Base de dados : LILACS
Pesquisa : C04.588.945.418.948.850 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2931 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 294 ir para página                         

  1 / 2931 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-722072
Autor: Ressel, Lúcia Beatriz; Stumm, Karine Eliel; Peripolli Rodrigues, Andressa; Carbonell dos Santos, Carolina; Frescura Junges, Carolina.
Título: Exame preventivo do câncer de colo uterino: a percepção das mulheres / Preventive exam of uterine cervix cancer: the perception of women
Fonte: Av. enferm;31(2):65-73, jul.-dic. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Conhecer as percepções das mulheres atendidas em uma Unidade Básica de Saúde acerca do exame preventivo do câncer de colo uterino. Pesquisa exploratória, descritiva, com abordagem qualitativa, desenvolvida com 15 mulheres assistidas em uma Unidade Básica de Saúde do interior do Rio Grande do Sul, utilizando-se um roteiro para entrevista semiestruturada. Os dados foram submetidos à análise temática. As mulheres apresentam um conhecimento acerca do exame, mesmo sendo superficial e confuso. Os profissionais têm, ao seu alcance, a educação em saúde como estratégia para o empoderamento das usuárias, considerando suas subjetividades pessoais adquiridas. A falta de conhecimento adequado faz com que muitas mulheres tenham dúvidas sobre o verdadeiro sentido da realização do exame preventivo de câncer de colo uterino.

To know the woman perceptions assisted in a Basic Health Unit about the preventive exam of uterine cervix cancer. Exploratory research, descriptive, with qualitative approach, developed with 15 women who frequent a Basic Health Unit of a country town of the state Rio Grande do Sul, using a script for the half-structured interview. The women show some knowledge about the exam, even being superficial and confusing. The health professionals have, at their reach, the health education as strategy for the women empowerment, considering their personal subjectivity acquired. The lack of a proper knowledge makes that a lot of women have doubts about the real value that exist in the preventive exam of uterine cervix.

Conocer las percepciones de las mujeres atendidas en una Unidad Básica de Salud (UBS) acerca del examen preventivo del cáncer de cuello uterino. Investigación exploratoria, descriptiva, con abordaje cualitativo, realizado con 15 mujeres atendidas en una UBS del interior del Rio Grande do Sul, utilizándose un guión para entrevista semiestructurada. Los datos fueron sometidos al análisis temático. Las mujeres presentan un conocimiento acerca del examen, aunque sea superficial y confuso. Los profesionales tienen, a su alcance, la educación en salud como estrategia para el empoderamiento de las usuarias, considerando sus subjetividades personales adquiridas. La falta de conocimiento adecuado hace con que muchas mujeres tengan dudas sobre el verdadero sentido de la realización del examen preventivo del cáncer de cuello uterino.
Descritores: Neoplasias do Colo do Útero
Saúde da Mulher
Enfermagem
Prevenção de Doenças
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CO136.1 - Biblioteca


  2 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-726758
Autor: Cifuentes, Lida Yoana; Manrique Abril, Fred Gustavo; Ospina Díaz, Juan Manuel.
Título: Factores asociados al hallazgo de lesiones preneoplásicas detectadas en citología vaginal: estudio de casos y controles / Factors linked with the discovery of preneoplastic lesion detected in pap smear: a case-control study
Fonte: Av. enferm;32(1):63-71, ene.-jun. 2014.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Identificar factores socioculturales asociados a la presencia de lesiones preneoplásicas en mujeres residentes en un municipio de predominio rural en Boyacá, Colombia. Materiales y Métodos: Estudio observacional analítico, retrospectivo de casos y controles. De un registro institucional, mediante muestreo aleatorio secuencial, se seleccionó una muestra de 168 mujeres: 42 casos y 126 controles, apareadas por edad y estrato socioeconómico, a quienes mediante encuesta se evaluaron los antecedentes y los factores familiares y culturales, posiblemente asociados a la presencia de lesiones preneoplásicas en la citología vaginal. Resultados: Rango de edad entre 16 y 71 años; promedio de edad 42,2 años (SD = 14,57 años); el 79,2% se encontraba con pareja estable; el 90,0% cursó educación primaria o menos; el 11,3% fumaba; la edad promedio de menarquia fue de 13,8 años (SD = 1,38) y el 17,9% la presentó a los 12 años o antes. Todas las mujeres encuestadas han tenido al menos una gestación y el 66,1% ha tenido 3 o más. La edad media de la primera gestación es de 19,7 años (SD = 3,45) y el rango de edad de la primera gestación oscila entre los 15 y 29 años. En el 35,7% de los casos el primer embarazo ocurrió antes de los 18 años. El 31,5% de las mujeres estudiadas tiene antecedente familiar de cáncer. Los siguientes factores se encontraron significativamente asociados con la presencia de lesión preneoplásica en la citología vaginal: historia de dos o más parejas sexuales (OR = 85,0); primer embarazo antes de los 18 años (OR = 40,0); antecedente familiar de cáncer (OR = 23,9); consumo de cigarrillo (OR = 12,1); inicio sexual antes de los 17 años (OR = 11,8); consumo de bebidas alcohólicas (OR = 10,8); antecedente de infecciones vaginales (OR = 10,1); 3 o más gestaciones (OR = 5,2); ningún grado de escolaridad (OR = 3,49); antecedente de aborto (OR = 2,87). Conclusión: Se encontaron factores de riesgo susceptibles de intervención educativa y motivación que podrían mejorar sustancialmente la oportunidad y la cobertura de los programas de promoción de la salud y prevención de la enfermedad, además de la adherencia a la práctica de la citología vaginal.

Objective: To identify sociocultural factors linked with the presence of precancerous lessions in women living in a predominantly rural municipality in Boyacá, Colombia. Materials and Methods: An observational analytical retrospective case-control study. From the institutional memory, by sequential random sampling, there were selected a sample of 168 women: 42 cases and 126 controls, matched by age and socioeconomic status, they were asked through a questionnaire, about antecedents, and family and cultural factors, possibly associated with the presence of preneoplastic lesions in vaginal smears. Results: Age range 16 to 71 years, average age 42.2 years (SD = 14.57), 79.2% with steady partner, 90.0% completed only primary education or less, 11.3% smoked, average age of menarche was 13.8 years (SD = 1.38) and 17.9% had menarche at 12 or younger; all women have had at least one pregnancy and 66.1% had 3 or more. The average age of first pregnancy is 19.7 years (SD = 3.45) and range of age at first pregnancy between 15 and 29 years in 35.7% of cases the first pregnancy occurred before 18 years, 31.5% had family history of cancer. The following factors were significantly associated with the presence of preneoplastic lesion in the pap smear: a history of 2 or more sexual partners (OR = 85.0), first pregnancy before 18 years (OR = 40.0), family history of cancer (OR = 23.9), smoking (OR = 12.1), sexual initiation before age 17 (OR = 11.8), drinking alcohol (OR = 10.8), history of vaginal infections (OR = 10.1), 3 or more pregnancies (OR = 5.2), no education (OR = 3.49), history of abortion (OR = 2 , 87). Conclusion: There are risk factors amenable to educational interventions and motivation, which could substantially improve the opportunity and coverage of promotion and prevention programs, as well as adherence to the practice of the pap smear.

Objetivo: Identificar os fatores associados à presença cultural de lesões pré-neoplásicas em mulheres residentes em um município predominantemente rural em Boyacá , na Colombia. Materiais e Métodos: O método é analítico, estudo caso-controle, retrospectivo observacional. A partir de um registro institucional, por amostragem sequencial, uma amostra de 168 mulheres foi selecionada: 42 casos e 126 controles, pareados por idade e nível sócio-econômico, para o levantamento do fundo e através de familiares e fatores culturais são avaliadas, possivelmente associada à presença lesões pré-neoplásicas no esfregaço vaginal. Resultados: Faixa etária entre 16 e 71 anos , com idade média de 42,2 anos (DP = 14,57 anos), 79,2% com parceiro fixo, 90,0% completaram apenas o ensino fundamental ou menos, 11,3% tabagismo, idade média da menarca foi de 13,8 anos (DP = 1,38) e 17,9% apresentou-a aos 12 anos ou mais cedo; todas as mulheres tiveram pelo menos uma gravidez e 66,1% tinham 3 ou mais. A média de idade da primeira gravidez é 19,7 anos (DP = 3,45) e faixa de idade da primeira gravidez entre 15 e 29 anos; em 35,7 % dos casos a primeira gravidez ocorreu antes 18 anos; 31,5 % tinham história familiar de câncer. Os seguintes fatores foram significativamente associados com a presença de lesão pré-neoplásica na citologia vaginal: dois andares ou mais parceiros sexuais (OR = 85,0), primeira gravidez antes de completar 18 anos (OR = 40,0), história familiar de câncer (OR = 23,9), tabagismo (OR = 12,1), início sexual antes dos 17 anos (OR = 11,8), consumo de bebidas alcoólicas (OR = 10,8), história de infecções vaginais (OR = 10,1), 3 ou mais gestações (OR = 5,2), sem escolaridade (OR = 3,49), história de aborto (OR = 2 , 87). Conclusão: Os fatores de risco passíveis de intervenção educativa e motivação, além da adesão à prática esfregaço vaginal, o que pode melhorar substancialmente a actualidade ea cobertura dos programas de promoção e prevenção.
Descritores: Prevenção Primária
Esfregaço Vaginal
Neoplasias do Colo do Útero
Fatores de Risco
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CO136.1 - Biblioteca


  3 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1120100
Autor: Mascarenhas, Mikaela Santos; Faria, Luan Viana; Morais, Lorena Pinholi de; Laurindo, Davi da Costa; Nogueira, Mário Círio.
Título: Conhecimentos e Práticas de Usuárias da Atenção Primária à Saúde sobre o Controle do Câncer do Colo do Útero / Knowledge and Practices of Primary Care Users about Cervical Cancer Control / Conocimiento y Prácticas de las Usuarias de Atención Primaria sobre el Control del Cáncer Cervical
Fonte: Rev. bras. cancerol;66(3):1-8, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O câncer do colo do útero é o quarto tipo de câncer mais frequente na população feminina mundial, tendo sua incidência e mortalidade mais acentuadas nos países de baixa renda que possuem serviços de saúde menos estruturados e alcançam menor cobertura no rastreamento da doença. Objetivo: Analisar a adequação dos conhecimentos e práticas das usuárias de uma unidade básica de saúde (UBS) de Juiz de Fora - MG, sobre o rastreamento do câncer do colo do útero, tendo como referência as recomendações do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Método: Estudo transversal descritivo, utilizando questionário estruturado aplicado às usuárias de uma UBS na faixa etária de 25 a 69 anos durante duas semanas. Foram estimadas prevalências de práticas adequadas e suas associações com fatores sociodemográficos. Resultados: Todas as mulheres já tinham ouvido falar do exame citopatológico e a maioria (77,9%) tinha conhecimento de sua finalidade. Entretanto, nenhuma apresentou conhecimento inteiramente adequado sobre o rastreamento dessas neoplasias, no que concerne à faixa etária e à periodicidade recomendadas. A prevalência de prática adequada foi de 17,4% (IC95%: 11,8-23,1%) com maior proporção para a faixa etária de maiores de 50 anos. Conclusão: O conhecimento das usuárias da atenção primária à saúde sobre as recomendações do INCA para o rastreamento do câncer do colo do útero é ainda muito precário.

Introduction: Cervical cancer is the fourth most common type of cancer in the female population worldwide, with its incidence and mortality more accentuated in low-income countries, which have less structured health services and less coverage for disease screening. Objective: To analyze the appropriateness of the knowledge and practices that users of a basic health unit (BHU) in Juiz de Fora ­ MG have on cervical cancer screening, considering as reference the recommendations of the National Cancer Institute José Alencar Gomes da Silva (INCA). Method: Descriptive cross-sectional study using a structured questionnaire applied to users of a BHU in the age group from 25 to 69 years old for two weeks. Prevalence of adequate practices and their associations with sociodemographic factors were estimated. Results: All the women were already cognizant of the cytopathological examination and the majority (77.9%) was aware of its purpose. However, none demonstrated complete adequate knowledge about the recommended age range and frequency to screen these neoplasms. The prevalence of appropriate practice was of 17.4% (CI95%: 11.8-23.1%), with a higher proportion for the age group over 50 years. Conclusion: The users' knowledge about INCA's recommendations on primary health care for cervical cancer screening is very precarious.

Introducción: El cáncer de cuello uterino es el cuarto tipo de cáncer más común en la población femenina en todo el mundo, con su incidencia y mortalidad más pronunciada en los países de bajos ingresos, que tienen servicios de salud menos estructurados y logran menos cobertura en la detección de la enfermedad. Objetivo: Analizar la idoneidad del conocimiento y las prácticas de los usuarios de una unidad básica de salud (UBS) de Juiz de Fora - MG, en la detección del cáncer de cuello uterino, tomando como referencia las recomendaciones del Instituto Nacional del Cáncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Método: Estudio descriptivo transversal que utiliza un cuestionario estructurado aplicado a usuarios de una UBS en el grupo de edad de 25 a 69 años durante dos semanas. Se estimó la prevalencia de prácticas adecuadas y sus asociaciones con factores sociodemográficos. Resultados: Todas las mujeres habían oído hablar de la prueba de Papanicolaou y la mayoría (77,9%) era consciente de su propósito. Sin embargo, ninguno presentó un conocimiento completamente adecuado sobre el cribado de estas neoplasias, con respecto al rango de edad y frecuencia recomendados. La prevalencia de la práctica adecuada fue del 17.4% (IC95%: 11,8-23,1%), con una mayor proporción para el grupo de edad de más de 50 años. Conclusión: El conocimiento de las usuarias de la atención primaria de salud sobre las recomendaciones del INCA para detección del cáncer cervical es muy precario.
Descritores: Neoplasias do Colo do Útero/prevenção & controle
Programas de Rastreamento
Teste de Papanicolaou
-Brasil
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  4 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-996281
Autor: Aranguren Pulido, Leydi Vanesa; Burbano Castro, Jorge Hernán; González, José David; Mojica Cachope, Ana María; Plazas Veloza, Deisy Jimena; Prieto Bocanegra, Brigitte Migdolia.
Título: Barreras para la prevención y detección temprana de cáncer de cuello uterino / Barriers to prevention and early detection of cervical cancer
Fonte: Investig. enferm;19(2):129-143, 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Identificar las barreras para la detección temprana del cáncer de cuello uterino. Método: Revisión integrativa de literatura, en bases de datos como Science Direct, Medline, SciELO y Scopus, publicados durante los últimos seis años, escritos en inglés, portugués y español. Resultados: Los aspectos socioculturales, las estrategias de prevención empleadas y la dificultad para acceder a la atención fueron las barreras encontradas en la revisión; igualmente, la poca aceptación de la vacuna contra el virus del papiloma humano y la no asistencia a la citología cérvico-vaginal inciden en la aparición de numerosos casos de lesiones preneoplásicas. Conclusiones: Se evidencia la necesidad de fortalecer las acciones de educación, información y abogacía del profesional de enfermería, que contribuyan a reducir la incidencia de esta patología, lo cual representa un reto importante para el personal de salud.

Objective: To identify the barriers to early detection of cervical cancer. Method: Integrative literature review in databases such as Science Direct, Medline, SciELO and Scopus, published during the past six years, written in English, Portuguese and Spanish. Results: Socio-cultural aspects, prevention strategies employed and the difficulty in accessing care barriers were found in the review; also, the lack of acceptance of HPV vaccines and non-attendance to Pap test affect the appearance of numerous cases of pre-neoplastic lesions. Conclusions: It is evident that there is a need to strengthen actions of education, information and support to nursing professionals, to help reduce the incidence of this disease, which represents an important challenge to health care personnel.
Descritores: Educação em Enfermagem
-Neoplasias do Colo do Útero
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Responsável: CO185.1 - Biblioteca Alfonso Borrero Cabal, S. J.


  5 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1015621
Autor: Mahecha Gamboa, Lorena; Villate Soto, Steffany; Puerto Jiménez, Devi.
Título: Conducta frente a la prueba de Papanicolaou: la voz de las pacientes ante la neoplasia de cuello uterino / Conduct in regard to the papanicolaou test: The voice of the patients in face of abnormal growth in the cervix / Comportamento frente ao exame do Papanicolau: a voz das pacientes diante da neoplasia do colo do útero
Fonte: Rev. colomb. enferm;18(1):1-13, 20190401.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: describir la conducta frente a la toma de citología de cuello uterino de las mujeres que acuden a un centro de atención primaria de la localidad de Suba. Metodología: estudio descriptivo observacional de corte transversal a través de la aplicación de una encuesta a 100 mujeres que asistieron para la toma de la citología a un punto de atención primaria en salud de una localidad de la ciudad de Bogotá. Resultados: el 94 % de las mujeres conoce el objetivo de la prueba, el 60 % de las encuestadas refieren temor al resultado. La principal razón por la cual las participantes deciden no tomarse la citología son barreras socioculturales. Conclusiones: a pesar que la mayoría de las mujeres manifestaron conocer la importancia de realizarse el examen y deciden voluntariamente acceder a él, expresan experimentar diferentes sentimientos catalogados como negativos frente a este; la pena, la vergüenza y el miedo al dolor son impedimentos principales que limitan el acceso a la prueba de Papanicolaou; no obstante, más de la mitad de las participantes refieren sentir temor a los resultados de dicho examen. Palabras clave: neoplasias del cuello uterino; cribado; conducta; prueba de Papanicolaou; cáncer de cuello uterino; ca de cuello uterino; citología vaginal; barreras; examen diagnóstico; prevención

Objective: To describe the conduct of women who attend a primary care center in the town of Suba in regard to cervical cytology Methodology: Cross-sectional, observational, descriptive study through a survey of 100 women who attended a point of primary health care in a locality of the city of Bogotá to take a cytology. Results: 94 % of the women know the objective of the test, 60 % of respondents report fear of the result of the cytology. The main reason why the participants decide not to take the cytology are socio-cultural barriers. Conclusions: Although the majority of women expressed knowledge of the importance of the examination and volun - tarily decide to access it, they express experiencing different feelings categorized as negative in the face of examination: grief, shame and fear of pain are the main personal barriers that limit access to cytology; however, more than half of the partic - ipants report feeling afraid of the results of this examination.

Objetivo: descrever o comportamento frente à citologia de colo do útero das mulheres que vão para o centro de atenção primária da localidade de Suba. Metodologia: foi realizado um estudo descritivo transversal observacional, através da apli - cação de um inquérito para 100 mulheres que participaram da coleta da citologia em um ponto de cuidados primários de saúde em um distrito da cidade de Bogotá. Resultados: 94% das mulheres sabem o propósito do teste, 60% das mulheres inquiridas mencionam medo do resultado. A principal razão pela qual as mulheres escolhem não realizar a citologia são barreiras socioculturais. Conclusões: embora a maioria das mulheres expresse conhecimento sobre a importância do exame e decida voluntariamente por realizá-lo, elas expressam sentimentos diferentes, categorizados como negativos, diante do exame, o luto, a vergonha e o medo da dor são as principais barreiras pessoais que limitam o acesso ao exame de Papani - colau; no entanto, mais da metade das participantes relatam sentir medo dos resultados desse exame.
Descritores: Comportamento
Teste de Papanicolaou
-Neoplasias do Colo do Útero
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: CO171.1 - ACOFAEN - Asociación Colombiana de Facultades de Enfermeria


  6 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1119746
Autor: Moreira, Rita de Cássia Rocha.
Título: Sentidos que fundam modos de ser de gestantes na prevenção do câncer do colo do útero salvador 2013 / Senses that establish ways of being for pregnant women in preventing cervical cancer.
Fonte: Salvador; s.n; 2013. 147P p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: A gravidez representa uma vivência repleta de sentimentos de prazer, satisfação, medo, ansiedade. Uma fase da existencialidade em que há estreita relação entre os aspectos fisiológicos, emocionais, sociais, conjugais que requerem, por parte da mulher, contínuas e gradativas adaptações dos modos de ser, na perspectiva de mudanças nos papéis sociais e no campo das emoções. Portanto, falar de câncer do colo do útero nesse período demanda sensibilidade para reconhecer que a gestante necessita de atitudes de acolhimento e compreensão. Nessa perspectiva, insere-se o acompanhamento com a consulta pré-natal cuja finalidade é acolher a mulher desde o início da gravidez. Objeto de estudo: sentidos da prevenção do câncer do colo do útero para gestantes. Questionamento de pesquisa: quais os sentidos da prevenção do câncer do colo do útero para gestantes atendidas no ambulatório da UBS/CSU, em Feira de Santana-BA, no ano de 2012? Objetivo: compreender os sentidos da prevenção do câncer do colo do útero na ótica de gestantes. Neste estudo, a palavra sentido tem a conotação heideggeriana que se traduz em horizonte, modos de ser, perspectiva. Método: fenomenológico, com iluminação no eixo teórico filosófico da fenomenologia heideggeriana, que seguiu a orientação metódica das etapas de redução, construção e destruição fenomenológica. Participaram 10 gestantes, maiores de 18 anos, que realizaram o papanicolaou na gestação atual ou em outra, estavam cadastradas e eram atendidas por enfermeiras no ambulatório de pré-natal da (UBS/CSU), no município de Feira de SantanaBA. Para a obtenção dos depoimentos, foi aplicada a entrevista fenomenológica. A análise compreensiva se deu conforme o referencial teórico filosófico de Martin Heidegger e outros estudiosos da fenomenologia. Resultados: com o emergir das unidades de sentido, foi desvelado que as gestantes vivenciam o fenômeno da prevenção do câncer do colo do útero com o velamento da palavra câncer, no modo da ambiguidade na convivência conjugal, experienciando a impessoalidade nas relações entre profissional e cliente e no modo da falação. Conclusão: necessitamos enfrentar o desafio de reconhecer a fragilidade do modelo biomédico para cuidar da saúde das mulheres. O enfrentamento poderá ser no pesquisar, aprender, re-aprender e ensinar o cuidar. Defendo, então, que o modelo de atenção em prénatal seja pautado no modo compreensivo de solicitude, de voltar-se ao outro como outro, centrado na dimensão existencial da mulher que busca os serviços de saúde, pois o agir em saúde vinculado à temporalidade e à historicidade da presença diz respeito à ação humana vinculada ao horizonte da existencialidade e ao modo aberto de ser-no-mundo. (AU)
Descritores: Enfermagem Oncológica
Neoplasias do Colo do Útero
Prevenção de Doenças
-Complicações na Gravidez/prevenção & controle
Saúde da Mulher
Saúde Materna
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  7 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-450738
Autor: Lucarini, Ana Carolina Bianchini da Silva; Campos, Claudinei José Gomes.
Título: A procura pela realização do exame preventivo de citologia oncótica: um estudo clínico-qualitativo / The search for the accomplishment of the preventive examination of cancer cytology: a qualitative study
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);6(0), jan. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: O exame de citologia oncótica é uma ferramenta importante na prevenção do câncer de colo de útero. Neste estudo clínico-qualitativo objetivou-se identificar e analisar os aspectos psicossociais e culturais que envolvem a procura pela realização do exame de citologia oncótica. Desenvolvido com usuárias de uma unidade básica de saúde do município de Campinas, inclusas na faixa etária dos 20 aos 32 anos. A análise dos dados fez-se por meio do método de análise de conteúdo, utilizando um processo de categorização não apriorística. Foram elencadas as seguintes categorias: construções sociais entre o falado e o vivido pelas mulheres adultas jovens; motivação para realização do exame preventivo; aspectos psicossociais e culturais envolvidas na realização e na expectativa do resultado desse exame; o elo profissional da saúde e cliente na busca pela prevenção; escolaridade e religião: sua influência na busca pela prevenção. Concluímos que os aspectos psicossociais e culturais envolvidos na realização desse exame são inúmeros, diferindo de acordo com sua inserção social, escolaridade, tabus culturais. Independente da faixa etária, a questão da possibilidade de adoecimento funciona como fator incentivador para prevenção, contudo a construção social entre o falado e o vivido por essas mulheres é muito conflitante quando se refere à possibilidade de realização e periodicidade do exame preventivo.

The examination of cancer cytology is an important tool in the prevention of the womb colon cancer. In this clinical-qualitative study it was objectified to identify and to analyze the psychosocial and cultural aspects that involve the search for the accomplishment of the examination of cancer cytology. Developed with users of a basic unit of health of the city of Campinas, between in the age range of the 20 to the 32 years. The analysis of the data became by means of the method of content analysis, using a process of categorize not prior . The following categories had been mentioned: social constructions between spoken and the lived one for the young adult women; motivation for accomplishment of the preventive examination; involved psychosocial and cultural aspects in the accomplishment and the expectation of the result of this examination; the professional link of the health and customer in the search for the prevention; level school and religion: its influence in the search for the prevention. We conclude that involved the psychosocial and cultural aspects in the accomplishment of this examination are innumerable, differing in accordance with its social insertion, level school, cultural taboos. Independent of the age range, the question of the sicken possibility functions as encourage factor for prevention, however the social construction between spoken and the lived one for these women are very conflicting when it mentions to the possibility of accomplishment and regularity of the preventive examination.
Descritores: Esfregaço Vaginal
Neoplasias do Colo do Útero/prevenção & controle
Prevenção Primária
Saúde da Mulher
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  8 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-659900
Autor: Tafurt-Cardona, Yaliana; Acosta-Astaiza, Claudia P.; Sierra-Torres, Carlos H..
Título: Prevalencia de citología anormal e inflamación y su asociación con factores de riesgo para neoplasias del cuello uterino en el Cauca, Colombia / The prevalence of abnormal cytology and inflammation and their association with risk factors for uterine cervical neoplasms in Cauca, Colombia
Fonte: Rev. salud pública (Córdoba);14(1):53-66, jun. 2010. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos Establecer la prevalencia del resultado de citología anormal e inflamación y su asociación con factores de riesgo para neoplasias del cuello uterino en mujeres del departamento del Cauca, Colombia. Metodología Después de la Arma voluntaria del consentimiento informado, las mujeres fueron entrevistadas a través de un cuestionario para colectar variables de tipo sociodemográfico y clínico, incluyendo historia reproductiva, actividad sexual, historia de citología y hábito de fumar. Posteriormente, se procedió a la toma de la citología para su análisis y clasificación según el sistema Bethesda 2001. Un total de 1735 mujeres fueron reclutadas para este estudio. Resultados Acorde con el resultado de citología, 1061 mujeres presentaron citología normal (61 %), 36 citología anormal (2 %) y 638 cambios celulares reactivos asociados a inflamación (37 %). Los resultados indican que tener relaciones sexuales a temprana edad, la multiparidad, el uso de anticonceptivos hormonales y no realizarse la citología anualmente fueron factores de riesgo asociados a citología anormal. Conclusiones Estos resultados brindan información valiosa a las instituciones de salud pública para desarrollar mejores programas de cribado para la prevención de neoplasias del cuello uterino en mujeres de la región y el país.

Objectives Establishing the prevalence of abnormal and inflammation cytology reports and its association with risks factors for uterine cervical neoplasms amongst females from the Cauca department in Colombia. Methodology After signing a consent-form, females were interviewed using a questionnaire to collect socio-demographic and clinical data, including reproductive history, sexual activity, cytology history and smoking habits. Cytology was then taken for analysis and classification according to the 2001 Bethesda System. A total of 1,735 females were recruited for the study. Results According to the cytology report, 1061 women had normal cytology (61 %), 36 abnormal cytology (2 %) and 638 reactive cellular changes associated with inflammation (37 %). The results indicated that having sexual intercourse at an early age, multiparity, using hormonal contraceptives and not having annual cytology screening were associated with abnormal cytology reports. Conclusions These results provided valuable information for public health institutions for developing better screening programmes to prevent risks of uterine cervical neoplasms amongst females from our region and throughout Colombia.
Descritores: Displasia do Colo do Útero/epidemiologia
Neoplasias do Colo do Útero/etiologia
Cervicite Uterina/epidemiologia
-Colômbia/epidemiologia
Estudos Transversais
Prevalência
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Displasia do Colo do Útero/etiologia
Cervicite Uterina/etiologia
Limites: Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Feminino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 2931 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-661230
Autor: Ferreira, Adriana de Souza Sérgio; Arantes Júnior, João Carlos; Chaoubah, Alfredo; Louzada, Cibelle Ferreira; Amorim, Andrea Giroto; Vasconcelos, Yara Abrão.
Título: Aspectos clínico-epidemiológicos das pacientes portadoras de alterações colpocitologicas atendidas no Hospital Universitário da UFJF / Clinical and epidemiological aspects of patients with colpocytological changes seen at University Hospital UFJF
Fonte: HU rev;37(4):421-429, dez. 2011.
Idioma: pt.
Descritores: Neoplasias do Colo do Útero
Teste de Papanicolaou
-Perfil de Saúde
Neoplasias do Colo do Útero/epidemiologia
Saúde da Mulher
Exame Ginecológico
Neoplasias dos Genitais Femininos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  10 / 2931 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-661231
Autor: Afonso, Vivianne Weil; Ribeiro, Luiz Cláudio; Bertocchi, Fernanda Martins; Diniz, André Luiz Lima; Passos, Carolina Sertã; Paula, Elaine Amaral de.
Título: Conhecimentos, atitudes e práticas acerca de exames ginecológicos preventivos por trabalhadoras do terceiro setor / Knowledge, attitudes and practices of preventive gynecological examinations of workers from third sector
Fonte: HU rev;37(4):431-439, dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Os rastreamentos do câncer de mama e de colo de útero são feitos através de exames clínicos, laboratoriais e de imagem. Entretanto, o acesso a esses exames depende de fatores relacionados ao sistema de saúde, capacitação dos profissionais de saúde e iniciativa das mulheres para comparecer ao serviço de saúde. O presente estudo teve como objetivo levantar os conhecimentos, atitudes e práticas referentes aos exames ginecológicos em trabalhadoras de um instituto de organização social pública não-estatal. Para tal, foi realizada uma pesquisa descritiva, transversal, de campo com 34 funcionárias. Concluiu-se com o estudo que, o exame clínico das mamas foi o menos conhecido entre as participantes da pesquisa e que apenas 57% das entrevistadas, foram submetidas ao exame referido pelo profissional durante a consulta ginecológica. Assim, sugerem-se estudos mais aprofundados sobre as razões pelas quais os profissionais de saúde - médicos e enfermeiros - não avaliarem as mamas das mulheres que comparecem à consulta ginecológica, o que pode acarretar em prejuízos à saúde da mulher.
Descritores: Neoplasias da Mama
Neoplasias do Colo do Útero
-Mulheres Trabalhadoras
Neoplasias da Mama/prevenção & controle
Sistemas de Saúde
Neoplasias do Colo do Útero/prevenção & controle
Colo do Útero
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Saúde da Mulher
Pessoal de Saúde
Enfermeiros
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central



página 1 de 294 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde