Base de dados : LILACS
Pesquisa : C04.557.450.795 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 466 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 47 ir para página                         

  1 / 466 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-876665
Autor: Ramírez Pedroza, Laura Vanessa; Mantilla Viviescas, Karen Andrea; Lubinus Badillo, Federico Guillermo.
Título: Liposarcoma pleomórfico, reporte de caso / Pleomorphic liposarcoma, case report
Fonte: MedUNAB;19(3):230-234, 2017. graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El liposarcoma pleomórfico es el subtipo con mayor malignidad, presenta recurrencia local de 37% y metástasis en 10 años de 41%, porcentaje que aumenta directamente con el tamaño de la lesión; además, presenta una supervivencia a los 10 años de 39%. Objetivo: Presentar un caso de esta enfermedad en un hombre sin antecedentes de importancia quien presentó metástasis a pulmón posterior al diagnóstico y tratamiento de un liposarcoma pleomórfico. Discusión: En el grupo de los liposarcomas se encuentran 4 tipos diferentes: El liposarcoma bien diferenciado, desdiferenciado, pleomórfico y mixoide. A pesar de tener poca vascularización el porcentaje de metástasis, su pronóstico y dificultad para extirpación quirúrgica varía según el tipo histológico. En cuanto el diagnóstico: la radiografía simple, la ecografía, la Tomografía computarizada (TC) y la resonancia magnética (RM) son herramientas diagnósticas válidas para el estudio del liposarcoma. El tratamiento es controvertido debido a la tasa de recurrencia después de la resección quirúrgica, la cual oscila entre 0-69%. Conclusión: En pacientes con cuadros clínicos característicos de lesiones tumorales es importante hacer un diagnóstico oportuno por medio de herramientas imagenológicas y quirúrgicas como el caso de biopsias intraoperatoria para así clasificarlo según el subtipo de liposarcoma, evaluar el tratamiento de elección y evaluar pronóstico y sobrevida del paciente...(AU)

Introduction: The pleomorphic liposarcoma is a subtype of liposarcoma with the highest malignancy, with a local recurrence of 37% and a metastasis in 10 years of 41%, a percentage that increases directly with the size of the lesion; furthermore, it presents a 10-year survival of 39%. Objective: To show a case of this disease in a man with no relevant background who presented lung metastasis after diagnosis and treatment of the pleomorphic liposarcoma. Discussion: In the group of liposarcomas there are 4 different types: Well-differentiated, dedifferentiated, pleomorphic and myxoid liposarcoma. In spite of having little vascularization the percentage of metastases, its prognosis and difficulty for surgical removal varies according to its histological type. Regarding to the diagnosis: simple x-ray, ultrasound, computed tomography (CT) and magnetic resonance imaging (MRI) are valid diagnostic tools to study the liposarcoma. Its treatment is controversial because of the recurrence rate after a surgical resection, which ranges from 0% to 69%. Conclusion: In patients with clinical profiles characterized by tumor lesions, it is important to make a timely diagnosis using imaging and surgical tools such as intraoperative biopsies to classify the sample according to the liposarcoma subtype, to evaluate the correct treatment, its prognosis and patient survival...(AU)

Introdução: O lipossarcoma pleomórfico é um subtipo com maior malignidade e apresenta recorrência local de 37% e metástase em10 anos de 41%, o que aumenta diretamente com o tamanho da lesão. Ele apresenta uma sobrevida de 39% em 10 anos. Objetivo: Apresentar um caso desta doença num homem sem história de importância que apresentou metástase no pulmão após o diagnóstico e tratamento do lipossarcoma pleomórfico. Discussão: No grupo de lipossarcoma há 4 tipos diferentes: O lipossarcoma bem diferenciado, indiferenciada, pleomorfo e mixoide. Apesar de ter pouca vascularização a percentagem de metástase, seu prognóstico e dificuldade de remoção cirúrgica varia segundo o tipo histológico. Quanto ao diagnóstico: radiografia simples, ultra-som, tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (MRI) são ferramentas de diagnóstico válidos para o estudo de lipossarcoma. O tratamento é controvertido porque a taxa de recorrência após a cirúrgia, varia entre 0-69%. Conclusão: Nos pacientes com diagnosticos clínicos caracterizados pelas lesões tumorais é importante fazer um diagnóstico a tempo, através de instrumentos da imagem e quirúrgicos, como o caso de biópsias intra-operatórias para classificar de acordo com o subtipo de lipossarcoma, avaliar o tratamento a escolhar e avaliar o prognóstico e sobrevivência do paciente...(AU)
Descritores: Sarcoma
Lipossarcoma
Metástase Neoplásica
-Radiologia
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
Responsável: CO179.9 - Facultad de Medicina


  2 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-842984
Autor: Santos, Analía; Galperín, María de los Ángeles; Yusti, Gabriel; Godoy, Roxana; Baldini, Matías; González, Alejandra; Crevena, Gabriela; Rojas Bilbao, Erica.
Título: Sarcoma de la arteria pulmonar / Pulmonary Artery Sarcoma
Fonte: Rev. am. med. respir;16(2):177-178, jun. 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El sarcoma de la arteria pulmonar es una patología rara y de pronóstico letal. Se desconoce su etiología, pero con mayor frecuencia afecta al tronco de la arteria pulmonar y a sus ramas principales. Los estudios complementarios mediante resonancia magnética con gadolinio y tomografía por emisión de positrones son de utilidad para orientar el diagnóstico, pero este sólo se puede establecer al realizar un estudio histológico. Presentamos este caso dada la baja incidencia y su importancia para el diagnóstico diferencial del tromboembolismo pulmonar.

Pulmonary artery sarcoma is a rare tumor with lethal prognosis. Its etiology is unknown; most frequently the pulmonary trunk and its main branches are affected. Magnetic resonance imaging with gadolinium and positron emission tomography are complementary studies that can guide the diagnosis, but this can only be established with the histological study. We present this case because of the low incidence and its importance in the differential diagnosis of pulmonary thromboembolism.
Descritores: Artéria Pulmonar
Sarcoma
Responsável: AR423.1 - Biblioteca


  3 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-988139
Autor: Coronel Ruilova, Jhon Mauricio; Zúñiga Bohórquez, José Enrique; Cabezas Barragán, Lincoln Alexander.
Título: Primary hepatic leiomyosarcoma. A case report / Leiomiosarcoma hepático primario. Reporte de un caso
Fonte: Case reports (Universidad Nacional de Colombia. En línea);2(2):35-43, 2016.
Idioma: en.
Resumo: Primary hepatic leiomyosarcoma is extremely rare among cases of liver tumors in adults, with an incidence of 0.1 and 1%. This paper describes the case of a 55 year-old man with a clinical evolution of five months consisting of abdominal pain, a large hard lump, weight loss, shortness of breath and fever. A three-phase computed tomography (CT) showed a hypercaptive mass at its periphery during hypodense arterial phase at its center, located in segments VI and VI, without a plane of separation of the liver. Due to the symptoms, the patient underwent an exploratory laparotomy, finding a cerebroid mass of 40 x 40 cm; a lumpectomy without hepatectomy was performed, leaving free surgical margins. The diagnosis was largely made through a histopathological assessment, finding stromal multinucleated pleomorphic forms, desmin (+), SMA (smooth muscle actin) and MSA (muscle specific actin) (+), Ki67 (+) and negative for S100 (protein S100) and CD117 antibody, which confirmed the high grade pleomorphic leiomyosarcoma diagnosis. The patient was discharged 16 days after admission once his condition improved, and was referred to the oncology department for adjuvant chemotherapy. Given the size of the mass, the prognosis was bleak, which left surgery as the only option to offer survival expectations through regulated or "atypical" hepatectomies along with safety margins and liver transplantation. With this in mind, the first option was chosen; six months after surgery, with clinical improvement and adjuvant therapy, the patient, still with unfavorable prognosis, remained stable attending multidisciplinary medical management controls.

l leiomiosarcoma hepático primario es un tumor extremadamente raro entre los casos de tumores hepáticos en adultos, presentan-do una incidencia de 0.1 y 1%. En este artículo se presenta el caso de un hombre de 55 años con cuadro clínico de cinco meses de evolución que consiste en dolor abdominal, presencia de masa dura, no móvil, de gran tamaño, pérdida de peso, disnea y fiebre. La tomografía axial computarizada (TAC) trifásica mostró masa hipercaptante en su periferia durante fase arterial hipodensa en su centro, localizada en segmentos VII y VIII, sin plano de separación del hígado. Debido a su sintomatología, el paciente fue intervenido quirúrgicamente por laparatomía exploratoria, hallándose masa cerebroide de 40 x 40cm, razón por la cual se practicó una tumorectomía sin hepatectomía, dejando bordes quirúrgicos libres. El diagnóstico se realizó, en gran parte, mediante evaluación histopatológica, observándose estroma con formas multinucleadas pleomórficas, desmina (+), SMA (actina de musculo liso) y MSA (actina músculo específica) (+), Ki67 (+) y negativo para S100 (proteína S100) y anticuerpo CD117, lo que confirmó el diagnóstico de leiomiosarcoma pleomórfico de alto grado. Una vez presentó una notoria mejoría, el paciente fue dado de alta a los 16 días de su ingreso y fue derivado al servicio de oncología para su adyuvancia con quimioterapia. Dado el tamaño de la masa encontrada, el pronóstico fue poco alentador, lo que hizo que el tratamiento quirúrgico fuera la única opción que ofreciera expectativas de supervivencia mediante hepatectomías regladas o "atípicas" con márgenes de seguridad e incluso trasplante hepático. Teniendo en cuenta lo anterior, se optó por la primera opción; tras seis meses de la cirugía, observándose mejoría clínica, además del tratamiento adyuvante, el paciente, aún con pronóstico desfavorable, permanecía estable, asistiendo a controles bajo manejo médico multidisciplinario
Descritores: Neoplasias Hepáticas
-Sarcoma
Hepatectomia
Leiomiossarcoma
Músculo Liso
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO136.1 - Biblioteca


  4 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Alvarenga, Marcelo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-489197
Autor: Alvarenga, César Augusto; Arruda, Fernanda Figueiredo; Ferreira, Maria Cristina Furin; Santos, André Meirelles dos; Castilho, Lísias Nogueira; Alvarenga, Marcelo.
Título: Tumor maligno da bainha neural periférica com diferenciação rabdomioblástica (tumor de triton maligno) pós-radioterapia / Malignant peripheral nerve sheath tumor with rhabdomyoblastic differentiation (\"malignant triton tumor\") after radiation therapy
Fonte: Rev. ciênc. méd., (Campinas);15(6):547-551, nov.-dez. 2006. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: É relatado o primeiro caso de tumor maligno de bainha neural periférica com diferenciação rabdomioblástica (tumor de triton maligno), induzido por radioterapia por câncer de próstata com comprometimento (metástase) dos nódulos linfáticos localizados na região pélvica, com curto período de latência e de péssima evolução clínica. O paciente foi a óbito, sendo realizado exame necroscópico que revelou metástases para pulmões, fígado, diafragma e mesocólon.

We report the first case of a malignant peripheral nerve sheath tumor with rhabdomyoblastic differentiation ("triton tumor") induced by radiotherapy for prostate cancer with pelvic lymph node metastasis, with a short latency period and poor clinical outcome. The patient died and necropsy revealed multiple metastases in the lungs, liver, diaphragm and mesocolon.
Descritores: Neoplasias da Próstata
Radioterapia
Sarcoma
Limites: Seres Humanos
Masculino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  5 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-892670
Autor: Plata, María Camila; Rey, Diana Lucía; Villaquirán, Claudio; Rosselli, Diego.
Título: Intimal sarcoma of the pulmonary artery presenting as pulmonary embolism / Sarcoma de la íntima de la arteria pulmonar que se presentó como embolismo pulmonar / O sarcoma da íntima da artéria pulmonar, que se apresentou como um quadro de embolia pulmonar
Fonte: Iatreia;30(3):340-343, jul.-set. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY Pulmonary artery sarcomas are extremely rare; due to their insidious growth, diagnosis occurs late and prognosis is poor. We present the case of a 33-year-old woman with a history of dyspnea, chest pain and syncope. An obstructing mass on the right ventricle, main pulmonary artery and right branch were interpreted as a possible pulmonary embolism.

RESUMEN Los sarcomas de la arteria pulmonar son extremadamente raros; debido a su crecimiento lento y silencioso, el diagnóstico suele ser tardío y son de mal pronóstico. Presentamos el caso de una mujer de 33 años de edad con historia de disnea, dolor torácico y síncope. Una masa que obstruía el ventrículo derecho, el tronco pulmonar y la arteria pulmonar derecha llevó a la sospecha de embolismo pulmonar.

RESUMO Os sarcomas da artéria pulmonar são extremamente raros devido ao seu crescimento lento e silencioso, o diagnóstico normalmente é tardio e são de mal prognóstico. Apresentamos um caso de uma mulher de 33 anos de idade com história de dispneia dor torácica e desmaios. Uma massa que obstruía o ventrículo direito, tronco pulmonar e artéria pulmonar direita levou à suspeita de embolia pulmonar
Descritores: Artéria Pulmonar
Sarcoma
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO304.1 - Biblioteca Arturo Aparicio Jaramillo


  6 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Matera, Julia Maria
Texto completo
Id: biblio-895348
Autor: Zardo, Karen Maciel; Damiani, Lucas Petri; Matera, Julia Maria; Fonseca-Pinto, Ana Carolina B. C.
Título: Feline injection site sarcoma: computed-tomographic density and assessment of tumor dimensions by different methods / Sarcoma de aplicação felino: avaliação da densidade tomográfica e das dimensões tumorais por diferentes métodos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(10):1113-1118, out. 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Feline injection site sarcoma is a malignant neoplasm with digitiform projections into muscular planes that are ill recognized during physical examination and may compromise tumor margin demarcation. This study compared tumoral size of 32 cats measured by different methods, and evaluated the CT density of 10 tumoral tissues (Hounsfield unit) based on histograms. Tumor axes were measured by physical examination and CT images. Larger craniocaudal axis measurements were obtained following multiplanar reconstruction of pre- and post-contrast CT images (p=0.049 and p=0.041 respectively); dorsoventral axis measurements taken from post-contrast CT images were also larger (p=0.010). Tumor volume estimates increased following contrast-enhancement. Histograms tended to produce two peaks: one in the fat and another in the soft tissue attenuation range. Multiplanar reconstructed post-contrast CT images provided clearer definition of tumor margins and more judicious determination of tumor size. A tendency of common FISS attenuation profile could be described.(AU)

O sarcoma de aplicação felino (SAF) é uma neoplasia maligna que geralmente apresenta projeções digitiformes para planos musculares adjacentes, dificilmente reconhecidos ao exame físico, o que pode comprometer a real identificação das suas margens. Este estudo comparou as dimensões tumorais de 32 SAFs mensurados por diferentes métodos (exame físico e por imagens de tomografia computadorizada) e avaliou a densidade tomográfica em unidades Hounsfield de 10 dessas neoplasias, com base em histogramas. As medidas no eixo craniocaudal foram maiores quando obtidas após reconstrução multiplanar de imagens tomográficas, tanto na fases pré como após administração de meio de contraste (p=0,049 e p=0,041, respectivamente). As medições tomográficas no eixo dorsoventral obtidas na fase pós-contraste também foram maiores, quando comparadas com as imagens pré-contraste (p=0,010). Estimativas do volume tumoral foram maiores após a fase contrastada. Os histogramas das densidades tumorais tenderam a produzir dois picos: o primeiro no intervalo de valores de densidade gordura e o segundo no intervalo correspondente a tecidos moles. As imagens tomográficas pós-contraste com reconstrução multiplanar demarcaram com mais clareza as margens do tumor e definiram de forma mais criteriosa o seu tamanho. Uma tendência de perfil de atenuação comum para o SAF pôde ser descrita com esse estudo.(AU)
Descritores: Sarcoma/veterinária
Sarcoma/diagnóstico por imagem
Doenças do Gato/diagnóstico por imagem
Gatos
Reação no Local da Injeção/veterinária
-Contagem de Células
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-948378
Autor: Vogel, Carlos; Piraino, Leonardo.
Título: Sarcoma epiteliode variante proximal. A propósito de un caso / Sarcoma epithelium of proximal variant. About a case
Fonte: Rev. Hosp. El Cruce;(9):41-44, 20101230.
Idioma: es.
Resumo: El sarcoma epiteliode es un tumor de aparición rara en la región de la cabeza y el cuello, extremadamente agresivo con más del 45% de posibilidades al momento del diagnóstico de metástasis ganglionares. Requiere un tratamiento quirúrgico agresivo de entrada, con importante exéresis locales y acompañado por vaciamientos ganglionares siempre.
Descritores: Sarcoma
Neoplasias de Células Epitelioides Perivasculares
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR24.10 - Hospital El Cruce Néstor Carlos Kirchner


  8 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-938436
Autor: Santos, Guilherme Campelo Lopes dos.
Título: Sarcoma de uretra masculina: relato de caso e revisão de literatura.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 29 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Hospital do Servidor Público Municipal-SP para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: Os tumores de uretra são muitos raros e bastante agressivos, acometendo mais frequentemente mulheres (4:1) e são mais comuns na raça branca (85% dos casos). Os sarcomas de tecidos moles são um grupo heterogêneo de tumores que surgem a partir da mesoderme embrionária, que representa 1 a 2% de todos os casos de doença maligna urinária. Os sarcomas em geral possuem como formas mais comum o lipossarcoma, seguido do histiocitoma maligno e do leiomiossarcoma. Diferentemente, os sarcomas geniturinários apresentam os subtipos mais os leiomiossarcoma, seguido do lipossarcoma e do rabdomiossarcoma. O caso relatado trata-se de um homem de 73 anos, com cardiopatia isquêmica prévia e história de hematúria macroscópica há um ano, que iniciou intermitente e tornou-se constante. Na investigação de hematúria, a Ressonância Nuclear Magnética demonstrou uma lesão em uretra posterior extensa que invadia próstata, bexiga, tecido perivesical, sem alteração de trato urinário alto e metástase a distância. A uretrocistoscopia visualizou lesão acastanhada na uretra, submetida a biópsia que revelou um sarcoma uretral avançado. O paciente foi submetido a cistoprostatectomia, com emasculação, linfadenectomia pélvica, ureteroileostomia à Bricker e apresentava programação de tratamento adjuvante com radioterapia e quimioterapia, porém apresentou novo episódio de infarto agudo do miocárdio evoluindo a óbito no pós-operatório precoce
Descritores: Hematúria
Sarcoma
Uretra
Neoplasias Uretrais
Limites: Masculino
Seres Humanos
Responsável: BR75.1 - Biblioteca
BR75.1; (043), SANT59s. 3102


  9 / 466 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-936023
Autor: Santos, Carlos Eduardo Rodrigues.
Título: Impacto da cirurgia comportamental no tratamento dos pacientes portadoresde sarcormas primários do retroperitônio.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2010. 87 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Nacional de Câncer para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Racional: Tradicionalmente, o tratamento dos sarcomas retroperitoniais é cirúrgico e utilizando-se de uma estratégia transportada dos sarcomas de extremidade, a cirurgia compartimental, que no caso dos sarcomas retroperitoniais representa a ressecção dos órgãos em contato com o tumor mesmo sem estarem evidentemente invadidos. Esta atitude agrega morbidade e seu impacto na sobrevida destes pacientes, especialmente na população portadora de tumores com média superior a 20 cm de diâmetro é desconhecido. Objetivo: Este estudo visa determinar o impacto sobre a sobrevida e taxa de recidiva nos pacientes que realizaram a cirurgia compartimental com ressecção de órgãos em associação no tratamento dos pacientes portadores de sarcomas primários do retroperitônio operados no Instituto Nacional de Câncer. Secundariamente, foram estudados os indicadores de morbimortalidade pós-operatória e a identificação dos fatores prognósticos para sobrevida. Métodos: Foram avaliados por análise estatística retrospectiva 91 pacientes portadorees de sarcoma primário de retroperitônio, operados no INCA, no período de junho de 1992 a janeiro de 2008, divididos em cinco grupos, totalizando noventa e um pacientes: Grupo dos “Ressecados”, com todos os pacientes ressecados, Grupo “Compartimental Total”, contendoo aqules que sofreram cirurgia compartimental, Grupo “Compartimental Negativo”, com aqueles cujos órgãos ressecados não estavam invadidos, Grupo “Compartimental Positivo”, com aqueles cujos órgãos ressecados estavam invadidos e Grupo “Não Compartimental”, com os pacientes que não tiveram ressecção de órgão em associação. Determinando as diferenças e semelhanças entre eles e seu impacto na sobrevida e morbimortalidade do paciente. Seré calciulada as sobrevidas global e livre de doença para 2, 5 e 10 anos, além de uma análise uni e multivariada de Cox. Resultados: As queixas mais comuns foram massa e dor abdominal. A taxa de ressecabilidade foi de 83,5% e de radicalidade de 55,3%. Houve 6 óbitos pós-operatórios (6,6%) e 28 pacientes com complicações pós-operatórias (30,8%). Os leiomiossarcomas e os lipossarcomas foram os mais incidentes (totalizando 62,6%). O grau histológico mais freqüente foi o G3 (41,8%) e o diâmetro tumoral mediano foi de 20,5 cm. Houve 124 órgãos ressecados em associação, com somente 42 realmente invadidos na análise histológica. A sobrevida média dos ressecados estimada em 5 anos foi de 32,4% e a sobrevida livre de doença foi de 36,8%. Na analise univariada o grau de diferenciação histológica ([G1 + G2] X [G3 + GX]), a ressecção radical (R0) ou paliativa (R1+R2), a realização de hemotransfusão intraoperatória e a re-ressecção, mesmo que paliativa, nos casos de recorrência ou persistência de doença, foram significantes para sobrevida. A cirurgia compartimental NÃO teve impacto na sobrevida, mas aumentou a morbidade, tempo cirúrgico e a hemotransfusão. Conclusão: Fatores prognósticos clássicos como radicalidade, grau de diferenciação celular, hemotransfusão e re-ressecção foram validados. A cirurgia Compartimental, com ou sem invasão dos órgãos adjacentes não aumentou a sobrevida, mas a morbidade e não diminuiu a taxa de recidiva. Não encontramos vantagem em ressecar órgãos em associação por princípio devendo realizá-la por necessidade. Somente a ressecção completa de pequenos tumores, de baixo grau, evitando hemotransfusões intraoperatórias desnecessárias e realizando a re-ressecção em caso de recidiva ou persistência de doença se podererá garantir uma melhor sobrevida

Background: Retroperitoneal sarcomas (RPS) are rare tumors and radical surgical approach is still the only curative treatment. We aim to first estimate postoperative morbidity, mortality and identify significant prognostic factors for survival of patients with RPS and then secondly, to evaluate the influence of en bloc resection on survival. Methods: This was a retrospective follow-up study of 91 patients with RPS operated in the Section of Abdominopelvic Surgery of the National Cancer Institute-Brazil (INCA) between June 1992 and January 2008. Overall and 2-, 5- and 10-year disease-free survival rates were calculated and univariate and Cox multivariate analysis were performed. Results: The most common complaints were abdominal pain and mass. Resection was possible in 83.5% and curative resection in 55.3%. Six patients died within the postoperative period (mortality = 6.6%) and 28 had complications (30.8%). Leiomyosarcomas and liposarcomas predominated, as well as G3. The median tumor diameter was 20.5 cm. There were 124 organs resected in association, with only 42 proven invaded. The 5-year overall survival and disease free survival rates were 32.0% and 36.8%, respectively. Cell differentiation, curative or palliative resection, blood transfusion and re-resection were significant variables. Compartment surgery had no impact on survival, but increased the duration of surgery, the need for blood transfusion and overall morbidity. Conclusions: This study suggests that early diagnosis and curative resection can improve long-term survival. Adjacent organs with evidence of direct invasion must be removed en bloc; others should be spared
Descritores: Prognóstico
Neoplasias Peritoneais/mortalidade
Neoplasias Peritoneais/cirurgia
Estudos Retrospectivos
Análise de Sobrevida
Sarcoma/mortalidade
Sarcoma/cirurgia
Resultado do Tratamento
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR440.4 - Biblioteca
BR440.1


  10 / 466 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-933910
Autor: Santos, Carlos Eduardo Rodrigues.
Título: Estudo da morbimortalidade cirúrgica, da sobrevida e dos fatores prognósticos de sarcomas primários do retroperitônio.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2004. 87 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt; pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro para obtenção do grau de Mestre em Cirurgia Geral Abdominal.
Resumo: Tendo como objetivo avaliar a morbimortalidade, sobrevida e os fatores prognósticos dos sarcomas primários do retroperitônio, analisamos retrospectivamente 59 prontuários de pacientes operados na Seção de Cirurgia Abdomino-Pélvica do Instituto Nacional de Câncer no período de junho de 1992 a julho de 2003. Vinte e três pacientes eram homens e 36 mulheres; 38 brancos, 6 negros e 15 pardos, com idade mediana de 50 anos (6-72). História familiar de câncer esteve presente em 21 casos (35,59%). As queixas mais comuns foram dor abdominal (31 pac.) e massa abdominal (17 pac.). TC foi o principal exame realizado para o diagnóstico (53 pac.). A taxa de ressecabilidade foi de 74,57% (44 pac.) e a de radicalidade entre os ressecados de 48,88% (22 pac.). Houve 2 óbitos pós-operatórios (3,38%) e 12 complicações pós-operatórias (20,33%). Os leiomiossarcomas (16 pac.) e os lipossarcomas (15 pac.) foram os mais incidentes. O grau de diferenciação tumoral mais freqüente foi o G3 (23 pac. [38,98%]) e o diâmetro tumoral médio, de 20,4 cm. A re-ressecção no total de ressecados (45 pac.) aconteceu em 21 pacientes (46,66%), sendo única em 16, dupla em 3 e tripla em 2 pacientes. Em 10 dos 21 pacientes, a re-ressecção foi radical. A sobrevida global foi de 49% em 2 anos e 20% em 5 anos, e a mediana de sobrevida livre de doença foi de 23 meses. A análise univariada, o diâmetro do tumor (> ou <= 12 cm), o grau de diferenciação tumoral ([Gl + G2] X [G3 + G4]), a ressecção radical (R0) ou paliativa (R1+R2) a hemotranfusão no ato operatório e a re-ressecção, mesmo que paliativa, nos casos de recidiva ou persistência de doença (n = 52), foram significativos para sobrevida (p = 0,0267, 0,048, 0,0001, 0,022 e 0,0003, respectivamente). Na análise multivariada, não houve fator independente. Essas análises sugerem que, no momento, somente o diagnóstico precoce, a cirurgia radical R0, a ausência de hemotransfusão intra-operatória e a re-ressecção nos casos de recidiva ou persistência de doença possibilitarão a sobrevida a longo prazo

To evaluate the morbjmortality, survival and the prognostics factors of the retroperitonial sarcomas, we analyzed retrospectively 59 records of patients operated by the Abdomino-pelvic Department of Surgery at the National Cancer Institute of Brazil in the period between June 1992 and July 2003. Twenty three were men and 36 women, 38 white, 6 black and 15 mixed. Mean age was 50 years old (6-72). Family history of cancer was present in 21 cases (35.59%). The most common complaints were abdominal pain (31 pts) and abdominal mass (17 pts). TC was the main exam for diagnosis (53 pats). Resectability rate was 76.27% (45 pts), andradicality 48.88% (22pts). There were 2 postoperative deaths (3.38%). There were 8 technical complications (13.55%), besides 4 clinical complications (6.77%). Liposarcomas (16 pts) and the leiomyosarcomas (15 pts) were the most common types. The most frequent tumor grade was G3 (3 pts [38.98%J) and the tumor median diameter was 20.4 cm. Re-resection rate was (46.66%), being single in 16, double in 3 and triple in 2 patient. The overall survival rate was 49% for 2 years and 20% for 5 years and the median disease free survival was 23 months. In the univariate analysis, the diameter of the tumor (> or <= 12 em), grade of tumor differentiation ([G1 + G2] X [G3 + G4J), radical R0) or palliative resection(R1+R2), operative blood transfusion, and re-resection, even if palliative, in the cases of recurrence or persistence of disease (n=52) were significant (p = 0.0267, 0.048, 0.0001, 0.022 and 0.0003, respectively). Multivariate analysis did not show any independent factor. These analyses suggest that, in the moment, only early diagnosis, radical surgery, absence of intra-operative blood transfusion and the re-resection in cases of recurrence or persistence of disease will provide greater chances of a long term survival
Descritores: Neoplasias Peritoneais/mortalidade
Neoplasias Peritoneais/cirurgia
Neoplasias Peritoneais/terapia
Sobrevida
Sarcoma/complicações
Sarcoma/diagnóstico
Sarcoma/mortalidade
Sarcoma/cirurgia
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1; 616.994, S237e D HCI



página 1 de 47 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde