resposta ao tratamento do linfoma de Hodgkin e linfoma não Hodgkin no Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Linfoma não Hodgkin/diagnóstico por imagem
Doença de Hodgkin/diagnóstico por imagem
Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde
Tomografia por Emissão de Pósitrons combinada à Tomografia Computadorizada/métodos
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Análise Custo-Benefício/economia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1249025
Autor: Thirunavukkarasu, Balamurugan; Gupta, Kirti; Shree, Ritu; Prabhakar, Anuj; Kapila, Aastha Takkar; Lal, Vivek; Radotra, Bishan.
Título: Primary diffuse large B-cell lymphoma of the CNS, with a "Lymphomatosis cerebri" pattern
Fonte: Autops. Case Rep;11:e2021250, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: We describe an unusual case of lymphomatosis cerebri in a middle-aged lady presenting with rapid-onset dementia. The lymphomatous infiltrate, instead of forming mass lesions, percolated throughout the brain parenchyma, which is often missed on a stereotactic biopsy and hence warrants caution and awareness about this entity. The nonspecific symptoms at presentation and a variable picture at imaging make this entity diagnostically challenging.
Descritores: Linfoma não Hodgkin/patologia
Neoplasias do Sistema Nervoso Central/patologia
-Autopsia
Demência
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR26.7 - Serviço de Biblioteca e Documentação Científica


  8 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-978284
Autor: Arango M, Lázaro Antonio; Ángel P, Alberto; Celis S, Jhon Jairo; Caicedo Q, Carlos Andrés; Ángel R, Camilo.
Título: Linfoma no Hodgkin B folicular extranodal que afecta al colon: a propósito de un caso / Extra nodal follicular non-Hodgkin B lymphoma affecting the colon, on the basis of a case
Fonte: Rev. colomb. gastroenterol;33(3):292-296, jul.-set. 2018. graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción: el linfoma no Hodgkin (LNH) es una enfermedad maligna que presenta una forma extraganglionar que afecta al tracto gastrointestinal hasta en un 50 % de los casos; el colon es el órgano que con menor frecuencia se ve comprometido por este linfoma. En los pocos casos que presentan afección, el compromiso es principalmente del ciego, por su gran contenido linfoide. Este caso es el de una paciente con compromiso del colon por masa en el ciego. Las biopsias reportan LNH folicular grado II, patrones folicular y difuso, siendo este tipo histológico el de mayor prevalencia y el que ha mostrado los mejores resultados con el manejo con quimioterapia (esquema R-CHOP) sola o en conjunto con radioterapia; también, en ocasiones, con cirugía. La paciente recibió tratamiento con evolución adecuada. La terapia conjunta es la que ha demostrado mayor sobrevida, aunque hay estudios en los que se han reportados buenos resultados con monoterapia, como el caso en cuestión. Caso clínico: mujer de 38 años, en quien se realiza una colonoscopia que muestra una lesión tumoral en el ciego, con patología compatible con LNH tipo B folicular extranodal, confirmado por inmunohistoquímica. Los estudios de extensión imagenológicos confirman la presencia de adenopatías abdominales y torácicas en conglomerados. Oncología inicia el manejo con quimioterapia con protocolo R-CHOP, con buena respuesta. Discusión y conclusiones: el LNH extranodal afecta muy rara vez al colon, razón por la que este caso es reportado. El manejo puede ser multidisciplinario y su pronóstico depende de las características individuales en cada caso.

Abstract Introduction: Non-Hodgkin's lymphoma (NHL) is a malignant disease that presents in an extranodal form. It affects the gastrointestinal tract in up to 50% of cases with the colon being the least frequently compromised portion. In the few cases in which it is affected, the cecum is most often compromised due to its large lymphoid content. The colon of the patient presented here was compromised by a mass in the cecum. Biopsies showed grade II follicular NHL with follicular and diffuse patterns. This histological type has the highest prevalence and has shown the best results with chemotherapy (R-CHOP scheme) alone and in conjunction with radiation therapy and occasionally with surgery. The patient received treatment followed by adequate evolution. Combination therapy has been shown to result in longer survival times, although there are studies which have reported good results with monotherapy as in this case. Clinical Case: The patient was a 38-year-old woman. A colonoscopy showed a tumor in the cecum. Its pathology was compatible with extra-follicular follicular NHL type B which was confirmed by immunohistochemistry. Imaging extension studies confirmed abdominal and thoracic adenopathies in conglomerates. The oncology department treated the patient with a chemotherapy with R-CHOP protocol with a good response. Discussion and conclusions: Since extranodal NHL rarely affects the colons, this case deserved to be reported. Management can be multidisciplinary, but the prognosis depends on individual characteristics in each case.
Descritores: Linfoma não Hodgkin
Colo
-Sobrevida
Terapêutica
Tratamento Farmacológico
Oncologia
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO354 - Sociedad Colombiana de Gastroenterología


  9 / 765 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-510169
Autor: Chantada, G. L; Zubizarreta, P; Peña Hernández, A; Rose, A; Rossi, J; Barsotti, D; Dávila, M. T. G. de; Gallegos, M; Cadario, M; Scopinaro, M.
Título: Linfomas de fenotipo B en pediatría / B-cell lymphomas in children
Fonte: Med. infant;14(2):184-190, jun. 2007. ilus, tab.
Idioma: es.
Descritores: Linfoma de Burkitt/diagnóstico
Linfoma de Burkitt/terapia
Linfoma de Células B
Linfoma de Células T
Linfoma não Hodgkin/diagnóstico
Linfoma não Hodgkin/terapia
Limites: Criança
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  10 / 765 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-510159
Autor: Gamboa, Ana Yéssika; Carlín, Walter; Valverde, Bertha.
Título: Linfoma no Hodgkin en un paciente con hiperplasia suprarrenal congénita / Non Hodgkin¨s lymphoma in a child with congenital suprarenal hyperplasia
Fonte: Med. infant;14(2):143-146, jun. 2007. ilus, graf.
Idioma: es.
Descritores: Fatores de Risco
Hiperplasia Suprarrenal Congênita/diagnóstico
Hiperplasia Suprarrenal Congênita/terapia
Linfoma não Hodgkin/tratamento farmacológico
-Apoptose
Esteroides/uso terapêutico
Limites: Masculino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica



página 1 de 77 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde